Page 1

5 edição raposo • castello ALUMÍNIO • ARAÇARIGUAMA • COTIA • IBIÚNA • MAIRINQUE • SÃO ROQUE • VARGEM GRANDE PAULISTA

Educação

Convênio traz Horta Educativa para Mairinque Na última semana, o prefeito de Mairinque, Rubens Merguizo Filho e a presidente do Fundo Social e primeira-dama, Elza Merguizo, assinaram um convênio com o governo estadual para a instalação da Horta Educativa no município, que tem como objetivo fortalecer o trabalho educacional voltado à formação de valores sociais, culturais e alimentares compatíveis com a preservação do meio ambiente e da promoção de hábitos alimentares saudáveis. As escolas Thereza Cristina Whitaker Ribeiro de Lima e Dona Ida Ponsoni Zaparolli receberão as hortas.

terça-feira, 3 de junho DE 2014

DIRETOR: VREJHI SANAZAR

Fundado em 1969 - Nº 9484

“Administração em São Roque está totalmente à revelia da lei” Vereador Etelvino Nogueira (PSDB) afirma que boa parte dos atos da gestão do prefeito Daniel de Oliveira (PMDB) demonstra fragilidade da administração. Prefeitura foi procurada, mas não respondeu “Faz-se o contrato emergencial de 90 dias para fornecimento de cestas, renovam por mais 90 dias. A lei 8666 te dá respaldo para emergencial por 180 dias. Eles [administração]

fazem outro [contrato emergencial] por mais seis meses. Estão completamente à revelia da lei”. É assim que o vereador Etelvino Nogueira, integrante do Bloco Legislativo Indepen-

dente da Câmara de São Roque, descreve o atual cenário da Prefeitura de São Roque quando firmou, pela segunda vez consecutiva, o contrato emergencial para fornecimento de

cestas básicas aos funcionários públicos municipais. “Só isso já dá improbidade administrativa. Boa parte dos atos do governo demonstra fragilidade da administração”, completou. Divulgação PMM

Consórcio intermunicipal quer consolidar tratamento de saúde mental

Santa Ella

Moradores temem ficar sem seus imóveis em Araçariguama

Página 5

Vereadores de Araçariguama levaram à tribuna da Câmara a preocupação de moradores do bairro Santa Ella que temem ser despejados de seus imóveis já que, diferentemente de outros proprietários de imóveis no município, não receberam o carnê de IPTU de 2014. O bairro do Santa Ella fica na região do Distrito Industrial de Araçariguama e os proprietários dos lotes não têm título de propriedade, apenas contrato de compra do terreno. Página 4

R$ 200 mil Os prefeitos Tisêo (Alumínio), Daniel (São Roque), Roque (Araçariguama) e Merguizo (Mairinque) assinam convênio

Eurico Ramos/Agência Impacto

Crime

Homem que matou e estuprou jovem em 2011 é condenado a 55 anos de prisão Edson Bezerra de Gouveia, conhecido como Buda, acusado de matar e estuprar a supervisora de vendas Vanessa Vasconcelos Duarte, de 25 anos, foi condenado a 55 anos de prisão na quinta-feira (29). O crime aconteceu em 2011, em Cotia. O júri, composto totalmente por mulheres, condenou Edson Bezerra de Gouveia, conhecido como Buda, por homicídio, estupro, roubo, ocultação de cadáver e fraude processual. O julgamento aconteceu na Câmara Municipal de Vargem Grande Paulista, na região metropolitana de São Paulo. A defesa afirmou que vai recorrer da decisão. (Com R7)

Praticidade

Mairinque unifica atendimento da Casa do Cidadão Segundo a Prefeitura de Mairinque, em breve a cidade ganhará a “Casa do Cidadão” para funcionamento dos serviços públicos que serão concentrados em um único local. Página 4

EDITORIAS política 2 geral 3 cotidiano 4/5 entretenimento 6 esporte 7 persona 8

25o

MAX

8oMIN

Estado envia verba para infraestrutura em Vargem Grande Convênio prevê recurso de R$ 200 mil para pavimentação de rua no Ruth Maria. Página 5

Quase quatro hectares da Mata Atlântica são desmatados em Cotia Ibama autuou e embargou na última semana o empreendimento responsável pelo desmatamento. Área deverá ser recuperada Na última semana, em ação conjunta com a Polícia Ambiental e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, o Ibama autuou e embargou um empreendimento em Cotia acusado de suprimir,

ELEIÇÕES 2014

Eduardo Campos dispara contra tucanos e petistas Página 3 Em entrevista coletiva concedida à imprensa, no auditório do Grupo Diário da Região, o pré-candidato à Presidência da República disse que o povo quer mudanças. “Somos a opção que

o Brasil tem para aposentar aquelas velhas raposas. O povo vai às urnas agora, em 2014, e creio que vamos eleger senadores e deputados comprometidos com essa visão transformadora”.

Na reta final do Paulista A2, Mairinque sofre segunda derrota

Festa Agropecuária de São Roque começa na quinta-feira (5)

Página 7

Página 6

sem autorização, cerca de 3,69 hectares de mata nativa do bioma da Mata Atlântica em estágio médio de regeneração. Segundo informações do Ibama, o desmatamento aconteceu no bairro Barro

Branco e os responsáveis pelo desmatamento ilegal, da Cotia Laure Empreendimentos, terão que pagar uma multa fixada em R$ 20 mil, além de recuperar toda a área desmatada. Página 4

Fernando & Sorocaba estão confirmados

Divulgação

TEMPO

O Jornal Diário da Região - Raposo/Castello entrou em contato com a prefeitura por meio da assessoria de imprensa, mas até o fechamento desta edição não obteve resposta. Página 2


2

Política

Vânia Alves/Agência Impacto

terça-feira, 3 de junho de 2014

Painel

Carta do Leitor

Escreva para nós: redacaoraposo@webdiario.com.br

Lulinha, de Mairinque, se encontra com Lula “No último dia 16, o ex-presidente Lula esteve em Sorocaba. Lula encanta quando fala e pessoalmente é educado, atencioso, carismático. Quando meu filho nasceu, no dia 20 de outubro, dei o nome de Luiz Inácio Lula Fortes Garcia. Na época, o vereador Julio Mariano levou uma cópia da certidão de nascimento para o Presidente Lula, que mandou uma carta dizendo que aquela homenagem era uma das mais

importantes que ele poderia receber. Também quero agradecer aos amigos que me ajudaram a realizar este sonho: Julio Mariano, Ademir e, em especial, o vereador Giovane que levou a minha família em seu carro para o encontro com o Lula e tirar a foto. Olha meu amigo querido, já gostava de você, agora muito mais. Deus abençoe a todos!”

