Page 1


índice Quem Somos 3 4 5 5 6 6 7 7 8 8 8 9 10 10 11 11

Editorial Afonso de Paiva - Um patrono inspirador A Biblioteca Escolar como Comunidade Colaborativa Clube do Mocho Clube de Música e Bandas de Turma Clube de Teatro Oficina de Artes Clube de Leitur@s: ler para crescer no saber Programa Eco-Escolas Projeto Educação para a Saúde em Meio Escolar Programa Parlamento dos Jovens Desporto Escolar Educação Especial Plano de Formação Associação de Pais Projeto Mais Sucesso Escolar/Aprender Mais

Memória Anual 12 13 14-15 16-17 18-19 20-21 22-23 24-25 26- 27

O DESPERTAR - 2015/2016

28-29

02

30-31

setembro – Mês de (re)encontros outubro – Uma ambição, um rumo, um projeto novembro – Afimar a nossa identidade dezembro – Unidos por valores janeiro – Com os olhos no presente fevereiro – Trabalhar em equipa, cooperar, envolver março – O valor de uma escola plural abril – Despertar, motivar, gostar de aprender maio – Escola: um lugar de portas abertas, de todos e para todos junho – “O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente” Finalistas do 9.º Ano

Edição N.º3, setembro 2016

FICHA TÉCNICA: Propriedade: Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva Diretor: Rui Duarte Conceção do projeto e redação: Equipa de Divulgação e Comunicação do AE Afonso de Paiva e colaboradores Créditos Fotográficos: Comunidade Educativa Design Gráfico e Paginação: Informarte Impressão: IMPRESS Tiragem: 1400 exemplares

Escola Básica Afonso de Paiva (escola-sede) Morada: Rua Dr. Francisco José Palmeiro 6000-230 Castelo Branco Telefone: 272 339 240 Telemóvel: 964 863 699 Fax: 272 339 249 Email: agrupamentoapaiva@gmail.com Página Web: http://www.afonsopaiva.pt/ Facebook: https://www.facebook.com/afonsodepaiva


O DESPERTAR - 2015/2016

m pleno arranque de mais um ano letivo, damos vida ao passado recente com a 3.ª edição da nossa revista anual “O Despertar”, na qual relembramos desafios, histórias, dinâmicas de vida coletiva e sonhos realizados… Muitos… Muitos e bons momentos do ano letivo 2015/2016. Foi um ano vivido, intensamente, por toda a Comunidade Educativa. Os bons resultados alcançados a nível académico, pessoal e profissional são fruto do trabalho, dedicação e empenho de todos: alunos, professores, pais e encarregados de educação, assistentes operacionais e administrativos, direção e restante comunidade. Continuamos determinados na condução de uma Escola para TODOS, em que a sua maior riqueza seja a diversidade, criando oportunidades e implementando soluções adaptadas à comunidade que servimos e procurando dar resposta às necessidades e expetativas de cada um. Para toda a Comunidade Educativa deixo votos sinceros de que o ano letivo, que agora se inicia, seja mais um ano de muitas conquistas e novas aprendizagens, mais um passo positivo em prol de um futuro promissor para todos os nossos alunos! Até breve… O Diretor do Agrupamento Rui Duarte

editorial

E

03


Afonso de Paiva

Um patrono inspirador

O DESPERTAR - 2015/2016

“ 04

Afonso de Paiva, patrono do Agrupamento, era natural de Castelo Branco, não se sabendo a data exata do seu nascimento. Nesta cidade desempenhou o cargo de Escrivão do Serviço Real da Comuna dos Judeus. No quadro das Descobertas e Conquistas Portuguesas, integra-se na missão que o rei D. João II, Príncipe Perfeito, entregou em 1487 a Afonso de Paiva e Pêro da Covilhã. A 7 de maio de 1487 partiram juntos, Afonso de Paiva e Pêro da Covilhã, da cidade de Santarém, onde se achava a Corte. Esta viagem tinha como objetivo estabelecer a exata localização da Índia, a cobiçada terra das especiarias; a determinação do mítico reino de Preste João; verificar até onde descia o Sul da África e se este continente poderia ser contornado por mar. A figura de Afonso de Paiva remete para valores que norteiam a visão e a missão do Agrupamento: integridade, lealdade, dedicação, empenho, curiosidade intelectual e espírito de descoberta.”(in Projeto Educativo do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva 2014/2017) Como o cavaleiro Afonso de Paiva, também nós percorremos

um caminho que já tem uma longa história – um passado que não esquecemos, de que nos orgulhamos, mas que não nos trava na busca incessante de inovação, de melhoria das práticas pedagógicas e organizacionais e de soluções que deem uma resposta adequada às responsabilidades que se nos apresentam – responsabilidades sempre diferentes numa sociedade em constante mudança, mas desafiadoras e estimulantes. Disso nos fala o Projeto Educativo do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, acima citado, e assim o revela o trabalho educativo que concretiza esse documento essencial e orientador. Apresentamos, nas páginas que se seguem, alguns dos projetos e iniciativas que em muito têm contribuído para aproximar o desejo da realidade: como Afonso de Paiva, essa figura albicastrense tão inspiradora, chegar sempre mais longe - no conhecimento, no crescimento, num mundo melhor e de largos horizontes.


A Biblioteca Escolar como Comunidade Colaborativa prio projeto da biblioteca e todo o projeto educativo da escola. É esta ação concertada, esta parceria entre o trabalho do professor de sala de aula e o professor bibliotecário que permitirá mobilizar saberes, articular conteúdos e conhecimentos, perspetivar a construção de atitudes positivas em relação ao trabalho colaborativo com impacto nas aprendizagens. Acreditamos ser essa colaboração o eixo fulcral no contexto de mudança em que vivemos e perante os desafios que na escola enfrentamos.

Clube do Mocho O Clube da Floresta “O Mocho” faz parte da rede nacional Prosepe desde 1993/94. O Prosepe surgiu com o objetivo geral de promover atividades relacionadas com a sensibilização e educação da população escolar para a preservação da floresta, através do conhecimento da sua importância, quer para a promoção das atitudes mais apropriadas para a conservação de todo o espaço florestal, quer para a defesa da floresta contra incêndios. O Clube apresenta-se como uma atividade de complemento curricular constituída por um professor coordenador, um professor colaborador e alunos, funcionando nas quartas-feiras à tarde. O seu programa a nível nacional distribui-se da seguinte forma: 1.°período – Comemoração dos Dias de São Martinho, da Floresta Autóctone, fase escola das Olimpíadas da Floresta; atividades de Natal (Postais, Árvores, Presépios, Mensagens, Quadras, fomento das tradições); 2.°período – Dia Nacional do Prosepe (4 de março), Dia Mundial da Floresta (21 de março), fase nacional das Olimpíadas da Floresta; 3.°período – Encontro Distrital dos Clubes da Floresta. Paralelamentea estas atividades, ainda realizamos outras, como objetos decorativos a partir da reutilização/reciclagem de materiais, tendo como finalidade a feira do clube para angariação de fundos. Participámos em alguns concursos, nomeadamente no concurso “Floresta no Pé” promovido pelo Centro de Ciência Viva da Floresta, situado em Proença-a-Nova, tendo conquistado o primeiro lugar. O balanço é muito positivo, tendo sido regular a participação e o entusiasmo de vários alunos ao longo de todos os anos, o que muito nos apraz.

