Issuu on Google+

Informativo da Paróquia

JULHO 2010 - ANO 3 - Nº29 www.igrejasantaluzia.com.br

pascom@igrejasantaluzia.com.br

Grupos Bíblicos de Reflexão: a Igreja doméstica Os Grupos Bíblicos de Reflexão são o meio mais concreto de evangelização urbana. Segundo Dom Irineu Roque Scherer os Grupos têm a missão de estabelecer laços de amizade com as pessoas e as famílias. Além das reuniões semanais, os Grupos Bíblicos de Reflexão tem o compromisso social, com a sua rua, sua comunidade. A Igreja doméstica, como diz Dom Orlando Brandes, é uma grande verdade, pois em grupo abordamos temas atuais, situações do cotidiano e é ali que temos voz e vez. Atualmente em nossa paróquia existem 68 grupos com boa participação. Vale lembrar a importância de cada animador, o seu entusiasmo, persistência e a busca constante no melhoramento da forma de trabalhar. É muito fácil encontrarmos lindos testemunhos de vida nos grupos, pois ali as pessoas sentem-se bem acolhidas e fica fácil abrir o coração, partilhar experiências. Outro ponto forte é encontrar as famílias reunidas através deste momento de oração, todos participando com muito amor e atenção a cada tema que é debatido. Acolher o GBR é um ato de amor, pois acima de qualquer ideal o que levamos a sua casa é o próprio Cristo, com suas imutáveis lições. Acompanhar um grupo é fazer-se discípulo é assumir nossa missão. Há também um momento no mês que cada grupo tem o privilégio de receber a visita de nosso pároco padre Inácio, seja para participar do grupo ou realizar a missa setorial, valorizando muito o grupo bíblico. Este momento é maravilhoso, pois as pessoas ficam muito felizes. Pretendemos ampliar nossos grupos, formar novos animadores, para que a missão

Nas quatro pontas e no centro da Estrela estão os objetivos dos Grupos de Reflexão na Diocese de Joinville. a) Formação de Lideranças: "O que de mim ouviste em presença de muitas testemunhas, confia-o a homens fiéis que, por sua vez, sejam capazes de instruir a outros". (2Tim,2,2) b) Visitação das Casas: Caminho para a formação de Grupos de Reflexão c) Criação de Novos Grupos: Prioridade Pastoral da Diocese de Joinville d) Concentração dos Grupos: A cada ano acontece: • Concentração Paroquial dos Grupos. • Concentração Comarcal dos Grupos. • Concentração Diocesana dos Animadores dos Grupos de Reflexão

não encontre limites e vá onde é preciso. Seja um animador em sua comunidade, passe a saborear com alegria o que esta experiência pode lhe proporcionar. Existem grupos em nossa paróquia com cerca de 15 anos de atuação, isso serve para mostrar o quanto é sério este trabalho, quantos acontecimentos, testemunhos, e belos momentos já aconteceram neste tempo. Parabéns a todos que participam dos Grupos Bíblicos de Reflexão. Evangelizar é preciso! Anderson Ribeiro

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES PAROQUIAL - JULHO 2010 DATA 03 03 04 06 09 10 13 17

EVENTO Formação p/ as Missões Escola Catequética Festa Padroeiro São Pedro Missa dos Grupos Bíblicos Reflexão Escola Catequética Festa das Tendas e Aniversário da Paróquia Missa dos Grupos Bíblicos Reflexão Missa com as crianças

LOCAL Santa Luzia São Miguel São Pedro São Miguel São Domingos Santa Luzia Santa Luzia (igreja) Santa Luiza

HORARIO 14h às 17h 16h30 10h 19h30 15h 14h 19h30 15h

DATA 17 18 19 à 21 20 24 31 31

EVENTO Escola Catequética CPJ (Conselho Paroquial Jovem) Retiro Diocesano Secretárias (os) Missa dos Grupos Bíblicos Reflexão Escola Catequética Retiro Espiritual GBR CPP (Conselho Paroquial Pastoral)

LOCAL HORARIO São José 16h Santa Luzia 14h Casa Formação Mons. Scarzello 15h Santa Luzia Setor C 19h30 Santa Luzia 17h Nossa Sra Bom Parto 14h às 19h São Miguel 14h30