Paulo Marrom morador de Mairinque

Etelvino Nogueira diz que administração está à revelia da lei

CETESB NATALIA INDUSTRIA E COMERCIO DE ARTEFATOS DE PAPEL LTDA, torna publico que recebeu da CETESB a Licença Previa, de Instalação e de Operação Nº 72000114,valida até 26/05/2018, para Bobinas de papel para maquinas; fabricação de à RUA NATALIA 91, CAUCAIA DO ALTO - JD SAO LUIZ – COTIA/SP

CETESB SIGMA CALDEIRARIA LTDA EPP, torna público que requereu a CETESB a renovação da Licença de Operação para fabricação de artigos de serralheria, exceto esquadrias, sito à Coronel Luiz Rodrigues de Moraes Barros, 670, Barro Branco Cotia/SP

CETESB JULIO AVANZI LOPES – ME, torna público que SOLICITOU A CETESB A RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO PARA HIPOCLORITO DE SÓDIO, FABRICAÇÃO DE, sito à RUA DILMA CAZOTO NASCIMENTO, 177 – JARDIM MARGARIDA – VARGEM GRANDE PAULISTA/SP

CETESB MC MULLER ALIMENTOS LTDA, torna público que recebeu da CETESB a Renovação da Licença de Operação n° 72001174 , válida até 28/05/2017, para Temperos, desidratados e liofilizados; preparação de à RUA SALVADOR EDUARDO DE SOUZA, 55, JARDIM MIRIAM, VARGEM GRANDE PAULISTA/SP

CETESB GALERIA DO MÁRMORE LTDA- ME, torna público que Requereu a Cetesb a Licença Previa para aparelhamento de placas e execução de trabalhos em mármore, granito, ardosia e outras pedras, sito à Rua Copersucar, 69 - jd Claudio - Cotia/SP

CETESB TUP TECNOLOGIA EM USINAGEM DE PRECISÃO LTDA, torna público que requereu a CETESB a Renovação da Licença de Operação para fabricação de outras peças e acessórios para veículos automotores não especificadas anteriormente, sito à Estr. do Capuava, 2080 - Chácaras Ondas Verdes - Cotia/SP

E VS Publicidade Ltda CNPJ – 96.499.132/0001-89 Matriculado sob nº 1176 – Livro A No 1º Cartório de Registro de Títulos e Documentos da Comarca de Osasco. Redação, Administração, Publicidade e Gráfica própria Rua Ester Rombenso, 349 cep: 06097-120 Centro – Osasco Telefones: (11) 4552-5976 - 3652-5244 site: www.webdiario.com.br e-mail: redacaoraposo@webdiario.com.br

X

P

E

D

I

E

N

T

E

Diretor/Fundador/Editor: VREJHI SANAZAR MTB nº 10.326.33.26/SP / OAB nº 38.239/SP Editor Chefe: EURICO RAMOS Diretor Financeiro: MARCELO V. SANAZAR Diretor Administrativo: MARCIO R. SANAZAR Circulação: Alumínio, Araçariguama, Cotia, Mairinque, São Roque e Vargem Grande Paulista. Filiado à Adjori/Abrajori Sindicalizado no SINDJORI As matérias assinadas não representam, necessariamente, a opinião do Jornal ou de seu editor. Os colaboradores, os articulistas e os colunistas não possuem qualquer vínculo empregatício com a empresa.

“Vivemos momentos complicados em São Roque”, diz vereador tucano Etelvino Nogueira afirma que o prefeito Daniel cometeu improbidade administrativa ao renovar contrato emergencial. Vereador Donizete chegou a sugerir criação de CEi para investigar o caso “Faz-se o contrato emergencial de 90 dias para fornecimento de cestas, renovam por mais 90 dias. A lei 8666 te dá respaldo para emergencial por 180 dias. Eles [administração] fazem outro [contrato emergencial] por mais seis meses. Estão completamente à revelia da lei”. É assim que o vereador Etelvino Nogueira (PSDB), integrante do Bloco Legislativo Independente da Câmara de São Roque, descreve o atual cenário da Prefeitura de São Roque quando firmou, pela segunda vez consecutiva, o contrato emergencial para fornecimento de cestas básicas aos funcionários públicos municipais. “Só isso já dá improbidade administrativa.

Boa parte dos atos do governo demonstra fragilidade da administração”, completou. Quando o assunto é cesta básica ao funcionalismo municipal, os problemas levantados por integrantes do Bloco político não se restringem a questões contratuais. O vereador Donizete P. A. Moraes (PSDB) chegou a sugerir a criação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar a má qualidade dos produtos contidos nas cestas básicas. “Até meados de 2013, tínhamos o fornecimento das cestas sem problemas, não conseguimos entender como na primeira licitação que vão fazer [gestão Daniel de Oli-

veira Costa, PMDB] dá todo este desarranjo”, disse Etelvino referindo-se ao fato de, em setembro de 2013, a prefeitura realizar um pregão presencial para registro de preços para aquisição das cestas básicas dos servidores. À época, a Comercial João Afonso apresentou o menor preço. A administração questionou sobre um item que constava dos itens apresentados no Pregão e a Comercial informou que não atenderia. Após essa data, foi firmado contrato emergencial que durou até 9 de abril de 2014, com a empresa JG Zana Alimentos Ltda. A prefeitura tentou uma nova licitação, mas a empresa Comercial entrou com pedido

de impugnação e foi atendida pela Justiça. Dentro deste cenário, a prefeitura firmou, mais uma vez, contrato emergencial, desta vez com a Ciama Refeições Ltda, que fornecerá cestas básicas por mais seis meses. “Na última semana, saiu publicação de cancelamento de licitação, pregão para contratar empresa, isto demonstra que vão manter este emergencial, na verdade estão fora da lei: ou seis meses, ou 90 dias prorrogáveis por mais 90. Este é o tempo suficiente para acertar a licitação”, salienta Etelvino. O prefeito Daniel foi procurado por meio da assessoria de imprensa, mas não retornou até o fechamento desta edição.

TC reprova e vereadores dão aval às contas do prefeito Roque Hoffmann Na última terça-feira (27 de maio), os vereadores de Araçariguama votaram o parecer da Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade da Câmara que deu parecer favorável às contas do Executivo relativas ao exercício de 2009. A apreciação foi antagônica ao posicionamento do Tribunal de Contas (TC) que, ao analisar os gastos do Executivo, apontou que o Executivo repassou mais recursos ao

Legislativo municipal do que os 8% do orçamento municipal permitidos por lei. À época da análise do Tribunal de Contas, a prefeitura entrou com recurso afirmando que o excedente foi solicitado pelo Legislativo para conclusão de obras no prédio da Câmara. Diante disto, o TC fez apenas algumas recomendações à prefeitura. E foi com este mesmo argumento que o vereador Altair Fernandes

de Oliveira (DEM) saiu em defesa do prefeito Roque Normélio Hoffmann (PSDB). “Na época (2009), estávamos construindo os gabinetes que hoje acomodam os vereadores e os munícipes. Pedimos um repasse maior ao Executivo para terminarmos a construção”, disse. “Não posso ir contra [as contas], porque foi uma situação que o prefeito não foi culpado. Foi um equívoco a Mesa Diretora solicitar repasse maior e o

prefeito atender. Falhamos neste ponto”, salientou. Único contrário às contas apresentadas pelo Executivo, o vereador Nadivan Ferreira Maia (PR), defendeu que a lei de responsabilidade fiscal existe para ser cumprida. “Discordo [da aprovação] porque houve dois erros um por parte do Executivo e outro por parte do Legislativo, que aceitou o repasse maior do que o que a lei permite”, afirmou.

Justiça suspende liminar e voto contrário dado ao PL sobre nepotismo em Mairinque volta a valer Em decisão de segunda instância, os vereadores de Mairinque Ildeia Maria de Souza (PT) e José Teixeira de Macedo (PPL) conseguiram suspender na Justiça, até julgamento do agravo, a liminar concedida pela juíza Camila Giogetti, da Comarca de Mairinque, que anulou os votos contrários dados pelos

dois vereadores ao Projeto de Lei 15/2014-L, que trata sobre o nepotismo no âmbito municipal. A liminar derrubada foi solicitada pelos vereadores Rodrigo Augusto da Conceição (PMDB) e Abner Segura Fernandes (PMDB), sob argumento de que os vereadores tinham interesse na reprovação do projeto considerando

que têm parentes (marido e filho) em cargo de secretários municipais. “Observado que a intervenção do Judiciário em assuntos do Legislativo deve ser pautada estritamente na lei, em prol do devido processo legal legislativo, sem, contudo substituir-se à vontade dos detentores do mandato eleti-

vo, a prudência recomenda, com base no poder geral de cautela, suspender o curso do processo legislativo do Projeto de Lei nº 15/20114-L, aprovado pela Câmara (...) até julgamento do agravo”, informou o relator Vicente de Abreu Amadei. Procurados, os vereadores Ildeia e Teixeira não se pronunciaram.


