Page 1

Informativo da Paróquia

JUNHO 2009 - ANO 2 - Nº17

www.igrejasantaluzia.com.br

JESUS CRISTO VIVO NA SAGRADA EUCARISTIA Na festa de Corpus Christi comemoramos a presença real de Jesus Cristo na Sagrada Eucaristia. A Eucaristia foi celebrada pela 1ª vez por Jesus Cristo na QuintaFeira Santa, e por isso Corpus Christi se celebra na quinta-feira após a festa da Santíssima Trindade, que por sua vez acontece no domingo depois de Pentecostes. Em 1247, aconteceu a 1ª procissão eucarística pelas ruas da cidade de Liège, já como festa da diocese, mais tarde tornou-se festa nacional na Bélgica. A festa mundial de Corpus Christi foi decretada em 11 de agosto de 1264 pelo Papa Urbano IV que, recebeu o segredo das visões da freira agostiniana, Juliana de Mont Cornillon, que exigiam uma festa da Eucaristia no Ano Litúrgico, o Papa Urbano IV morreu pouco tempo depois. Corpus Christi tomou seu caráter universal definitivo, quando o Papa Clemente V tornou a Festa da Eucaristia um dever canônico mundial. O Papa João XXIII começou levar a Eucaristia em procissão pelas vias públicas, como ação de graças pelo dom supremo da Eucaristia e como manifestação pública da fé na presença real de Cristo na Eucaristia. Em muitas cidades é costume enfeitar as ruas por onde os fiéis passarão. Para tanto, são confeccionados tapetes coloridos feitos com os mais variados materiais. Nesses tapetes são confeccionados desenhos que lembram a figura de Jesus, o cálice e o pão. Sobre Corpus Christi o Papa Bento XVI esclarece que "ser cristãos quer dizer reunirse em todas as partes do mundo para estar na presença do único Senhor e se tornar n’Ele

uma só coisa". Eucaristia não é fato privado, "reservado aqueles que se escolhem por afinidade ou amizade", mas "um culto público, que não tem nada de esotérico, de exclusivo". O terceiro elemento que constitui a festa é a adoração. "Ajoelhar-se diante da Eucaristia é profissão de liberdade: quem se inclina a Jesus não pode e não deve prostrar-se diante de nenhum poder terreno, por mais forte que seja", disse Bento XVI. Outro aspecto é o

caminhar, expresso na procissão. "Com o dom de si mesmo na Eucaristia, o Senhor Jesus nos livra de nossas ‘paralisias’, faz-nos levantar e, faz-nos dar um passo adiante, e depois outro passo, e assim nos coloca no caminho, com a força desse Pão da vida", afirma o pontífice. "A procissão do Corpus Domini nos ensina que a Eucaristia quer nos livrar de todo abatimento e desconforto, quer nos fazer levantar, para que possamos

empreender o caminho com a força que Deus nos dá mediante Jesus Cristo". O Concílio Vaticano II chama-nos a atenção para a verdade do Evangelho e da importância da celebração da Santa Missa convidando os fiéis à reconciliação e à adoração, mas, sobretudo à Comunhão. A celebração do Corpo de Cristo vem acender em todos nós o fogo celeste que Cristo trouxe a terra e que quer acender, sobretudo por meio da Eucaristia. As comunidades são convidadas a realizar uma catequese mais intensa sobre a Eucaristia, uma participação mais ativa na sagrada liturgia, uma busca atenta de iniciativas e uma cuidadosa realização de obras sociais, que favoreçam a promoção humana e a devida comunhão de bens, de modo que a mesa Eucarística seja o centro difusor do fermento do Evangelho. A expressão Corpo de Cristo manifesta a indissolúvel união, dos cristãos entre si como membros uns dos outros, e de todos com Cristo. Agora, no céu, Cristo é a cabeça de seu corpo glorificado. Onde quer que estejamos, encontramo-nos unidos aos demais. Através da Eucaristia, Jesus nos mostra que está presente ao nosso lado, e se faz alimento para nos dar força para continuar. Jesus nos comunica seu amor e se entrega por nós. Sônia Borgert Foss