O DESPERTAR - 2015/2016

Enquanto estrutura pedagógica no seio da organização escola, a biblioteca escolar (BE) procura inovar para aprender, granjeando, em colaboração com os docentes, novos caminhos para uma efetiva integração da biblioteca nas atividades curriculares, numa perspetiva de apoio aos currícula e de complemento no processo ensino-aprendizagem, como espaço pedagógico privilegiado de recursos, passível de ser utilizado nas atividades curriculares. Emerge a necessidade de reconhecer e atribuir à biblioteca escolar um lugar central na escola, congregador, formativo, enquanto espaço único de aprendizagens, enquanto comunidade colaborativa, promotora de novas práticas e de mudanças no processo educativo. Para Montiel-Overall (2005), a colaboração tem um grande potencial na renovação dos processos de ensinoaprendizagem, combinando os pontos fortes de cada um dos indivíduos de modo a influenciar positivamente a aprendizagem dos alunos. Para Small (2001), o planeamento colaborativo do ensino e do currículo é um dos principais papéis do professor bibliotecário no século XXI. Consideramos pois que uma colaboração efetiva com os professores ajudará a criar uma comunidade de aprendizagem forte e comprometida, reforçando o pró-

05


Clube de Música

e Bandas de Turma

O DESPERTAR - 2015/2016

A prática instrumental, sobretudo se for em conjunto, contribui de uma forma significativa para o desenvolvimento dos níveis de atenção, concentração e respeito, bem como para aprender a trabalhar em grupo. A vontade de proporcionar aos nossos alunos uma atividade diferente e mais virada para as suas aspirações e gostos musicais está na base da criação das Bandas de Turma e, posteriormente, do Clube de Música. As Bandas de Turma surgem na opção de Música, nos 7.º e 8.º anos, quando os alunos começam a pôr em prática as aprendizagens previamente adquiridas na guitarra acústica, bem como no teclado. No entanto, foram necessárias várias mudanças até se tornar possível a criação das Bandas de Turma. Destacamos as seguintes: reparação dos aparelhos de ampliação e aquisição de instrumentos musicais: bateria, guitarra baixo, guitarra elétrica,

06

teclado, entre outros materiais. Foi depois destas melhorias que as Bandas de Turma começaram a surgir de uma forma mais clara. Vendo que os alunos cada vez mais se empenhavam na prática da música de conjunto e que tinham vontade de evoluir, quer individualmente quer em práticas instrumentais de conjunto, foi criado o Clube de Música em 2011/12. Todas as músicas trabalhadas nas Bandas de Turma e no Clube de Música são escolhidas pelos alunos. Ao longo dos anos, tanto Bandas de Turma como Clube de Música têm participado em diferentes eventos na escola-sede, bem como no Nercab, no CineTeatro, na ESTE, entre outros. Em jeito de balanço, destacamos a evolução dos alunos desde o início da aprendizagem instrumental até ao dia em que saem da escola e continuam a tocar com colegas.

Clube de Teatro A aposta no teatro temse consolidado no Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva desde a criação do Clube de Teatro, que cumpriu, em 2015-2016 o seu 3.º ano de atividade. Funcionando em pequenos grupos, com ensaios semanais, o clube está aberto a alunos do 2.º e do 3.º Ciclo. Na orientação do trabalho, os professores responsáveis pelo clube têm procurado conciliar as características dos alunos com uma seleção de textos de qualidade, preferencialmente de autores portugueses de reconhecido valor literário. Assim, o clube já levou à cena Alice Vieira, Vicente Sanches, António Torrado, Almeida Garrett, Manuel António Pina e Gil Vicente, com diversas apresentações específicas para alunos e outras abertas à comunidade, no auditório do Agrupamento Afonso de Paiva e, ainda, no IPDJ de Castelo Branco, no Museu Francisco Tavares Proença Júnior e no Cine-Teatro Avenida. Todas as peças apresentadas tiveram um expressivo acolhimento por parte do público, tendo sido fundamental o grande empenho e motivação dos nossos alunos que veem no teatro uma oportunidade ímpar para viverem momentos de diversão, experiências e aprendizagens únicas, num contexto em que a coesão do grupo é fundamental. E são, de facto, muitas as competências que o teatro desenvolve e indeléveis as emoções que ele proporciona. Cada representação é um momento único e irrepetível, o culminar de um esforço que frutifica e que nos impele para um novo desafio.


Clube de Leitur@s

Oficina de Artes A Oficina de Artes está em funcionamento desde 2010, estando aberta a todos os alunos que a queiram frequentar. Tem como principais objetivos promover a qualidade estética do ambiente, do espaço e dos equipamentos, assim como a sua segurança e higiene pessoal; cooperar com os outros em tarefas e projetos; desenvolver atividades em articulação com as disciplinas de Educação Visual (EV), Educação Tecnológica (ET), entre outras disciplinas, e a Biblioteca Escolar; concluir atividades desenvolvidas nas disciplinas de EV e ET; desenvolver a capacidade de comunicação e o sentido social; incentivar a criatividade e estimular o sentido estético; fomentar o gosto pelas áreas disciplinares e promover a ligação entre as aprendizagens adquiridas e a sua aplicação prática. À Oficina de Artes compete abordar as áreas de expressão e concretização plásticas bi e tridimensionais, associadas aos fenómenos da comunicação visual. Deste modo, é um contributo para o sucesso e o reforço das aprendizagens dos alunos no seu percurso escolar enquanto cidadãos. Neste ano letivo foram realizadas as seguintes atividades: elaboração de trabalhos e preparação de materiais para atividades e exposições, tratamento dos espaços relativos às diversas efemérides (Natal, Páscoa, Dia da Mãe,Livros Animados e Dia do Agrupamento) e conclusão de trabalhos das disciplinas de E. Visual e E. Tecnológica.