Política e Opinião

3

terça-feira, 3 de junho de 2014

Davi de Oliveira Azevedo

Assédio moral, uma demanda cada vez mais comum no Judiciário Um dos fatores que tem preponderado nos Tribunais Regionais do Trabalho de todo o País é o aumento substancial, e crescente ao longo dos ú ltimos a nos, das demandas referentes à questão do assédio moral. Segundo levantamento do Ministério Público do Trabalho (MPT), em 2013 foram realizadas três mil denúncias. Se comparado com o ano de 2012, os dados significam um crescimento de 7,4%. Ainda como agravamento desse quadro, em análise

preliminar, de acordo com dados do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em comparação com o primeiro trimestre do ano passado, 2014 registrou um aumento de 33% nos casos já julgados durante o mesmo período. A questão chama atenção e dois fatores relevantes merecem especial cuidado na hora de analisar essa conjuntura: o excesso de competitividade do mercado de trabalho (ou do mundo corporativo) e a banalização da denúncia por assédio moral, situações que evidenciam

alguns gargalos no âmbito do judiciário brasileiro. Va le ressa ltar que, de acordo com decisões tomadas pelo TST, submeter os funcionários a exaustivas jornadas, carga excessiva de trabalho, estratégias agressivas de cumprimentos de metas e constrangimentos por não alcançar tal objetivo, são caracterizados como assédio moral. Assim, muitas das práticas adotadas no mercado de trabalho, hoje, podem gerar litígios, trazendo prejuízos emocionais aos trabalhado-

res e ônus ao empregador, pois entre outros ref lexos, causam degeneração do ambiente de trabalho e queda da produtividade. Uma boa forma do empregador se prevenir contra o assédio moral é zelar de forma constante pela existência de um bom ambiente de trabalho, de segurança e condições de trabalho adequadas dentro do âmbito profissional, como também coibir ações ou práticas que possam gerar constrangimentos ou denegrir a moral e a imagem do trabalhador.

Além disso, é importante obser var que o advogado esteja sempre atento às peculiaridades de cada caso, e adote em suas reclamações trabalhistas o viés do assédio moral somente quando as circunstâncias concretas evidenciarem elementos da existência de sua prática.    O fato é que, em virtude desse gra nde número de demandas em que se discute o assédio moral, quem sai perdendo é o trabalhador, a vítima do assédio moral, que a lém de ter passado pelo constrangimento e pela

violência de ordem moral, poderá ter maior dificuldade em obter seu direito na Justiça, uma vez que, este excesso de denúncias e reclamações trabalhistas, pode gerar distorções dentro do sistema Judiciário e culminar com decisões equivocadas.

Davi de Oliveira Azevedo, Advogado Sócio no Lorena e Advogados Associados (www.lorena.adv.br)

O artigo não expressa necessariamente a opinião do jornal

TRE-SP nega mandado de segurança ao ex-prefeito de Ibiúna Na pauta de votação do dia 29 de maio do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), o mandado de segurança nº 303-31.2013.6.26.0000, impetrado pelo ex-prefeito de Ibiúna, Fabio Bello de Oliveira (PMDB), para reaver a diplomação como prefeito eleito no pleito de 2012, foi negado por unanimidade, conforme relatório assinado pela relatora do processo, juíza Clarissa Cam-

pos Bernardo. Com a decisão, o segundo colocado nas urnas, Eduardo Anselmo Domingues (PT), continua administrando o município. No despacho, a relatora nega seguimento ao recurso especial e ratifica decisão da 191ª zona Eleitoral de Ibiúna que tornou sem efeito a cerimônia de recontagem dos votos do dia 6 de setembro de 2013 e desconstituiu o diploma expe-

dido a Fabio Bello na ocasião. Vai e vem Mesmo sendo o candidato mais votado em outubro de 2012, a candidatura de Fábio Bello foi indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE SP) baseado na Lei da Ficha Limpa, já que ele tinha uma condenação no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ SP) por ter contratado motoristas

de transporte escolar sem licitação entre 2005 a 2008, com isto, o petista tomou posse. A Ministra Laurita Vaz (TSE), em decisão monocrática indeferiu o pedido de defesa do ex-prefeito. Fábio, no entanto, entrou com o novo recurso e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) votou, por unanimidade, favorável ao recurso. Mesmo com o registro indeferido pelo TRE SP, em outubro de 2012,

a defesa de Fábio conseguiu uma medida cautelar no Superior Tribunal de Justiça (STJ) anulando os efeitos da condenação e ele assumiu a prefeitura em setembro de 2013. Em dezembro, no entanto, o juiz eleitoral Wendell Lopes anulou o ato de posse de Fabio Bello e Eduardo reassumiu a prefeitura de Ibiúna. Quando deixou a prefeitura, Bello chegou a tentar vários

recursos em instâncias superiores, mas não teve sucesso. Neste cenário, Fábio Bello acumula outras duas condenações de 2013 por improbidade administrativa do Tribunal de Justiça (TJ SP). Cada condenação, segundo a lei da Ficha Limpa, deixa o ex-prefeito inelegível por cinco anos, com este cenário, Fábio Bello pode ficar fora da vida política por pelo menos 15 anos.

Entrevista

Eduardo Campos (ex-governador do Pernambuco e pré-candidato à Presidência da República pelo PSB) Com o objetivo de fortalecer a cobertura da mídia regional de assuntos ligados à política nacional, a Associação de Jornais do Interior do Estado de São Paulo (Adjori), presidida por Carlos Alberto Bonzano Balladas, promoveu uma entrevista coletiva com o ex-governador de Pernambuco e pré-candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB). O encontro aconteceu no auditório 19 de Fevereiro do Jornal Diário da Região, em Osasco, na última sexta-feira (30 de maio). Os deputados federais Roberto Freire (PPS) e Marcio França (PSB), o prefeito de Vargem Grande Paulista, Roberto Rocha (PSB), além de vereadores e lideranças políticas da região acompanharam a sabatina com os repórteres da região e da Capital. A região Metropolitana de São Paulo amarga problemas sérios de congestionamento com o estrangulamento de importantes rodovias que vão para o Interior. O senhor tem algum projeto que possa ser executado entre o governo federal e o estado para resolver a questão? O governo federal precisa efetivamente reconhecer que entrou no tema mobilidade urbana de forma tardia. Esse é um problema do cotidiano das cidades, mas as cidades sozinhas não conseguem resolver, porque não têm dinheiro para obras de infraestrutura. Os Estados também não têm nem recursos suficientes e nem projetos adequados para fazer esse enfrentamento. O Brasil animou a economia, ampliou as isenções para o transporte individual, aumentou o prazo de financiamento do automóvel, e nós sabíamos que iria dobrar o número de carros nas ruas, só não se fez ao mesmo tempo cuidar das pessoas que dependem do transporte público. Não se fez planejamento urbano para projetos estruturantes de linhas de metrô, de VLT [Veículo Leve Sobre Trilhos]. Só se veio puxar esse assunto quando se

