Page 1

Informativo do Centro Educacional Dom Bosco e da Paróquia Santo Antônio - Joinville/SC - Maio/2012 | Ano 2 | Nº 23

Chamada secundária: Festa em honra a Senhora de Fátima

Pág. 4


Editorial

Mãe e Auxiliadora

O mês de maio é popularmente dedicado às mães. Nós, católicos, também recordamos de Nossa Senhora, nossa amabilíssima mãe, dada por Jesus a toda a humanidade. Por isso, nesta edição queremos registrar este amor tão grande que temos por Maria. Ao ver a figura da Mãe em meio aos seus filhos, foto registrada em uma das celebrações mensais dedicadas a Ela sob o título de Senhora Auxiliadora, a vimos como mãe espiritual perfeita da Igreja. Maria é Mãe da Igreja não apenas por ser Mãe de Jesus Cristo e Sua muito íntima colaboradora mediante os mistérios da Sua carne, mas também porque “refulge em toda a comunidade dos eleitos como modelo de virtude” (cf. Lumen Gentium 65 também o n. 63). Maria continua agora no céu a cumprir a missão que teve na terra de cooperadora no nascimento e desenvolvimento da vida divina em cada alma dos homens. Neste mês, ao caminharmos sob a sua presença, viveremos a solenidade de Pentecostes. Os apóstolos tiveram primeiro essa graça quando, acompanhados pela Virgem, receberam o Espírito Santo. Que não nos esqueçamos desta presença silenciosa de Maria em nossa vida, seja nos momentos de dificuldades, invocada como a Senhora Auxiliadora, seja quando precisarmos de força para a caminhada, como a Senhora de Pentecostes. Nossa Senhora, rogai por nós!

Experiência Salesiana

Espontâneo

Pe. Severino Piccinini, SDB

Espaço para que você dê a sua opinião.

Nossa Senhora em minha vida é presença real, desde a minha adolescência quando iniciei minha caminhada na igreja com os jovens a levo em meu coração e tento viver a cada dia conforme a sua vivência de mãe do filho de Deus e esposa do casticismo São José. Quando comecei a namorar meu esposo o amor por ela aumentou, sendo ele devoto de Nossa Senhora começamos a nos preparar para o matrimônio que aconteceu no dia 12 de outubro de 2002 com as cores do manto e na Igreja Nossa Senhora Aparecida. Depois de alguns meses Deus nos presenteou com a Maria Clara consagrada desde o ventre materno à mãezinha do céu. Hoje temos também o Francisco e a cada dia em minhas orações ao santo terço, consagro a Ela minha família, digo a todos que sem a intercessão de Maria no meu lar, não conseguiria suportar as tempestades e provações que enfrento durante a vida. Para finalizar minha devoção por esta mulher linda e cheia de graça, encerro como sempre encerrei as cartinhas ao meu esposo, durante o namoro: “Sua Maria, Fernanda”. Fernanda Amâncio

Aconteceu GBR: Missa de setor para celebrar 60 anos de casamento A Comunidade Matriz celebrou, no dia 17 de abril, a Missa no Setor 3, na casa da família de Mario e Elvira Schurtz, na rua Mondaí. Na ocasião, o casal anfitrião comemorou 60 anos de matrimônio e recebeu a bênção das alianças. O casal tem oito filhos, netos e bisnetos. Mais de 120 pessoas participaram da celebração que foi presidida pelo vigário paroquial Andréas Tonon, SDB.

Presença Salesiana é uma publicação da Paróquia

JORNALISTA RESPONSÁVEL

direção e revisão:

