Issuu on Google+

4

Informativo da Paróquia Santa Luzia • MARÇO 2009

Festa na Comunidade São José Fruto dos Grupos Bíblicos de Reflexão, a comunidade surgiu após uma reunião com o antigo Bispo Dom Orlando Brandes. Em Janeiro de 2002, Padre Luís Fachini autorizou a construção da Cozinha Comunitária do Ana Júlia. Em Março daquele mesmo ano rezou-se a primeira Missa na Cozinha Comunitária. No Natal de 2003 a comunidade recebeu a visita do Bispo Dom Orlando Brandes

que rezou a Missa. Em Março de 2004, mês do Padroeiro, a comunidade empenhou-se em missões por uma semana, tendo missas todas as noites. No dia 10 de Outubro deste mesmo ano aconteceu a Primeira Comunhão. No mês seguinte a comunidade adquiriu o terreno para a construção da capela ao lado da Cozinha Comunitária.

Dias: 19, 20 e 21 missa às 19h30 Dia: 22 missa às 10 horas em seguida será servido almoço

Rua: Avenida Kurt Meinert, – Ana Julia

Reunião com animadores dos Grupos Bíblicos de Reflexão

Idosos em Ação! No mês de fevereiro deste ano, iniciou-se mais um grupo de idosos na Paróquia Santa Luzia, desta vez na Comunidade Nossa Senhora Aparecida do Jardim Edilene. Os idosos se reúnem todas as quintas-feiras das 14h30 às 17h30 para confeccionar materiais em costura, pintura, bordado de tecidos e momentos de lazer e descontração. "É uma enorme alegria trabalhar com os idosos, pois este é um espaço que estava faltando em nossa comunidade" disse Nercy Boing, uma das responsáveis. Que finalizou convidando todos os idosos para participar do grupo.

Programação da festa do Padroeiro:

Missa de cinzas Na quarta-feira de cinzas foi celebrado missa na igreja matriz Santa Luzia as 19h30. Após a missa os fiéis receberam as cinzas lembrando a necessidade de conversão.

Aconteceu a primeira reunião com animadores dos Grupos Bíblicos de Reflexão no dia 31 de janeiro. Houve um segundo momento no dia 16 de fevereiro com aqueles que não puderam participar. O encontro foi na casa da Norma. Fizemos um momento de oração em que um animador rezava pelo outro. No dia 28 de fevereiro houve o terceiro momento na comunidade São Miguel Arcanjo às 19h30 com os animadores das comunidades Nossa Senhora Aparecida. São José, São Pedro, Senhor Bom Jesus e São Miguel Arcanjo. (Coordenação)

Campanha dos bancos A equipe de finanças da igreja matriz Santa Luzia agradece a todos que contribuíram com a campanha dos bancos. A última parcela foi paga em fevereiro. Este desafio somente foi possível graças a sua generosidade.

Cinco anos no ar O programa de rádio "Diocese Informa" completou no mês de fevereiro, cinco anos no ar. O programa jornalístico da diocese é apresentado na Rádio Difusora AM Arca da Aliança (1480) todos os sábados, das 12h às 13h e reapresentado no domingo, no mesmo horário pelos apresentadores e integrantes da Pastoral da Comunicação, José Fuck e Ademir Fröhlich. O programa trás noticias do Vaticano, CNBB, da Diocese. Prestigie este importante meio de evangelização.

Orkut da Comunidade Visite nosso Orkut para ver todas as fotos, eventos e nossas programações: aparecidacomunidade@hotmail.com

Orçamento Participe no dia 17 de março da reunião sobre Orçamento Participativo às 19h30 na igreja Santa Luzia.