“Somos a sétima economia do mundo e não estamos condenados a ser governados por Sarneys e Collors da vida” discutiu a Copa do Mundo. E a sociedade se machucou com isso. O País precisa apostar no transporte público de massa e de qualidade. E para isso também tem outro desafio, que é o preço das tarifas. Se você permitir que as tarifas subam na medida do investimento, você vai excluir da possibilidade de andar no transporte público muitas famílias, que não vão aguentar pagar. A falta de água tornou-se um problema crônico para a região metropolitana de São Paulo. Qual é a sua solução proposta? Acho que essa contribuição eu posso dar, pois venho de uma região que sabe o que é falta d’água de perto. Hoje, em média, as empresas que distribuem água no Brasil têm um índice de perda acima dos 45%. Esse é um foco importante, combater as perdas. De outro lado temos que gerar uma consciência do bom uso da água e animar os investimentos no saneamento. Quais são seus projetos para a área da saúde? Dos quase 200 milhões de brasileiros, 150 milhões dependem única e exclusivamente do SUS [Sistema Único de Saúde]. E o que a gente precisa fazer para melhorar o SUS? Primeiro a gente precisa melhorar a gestão, blindando a escolha de gestores da área de saúde da interferência política. O segundo ponto é mais dinheiro. De 1988 para cá, a União, que financiava 85% dos recursos para saúde, hoje financia 45%. E temos que ter mais recursos humanos. O Brasil fechou muitas faculdades de medicina. Acho que ninguém nesse país vai advogar em se tirar médicos que chegaram a locais onde antes não havia esses profissionais. Mas a gente precisa avaliar esse programa [Mais Médicos] se ele

Eurico Ramos | Agência Impacto

efetivamente está funcionando. Precisamos criar a carreira nacional de saúde pública, dar ao jovem médico a possibilidade dele ser um servidor da saúde pública no Brasil, ajudando a alocar médicos sobretudo onde falta, que é no interior do País. Como planeja modificar o sistema, que foi implantado a partir do governo Lula e continuou no governo Dilma, de parceira com os partidos? Começamos a resolver isso na campanha, quando a gente faz a opção mais dura, que é fazer uma campanha com pouco tempo de televisão, com poucos recursos, exatamente porque queremos chegar ao governo sem estar comprometido com essa velha prática política. O povo vai nos ajudar a resolver uma parte dessa pergunta, porque ele vai às urnas agora, em 2014, e espero e creio que vamos eleger senadores e deputados comprometidos com essa visão transformadora. Somos a opção que o Brasil tem para aposentar aquelas velhas raposas. Somos a sétima economia do mundo e não estamos condenados a ser governados por Sarneys e Collors da vida. Qual deverá ser sua política para dar mais recursos e autonomia aos municípios? Nós precisamos fortalecer a federação. A agenda colocada pela população, com saúde, mobilidade, educação e até, segurança, são reivindicações típicas de cidades. A gente precisa ter clareza de que os municípios estão vivendo o maior arrocho de toda a história da democracia brasileira, o governo da presidente Dilma está quebrando os municípios do Brasil. Quando Fernando Henrique deixou o governo, de tudo que o Brasil arrecadava, de impostos, taxas e contribuições, 16% iam para os muni-

cípios. Quando o Lula deixou o governo, de cada 100 que se arrecadava, 14,5% iam para os municípios. Em três anos da presidente Dilma, de tudo que se arrecada, 11% vão para os municípios e aí não funciona o que precisa funcionar para a população. O senhor tem um perfil bastante semelhante ao do pré-candidato do PSDB, Aécio Neves: ambos são de famílias tradicionais na política e ex-governadores. O que diferencia o senhor do pré-candidato tucano? Uma campanha normalmente é a oportunidade de mostrar as diferenças entre os candidatos. A candidatura da presidente Dilma representa a continuidade do que está aí e a população não deseja. A candidatura do Aécio Neves representa um tempo em que o Brasil foi comandado pelo PSDB, e nós temos tido a clareza e a tranquilidade de reconhecer aquilo que os tucanos não reconhecem no governo do Lula e da Dilma e, que também os petistas não reconhecem no governo do Fernando Henrique. É essa briga que o Brasil não quer mais. Mas, essencialmente, há uma diferença muito grande entre a opção do PT e PSDB e por nós. Nós temos condição de unir o Brasil, de superar essas contradições. Um dos grandes problemas do Brasil é a corrupção. O que o senhor faria para retirar da gaveta os projetos contra a corrupção? Acho que a grande contribuição para enfrentar a corrupção é parar de nomear ladrão para cargo público, que já ajuda muito. Depois disso, precisa ter transparência nas contas públicas, meritocracia para dirigentes de cargos, metas. Precisamos de processos republicanos na escolha de dirigentes para fundos de pensão e agências reguladoras. Só desse jeito vamos botar o Brasil em outro patamar. Somos a 7ª economia do mundo, não dá para ficar fazendo política como no século XIX.


4

Cotidiano

terça-feira, 3 de junho de 2014

Ibama embarga empreendimento no bairro Barro Branco, em Cotia

Na última semana, em ação conjunta com a Polícia Ambiental e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, o Ibama (Instituto Nacional do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) autuou e embargou um empreendimento em Cotia acusado de suprimir, sem autorização, cerca de 3,69 hectares de mata nativa do bioma da Mata Atlântica em estágio médio de regeneração. Segundo informações do Ibama, o desmatamento aconteceu no bairro Barro Branco e os responsáveis pela desmatamento ilegal, da Cotia Laure Empreendimentos, terão que pagar uma multa fixada em R$ 20 mil, além de recuperar toda a área desmatada. A ação aconteceu no mesmo dia em que se comemorou o dia Nacional da Mata Atlântica (27 de maio) e foi deflagrada por meio de análises realizadas pelo Núcleo de Geoprocessamento da Superintendência do Ibama

Divulgação Ibama SP

Segundo órgão, cerca de 3,69 hectares de mata nativa da Mata Atlântica foi suprimido. Área deverá ser recuperada

Representantes de diversas secretarias municipais que integram o Comitê Municipal VerdeAzul de Cotia reuniram-se na última semana para discutir as próximas metas do grupo no intuito de alcançar maior eficiência no programa. O encontro pontuou questões como a importância da participação de cada secretaria e o diálogo entre elas para um trabalho mais integrado e efetivo. Também foi discutida a criação de um Grupo de Trabalho digital, com o intuito de criar uma maior interação entre os participantes.

Matrículas na rede estadual começam em julho Responsáveis terão que recuperar a vegetação e pagar multa de R$ 20 mil pelo crime ambiental

em São Paulo. Os técnicos detectaram o polígono do desmatamento. Segundo o Ibama, ainda não está determinado o prazo que os responsáveis pelo crime am-

biental terão para recupera a vegetação da área. De acordo com o órgão, para supressão de vegetação em estágio de regeneração é preciso licenciamento am-

lembrar o Dia Municipal de Combate à Violência contra Crianças e Adolescentes, instituído pela lei municipal 3324. A data é destinada à conscientização das pesso-

Divulgação PMM

Prédio fica na Vila Sorocabana e vai abrigar vários serviços

da 27 de Outubro 371, na Vila Sorocabana, região servida por linhas de ônibus e táxi e facilidade para estacionar carros e comércio de apoio. Entre os serviços públicos que estarão disponíveis estão: Acessa-SP, Procon, Banco do Povo, Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), Ministério do Trabalho (com emissão de Carteira de Trabalho e Seguro Desemprego) e emissão de Carteira de Identidade (RG).

Moradores temem ficar sem seus imóveis em Araçariguama

Vânia Alves | Agência Impacto

A preocupação foi endossada pelo vereador Mauro

Vereadores de Araçariguama levaram à tribuna da Câmara a preocupação de moradores do bairro Santa Ella que temem ser despejados de seus imóveis já que, diferentemente de outros proprietários de imóveis no município, não receberam o carnê de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2014. “Fomos informados de que um empresário afirmou ter adquirido a área e retirou os carnês na prefeitura”, disse o vereador Nadivan Ferreira Maia. Segundo ele, falta transparência por parte da prefeitura sobre o que está acontecendo. “Se há algum tipo de irregularidade na área, a prefeitura não poderia ter, por exemplo, ca-

Meio Ambiente de Cotia discute metas

Educação

biental com anuência prévia do Ibama, conforme versa na Lei 11.248/06. A prefeitura de Cotia informou em nota que, em fevereiro, a empresa deu entrada no processo

2225/2014 para a retirada de vegetação e suprimiria 25 árvores. Em desacordo, foi retirada vegetação em estágio médio de regeneração da mata atlântica.

