Issuu on Google+

INFORMATIVO

Sã o V i c e n t e PUBLICAÇÃO MENSAL DA PARÓQUIA SÃO VICENTE FÉRRER - FORMIGA-MG

ANO XIX - Nº 244 - JUNHO de 2011

“ Jesus...

Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus

“É PRECISO SAIR DAS SACRISTIAS E IR AO POVO”

(PE. DEHON) “Discípulos de Pe. Dehon, queremos fazer da união com Cristo, no seu amor pelo Pai e pelos homens, o princípio e o centro de nossa vida” (Cst. SCJ 17) Entre em contato conosco: Pça. São Vicente Férrer, 27 - Centro - Caixa Posta 58 - 35.570-000 Formiga-MG - Fone (37) 3322-2131 E-mail: formiga.psvf@diocesedeluz.org.br

...Amor e Doação sem fim!”

Aconteceu- Semana Santa

Encarte- Setores Maria Aparecida P. da Cruz

p. 09

P. 06

Rádio Cor (37)3321-1977

p. 04

A Devoção ao Sagrado Coração de Jesus Ruy Martins

p. 02

106,5 FM

p. 03

Catequese- Jesus catequista dos Discípulos Wanda Picardi

Evangelho de João- O Evangelho do Amor Lurdinha Gomes

“ Jovens, Vinde a msim vós todos qu estais aflitos...” Marquinhos Coelho

p. 06

Benefício das frutas vermelhas Lúcia Giarola

Espaço Infantil

p. 04

Maria modelo de fé para toda humanidade Vitória Ramos

p. 03

Liliane

p. 05


Junho de 2011

Editorial

PE. AURÉLIO PEREIRA, SCJ

E

xistem algumas notícias que , mesmo sendo vinculadas e repetidas, nunca se tornam saturadas ou envelhecidas. Eis uma delas: “ Deus amou tanto o mundo que enviou seu Filho ao mundo para que o mundo seja salvo por Ele.” ( Jo 3,16-21) Jesus nos deu esta notícia. Ele é a fonte segura da notícia, Ele é o comunicador da notícia e a notícia mesma, já que Ele é o amor de Deus tornando gente, encarnado, atuante e atuado na vida do mundo. Via de regra, as notícias são divulgadas por meio de manchetes, frases com grande poder de impacto e comunicação: Dizem muito com poucas palavras. O Coração de Jesus é a grande manchete do amor de Deus. É eloquente, comunicador do a m o r apaixonado de um Deus que foi ao extremo de amor para que nós pudéssemos sentir amados, redimidos, salvos. Ao contemplarmos o coração transpassado do Salvador, teremos a certeza: “ Deus amou os seus e os amou até o fim.” ( Jo 13,1) INFORMATIVO

São Vicente Praça São Vicente Férrer, 27 - Formiga-MG CEP: 35.570-000 - Fone: (0xx37) 3322-2131 psvf@paroquiasaovicenteferrer.com.br Fundador: Pe. Cláudio Weber scj Data de Fundação: 01/10/1990 Editor Responsável: Pe. Aurélio Pereira, scj Digitação e Diagramação: Samuel Oliveira Pieroni Redação: Equipe Informativo São Vicente Tiragem: 10.000 - Distribuição: Gratuita Impressão: FUMARC - (0xx31) 3249-7400 As matérias disponibilizadas nesta edição são de responsabilidade de seus autores.

Adoro Lamparina! JOSÉ LUIS DOS SANTOS A luz dançante da lamparina sempre me chamou a atenção. Ela não tem nenhum compromisso com a beleza, com a limpeza ou com a certeza. Ela está ali para servir, simplesmente. Ache feia ou bonita, que exale bom ou mal odor, uma coisa é certa e tenho que revelar: lá em casa, quando a noite chegava, ela era o máximo! Remete-me a um passado (não tão distante...), quando a usávamos. Fim de tarde, nós, crianças, brincando no chão de tijolo à vista, algumas das minhas irmãs saindo para estudar, meu pai chegando do serviço, numa bicicleta verde, Monark “Série Ouro” - em homenagem à Copa de 1970- minha mãe na sua inseparável máquina de costura Singer, cadenciando com os pés nossa vida simples, mas cheia de honestidade e oração. A lamparina era essencial nesse todo. Ficava às escondidas durante o dia, mas, à noite, chegava sua hora de glória: ela passava a ser o astro-rei da nossa casa! Como ela nunca foi egoísta, em um lugar onde pudesse ajudar a todos, ela ficava ali, bailando sua luz e exalando seu cheiro característico. Parecia feliz, mesmo quando as coisas não iam tão bem assim. Por vezes, eu tinha a impressão de que a lamparina tinha cursado Psicologia, coisa rara na época. Ela insinuava entender os momentos de tensão que, por vezes, pairava no ar. Sua luz tênue tornava-se mais forte, iluminava mais, jorrava mais claridade sobre trevas. Momentos passageiros, pobre dela, podia mostrar-nos pouco sobre sua formação Lux-Freudiana. Coisa de criança, talvez, mas gestos eficientes e suficientes dela, com certeza. Um simples soprar encerrava sua ilustre apresentação. Volta e meia, o Pe. Antônio Thamazia aparecia por lá. Tomava um gole de café feito com coador de pano, numa xícara esmaltada, conversava com aquele sotaque carregado de quem já morou no sul do país. Encostava-se a um fogão à lenha para comer uma quitanda caseira ou alguma comprada, às pressas, na “Barraquinha do Lino”. Ele gostava de fazer surpresas. O dinheiro ficava guardado na gavetinha da Singer. Essa função era minha: buscar a quitanda para o

Padre que um dia eu vislumbrava ser também. A lamparina só ouvia as sábias palavras do Padre Dehoniano, na simplicidade. Pe. Antônio visitava-nos para levar esperança e voltava para a casa paroquial renovado dela também: os simples ensinam mais do que aprendem. Acho que não tinha fome quando por lá chegava. O pão da simplicidade sacia muito. Ouso dizer que ele traz um pouco de lamparina consigo. Revigorados pela esperança, era hora de colher a couve na horta, picar alguns tomates, fazer arroz, feijão, ouvir a reclamação dos porcos no terreiro, as galinhas anunciando que iriam dormir com uma chuva tremenda (recheada de trovões e raios) caindo lá fora, prenúncio de algumas goteiras dentro de casa... Momento da única chateação da lamparina, eu imagino: as velas para Santa Bárbara! “Por que eu não posso interceder também?”, acredito que pensava ela. “Mas, tudo bem, Santa Bárbara merece uma matriz de luz bem bonita”, consolava-se. Lá ficava ela, bailando, ouvindo, sendo fonte de luz e claridade no mar negro em que só a noite consegue nos imergir. A lamparina tem um coração como o Coração de Jesus, que jorra vida... Nossa lamparina tinha coração, pena que não era como o de Cristo, que é eterno. O dela já nem fumega mais.

Blog do autor: http:// pesdomensageiro.wordpress.com.

02

A DEVOÇÃO AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

RUY

Neste mês de Junho, mais especificamente, no dia 27, comemoramos o dia do Sagrado Coração de Jesus. Esta devoção, tão bonita em nossa Igreja, tem sua origem nas revelações que o próprio Jesus fez a Santa Margarida Maria Alacoque. Nasceu em 22 de agosto de 1647, em Borgonha, França. Margarida que foi incialmente monja Clarissa, tornou-se depois uma religiosa da Ordem da Visitação, fundada por São Francisco de Sales. Segundo consta, Jesus fez três revelações a ela e a encarregou de divulgar esta devoção. A primeira aparição ocorreu em Dezembro de 1673; a segunda, em 1674 e a terceira, em 1675. Numa das ocasiões Jesus disse a Margarida: “Prometo-te, pela Minha excessiva misericórdia e pelo amor todopoderoso do meu Coração, conceder a todos os que comungarem nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, a graça da penitência final; não morrerão em minha inimizade, nem sem receberem os sacramentos, e Meu Divino Coração lhes será seguro refúgio nessa última hora”. Esta é a 12ª das 12 Promessas do Coração de Jesus. Desde então, surgiu a devoção das primeiras sextas-feiras, que existe até hoje. Sabemos que o coração é o símbolo do amor. É dele que brotam todos os sentimentos mais profundos. Sabemos, também, que Jesus, mesmo sendo divino, foi um ser humano como nós e também teve um coração que amava, que sofria, que se alegrava. Este coração manifestou tantas vezes amor, compaixão e misericórida pelo próximo. Assim, quando falamos do Coração de Jesus, estamos falando da própria pessoa de Jesus, a expressão máxima do Amor de Deus por nós. Ele nos amou tanto que deu a vida por nós. E mais, continua nos amando até hoje. Através Dele, Deus manifestou e manifesta todo o seu amor misericordioso. E como bem disse o Pe. Francisco Sehnem, sacerdote da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus: “a melhor forma de sermos devotos do Coração de Jesus no mundo de hoje será levar esta misericórdia do Coração de nosso Deus aos nossos irmãos e irmãs, principalmente aos pobres, oprimidos, esquecidos, marginalizados; é ser misericórdia do Coração de Jesus para todos eles e tentar reconstruir neles o rosto, o projeto de Deus”. Rezemos: SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS: Nós temos confiança em vós!