CRONOGRAMA DAS MISSAS DO GBR DATA

COMUNIDADE

03/03 10/03 24/03 31/03

Santa Luzia Setor A Nossa Sra Aparecida Santa Luzia Setor B São Pedro

LOCAL

HORARIO

19h30 19h30 19h30 19h30

Informativo da Paróquia Santa Luzia - Publicação da Paróquia Santa Luzia. Rua Monsenhor Gercino. 6767, Paranaguamirim - Joinville - Santa Catarina. Conselho editorial: Padre Inácio Giacomelli. Colaboradores: Pastoral da comunicação. Jornalista Responsável: Ruy Ferrari (MTB 22251/SP). Projeto gráfico e diagramação: Girardi Junior Editora Ltda. Impressão: Grafinorte. Tiragem: 2.000 exemplares. As matérias assinadas são de responsabilidade dos autores


Informativo da Paróquia

MARÇO 2009 - ANO 2 - Nº14

www.igrejasantaluzia.com.br Vivendo há pouco tempo a festa mais popular do Brasil, o carnaval. Quanta beleza e criatividade vimos nos desfiles das escolas de samba. A alegria contagiante dos blocos. Vimos também o desrespeito ao ser humano através da exposição de corpos seminus. Foliões que achavam que o mundo iria se acabar e tudo era permitido. Foram distribuídas em Santa Catarina durante o carnaval seis milhões de camisinhas com o objetivo de prevenir a Aids e de outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Nos questionamos: Isto é uma forma de prevenção ou incentivo a promiscuidade. Quem foi para o carnaval tinha a obrigação de transar? Tantas vidas foram perdidas. Quanta violência este período gerou. Infelizmente assistimos todos os dias o crescente numero de agressão à vida. A campanha da Fraternidade vem em defesa a isto. "Se a violência existe, ela precisa ser denunciada. A sociedade tem o direito de defender, sobretudo, aqueles que são mais vulneráveis. Sabemos que existe a violência doméstica gravíssima, sobretudo, contra a mulher e a criança. Existe a violência dos grupos organizado; há a violência tanto praticada quanto sofrida por policiais; existe o racismo, violência simbólica. Isso sem contar os abusos explícitos no que diz respeito aos direitos humanos: tortura nas prisões, trabalho escravo. Há casos em que é possível fazer com que essas violências cessem através de uma mediação, de um trabalho de reconciliação e de perdão. Há excelentes trabalhos como o da Pastoral Familiar, Pastoral Carcerária, Pastoral do Menor, Pastoral Antialcoólica, que ajudam pessoas que, muitas vezes, estão vivenciando uma verdadeira desestruturação psicológica e familiar. É preciso a denúncia profé-

É tempo de lutar pela vida "Na casa de meus pais fomos criados a respeitar a quaresma, não comíamos carne nas quartas-feiras e sextas-feiras. Fazíamos oração, reflexão, jejum, rezavamos o terço. Papai exigia que não brigássemos na Semana Santa, se isto acontecia éramos castigados no Sábado de Aleluia. Dançar nem pensar. Era um período de reflexão. Hoje se falamos para nossos filhos sobre isto eles nos dizem que isto é da época de vocês, hoje a época é outra". Verônica Alves Cordeiro

"É um momento de reflexão , confraternização e oração. Fiz um propósito de me dedicar muito mais aos Grupos Bíblicos de Reflexão e a oração em família".

"Este período da quaresma é muito importante, devemos ir a igreja, falar de Jesus Cristo, sobre a preparação para a Páscoa". Luana de Fátima Carvalho

Antonia Maria Correa Leandro

tica para que a força da autoridade pública se faça valer. Aí o judiciário e a polícia têm mais eficiência. Não somos contra uma ação da polícia, mas ela não precisa ser feita de modo a combater a violência com mais violência. Quando a violência existe, a postura tem de ser de defesa, sobretudo, dos inocentes e mais vulneráveis". Relatou o secretário-geral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa. A Campanha da Fraternidade e a quaresma caminham juntas, pois é um momento de reflexão. Com a imposição das cinzas obtidas da queima das palmas usadas no Domingo de Ramos do ano anterior, o cristão inicia uma caminhada para a Páscoa, tempo de preparar-se dignamente para viver o Mistério Pascal, quer dizer, a Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor Jesus. A palavra quaresma vem do latim quadragésima e é utilizada para designar, o período de quarenta dias que antecedem a festa do cristianismo, a ressurreição de Jesus Cristo. A Igreja nos pede nesse tempo três grandes linhas de ação: Oração, Penitência, e a Caridade. "A quaresma nos convida a lutar sem pausa para fazer o bem e precisamente porque os homens sabem o quão difícil é. É necessário buscar seriamente a justiça para que a convivência esteja baseada na paz e no amor e não no ódio ou na indiferença" afirmou o papa BENTO XVI. Quais compromissos específicos nos propomos a fazer nesta quaresma? De que forma iremos ajudar a semear a paz? Que o Senhor nos ajude a vivermos verdadeiramente este período com profunda reflexão e ação. Maria Roseli Bramorski e Vlademir Marcos Candido