Mairinque unifica atendimento São Roque lembra dia de violência contra crianças Nesta quarta-feira (4), as, sobre a necessidade e a de informações sobre como da Casa do Cidadão São Roque realiza ações para importância da proteção e denunciar, quando e para

Segundo a Prefeitura de Mairinque, em breve a cidade ganhará um novo espaço para funcionamento dos serviços públicos que serão concentrados em um único local. O objetivo é garantir que o munícipe tenha no mesmo endereço serviços como emissão de documentos, resolução de assuntos trabalhistas, direitos do consumidor, entre outros. O local onde será instalada a futura ‘Casa do Cidadão’ em Mairinque fica na Aveni-

VerdeAzul

dastrado os proprietários para emissão do IPTU”, completou. A preocupação foi endossada pelo vereador Mauro. “Um empresário retirou mais de mil carnês do Santa Ella, perguntei na prefeitura se ele apresentou documentos que prove que as terras são dele, porque não sabemos. Sugiro a criação de uma comissão para investigar o que está acontecendo, porque nós não temos informação”, disse. O bairro do Santa Ella fica na região do Distrito Industrial de Araçariguama e os proprietários dos lotes não têm título de propriedade, apenas contrato de compra do terreno. A prefeitura foi procurada, mas não retornou até o fechamento.

dos direitos destes cidadãos, vítimas de violência. Na data, haverá uma campanha de conscientização contra o abuso sexual, a crianças e adolescentes, para propagação

quem. Será explicado também, o funcionamento dos serviços envolvidos, os quais estão à disposição da população. O evento ocorrerá na Praça da Matriz, das 9h às 12h.

De 15 de julho até 15 de agosto, estudantes que vão ingressar no ensino público ou não frequentam a pré-escola municipal podem fazer o cadastro na rede estadual para o próximo ano letivo. Pais e responsáveis de estudantes podem fazer o cadastro em qualquer escola pública, estadual ou municipal, utilizando o sistema centralizado de matrículas da Secretaria Estadual.

São Roque

Prefeitura inicia obra na Estrada dos Mendes Nos próximos dias, a prefeitura de São Roque asfaltará o primeiro trecho da Estrada do Mendes, no bairro do Taboão. A via de terra é uma das paralelas na região em que está sendo construída a entrada da nova avenida no bairro. “Temos o compromisso de oferecer mais estrutura para as vias próximas a Avenida Zito Garcia, que será entregue em breve”, disse o prefeito Daniel de Oliveira Costa. De acordo com o departamento de Obras, neste primeiro momento, a pavimentação será no trecho principal de acesso à região.

Educação

Inscrições abertas para matrículas do EJA São Roque A prefeitura de São Roque, por meio do departamento de Educação, está com as inscrições e matrículas abertas para o curso de educação de Jovens e Adultos, o EJA. A iniciativa que visa levar conhecimento e aprendizado para aquelas pessoas que ao longo de suas vidas tiveram que abandonar os estudos, tem as inscrições abertas até o dia 5 de junho, sendo que o período de matrículas será do dia 9 ao dia 12 de junho. Mais informações pelos telefones 4712-1904 (Barão) e 4714-1333 (Tibério).

COMERCIAL: (11) 3652-5244


Cotidiano Consórcio intermunicipal consolidará tratamento na área de saúde mental

5

Na última semana, as cidades de Alumínio, Araçariguama, Mairinque e São Roque formalizaram carta de intenção de constituir consórcio para integrarem a Rede de Atenção Psicossocial

Divulgação PMM

Para atender aos pré-requisitos da Portaria do Ministério da Saúde 3088 de 23 de dezembro de 2011, que institui a Rede de Atenção Psicossocial nos municípios, os prefeitos de São Roque, Alumínio, Mairinque e Araçariguama assinaram uma carta de intenções para a constituição de um Consórcio Intermunicipal de Saúde Mental. O objetivo é alcançar o número mínimo de habitantes, previstos na portaria, para se credenciarem ao governo federal e receberem os investimentos necessários para o aprimoramento do tratamento de pacientes com deficiência mental. “O consórcio é a saída para se contornar esse obstáculo, já que sozinhas, as cidades não alcançam o número populacional exigido”, explica o secretário municipal de Saúde de São Roque, Sandro Rizzi. Com o consórcio, no entanto, as cidades somarão mais de 180 mil pessoas. “É um número significativo que nos habilita a investir nesses equipamentos e serviços que nos ajudarão, a exemplo do que ocorre nos grandes centros, a consolidar um modelo de atenção à saúde

Prefeitos Tisêo, de Alumínio, Daniel, de São Roque, Roque Hoffmann, de Araçariguama e Merguizo, de Mairinque

Divulgação PMA

terça-feira, 3 DE junho de 2014

Equipe de limpeza urbana de Araçariguama recebe uniformes Depois de vereadores de Araçariguama criticar, em diversas oportunidades o fato de funcionários que trabalham na limpeza urbana do município não terem uniformes, a prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social, entregou as roupas adequadas para desempenharem suas atividades no município. As roupas foram confeccionadas por alunas do Centro de capacitação de Costura, oferecido pelo Fundo Social de Solidariedade. “Esses uniformes são importantes porque oferecem maior segurança e melhor

qualidade de vida aos servidores da limpeza urbana durante a realização de seu trabalho”, disse Vanilse Cristina de Freitas, primeira-dama e secretária de Assistência Social. Durante a entrega dos uniformes, a secretária enalteceu a importância dos trabalhos realizados por estes funcionários. “Muita gente não se dá conta da importância do trabalho desses servidores, mas é um trabalho digno. Reconhecendo essa importância, nós procuramos dignificar ainda mais e dar a eles melhores condições para desenvolver a atividade”, completou.

Governo do Estado envia verba para infraestrutura em Vargem Grande

mental que priorize o convívio com a família e a comunidade em lugar do isolamento”, completou Rizzi. O secretário explicou ainda que mesmo com a constituição do consórcio, Sorocaba continuará como referência para acolher os casos mais graves. Mairinque abrigará um Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPS I), São Roque

e Araçariguama serão responsáveis, respectivamente, pelos CAPS Álcool e Drogas (AD) e CAPS 1, que dá cobertura para toda clientela com transtornos mentais severos durante o dia, adultos, crianças e adolescentes e pessoas com problemas devido ao uso de álcool e outras drogas. Já o secretário de Saúde de Mairinque, Antônio Sérgio Is-

mael, destacou a importância da implantação de um modelo de tratamento que integre o paciente à família. “A maioria dos pacientes possui um histórico de exclusão. Iniciamos um trabalho para localizar seus parentes e, numa segunda etapa, trazê-los [de Sorocaba, onde estão internados] para Mairinque e permitir a ressocialização”, disse.

Na última semana, o prefeito de Vargem Grande Paulista, Roberto Rocha, assinou um convênio com a Secretaria Estadual de Planejamento para a liberação de R$ 200 mil que será empregado na pavimentação da rua Alfa, no bairro Ruth Maria. O recurso foi indicado ao orçamento estadual por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Jorge Caruso. Este é o terceiro convênio que Vargem Grande Paulista celebra este ano com o Estado para obras de infraestrutura. Em março, o prefeito assinou

convênio para a pavimentação de um trecho da estrada da Bonanza, no valor de R$ 750 mil e para recapeamento da rua Joaquim Soares Rodrigues, no valor de R$ 150 mil. “Graças a essas parcerias conseguimos diversas emendas que estão viabilizando importantes obras de melhorias da malha viária urbana”, comemorou o prefeito Rocha. A partir de agora, a prefeitura aguarda a liberação dos recursos para iniciar o processo de licitação da empresa que executará os trabalhos.