Assumindo a leitura como a base de todos os saberes, continuamos a acreditar que a função essencial de qualquer biblioteca é promover a leitura, semear alguma curiosidade para que o leitor seja levado a agir, a querer algo mais…ser um ponto de referência, um apoio, um parceiro de sempre… Acreditamos que a leitura e o despertar para outros mundos seja essencial para um crescimento efetivo, integral e feliz. Foi sob estas premissas que a professora bibliotecária do agrupamento, Carla Nunes, criou em outubro de 2013, por ocasião do MIBE (Mês Internacional das Bibliotecas Escolares), o Clube de Leitur@s da Biblioteca Escolar Afonso de Paiva, que tem como principal finalidade desenvolver capacidades e promover competências no âmbito da literacia da leitura e da escrita numa vertente mais lúdica e recreativa. Apostamos, com a prática da leitura e da escrita junto dos alunos do 2.º e 3.º ciclos do agrupamento, na formação de jovens leitores através de jogos de leitura e escrita, da divulgação de obras e autores da literatura portuguesa e de expressão portuguesa, da difusão de novidades na área da literatura infantojuvenil nacional e internacional, dando igualmente a conhecer o fundo documental da biblioteca, da realização de encontros e atividades que incentivem e possibilitem o desenvolvimento de práticas e dinâmicas de leitur@ comprometida com uma análise crítica e reflexiva, com a discussão e a fruição literária e com a valorização da literatura junto dos alunos, como veículo de tradições e valores e parte integrante do património nacional, contribuindo para a formação completa do indivíduo e do cidadão.

O DESPERTAR - 2015/2016

Ler para crescer no saber

07


○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Programa Parlamento dos Jovens

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Com este projeto, pretendemos disponibilizar esclarecimentos e informações aos alunos do Agrupamento, abordando as áreas da saúde onde estes apresentam mais dúvidas, nomeadamente questões relacionadas com a sexualidade, a alimentação, as drogas, a higiene, a atividade física, entre outras. Em parceria com inúmeras entidades como o INEM, a Unidade Local de Saúde (ULS), a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), a Unidade de Cuidados na Comunidade de Castelo Branco (UCCCB), a Biblioteca Escolar, a Biblioteca Municipal, a Associação de Pais e Encarregados de Educação, entre outras, pretendemos que as nossas estratégias sejam diversificadas e atrativas, por forma a sensibilizar e apoiar os jovens.

○ ○ ○ ○ ○

08

O DESPERTAR - 2015/2016

O Programa Eco-Escolas é um programa de educação para o desenvolvimento sustentável, promovido em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), que pretende encorajar, enquadrar, reconhecer e premiar o trabalho desenvolvido pela escola na melhoria do seu desempenho ambiental e na sensibilização para a necessidade de adoção de comportamentos mais sustentáveis. Uma escola que adere ao Programa Eco-Escolas compromete-se a desenvolver um conjunto de ações e atividades que deverão envolver os diferentes elementos da comunidade educativa: alunos, professores, funcionários, encarregados de educação e comunidade envolvente, nomeadamente o município. A Escola Básica Afonso de Paiva foi uma das escolas pioneiras na adesão ao programa, em 1996/97 e nos três anos letivos que se seguiram, tendo voltado a participar a partir de 2011/2012. O trabalho desenvolvido pela Escola mereceu sempre a atribuição da Bandeira Verde e envolveu diversas ações no âmbito dos temas “Resíduos”, “Água”, “Energia” e “Floresta”, entre outros. Em 2015/2016, a EB Afonso de Paiva foi distinguida com um Diploma de Qualidade após uma avaliação levada a cabo pela DGESTE, que considerou de elevada qualidade todo o trabalho desenvolvido até ao momento.

Eco-Escolas

Programa

Projeto Educação para a Saúde em Meio Escolar

O Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva tem marcado sempre presença no Programa Parlamento dos Jovens, uma iniciativa da Assembleia da República dirigida aos jovens dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e do ensino secundário, tendo já chegado por diversas vezes à fase nacional, que se realiza na Assembleia da República, no final do ano letivo. É sempre com muito entusiasmo e sentido cívico que os nossos alunos se organizam em listas com o propósito de serem eleitos deputados e representarem o Agrupamento nas diversas fases do programa. O Parlamento dos Jovens tem sido uma oportunidade para os alunos debaterem temas atuais e proporem medidas para os problemas com que a sociedade se defronta, tais como o insucesso escolar, o consumo de drogas, a discriminação e o racismo, entre outros. A sua participação permite-lhes, ainda, compreender o funcionamento da Assembleia da República, o contacto com deputados eleitos pelo círculo eleitoral de Castelo Branco e outras entidades, a vivência dos princípios da democracia, o desenvolvimento do espírito crítico e da capacidade de intervenção.


O DESPERTAR - 2015/2016

Desporto Escolar

A diversidade e a qualidade da oferta desportiva voltou a marcar o ano na EB Afonso de Paiva, no âmbito do Desporto Escolar. Os alunos dos 2.º e 3.º ciclos tiveram assim a oportunidade de praticar, como atividade extracurricular, as seguintes modalidades: Atletismo, Badminton, Basquetebol, Futsal e Ténis. Para além dos quadros competitivos nos diversos escalões de cada modalidade, a Escola Afonso de Paiva participou, também no âmbito do Desporto Escolar, nas competições de Corta-Mato, Megas (Km, Sprint, Salto e Lançamento), Basquetebol 3x3 e na 1.ª edição da Taça CNID, tendo registado muitos sucessos, dos quais salientamos os seguintes: equipa de infantis masculinos de Basquetebol 3x3 campeã distrital, campeã regional e campeã nacional; dois campeões distritais e várias subidas ao pódio no corta-mato distrital e apuramento para o corta-mato nacional; três campeões distritais e várias subidas ao pódio no campeonato distrital de Megas; subidas ao pódio na final distrital de Atletismo em pista e sagração de uma bi-campeã distrital; equipa de ténis campeã distrital e diversas subidas ao pódio; 7.º lugar na final nacional da Taça CNID; apuramento de vários alunos na fase final dos campeonatos distritais de Badminton. Para além destes sucessos e dos troféus, que são o resultado do empenho de todos e que muito nos alegram, um outro nível de sucesso prevalece: a participação de muitos alunos, os momentos de convívio e de alegria, as aprendizagens e as competências desenvolvidas, cumprindo-se, assim, o objetivo deste programa de âmbito nacional: “(...) aprofundar as condições para a prática desportiva regular em meio escolar, como estratégia de promoção do sucesso educativo e de estilos de vida saudáveis.” (in Programa do Desporto Escolar 2013-2017)

09


Educação Especial

O DESPERTAR - 2015/2016

Uma escola inclusiva pressupõe uma educação inclusiva, em que a heterogeneidade do grupo de alunos deverá ser não um enigma, mas um grande desafio à criatividade dos profissionais da educação, procriando mudanças de mentalidades, de políticas e de práticas educativas. Os docentes e técnicos do departamento de educação especial articulam a sua ação com todos os níveis de ensino e estruturas do Agrupamento, desenvolvendo competências específicas, contribuindo para a igualdade de oportunidades de sucesso educativo para todas as crianças e jovens e ainda promovendo a existência de respostas pedagógicas diversificadas adequadas às suas necessidades específicas e ao seu desenvolvimento global. “No verdadeiro trabalho de equipa o resultado é sempre superior à soma dos contributos de cada um.” Valências de Educação Especial: E1, Unidade de Ensino Estruturado (UEE), Escola de Referência para a Educação Bilingue de Alunos Surdos (EREBAS) e Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI).