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES PAROQUIAL DATA 01 01 07 08 14 14 15

EVENTO CPJ Encontro dos jovens do Rejaaf Escola de Formação Catequética Concentração Paroquial para catequistas Escola de Formação Catequética Evangeliza Show Escola de Formação Catequética

LOCAL São Miguel Santa Luzia São Miguel São Domingos São Domingos São Domingos Senhor Bom Jesus

HORARIO 14h 16h 17h30 08h30 15h 19h30 13h30

DATA 15 19/20/21 21 21 21 22 25 29

EVENTO Escola de Formação Catequética (crisma) Triduo Padroeiro São José Escola de Formação Catequética Festival Carismatico Retiro Mãe Peregrina Festa do Padroeiro São José Curso de oratória Missões

LOCAL Santa Luzia São José São José N. Sra Aparecida (a definir) São José Santa Luzia São Miguel Arcanjo

HORARIO 09h 19h30 16h 19h (a definr) 10h 19h 8h


2

Informativo da Paróquia Santa Luzia • MARÇO 2009

EDITORIAL

Tempo de Quaresma

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Nesta edição, o Informativo da Paróquia Santa Luzia traz na capa uma matéria sobre este período de conversão que a quaresma nos propõe. Padre Inácio nos fala sobre Quaresma. A pastoral do Dizimo nos leva a uma reflexão sobre o que é e o que não é dizimo. Juliano destaca a importância das músicas sobre a Campanha da Fraternidade. Conhece os horários e locais que os grupos de jovens se reúnem. O ano da catequese requer uma preparação muito importante. Lideranças da paróquia participaram de um encontro para fortalecer a união e o trabalho em equipe. Vamos conhecer um pouco da pastoral da comunicação. A Secretaria Regional do bairro informa as medidas que estão sendo tomadas para minimizar as cheias. A comunidade São José se prepara para a festa do Padroeiro. Outras noticias de nossas comunidades também se fazem presentes. O informativo está cheio de coisas boas! Fiquem com Deus.

Coluna do Dízimo O que É e o que NÃO é o Dízimo Quais foram as últimas palavras de Cristo na terra? "Ide e anunciai o Evangelho a toda a criatura". Mc 16,15. Jesus não mandou fazer rifas, bingos, festas, bailes, etc. Mandou, sim, pregar a Palavra. A Palavra anunciada, quando entendida, é que forma a verdadeira Comunidade Cristã. O centro da Comunidade é Jesus Cristo, a sua Palavra. Quem ainda não é Dizimista, provavelmente ainda não entendeu a Palavra de Deus. Dízimo não é: Comércio com Deus, com a Igreja, com a Comunidade. Não é imposto, pagamento de taxa, esmola, mensalidade eclesial, não é compra de Sacramentos, de posição eclesial, de méritos, de direitos, não é caridade, etc. O que é o Dízimo então? Faz parte do conteúdo da Palavra de Deus. E como Palavra, é uma ordem. É a décima parte daquilo que eu recebo e ofereço a Deus. É fonte de prosperidade. Se eu não oferecer o Dízimo estou comendo a semente. Sem semente não há plantio. Se não planto, não há colheita. Deus nunca pede sem antes ter dado. Portanto, o Dízimo é um ato de justiça, de gratidão, fidelidade e obediência a Deus que nos dá tudo. É a décima parte daquilo que eu recebo. Noventa por cento fica para mim e dez é para o Senhor. Juarez Pedro Borba, Coord. Par. Pastoral do Dízimo