contato: 47 3435 3229 | Rua francisca, 3960, bairro bom retiro - joinville/sc

2 Presença Salesiana | Maio/2012

Queridos! Somos uma Paróquia Salesiana. Como é bonito e gratificante viver a vida espiritual em torno de Jesus Cristo, ressuscitado, vivo entre nós, mas também em torno de Nossa Senhora Auxiliadora e Dom Bosco. Dia 24 de maio é a festa litúrgica de Nossa Senhora Auxiliadora. Você sabe como começou esta devoção? Foi em 1571, que o Papa Pio V, atribuiu à reza do terço a vitória dos Cristãos em Lepanto (próximo à Grécia atual) sobre os exércitos anticristãos que queriam tomar posse da Europa. Depois, em 1814, o Papa Pio VII dedicou o dia 24 do mês de maio à festa de Nossa Senhora Auxiliadora, agradecendo seu retorno a Roma após ter sido prisioneiro de Napoleão Bonaparte em Fontainebleau na França. E em 1862, numa pequena cidade da Itália chamada Spoleto, Nossa Senhora Auxiliadora apareceu em um pequeno santuário. Por conta disto, Dom Bosco “se agarrou” à devoção a Nossa Senhora Auxiliadora, via que com este título Maria estava realmente dando toda a ajuda espiritual de que precisava para a sua obra de educação dos jovens pobres, analfabetos, distantes dos pais, longe da família, relegados ao abandono. Queria para eles uma Mãe que os ajudasse. Movido por um grande ardor apostólico, edificou para Nossa Senhora Auxiliadora uma suntuosa Basílica em Turim, no norte da Itália. Começou em abril de 1864 e foi solenemente dedicada ao culto no dia 09 de junho de 1868. Quis que fosse um monumento a Nossa Senhora venerada sob o título de Auxiliadora dos Cristãos. Como não tinha dinheiro, atribuiu a Nossa Senhora Auxiliadora os prodígios que possibilitaram a construção da Basílica. “Foi Ela quem tudo fez”, dizia. Vamos celebrar bem todos os dias 24 de cada mês, mas especialmente o do mês de maio. Depositemos nestes dias nossos pedidos aos pés de sua imagem. Vamos participar com muita devoção e entusiasmo da nossa Solene Procissão Mariana no dia 27 de maio. Rezemos muito o terço pedindo a proteção desta grande Mãe.

KETLIN DA ROSA - SC02821 - JP

mantida exclusivamente através do Dízimo dos paroquianos.

e-mail: santoantoinio@dombosco.net

“Sede muito devotos de Nossa Senhora Auxiliadora e vereis o que são milagres” (Dom Bosco)

Presença da juventude

Jovens marcam a Semana Santa

A Semana Santa é um dos períodos do ano de maior vivência da fé. Toda a Igreja se prepara, espera, entrega e dedica. São milhares de pessoas envolvidas em diferentes funções com apenas um objetivo, transmitir ao próximo à certeza da Ressurreição de Cristo. Jovens, estão entre essas pessoas, fazem parte da experiência em comunidade. Neste ano o destaque foi à participação do Grupo JMCS - Jovens Mergulhadores de Cristo Senhor. Estes se responsabilizaram por fazer a encenação de toda a Via Sacra. Na Matriz Santo Antônio, jovens do Grupo SDS - São Domingo Sávio, foram responsáveis pela encenação da 9ª estação da Via Sacra, na Sexta-feira Santa. Já no Sábado de Aleluia, os grupos Dom Bosco e MJE se responsabilizaram

pela ressurreição. A Comunidade Nossa Senhora Aparecida também contou com o apoio do Grupo de Jovens Nossa Senhora Aparecida, responsável por personagens como Maria, soldado e apoio nos bastidores. A participação dos jovens motiva a juventude a conhecer e participar da evangelização. Jovem tem força, tem coragem, deseja ir além sempre, por que não usar isso e muito mais para Deus? Você que é jovem, acredite, tem o poder e dever em suas mãos de arrastar multidões. Como? É fácil, abra o coração e se doe como estes que estiveram à frente durante a Semana Santa. Que com amor, alegria e entusiasmo deram tudo de si pensando no outro, pensando em você que participou.

Pedala Dom Bosco

rua prof. rosinha campos, 52, sala 02, abraão - FLORIANÓPOLIS/SC FONE: 48 3365 1613 ATENDIMENTO@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

di agr a mação ANDRÉ KINAL

KETLIN@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

criacao@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

texto / reportagens

t ir agem: 3 mil

fabíola goulart JORNALISTA@DOMINUSCOMUNICACAO.COM

per iodicida de: mensal imp ressão: gráfica grafinorte

Dom Bosco e a evangelização da juventude

Encenação erradia a alegria e a força da juventude paroquial

p rodução

Santo Antônio e do Centro Educacional Dom Bosco,

PE. SEVERINO PICCININI, SDB

Ela construiu para si uma casa

Como definir a presença de Nossa Senhora em sua vida?