Entretenimento

6

terça-feira, 3 de junho de 2014

Grandes duplas sertanejas estarão na Festa Agropecuária de São Roque Para o público gospel, haverá show com os cantores Marcelo Aguiar, Soraya Moraes, Cláudio Moriá e DJ Alpiste Divulgação

Nos dias 5, 6, 7, 12, 13 e 14 de junho, uma arena especialmente montada no recinto do Vasco Barioni, no bairro Gabriel Piza, em São Roque, vai ser o cenário da Exposição Agropecuária de São Roque, evento organizado pela empresa Cia Verde e Amarelo, com apoio da prefeitura e da Ong SR Pró Cidadania. Entre os shows que prometem embalar o público presente estão as duplas sertanejas Guilherme & Santiago, Jorge & Mateus e Fernando & Sorocaba.O público contará com arquibancadas e camarotes cobertos, praça de alimentação, estacionamento. Segundo os organizadores do evento, os participantes da

festa contarão com equipe de segurança qualificada, som e iluminação digital. “Essa é nossa exigência perante os organizadores”, salientou o prefeito Daniel de Oliveira Costa. Nos dias 5 e 8, a entrada será gratuita, mas a organização pede que o público colabore com um quilo de alimento não perecível ou um litro de leite que será doado a famílias carentes de São Roque. Já está sendo distribuído o flyer oficial do evento com valores dos pacotes, bem como de camarotes e área VIP. Com exceção do dia 5, todas as noites contarão com o Bailão do Cowboy, encerrando o dia. No primeiro dia de fes-

Guilherme & Santiago já confirmaram presença no evento

Nesta quarta-feira (4), a partir das 19h30, a Praça da Matriz, no centro de Mairinque, será palco da apresentação do grupo “Nativos Terra Rasgada”, que fará a encenação do espetáculo ao ar livre.] O evento é gratuito. O grupo encenará a peça “Pindorama, a saga de um Cristo” que narra os principais acontecimentos históricos, como a primeira missa rezada no Brasil, a catequização dos índios e a chegada da família real. Como pano de fundo, três personagens bíblicos: Jesus, Maria Madalena e o diabo. Na narrativa, Jesus ressuscitou e não conseguiu ir para o céu, pois Maria Madalena, muito

Divulgação

Nesta quarta-feira (4), Nativos Terra Rasgada se apresenta em Mairinque

Espetáculo teatral será ao ar livre e gratuito, na Praça da Matriz, no Centro

São Roque realiza mais uma edição do “Dançando na Praça”

Divulgação PMSR

Nesta quarta-feira (4), acontece a nova edição do projeto da Prefeitura de São Roque “Dançando na Praça”. Realizado sempre às sextasfeiras, neste mês, por conta da abertura da Exposição Agropecuária (5 de junho), a apresentação foi antecipada. Como nas edições anteriores, haverá uma atração musical que embalará o público presente. Por conta da Copa, a

temática musical será voltada ao evento que será sediado pelo Brasil com sucessos que marcaram época, celebrando a junção de nações existentes no mundial de futebol. O Dançando na Praça acontece na Praça da Matriz, centro, a partir das 20h. O objetivo é estimular a população a participarem de opções de lazer, entretenimento e cultura ao ar livre.

apaixonada, o segurou e propôs que eles vivessem juntos. Proposta que foi recusada por Jesus levando Maria Madalena, muito decepcionada, a pregá-lo novamente na cruz e o esconder. Ao longo de 1500 anos, Madalena o explorou vendendo seus milagres ao povo. Em um dado momento, Jesus foge acompanhado por um cego, e eles vão em direção da terra recém-descoberta pelos portugueses. Na tentativa de encontrar Jesus, Maria Madalena aliase ao diabo. Ao encontrá-lo, provocam estardalhaço na construção da identidade dos nativos da Ilha de Santa Cruz.

ta, no dia 5, a apresentação musical será voltada para o público gospel com shows dos cantores Marcelo Aguiar, Soraya Moraes, Cláudio Moriá e DJ Alpiste. Informações e reservas podem ser feitas pelo telefone (11) 4713-1990, (www.facebook.com/rodeiosaoroque) e (www.expoagropecuariasaoroque.com.br). Serviço:

Exposição Agropecuária de São Roque Parque de Eventos Vasco Barioni Estrada do Vinho km 1,5 – Gabriel Piza, São Roque

Atrações:

05/06 Quinta - Noite Gospel 06/06 Sexta - Cristiano Araújo 07/06 Sábado - Guilherme e Santiago 08/06 Domingo - Ronny César 12/06 Quinta - Jorge e Mateus 13/06 Sexta - Humberto e Ronaldo 14/06 Sábado - Fernando e Sorocaba

Comunidade

Programação de cinema (De 3 e 4 de junho) São Roque Shopping Center Cine Cinemas No limite do amanhã (dub) terça: 16h15 – 19h15 quarta: 15h – 19h15 X-Men – dias de um futuro esquecido (dub) terça: 21h15 quarta: 17h – 21h15 Godzilla (dub) terça: 16h 20h quarta: 16h – 19h – 21h15. Shopping Granja Vianna – Cinemark Os Homens São De Marte... E É Pra Lá Que Eu Vou 14 Anos 14h10 Q - 16h35 - 19h00 - 21h30 Malévola 3D 10 Anos - 17h50 - 20h10 Malévola 3D (Dub) 10 Anos - 13h00 - 15h20 X-Men: Dias de um Futuro Esquecido 3D 12 Anos - 15h - 18h - 21h10 Rio 2 (Dub) Livre - 14h X-Men: Dias de um Futuro Esquecido 3D (Dub) 12 Anos 16h20 X-Men: Dias de um Futuro Esquecido 3D - 12 Anos - 19h20 - 22h10 O Espetacular Homem Aranha 2: A Ameaça de Electro 12 Anos 13h10 - 18h40 No Limite do Amanhã 12 Anos 16h10 - 21h45. The Square Open Mall – Cinespaço No limite do Amanhã 14 Anos (Dub): 14H30 – 16H50 (Leg) 19H10 – 21H30 Malévola 3D 10 Anos (Dub) 14H10 (Leg) 19H X-Men: Dias De Um Futuro Esquecido 3D 12 Anos (Dub) 16H10 (Leg): 21H20 Malévola 10 Anos (Dub) 14H – 16H - 18H – 20H – 22H Os Homens São De Marte... - 13H50 – 15H50 – 17H50 – 19H50 – 21H50 X-Men: Dias De Um Futuro Esquecido 12 Anos (Leg) 14H30 – 17H30 – 20H30 Godzilla 3D 12 Anos (Dub) 14H – 16H30 – 19H – 21H30

Sesi Cotia promove “Ação Indústria”, com lazer e saúde, no próximo dia 14

Cidade fica em 3º no Festival Estadual Vem Dançar

O Sesi Cotia realiza o “Ação Indústria- Sesi Cotia” no dia 14 de junho, das 10h às 17h, nas depedências do centro de Atividades, localizado na Rua Mesopotâmia, 300 – Jardim Passárgada – Cotia (altura do km 25 da Raposo). A ação visa promover ações integradas de educação, esporte, saúde, cultura, nutrição e lazer visando a melhoria da qualidade de vida do trabalhador e de seus familiares com programas educativos e preventivos. Além das Indústrias, este evento recebe o apoio dos seguintes parceiros como a Faculdade Mario Schenberg e Rotary Club Empresarial de Cotia. Mais informações no (www. sesisp.org.br/cotia) ou pelo telefone: 4617-9230.