PADRE INÁCIO - PÁROCO

"Convertei-vos e crede no Evangelho". lembra que somos todos chamados e enviaEsta é a frase dita na imposição das cinzas dos como verdadeiros discípulos e missioaos fiéis na quarta feira de cinzas. É na quarnários d’Ele. O que estamos fazendo? Não ta feira de cinzas que começa o tempo Quaestaríamos dormindo como aconteceu com resmal. É tempo para nos prepararmos para a os Apóstolos enquanto Jesus orava? Que tal celebração da Páscoa de Jesus Cristo. Semtambém nós tirarmos um tempo para orar, pre somos chamados à conversão, mas de para escutar o Pai, ter com ele aquela intimiforma especial neste tempo em que através dade que o Filho amado tinha. A força do da oração, penitência e boas obras e da Espírito Santo sopra sobre nós e nos escuta da Palavra de Deus, preparamo-nos empurra na direção de Jesus Cristo. Seu para a Páscoa. É tempo de construir ou sopro é purificador, limpa o nosso coração O desafio é para que estejamos cheios dos sentimentos reconstruir pontes destruídas pelo pecado do egoísmo, fechamento e da nossa omisJesus Cristo. O desafio é aceitar Jesus aceitar Jesus de são. É tempo de olharmos para a cruz, verCristo, amá-lo, anuncia-lo a todos os que gonha para os que não crêem, mas sinal de Cristo, amá-lo, se propõem a ouvi-lo. No Brasil a Quaresvitória para todos nós cristãos. A Irmã e a Campanha da Fraternidade sempre anuncia-lo a ma Penha Carpanedo e Pe. Marcelo Guimacaminham juntas. A CNBB Conferencia rães escrevem que a Quaresma na vida do todos os que Nacional dos Bispos do Brasil, todos os cristão é "festejar o refazer da aliança de anos propõe um tema para a reflexão. Este se propõem ano o tema será: "Fraternidade e SeguranDeus conosco, que o nosso pecado e a nossa negligência romperam. É renunciar os a ouvi-lo. ça Pública" e o lema: "A Paz é Fruto da nossos instintos egoístas e abrir-nos mais Justiça". Vivemos no meio de muita inseao plano do Deus da vida. Celebrar a Quagurança. Sabemos que ela é dever do estaresma é intensificar a oração, o jejum e a caridade, para do, mas responsabilidade de todos. Cada um precisa vivermos consagrados ao Deus que nos reconciliou com fazer a sua parte. A paz precisa ser construída a partir de ele". O que representa a Quaresma em sua vida? Deus cada um de nós e de nossas famílias. Ela começa dentro quer neste tempo abrir uma estrada no deserto da nossa de nossa casa. Olhemos para Jesus Cristo que é o Príncivida e por ela passar derramando vida nova. Ele como pe de Paz, ele certamente terá algo a nos dizer. Que tal bom Samaritano quer levantar os filhos que estão caídos cada um de nós fazermos a nossa parte. "A paz é fruto ao lado da estrada e coloca-los de pé para que caminhem da justiça" nos fala (Is 32,17). Reparta seu pão com aquecom dignidade e não se desviem por caminhos estranhos. les que nada tem, ame seu filho, sua esposa (o), fale para Se sabemos para onde queremos ir, certamente chegareele (a) de Jesus Cristo. Ensine a ele o bom caminho que mos lá com maior facilidade. Nesta Quaresma Jesus nos dele não se desviará, e serás um construtor da Paz.

Música na Campanha da Fraternidade Tema: Fraternidade e Segurança Pública Lema "A Paz é Fruto da Justiça" (Is 32, 17), As músicas da Campanha da Fraternidade começam a ser tocadas na quarta feira de cinzas, estendo-se, intensivamente, por toda a quaresma. É dever do ministério de música, com responsabilidade, aprender a executar todas as músicas litúrgicas pertinentes à campanha, nunca deixando para a última semana querer aprender acordes e letras, o Ministério deve em primeiro lugar rezar para ter uma melhor compreensão, e na dúvida solicitar auxílio ao sacerdote ou a quem possa ajudar. Além das músicas litúrgicas, obriga-

tórias, existem as extra litúrgicas, também embasadas sempre no tema, que, se possível, também devem ser estudadas, para o uma boa relação com o tema durante a campanha. Considerando o tempo da quaresma como um período de meditação e recolhimento, é conveniente que os ministros de música e instrumentistas também vivam esse momento. Normalmente essas músicas são utilizadas durante a quaresma e depois esquecidas. É dever do ministério durante o ano, quando possível, executar essas músicas, para que o tema não fique esquecido, o tema proposto é válido para todo o ano. Juliano Joaquim ( J.J ), Musico – Pregador (julianojoaquim@gmail.com)