10

O plano de formação do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva teve como principais destinatários os intervenientes no processo educativo, designadamente: Educadores de infância; Professores do ensino básico, cursos de educação e formação ou outros; Pessoal não docente do agrupamento: assistentes técnicos/ administrativos e operacionais e pessoal técnico. Em 2015/2016, foram realizadas as seguintes ações constantes do Plano de Formação do Agrupamento: “Tecnologias Web 2.0 no contexto educativo”, “A Biblioteca Escolar 2.0”, “Gestão de conflitos”, “Apro-

Plano de Formação fundar a língua gestual portuguesa”, “(Re)educação da voz”, “Armazenamento na nuvem”, “A Intervenção Precoce dos 0 aos 6 anos”, “Dia Internacional da Pessoa com Deficiência”, “Saber Ler+: Práticas Inclusivas de Leitura”, “JPM”, “Emoções: conversa aberta”, “Nova Norma Ortográfica”, “Manutenção de equipamentos informáticos”.


Projeto de Pais e Encarregados de Educação A Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva (APEEAF), renovada em dezembro do ano passado com a tomada de posse da nova direção, pretende, a par de outras associações da mesma natureza, fazer ouvir a sua voz e a de todos os pais de alunos do agrupamento, bem como participar no processo educativo dos filhos. A associação tem representação no conselho geral do agrupamento, está convidada a fazer parte da equipa de avaliação interna, entre outras participações que tem desenvolvido e pretende continuar a desenvolver, em conjunto com professores e direção, para promover a formação e informação dos pais, das crianças e dos jovens. Em suma, é sua função colaborar com todos os intervenientes no processo educativo, de forma a aumentar as possibilidades de sucesso escolar dos alunos. Para que estes objetivos sejam concretizados na sua plenitude, a atual Direção da Associação de Pais apela à participação de todos os pais, porque a educação é para todos e deve ter a participação de todos.

A implementação do Projeto “Mais Sucesso Escolar/Aprender Mais” visa adequar, cada vez mais, as respostas educativas às necessidades de cada aluno, uma vez que permite desenvolver, mais facilmente, todo um conjunto de procedimentos, estratégias e ações que oferecem respostas mais flexíveis e capazes de respeitar os ritmos e necessidades de todos os alunos baseando-se numa forma diversificada de organização do grupo turma e permitindo, por outro lado, a realização de um trabalho colaborativo entre docentes através de parcerias pedagógicas. Este projeto começou a ser implementado nas turmas do 5.º ano, no ano letivo 2013/2014, na disciplina de Português, estando organizado da seguinte maneira: criação de duas ou três “Turmas Mais” constituídas por alunos com o mesmo nível de conhecimentos e com um máximo de 12 alunos por turma. Todos os alunos circulam pela Turma Mais ao longo do ano letivo, de acordo com o seu nível de conhecimentos e numa sequência previamente estabelecida. Assim, cada grupo específico de alunos continua a trabalhar os conteúdos programáticos que a sua turma de origem está a desenvolver, beneficiando de um apoio mais próximo e individualizado, mais harmonizado em termos de ritmos de aprendizagem. Nestes três anos de implementação do projeto verificou-se uma melhoria significativa na taxa de sucesso da disciplina de Português, bem como na qualidade desse mesmo sucesso, dando cumprimento aos objetivos do projeto.

O DESPERTAR - 2015/2016

Associação

Mais Sucesso Escolar/Aprender Mais

11


setembro MEMÓRIA ANUAL

mês de (re)encontros S

O DESPERTAR - 2015/2016

etembro é um mês muito especial no meio educativo. No dia 1, assinala-se o início de um novo ano letivo e são muitas as expectativas quer para quem trabalha nas escolas, quer para as famílias e alunos. Nas semanas que antecedem o início das aulas, vive-se intensamente o que será o ano e todo o trabalho desenvolvido visa preparar, da melhor forma, a nobre missão que cabe às escolas. Na escola, crianças, jovens e adultos encontram um espaço rico em aprendizagens e em vivências determinantes para o desenvolvimento individual e coletivo. A escola é um lugar de conhecimento e, também, de encontro com o outro e de partilha; um espaço onde as relações humanas de proximidade, os valores democráticos e humanistas, o bem-estar e a cooperação são fundamentais para uma educação plena e de qualidade. Neste mês de felizes (re)encontros, e como é hábito no Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, a Direção proporcionou, no dia 15 de setembro, um momento de convívio para todo o pessoal docente e não docente do Agrupamento. No dia 18, foi a vez de a Direção receber pais e encarregados de educação, expressando dessa forma calorosa as boas-vindas a todos e os votos de um bom ano letivo.

12


MEMÓRIA ANUAL

outubro Uma ambição, um rumo, um projeto E

Visitas de estudo – EB Mina no Museu Francisco T. Proença Júnior (“O museu está assombrado”); Clube de Leitur@s no IPDJ de C. Branco.

O DESPERTAR - 2015/2016

○ ○ ○ ○

Teatro – “O Príncipe Nabo” (organização BE, Profs. de Português do 2.º Ciclo e BMCB).

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

○ ○

Biblioteca Municipal de Castelo Branco (BMCB) – Sessão de animação de leitura (EB Mina)

Saúde - Dia Mundial da Alimentação (EB Afonso de Paiva, EB Mina, EB/JI de Salgueiro do Campo; JI Freixial do Campo); Dia Mundial da Consciencialização da Gaguez (Educação Especial)

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Leitura / Literacia - Biblioteca Escolar (BE): Mês Internacional da Biblioteca Escolar; Sessão de animação de leitura “O Espantalho Ena-

Desporto - Jogo de futebol da Seleção Nacional feminina sub-17 contra a Seleção Nacional da Bulgária (Estádio Municipal Vale do Romeiro, Castelo Branco)

morado”; Concurso Internacional de Marcadores de Livros (em colaboração com diversos departamentos); Exposição “Livros que fizeram história”; Sessões de formação do utilizador; Projeto “Malas com histórias” (parceria com a BMCB); Dia da Biblioteca Escolar; Palestra “As bibliotecas” (Estabelecimento Prisional de C. Branco); Sessões de Leitura alusivas ao Halloween;

Cidadania - Dia Mundial do Idoso (EB/JI Salgueiro do Campo); Sessão “UE regressa à Escola” (iniciativa da União Europeia em articulação

Artes Plásticas - Exposição coletiva – Retrospetiva de 2014-2015; Exposições alusivas ao Halloween; Concurso “Sapatos de bruxa”

com a Direção) Cinema – Arranque do Projeto “O Cinema à tua Espera” (Plano Nacional de Cinema promovido pela BE)

Ambiente - Receção do Galardão Eco-Escolas; Apanha da azeitona (EB Sarzedas)

Aconteceu, em outubro...

m outubro, as aulas já iam em velocidade de cruzeiro e já estava definido o rumo para 2015-2016... Como instrumento de reforço das competências e conhecimentos a adquirir/consolidar, contamos sempre com um Plano Anual de Atividades que procura consubstanciar o nosso ambicioso Projeto Educativo. Não sendo viável reproduzirmos todos os acontecimentos que deram vida às nossas escolas e que fomos noticiando ao longo do ano letivo, evocaremos aqui apenas o seu âmbito, ilustrando-os com alguns dos registos que nos recordam tantas e tão enriquecedoras atividades.