Pela primeira vez Araçariguama participou de um evento de dança competitivo. Na última semana, as alunas das Oficinas de Ballet da Casa de Cultura Cora Coralina, mantida pela prefeitura, Babara Daspett, Gabriela Fukahori, Lara Stefani, Gabriela Cezario, Gisiane Beppler, Luana Nuñer, Camyla Oliveira, Mariana Daspett, Mayne Priscilla,Natalicia Amorim, Leticia Lima e Camila Nunes participaram em Itu, no Centro de Educação Ambiental Miguel Lorente Villa, da fase regional do Festival Estadual de Dança ‘Vem Dançar’. Em sua primeira participação em festival de dança competitivo, as artistas conquistaram a 3° colocação na categoria Livre Conjunto Juvenil.

Araçariguama


Esportes

7

terça-feira, 3 de junho de 2014

Na reta final do Paulista A2, futsal de Mairinque tem segunda derrota

No último final de semana, mairinquenses perderam de 4 a 6 para o Primeiro de Maio F.C, de Santo André. O time foi derrotado pela mesma equipe em abril deste ano D

ivulgação

PMM

Região não leva a melhor, mas se movimenta no Dia do Desafio

No último dia 28 de maio, centenas de pessoas da região participaram do Dia do Desafio, um evento mundial que nasceu no Canadá e que é realizado no Brasil pelo Sesc. O evento consiste em uma saudável competição simbólica entre cidades inscritas . Leva o título de vencedora a cidade que conseguir mobilizar o maior percentual de pessoas, em relação ao número de habitantes, em alguma atividade física, por pelo menos 15 minutos. Segundo os resultados divulgados pelo Sesc SP, nenhuma cidade da região conseguiu bater as concorrentes, mas todas alcançaram resultados expressivos na compe-

Time de Mairinque é o quarto colocado na classificação geral da competição. A próxima partida acontece no sábado (7), às 19 horas, em Taboão da Serra

Entre os quatro primeiros colocados na classificação geral do Campeonato Paulista de Futsal Série A2, o time de Mairinque segue na disputa por uma vaga nas quartas de final da competição. Com uma excelente campanha e um saldo de 20 pontos, seis vitórias e dois

empates, o time amargou a segunda derrota na competição no último sábado (31 de maio) contra a equipe de Santo André, Primeiro de Maio F.C, sexta na classificação geral. A partida aconteceu Ginásio de Esportes do Guaçu, em São Roque e o Primeiro

de Maio marcou 6 a 4 em cima dos mairinquenses. E foi exatamente contra o Primeiro de Maio F. C. que Mairinque perdeu pela primeira vez no dia 21 de abril por 2 a 0. A próxima partida válida pelo Campeonato Paulista de Futsal Série A2 acontecerá

no próximo sábado (7), às 19h, no Ginásio Poliesportivo José de Souza Sobrinho, em Taboão da Serra, quando o Mairinque Futsal enfrentará a equipe C. A Taboão da Serra, quinto colocado no ranking geral do paulista, encostado no Mairinque (4º colocado).

tição. Alumínio, por exemplo, mobilizou 34,95% da população, mas não foi melhor do que a concorrente Milhão, do Ceará, que alcançou 61,26% da população. Araçariguama (41,69%) foi desbancada por Massaranduba, Santa Catarina (58,06). Cotia (14,57%) perdeu para Chiriquí, no Panamá (21,16%). Ibiúna (3,04%) foi desbancada por Comocim (CE) (26,66%). Já São Roque (53,43%) não conseguiu levar a melhor sobre Russas, Ceará (61,62%). Vargem Grande Paulista (45,02%) ficou abaixo de Minas, em Cuba (50,07%). Mairinque (28,82%) participou do evento, mas não concorreu com nenhuma cidade.

Copa Verão de Futebol de Araçariguama chega às quartas de final No ultimo domingo (25 de maio), no Campo do Parque da Mina, em Araçariguama, aconteceu a rodada de encerramento da primeira fase da Copa Verão de Futebol, evento esportivo realizado pela prefeitura, por meio da Secretaria da Juventude, Esportes e Lazer. Na última

rodada, o Juventus goleou o União Rural por 8 x 2, Novo Tigrão venceu o Butantã (B) por 5x 1 e Novo Horizonte e Meninos da Villa empataram no 1 x 1. Agora oito equipes seguem na disputa do titulo: Pavilhão, Bahia, Ronda, M. Villa, Novo Horizonte, Tigrão, Juventude e RDS.


Persona

Fotos: Divulgação

8

terça-feira, 3 DE JUNHO DE 2014

Anderson Luiz Bruno

Coordenador de Esportes Inclusivos da Secretaria de Educação de Mairinque e Projeto SuperAção, auxiliar técnico da Seleção Paulista de Atletismo

Xô preconceito Vânia Alves| Agência Impacto

“Para alguns, esporte é vencer, mas ele ensina a encarar as derrotas em todas as áreas de nossa vida: escola, profissão, na vida” Formado em Educação Física, cursando pedagogia, coordenador e professor de esportes inclusivos da Secretaria de Educação de Mairinque e Projeto SuperAção, auxiliar técnico da Seleção Paulista de Atletismo, este é Anderson Luiz Bruno, aficionado por esporte e apaixonado pelo que faz. Faz com tanta paixão, que os resultados saltam aos olhos de quem acompanha o desempenho dos paratletas de Mairinque. Atletas estes que representarão o município na etapa estadual dos Jogos Regionais que acontecem em agosto. “Meu sonho é revelar um nome do SuperAção nas Paralimpíadas”, afirma. Começou a faculdade de Educação Física com o objetivo de ser técnico de futebol, mas a vida o direcionou para uma missão bem diferente, trabalhar com atletas portadores de deficiência física. “Começou na ACM de Sorocaba, eu ajudava o professor com a equipe de futebol de cegos, passamos a representar Sorocaba nos Jogos Regionais. Às vezes

Anderson foi guia do atleta Fernandes, Tri campeão da Meia Maratona de São Paulo 2014

queremos alguma coisa e não vemos que Deus prepara uma coisa melhor. A mesma paixão que eu tinha pelo futebol, tenho pelo atletismo”, descreveu. Para o treinador, os resultados alcançados no esporte e na vida pessoal podem ser creditados à superação dos atletas. “Para alguns, esporte é vencer, mas ele ensina a encarar as derrotas em todas as áreas em nossa vida: escola, profissão, na vida”, avalia. Abaixo, Anderson fala de sonhos, preconceito e de futuro.

Anderson participou de um passeio com atletas no São Francisco Sailing Club

“Muita gente fala que não tem preconceito, mas quando está ao lado de um deficiente, sai de perto. Na cabeça da pessoa ela não assume que é preconceituosa, mas olha para o deficiente como coitadinho”

Treinador acompanhou equipe de Mairinque na Maratona de São Paulo 2013

Entrevista

A tendência de quem tem um deficiente na família é superproteger. É difícil o trabalho de convencê-la a deixar o jovem participar de esportes? Sim, temos essa dificuldade. Outros já acham que o termo deficiente é pejorativo. Um atleta de Dona Catarina ganhou a etapa regional dos escolares na primeira competição porque a mãe dele não o deixava dormir

O que significa o esporte em tua vida? Não só para a minha, mas de todas as pessoas: o esporte é mais do que vencer a qualquer custo, é você praticar uma atividade que é boa para o corpo, para a saúde e para a mente. O esporte ajuda a descarregar estresse, frustrações. Para alguns é vencer, mas ele ensina a encarar as derrotas em todas as áreas em nossa vida: escola, profissão, na vida. O esporte nos prepara para a vida, dá ensinamento para resolver problemas. O esporte ensina a tirar algo de bom das derrotas e motiva. Tenho um dos atletas que é de Iperó, ele era envolvido com tráfico de drogas, levou um tiro no olho e ficou cego, largou as drogas e corre há três anos, saiu da cadeia e nos procurou para treinar. Na última semana, ele falou que há cinco anos a ex-mulher dele colocou o nome dele no buscador do Google e apareceu “procurado em Pilar do Sul” e, recentemente, com a família da atual esposa, começaram a fazer a mesma pesquisa e só vieram notícias de que ele era campeão paulista. Isto é motivo de muito orgulho para mim. Foi uma virada na vida dele por meio do esporte. Por que a opção de trabalhar com paratletas? Quando comecei na faculdade, fui a uma escola que eu tinha estudado em Sorocaba para fazer estágio e eu pedi para fazer na sala especial. O diretor brincou e disse que eu estava com remorso porque quando eu estudava lá, tinha a sala especial de manhã e eu estudava à tarde. Peguei o enfeite da sala especial e fiz rede de vôlei, tomei suspensão. Falam que a maioria das pessoas que trabalha com deficiente é porque tem caso na família, no meu caso foi remorso mesmo [risos]. Você imaginou que um dia você treinaria deficiente?