8ª Edição

O Grupo de Jovens Dom Bosco realizou o 1º Pedala Dom Bosco, no dia 24 de março. Os jovens fizeram o trajeto do Centro Educacional Dom Bosco até o Zoobotânico.

Presença da Juventude

Presença de todos

P. Ademir Ricardo Cwendrych, SDB* “Dom Bosco tinha a convicção de que Deus quer o bem de todas as pessoas. Ele quer a salvação de todos. É o Bom Pastor que cuida carinhosamente de cada uma de suas ovelhas, tendo especial carinho por aquelas mais fracas e em situação de risco”. (Princípios Norteadores da AJS, p. 37). Dom Bosco, dedicou sua vida pela salvação da juventude através de obras de educação e evangelização, acreditava na missão que Deus lhe confiava. Inspirado e motivado por Dom Bosco, nasceu um movimento de pessoas que assim como ele, dedicam sua vida à missão educativo-pastoral, para assim, educar e evangelizar os jovens. O vasto movimento, chamado de Família Salesiana, orientada e incentivada pelo P. Pascual Chávez, Reitor-Mor e sucessor de Dom Bosco na guia da Congregação, mantém viva, em cada um de nós a convicção de Dom Bosco, a salvação de pessoas, de modo especial jovens. Precisamos lembrar que Dom Bosco foi grande motivador para que os seus próprios jovens evangelizassem outros jovens. Portanto, saibamos olhar para as fontes da origem e tradição salesiana e assim continuemos investindo sempre mais na educação e evangelização da juventude para que se tornem corresponsáveis do processo educativo-pastoral de Dom Bosco na Igreja e na sociedade. *P. Ademir Ricardo é coordenador Inspetorial da AJS – Curitiba/PR ademir_ricardo@dombosco.net

Presença Salesiana | Maio/2012

3


Grupos Bíblicos

Presença de comunhão

Paróquia

Missa em Honra a

Nossa Senhora

Auxiliadora Como surgiu a devoção entre os salesianos?

“A festa de Maria Auxiliadora deve ser o prelúdio da festa eterna que deveremos celebrar todos juntos um dia no Paraíso” (Dom Bosco)

A

comemoração mensal a Nossa Senhora Auxiliadora acontece em todas as Presenças Salesianas. Cada um, do seu modo, todo dia 24, realiza um culto em honra e louvor a Maria Auxiliadora. A Paróquia Santo Antônio faz esta comemoração mensal com a Missa de Consagração das Famílias a Nossa Senhora. O objetivo é evangelizar e santificar as famílias, além do intuito de difundir a devoção a Nossa Senhora com o título de AUXILIADORA. Assim como, fazer com que a pessoa ao participar da Celebração Eucarística busque o exemplo de Maria e cultive em sua família um ambiente cristão de acolhimento e solidariedade. No mês das mães, a celebração é ainda mais especial, quando se comemora o dia dedicado a Nossa Senhora Auxiliadora. Por isso, participe!

No ano de 1862, as aparições de Maria Auxiliadora na cidade de Spoleto marcam um despertar mariano na piedade popular italiana. Nesse mesmo ano, São João Bosco iniciou a construção, em Turim, de um santuário, que foi dedicado a Nossa Senhora, Auxílio dos Cristãos. A partir dessa data, Dom Bosco, que desde pequeno aprendeu com sua mãe Margarida, a confiar inteiramente em Nossa Senhora, ao falar da Mãe de Deus, lhe unirá sempre o título Auxiliadora dos Cristãos. Para perpetuar o seu amor e a sua gratidão para com Nossa Senhora e para que ficasse conhecido por todos e para sempre que foi “Ela (Maria) quem tudo fez”, quis Dom Bosco que as Filhas de Maria Auxiliadora, congregação por ele fundada juntamente com Santa Maria Domingas Mazzarello, fossem um monumento vivo dessa sua gratidão. Dom Bosco ensinou aos membros da família Salesiana a amarem Nossa Senhora, invocando-a com o título de AUXILIADORA. Pode-se afirmar que a invocação de Maria como título de Auxiliadora teve um impulso enorme com Dom Bosco. Ficou tão conhecido o amor do Santo pela Virgem Auxiliadora a ponto de Ela ser conhecida também como a “Virgem de Dom Bosco”. Escreveu Dom Bosco: “A festa de Maria Auxiliadora deve ser o prelúdio da festa eterna que deveremos celebrar todos juntos um dia no Paraíso”.