PROGRAMAÇÃO 8 horas

Missa na igreja Santa Luzia

10 horas

Missa na comunidade Senhor Bom Jesus

15 horas

Missa na praça Nereu Ramos

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES PAROQUIAL - JUNHO 2009 DATA 02 04 06 07 07 11 13

EVENTO Encontro Diocesano do Clero CPP Festa das Tendas Encontro de Jovens do Reejaf CPJ Corpus Christi Curso para Novos Catequistas

LOCAL Seminário Santa Luzia Santa Luzia Santa Luzia São Domingos Santa Luzia Santa Luzia

HORARIO 19h30 14h 16h 14h 8h 14h

DATA 20 20 21 21 24 27 28

EVENTO Reunião Consolação e Esperança Curso para Novos Catequistas Formação para Noivos Encontro Diocesano do Apostolado da Oração Reunião do Clero Sul Escola de Formação Catequética (Eucaristia) Escola de Formação Catequética

LOCAL Santa Luzia Santa luzia Santa Luzia Jaraguá do Sul São José Operário Santa Luzia N. Sra Aparecida

HORARIO 15h 14h 8h 8h30 18h 8h


2

Informativo da Paróquia Santa Luzia • JUNHO 2009

EDITORIAL Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Nesta edição, o Informativo da Paróquia Santa Luzia traz na capa uma matéria sobre Corpus Chisti. Padre Inácio nos fala sobre o Pentecostes. A pastoral do Dizimo faz esclarecimento sobre onde é usado o dinheiro do dizimo. Juliano comenta sobre a necessidade de aproveitar os dons que Deus deu. A coordenação dos Grupos Bíblicos de Reflexão fala sobre a importância de se participar dos grupos. A paróquia Santa Luzia se prepara para a Festa das Tendas. Namoro, a importância deste período de conhecimento para os jovens. A catequese faz encontros para fortalecer os trabalhos de evangelização. Grupo de oração festeja aniversário. Comunidade Santa Luzia vive semana de forte oração no Cerco de Jerico. Pessoas da paróquia fazem peregrinação a Aparecida. Outras notícias de nossas comunidades também se fazem presentes. O informativo está cheio de coisas boas! Fiquem com Deus.

Coluna do Dízimo

Para onde vai o dinheiro do Dízimo? É usado nas dimensões Religiosa, Social e Missionária da Comunidade. Religiosa e administrativas: Material de liturgia, velas, partículas (hóstias), folhetos de Missa e cantos, materiais de limpeza, pagamento de luz, água, telefone, salários de funcionários, encargos sociais, material de expediente, manutenção da igreja, do veiculo da Paróquia e todo o espaço físico, seguro, som da igreja, microfones, construções, reformas, etc. Social: Entende-se por dimensão Social as despesas com a ajuda aos pobres e doentes, Pastoral da Saúde, promoção humana e social das pessoas carentes da Comunidade. Missionária: Formação de lideranças, catequistas, cursos, retiros, encontros de formação. Colaboração na formação de padres auxilio as atividades missionárias. Cada comunidade contribui mensalmente com 10% da sua receita para a Diocese manter a atividade evangelizadora em todas as suas dimensões. Um forte abraço! Juarez Pedro Borba, Coord. Paroquial Pastoral Dízimo