2

Informativo da Paróquia Santa Luzia • JULHO 2010

EDITORIAL Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Nesta edição, o Informativo da Paróquia Santa Luzia traz na capa uma matéria sobre os Grupos Bíblicos de Reflexão e sua importância na evangelização. Padre Inácio nos fala sobre os dois anos da Paróquia Santa Luzia. Diácono Ovino continua nos contando sua trajetória diaconal. Na matéria sobre o dizimo vamos ver alguns bons motivos para sermos dizimistas. Vamos começar a conhecer um pouco sobre os secretários de nossas comunidades. Em ritmo de copa do mundo somos convocados para a grande seleção de Jesus Cristo. A catequese e a liturgia tiveram formação. A comunidade São Pedro realiza a sua festa do padroeiro. O grupo de jovens que representou a paróquia no festival de dança sacra obteve uma excelente premiação. A paróquia presta sua homenagem ao padre Inácio pelo seu aniversário de ordenação. Testemunhos de vida, galeria de fotos e muito mais. O informativo está cheio de coisas boas! Fiquem com Deus.

Coluna do Dízimo

Quinze das muitas razões para ser um dizimista 1 Sou dizimista, porque o Dizimo é santo - Lev.27:30,32 2 Sou dizimista, porque quero ser participante das grandes bênçãos - Mal 3:10,12 3 Sou dizimista, porque DEUS é dono de tudo - Salmo 24:1 4 Sou dizimista, porque eu mesmo vou gozá-lo na casa de DEUS - Deut. 14:22,23 5 Sou dizimista, porque mais bem aventurado é dar do que receber - Atos 20:35 6 Sou dizimista, porque DEUS ama quem dá com alegria II Cor. 9:7 7 Sou dizimista, porque tudo vem das mãos de DEUS - I Crôn.29:14 8 Sou dizimista, porque meu rico tesouro está no céu- Mat. 6:19,21 9 Sou dizimista, porque tudo que peço, recebo - Mat.7:7,9 10 Sou dizimista, porque as bênçãos de DEUS é que enriquecem -Prov. 10:22 11 Sou dizimista, porque receberei de DEUS com a mesma medida -Lc. 6:38 12 Sou dizimista, porque meu salário não será posto em saco furado -Ageu.1:6 13 Sou dizimista, porque é minha responsabilidade o sustento da Igreja -Mal. 3:8 14 Sou dizimista, porque tudo que o homem planta, isso ceifará -Gal. 5:7 15 Sou dizimista, porque DEUS supre todas as minhas necessidades - Filip.4:19 Faça sua experiência do dízimo e verá como Deus derrama bênçãos sobre você, muito além do necessário! Se for fiel no pouco, Ele me confiará mais. (Comunidade São Domingos de Gusmão)

Dois anos de emancipação de nossa Paróquia PADRE INÁCIO - PÁROCO

Estamos aprendendo a caminhar como Paróquia. Já não somos uma Comunidade (Igreja) somente, somos ao todo oito, mas uma só Paróquia. Quais são nossas Comunidades? Santa Luzia, São Miguel Arcanjo, Nossa Senhora Aparecida, São Domingos, São José, Senhor Bom Jesus do Morro do Amaral, Nossa Senhora do Bom Parto e São Pedro a caçula que estará em festa dia quatro de julho. No dia 29 de junho do ano 2008 o então chamado Setor Santa Luzia, foi elevado ao status de Paróquia e já se passaram dois anos, mas ainda temos muitas coisas para aprender. As dores de uma Comunidade (Igreja) deveria ser a dor de todas, a alegria de uma deveria ser alegria de todas, pois apesar de sermos oito, na verdade formamos um só "corpo", ou seja uma só Paróquia. Eis o grande desafio para todos nós, alargar os nossos horizontes, aprofundar o espírito de unidade e pedirmos a Jesus que nos ensine a servir. Devemos tomar cuidado para que as programações de nossas Pastorais e movimentos não se sobreponham, prejudicando o evento que está ocorrendo na outra Comunidade (Igreja). Qual é a realidade de nossas Comunidades hoje? Praticamente todas estão ainda em construção ou reforma. Na Santa Luzia ainda não temos casa paroquial e precisamos adquirir o terreno para construí-la. Algumas comunidades precisam quitar seus terrenos e o estão fazendo mensalmente. Outras precisam construir seu Centro Pastoral com salas para catequese. Os recursos que utilizamos são os provindos da "moedinha da viúva" é verdade, eu sempre tenho dito: cada um dê segun-