Entre os dias 20 e 27 de maio, cristãos de todo o Hemisfério Sul estarão unidos celebrando a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos (SOUC). Será uma semana muito especial, pois pessoas das mais variadas etnias e culturas estarão dedicadas à reflexão sobre a importância da unidade na diversidade. A SOUC, que este ano tem como tema 4 Presença Salesiana | Maio/2012

“Todos seremos transformados pela vitória de Nosso Senhor Jesus Cristo”, baseado na carta do apóstolo Paulo, pretende contribuir para que irmãos de diferentes congregações se juntem em momentos únicos de partilha, comunhão e integração. Saiba mais no blog: semanadeoracaopelaunidade.blogspot.com.br.

Lideranças se reúnem para preparar 3ª Concentração Interdiocesana dos GBR e CEB’S A Paróquia Santo Antônio se movimenta para participar da 3ª Concentração Interdiocesana dos Grupos Bíblicos de Reflexão e das Comunidades Eclesiais de Base, que acontecerá no dia 20 de maio, na Arena Jaraguá. Com o tema: Justiça e Profecia no campo e na cidade, e o lema “Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa Nova a toda criatura” (Mc 16, 15), o encontro tem início às 8h30min e se encerra às 17h. No evento haverá palestras, apresentações teatrais e momentos de animação, espiritualidade e partilha, o encontro tem o objetivo de promover uma maior integração entre Grupos de Reflexão das dioceses de Blumenau e Joinville.

A PASCOM participará do evento, visto que em 20 de maio comemora-se o dia da Comunicação Social e a Igreja é convidada a refletir a mensagem que o Papa escreve aos comunicadores. Neste ano, a carta do Santo Padre traz como tema: “Silêncio e palavra: caminho de evangelização”. Nela, o Papa Bento XVI explica que as relações entre o silêncio e palavra são “dois momentos da comunicação que se devem se equilibrar, alternar e integrar entre si para se obter um diálogo autêntico e uma união profunda entre as pessoas”. Esta carta é divulgada anualmente no dia 24 de janeiro, dia de São Francisco de Sales, padroeiro da Comunicação.

Grupo de Oração da RCC realiza Novena de Pentecostes Denise Cardoso Ignácio - Grupo de Oração Santo Antônio No dia 27 de maio deste ano, acontece a celebração litúrgica de Pentecostes. Nessa data, lembramos a primeira grande efusão do Espírito Santo sobre a Igreja, que impeliu os apóstolos à missão. Para celebrar a data e preparar-se espiritualmente para reviver este momento, o Grupo de Oração Santo Antônio, da Igreja Matriz, iniciou no dia 4 de abril, a Novena de Pentecostes. O Grupo de Oração realizará a novena semanalmente, toda quarta-feira, às 19h, até a solenidade chegar. Instituída pelo Papa Leão XIII, a Novena de Pentecostes é a única litúrgico-oficial da

Igreja Católica. Estaremos em unânime e perseverante meditação e clamor ao Santificador das Almas para renovar a face da Terra. Com certeza, grandes graças esperam para serem derramadas sobre aqueles que orarem pela renovação do Pentecostes. Pentecostes é uma graça constitutiva do grande mistério pascal. Faz parte dele. Isto é, sem o dom do Espírito – sua efusão –, dado como cumprimento da promessa de Deus para estar “com” os homens e “nos” homens (diferentemente do modo como Ele estivera presente no mundo até o dia de Pentecostes), a graça da salvação realizada por Cristo na Sua missão, não avançaria.