Pentecostes PADRE INÁCIO - PÁROCO

Pentecostes é a festa da alegria, da comunicação, dos dons repartidos, é a festa onde todos se entendem, pois falam a linguagem do amor. Hoje somos desafiados a falar a linguagem do amor, a trilhar os caminhos da humildade e do serviço, diante de um mundo que se deixou envolver pelo ter, pelo poder e prazer. Com a vinda do Espírito Santo, o medo e a insegurança são superados. Neste contexto Jesus vem trazer a paz, aquela paz que o mundo não sabe dar. Estando todos reunidos, de repente veio do céu um ruído como de um agitar de um vendaval. Apareceram línguas de fogo, que se repartiram e repousaram sobre cada um deles e todos começaram a falar em línguas conforme o Espírito os inspirava (At 2,3). É o nascimento da Igreja. A Igreja nasce missionária, o Espírito Santo é o grande protagonista. Os dons são concedidos em vista do anúncio do Evangelho, ou seja, o Espírito Santo leva a plenitude o anúncio de Jesus Cristo, Palavra viva do Pai. E começaram a falar em línguas que todos entendiam. Nisto já está um sinal da universalidade da nossa Igreja, ou seja, a salvação, a Boa Nova é para todos os povos. Santo Antonio de Pádua dizia que "quem está repleto do Espírito Santo fala todas as línguas. As várias línguas são os vários testemunhos sobre Jesus Cristo, a saber: a humildade, pobreza, obediência, paciência. A palavra é viva, quando as obras é que falam... feliz de quem fala conforme o Espírito Santo lhe inspira e não conforme suas idéias" (Liturgia das Horas da Festa de Santo

Antonio). O Espírito Santo conduz e é a alma da Igreja e lhe dá vigor, ela por sua vez deve deixar-se conduzir tornando-se instrumento do Reino de Deus. É Ele que dá vida, Ele sopra onde e quando quer, para todas as direções. Ele é fonte de vida e Senhor, é adorado e glorificado com o Pai e o Filho. Ele é o Deus próximo, é o Deus em nós. É o Deus que cuida de nós desde a preparação do mundo. Onde existe necessidade, também existem dons e carismas, pois o Espírito Santo tudo sabe e perscruta os corações. É Ele que suscita profetas e missionários para anunciar o Evangelho até os confins da terra. Deus quer que aconteça um novo Pentecostes nas nossas famílias. Ele deseja que os filhos gerados por essas famílias sejam frutos do verdadeiro amor. Para que isso aconteça devemos deixar desabrochar em nós os dons por Ele derramados. O Espírito Santo conduz a todos para uma vida de unidade na diversidade. Neste mês de junho, mês do Sagrado Coração de Jesus, peçamos que o Espírito Santo nos dê um coração parecido com o coração de Jesus, que saiba amar e servir. Também estamos encerrando no dia 29 de junho o Ano Paulino, comemorado por nossa Igreja em todo mundo. Como Paulo teve a caminho de Damasco, também nós queremos fazer uma experiência com Deus. Queremos ser tocados por sua graça para podermos combater o bom combate e terminar a nossa carreira e guardar a fé (2Tm 4,7). Deixe que um novo Pentecostes aconteça em sua vida.

Toma posse do ministério que Deus te deu JULIANO JOAQUIM, MÚSICO • julianojoaquim@gmail.com

"Não são carnais as armas com que lutamos. São poderosas em Deus, capazes de arrasar fortificações. Nós aniquilamos todo raciocínio e todo orgulho que se levanta contra o conhecimento de Deus, e cativamos todo pensamento e o reduzimos à obediência de Cristo" ( 2Cr 10,4-5). São Paulo Apóstolo nos mostra que as armas de um ministro não são carnais, não são humanas, são poderosas e celestes. O Senhor nos fez ministros na música, e isso não é mérito nosso, mas sim de Cristo que conquistou para nós com sua cruz, e é Ele mesmo quem nos capacita e nos arma para a batalha. A missão que temos como ministros de Deus na música nos foi conferida, delegada. O poder vem de Deus, e Ele nos confere Seu poder quando vamos executar a música. O Senhor nos convidou para o encargo de representálo na música como Seu porta-voz, e espera que abandonemos os nossos desejos e as nossas vontades, espera também que estejamos em obediência daquele que nos convocou