do o seu coração, mas não devemos dar migalhas a Deus, pois Ele nos deu o que tinha de melhor e mais sagrado, seu filho Jesus Cristo. Desde já agradeço a você querido dizimista pela abertura de seu coração, que Deus retribua segundo as suas necessidades. Temos algumas prioridades pela frente a serem trabalhadas como a melhoria de nossa Catequese do Crisma e Primeira Eucaristia, aumento de nossos Grupos Bíblicos de Reflexão, os nossos Grupos de Jovens e nossas Missões. Veja em quantas coisas precisamos investir. Atualmente estamos em Missão na Comunidade Santa Luzia, mas são poucos os missionários, precisamos dobrar o número. Venha juntar-se a nós, vamos colocar nossas sandálias e com a Bíblia na mão, no coração e os pés no chão vamos para missão. Só assim podemos conhecer os "rostos" sofridos ou alegres de nossos irmãos (as). Paralelo as missões estamos formando e preparando uma Equipe para visitação permanente e bênçãos de casas. Nos reunimos todas as quintas após a santa Missa na Santa Luzia, venha participar. Estamos dentro do Triênio missionário de nossa Diocese e a CNBB, Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil, está exortando a nossa Igreja a incentivar a participação nos Grupos Bíblicos de Reflexão e colocar em prática a Leitura Orante da Palavra de Deus. Quero convidar você a ler a Palavra de Deus, deixemo-nos cativar por ela, e assim como o sereno molha o solo, permitamos que a Palavra de Deus ilumine nossas vidas. Que Maria, modelo de acolhida e do seguimento da Palavra interceda por nós.

Diácono Ovino e sua história (parte 2) DIÁCONO OVINO JÖNCK

Após a ordenação fui enviado a uma pequena comunidade com 200 famílias, Nossa Senhora da Gloria, no setor 13, (a cidade foi dividida em 16 setores), para melhor atender os Grupos Bíblicos de Reflexão. O meu grupo "Sagrada Família" foi muito bem em principio, boa freqüência, uma vez por mês tínhamos missa dentro de uma escola Municipal. Foi quando entrou no meu setor um fazendeiro que conseguiu autorização para construir uma capela, acima nomeada, esse fazendeiro formou uma comissão poderosa, pois custeou toda a construção da capela, formado uma equipe litúrgica própria com sua esposa, filhos e um sobrinho vindo de outra comunida-

de. Terminada a capela, o pároco me autorizou a formar ali a minha diaconia. Tínhamos missa uma vez por mês, sacrário e tudo que se precisava numa comunidade. Um ano depois, trocaram a comissão tendo agora a frente o sobrinho do fazendeiro, ministro extraordinário da comunhão, que gostava de presidir celebrações, mas não era muito "amigão" do diácono e resolveram falar com o vigário para tirar o diácono, alegando que não necessitavam do meu trabalho. Já costumado que nenhum profeta é bem quisto na própria terra, fui evangelizar nos bairros mais pobres da cidade. Conto sobre isto na próxima edição.

Motivos para comemorar No mês de junho Alsimar de Brito teve dois grandes motivos para comemorar. Ele completou três anos de serviços prestando como secretario na comunidade Nossa Senhora Aparecida e comemorou seu aniversário. "Sempre procurei alcançar meus objetivos. Não deixa de ser uma vocação, que para mim é tão especial. Aproveito para agradecer a toda comunidade que me acolhe com muito carinho. Em especial à Nercy, que me convidou para ser secretário e nosso atual coordenador Mario. Peço ao nosso Senhor Jesus Cristo que me ilumine cada vez mais nesta grande missão a serviço da comunidade Nossa Senhora Aparecida. Amém"


Informativo da Paróquia Santa Luzia • JULHO 2010

3

Festa da Fraternidade das Tendas No dia 10 de julho a Paróquia Santa Luzia irá realizar a Festa da Fraternidade das Tendas. Será uma grande confraternização pelos dois anos de elevação ao status de Paróquia. Haverá distribuição gratuita de comes e bebes e exposição dos trabalhos das Pastorais e Movimentos. A festa começará às 14 horas com a Santa Missa na igreja Matriz, após no pátio da igreja, haverá apresentações culturais. Contamos com você e sua família.