03

Junho de 2011

EVANGELHO DE JOÃO- O EVANGELHO DO AMOR 1 – S. Justino- At 17,15.22-18,1; Sl 147; Jo 16,12-15 2 - S. Marcelino e S. Pedro- At 18,1-8; Sl 97; Jo 16,16-20 3 -Carlos Lwanga e Comps.- At 18,9-18; Sl 46; Jo 16,20-23 4 – At 18,23-28; Sl 46; Jo 16,2328 5 – Ascenção do Senhor- At 1,111; Sl 46; Ef 1,17-23; Mt 28,16-20 6 - S. Norberto- At 19,1-8; Sl 67; Jo 16,29-33 7 -At 20,17-27; Sl 67; Jo 17,1-11a 8 - Sto. Efrém- At 20,28-38; Sl 67; Jo 17,11-19 9 - Bem- Aventurado José de Anchieta- 1Cor 9,16-19.22-23; Sl 97; Jo 17,11.17-23 10 – At 25,13-21; Sl 102; Jo 21,15-19 11 -S. Barnabé- At 11,21-26;13,13; Sl 97; Mt 10,7-13 12 - Pentecostes- At 2,1-11; Sl 103; 1Cor 12,3-7.12-13; Jo 20,19-23 13 – Sto. Antônio de Pádua (lisboa)2Cor 6,1-10; Sl 97; Mt 5,38-42 14 – 2Cor 8,1-9; Sl 145; Mt 5,43-48 15 – Bem- Aventurada Albertina Berkenbrock- 2Cor 9,6-11; Sl 111; Mt 6,1-6.16-18 16 – 2Cor 11,1-11; Sl 110; Mt 6,7-15 17 – 2Cor 11,18.21-30; Sl 33; Mt 6,19-23 18 - 2Cor 12,1-10; Sl 33; Mt 6,24-34 19 - Santíssima Trindade- Ex 34,4-6.89; Dn 3,52-56; 2Cor 13,11-13; Jo 3,1618 20 – Gn 12,1-9; Sl 32; Mt 7,1-5 21 – S. Luís Gonzaga- Gn 13,2.518; Sl 14; Mt 7,6.12-14 22 – S. Paulino de Nola- Gn 15,112.17-18; Sl 104; Mt 7,15-20 23 – Corpo e Sangue de CristoDt 8,2-3.14-16; Sl 146; 1Cor 10,1617; Jo 6,51-58 24 –Natividade de S. João Batista- Is 49,1-6; Sl 138; At 13,22-26; Lc 1,57-66.80 25 - Gn 18,1-15; Lc 1,46-50.53-55; Mt 8,5-17 26 – XIII Dom. Comum- 2Rs 4,811.14-16; Sl 88; Rm 6,3-4.8-11; Mt 10,37-42 27 – S. Cirilo de Alexandria- Gn 18,16-33; Sl 102; Mt 8,18-22 28 – Sto. Irineu- Gn 19,15-29; Sl 25; Mt 8,23-27 29 - Gn 21,5.8-20; Sl 33; Mt 8,28-34 30 - Stos. Protomártires da Igreja de Roma- Gn 22,1-19; Sl 114; Mt 9, 1-8

LURDINHA GOMES O Discípulo que “Jesus amava” deixou-nos um poema à vida, uma catequese maravilhosa que nos permite ter uma visão da pessoa divina de Jesus Cristo. Ele nos mostra que viveu intensamente uma experiência de fé e que gravou em seu coração as maravilhas dessa experiência. Recebeu, do Próprio Jesus, a incumbência de ser “guardião” de Mariaque imensa responsabilidade, que santa obrigação! A quem daríamos um “trabalho” desses? Evidencia-se então, o grau de intimidade de João com Jesus e Maria. No prólogo de seu Evangelho, vemos uma nova redação do Livro do Gênesis, o “Poema da Criação”, agora renovado pela segunda criação em Jesus Cristo, é

um perfeito aprofundamento do mistério da criação, ligado ao mistério da encarnação. A Palavra de Deus é o princípio de tudo: aqui se inicia o mistério da vida. É a Palavra que nos envia ao mundo, é a Palavra que nos introduz nos mistério da Santíssima Trindade, é a Palavra que nos congrega como filhos de Deus. “ E a Palavra se fez homem”- Jesus, Palavra viva, verbo de Deus, é o maior dom da vida nova. É a nova Lei superior à Lei de Moisés” e quanto ela nos diz! É um Jesus que se antecipa aos acontecimentos, porque já os conhece anteriormente... Antes que Filipe chamasse Natanael, Jesus já o tinha visto (1,48). Fala das coisas do céu a

Nicodemos, porque de lá desceu (3,12s). A Samaritana admira-se: “Vinde- ver um homem que me disse tudo o que eu fiz. Não seria ele o Cristo?” (4,29). Antes da multiplicação dos pães, interroga a Filipe para pô-lo à prova, “pois bem sabia o que ia fazer” ( 6,6). É o caminho para o Pai; conhecê-lo, vê-lo, é conhecer, ver o Pai (14,7). Os ensinamentos de Jesus são do Pai. (7,14-20;8,26.28.38). A multidão havia pedido a Jesus: “Senhor, dai-nos sempre desse pão (6,34). E Ele fez a GRANDE DECLARAÇÃO: “Eu sou o Pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome, e quem crê em mim, nunca mais terá sede” (6,35). Jesus é o presente (pão) de Deus para a vida da humanidade. Existe maior bem? É uma convocação para todas as pessoas ao banquete da vida! Acolhamos Jesus na Mesa Eucarística e tenhamos com Ele, uma união inseparável, capaz de suscitar a vida que não termina.

MARIA! MODELO DE FÉ PARA TODA A HUMANIDADE

VITÓRIA RAMOS

Imagino... Em um Bairro qualquer da periferia, bem lá nas pontas, onde as ruas se acabam e as casas perdem a estética para dar lugar à função única do abrigo, e as crianças se juntam na rua de terra para brincar com bola de meia ou amarelinha marcada com riscos no chão, quando não conseguem vislumbrar esperanças de futuro, e a graça é a vivencia do dia. Numa manhã como todas as outras, ao trancar com a corrente, o portãozinho de madeira da saída da casa para o trabalho, Maria encontra-se, inesperadamente, com o líder comunitário, que lhe anuncia a possibilidade de ela vir a ser indicada para representar o Bairro na próxima eleição da Associação de Moradores. De imediato, responde que, apesar do trabalho de 7 às 5, da Faculdade, e dos outros afazeres; coloca-se a disposição em nome da dignidade do seu povo, e das necessidades das famílias que conhece tão bem. E tão rápido quanto a reposta do aceite, pede que a comunidade se reúna a noite para uma conversa, já que considerava, de

grande responsabilidade, o seu sim. Imagino... O dia de Maria, na Fábrica de Costura, com os minutos contados para o almoço, a higiene, o lanche da tarde, a ligação para a amiga, justificando a falta na aula naquela noite, por causa da reunião comunitária. Imagino... As pessoas chegando e trocando prosa na porta do barracão, só Maria que não chega... Demora. Atravessa a rua de terra com pressa e se desculpa. O ônibus, que teve que tomar para chegar a tempo, se atrasou. As conversas continuam e o líder, por nome Gabriel, coloca a proposta de Maria poder participar como candidata a presidente do Bairro, com o propósito de ajudar aquelas famílias nos seus sonhos de liberdade, dignidade e vida. As crianças batem palmas. Algumas pessoas reforçam a fala de Gabriel. Outros cochicham.Imagino... A fala de Maria... “Eu sou agradecida a Deus pela oportunidade que estou tendo. Agradeço também porque todos aqui confiaram em mim, para representar os moradores,

mesmo sabendo que não sou rica. Eu acredito na força e misericórdia de Deus, que vai me ajudar a conduzir tudo o que for preciso, e os que vierem depois podem continuar o que eu fizer, se for bom, pois disso ninguém esquece. Deus é quem me dará força, pois ele sabe quem é justo, e fortalece os pobres como nós e, um dia, mais cedo ou mais tarde, derruba os poderosos dos seus tronos. E o que for justo, vai permanecer. Então, eu peço a Deus forças para encher os pratos das crianças que passam fome no nosso Bairro, e que os ricos saibam repartir... Muito obrigada a todos, e todas!” Posso estar equivocada... Mas acredito, lá no fundo do meu coração, que Maria de Nazaré, a jovem mãe de Jesus, o Salvador... Era assim! Como muitas Marias que conheço. E que embora não tenham sido visitadas por nenhum anjo, nem sido mães em semelhantes condições, causam profundas mudanças e professam o “Magnificat” todos os dias...

Vista-se bem...para ser bem visto R. Barão de Piunhi, 53- Formiga Fone: 3322-1308 - Fax: 3322-1843


Junho de 2011

04

JOVENS: “VINDE A MIM, VÓS TODOS QUE ESTAIS AFLITOS...”