Começou o ano para a juventude da paróquia O ano que passou trouxe muita graça para a nossa juventude. Tivemos a Caminhada Vocacional, o Hosana Jovem, o Acordar para Cristo II. Com muita alegria vimos o renascer o Grupo de Jovens na Comunidade São Domingos. Para esse ano, muito mais realizações estamos preparando para a juventude e algumas delas já poderão ser anunciadas no próximo informativo. Nós como jovens, sabemos que falta muito para fazer, a messe é muito grande e há ainda a falta de

muitos operários. Mas, desde já chamamos todos os jovens que ainda não fizeram a experiência do encontro pessoal com Cristo, que venham para os Grupos de Jovens e conheçam pessoas que o fizeram. Nossa paróquia conta com os seguintes grupos: COMUNIDADE SANTA LUZIA Grupo MOJUSLU (Movimento Organizado Juventude Unida Santa Luzia) Domingo das 19:30 às 21:30

COMUNIDADE SÃO MIGUEL ARCANJO Grupo JUC (Jovens Unidos em Cristo) Sábado das 19h às 21h

COMUNIDADE SÃO DOMINGOS Grupo Ágape Sábado das 19:30h às 21:30h

COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA Grupo Renascer Sábado das 19:30h às 21:30h

Todos os jovens de idade e os jovens de coração estão convidados por Jesus a participar com a gente dos encontros na sua comunidade! Fiquem Todos na Paz de Jesus e no Amor de Maria

COMUNIDADE SÃO JOSÉ Grupo JUDEP (Juventude Unida Deus Proverá) Sábado das 19:30h às 21:30h

Renan Correa Leandro


Informativo da Paróquia Santa Luzia • MARÇO 2009

Retiro Paroquial para lideranças e coordenadores de Pastorais O primeiro encontro de formação para líderes e coordenadores da Paróquia Santa Luzia, aconteceu no Seminário Diocesano de Joinville no dia 22 de fevereiro de 2009, contou com a presença de mais de cem pessoas representantes de Movimentos e Pastorais das comunidades. O Padre Inácio Giacomelli, iniciou o encontro falando sobre a Campanha da Fraternidade. Em seguida Pedro e a Jucélia falaram sobre Oração. Dentro deste tema foi falado sobre a formação e a informação, destacando alguns textos bíblicos e a prática da oração na família, no trabalho e também na vida da comunidade. Diácono Toninho falou sobre Maria. Como ponto forte do tema, a importância da figura de Maria no projeto de Deus. Dizendo SIM para Deus, Maria se tornou à mãe de Jesus e nossa mãe, deixando para nós a herança de filhos de Deus e irmãos de Jesus Cristo na Fé. O terceiro tema Auto-Estima e Relações Humanas foram conduzidos por Norberto e Mary. O evento foi finalizado com a Missa celebrada pelo Padre Inácio que avaliou este primeiro encontro como sendo muito importante para os Coordenadores e Líderes que se reuniram para o fortalecimento da oração e reflexão.

1º Retiro e formação de líderes reuniu mais de cem representantes dos movimentos da comunidade

"Muito bom, primeiro, para rezar, segundo, para fazer uma avaliação da nossa forma de agir como coordenadores de comunidades e nas pastorais. Neste retiro foram apresentados temas sobre a nossa realidade, que fizeram com que as pessoas pudessem avaliar-se. Foi um momento de Oração, de Reflexão e tomada de decisão".finalizou Irmã Clementina achou de grande valia este encontro "Na vida de uma comunidade as pessoas precisam estar unidas e não só reunidas, para purificar um pouco o grande

ministério da organização da paróquia. Não é poder, mas sim, serviço. Respeitando o trabalho de cada um".observou a Irmã. "Este primeiro encontro teve uma avaliação positiva porque tudo o que aprendemos, vamos levar para as comunidades, para a paróquia e para o nosso dia-a-dia. A integração de todas as comunidades da Paróquia Santa Luzia foi importante".avaliou Gracinda, coordenadora paroquial. Pedro A de Souza