11° Festival de Dança Sacra Nos dia 04 e 05 de junho foi realizada no Centreventos Cau Hansen o 11º Festival de Dança Sacra, onde contou com a presença de dançarinos(as) de vários estados do País. A Paróquia Santa Luzia foi representada pelas dançarinas da comunidade Nossa Senhora Aparecida: Amanda, Bruna e Pamela do Grupo Construtores da Paz. O grupo ficou em 3º Lugar na modalidade "Dança de Rua I". Parabéns a todos que participaram desta conquista! Alsimar de Brito

Catequistas em busca do conhecimento Os Catequistas da Paróquia Santa Luzia se reuniram na manhã do dia 13 de junho para buscar novos conhecimentos. O tema abordado foi a "Iniciação na Vida Cristã e Querigma" apresentado pela Irmã Mari Luzia Hammes (Irmã Catequista Franciscana). A nova abordagem do Ritual de Catequese com Adultos contempla a entrega de cinco ritos celebrados durante as Santas Missas. São eles: • Abril: Rito do nome e entrega da cruz; • Maio: Rito do Magnificat e entrega do terço; • Junho: Rito e entrega dos Mandamento; • Julho: Rito e entrega da Oração do Creio; • Setembro: Rito e entrega da Oração do Pai-Nosso. Alsimar de Brito

Formação de liturgia No dia 29 de maio no salão paroquial houve a formação de liturgia com a presença de todas as comunidades, este momento foi conduzido pelo diácono Boaventura que nos encantou e nos animou com suas palavras. "A liturgia deve ser sempre bem organizada, preparada com antecedência, rezada, e não improvisada. Nossas celebrações precisam de animo, de amor, uma celebração precisa nos levar a Deus, e transformando nossas vidas em serviço e amor de nossas comunidades" completou o diácono. Seminarista Jackson Rampellotti

COPA 2010, RUMO A JESUS CRISTO No dia 11 de junho iniciou a Copa do Mundo na África do Sul. São bilhões de pessoas ao redor do mundo mobilizadas com este evento. Pessoas de todas as classes sociais, raças, credos, se igualam na paixão pelo futebol. Imagine você se qualquer movimento da nossa Igreja levasse as ruas multidões apaixonadas como acontece com o futebol! Somos capazes de desfilar eufóricos com nossas camisas, bandeiras, brigar pelo time. Teríamos a mesma coragem de levantar a bandeira de alguma pastoral, vestir a camisa das missões, sair ás ruas cantando, vibrando e anunciando Jesus, o único Salvador? É ousadia comparar futebol com religião, mas talvez você já tenha deixado ou trocado um compromisso com a igreja por um joguinho. Estamos em ano de missões, Jesus Cristo é o capitão, estamos no

ataque ou na defesa? "Também Jesus no início de sua missão escolheu doze jogadores para a sua "Copa do Mundo" com os quais conquistou a “Copa do Reino de Deus”. O ex-presidente da Infância Missionária alemã, Dom Winfrid Pilz questiona: "A

comunidade dos cristãos de hoje é ainda uma verdadeira comunidade de torcedores ativos? Ou muitos de nós permanecem somente como expectadores?" Anderson Ribeiro

Histórias da vida

Festa do Padroeiro – Comunidade São Pedro "E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, as portas do inferno não prevalecerão contra ela". [Mt 16:18] A primeira Missa foi celebrada no dia 22 de dezembro de 2007 pelo padre Inácio Giacomelli, na casa da senhora Gorete de Oliveira. Em maio de 2008 foi realizada a primeira missão no loteamento Canaã, com os seminaristas Marcos e Alexandre e uma equipe de apoio formada pelo casal Armando e Marly e o ministro Sebastião. Após a missão, o seminarista Marcos pediu que fosse arrumado um lugar para as celebrações. O casal Néri e Amélia cederam a frente de seu comércio e ainda colocaram um toldo para que o povo ficasse protegido do sol e da chuva. No dia 30 de julho de 2008, padre Inácio celebrou a missa em frente do comércio deste casal, já com a perspectiva de que ali naquele loteamento nasceria uma nova comunidade. No dia 24 de agosto de 2008 foi escolhido São Pedro como o

padroeiro da comunidade. O galpão que será a primeira Igreja já está em construção. Em 16 de julho de 2007, a Pastoral da Criança iniciou os trabalhos na atual comunidade São Pedro. Anteriormente uma equipe que atuava na São Miguel Arcanjo estendia seu atendimento para as crianças que moravam no Loteamento Nova Canaã.