MARQUINHOS COELHO

“ Vinde a mim, vós todos que estais aflitos e sob o fardo, e eu vos aliviarei. Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para a s vo s s a s a l m a s ”. ( M t . 1 1 , 2 8 29).Este versículo, como vemos, queridos jovens, nos leva à totalidade do Coração de Jesus, o Ve r b o E n c a r n a d o p a r a t o d a a humanidade. É um convite a todos; Ele nos chama a viver uma íntima comunhão com Ele. Nos lembra a morte de Jesus Cristo, no alto da cruz, quando uma lança transpassa o seu coração, jorrando água e sangue. Na água, encontramos a nossa purificação e no sangue, a nossa salvação. Podemos refletir sobre o chamado que Jesus, a todo instante, nos faz para participarmos de sua ressurreição, para que possamos tonar parte integrante, testemunhando, com nossas vidas e com nossas ações.Juventude é um tempo de buscas e procuras. Buscamos, constantemente, preencher um vazio que sempre fala fundo. Mas aí que está: ESTE GRANDE VAZIO É A BUSCA INCENSANTE PELA

FELICIDADE. O saudoso Papa João Paulo II, hoje Beato, diz que o “Coração de Jesus é a nossa Aliança com o Divino, o mais perfeito Tabernáculo do Altíssimo. E ao Santíssimo Sacramento devemos ir para podermos encontramos com o Sagrado Coração.” Devemos analisar muito bem nossos atos, nossas atitudes perante a nossa Igreja. Somos jovens que procuramos este CORAÇÃO? Queremos, de fato, fazer parte desta Igreja que tem no Sagrado Coração de Jesus a sua máxima? Sou capaz de assim como Jesus, “esvaziar-me de mim mesmo para que Deus possa entrar?” Ou eu estou sendo apenas mais um em minha Igreja, em meu Grupo de Jovens? Porque, muitas vezes, nos enganamos, pensando que apenas participar de um encontro ou ajudar em uma missa esta sendo a nossa missão. Ora, qual será, de fato, a minha missão? È justamente esta: Esvaziar-me de mim para encherme de Deus, é minha Kénosis. Quando eu deixar, na totalidade, que o Coração de Jesus faça parte da minha vida, eu estarei pronto para preencher este vazio que,

muitas vezes, nos deprime, nos angustia. Muitas pessoas, em certo momento de suas vidas, tiveram a coragem de dizer seu SIM e se lançar no Coração de Jesus. Portanto, se eu celebro o Coração de Jesus e aceito e creio que o Cristo foi 100% homem e 100% Divino, e que sendo homem, tendo os mesmos sentimentos que nós temos, tem uma particularidade: “SEU CORAÇÃO SEMPRE FOI MANSO E HUMILDE”.Creia nisso, jovem. Um coração puro, manso e humilde, que nos faz encher o nosso coração de alegria por acreditarmos que Ele é definitivamente, AMOR, BONDADE, MISERICORDIA. Um coração que se compadeceu da humanidade inteira, prestando-nos ajuda e consolo. Por isso sempre é bom nos perguntarmos: E eu, o que faço com isso tudo, sendo um integrante da minha Igreja? Como disse acima, apenas me sento no meu banco da sala de reuniões e só espero o que há de bom? Um encontro, uma celebração.... Não me pergunto o que mais eu poderia fazer pela minha Igreja? Jesus foi além. Ele despojou-se de si e entregou-se por toda a humanidade. Foi capaz

de abrir o seu coração por cada um de nós. Portanto, queridos jovens, vamos refletir, vamos abrir o nosso coração ao novo, ao belo e arregaçar nossa mangas para trabalharmos por um mundo melhor, por um mundo onde haja mais AMOR, e que possamos ser o alívio para outros jovens. Mas para isso é preciso, como disse, sairmos de nossas cadeiras de reuniões e ir além, totalmente despojados e cheios da Graça do Coração de Jesus. “SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS, NÓS TEMOS COFIANÇA EM VÓS.”

CATEQUESE: JESUS CATEQUISTA DOS DISCÍPULOS

WANDA PICARDI Na sua convivência com os discípulos, Jesus sempre teve como objetivo formar uma comunidade de catequistas. Antes de enviá-los a pregar a Boa Notícia do reino, fez questão de preparálos bem. E o Mestre sabia que não bastaria que eles conhecessem muitas coisas mas que, principalmente, fossem amigos e apaixonados pela obra que iriam realizar. Por isso fez questão de que a principal mensagem a ser levada a todos- a do amor gratuito de Deus- fosse antes testemunhada pela vivência da comunhão entre os seus discípulos: “Que eles sejam um, ó Pai, para que o mundo c r e i a . . .” ( c f. J ô 1 7 , 2 1 ) . E o s discípulos tiveram excelentes oportunidades para desenvolverem

seus dons pessoais e crescerem no amor mútuo. O curso que receberam do Mestre foi de três anos vivenciando lições de fraternidade, humildade, perdão, serviço, renúncias e um amor incondicional pelos pobres e pequeninos. Tudo ao vivo, caminhando pelas terras da Palestina. Nas longas caminhadas que faziam junto de Jesus, os discípulos iam bebendo das suas palavras, de seus sinais e obras. Puderam, então, fazer a experiência direta das diretrizes fundamentais da “pedagogia de Jesus”, ressaltando- as, depois, nos evangelhos: o acolhimento do

CASA 505 Temos o presente que você procura pelo preço que você deseja.

Fone: 3321-2877

outro, em particular do pobre, da criança, do pecador, como pessoa amada e querida por Deus. E Jesus concretizava seus ensinamentos com as coisas mais simples da natureza, bem ao alcance de seus d i s c í p u l o s : sementes, videira, sal, fermento, pássaros, ovelhas, lírios do campo, água, luz, óleo... Partia de situações reais da vida, motivando os discípulos com um diálogo que os levara sempre a uma reflexão e aprofundamento da mensagem principal. Os discípulos e as discípulas de

Jesus, de hoje, como fizeram os da primeira hora, são chamados a assumir o seu programa: dar a vida em defesa da vida de muitos. A prática catequética , à semelhança da de Jesus, só acontecerá se realizada com muito amor aos pequenos, com respeito ao outro e muita abertura aos excluídos.

Minas Comercial Materiais de Construção Ltda Rua: Av. Guiomar Garcia Neto, 205, Centro

Fone: 3322-2960


05

Junho de 2011

ANDRÉ LUIZ SILVA

A Igreja celebra, na quinta-feira após a oitava de Pentecostes, a Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo. Nesta festa, os fiéis agradecem e louvam a Deus pelo dom da Eucaristia, no qual o próprio Jesus se faz presente como alimento e remédio da nossa alma. Origem da Festa: Em 1208, a freira Juliana de Mont Cornillon, que contava apenas 16 anos, teve uma visão: um brilhante disco branco, semelhante à lua cheia, tendo um dos seus lados escurecido por uma mancha. Após alguns anos de intensa oração, fora-lhe revelado que essa mancha significava a ausência, na Liturgia, de uma solenidade em louvor ao Santíssimo Sacramento da Eucaristia. Antes que a monja revelasse ao mundo suas visões, foram consultados, a seu pedido, vários teólogos, entre eles o padre Jacques Pantaléon, que se mostrou entusiasmado diante das revelações. Tanto que,

“ O Ensaio e a Assembléia.” em 1246, na sua diocese, celebrouse, pela primeira vez, uma festa do Corpo de Cristo. Décadas depois, ele veio a se tornar o Papa Urbano IV e, em 11 de agosto de 1264, estendeu a festa anual de Corpus Christi para toda a Igreja. “Bastidores” da História:Contase que, após a instituir a festa, o Sumo Pontífice mandou convocar uma assembleia que reunia os mais famosos mestres de Teologia daquele tempo, entre eles, Frei Tomás e Frei Boaventura, que hoje conhecemos, respectivamente, como Santo Tomás de Aquino e São Boaventura . O motivo da assembleia era, para o máximo esplendor da comemoração, solicitar que cada um daqueles doutos personagens compusesse um Ofício, assim como o próprio da Missa. A melhor composição seria a escolhida para a solenidade. No dia da apresentação, o primeiro a expor foi Frei Tomás.

Todos puderam ouvir a declamação pausada da Sequência: “Lauda Sion Salvatorem, lauda ducem et pastorem in hymnis et canticis”, que significa “Louva, Sião, o Salvador, o teu guia, o teu pastor com hinos e cânticos”. E concluiu “...tuos ibi commensales, cohoceredes et sodales, fac sanctorum civium”, que quer dizer “admiti-nos no Céu, à Vossa mesa, e fazei-nos coherdeiros na companhia dos que habitam a Cidade Santa”. Frei Boaventura, rendendo tributo à genialidade e piedade do colega, rasgou, sem vacilações, sua composição, no que foi imitado pelos demais teólogos presentes, num gesto de humildade e despretensão. Como o texto da sequência de Santo Tomssás é até hoje entoado em nossas celebrações, não tivemos a oportunidade de conhecer as demais obras compostas para a festa, por certo igualmente belas. A Celebração:O Concílio de Trento (1545-1563) reforçou a necessidade

ESPAÇO INFANTIL

Maria, Nossa Mãezinha do Céu

de exposição pública da Eucaristia, tornando obrigatória a procissão pelas ruas da cidade. Este gesto, além de manifestar publicamente a fé no Cristo Eucarístico, era uma forma de lutar contra a tese que negava sua presença real na hóstia consagrada. Atualmente, a Igreja conserva a festa de Corpus Christi como momento litúrgico e devocional do Povo de Deus. O Código de Direito Canônico confirma a validade das exposições públicas da Eucaristia e diz que “principalmente na solenidade do Corpo e Sangue de Cristo, haja procissão pelas vias públicas” (cân. 944). Tudo isso porque, sem dúvida, a Eucaristia é o maior e o mais sublime Sacramento, como diz o conhecido canto, pois se trata, verdadeiramente, do Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Nosso Senhor.

Intenções do Papa Bento XVI para 2011

LILIANE SALES CARDOSO

Junho 2011

Geral:

Sacerdotes, testemunhas do Amor

Para que os sacerdotes, unidos ao Sagrado Coração de Jesus, sejam sempre verdadeiras testemunhas do amor previdente e misericordioso de Deus.

Missionária:

Vocações Missionárias Para que o Espírito Santo fça surgir, no seio das nossas comunidades, numerosas vocações missionárias, dispostas a consagrar- se plenamente à difusão do Reino de Deus.


Junho de 2011

Pastoral do Batismo

Batizados nas Comunidades Matriz no 2º e 4º Domingos às 09:30h Santo Antônio no 3º Sábado às 19:00h N. S. Lourdes no 2º e 4º Domingos às 08:00h Santa Luzia no 1º Sábado às 19:00h Imaculada no 3º Domingo às 08:00h São Geraldo no 3º Domingo às 09:00h Rosário no 3º Domingo às17:00h

Encontro para Pais e Padrinhos em Junho/ Julho Dias 08 e 09 Santa Luzia 4ª e 5ª Feira às 19:00hs Dias 15 e 16 São Cristovão 5ª e 6ª Feira às 19:30hs Dias 30/06 e 01/07 São Geraldo 5ª e 6ª Feira às 19:00hs Obs: Mães, procurem fazer o encontro antes do nascimento de seu bebê, para seu maior proveito e comodidade e, se possível, procurem não levar crianças.