13


novembro

MEMÓRIA ANUAL

Aconteceu, em novembro... Ambiente – Hastear da Bandeira Eco-Escolas Artes Plásticas – Exposições “Mandalas de outono” e “Folhas de outono” Ciências Exatas – XXXIV Olimpíadas de Matemática – 1.ª eliminatória Desporto – Futsal - Torneio de abertura Educação Especial – Comemoração do Dia Nacional da Língua Gestual Portuguesa e Ação de sensibilização “A Intervenção Precoce dos 0 aos 6 anos” Leitura / Literacia - Biblioteca Escolar: Concurso de leitura “O Estranhão”; Encontro com a escritora Margarida Fonseca Santos; Sessões de animação de leitura (S. Martinho); Biblioteca Municipal de Castelo Branco: Sessão de animação de leitura (EB Mina) Prémios de Mérito 2014-2015 – Cerimónia de entrega dos prémios (Organização da Direção com a colaboração do Conservatório Regional de C. Branco) São Martinho – Comemoração do dia de S. Martinho (diversas atividades em todos os estabelecimentos do Agrupamento)

O DESPERTAR - 2015/2016

Saúde – Projeto “+Contigo” – Ações de sensibilização e arranque do projeto de intervenção para prevenção do suicídio na adolescência (Org. conjunta: Unidade de Cuidados na Comunidade de Castelo Branco e Projeto de Educação para a Saúde - PES); Rastreio para prevenção da obesidade (Org. conjunta: Unidade Local de Saúde de C. Branco e PES)

14

Serviço de Psicologia e Orientação – Início das sessões de orientação escolar e profissional para os alunos do 9.º ano Teatro – Auto da Barca do Inferno (IPDJ de C. Branco – Organização do Grupo de Português do 3.º Ciclo) Visitas de estudo – Visita à escola-sede (EB Sarzedas)

Afirmar a nossa identidade Apostar na diversidade e qualidade N

o Agrupamento Afonso de Paiva, preservamos e valorizamos a nossa herança cultural, sendo esta uma forma de afirmar a nossa identidade e de proporcionar múltiplas aprendizagens. A ampla comemoração do dia de S. Martinho foi exemplo disso. Mas esta e outras efemérides são “apenas” uma parte de um todo variado que abrange muitas áreas essenciais na educação/formação dos alunos. O quadro-resumo aqui apresentado, referente às atividade noticiadas pela Equipa de Divulgação, ilustra a diversidade e qualidade das ações promovidas em todos os ciclos. Assim foi novembro - sempre a pensar nos alunos.


15

O DESPERTAR - 2015/2016


Aconteceu, em dezembro... Associação de Pais e EE – Encontro com a psicóloga Rita Castanheira Alves (Tema: “Emoções”)

O DESPERTAR - 2015/2016

Artes Plásticas – Exposição “Árvores de Natal” (todos os departamentos, serviços e escolas do Agrupamento); Decoração dos espaços escolares (EV, ET, Artes, Oficina de Artes; AEC de Expressões; Pré-escolar; 1.º ciclo; Clube do Mocho); Concurso “Postal de Natal”: par-

16

ticipação da turma 1AP – 4.º Ano EB Afonso de Paiva (Org. Biblioteca Municipal de C. Branco) Cidadania – “Papel por Alimentos” (2.ª entrega no Banco Alimentar de C. Branco); “Natal Diferente” – Entrega de presentes a crianças carenciadas (Org. da Associação AME com a colaboração do AE Afonso de Paiva); Parlamento dos Jovens – 1.º Debate (“Racismo, Preconceito e Discriminação”); Festa solidária “Todos diferentes, todos iguais” (Dep. Préescolar); Angariação de donativos em

festas de Natal (escolas de Mina, Castelo, São Tiago e Afonso de Paiva); Projeto de Voluntariado de Leitura – Sessão no Hospital Amato Lusitano pelo Clube de Leitur@s Desporto – Corta-mato escolar Educação Especial – Comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência; Exposição “Deficiência não é impeditiva de excelência!” (Parceria IPDJ de C. Branco e Departamento de Ed. Especial)

Leitura / Literacia – Biblioteca Escolar: Feira do Livro Usado; Sessões de animação de leitura; Biblioteca Municipal: Sessão de animação de leitura (EB Mina) Natal – Comemorações (festas de Natal) de todas os estabelecimentos do Agrupamento (locais: jardins de infância, escolas, Santa Casa da Misericórdia e Cine-Teatro Avenida); participação das AEC (1.º Ciclo) e dos clubes da EB Afonso de Paiva; “Cacau com filhós”; Ceia de Natal Saúde – Participação no “Projeto (In)depen-

dências” – Prevenção de consumo de tabaco e álcool na Comunidade Escolar Teatro e Música – “O Homem do Saco” (pelos clubes de música e de teatro e AEC de Música – 1.º Ano EB Afonso de Paiva); “Minislândia” (pelos alunos da ETEPA, no salão da Junta de Freguesia, em Sarzedas) Visitas de estudo – Exposições “Esplendor e Engano” - Sala da Nora (EB Mina); “China Antiga” - Museu Francisco T. Proença Júnior (EB Mina).


dezembro

MEMÓRIA ANUAL

Unidos por valores O

O DESPERTAR - 2015/2016

mês do Natal é sempre vivido com muita emoção no nosso Agrupamento. Vivemos dias mágicos, vimos os nossos espaços maravilhosamente decorados e fomos novamente surpreendidos com um mosaico alegre e colorido de múltiplas iniciativas que celebraram valores universais. Encontramo-los em cada atividade proporcionada em áreas tão diversas e fundamentais da aprendizagem. São os valores que cultivamos nesta época e todos os dias – os valores que nos unem, arreigados ao sonho comum de um mundo melhor que procuramos construir juntos, com todos e para todos.