Não, quando entrei na faculdade o objetivo era ser técnico de futebol. Antes de entrar na faculdade, no sítio do meu pai, tinha um campo e eu treinava as crianças. Foi no estágio que eu tive este contado com deficiente. Tinha um cadeirante na turma que só ajudava o professor a apitar jogo, e eu falei, isto está errado. Comecei a pesquisar e fui adaptando as atividades para a sala dele. Ele saiu de ninguém o escolher para jogar, para ser o primeiro a ser escolhido nas partidas de handebol. No Brasil falta profissional para trabalhar com esporte adaptado? Muitos professores têm medo, como tive. É trabalhoso, um treino de atletismo com 25 alunos requer uma adaptação para cada atleta. Tem atleta que precisa de guias, de equipamentos como cadeira de corrida, cadeira de basquete. O Comitê Paralímpico dá cursos gratuitos de atletismo e natação. Tem pouco profissional, como tem pouco atleta. O adaptado de Mairinque é referência no estado. A que você atribui este patamar? Como diz o nome: SuperAção. Temos equipamentos emprestados, sou coordenador, mas dou aula voluntariamente, a colônia japonesa ajuda com a manutenção da pista de atletismo. O passeio ciclístico de 2013 teve a verba das vendas das camisetas revertida ao projeto. A cidade abraçou o esporte adaptado. O sucesso é a união. Hoje você trabalha com quantos atletas e de quais modalidades? Temos 38 nos escolares e 25 adultos em atletismo. Vamos começar, no próximo regional, com a natação. Fizemos parceria com o CASM que liberou a piscina para treino e os atletas vão representar o clube nos Regionais. Os pontos dos deficientes nos regionais valem para a equipe principal de natação e atletismo. Ano passado nosso atletismo começou com 250 pontos nos Regionais e cidades que não levaram deficientes começaram com zero.

Como está a infraestrutura para o esporte adaptado em Mairinque? Estamos atrás de patrocínios para melhora nos equipamentos, nossos atletas, principalmente os cadeirantes, sofrem mais do que outras equipes por conta de cadeiras. A Camila bateu uma equipe em disputa com cadeira de ferro, o Jean ganhou de um atleta de Santos que tinha uma cadeira de fibra de carbono. Alguns vereadores, e não importa o partido, já pediram emendas para o projeto. Nosso banco de arremesso é feito por um de nossos atletas, uma das cadeiras de corrida é emprestada. No último circuito paulista que ficamos em primeiro, na primeira etapa, na prova de 100 metros para cadeirantes, tínhamos quatro atletas e duas cadeiras. Dois tiveram que ir para baterias diferentes. Sabemos que os investimentos são muito altos para uma prefeitura, a maioria das cidades participa apenas dos Regionais e Abertos, nós participamos de competições o ano todo. E a questão do preconceito, os atletas enfrentam muito este problema? Melhorou um pouco. Muita gente fala que não tem preconceito, mas quando está ao lado de um deficiente, sai de perto. Na cabeça da pessoa ela não assume que é preconceituosa, mas olha para o deficiente como coitadinho. Uma vez, na Maratona de São Paulo, que o Fernandes ganhou, eu estava correndo com ele, passamos por um trecho e uns jovens da calçada começaram a debochar porque estávamos correndo com os braços presos, eu era o guia. Veio um pessoal atrás e começou a chamar a atenção dizendo que ele era cego, então este tipo de preconceito ainda existe. Os escolares sofriam bullying, enfrentavam piadinhas e tinham a autoestima lá embaixo. Agora eles deixaram de ser assim porque levaram a escola onde estudam a ser campeã brasileira, já participaram de várias competições em muitos lugares do Brasil e se tornaram orgulho na escola.

Mairinque realizou a Seletiva Municipal para as Paralimpíadas Escolares

Atletas de Mairinque representaram o município na Maratona de São Paulo, em 2013

Jeferson, do atletismo, não tem os dois braços, é treinado por Anderson

PERFIL

Hoje você é coordenador de esportes inclusivos em Mairinque. Como você chegou até aqui? Começou na ACM de Sorocaba. Eu ajudava o professor com a equipe de futebol de cegos, uma repórter da TV Tem me convidou a participar de uma matéria que ia buscar estimular as pessoas a saírem do sedentarismo. Participamos e eles pegaram gosto e passamos a representar Sorocaba nos Jogos Regionais. Quando vim para Mairinque, continuei como voluntário em Sorocaba treinando a equipe de atletismo de deficientes e, aqui em Mairinque, começou com a Camila que hoje é tetra campeã brasileira das paralimpíadas escolares. Minha esposa era professora dela, uma menina que tinha apelidos porque tem má formação congênita. Uns meninos fizeram piadinhas e ela arremessou seu tênis e acertou os meninos do outro lado da quadra. Minha esposa viu e fizemos o convite para ela representar a cidade nos Jogos Escolares. Ela começou com lançamento de dardos, de pesos, com um mês ela estava no Regional, ganhou, e três meses depois ganhou o estadual e o brasileiro.

fora de casa, trouxe medalhas. A mãe dele disse que não sabe se torce a favor ou contra, porque se for para o brasileiro, vai ficar uma semana fora.

z

Com foi e onde passou a tua infância? Passei no bairro Brigadeiro, em Sorocaba. Ficava mais tempo na Vila Hortência por conta do ginásio de esportes. Ia para a escola e já ficava no ginásio, ia para casa só para dormir. Treinei no Sesi Votorantim, fazia natação, basquete, atletismo e futebol na categoria de base do São Bento. Foi uma infância boa e, até os meus dez anos, de muito contato com a natureza.

Religião: Católica Sonho: Revelar um nome do Superação nas Paralimpíadas Revolta: Com pessoas que jogam contra, preconceito. Hobbie: Passear com a família e brincar com meus filhos. Orgulho: Dos atletas do SuperAção, dos meus filhos e do trabalho que fazemos aqui. Pessoa que o admira: Allan Fonteles, campeão paraolímpico de atletismo Uma cidade: Sorocaba, onde nasci, e Mairinque, que me abraçou Um prato: Massas Bebida: Refrigerante e vinho Esporte: Futebol Time de futebol: Palmeiras Um cantor: Legião Urbana Uma saudade: Dos amigos de Sorocaba e da época de faculdade Formação: Educação Física (completo), Pedagogia (cursando) Natural de: Sorocaba Idade: 37 anos Estado civil: Casado com Lilian Cristiane Filhos: Julia, 6 anos; André, 10 anos e Larissa, 13 anos

Diário da Região - Raposo/Castello  

Confira edição desta terça-feira (3) do Diário da Região - Castello/Raposo, que conta com redação e diagramação da Agência Impacto. * Quase...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you