FARMÁCIA

de Deus Deus

LÚCIA GIAROLA

06

BENEFÍCIO DAS FRUTAS VERELHAS

“ O SENHOR DEUS FEZ BROT AR DA TERRA TOD A SORTE DE ÁRV ORE DE ASPECTO AGRADÁVEL E BROTAR TODA ÁRVORE DE FRUT AS PARA COMER.” ( GN 2,9) FRUTAS

As frutas vermelhas possuem propriedades benéficas para a saúde”. Gláucia Pastore (professora de Engenharia de Alimentos da Unicamp) assim esclarece, afirmando, ainda, que “os pigmentos verdes nas plantas, verduras e frutas têm a função de proteger o vegetal dos raios solares. E essa proteção que o vegetal tem passa para os seres humanos, ao ingerirem os alimentos”. Dessa forma, o morango e a acerola combatem o envelhecimento precoce e são ricos em vitamina C. A melancia tem pigmento vermelho, que é chamado de licopeno, muito estudado e conhecido hoje como combatente de câncer de próstata. A goiaba também contém licopeno e um componente específico que acelera o processo de cicatrização. A ameixa vermelha é rica em fibras e tem alto teor de vitamina B, que ajuda no funcionamento das células e traz energia.

Novidade: Os pesquisadores consideram a jabuticaba de cor arroxeada como fruta vermelha. A fruta do cerrado tem sido alvo de estudo do Departamento de Alimentação da Unicamp. Já falamos, em outra edição, sobre a descoberta das antocianinas na casca da jabuticaba, com ação antioxidante para combater males do coração. Como ficou determinado que a maior concentração de antocianinas está na casca e que as altas temperaturas não degradam a substância, os pesquisadores levaram as cascas da fruta ao forno e transformaram-na em pó. E, como sempre, levaram para a dieta dos ratos. As análises de Laboratório, após um mês de uso, apresentaram duas surpresas: houve a redução de 10% da glicose sanguínea e 50% de redução do colesterol sanguíneo. E, novamente, as antocianinas na jabuticaba são confirmadas como combatentes dos radicais livres e diminuem as possibilidades de doenças do coração. (Estudo de Mário Maróstica – Engenheiro de Alimentos e Nutrição da Unicamp). As frutas vermelhas são ricas em vitaminas, fibras e antioxidantes. Contêm fósforo, cálcio e outros minerais. Quer ter pele jovem e cabelos brilhantes? Use de 3 a 4 frutas vermelhas ao dia, 3 vezes por semana. É uma receita deliciosa. Experimente.

Procure sempre orientação de um especialista em saúde!

Viação Campo Belo Transportes de passageiros, cargas, encomendas e turismo Formiga São Paulo


07

Junho de 2011

DIZIMISTAS ANIVERSARIANTES DE JUNHO ADEMAR DE PAULA FONCECA ADEMAR JOSE CASTRO NASCIMENTO ADRIANA JORDANIA SILVA VIEIRA ADRIANA SOUZA MELO BASILIO ADRIANO ANTONIO DA SILVA AGUEDA MARIA DA SILVA ALCIDES GARCIA DE OLIVEIRA FILHO ALESSANDRA GIAROLA GARCIA ALMIR BARBOSA ANA APARECIDA DA SILVA ANA BEATRIZ DA COSTA SILVA ANA MARIA DA SILVA ANDREA CRISTINA COSTA ANGELA MARIA GOMES ANGELA MARIA GOMIDE PEREIRA ANITA PINHEIRO OLIVEIRA FURTADO ANTONIA ADELINA BISPO ANTONIA MARIA SILVA OLIVEIRA ANTONIA RODRIGUES ANTONINHO RIBEIRO DA SILVA ANTONINO ANTONIO DA SILVA ANTONIO ARLINDO DA SILVA ANTONIO FELICIANO DA SILVA ANTONIO PINHEIRO ANTONIO PINTO DE MOURA APARECIDA MARIA DA COSTA BEATRIZ MARIA CASSIANO BELCHIOR MARTINS PARREIRA BELINHO JOSE TEODORO CARLOS EDUARDO MARTINS DA SILVA CARLOS ROBERTO DE SOUZA CECILIA GONTIJO CUNHA PALHARES CECILIA MARIA TERRA DA SILVA CELI SILVA SILVEIRA CELIO GONCALVES FERREIRA CLAUBER RODRIGUES NUNES CLAUDIA CRISTINA FERREIRA SILVA CLEUSA MARIA GONCALVES DE CASTRO CRISTIANE DE OLIVEIRA DE SOUZA CRISTIANE MARIA BERNARDES MARIANO DALTON JEAN NUNES DANIEL ALVES RIBEIRO DANIEL LUIZ LAUDARES DANIEL PINTO DE AGUIRRE DANIEL PINTO DE AGUIRRE DANIEL RIBEIRO MENDONCA DANIELA FATIMA DA SILVA DANIELA GERALDA DE ARAUJO DANIELA MIZERANE SALVIANO SANTOS DENISE FONSECA FERRARI LIMA DIOMAR RIBEIRO RESENDE DIRLEY FRANCISCO MENDONCA DIVA LUIZA MENDONCA VIEIRA DIVINA ALVES ARAUJO DIVINA APARECIDA DE MELO DIVINO VALADAO DORALICE LUZIA MEDEIROS MENDONCA EDERSON ALEXANDRE DE FARIA EDILENE PEDRINA TEIXEIRA EDILZE MARIA MOREIRA PINTO ELAINE COSTA ELAINE MONTSSERRAT DA CUNHA COSTA ELENIR MENDONCA DE OLIVEIRA ELIANA RESENDE FERNANDES ELIETE ALVES GONCALVES ELITON DA SILVA BRITO ELIZABETE DE CASTRO MENDONCA ELIZABETE MARIA FERNANDES OLIVEIRA ELIZANGELA AP. DOMINGOS CARVALHO ELIZETE GOMES DE FREITAS FARIA ELMIRA NUNES NOGUEIRA ELVES JORGE ALVES PEREIRA ELVIS DA CUNHA FERNANDES ELVIS JUNIOR DE OLIVEIRA ELZA MARIA DE BRITO ROCHA ENI SANTOS MOLINARI EUR]IDICE ELIAS LIMA EVA FERREIRA DE MELO FABIANA MAGELA RAMOS TEIXEIRA FABIANA MERCEDES DE OLIVEIRA FABRICIO GIAROLA OLIVEIRA FERNANDA FAUSTINO NOGUEIRA FERNANDO BERNARDES DE CASTRO FLAVIO ANTONIO DE SOUZA FLORACI CANDIDA PEREIRA FLORICENA SILVA DE OLIVEIRA FRANCISCA GARCIA FERNANDES GERACINA DE BRITO GONDIM GERALDA DOS SANTOS SILVA GERALDO JOSE MACEDO GERALDO MARTINS DA SILVA GERMANA VILELA DE OLIVEIRA GILBERTO ALEX DOS SANTOS GILMAR DE CARVALHO

GILVANE LEAL COSTA GISELE CASTRO DE ARRUDA GISLEY SILVEIRA CUNHA GLADYS MARIA LASMAR GLEISSON JOSE ALVES GLICERIO MARTINS DE OLIVEIRA GRAZIELLE FATIMA SILVA GUSTAVO HENRIQUE DA MOTA SALVIANO GYSELE CASTRO DE ARRUDA HELDER FERNANDO FERREIRA MATEUS HELDER FRADE DE SOUSA HELENA MARIA SILVA HELEONICE ARAUJO COUTO DA SILVEIRA HELTON DA CUNHA FERNANDES HORTENCIA MENDONCA DOS SANTOS ILTON DA FONSECA ILZE DA SILVA IONE RIBEIRO DE OLIVEIRA IRACEMA MARIA DE MENDONCA IRACI DE CARVALHO IRANI DE DEUS RESENDE IRIS DE ALMEIDA ARANTES ISABEL DA COSTA PEREIRA ITALO HENRIQUE DE OLIVEIRA ITAMAR DOS REIS DE OLIVEIRA IVANA NEIDE RODRIGUES BRITO LIMA IVONE RODRIGUES LEITAO IZAIRA TAVARES FAUSTINO JAIR HENRIQUE CARDOSO JAKISON DA SILVA JANDIRA ALVES FERREIRA JOANA DARC DE PAULA FONSECA JOANA TEIXEIRA ROSA JOAO ADOLFO SEGUNDO JOAO BATISTA PALHARES JOAO CARLOS COSTA JOAO EVANGELISTA GIAROLA JOAO PAULO DE SOUSA JOAO PEDRO FERRAZ JOAO ROCHA DA SILVA SOBRINHO JOAQUINA MATILDE DO COUTO JOEL ARANTES TELES JOEL MODESTO DE SOUZA JORGIA APARECIDA PEREIRA JOSE ALMEIDA DE CASTRO JOSE ALTAIR DA SILVA JOSE ALTAIR DA SILVA JOSE ALVES DOS SANTOS JOSE ANTONIO DE FARIA JOSE ANTONIO DE SOUZA JOSE ANTONIO PEREIRA JOSE BATISTA DE FARIA JOSE EUSTAQUIO COSTA JOSE FERREIRA BORGES JOSE JOAQUIM DE SOUZA JOSE LUIZ TEIXEIRA JOSE PAULO RODRIGUES JOSIANE FATIMA DA CUNHA JUCELIO JOSE DO NASCIMENTO JULIANA ALMEIDA BEIRIGO JULIANA APARECIDA TEIXEIRA MENDONCA JULIANA BERNARDES DE OLIVEIRA JULIETA ALMEIDA MONTSERRAT JUSSARA MARTINELI MENDONCA LAZARINA ALVES DA SILVA LEANDRO DOS SANTOS LEANDRO FARNESE TEIXEIRA LEIZE APARECIDA SILVA ARANTES LENI BARBOSA LENILDA BERALDO LOPES LEONARDO DOS SANTOS LEZIR DA SILVA LICINIO CUNHA DE VASCONCELOS LIDIANE CRISTINA DE MENEZES LILIANE JORGINA CUNHA ASSUNCaO LINDINALVA DA SILVA LINDOLFO RODRIGUES CASTRO LORENA MAIRA RODRIGUES LUCIA CARVALHO TEIXEIRA LUCIANA APARECIDA FERNANDES LUCIANA APARECIDA FERNANDES LUCIANA DE CASTRO LUCIANA TADEU DIAS RAMOS LUCILIA MACEDO RAMOS LUIS CRISTINO DE OLIVEIRA LUISA CASSINI TEIXEIRA LUIZ CARLOS ESTEVAN LUIZ HENR, SILVA E MARCILDA V.SILVA LUZIA DE SOUZA DA SILVA MAGDA DE JESUS LEITE OLIVEIRA MAIR ANGELA VELOSO NOGUEIRA MANFREDO PALHARES JUNIOR MANOEL JOSE DE SA MARCELA CRISTINA RIBEIRO MARCELO DE BRITO