para tal missão, porque os seus desígnios são maiores do que os nossos. Nunca coloque a confiança no seu instrumento, na sua voz ou na sua razão para ministrar a música que é de Deus, deposite sua confiança naquele que te elegeu e te capacita, na ação do Ressuscitado que vive em nós. "Não fomos nós que escolhemos o Senhor, mas Ele nos escolheu primeiro" (Jo 15, 12-17). O Ministro de Deus é escolhido para fazer a vontade do Senhor e não a própria. Somos morada de Deus e esta condição foi conquistada graças à morte de Jesus na cruz. Apodere-se então dessa graça que Jesus conquistou por você. Cantar sem colocar o coração, sem ter intimidade com Espírito Santo, sem ministrar para si mesmo, é semelhante ao sino da igrejinha, que toca, toca, toca chamando o povo para a Missa, mas não entra no templo! (Fonte Sacramusic.com)

Por que participar dos Grupos Bíblicos de Reflexão Cada pessoa que participa de um grupo tem uma motivação, um objetivo, uma expectativa. Vejamos algumas motivações: 1) Filiação: desejo de unir-se aos outros, fazer amizades, conhecer pessoas, necessidades de comunicar-se, entrosar-se. É a necessidade de segurança e de comunicação; 2) Aquisição: desejo de adquirir experiências, conhecimentos, crescimento pessoal, cultura religiosa e doutrinal. É a necessidade de formação; 3) Serviço: desejo de trabalhar na comunidade, assumir pastorais e ministérios. É a

necessidade de colaboração e participação; 4) Valorização: desejo de ser valorizado, de colocar os dons à disposição, vontade de ser útil. É a necessidade de ser conhecido, valorizado, acolhido pelos outros, de ser amado; 5) Altruísmo: ajudar e proteger os outros, trabalhar como voluntário, dedicação aos outros. É o voluntariado, o espírito de colaboração; 6) Curiosidade: necessidade de relacionamento, busca de descobertas e experiências; 7) Comunicação: necessidade de relacionamento, de aprovação, de ser conhecido; 8) Evangelização: desejo de melhor

cumprir a missão evangelizadora, servir aos irmãos, ser Igreja, estar em comunhão. É busca de conhecimento espiritual e pastoral. O verdadeiro(a) animador(a) está sempre participando de encontros, formações e orações. "Pois só pode oferecer aquilo que tem". Lembramos aos animadores que no último sábado de cada mês acontece o encontro para oração na comunidade Santa Luzia às 15h30, na São Miguel Arcanjo às 19 horas. Equipe de coordenação

CRONOGRAMA DAS MISSAS DO GRUPO BÍBLICO DE REFLEXÃO DATA

COMUNIDADE

LOCAL

HORARIO

02/06

Santa Luzia

Setor A

19h30

09/06

São Miguel

16/06

Santa Luzia

23/06

Com. São Pedro

30/06

Padre em Retiro

19h30 Setor B

19h30 19h30


Informativo da Paróquia Santa Luzia • JUNHO 2009

3

Paróquia Santa Luzia prepara a Festa das Tendas No dia 06 de junho acontecerá a Festa das Tendas na pátio da igreja Santa Luzia. O inicio será às 14h com missa transmitida pela rádio Difusora Arca da Aliança. Após a missa as pessoas poderão conhecer os trabalhos das pastorais e movimentos, degustar de bolos, cachorro quente, sanduíche, pão com chimia, pipoca, sucos tudo gratuito. Esta festa serve para resgatar a memória bíblica do povo de Deus que realizava a Festa das Tendas e oferecia a Deus os frutos da terra. Lembra-nos os acampamentos do povo de Israel no deserto em brusca da Terra Prometida. Faz memória da conquista da terra de Canaã,

lugar onde corre leite e mel. Por isto, a festa deve ser alegre e animada. O objetivo da festa é resgatar a gratuidade e a solidariedade. Haverá distribuição gratuita de comidas e bebidas, proveniente de doações de todas as comunidades. Além das tendas das comunidades, haverá outros trabalhos oferecidos. As crianças irão se divertir nas brincadeiras preparadas para elas. Acontecerá apresentação cultural. "Espero que o povo venha fazer a partilha, que seja de fato a festa da partilha, não só de comida, mas do amor e da amizade entre as pessoas" comentou Marta Izempom da Silva.