Maio, mês das mães e de Nossa Senhora de Fátima Missa Solene e almoço festivo fazem parte das comemorações na comunidade

No dia 13 de maio, comemora-se 95 anos da primeira aparição de Maria, hoje intitulada, Nossa Senhora de Fátima. A caçula das comunidades da Paróquia não poderia deixar a data passar em branco, por isso realiza mais uma vez a sua festa, somente no domingo, 13, dia também de homenagear as mães. Para honrar a sua padroeira, o dia inicia com a Missa Solene a Nossa Senhora e bênção dos Festeiros, em especial, mães. Logo após, há almoço festivo com completo serviço de bar e cozinha. No decorrer da tarde, atrações infantis e café colonial.

Um pedacinho da história Em 1917 Lúcia de Jesus, 10 anos, se entretinha com Francisco e Jacinta Marto, seus primos, de 9 e 7 anos, onde hoje é a Basílica de Nossa Senhora de Fátima, quando de repente, viram uma luz brilhante como relâmpago. Em seguida outro clarão iluminou o espaço, e viram em cima de uma pequena azinheira (onde agora se encontra a Capelinha das Aparições), uma mulher mais brilhante que o sol com um terço branco nas mãos. Ela disse aos três que é necessário rezar muito e os convidou a voltarem à Cova da Iria durante mais

cinco meses consecutivos, sempre no dia 13 e na mesma hora. As crianças assim fizeram, como um encontro marcado. Essa é apenas uma das histórias de Nossa Senhora de Fátima, mas desde 1917, iniciou a devoção e as visitas à Cova da Iria, em Fátima, dos milhares de peregrinos de todo o mundo. Primeiro, as visitas aconteciam nos dias 13 de cada mês, hoje todo dia o local recebe visitantes, devotos. De acordo com pesquisa realizada, anualmente o local recebe mais de quatro milhões de visitas.

Catequizandos recebem oração do Pai Nosso A Comunidade Nossa Senhora Aparecida, do bairro Bom Retiro, realizou no dia 15 de abril, a celebração de entrega do Pai Nosso dentro da nova Metodologia de Iniciação à Vida Cristã. O presidente da celebração foi o pároco Padre Severino Piccinini, SDB, e teve como participantes os catequizandos, seus pais e a comunidade. A Missa seguiu as orientações da nova metodologia e foi preparada pela Pastoral da Iniciação à Eucaristia. As catequistas, sob a orientação do pároco, prepararam a celebração. Na entrada, uma catequista trouxe uma cesta contendo a Oração que depois de abençoada foi entregue aos catequizandos. Marlene Kunz Fistarol, coordenadora da Catequese de Eucaristia na comunidade, ressalta o quanto é gratificante poder cola-

Presença da Família Salesiana

Uma familia aberta A Família Salesiana, que se configura como um grande Movimento para a salvação dos jovens e se exprime com variedade de formas para o apostolado nas missões, nos ambientes populares, na comunicação social e no cuidado das vocações, está aberta para outros Grupos que peçam oficialmente o reconhecimento do Reitor-Mor. Os critérios essenciais para ser reconhecido na Família Salesiana são: 1. Participação da “vocação salesiana”, ou seja, coparticipação, em algum aspecto relevante, da experiência humana e carismática de Dom Bosco. Ele, de fato, permanece para todos os Grupos, o inspirador originário de um itinerário peculiar de discipulado e apostolado; enquanto tal, ele é fonte de inspiração e de convergência. 2. Participação da missão juvenil e/ou popular salesiana. Isso quer significar que os Grupos incluem entre os seus fins específicos algum elemento típico da missão salesiana, embora explicitada com formas e modalidades particulares. 3. Participação do espírito, do método educativo e do estilo missionário, ou seja, do patrimônio espiritual e pedagógico de Dom Bosco. 4. Vida evangélica segundo o espírito salesiano, isto é, uma vida inspirada nos conselhos evangélicos como caminho de santidade, que se concretiza tanto na profissão dos votos, própria da consagração religiosa, quanto nas diversas formas de promessa ou compromisso que definem a fisionomia de cada Grupo. 5. Fraternidade ativa, que leva cada grupo a relacionar-se e agir em sintonia e sinergia com os outros Grupos da Família Salesiana.