MARCIONILIA RODRIGUES DE OLIVEIRA MARCOS ALBERTO RESENDE MARCOS ANTONIO BUENO MARCOS VINICIUS JULIO DA SILVA MARGARIDA FRANCES DE CASTRO MARIA ALVIM DE FREITAS MARIA AMELIA DE MENDONCA MARIA ANTONIA PINHEIRO MARIA APARECIDA ARANTES DOS SANTOS MARIA APARECIDA ARANTES DOS SANTOS MARIA APARECIDA DE SOUZA SILVA MARIA APARECIDA MACEDO DE SA MARIA APARECIDA SILVA LAGE MARIA APARECIDA SILVA SOUZA MARIA APARECIDA TERRA MARIA CARVALHO DE MELO MARIA CELIA PEREIRA MARIA CLAUDIA RODARTE RESENDE MARIA DA CONCEICAO MUNIZ MARIA DA GLORIA GONZAGA MARIA DA GLORIA SILVA ALMEIDA MARIA DAS DORES HENRIQUE DA SILVA MARIA DAS DORES NASCIMENTO MARIA DAS GRACAS COUTO MARIA DE FATIMA DO PRADO MARIA DE FATIMA GARCIA ALMEIDA MARIA DE FATIMA LEAL MARIA DE LOURDES LUCIANO DA SILVA MARIA DE LOURDES PEREIRA MARIA DE LOURDES VITOR MARIA EMILIANA FERREIRA SALES MARIA FRANCISCA FARIA DE SOUZA MARIA GORETE LEAL VELOSO MARIA HELENA SILVA MARIA ILZA DE CASTRO FERREIRA MARIA INES DE FARIA MARIA JACINTA CARVALHO FERREIRA

MARIA JOSE ALMEIDA ROCHA MARIA JOSE SALES CARDOSO MARIA JOSE TAVARES MARIA LUCIA BELO MONTEIRO MARIA LUCIA GONCALVES MARIA LUCIA RIBEIRO COUTINHO MARIA LUCIA SILVA MARIA LUISA DE MELO FARIA MARIA LUISA LIMA MARIA MARGARIDA DA CRUZ SILVA MARIA NAZARE LEAL FREITAS MARIA ROSELI ESTEVAM FERNANDES MARIA TOMAZIA PORTO MARIA VILMA SOUTO MARIANA FATIMA SOUSA MARIANA FONSECA CUNHA MARILDA DE SOUZA CANTO MARILIA MENDONCA DOS SANTOS MARILUCIA MARIA EUFRASIO MARIO ALVIN DE FREITAS MARISA NUNES CARDOSO MARLA VILELA COSTA MARLENE APARECIDA DA SILVA MARLENE CRISTINA FREITAS MARLENE MARTA LEAO MARLENE RESENDE GARCIA MARLICIA GOMES DE OLIVEIRA MAURA LUCIO DE FATIMA MAURICIO LUIZ CUNHA MAURO FERREIRA DA SILVA MAXIMILIA ANA SILVA MICHELLE TEIXEIRA DA FONSECA MIGUEL NEPOMUCENO MIRIAM DE FATIMA PARREIRA MONALIZA BENVINDA GOMES MONICA TEREZINHA FERREIRA NADIR TEIXEIRA DA SILVA NAIR DE ALMEIDA STELZER NEUZA FRANCISCA SILVA

É bom lembrar!!! Data 01

Hora Q

02

Q

03

S

04

S

05

D

06 07

S T

08 09

Q Q

10 11

S S

12

D

13

S

14

T

15

Q

16

Q

17

S

18

S

19

D

20

S

21

T

22

Q

23 24

Q S

25 26

S D

27

S

28

T

29

Q

30

Q

19:00 19:00 19:30 19:30 20:00 19:30 20:00 20:00 14:00 08:00 13-14 20:00 19:30 19:30 19:00 20:00 09:00 19:00 08:30 09:30 19:30 07:00 19:30 19:30 19:30 20:00 19:15 20:00 09:00 14:00 19:30 19:30 19:30 19:30 20:00 14:00 18:00 19:30 19:30 19:30 -

NILMA FERREIRA DE OLIVEIRA NIZIA GARCIA LEAO OMAR FERREIRA CAMARGOS PATRICIA LEAL FERNANDES LIMA PAULA CRISTINA DAS NEVES RIBEIRO PAULO ANTONIO ARANTES PAULO BATISTA SANTOS PAULO JOSE FRADE PEDRO ARNALDO SIDNEI PEDRO FREDERICO LAGE PEDRO RODRIGUES DE MORAES FILHO POLIANA ARANTES CHAVES RAIMUNDO CESAR PACHECO RAQUEL BARBOSA BORGES RAUL GERALDO JUNIOR SOARES REGIANE CAMPOS PEREIRA LEMOS REGINA CELIA SANTOS MOURA REGINA PATRICIA MENDONCA RENATA LARA ALVES RITA DE CASSIA CASTRO ROBERTO DA COSTA RODRIGUES ROBERTO ROCHA ROMIRO JOAQUIM DE OLIVEIRA RONALDO LUIS DE ASSIS RONALDO MOURA DA SILVA ROSANE GOULART PEREIRA ROSANGELA MARIA DA FONSECA ROSANGELA MARIA MENDONCA LAUDARES ROSANIA MARIA DA SILVA SIMOES ROSELMA MARIA SILVA OLIVEIRA ROSILANE SILVA MARTINS ROSILENE GONDOIM NETO FERNANDES RUBENS EDUARDO SEBASTIANA APARECIDA F. DE ALMEIDA SEBASTIAO DA SILVA SEBASTIAO DE PAULA FONSECA SEBASTIAO MORAES DA SILVA FILHO SEBASTIAO PEREIRA DAMASCENO

SEBASTIAO SOARES DE MENEZES SELMA DE OLIVEIRA SENHORINHA DA FONSECA SERGIO ANTONIO LIMA SILVESTRE RIBEIRO DE OLIVEIRA SOLANGE MARIA DE OLIVEIRA SOLANGE PALHARES SILVA SOROR TEREZA S. OLIVEIRA TACIO ALVIM FREITAS TEREZINHA DE JESUS SILVA TEREZINHA FERREIRA TEREZINHA MARIA PASSOS TEREZINHA MARIA PIRES VALDIR ARANTES VALDIR MACEDO DE CASTRO VALERIA MARTA DE MORAES VANESSA MENEZES MOURA VERA LUCIA DA CUNHA VERA LUCIA DAMASCENO VILMA ARANTES VILMA MARIA SOUTO VINICIUS RODRIGO SANTOS VITORIA ALVES MORAIS VITORIA GLORIA GONCALVES DE SOUZA WALTER LUIZ DA CUNHA JUNIOR WANDREY FILLIPE VIEIRA RAMOS WANTEVIR LOPES FERREIRA WANTUIL FERNANDES FERREIRA WASHINGTON ARANTES WILSON INACIO DA SILVA YOLANDA CAMILA DE OLIVEIRA ZELIA CASTRO RODRIGUES ZELIA COSTA OLIVEIRA ZELIA DA SILVA TEIXEIRA ZELIA LUISA FARIA PAIM ZILDA SIQUEIRA COSTA ZULEIK ALVES ARAUJO FONSECA

Agenda Paroquial de Junho Local

Atividade

Responsável

Imaculada: Reunião com catequistas Sto. Antônio: Reunião mensal com Coord. Comunidades Catequese: Reunião foranea de Catequese Sto. Antonio: Reunião da Equipe de Liturgia Sto. Expedito: Reunião de Catequistas Imaculada: Reunião com Coordenadores de setor Reunião da Conferência- N.Sra de Lourdes MESC: Reunião mensal Rosa Mística: Terço dos Homens RCC: Encontro de Formação de Cura e Libertação Past. da Criança: Reunião com Coord. de Área RCC: Encontro de Formação de Cura e Libertação ASCENSÃO DO SENHOR Imaculada: Missa da Catequese RCC: Encontro de Formação de Cura e Libertação Confraria do Rosário: adoração ao Santíssimo Sacramento e reunião Divina Misericórdia: Missa ANIVERSÁRIO DA CIDADE- Feriado Pastoral do Dízimo: reunião do dízimo- Entrega de carnês Rosário: Celebração da Palavra no Regional Rosa Mística: Grupo de Oração