17


janeiro MEMÓRIA ANUAL

Aconteceu, em janeiro... Ambiente – Rota Eco-Escolas: organização da passagem de testemunho entre escolas; realização da cerimónia de assinatura da Bandeira Verde Artes Plásticas – Exposições: “Retratos” e “Pintura Rupestre” Cidadania – Programa Parlamento dos Jovens: debate com a Deputada Hortense Martins e eleição dos deputados para a Sessão Escolar; Oficina “SOS Bullying” (Org. da Biblioteca Escolar) Desporto – Ténis: 1.ª participação nos quadros competitivos; Futsal: 2.ª jornada em Vila de Rei; Corta-mato distrital Ciências Exatas – Palestra “Química e nanocoisas”, pelo Professor Associado João Paiva (Org. dos grupos de Ciências Naturais e Ciências Físico-Químicas); Olimpíadas de Matemática - 2.ª eliminatória Leitura / Literacia / Escrita – Biblioteca Escolar (BE) e diversos ciclos: Projeto “Boys Reading” (c/ participação de um Prof. do 1.º Ciclo e um do 2.º); Concurso Escolar de Leitura (1.º Ciclo e BE); Concurso Interconcelhio de Leitura (Português 2.º Ciclo e BE); Concurso de Ditado – 1.ª eliminatória (Português 2.º e 3.º Ciclos e BE); Clube de Leitur@s: Concurso “Literacia 3D”; Biblioteca Municipal: sessão de animação de leitura (EB Mina); AEC de Inglês: “Bookmarks Project” (4.º Ano, nas Escolas Afonso de Paiva, Mina e S. Tiago)

O DESPERTAR - 2015/2016

Música – Comemoração das Janeiras em todas as escolas e jardins de infância do Agrupamento e em diversas instituições da comunidade (com a participação das AEC e do Clube de Música)

18

Saúde – Projeto “+Contigo”: início das sessões com alunos

Com os olhos no presente e o pensamento no que queremos alcançar A

o Ano Novo associamos sempre o desejo de renovação, mas também de conservação – refletimos sobre o tempo que passou, formulamos desejos pessoais e ambições coletivas, acarinhamos o que queremos preservar, pensamos no que é preciso mudar, projetamos o futuro... Enquanto Escola, fazemos desta postura uma constante: com os olhos postos no presente e o pensamento no que almejamos alcançar, todo o trabalho se planifica, se desenvolve e avalia com o desejo de um bem comum que é, simultaneamente, fundamental para a realização de cada um.


19

O DESPERTAR - 2015/2016


Aconteceu, em fevereiro...

Francês e Espanhol

Ambiente – Distinção do Programa Eco-Escolas e da ABAE pela elevada qualidade do trabalho desenvolvido em matéria ambiental (Diploma de Qualidade)

Desporto – Corta-Mato Nacional – EB Afonso de Paiva na final nacional; Campeonato Distrital de Basquetebol 3x3 – EB Afonso de Paiva campeã distrital

Associação de Pais – Apresentação do Plano de Atividades para 2016

Formação – “Nova Norma Ortográfica”, ação destinada a Assistentes Operacionais e Administrativos e Técnicos do Agrupamento

Cidadania – Projeto “Crescer em Cidadania”: sessões promovidas pelo Núcleo Distrital de Castelo Branco da EAPN Portugal (Org. da Coordenação de Projetos); Dia da Internet Segura (Org. BE e disciplina de TIC); Semana dos Afetos (EB Mina; participação das AEC) Cinema – 4.ª sessão de cinema (Plano Nacional de Cinema - Biblioteca Escolar)

O DESPERTAR - 2015/2016

Comemorações – Carnaval: Todas as escolas e jardins de infância do Agrupamento; S. Valentim: atividades das disciplinas de

20

Leitura / Literacia / Escrita – Biblioteca Escolar (BE) e diversos ciclos: Projeto “Aqua Narrabilis” (iniciativa internacional; colaboração do 1.º Ciclo); Concurso de leitura em voz alta “A Melodia das Palavras” (BE e 1.º Ciclo); “Book Giving Day” (BE - Iniciativa internacional – troca de livros na BE) Teatro e Música – Canção dramatizada e peça de teatro “Adivinha quanto eu gosto de ti” (EB Mina; participação das AEC de Música e Atividade Física)


fevereiro

MEMÓRIA ANUAL

Trabalhar em equipa, cooperar, envolver R

O DESPERTAR - 2015/2016

eferimo-nos, anteriormente, à planificação e avaliação de todo o trabalho realizado como condição fundamental para redefinirmos objetivos e concretizarmos o desejo constante de melhoria, o que remete para uma dimensão fundamental da ação pedagógica: o trabalho em equipa. Muito do que acontece dentro e fora da sala de aula resulta frequentemente de um trabalho preparado em conjunto, de decisões pensadas e avaliadas por equipas pedagógicas – maiores ou mais restritas. As iniciativas do Plano Anual de Atividades que aqui evocamos são a face mais visível desses pilares da vida nas escolas: a interdisciplinaridade, o trabalho colaborativo e o envolvimento de todos. .

21


março

MEMÓRIA ANUAL

O valor de uma escola plural A

O DESPERTAR - 2015/2016

diversidade que caracteriza o mundo reflete-se, naturalmente, na escola – o espaço onde valores, objetivos e metas comuns se harmonizam com uma necessária atenção às especificidades e necessidades individuais. A escola ensina-nos a viver com o outro, a compreender e a respeitar diferenças, a desenvolver um processo contínuo de autoconhecimento e de desenvolvimento individual, ao mesmo tempo que nos abre janelas para o mundo e nos ensina a construir com e para o outro. As descobertas e aprendizagens, os desafios, os trabalhos realizados e os sucessos alcançados que aqui evocamos vão ao encontro da heterogeneidade que uma escola plural procura promover, valorizando o todo e cada um, potenciando o valor individual e o seu contributo para o valor coletivo. Assim se vive a escola, onde o bem-estar e a realização pessoal são indissociáveis do bem universal.

22


○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

tas”, com Sandro William Junqueira; BE+Grupo de Português 2.º Ciclo: Final do Concurso Interconcelhio de Leitura; BE+diversos departamentos e escolas: Semana da Leitura com diversas atividades, entre as quais: semifinal do Concurso de Ditado; “Chants & Rhymes” (AEC de Inglês); desafio “Ler é cool” (Clube de Leitur@s); tertúlia “Há conversa com livros”; Concurso Escolar de Leitura (1.º Ciclo); Concurso de leitura em voz alta “A Melodia das Palavras” (1.º Ciclo); encontro com os escritores José Pires e Isabel Zambujal; sessão de leitura inclusiva (projeto “Saber Ler+”); espetáculo de Luís Portugal; “Roda de Poemas” (Clube de Leitur@s na Câmara Municipal); “Histórias em Família” (jardins de infância); “Contar Contos Interturmas: Lendas e Contos do Mundo” (1.º ciclo), entre outras; Biblioteca Municipal: Sessão de leitura (JI Freixial do Campo)

○ ○

Saúde – Comemoração do Dia Mundial do Rim (Org. Unidade Local de Saúde de C. Branco/ colaboração da Equipa do Projeto de Educação para a Saúde - PES); Projeto “+Contigo” – pequenoalmoço partilhado (ULS e PES); Projeto “Curte Iogurte” (EB Mina)