Namoro Cristão Então o Senhor declarou: "Não é bom que o homem esteja só, farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda". ( gênese 2,18). O namoro não é passatempo e o cristão consciente deve encarar o namoro como uma etapa importante e básica para um relacionamento duradouro e feliz. Casamentos sólidos decorrem de namoros bem ajustados. O namoro equilibrado tem um tratamento recíproco de dignidade, respeito e valorização. O respeito é imprescindível para um compromisso respeitoso e duradouro. Desrespeito é falta de amor. Antigamente não existia o namoro e sim a "corte", quando o rapaz cortejava a moça. A corte era feita da seguinte forma: era estipulado um horário para o rapaz visitar a moça, essa visita acontecia numa sala de visitas bem iluminada, o casal permanecia a 50 centímetros de distância no sofá, a mãe da jovem ficava na sala vigilante fazendo "tricô", quando davam 9h a mãe começava a tossir impacientemente para que dessa forma o pretendente percebesse que era hora de ir embora. O namoro mais moderno, no qual os casais saiam sem a companhia de uma terceira pessoa, surgiu por volta da década de 20, nos centros urbanos, a partir daí o namoro foi se tornando mais liberal até chegar aos dias atuais. "O que está na moda agora é o "ficar" (um encontro casual onde duas pessoas trocam certas intimidades durante determinado momento e depois não se vêem mais). Os preceitos religiosos condenam esse tipo de relacionamento. Para combatê-lo criou o chamado "namoro cristão" que é baseado o namoro antigo. A igreja trata o namoro como um relacionamento sério e não banal" comenta Vlademir Marcos Candido. O Papa Bento XVI acrescenta que o período do namoro, fundamental para

construir o casamento, é um tempo de espera e de preparação, em que é preciso viver na castidade dos gestos e das palavras. "Aprender a amar como casal é um caminho maravilhoso, mas precisa de uma aprendizagem trabalhosa. O casamento cristão é uma verdadeira e autêntica vocação na Igreja". O namoro realmente cristão só é bom a três: O Casal e Deus. Ele deve ser o centro e o objetivo do namoro. "O dialogo é fundamental no relacionamento, as vezes a conversa acontece mais por meio de celular e Internet e a conversa olho no olho fica esquecido. O namoro está iniciando muito cedo, sem maturidade. Os pais precisam conversar mais com os filhos em casa, porque as informações estão buscando fora e isto não é bom, os ensinamentos, os princípios cristãos têm de ser aprendidos em casa. 12, 13 anos é idade de brincar e não de namorar. Por isto que existe tantos divórcios. O casal de namorados deve buscar Deus, os ensinamentos da igreja e se preparando neste caminho". Diegomar Iurko e Eliani Antunes de Lima – 7 meses de namoro

"O segredo de manter um casamento por muitos amos é o amor, o respeito, é um ter confiança um no outro. O casal de namorado precisa se conhecer bem, sentir se é o que eles querem, e durante todo o casamento tenham muito amor um pelo outro". José Preis e Florentina Berkembroch Preis – 35 anos de casados