Sala/ Igreja

Past. da Criança

Arcos Sala de reuniões Sala de reuniões Imaculada N. Sra de Lourdes Salão Paroquial

Coord. Diocesana Eliana Coord. Catequese Soraia

Casa de Cursilho R. Sta. Tereza Casa de Cursilho

RCC Past. da Criança RCC

Salão Paroquial Casa de Cursilho

Equipe RCC

Salão Paroquial Setor

Lourdes Castro Setores/ liturgia

Pastoral da Criança: Reunião Mensal- Coordenadores Santo Antônio: reunião dos MESC Rosa Mística: Terço dos Homens SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Dehonianos: Festa do SCJ Início da Novena de São Vicente MEP: Cont. do Estudo Catequético Santa Luzia: II Etapa Missão Jovem Vox Dei (Missa) PENTECOSTES Conselho Forâneo de Evangelização Novena de São Vicente Festa de São Vicente Reunião Diretoria Administrativa de N. Sra de Lourdes XI Domingo Comun SANTO ANTONIO (Quartéis)- Missa- Festa do Padroeiro Novena de São Vicente Novena de São Vicente Rosa Mística: Grupo de Oração CPAE- Reunião do Conselho Econômico CPE- Reunião do Conselho de Evangelização Novena de São Vicente Novena de São Vicente Santo Antônio: Reunião do CCE Nossa Senhora de Lourdes: Reunião da Conferência Pastoral Familiar- Reunião mensal Santo Expedito: reunião do CCE- Conselho Com. de Evangelização Pastoral Familiar: reunião mensal Pastoral da Acolhida: reunião Imaculada: reunião dos MESC Novena de São Vicente Rosa Mística: Terço dos Homens Imaculada: reunião com coroinhas Novena de São Vicente- Missa Campal Noite Junina Vox Dei SANTÍSSIMA TRINDADE MDJ: Promoção Santo Antônio Pastoral Familiar: missa de consagração das Famílias ao SCJ Sto. Antônio: celebração da vida Celebração do Setor: N. Sra. de Lourdes SÃO LUÌZ GONZAGA (Santa Casa) Rosa Mística: Grupo de Oração Catequese: reunião com coord. da catequese paroquial Rosa Mística: Reunião CCE CORPUS CHRISTI Santo Expeditos: reunião da equipe de liturgia Rosa Mística: Terço dos Homens Pastoral da Criança: Pesagem XIII Domingo do Tempo Comum Pastoral do Dízimo: Domingo do Dízimo Rosário: reunião Conselho Comunitário de Evangelização Rosa Mística: Reunião dos MESC- MEP N. Sra. de Lourdes: Reunião CCE Rosa Mística Grupo de Oração Pe. José Stolfi (53ºAniversário de Ordenação Sacerdotal) Sto. Antônio: reunião MESC Sto. Expedito: reunião MESC Nossa Sehora de Lourdes: reunião da Conferência

Santo Antônio Salão Sto. Antônio

Past. da Criança

Seminário

Dehonianos

Salão Paroquial Igreja Sta. Luzia

Dalvinha

N. Sra de Lourdes

Diretoria Admnistrativa

Casa Paroquial Salão Paroquial

Pe. Aurélio Pe. Aurélio

N. Sra. de Lourdes Salão Paroquial Sala de Reuniões Salão Paroquial Salão Paroquial Imaculada

Pastoral Familiar Coord. Geral Past. Familiar Florentina Sandra/ Maria das Graças

Imaculada

Ângela

A Definir

Patrick

Salão Sto Antônio

MDJ Maria

Lurdinha Gomes

Divina Misericórdia

Comunidades N. Sra de Lourdes Salão Paroquial

Pastoral Familiar

Coord. Paroquial

Sala de reuniões Rosa Mística Comunidades Salão da Igreja

Pastoral do Dízimo Coord./ diretoria

N. Sra de Lourdes

Sala de reuniões N. Sra. de Lourdes

Coordenação M.


Junho de 2011

SEMANA TRÍDUO SANT A ANTA

ENCONTRO

DOMINGO

DA

DE

CASAIS

RESSURREIÇÃO

08


PUBLICAÇÃO

MENSAL

DA

PARÓQUIA

06/06

SÃO

VICENTE

FÉRRER

-

FORMIGA

-

MG

ANO

nos amou”diz São Paulo. São Pedro glorifica o Deus que nos gerou, nos gerou de novo pela Ressurreição, para uma esperança vida. E o próprio Jesus nos diz, “Vinde a Mim todos os que estão cansados e eu os aliviarei.” TODOS: Que grande esperança traz para nós essa afirmação de Jesus!

PEDIDO DE PERDÃO: ANIMADOR: Muitas vezes, olhamos a Deus com agradecimentos e mais vezes ainda, com tantos pedidos. Será que todas essas vezes nós o olhamos com o coração? Pelas vezes, em que deixamos nosso olhar vagar até Deus, com o coração vazio ou até cheio de ódio e rancor, peçamos perdão. TODOS: Piedade, piedade de nós. Pelas vezes que não deixamos o Coração de Jesus tomar conta do nosso, peçamos perdão. TODOS: Misericórdia de nós, Senhor. LEITOR 1: Passamos toda a nossa vida tentando “descobrir” Deus dentro de nós, mas nem sempre fazemos isto de coração. Deus é infinito e se tornou pequenino no ventre de Maria. Como compreender esta verdade tão intensa?Somente no Amor podemos

244

-

JUNHO

de

2011

Olhar a Deus com o coração

MARIA APARECIDA PEREIRA DA CRUZ

ACOLHIDA: ANIMADOR: Irmãos e Irmãs, nesse dia festivo, em que nossa cidade comemora mais um ano de emancipação,entreguemos ao Coração de Jesus nossas aspirações políticas e nossas ações de graças por termos uma cidade bela e acolhedora, cheia de problemas,mas cheia de gente boa e amiga. Iniciemos nosso encontro, invocando a Trindade Santa: Em nome do Pai...

XIX

entender e viver esse mistério de Cristo.Esse Cristo que nasceu, sofreu, morreu e em um dia de Glória, ressuscitou para salvar a todos nós.TODOS: Senhor, eu creio, mas aumentai a minha fé. LEITOR 2: Somos tão preciosos para Deus que Ele ofereceu o Seu Filho para nos amar, viver conosco e nos salvar, mostrando a doce verdade de São João: “Deus é amor”.É nessa verdade que o humano se torna realmente “humano” pelos bons sentimentos, pela pureza de sua consciência, pela sua sensibilidade com seus irmãos. TODOS: Senhor, fazei -me mais humano com meus irmãos, através de nosso Coração. LEITOR 3: O Coração de Jesus que, neste mês de Junho,comemoramos e a quem rendemos as nossas homenagens e nosso apreço é a escola que nos ensina a amar. O Coração de Jesus é o sinal concreto de tudo de bom que Deus espera de nós.Recordemos Lucas que, em várias passagens, nos mostra a misericórdia de Jesus: a ressurreição do filho da viúva de Naim, o Bom Samaritano, a parábola do filho pródigo. TODOS: Coração de Jesus, fazei-nos “voltar” para a casa do PAI. LEITOR 1: “Deus é rico em misericórdia, pelo grande amor com que

LEITOR 2: Nas 12 promessas que o Coração de Jesus fez a nós, Jesus se apresenta como nosso refúgio, bênção das famílias, de nossos empreendimentos, fonte de nossa santificação, segurança em nossas fraquezas e penhor de nossa salvação eterna. TODOS: Em nosso culto ao Coração de Jesus, recebemos d’Ele as 12 promessas. LEITOR 3: 1ª promessa: “Eu lhes darei todas as graças necessárias a seu estado”. 2ª promessa: “Eu farei reinar a paz em suas famílias.” 3ª promessa: “Eu os consolarei em todas as suas aflições. “ TODOS: 4ª promessa: “Eu lhes serei refúgio seguro durante a vida e ,sobretudo, na morte.” LEITOR 1: 5ª promessa:”Eu lançarei abundantes bênçãos sobre todas as suas empresas.” 6ª promessas: “Os pecadores acharão, em meu coração, a fonte e o oceano infinito das divinas misericórdias.” 7ª promessa: “ As almas tíbias tornar-se-ão fervorosas.” TODOS: 8ª promessa: “As almas fervorosas elevar-se-ão rapidamente a uma grande prefeição.” LEITOR 2: 9ª promessa: “Eu mesmo abençoarei as casas onde se achar exposta e honrada a imagem do meu “Sagrado Coração.” 10ª promessa: “Eu darei aos sacerdotes a graça de comover os corações mais endurecidos.” 11ª promessa: “As pessoas que

propagarem essa devoção terão, para sempre, seus nomes escritos em Meu Coração.” TODOS: 12ª promessa: “No excesso de misericórdia do meu amor concederei a todos aqueles que comungarem na 1ª sexta- feira de 9 meses seguidos, a graça da penitência final.Não morrerão em pecado mortal e sem antes receberam os santos sacramentos.” PALAVRA DE DEUS: ANIMADOR: É tão rico e maravilhoso o culto ao Coração de Jesus, que nunca o deixaremos, Ele sempre estará presente em nós. Cantemos: Toda Bíblia é comunicação.... Ouçamos: João 19,31-37 PARTILHA: 1-Quando furaram o lado de Jesus, transpassaram o Seu Coração. Qual o significado do sangue e da água? 2- O que essa passagem do Evangelho de João acrescenta para nós, em nossa devoção ao Sagrado Coração de Jesus? PRECES: TODOS: Senhor, desse admirável Coração, apesar de nossa ingratidão, ainda jorra água e sangue para nos salvar.É com infinita sinceridade que nós pedimos: banhai nosso corpo e nossa alma com esta água e com este sangue. Fazei com que nosso coração seja semelhante ao vosso.Amém. ENCERRAMENTO:Santa Margarida Maria de Alacoque foi quem recebeu de Jesus, as Suas Promessas.Ele deixou bem claro, para ela e depois para nós, que a nossa Salvação depende d”Ele e explica para nós, hoje, as palavras mais usadas por Jesus: graça, paz, consolo, bênção, refúgio, poder de conversão. Cabe a nós aplicá-las em nossas vidas. Até próximo encontro: Canto: Coração santo, tu reinarás ...


