Page 1

CRIANDO PEÇAS PARA A RÁDIO 


COMPOSIÇÃO DAS PEÇAS  RADIOFÔNICAS Elementos verbais LIINGUAGEM RADIOFONICA

Texto verbal escrito Voz Trilha sonora

Elementos não verbais (sonoplastia)

Efeito sonoro Ruído Silêncio


 Trilha

sonora – Tem várias funções. No radiojornalismo de pontuação, em radiodrama criar clima emocional, também pode ser utilizada como tema. (Usar trilha branca)  Background (BG) – Música geralmente instrumental em volume inferior ao do texto lido pelo locutor.  Efeito sonoro (FX) – Provocam a associação do ouvinte com o objeto sonoramente representado.  Silêncio

– Quando contextualizado dentro de uma estrutura sintática, adquire significado. Se não contextualizado será interpretado como ruído.


FORMAS DE MENSAGEM  RADIOFÔNICA  Spot  Jingle  Testemunhal

(texto)  Texto Foguete


SPOT

Texto FALADO e gravado, geralmente com BG de trilha e efeitos.


JINGLE Texto CANTADO e gravado. NOTA: Jingle não é vinheta cantada nem vinheta musical


TESTEMUNHAL (TEXTO)

É um texto falado ao vivo, geralmente sem música, BG ou efeitos.


TEXTO FOGUETE É um texto falado ao vivo, curto, incisivo, medido por segundos ou pelo número de palavras, geralmente sem música, BG ou efeitos. Possui duração média de 7 a 10 segundos.


CARACTERISTICAS DA  LINGUAGEM RADIOFÔNICA A linguagem deve ser:  Direta  Coloquial

(licença poética)  Proximidade do universo de valores do ouvinte  Intimista  Simples  Deve dizer pouco porém com argumento


CARACTERISTICAS DA  LINGUAGEM RADIOFÔNICA A linguagem deve dirigir diretamente ao ouvinte, para isso utilizar a primeira pessoa. Voz - é necessário interpretar o que está sendo dito, o ator faz sua performace no palco, o locutor faz a sua aos microfones.


ROTEIRO, ESTRUTURA E TÉCNICA


O roteiro Ê constituído por duas partes: o cabeçalho e a lauda


LAUDA Técnica: Todas as informações pertinentes à gravação, produção e edição da peça radiofônica. Se marca onde entram e saem trilhas, efeitos, silêncios, locuções e “durações” de cada acontecimento. Audio: Tudo o que será dito. É o texto verbal escrito que será oralizado.

TÉCNICA

AUDIO


CABEÇALHO No cabeçalho encontramos informações necessárias para o entendimento do nosso material No cabeçalho deve conter: Programa: Responsável: Peça: Título: Duração Título

Efeito: Locução: Produção: Direção: Data:


MODELO DE ROTEIRO Abrir modelo


TÉCNICA DE REDAÇÃO          

Frases curtas, claras e objetivas Escrever em caixa alta Espaço mínimo entre linhas: 1,5 cm NÂO pode separar em silabas NÂO pode cortar frases ou parágrafos de uma página para outra Alinhamento à esquerda Tamanho da fonte: ideal 14pts (no mínimo 12pts) Fonte preferencial: Arial Números por EXTENSO Redigir em forma de ROTEIRO (lauda)


 

Não imprimir no verso Número de cópias do roteiro na quantidade de pessoas envolvidas na produção, inclusive técnica Não grampear folhas


CUIDANDO DA PLÁSTICA DA  PROGRAMAÇÃO


VINHETAS Elemento de identificação, ilustração e/ou marcação de emissora ou programa. Podem ser: Marca de um programa. Ex: “É Fantastico” A vinheta pode ser: Tocada (instrumental) Cantada Falada


OUTRAS COMPOSIÇÕES DA  PLÁSTICA AB CH EBC PA SBC TH VM

Abertura Chamada Entradas de bloco comercial Pré abertura Saída de bloco comercial Trilha Vinheta Musical

Oficina Educom  

Oficina ministrada em escolas públicas onde foi implantado o projeto Educom.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you