Catequese investe em formação e informação "Catequese, caminho para o discipulado" "Nosso coração arde quando Ele fala, explica as escrituras e parte o pão" Formação para novos catequistas • No dia 16 de maio a coordenação paroquial de catequese iniciou a formação para novos catequistas na Paróquia Santa Luzia. Serão oito encontros que abordarão temas diversos, como: Bíblia, Maria, família, sacramentos e outros. O primeiro encontro teve como tema "Jesus, centro e base da catequese", que foi disseminado pelo casal Elder e Deise, coordenadores do Crisma da paróquia, que tratou de apresentar Jesus, ontem, hoje e sempre, as diversas faces de Jesus, o nome de Jesus e o amor de Jesus. "A alusão a Jesus como missionário no exemplo em caminhar com os discípulos de Emaús, é a base principal da proposta catequética aplicada na paróquia", afirma a coordenadora geral da catequese, irmã Clementina. Os encontros acontecerão todos os sábados a partir das 14h30, no auditório da Paróquia Santa Luzia. Aqueles que ouvirem o chamado de Deus à missão de

catequizar, ainda podem se inscrever na secretária da paróquia. Ao final da formação, os novos catequistas receberão um certificado que será entregue em uma missa solene. Reencontro de catequistas • No dia 17 de maio aconteceu o reencontro dos catequistas da paróquia que se formaram em 2008. Este reencontro teve por objetivo integrar mais ainda os catequistas formados e proporcionar uma pequena formação a respeito do ano catequético. O grupo teve a felicidade de receber a irmã Teresinha Mocellini, que pertence a Congregação das Irmãs Franciscanas Catequéticas, que abordou o tema do ano catequético. Comentou detalhadamente a passagem de Lucas 24, 13-35, dos discípulos de Emaús, que foi a passagem inspiradora que levou a igreja a tratar do tema catequese neste ano. Coordenação do Crisma


4

Informativo da Paróquia Santa Luzia • JUNHO 2009

Missa das Crianças, momento de participação e partilha

Fique de olho!

Todo quarto domingo do mês acontece na igreja matriz às 8 horas a missa das crianças. Na missa as crianças fazem a acolhida na porta, proclamam a palavra e fazem o ofertório com a entrada dos pães que são partilhados no fim da missa. A missa do dia 24 de maio foi celebrada pelo padre Edson Deretti, reitor do seminário Divino Espírito Santo. O sacedote falou da festa da Ascensão do Senhor e de sua importância "Queridos catequizandos, na catequese vocês estão aprendendo a conhecer melhor Jesus Cristo, já viram porque Ele foi bom, as pessoas não gostaram disto e um dia Ele foi para a cruz. Mas porque Jesus teve coragem de ser bom até o fim o pai Dele o exaltou e deu um grande presente que foi a eternidade. Catequizandos sejam bons como Jesus foi. Pais testemunhem o batismo de vocês para vossos filhos para que eles possam crescer como verdadeiros cristãos".

Dia 14 de junho Festa Junina na Comunidade São Miguel às 16 horas

Dia 20 de junho Festa Junina na Comunidade Nossa Senhora Aparecida às 18h

Vem aí 2º Rejaaf de 24 a 26 julho. Informe-se com seu catequista.

Participe da Festa do Pescador nos dias 11 à 14 de junho no Morro do Amaral.

Jonathan Felipe Debacher e Evilyn Taysa de Lima, que proclamaram a palavra, disseram ser muito importante participar desta missa. "O objetivo é incentivar as crianças e

as famílias a participarem das celebrações de ter o hábito de participar da comunidade. As crianças também aprendem a partilhar através da partilha do pão". Cometou a catequista Edna Gonçalves

Grupo de Oração comemora seu 3º Aniversário

Cerco de Jericó foi marcado por momento forte de oração Entre os dias 10 a 17 de maio houve o Cerco de Jericó na igreja matriz Santa Luzia. Foram sete dias de adoração. Todas as noites aconteceram missa com cura e libertação. Para o padre Jesus Messias hoje uma das principais questões que precisam ser quebrada é o individualismo. "A sociedade prega que tudo é permitido desde que eu seja feliz "eu sozinho", de eu ter uma televisão, um computador, um carro só para mim. E o sentido da comunidade cristã é outro, é a gente viver em comum". Padre Dulcio Antonio de Araújo alertou sobre a importância do amor e da generosidade. "Se demos o abraço da paz aqui dentro da igreja e ao sairmos daqui já xingamos, o Cerco de Jerico não serviu para nada. Que cada um que está aqui se sinta escolhido porque Jesus disse: não fostes vós que me escolheste mais foi eu que vós escolhi. Que este Cerco de Jerico nos ajude a produzir bons frutos. E o maior fruto que Deus quer é o amor, pois o mundo esta carente de amor". Padre Inácio Giacomelli se alegra com a participação da comunidade: "Este Cerco de Jericó com certeza despertou as pessoas para a oração. A oração mexe com as famílias e derruba barreiras. Esperamos que mais pessoas se engajem nos trabalhos de nossas pastorais".