Junho de 2011

13/06

E-2

O Coração de Jesus nos acolhe

ACOLHIDA: ANIMADOR: Jesus nos acolhe e nós nos sentimos acolhidos em nosso encontro de hoje, pois, onde duas ou mais pessoas estiverem reunidas, Ele aí está para nos acolher e se reunir conosco , abençoandonos. E assim O acolhamos, cantando: Em nome do Pai...

esperando, que o outro mude, mas quem tem que mudar somos nós. Pela leitura da palavra, nós o encontraremos pronto a nos acolher .

PEDIDO DE PERDÃO: O Coração de Jesus é só Amor, Perdão e Misericórdia. Como cremos nisso, peçamos a Ele que nos perdoe pelas vezes em que não acolhemos nossos irmãos pequenos, doentes, idosos e carentes de sua presença.

LEITOR 3: Também nós precisamos aprender a acolher o irmão, como Jesus nos acolhe em seu Sagrado Coração. Jesus não olha o pecado mas o pecador, e agindo assim, ama aquele que O procura, transforma a vida do que foi acolhido, e o convida a abrir seu coração, e seus ouvidos para a escuta da Palavra e o perdão . Quem acolhe o irmão é acolhido no Sagrado Coração de Jesus.

LEITOR 1:Quando dizemos que o Coração de Jesus nos acolhe, sentimos que é a Sua misericórdia, Ele sempre foi movido pela misericórdia. Fazem parte da Missão de Jesus a misericórdia, o perdão, a ternura, e esta ternura transcende a dos homens . Todas as suas dádivas são gratuitas e inesgotáveis em cada dia de nossa vida, dadas a todos, sem exceção, especialmente aos mais desamparados de nossa sociedade. TODOS: O Coração de Jesus é o médico que carrega sobre si todas as nossas enfermidades. LEITOR2: Na vida de Jesus, vemos que a misericórdia está presente todo o tempo, em tudo, e todos que clamam “tem piedade de mim “ são atendidos. No Evangelho, vimos Jesus chegar a chorar por Lázaro, sobre Jerusalém e as cidades que não souberam acolhê-lo. TODOS: Jesus alegra-se com as crianças e as acolhe com carinho. LEITOR 3: A Missão de Jesus é recuperar o que foi perdido pelo pecado, por isso, Ele faz o bem, reage diante do sofrimento e atua para resolver os problemas, como fez nas Bodas de Canaã, na pesca milagrosa e em muitas outras oportunidades. Mais ainda, evangeliza os pobres , prega para libertar das tiranias provocadas por uma religião que exclui e marginaliza. TODOS: Jesus denuncia aqueles que, usando da “religiosidade” ,ocultam a opressão, excluem da religião e até culpam as vítimas.

TODOS: Quando estamos acolhidos no Coração de Jesus, tudo mais vem por acréscimo.

TODOS: Cada vez que acolhemos o irmão, Jesus nos acolhe.

LEITOR 1: O Coração de Jesus nos convida a entrar no seu coração e aí depositar os nossos fardos pesados e sofridos de cada dia. Ele é manso e humilde e, por isso, acolhe a todos sem distinção. Recebe os nossos sofrimentos e nossas dificuldades diárias. É este coração manso e humilde que, ao acolher-nos , colocase a caminhar conosco nas estradas perigosas de nossa existência. TODOS: Cristo, o Bom Pastor, cuida de nós, como uma mãe cuida de seus filhos. LEITOR 2: O Coração de Jesus nos convida a nos aconchegar junto a esta Fonte de Água Viva e reabastecer as nossas energias. Cristo nos chama a largar a pesada carga de nossos pecados que nos fadigam e a entrar em seu coração e beber desta água e deste sangue que jorrou no alto da cruz para nos nutrir com o verdadeiro amor. TODOS: Ser manso de coração significa ser dócil , brando, amoroso, ir de modo pacífico contra as injustiças. LEITOR 3: Jesus é paciente conosco, pois sabe o quanto somos miseráveis e pecadores, e seu coração espera,

pacientemente, aberto para acolher todas as nossas misérias. Paciência é a ciência da paz. E é na paz do Coração de Jesus que somos sempre acolhidos. O Coração de Jesus é a fonte inesgotável da misericórdia e paz, e para que possamos beber desta fonte, Jesus nos pede só uma coisa: TODOS: Que nos entreguemos ao Seu Coração. LEITOR 1: É dentro do Coração de Jesus que encontraremos misericórdia. “Vinde a mim vós todos que estão aflitos, e eu vos aliviarei.” Ele nos chama à conversão, que é um processo permanente a se realizar em toda nossa vida. João Paulo II, na Eclesia in America, diz: “ É necessário renovar constantemente o encontro com Jesus Cristo vivo, caminho que nos conduz à conversão permanente. TODOS: São Paulo, na Carta aos Coríntios, nos exorta : “Reconciliainos com Deus”. LEITOR 2: É o Coração de Jesus que nos acolhe é lá que precisamos estar mas, muitas vezes, vamos descansar nossos corações em outros lugares, queremos encontrá-lo onde Ele não está . É preciso sairmos de nós mesmos e lançarmo-nos no Coração de Jesus. Muitas vezes não mudamos,

A PALAVRA DE DEUS. ANIMADOR: É devoto do Coração de Jesus quem o ama, imita suas virtudes, lhe faz reparação dos ultrajes que recebe e corresponde ao amor que Ele tem por nós. Também é amado quem faz da Bíblia seu guia, seu manual. Pensando nisso, cantemos “Eu gosto de escutar Tua Palavra...” Ouçamos Mateus 11,28-30 PARTILHA: O que vem a ser o Jugo que Jesus nos diz? E o fardo? Como fazer para ser acolhido no Coração de Jesus e acolhê-lo? PRECES:Rezemos, juntos, a oração que o Papa Pio IX compôs: “Abrí-me o vosso Sagrado Coração, Jesus, mostrai-me os seus encantos e uni-me a Ele para sempre. Senhor Jesus, eu vos adoro, aceitai o pouco que pratico, fazei-me reparar o mal cometido, para que vos louve no Templo e vos bendiga durante toda a eternidade . Amém. ENCERRAMENTO: Felizes porque somos acolhidos no Coração de Jesus e porque O acolhemos no nosso, podemos dizer. Obrigado, Senhor, porque nos permitistes estar aqui, refletir e orar. Um abraço de paz encerra este nosso encontro de hoje. Canto : Jesus está aqui...


E-3

Junho de 2011

20/06

Jesus o ungido do Espírito Santo

ACOLHIDA: ANIMADOR: Amigos e irmãos em comunidade, Deus seja bendito por nos deixar reunir em seu amor, para propagarmos o seu Reino. Que o Espírito Santo nos ilumine e nos guie. Invoquemos este Santo Espírito : Vinde, Espírito Santo... Em nome do Pai ...

e parta para a Missão. Com a Ascenção ao céu, Jesus volta a convivência no grupo comunitário, onde foi preparar um lugar para cada um de nós.

PEDIDO DE PERDÃO: Todos os pecados que fazemos podem ser perdoados se nos arrependermos sinceramente, menos aquele que fazemos contra o Espírito Santo. Peçamos, pois, que este Espírito de Deus nos ilumine e que nos dê a coragem suficiente para nos arrependermos de nossos pecados, dando-nos o perdão de nossas culpas.

LEITOR 1: Jesus é o novo Moisés, segundo Mateus, porque Ele instituiu o grupo dos 12. Depois da morte e Ressurreição de Jesus, os apóstolos começaram a evangelizar, levaram a Igreja pra frente com a força de

TODOS: É importante a vida em Comunidade.

força de corrigir, valorizar e ter piedade dos que sofrem. LEITOR 2: As nossas comunidades devem ser nossa “Betânia”, isto é, lugar de amizade, de oração, formação e de Deus, nas quais se cultivam a fidelidade ao Evangelho e o compromisso total com a pessoa de Jesus. É isso que fazemos hoje, nos nossos encontros de comunidade, nas pastorais que a Igreja nos propõe a ajudar. A Igreja e as comunidades são lugares de comunhão e participação.

TODOS: “Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, estarei no meio deles”

TODOS: Jesus me escuta, me ilumina e me mostra o caminho que devo seguir para evangelizar. LEITOR 3: Jesus envia o seu Espírito ao grupo reunido no Cenáculo, em companhia da Virgem Maria, local onde celebra a ceia e faz com este grupo, seja iluminado

A PALAVRA DE DEUS: Com a unção de Jesus pelo Espírito Santo, o nosso Batismo foi também santificado. Ao sermos batizados “Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”, passamos a fazer parte da comunidade do céu, fazendo aqui a nossa parte na comunidade terrena. Cantemos. Como são belos os pés do mensageiro. Ouçamos Mateus 3, 13-17. PARTILHA: 1. Pelo Batismo nos tornamos filhos de Deus. Como viver este Batismo? 2. A Santíssima Trindade está presente no Batismo de Jesus e está no nosso. Como explicar isso? 3. O que representa para nós ver Jesus ungido do Espírito Santo, em sua humanidade?