Teatro e Música – Teatro musical “Páscoa Original” (EB Mina e JI/EB do Castelo na Sta. Casa da Misericórdia); Semana da Leitura: peça “Filó & Sofia” (Companhia Váatão) e atuação do Clube de Música com os alunos das turmas 2AP e 3AP (EB Afonso de Paiva)

○ ○ ○

Visitas de Estudo – Visita à Celtejo (EB Mina); Visita a Castelo Branco – diversas instituições (EB Sarzedas); Visita às exposições “Poética das Cores” e “Lego em construções” (EB Mina); Visita ao Conservatório Regional de C. Branco (EB Mina); Viagem de Finalistas aos Açores (9.º 1)

O DESPERTAR - 2015/2016

Leitura / Literacia – Biblioteca Escolar (BE): “Contar as Me-

Desporto – Megas do Desporto Escolar – Campeonato distrital; Campeonato de Futsal – 3.ª jornada

Comemorações – “St. Patrick´s Day” (EB Sarzedas); Dia do Pai (JI Freixial do Campo)

Ciências Exatas – Canguru Matemático sem Fronteiras; SuperTmatik de Cálculo Mental – Campeonato Interturmas 5.º Ano; SuperTmatiK - Interturmas 3.º Ciclo; Final Nacional das Olimpíadas Portuguesas de Matemática; “À descoberta dos solos” com a EE Ana Mateus (3.º Ano - EB Afonso de Paiva)

Cidadania – Ação de sensibilização “Violência no namoro” (Org. PSP de C. Branco); Comemoração do Dia Internacional da Mulher (Org. CGTP-IN)

Associação de Pais – Apresentação do programa “Férias com Estilo – Páscoa 2016”

Artes Plásticas – Exposições “Pintura Rupestre” e “Paisagem Natural/Paisagem Humanizada”; exposições diversas no âmbito da Semana da Leitura

Ambiente – Comemoração do Dia do Prosepe (Clube da Floresta “O Mocho”) e do Dia Mundial da Árvore (EB Sarzedas na GNR de C. Branco)

Aconteceu, em março...

23


abril

MEMÓRIA ANUAL

Aconteceu, em abril... Artes plásticas /Exposições – Prémio “Postal de Natal” (Biblioteca Municipal); Painel “Cantiga Sua Partindo-se” (Festival Literário de C. Branco); Exposição alusiva ao 25 de Abril – reconstituição de tanques (Grupo de História e Geografia de Portugal e Biblioteca Escolar); Mostra fotográfica de Sebastião Salgado; Mostra temática de documentos alusivos ao 25 de Abril (Bib. Escolar) Ciências Exatas – SuperTmatik de Astronomia - Final interturmas 7.º Ano; Exposição; “Viagem ao Centro da Terra”; Palestra “À descoberta do Sistema Solar” pelo EE Paulo Marques; Projeto “Pequenos Cientistas” (EB Mina) Cinema – Ciclo de Cinema Português (PNC): filme “Capitães de Abril” Comemorações – Dia Mundial da Consciencialização do Autismo; Dia Mundial da Voz; 25 de Abril: diversas atividades na Biblioteca Escolar, EB Mina e JI/EB do Castelo

Despertar, motivar, gostar de aprender

Desporto – Campeonato Regional de Basquetebol 3x3; Dia Mundial da Atividade Física (Org. APEF e EB Afonso de Paiva); 1.ª Sessão Regional do FITescola (Org. APEF e EB Afonso de Paiva); Final distrital de Atletismo de pista; Campeonato distrital de Ténis; Taça CNID – competição distrital; Torneio de Futsal (Org. EB Afonso de Paiva e Associação Rec. Bairro Boa Esperança) Formação – Conclusão da ação “Tecnologias Web 2.0 no contexto educativo” Leitura / Literacia – Biblioteca Escolar: Sessões de animação de leitura alusivas ao 25 de Abril; Encontro com o escritor Nuno Matos Valente; Biblioteca Municipal: Sessão de animação de leitura (EB Mina)

O DESPERTAR - 2015/2016

Saúde – Sessões de sensibilização sobre alimentação saudável (Org. Associação de Pais; ULS e PES)

24

Teatro – Peça “Os Bichos” pela companhia “AtrapalhArte” (BE e Grupo de Português 3.º Ciclo) Visitas de estudo – Visita de estudo a Avis e Alter do Chão (Préescolar); Visita às exposições “Cartazes de Abril” e “Os dias seguintes ao 25 de Abril no Distrito de Castelo Branco”, no IPDJ de Castelo Branco (EB Afonso de Paiva); Visita à exposição “O 25 de Abril saiu à rua”, na Casa do Arco do Bispo (EB Mina)

Diz-me e eu esquecerei; ensina-me e eu lembrar-me-ei; envolve-me e eu aprenderei”. Esta máxima, de autor desconhecido, há muito que norteia a nossa ação educativa, pois sem a aprendizagem o ensino ocuparia o lugar do vazio. Como ilustram estas páginas, os contextos de realização são diversos, como diversas são as atividades e os desafios pensados para um enriquecimento constante, alimentando o desejo e o prazer de saber, de conhecer, de compreender... Envolver é querer descobrir. Aprender é poder Ser. E assim nunca os nossos dias são vazios.


25

O DESPERTAR - 2015/2016


maio

MEMÓRIA ANUAL

Aconteceu, em maio... Ambiente – Clube da Floresta “O Mocho” vencedor do concurso “Floresta no pé” Associação de Pais – V Festival de Sopas Afonso de Paiva; Ações de sensibilização para Pais e EE: “Da Linguagem oral à escrita”e “Alimentação Saudável” Cidadania – Comemoração dos 40 anos das primeiras eleições presidenciais em democracia (Cine-Teatro Avenida) Ciências Exatas – Alunos da EB Afonso de Paiva no Top 10 das finais online dos campeonatos SuperTmatik; Competição Equamat 2015-2016; Final do projeto “(Des)problematicar” (EB Mina); “À descoberta da flora” com EE Sílvia Ribeiro (turma 4AP, do 3.º ano da EB Afonso de Paiva) Ciências Sociais e Humanas – Photo Paper 2016

Escola: um lugar de portas abertas, de todos e para todos

Desporto – Equipa de Basquetebol 3x3 da Afonso de Paiva Campeã Nacional; Equipa de Futsal - 3.º lugar no campeonato distrital; Equipa de iniciados masculinos vencedora da 1.ª série; Campeonato Regional de Ténis Formação – Conclusão das ações de formação “Gestão de Conflitos” (Serviço de Psicologia e Orientação) e “Sensibilização à Língua Gestual Portuguesa” (Educação Especial) Leitura/Literacia/Escrita – Final concelhia do Concurso de Ditado “Ler Mais... Escrever Melhor” (Biblioteca Escolar+Português 2.º e 3.º ciclos) – 2.º Ciclo Beatriz Canheto (2.º lugar); Miguel Gama (3.º lugar) / 3.º Ciclo - Francisca Djacabi (2.º lugar); Ana Rita Quelhas (3.º lugar); Concurso “International House Scholarship Competition” – João Ferreira: 3.º lugar nacional; Sessão de mediação de leitura – Projeto “Saber Ler+: Práticas Inclusivas de Leitura” (Bibl. Escolar e Dep. Educação Especial)