Família Salesiana

Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos

Vida Litúrgica

borar com este novo método da catequese implantado pela na Diocese. “O processo de Iniciação à vida Cristã é exigente e empolgante, é algo que não termina, é uma inserção progressiva no Mistério da nossa Fé: ‘Jesus Cristo morto e ressuscitado’”, afirma Marlene. Presença Salesiana | Maio/2012

5


Santos

Presença da salesianidade

Integração

Celebração de Páscoa e Integração no CEDB Educandos do Centro Educacional Dom Bosco refletem a páscoa e participam de um dia de integração

Na Semana Santa, 04, uma celebração especial de Páscoa e atividades de integração marcaram o dia dos Educandos do CEDB. O evento iniciou com uma breve celebração, onde todos refletiram sobre o verdadeiro sentido da Páscoa. Em seguida os educandos foram convidados a participar de um

momento de integração, através de uma competição em equipes. Os adolescentes percorriam um circuito esportivo preparado pelos educadores e estagiários de esporte da obra. Ainda neste dia quem esteve presente pode saborear um almoço e um café festivo.

Penitência

Celebração Penitencial no CEDB Momento de confissão oferece aos educandos o Sacramento da Reconciliação

Em preparação para a Semana Santa, educandos do CEDB participaram nos dias 27 e 28 de março, de uma Celebração Penitencial. O evento, preparado pelos educadores, teve como objetivo fazer a juventude refletir sobre a dimensão do perdão na vida do ser humano, assim como entender 6 Presença Salesiana | Maio/2012

de maneira mais clara e correta o verdadeiro significado da Quaresma e da Páscoa. Neste dia, os educandos tiveram a oportunidade de receber o Sacramento da Reconciliação através do momento de confissão com os Padres da Comunidade Salesiana.

Presença no mundo

Salesianos recordam Santa Salesianidade “Ser como ele” Maria Domingas Mazzarello Saiba mais sobre a santa que ajudou Dom Bosco a fundar o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora No dia 13 de maio, a Igreja de todo o mundo celebra a memória litúrgica de Santa Maria Domingas Mazzarello, salesiana que ajudou Dom Bosco a fundar o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, as Irmãs Salesianas. O itinerário histórico-biográfico de Maria Domingas Mazzarello é relativamente breve. Seus 44 anos de vida podem ser organizados em quatro etapas, marcados por uma maturação progressiva na vida cristã e consagrada. A primeira etapa abrange 13 anos: do nascimento, em Mornese, no Alto Monferrato (1837) até à Primeira Eucaristia (1850). Estes anos transcorreram em um ambiente familiar caracterizado por uma sólida vida cristã e por um trabalho incansável no campo. De 1850 a 1860, percebe-se uma particular interiorização da fé, a partir do encontro eucarístico, que a impele a doar sua juventude ao Senhor e a participar intensamente da vida paroquial. Aos 23 anos, foi acometida pela grave doença do tifo. Deixa então a vida do campo. Dedica-se então à educação das meninas da vizinhança, abrindo uma sala de costura, um oratório festivo e um lar para as crianças sem família. Na terceira etapa de sua vida, compreendida entre 1860 e 1872, pode-se vê-la mais aberta aos desígnios de Deus. Em 1864, encontra-se com São João Bosco. Este encontro foi a resposta plena de Deus

à sua ânsia apostólica. Juntos fundam, no dia 5 de agosto de 1872, a nova família religiosa na Igreja, em prol da juventude. Dom Bosco é o fundador e Maria Domingas, a co-fundadora. Na última etapa de sua vida (18721881), Mazzarello exercita sua maternidade espiritual através da formação das Irmãs, das numerosas viagens, visitando as novas fundações, incrementando a expansão missionária do Instituto pela palavra escrita e pela doação cotidiana de sua vida. Faleceu em Nizza Monferrato, no dia 14 de maio de 1881. Deixou às