LEITOR 1: Receber o Espírito Santo é o sinal de que realizaremos uma tarefa para Deus e viveremos a fé na Santíssima Trindade, em nossa comunidade. Na Igreja, essa vida comunitária é muito importante Jesus vive primeiro na comunidade familiar e aí aprendeu a ser humano. Na multiplicação dos pães , pede que as pessoas se reúnam em grupos. Designa discípulos e os enviar a evangelizar.

LEITOR 2: Aos pés da cruz, está com Jesus um grupo de pessoas além de Maria, sua Mãe e João. Com os discípulos de Emaús Jesus de um jeito especial, aproximou-se escutou, perguntou, iluminou, celebrou e enviou para a missão. É isso que Ele quer de nós hoje. É Ele que se aproxima de nós pela Eucaristia e pela Palavra , nos escuta, nos pergunta, nos ilumina , celebra conosco e nos envia para a Missão, nós, que também somos ungidos, pelo Espírito Santo, no Batismo.

água, santificou a água do nosso Batismo. A fonte é purificada para a graça batismal, concedida aos que serão batizados.

Pentecostes. Eles evangelizavam nas casas. Reuniam-se em grupos e elegiam um animador. Assim continuava a Igreja fundada por Jesus. TODOS: Muitas vezes, a conversão de uma família é o inicio de um grupo. LEITOR 2: Os discípulos ensinavam a Doutrina de casa em casa e mostravam a verdadeira fé, luz da Igreja que vem ao coração de todos os filhos e filhas, como Moisés no deserto, e cria grupos para melhor governar o povo. Jesus tinha um grupo de amigos em Betânia: Marta, Maria e Lázaro. Era uma amizade humana a serviço da evangelização. Nesse grupo, Jesus corrige os erros de Marta, valoriza a oração de Maria, prova sua amizade , ressuscitando Lázaro, e evangeliza na hora do sofrimento. TODOS: Senhor, que eu tenha a

TODOS: Igreja é povo organizado, onde cada um deve assumir a sua missão e trabalhar em conjunto, na unidade e na distribuição dos serviços. LEITOR 1: Foi a partir do Batismo, nas margens do Rio Jordão , que Jesus se mostrou a todos como o ungido de Deus, como aquele em que o Espírito Santo estava presente e atuava. O Batismo do Senhor não foi somente um “ato penitencial” que ele quis para dar como exemplo ao povo. Com o aparecimento do Espírito Santo, em forma de pomba e a proclamação do Pai “Este é Meu Filho amado”, o Espírito Santo desceu sobre a humanidade de Jesus, para impulsioná-lo na grande Missão que Ele ia iniciar. TODOS: Jesus, mergulhado na,

PRECES: Rezemos em dois coros. A . Ei-nos aqui, Senhor, reunidos como irmãos e companheiros a caminho. Queremos viver na vivência da comunhão fraterna, no anúncio do Reino, na capacidade de diálogo e no serviço a todos que necessitam. B. Dai-nos, sempre, o fogo do Teu Espírito para sabermos o que é melhor para perseverarmos no bem. Temos desafios a vencer para transformar a vida na direção do Teu projeto de amor. TODOS: Inspira-nos, acompanhanos e fortalece-nos juntos, como comunidade fraterna, e no Teu Espírito caminharemos. Amém. ENCERRAMENTO: ANIMADOR : Só quem sabe viver esta unidade que Jesus nos ensina, é capaz de entender que não somos famílias isoladas, comunidades indiferentes. Somos elos de ligação, que trazem em sua existência a fé no Deus que a gente chama de Pai. Nesta unidade, nós nos despedimos com o abraço da Paz. Canto: Paz, paz de Cristo, paz que vem do Amor...


Junho de 2011

27/06 ACOLHIDA: ANIMADOR:Caros Irmãos e Irmãs, mais uma vez, temos a felicidade de nos encontrarmos para cuidar da nossa vida espiritual, pois a vida material, muitas vezes, tem nossa preferência e nossa disposição. Invoquemos a Santíssima Trindade. Em nome do Pai ... PEDIDO DE PERDÃO: A Eucaristia existe para coroar nossa vida e nos santificar. Para sermos santos e frequentadores de Mesa Sagrada, precisamos do perdão de Deus. Por um momento de silêncio, façamos um pequeno exame de consciência e peçamos perdão a Deus por tudo aquilo em que O contrariamos. LEITOR 1: Para que possamos realizar a Missão que Deus tem para cada um de nós, é preciso nos preparar . Este preparo inclui corpo, mente e coração. Nosso corpo deve estar em harmonia com nossa mente e em paz com nosso coração, pois, se uma dessas partes está desajustada, haverá um conflito e não realizaremos a Missão que Deus quer de nós. Essa vida harmoniosa, nós só conseguimos com a Eucaristia fazendo parte dela. TODOS: Dá-me deste Pão ,

E-4

Eucaristia: Força para a Missão Senhor. LEITOR 2: Para a Missão de Cristo, ligado à Eucaristia, não há fronteiras geográficas nem sociais. Quem ama a Eucaristia se incultura no meio dos povos mas, se ela não nos transformar a ponto de sabermos dividir o Pão material e espiritual , não teremos uma vida de fé a serviço dos irmãos. A Eucaristia é ceia, comida, partilha fraterna, comunhão com o Pai, com Cristo e com os irmãos. TODOS: É preciso partir e repartir o Pão na Mesa Sagrada. LEITOR 3: O culto à Eucaristia exige da Igreja muito respeito e diálogo. Ela é entrega, é sacrifício, é cruz. Não há Missão sem entrega, sem doação. É possível que o nosso comodismo esteja atrasando a Missão da Igreja no mundo. Maria que gerou o Cristo é a primeira missionária Ela continua sendo a esperança , o modelo e a força dos que abraçaram a missão de Jesus. TODOS: Toma, Senhor, minha vida em ação, para mudá-la em fruto e missão. LEITOR 1: O cristão que faz uma a u t ên t i c a experiência da Eucaristia, vive, necessariamente, num constante estado de missão

, pois quem se alimenta do Corpo e Sangue de Cristo sente a vontade de anunciar e testemunhar o amor do Seu Senhor, com sua vida e suas atitudes. Quem se alimenta da Eucaristia torna-se um promotor da paz, da comunhão, da solidariedade em todos os lugares e em todas as circunstâncias da vida . TODOS : Eucaristia é sinônimo de serviço e de partilha. LEITOR 2: Amar os pobres de maneira eucarística é estabelecer uma ligação afetiva. Às vezes não conhecemos nem seus nomes e quais são seus problemas, mas sabemos que o que os faz sofrer é a sua redução à insignificância e anonimato. Movidos pela Eucaristia, nos aproximaremos dos pobres de maneira mais humana, terna e maternal e de mansidão evangélica. TODOS: Pela Eucaristia, façamos com que os pobres tenham uma vida digna. LEITOR 3: O Espírito Santo na Eucaristia deve ser a fonte do nosso testemunho e da nossa vocação à santidade. Recebendo o Santo Sacramento, percebemos u m a t ra n s f o r m a ç ã o i n t e r i o r, porque a Eucaristia leva o homem renascido do Batismo a uma vida segundo o Espírito, portanto, uma vida moral elevada. Como receber Cristo Vivo, dando apoio político a opções imorais como o aborto, a corrupção, a desonestidade, o escândalo? TODOS: Apoiar alguém que aja contra a vida, a justiça e a paz é pecado grave. LEITOR 1: Nós devemos nos lembrar sempre de que a Eucaristia é capaz de nos encorajar para a força moral , a santidade e o progresso espiritual. É ela que nos permite a construção de uma sociedade justa, através da responsabilidade pessoal de cada um e da participação ativa da missão da Igreja no mundo. A Igreja deposita uma grande

esperança nos jovens, cada vez mais atentos à Eucaristia, tesouro precioso, fonte inesgotável, para a renovação da vida da Igreja e esperança para o mundo. TODOS: João Paulo II afirmava “ A Eucaristia é o centro vital em redor do qual desejo que os jovens se congreguem para alimentar sua fé e seu entusiasmo”. A PALAVRA DE DEUS A Eucaristia é o maior presente que Deus deixou para nós. Alimentemo-nos dela e da Palavra. Ouçamos Mateus 26,26-29. PARTILHA: 01. Jesus abençoou e deu o Pão aos seus amigos. Como estamos fazendo a partilha do nosso Pão material e espiritual? 02. Que valor damos à Eucaristia em nossa vida de fé? Jesus rendeu graças . E nós, estamos rendendo graças, mostrando nosso agradecimento e nosso desejo de fazer alguma coisa pela Igreja? PRECES : Vamos rezar juntos: Faze, Senhor, que depois de cada Eucaristia, não nos falte o empenho de testemunhar seu amor entre aqueles que sofrem. Que possamos abraçar teu Corpo Ressuscitado para nos sentirmos transformados pelo teu perdão e p e l a t u a c a r i d a d e . S e n h o r, concede-nos a força de deixarnos “pregar” por teu amor . Só assim nossa caridade se tornará livre e total. Amém . ENCERRAMENTO: Sendo o pão uma comida que nos serve de alimento e se conserva guardado, Jesus Cristo quis ficar na terra sob as espécies de pão, não só para servir de alimento às almas, mas para ficar guardado no Sacrário. Façamos uma visita a Ele, no Sacrário, sempre que pudermos, e assim nossa missão será sempre renovada. Obrigado a todos e até o nosso próximo encontro. Canto: Bendito, louvado seja...


São Vicente