Festa do Padroeiro Dia 4 de julho - 10h - missa Após, será servido o almoço (churrasco, pão, maionese e refrigerante). A tarde haverá atrações como: A Princesa da Festa, a tradicional Corrida de Cavalinhos, vendas de doces e salgados e muita diversão.

Todos estão convidados!


4

Informativo da Paróquia Santa Luzia • JULHO 2010

"Por causa de Tua palavra" Todo cristão é chamado para servir. No entanto, para que o povo de Deus possa cumprir sua missão, Ele suscita em seu meio algumas vocações específicas, a do sacerdócio é uma delas. Deus chama alguém do meio do povo, para o povo. Um padre deve ser ao mesmo tempo, pequeno e grande, de espírito nobre. Um padre deve ser discípulo de seu

Senhor, chefe do seu rebanho; uma pessoa de mãos largamente abertas, um portador de inumeráveis dons, um homem no campo de batalha, um pai para confortar os doentes, um homem voltado para o alto, com os pés na terra. Um padre deve ser experimentado no sofrimento, imune a toda inveja, que fala com franqueza e é inimigo da preguiça. Um padre é feito para alegria, é

alguém que se mantém sempre fiel. A paróquia Santa Luzia pode contar com um padre que com toda sua simplicidade e humildade nos orienta o caminho. Padre Inácio, queremos lhe parabenizar pelo aniversário de sua ordenação (31/07/2005), e agradecer por sua presença no meio de nós. Carinhosamente, seus paroquianos

Galeria de fotos dos eventos da paróquia Santa Luzia e Comunidades

Cerco de Jericó Na semana de 16 á 23 de maio aconteceu na comunidade São Miguel Arcanjo o Cerco de Jericó. Foi um momento muito forte de oração, ação de graças e reflexão. Muitas barreiras foram derrubadas.

Missa de Corpus Christi

Apostolado Oração comunidade Santa Luzia

Tapete para a procissão de Corpus Christi

"Gostaria de agradecer a Deus pela graça que recebi, com o nascimento dos meus Netos: William e Matheus que eu pedi tanto a Deus no Cerco de Jericó de 2008 e muitas outras graças que também recebi com o Cerco de Jericó." Eunice Aparecida Calçavara

Equipe de missionários

Encontro dos ministros

Missa com as crianças

Apostolado Oração comunidade São Miguel Arcanjo

Acolitos

Cantores

Crisma na igreja matriz Santa Luzia

Crisma na comunidade São Miguel Arcanjo

Seminarista Jackson no Congresso Eucarístico em Brasilia

"No ano passado quando eu participei do Cerco de Jericó, a minha intenção era colocar a minha irmã, Maria Joana, na presença de Deus, diante de Jesus que estava ali. Deus tocou no meu coração naquele momento, eu chorava bastante, senti que precisava entregar para Deus, a minha irmã que estava com câncer. O médico que tratava dela já havia desenganado, disse para o próprio filho que só estava prolongando um pouco mais a vida dela. Hoje, depois de um ano, a minha irmã fez novos exames e o médico confirmou que ela não tem mais nenhuma célula do câncer. Minha irmã está curada. Estamos muito felizes e agradecemos a Deus pela vitória da vida." Elaine Marchi.

Informativo da Paróquia Santa Luzia - Publicação da Paróquia Santa Luzia. Rua Monsenhor Gercino. 6767, Paranaguamirim - Joinville - Santa Catarina. Conselho editorial: Padre Inácio Giacomelli. Colaboradores: Pastoral da comunicação. Jornalista Responsável: Ruy Ferrari (MTB 22251/SP). Projeto gráfico e diagramação: Girardi Junior Editora Ltda. Impressão: Grafinorte. Tiragem: 2.000 exemplares. As matérias assinadas são de responsabilidade dos autores


Jornal Paroquial do Mês de Julho