2009 – É A VEZ DA CATEQUESE! "As aulas já começaram, agora é a vez da Catequese!". Assim os dois parecem conciliar-se, porém tem uma tendência e significados totalmente diferentes. Nós como Catequistas aproximamos as crianças, adolescentes e jovens de Jesus Cristo e da sua comunidade com os irmãos. Ensinamos a viver o Projeto de Deus como seu próprio filho Jesus. É na Catequese que a criança aprende os primeiros passos de um Cristão, rumo ao caminho do Pai. Sendo assim, o Catequizando tem que ser responsável e exemplo na própria família, trazendo-a para

igreja criando um vínculo entre "igreja e família" que devem estar sempre juntas. O Catequista sempre deve inovar, propôr encontros e atividades alegres, que faça a criança ou o jovem sentir gosto de vir para os encontros esperando transbordar-se de sabedoria. Que jamais deixemos nossas crianças e jovens comparar nossa catequese e evangelização com as salas de aula. Somos como instrumentos na mão de Deus, basta deixar o Espírito Santo trabalhar em nós a paz de Jesus.

Conhecendo as Pastorais Na pesquisa realizada em nosso informativo de dezembro foi sugerido que publicássemos matérias sobre as pastorais. Neste mês iremos falar sobre a PASCOM (Pastoral da Comunicação). No documento n° 75 da CNBB encontra-se a definição de PASCOM "É a pastoral do ser/estar em comunhão/comunidade. É a pastoral da acolhida, da participação, das inter-relações humanas, da organização solidária e do planejamento democrático do uso dos recursos e instrumentos da comunicação. Não é uma pastoral a mais, mas aquela que integra todas as demais pastorais formando a pastoral de conjunto". Em nossa paróquia a pastoral elabora o Informativo, atualiza informações para o site, faz cobertura e auxiliar na equipe de eventos, busca subsídios para as demais pastorais. Para 2009 o objetivo da pastoral é se fortalecer buscando representantes de todas as comunidades para compor a equipe; Desenvolver cursos que venham a auxiliar a comunidade; Articular uma equipe voluntária para que em 2010 nossa paróquia possa fazer um programa e evangelizar através do rádio. Você que gosta de comunicação venha participar conosco, estamos precisando de pessoas que possam nos auxiliar na correção das matérias, fotografando os eventos, auxiliando nos demais trabalhos. As reuniões acontecem sempre na segunda terça-feira de cada mês às 19h30 na igreja Santa Luzia. Será realizado o curso de oratória no dia 25 de março das 19h às 22h. As inscrições devem ser feitas na secretaria da Paróquia. O valor é de R$ 10,00 que deverão ser pagos no ato da inscrição. A Diocese oferece o curso de comunicação que começa em março e tem a duração de 1 ano. As aulas acontecem no Centro Diocesano de Pastoral sempre no terceiro sábado do mês das 13h30 às 22 horas. Maria Roseli Bramorski

alsimarbrito@ig.com.br, coord. Catequese N.Sra Aparecida

A Secretaria Regional do Paranaguamirim informa

Limpeza vai desassorear rio para evitar novas cheias

A Secretaria Regional do Paranaguamirim está realizando a limpeza no córrego que corta todo o nosso bairro. Esse córrego tem causado enchentes e tirado o sono de todos nós. Uma grande máquina entrou na área onde o córrego começa perder a vasão e abriu até onde foi possível, pois é uma área de pântano. Em seguida subiu córrego acima efetuando a limpeza onde foi possível pois tem local que as construções não permitem que a máquina tenha acesso.

Quanto à abertura do córrego até o Rio Velho esta sendo feito um estudo para em seguida ser feita à licitação de duas máquinas que possam fazer a abertura desse córrego até o braço do Rio Velho. Durante 31 dias ininterruptos foi realizado um grande trabalho em parceria com a Defesa Civil e Seinfra para remoção do barro que havia atingido várias casas na Rua Boemerwaldt e as mesmas estavam em risco de desabarem. Também foi feita a retirada de bar-

ro nos fundos de algumas residências na rua João Luiz Miranda Coutinho, pois havia uma interdição da Defesa Civil em consequência do desmoronamento de um encosta de barro. O barro que foi retirado do local foi distribuído para mais de 10 famílias que assinaram autorização para receberem esse material que precisava ser removido. Essa operação foi feita com total transparência e seguindo o rigor da lei. Lioilson M. Corrêa, Secretário Regional

3


Santa Luzia14