O grupo de Oração Jovem Renascer da Comunidade Nossa Senhora Aparecida comemorou o seu 3º aniversário com um grandioso Evangeliza Show com a presença das bandas: Um só Coração e Filhos do Mestre. O evento obteve um público de mais de 200 jovens das paróquias vizinhas e da comunidade, sem contar com os adultos que não quiseram ficar de fora desta festa. O encontro iniciou com a celebração Eucarística e encerrou com um momento de espiritualidade à Santa Cruz por volta dos 23 horas do sábado. "Para nós foi uma experiência totalmente nova, a juventude está de parabéns pela determinação de cada um para a realização deste evento, que foi inédito para a comunidade Aparecida." Alsimar de Brito

Peregrinação a Aparecida reforça os valores da Família "Família Discípula e Missionária a Serviço da Vida". Este foi o tema da Peregrinação Nacional em favor da Família, organizada pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família. A cidade de Aparecida foi escolhida por ter Maria como padroeira e pela sua importância religiosa para o Brasil. "Queremos despertar o brasileiro para o valor e a centralidade da família diante de tantas crises que passamos na atualidade". Comentou o presidente da Comissão e arcebispo de Londrina (PR), dom Orlando Brandes. Nesta peregrinação foram 44 pessoas da Paróquia. A saída foi no dia 22 de maio às 22 horas, passando por Cachoeira Paulista (Canção Nova) e por Guaratinguetá. No domingo dia 24, os participantes se reuniram às 8 horas para a celebração eucarística na Basílica Nacional, por onde passaram neste fina de semana mais de 120 mil romeiros. A missa foi presidida pelo arcebispo de Londrina/PR, dom Orlando Brandes.

Aconteceu... Missa da Infância Missionária No dia 2 de maio durante a missa das 19h30 a infância e adolescência missionária realizaram a coroação de Nossa Senhora.

Paróquia Santa Luzia participou do Congresso Estadual da RCC Membros da paróquia Santa Luzia participaram da 11ª edição do Congresso Estadual da Renovação Carismática Católica de Santa Catarina no Centro de Eventos da cidade de Chapecó, nos dias 22 a 24 de maio. O evento proclamou o Senhorio de Jesus e a vitória de Deus.

15ª Romaria Diocesana do Trabalhador/a A Paz é fruto da Justiça. "Daí-lhe vós mesmos de comei" – Lc 9,13. No dia 03 de maio membros das comunidades da Paróquia Santa Luzia participaram em Araquari da 15ª Romaria Diocesana do Trabalhador (a). A Romaria atraiu crianças, jovens, adultos e idosos que saíram em dois ônibus às 07h30. A missa foi celebrada pelo bispo dom Irineu Roque Scherer e por padres de diversas paróquias.

Informativo da Paróquia Santa Luzia - Publicação da Paróquia Santa Luzia. Rua Monsenhor Gercino. 6767, Paranaguamirim - Joinville - Santa Catarina. Conselho editorial: Padre Inácio Giacomelli. Colaboradores: Pastoral da comunicação. Jornalista Responsável: Ruy Ferrari (MTB 22251/SP). Projeto gráfico e diagramação: Girardi Junior Editora Ltda. Impressão: Grafinorte. Tiragem: 2.000 exemplares. As matérias assinadas são de responsabilidade dos autores

santa luzia junho  

santa luzia jornal

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you