Dia 25 de março de 1855, festa da anunciação. No quartinho pobre de Dom Bosco se desenrola uma cerimônia muito simples. Dom Bosco, de pé, ouve. Miguel Rua, ajoelhado diante do crucifixo, murmura: “Faço voto a Deus de ser pobre, casto, obediente, e me ponho em suas mãos, Dom Bosco...” Não há testemunhas. Todavia, nasce, naquele momento, a Congregação Salesiana. Dom Bosco é o fundador. Miguel Rua, o primeiro salesiano. Passados alguns meses, também Padre Alasonatti pronuncia os votos e se torna salesiano. Em 1856 é a vez de João Batista Francesia. Seguiram-nos Cagliero, Provera, Ghivarello, Lazzero, Bonetti..., todos rapazes pobres que Dom Bosco tinha acolhido em sua casa e educara com amor. Ano após ano, pediam-lhe para se tornar como ele, a fim de trabalhar para Nosso Senhor e por outros jovens rapazes. Esses rapazes vestidos de padre continuam os estudos e prestam todos os exames, que na época eram frequentes e rigorosos. Ao mesmo tmepo, Dom Bosco confia-lhes as aulas de religião, a assistência no refeitório e nas oficinas, as aulas aos órfãos.

O mais jovem santo não mártir da Igreja O Santo que a Igreja celebra no dia 6 de maio teve a sua primeira biografia escrita pelo seu educador e pai espiritual: São João Bosco. Trata-se do pequeno gigante São Domingo Sávio, exemplo para os que querem ser Santos e a toda a juventude. Domingos Sávio nasceu perto de Turim, em Itália, no ano de 1842; estudou na aldeia e mais tarde foi um dos primeiros a ser acolhido por Dom Bosco no seu Oratório. São Domingo Sávio era um jovem co-

mum, mas interiorizou muito bem a espiritualidade salesiana no seu dia a dia que a sua alegria de menino nunca desapareceu, apenas foi purificada de todo e qualquer pecado. O pequeno santoSenhora.) amava demais a Eucaristia e Nossa Senhora, sua mãe. Um dos lemas por ele vivido era: “Antes morrer do que pecar!!!” Domingos Sávio interiormente amadureceu muito com a vida e sofrimentos que enfrentou em segredo, até contrair uma grave doença e com apenas 15 anos entrar para o Céu em 1857. Presença Salesiana | Maio/2012

7


Semana Santa

Tríduo Pascal e Festa da Páscoa na Paróquia Santo Antônio Momento de celebrar a Paixão, Morte e a Ressurreição de Jesus Cristo

A Páscoa cristã celebra a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Jesus Cristo. Por sua Páscoa, Jesus fez-nos passar do pecado para a graça da vida plena. Com a celebração do tríduo pascal, culminando na vigília do sábado para o domingo, inicia-se o Tempo Pascal. Na quinta-feira Santa, 5, aconteceu em todas as comunidades à pertencentes a Paróquia Santo Antônio a Ceia do Senhor. Esta abertura do Tríduo Pascal tem como rito o lava-pés. “Os cristãos, ao entardecer encenam a última ceia e relembram um dos maiores mandamentos deixados: amar uns aos outros. E a simbologia é a mesma, o gesto de servir uns aos outros”. Na ocasião, pessoas que passam por algum tratamento médico, profissionais da área da saúde, representando os 12 discípulos, tiveram os pés lavados, para lembrar o tema da Campanha da Fraternidade 2012: “Fraternidade e Saúde Pública”. Depois da celebração da santa missa foi realizada a Adoração Eucarística.

8 Presença Salesiana | Maio/2012

Na sexta-feira Santa, 6, a partir das 5h na igreja Matriz e das 6 h nas demais comunidades houve a Adoração ao Santíssimo; a partir das 8h confissão individual e às 14h Celebração Penitencial com absolvição geral; às 15h Ação Litúrgica da Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus. Já no período da noite, 19h, ocorreu a Via Sacra pelas ruas das comunidades. As quatro foram acompanhadas pelos Padres salesianos e para dar conta de suprir todos os horários, o Padre Tarcizio Paulo Odelli, salesiano da Inspetoria São Pio X de Porto Alegre, esteve presente para ajudar a paróquia. Sábado, 7, foi celebrada nas 4 comunidades a Vigília Solene com a bênção do fogo, a preparação do Círio Pascal e a bênção da água para aspersão dos fiéis. Concluiu-se assim o tríduo em preparação para a grande festa da Ressurreição, a Páscoa, celebrada no domingo, 8, na Matriz e na comunidade Nossa Senhora Aparecida.

Informativo maio 2012  

Formação e Informação

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you