O DESPERTAR - 2015/2016

Música e Dança – Sarau “Noite ao Luar” (Educação Especial); Sarau musical (Clube de Música, bandas de turma, 5.º 4 e 6.º 3)

26

Saúde/Segurança – Sessão de sensibilização - “Hipertensão na Criança e no Jovem” (Org. Unidade Local de Saúde); Sessão sobre prevenção do stress (Org. Autoridade para a Segurança no Trabalho); Ação de sensibilização “Medidas de suporte básico de vida” (Prof. João Ramalho); Apresentação do Programa “Estou Aqui” (PSP – Escola Segura na EB S. Tiago) Visitas de Estudo – Visita à exposição “Alice: quanto tempo dura o eterno?”, na Sala da Nora (Clube de Leitur@s)

M

anter uma relação próxima com a comunidade onde a escola se insere e para o desenvolvimento da qual a educação tem um papel fundamental mais do que um objetivo é uma necessidade e um desejo que sustentam muitos dos projetos que o nosso agrupamento tem vindo a desenvolver. Seja através de iniciativas promovidas pelos docentes, alunos e encarregados de educação, seja através dos numerosos contributos de instituições/parceiros que connosco colaboram nas mais diversas áreas (segurança, saúde, ambiente, literacia, ensino artístico, formação, entre outras), é com esta interação e partilha de saberes que fazemos da escola o que ela deve ser: um lugar de portas abertas, que é de todos e para todos.


27

O DESPERTAR - 2015/2016


junho

MEMÓRIA ANUAL

“O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente.” (Mahatma Gandhi) A

O DESPERTAR - 2015/2016

o longo destas páginas evocámos alguns dos acontecimentos marcantes de mais um ano letivo vivido intensamente pela comunidade educativa. Tratando-se de uma síntese baseada nas notícias que foram sendo publicadas nos diversos meios de comunicação do Agrupamento e nos órgãos de comunicação social, este registo não contempla, naturalmente, todo o imenso trabalho realizado com os alunos, dentro e fora da sala de aula. Procurámos, no entanto, que espelhasse a qualidade e a diversidade do nosso Plano Anual de Atividades, o empenho e o entusiasmo dos muitos dinamizadores e participantes, os resultados de que nos orgulhamos, a nossa visão de escola, os valores que preconizamos, o que fazemos hoje para o futuro que desejamos. A todos os que contribuíram para este ano memorável, o nosso sentido BEM-HAJA.

28


Aconteceu, em junho... Artes Plásticas – 1.º lugar nacional em Concurso comemorativo do Dia Mundial do Rim (EB Afonso de Paiva, turmas 1AP, 4AP e 5AP) Cidadania – Conclusão do projeto “Nós descobrimos a comunidade” (Pré-escolar) Comemorações – Dia do Agrupamento (Org. de todos os departamentos); Dia Mundial da Criança em Salgueiro do Campo; EB Sarzedas: convívio/encerramento do ano letivo; Convívio “Os amigos invisíveis” (Org. Direção; participação do Pessoal Docente e Não Docente); Atividades conjuntas EB São Tiago e JI Quinta das Violetas; Baile de Finalistas Desporto – “Albiday”(Org. Câmara Municipal e Agrupamentos); Final da Taça CNID em Lisboa – EB Afonso de Paiva em 7.º lugar nacional: Torneio de futebol EB Afonso de Paiva - Associação Recreativa do Bairro da Boa Esperança Formação – Ação “Saber Ler+: Práticas Inclusivas de Leitura” (Biblioteca Escolar) Leitura – Peddy-Paper “Viagem com Ulisses” (Org. Grupo de Português do 2.º Ciclo) Música – Sarau Musical de encerramento do ano letivo (Org. todos os ciclos, AEC-1.º Ciclo, Ed. Musical/ Música, bandas de turma e Clube de Música)

O DESPERTAR - 2015/2016

Teatro – Apresentação da peça “Farsa de Inês Pereira” (Clube de Teatro Afonso de Paiva)

29


s

finalista

9º ANO

O DESPERTAR - 2015/2016

Aos nossos finalistas do 9.º ano deixamos esta singela e sentida homenagem, desejando a todos os maiores sucessos pessoais e académicos. Que as aprendizagens que realizaram e as vivências que marcaram o vosso percurso na Afonso de Paiva se mantenham como boas recordações e sejam a base de um futuro promissor. Voltem sempre a esta casa que continua vossa e que terá sempre prazer em acolher-vos. Até sempre!

30

9.

º 1 Antonella Costa | Clara Gonçalves | Diogo Faustino | Ezequiel Arrais | GilGomes |

Gonçalo Rodrigues | Hugo Pereira | João Ferreira | João Mendonça | Joel Carvalho | Leonor Martins | Maria Caldeira | Maria Diniz | Mariana Ribeiro | Miguel Martins | Raquel Cabeças | Rita Dias | Tomás Santos | Patrícia Duarte

9.

º 2 Afonso Rocha | Ana Filipe | Cristiana Lourinho | Eduardo Alves | Francisco Vilas

Boas | Gonçalo Lopes | Gonçalo Martins | Inês Vaz | Inês Ponciano | Inês Vicente | Joana Costa | Joana Fangaia | João Fonseca | José Camelo | José Antunes | Luis Correia | Mafalda Correia | Manuel Pires | Margarida Ribeiro | Maria Mateus | Pedro Martins | Rodrigo Henriques | Tiago Carrondo | Tiago Silva


Lourenço | Erica Edmundo | Eva Gonçalves | Joana Pereira | Juliana Amado | Lara Serra | Leandro Lopes | Leonardo Melo | Luis Silva | Marta Santos | Miguel Barata | Nuno Fernandes | Patricia Santos | Rafaela Gonçalves | Rui Pires | Tiago Tomé | Verónica Ribeiro

9.

º 4 Alexandra Damião | Ana Trindade | Ana Gonçalves | Bruna Robalo |

Cristiana Santos | Diana Brites | Diogo Correia | Dulce Trindade | Emiliya Klym | Francisco Dias | Gonçalo Rodrigues | Inês Dias | Inês Rodrigues | Joana Lourenço | João Martins | João Nunes | João Lucas | Laura Almeida | Micaela Mendes | Natalie Fernandes | Romain Fernandes | Tiago Laia

O DESPERTAR - 2015/2016

9.

º 3 Ana Mesquita | André Nunes | Carlos Godinho | Diogo Oliveira | Duarte

31


"O Despertar" 2015/2016  

Revista anual do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva