Issuu on Google+

Jornal FOLHA DE TERESÓPOLIS Está exposto e a venda nas melhores bancas da Cidade Teresópolis, sexta-feira, 26 de abril de 2013

Edição Digital:

Comissão visita municípios da região serrana do Rio e constata irregularidades no atendimento aos desabrigados Página 4

Energia

600 vagas: Polícia Chuvas reduzem preço Federal reabrirá do mega-watt-hora concurso até o dia 30 Página 5

Seleção para escrivão, perito e delegado estava suspensa desde julho do Página 4 ano passado

O concurso para preencher 600 vagas de escrivão, perito criminal e delegado na Polícia Federal (PF) - que está suspenso desde 2012 - será retomado, segundo nota publicada no site do PF. Esta e muitas outras oportunidades na Página 2

Mesmo assim, térmicas continuam ligadas, para garantir maior volume nas hidrelétricas

As chuvas trazidas por uma frente fria esta semana ocasionaram volume significativo de água nas bacias dos rios Uruguai, Iguaçu, Paraná, Paranapanema, Tietê e Paranaíba, informou o ONS (Operador Nacional do Sistema). Com isso, o preço da energia para a próxima semana caiu a R$ 126,89 o megawatt-hora, contra R$ 140,67/ MWh da semana passada, e bem distante dos mais de R$ 500 praticados no inicio deste ano. Mesmo assim, todas as usinas térmicas do país continuarão ligadas, para garantir o enchimento dos reservatórios das hidrelétricas para enfrentar o período seco (maio a novembro). Página 6

Iluminação Pública Prefeitura de Teresópolis enviou explicações sobre o assunto. A integra da resposta está na págnia 4

Domésticos

Banco de horas com até um ano O Congresso articula a criação de um banco de horas para os empregados domésticos que terá validade de um ano, com a permissão para que os domésticos trabalhem além das 8 horas diárias ou 44 horas semanais fixadas pela emenda à Constituição que ampliou seus direitos. A proposta do senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator da comissão que discute a regulamentação da emenda, é que as horas trabalhadas além do limite diário sejam compensadas pelos patrões em até um ano. Página 5


2 Sexta-feira,26 de abril de 2013

Erika Bastos

600 vagas: Polícia Federal reabrirá concurso até o dia 30 Seleção para escrivão, perito e delegado estava suspensa desde julho do ano passado. O concurso para preencher 600 vagas de escrivão, perito criminal e delegado na Polícia Federal (PF) - que está suspenso desde 2012 será retomado, segundo nota publicada no site do próprio órgão. O processo seletivo estava suspenso por decisão do Supremo Tribunal Federal. De acordo com o comunicado, o STF determinou a inclusão de reserva de vagas para pessoas com deficiência e que estes candidatos sejam submetidos a todos os testes, avaliações e exames em igualdade de condições com os demais concorrentes. Os editais de retificação deverão ser publicados até o dia 30 de abril e as provas objetivas e discursivas estão previstas para o mês de julho. Quem não havia participado das inscrições terá nova oportunidade, já que o prazo será reaberto. Quem já está inscrito poderá continuar na seleção ou solicitar a devolução do valor da taxa. Também é possível alterar o local de prova, conforme as opções do edital, e mudar a inscrição para concorrer como pessoa com deficiência, desde que atenda às exigências previamente estabelecidas. “Uma vez mais a Polícia Federal reafirma seu compromisso com a legalidade, com o estrito cumprimento das ordens judiciais, e busca assim oferecer total igualdade de condições aos que pleiteiam integrar essa honrosa instituição”, diz a nota. Sobre o edital anterior São 150 ofertas de delegado, 350 de escrivão e 100 de perito criminal. Para estarem aptos a disputarem as vagas, os candidatos precisam ter nível superior em diversas áreas (escrivão e perito criminal) e em Direito (delegado). A avaliação dos candidatos engloba prova objetiva; aptidão física; exame médico; avaliação psicológica; avaliação de títulos (delegado e perito); prova prática de digitação (escrivão); e prova oral (delegado) em todas as capitais e no Distrito Federal, excetuando-se a prova oral para delegado, que será aplicada somente em Brasília (DF). As remunerações são de R$ 7.514,33 para escrivão e de R$ 13.368,68 para delegados e peritos, por 40 horas semanais.

Ministério da Saúde: Concurso oferta 265 vagas A inscrição para seleção será feita somente pela internet até dia 17 de maio. A prova vai ser realizada dia 7 de julho Foi publicado, ontem, no Diário Oficial da União o edital do concurso que vai preencher 265 vagas e também formar cadastro em cargos de nível superior no Ministério da Saúde. Os salários variam de R$ 3.981,41 até R$ 6.722,34. Todos os cargos disponíveis nesse concurso são para profissionais que têm nível superior. Entre as escolhas, estão os cargos de analista técnico administrativo, administrador, bibliotecário, contador, economista, engenheiro civil e engenheiro eletricista. Das 265 vagas, 213 serão lotadas no Distrito Federal e o restante distribuídas entre Ceará, Rio de Janeiro, Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Roraima, Rondônia e Rio Grande do Sul. Serão ofertadas 13 vagas, 5% do total para deficientes. Para concorrer, o candidato terá que se inscrever como deficiente e também apresentar cópia simples do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e laudo médico, original ou cópia autenticada em cartório, emitido nos últimos 12 meses, atestando a espécie e o grau da deficiência. Para os cargos de analista técnico administrativo I e II, são 16 vagas, com jornada de trabalho de 40 horas semanais e remuneração de R$ 3.981,41. Já os cargos de administrador, bibliotecário e contador, possuem 234 vagas para 40 horas de trabalho semanais e remuneração de R$ 3.981,41. Além disso, há 15 vagas destinadas para os cargos de economista, engenheiro civil e também engenheiro eletricista. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais e a remuneração é R$ 6.722,34. Para realizar a sua inscrição, o candidato terá que acessar o endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/ms_13, somente até o dia 17 de maio. É cobrada a taxa de R$ 80,00. Será possível efetuar o pagamento em qualquer banco, casas lotéricas ou Correios até o dia 5 de junho. Estarão isentos da taxa de inscrição somente quem estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico) ou for membro de família de baixa renda. Provavelmente, a partir do dia 28 de junho estará disponível no web site http://www.cespe.unb.br/concursos/ms_13 os locais onde serão realizadas as provas, no dia 7 de julho. A expectativa é de que no dia 31 de julho os resultados sejam publicados no Diário Oficial da União. O teste será divido em três partes, sendo uma prova objetiva de conhecimentos básicos com 50 questões e outra de conhecimentos específicos com 70 questões no total, essas terão o caráter eliminatório. A terceira parte consiste em uma redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, sobre o conhecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e terá caráter classificatório.

Secretaria de Trabalho oferece mais de 3 mil vagas Quem está fora do mercado de trabalho não pode perder mais uma semana cheia de oportunidades oferecidas pela Secretaria de Trabalho e Renda (Setrab). São ao todo 3.325 vagas de emprego disponíveis em todo o Estado do Rio de Janeiro. Os salários variam entre R$678 (atendente de lanchonete) e R$4.000 (encarregado de obra). Confira o número de vagas para cada região: Metropolitana (1.122), Baixada Litorânea (1.709), Serrana (174), Médio Paraíba (147), Baixada Fluminense (137), Norte (33), Noroeste (3). Das 1.122 vagas disponíveis para a Região Metropolitana, 200 foram destinadas à atendente de lanchonete com salários de R$678,00. Há também 40 oportunidades para administrador em São Gonçalo. Já em Niterói, o número de vagas é grande para operador de telemarketing (50), motorista carreteiro (25), vendedor no comércio de mercadorias (25) e auxiliar de limpeza (40). Para a região da Baixada Litorânea existem 1.709 ótimas oportunidades. Casimiro de Abreu é o local que mais dispõe ofertas, sendo no total 1.347 oportunidades. 965 destas são para operador de telemarketing receptivo. Vale ressaltar que a cidade tem oferecido muitas oportunidades no ramo de atendente de telefonia. O salário para a categoria é de R$678,00. Já na Região Serrana, estão disponíveis 174 chances de emprego com salários que podem chegar a R$1.500 (cozinheiro geral). Por estar em franco desenvolvimento, o ramo de Construção Civil dispõe de pelo menos 39 oportunidades para pedreiro em Nova Friburgo. A área que compreende o Médio Paraíba, que engloba as cidades de Valença, Resende, Volta Redonda, Vassouras e Barra Mansa oferece essa semana de 147 vagas de emprego, 15 delas para promotor de vendas e 15 para mecânico de manutenção de máquina industrial. Os salários para a região variam entre R$678,00 e R$1.400. Para a Baixada Fluminense, a Setrab volta a oferecer um bom número de novos postos de trabalho. Desta vez, estão disponíveis 137 vagas, sendo 50 destinadas àfunção de operador de telemarketing em Nova Iguaçu. Há também 10 oportunidades para costureiras, com salários de R$1.000.

Já as regiões Norte dispõe de 33 vagas e a Noroeste de outras 3. Para Campos dos Goytacazes há 10 oportunidades para balconista de lanchonete com salários de R$678,00. E na Região Noroeste há três vagas distribuídas para ascensorista, vendedor e atendente de balcão. Vale ressaltar que, além do salário, o trabalhador (dependendo da empresa), terá direito ainda a assistência médica e odontológica, valetransporte, auxílio refeição e alimentação. O candidato deve ficar atento aos documentos pedidos na hora do cadastro: carteira de trabalho, currículo, PIS/ PASEP, RG, CPF e comprovante de residência. Na Central Telefônica da Secretaria Estadual de Trabalho que atende no telefone (21) 2332-9999, o cidadão poderá se informar sobre o endereço do posto Sine mais próximo de sua residência.

Edital e inscrições para analista do INSS em maio O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi autorizado pela presidência da República a proceder as nomeações de 1.800 aprovados no último concurso realizado pelo órgão e que teve a validade prorrogada no último mês de fevereiro. A medida é parte da ofensiva do órgão, que inaugura novas agências pelo Brasil desde meados do ano passado e tem engatilhado um novo concurso para 500 oportunidades. De acordo com o INSS, até novembro de 2012 foram preenchidas 2.500 vagas. Sendo 500 de perito médico e 2.000 de técnico do seguro social. Agora, serão convocados mais 1.500 técnicos e, provavelmente em maio, mais 300 peritos. O orçamento da União prevê o provimento de 2.300 cargos no INSS em 2013, ou seja, com esses provimentos autorizados agora restarão justamente as 500 vagas para o cargo de analista do seguro social, cargo de nível superior. O concurso foi autorizado em fevereiro pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) que fixou até o início de agosto para o órgão liberar o edital. No entanto, O INSS trabalha para divulga-lo bem antes disso. Depois de uma declaração do ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho, em meados de março, de que o edital seria divulgado “até o final de maio”, o INSS oficializou a previsão informando que em maio, além da divulgação do edital, deverão ter início, também, as inscrições para a seleção. Polêmica Algo que tem desagradado os interessados em disputar o concurso, mas que não parece incomodar à direção do INSS, é a desinformação a respeito das áreas que serão compreendidas pelo concurso. Na última seleção para o cargo, realizada em 2010 e organizada pela Funrio, só houve ofertas para graduados em serviço social. Já no concurso anterior a este, regido pelo Cespe em 2008, houve oportunidades para formados em diversas especialidades. Existe uma corrente de especialistas e concurseiros que acredita que a nova seleção deve apresentar vagas para algumas especialidades, ainda que não muitas. No concurso de 2008 houve chances para as áreas de arquitetura, arquivologia, administração de empresas, biblioteconomia, ciências da computação, ciências contábeis, direito, engenharia, estatística, pedagogia, psicologia e terapia ocupacional. A carreira de analista do seguro social tem remuneração de R$ 5.911. Já considerados as gratificações por atividade executiva e por desempenho, além do auxílio-alimentação.

O Átila Alexandre e a equipe ‘Em Defesa do Consumidor’

Segurado com tratamento de câncer recusado será indenizado Um segurado que teve recusado o custeio de tratamento de câncer pelo plano de saúde receberá indenização por dano moral. Segundo Átila A. Nunes, coordenador do serviço Em Defesa do Consumidor.com. br , A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) atendeu ao recurso do segurado, aplicando a teoria do dano moral presumido (in re ipsa), que dispensa a demonstração de ocorrência do dano. O julgamento reverteu decisão de segunda instância e restabeleceu o valor de R$ 12 mil fixado para a indenização na sentença. Condenada em primeira instância a pagar valor referente a danos materiais e a compensar danos morais, a Sul América Seguro Saúde apelou, alegando que o tratamento foi realizado em clínica descredenciada e que o segurado teria sofrido nada mais que um mero dissabor, não se configurando o dano moral. O Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) reconheceu o caráter emergencial do tratamento de radioterapia e entendeu que a seguradora não comprovou existir centro médico credenciado para a realização do procedimento. Por isso, manteve a condenação ao pagamento dos danos materiais integralmente. Quanto ao dano moral, porém, concordou que se tratava de mero dissabor, afastando a condenação. O segurado recorreu, então, ao STJ. A relatora, ministra Nancy Andrighi, entendeu que “sempre haverá a possibilidade de consequências danosas para o segurado, pois este, após a contratação, costuma procurar o serviço já em evidente situação desfavorável de saúde, tanto física como psicológica”. Para a ministra, é possível constatar consequências de cunho psicológico, sendo dispensável, assim, a produção de provas de ocorrência de danos morais. Para a Terceira Turma, a injusta recusa de cobertura de seguro de saúde agrava a situação de aflição psicológica do segurado, visto que, ao solicitar autorização da seguradora, ele já se encontrava em condição de abalo psicológico e saúde debilitada.

Fundação Cecierj fará concurso para preencher 183 vagas de contratados

Unimed condenada por negar material cirúrgico

O diretor-presidente da Fundação Centro de Ciências e Educação Superior à Distância (Cecierj), Carlos Bielschowsky, garantiu que haverá concurso público para o preenchimento de 183 vagas de técnicos administrativos, de educação e de divulgação científica. Essas vagas irão substituir os contratos terceirizados, que se encerram no fim de setembro deste ano. O anúncio foi feito durante reunião da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), onde o plano de cargos dos funcionários da Cecierj também foi discutido. Presidente da comissão, o deputado Comte Bittencourt (PPS) classificou a notícia como fundamental para dar continuidade ao projeto educacional desenvolvido pela instituição. “O concurso é de suma importância para assegurar a qualidade do serviço prestado pela fundação, que hoje atende 90 mil alunos no estado”, disse o parlamentar. Bielschowsky explicou que, antes de o concurso sair (ele não quis adiantar uma data), o plano de cargos e salários dos funcionários, que já se encontra com o governador Sérgio Cabral, chegará à Alerj para ser votado em plenário. “O plano teve toda a discussão técnica e, hoje, encontra-se no Gabinete do governador. A expectativa é de que venha para essa Casa em breve”, disse o diretor. O parlamentar salientou que, assim que o projeto for enviado à Alerj, o colegiado irá realizar uma audiência pública. “Acreditamos que a matéria que trata do plano de cargos e salários chegue à Casa no próximo mês e, então, vamos realizar uma audiência para debater, junto com os sindicatos e profissionais envolvidos, as emendas necessárias para que ele contemple todas as reivindicações dos profissionais”, afirmou Comte. A fundação é subordinada à Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, oferece educação superior à distância e desenvolve projetos de divulgação científica nos 92 municípios fluminenses, além de cursos de graduação ministrados por parceria entre o Governo do estado e sete universidades públicas, cursos de Pré-Vestibular Social (PVS) e do Centro de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e formação continuada de professores da educação básica.

A Unimed Ceará deve pagar indenização de R$ 14.800,00 por negar material cirúrgico à filha da professora R.M.G.S. Segundo Átila A. Nunes, coordenador do serviço Em Defesa do Consumidor.com. br, A decisão, da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), teve como relator o desembargador Paulo Francisco Banhos Ponte. Conforme os autos, a filha da professora se submeteu a tratamento odontológico em 2004. Médico credenciado da cooperativa constatou a necessidade de intervenção cirúrgica devido à deformidade facial da paciente. A operadora de saúde autorizou as despesas hospitalares e o anestesista, mas negou as próteses para implante. Diante da negativa, a mãe da garota teve que pagar R$ 4.800,00 para realizar o tratamento. Por esse motivo, R.M.G.S. ajuizou ação requerendo indenização por danos morais e materiais. Alegou que sofreu constrangimentos porque a Unimed descumpriu o contrato. Na contestação, a empresa defendeu que o acordo assinado com a cliente prevê apenas assistência médica. Disse, ainda, que as próteses são de natureza odontológica, razão pela qual pediu a improcedência da ação. Em 2009, o juiz Gerardo Magelo Facundo Junior, da 15ª Vara Cível de Fortaleza, condenou a cooperativa a pagar R$ 10 mil a título de danos morais e a reembolsar a quantia despendida. Objetivando modificar a decisão, a Unimed interpôs apelação (nº 0038966-17.2005.8.06.0001) no TJCE. Reiterou os mesmos argumentos defendidos na contestação. Ao relatar o caso, o desembargador Paulo Francisco Banhos Ponte destacou que o laudo fornecido pelo dentista foi devidamente submetido à analise de médico credenciado da Unimed. O desembargador explicou ainda que “as cláusulas excludentes previstas no contrato são genéricas, que não trazem de forma direta, clara e indene de dúvidas a exclusão do tratamento requerido. Assim, dada a sua generalidade, há que se fazer interpretação mais favorável ao consumidor”. Com esse entendimento, a 1ª Câmara Cível negou provimento ao recurso e manteve inalterada a sentença de 1º Grau.

Polícia Rodoviária Federal abre concurso para mil vagas com salários acima de R$ 6.000

Passageira com necessidades especiais será indenizada por dano moral sofrido em ônibus

Edital e data de concurso saem em até seis meses Vagas serão abertas conforme a demanda da Polícia Rodoviária Federal e a disponibilidade de verba prevista em lei A Polícia Rodoviária Federal vai abrir concurso para mil vagas com salários de mais de R$ 6.000, conforme informações divulgadas no DOU (Diário Oficial da União) nesta terça-feira (9). A jornada é de 40 horas semanais. Para concorrer, o candidato deve ter curso superior em qualquer área e CNH (Carteira Nacional de Habilitação) categoria B ou superior.

SEAP/RJ: Confirmadas 374 vagas para todos os níveis escolares O governo do Estado do Rio de Janeiro autorizou a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária a realizar processo seletivo simplificado para a contratação temporária de 374 profissionais em cargos que abrangem todas as escolaridades. Os contratos com os aprovados devem ser obrigatoriamente de dois anos, renováveis por mais um. Não foi fixado no despacho do governador Sérgio Cabral um prazo para a realização do concurso, mas como a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária atesta urgência, os procedimentos para a abertura da seleção devem ser céleres. As secretarias da Fazenda e Planejamento prestarão assessoramento e assistência na condução do concurso. As ofertas Com remunerações entre R$ 750 e R$ 1.800, os cargos que serão abertos são agente administrativo (35), arquiteto (1), assistente social (47), auxiliar administrativo de saúde (12), auxiliar de enfermagem (20), auxiliar de protocolo (15), auxiliar de serviços gerais (22), auxiliar operacional (15), biólogo (1), contador (4), contínuo (17), digitador (10), enfermeiro (43), engenheiro (4),fisioterapeuta (4), médico (39), motorista (10), dentista (24), psicólogo (33), servente (2), técnico de informática (10), telefonista (2) e técnico de radiologia (4).

Planejamento autoriza concurso com 515 vagas para o Banco Central O Ministério do Planejamento publicou nesta segunda-feira (25) no “Diário Oficial da União” a autorização para a realização do concurso público com 515 vagas para o Banco Central. São 400 oportunidades para o cargo de analista, cem para técnico e 15 para procurador do BC. O Banco Central tem até seis meses para publicar o edital do concurso público.

A Cooperativa dos Profissionais Autônomos de Transporte Alternativo de Gama terá que pagar R$2.000,00, a título de reparação, pelos danos morais causados. Segundo Átila A. Nunes, coordenador do serviço Em Defesa do Consumidor.com. br, O Segundo Juizado Especial Cível e Criminal de Santa Maria julgou procedente o pedido formulado pela passageira portadora de necessidades especiais para condenar Coopatag e a funcionária da Cooperativa a pagarem à autora. A passageira desejava sair pela porta da frente do ônibus, pois utiliza muletas. No entanto, houve resistência da funcionária em permitir a passagem. Segundo a passageira, ela foi repelida de usar o benefício da apresentação de carteira de identidade o que lhe permitiria acesso gratuito. Disse que ao chegar no seu ponto de descida a funcionária se exaltou e começou a gritar para que o motorista não abrisse a porta. De acordo com a Coopatag, a passageira foi quem se exaltou primeiro, conforme testemunhas que estavam no veículo no momento do ocorrido. No que se refere às agressões físicas, foram praticadas pela própria passageira que em momento de raiva proferiu golpes com sua muleta na funcionária, uma vez que já havia se desentendido com outros funcionários da mesma empresa. Afirmou também que ocorreram agressões verbais recíprocas, em decorrência do desentendimento, sendo apenas a funcionária agredida pela passageira por meio de sua muleta, afetando a integridade física da requerida. “Verifico, pois, grave falha na prestação do serviço, que, inclusive, deu-se de forma culposa (ou dolosa), pois se tratou de uma negativa expressa da funcionária da segunda requerida. Verifico, pois, que, independente da discussão que possa ter sido travada entre as partes, o ato ilícito se configurou pela simples resistência da preposta da concessionária em permitir a facilitação da acessibilidade da autora, algo que é garantido, como dito, pela CF/88 e leis federais mencionadas. Configurado o ato ilícito, passo ao exame do dano moral. (...) Verifico que a dignidade da pessoa humana, fundamento constitucional (Artigo 1º, III, da CF/88), não pode sofrer por meros caprichos dos operadores dos serviços públicos. Soa surreal que alguém exija que um portador de necessidades especiais, que anda com ajuda de muletas, tenha de passar pela catraca para poder sair do transporte público. Portanto, sopesados esses elementos, em especial os constrangimentos experimentados pela requerente, há que estar atento, ainda, para o fato de não transformar a dor moral sofrida em instrumento de captação de vantagem. Nessa linha, atento aos critérios acima elencados, tenho que R$ 2.000,00 são suficientes para indenizar o dano sofrido”, afirmou o juiz do Segundo Juizado Especial Cível e Criminal de Santa Maria.


3

Sexta-feira,26 de abril de 2013

Conversa com a Presidenta

CPF. A lista completa dos medicamentos disponíveis e os endereços das farmácias podem ser consultados no endereço: http://por tal.saude.gov.br/por tal/ saude/area.cfm?id_area=1095

Coluna semanal da presidenta Dilma Rousseff Luciana Justino, 21 anos, estudante de Vitória/ ES - Em quantos municípios brasileiros há Farmácia Popular? Presidenta Dilma – Luciana, o programa Aqui Tem Farmácia Popular está presente em 3.779 municípios brasileiros, inclusive em 1.282 que têm um percentual elevado de população extremamente pobre. O programa foi criado em 2004, mas em 2011 teve um novo impulso, com a implantação da ação Saúde Não Tem Preço, que passou a distribuir remédios de graça também por meio de farmácias privadas conveniadas. Pra você ter uma ideia da dimensão do programa Aqui Tem Farmácia Popular, hoje, Luciana, 14 medicamentos são oferecidos gratuitamente à população e outros 11 comercializados com até 90% de desconto. O número de farmácias cresceu de 15 mil em 2011 para 25,7 mil em 2013. No Espírito Santo, há 861 farmácias credenciadas, 67 delas aí em Vitória. Entre os remédios gratuitos, 11 são para diabetes e hipertensão e três para asma, que passaram a ser distribuídos no ano passado. Desde 2011, já foram beneficiadas pelo Programa 17,9 milhões de pessoas, das quais 14 milhões receberam medicamentos gratuitamente. Para retirar os medicamentos, basta apresentar a receita médica, dentro do prazo de validade, acompanhada de RG e

Magno Cerqueira, pequeno criador de caprinos e ovinos em Jerumenha (PI) – Com a maior seca dos últimos 80 anos no Nordeste, não se viu falar em saques, em pessoas morrendo de fome, graças aos programas sociais do Governo Federal. Mas, Presidenta, o nosso rebanho está sendo dizimado. Invista nas potencialidades do nosso semiárido de forma sustentável e economicamente viável. Por exemplo, num Programa de Incentivo à Cultura da Palma Forrageira. Presidenta Dilma – Magno, sabemos que precisamos avançar na criação de instrumentos para proteger os rebanhos quando a seca chega. Neste momento, estamos dando apoio emergencial aos pequenos criadores do Nordeste, principalmente com a venda de milho subsidiado (a R$ 18 a saca). Encomendei à minha equipe um programa para apoiar a formação de estoques de alimentação animal na região para os períodos de estiagem. Vamos estimular a armazenagem de alimentação animal, ampliar a pesquisa agropecuária e a assistência técnica nessa área, e fomentar o cultivo de forragens nativas e exóticas adaptadas ao semiárido, para manter o rebanho. A palma forrageira é uma das melhores soluções já identificadas, e por isso teremos uma rede de multiplicação e distribuição de mudas forrageiras com qualidade genética e fitossanitária, para agricultores familiares do Nordeste. Vamos também compor uma reserva estratégica de alimento para animais no semiárido para que, quando a estiagem

v i e r, p o s s a m o s a s s e g u r a r a s o b r ev i v ê n c i a d o s rebanhos e preservar ao máximo a renda dos produtores. Francisco Carlos Oliveira, 59 anos, funcionário público de Riacho Fundo/DF – Presidenta, já que as forças de segurança não dão conta de acabar com a maldição das drogas no nosso Brasil, por que a senhora não autoriza as Forças Armadas a vigiarem as fronteiras? Presidenta Dilma – Francisco, desde agosto de 2011, quando lançamos o Plano Estratégico de Fronteiras, as Forças Armadas e as polícias federais e estaduais trabalham de forma coordenada para combater os crimes transfronteiriços, principalmente o tráfico de drogas. Este Plano é realizado por meio de duas operações periódicas: a Operação Ágata, liderada pelo Ministério da Defesa, mobilizando as Forças Armadas e as demais forças civis de segurança em ações pontuais e de grande impacto; e a Operação Sentinela, coordenada pelo Ministério da Justiça, que reúne as polícias Federal, Rodoviária Federal, e a Força Nacional de Segurança, em ações de investigação e de inteligência continuadas. Juntas, já desarticularam 65 organizações criminosas, apreenderam 360 toneladas de drogas, 8 mil carros e embarcações e inspecionaram 148 pistas de pouso. Em maio, Francisco, uma grande operação militar vai cobrir toda a nossa fronteira terrestre, cerca de 16 mil km, para coibir crimes e dar mais segurança para a Copa das Confederações. A segurança pública é uma responsabilidade constitucional dos Estados, mas o governo federal tem o dever de participar na sua área de atuação, e é o que estamos fazendo.

Os Leitores que querem fazer perguntas ao Presidente devem escrever para afolha@afolha.net mencionando o nome completo, idade, profisão e cidade onde mora.

LULUZINHA TEEN

Horóscopo ÁRIES DE 21/03 A 20/04

O Sol em Touro traz persistência pra você. Vibrações benéficas para você hoje - reforçar seus relacionamentos é atitude sabia e produtiva. Alguém vai de encontro as suas necessidades, mas cabe a você expressar isso.

Miriam de Albuquerque Machado LEÃO DE 22/07 A 22/08

SAGITÁRIO DE 22/11 A 21/12

S o n h o s reveladores.Parcerias em alta hoje - seja flexível, não saia por ai julgando todo mundo e deixe de lado as suas próprias vontades, para curtir o lado bom de um dia mágico para as relações com chefes e superiores.

Uma boa noticia envolvendo trabalho, carreira ou profissão pode fechar sua semana - fique ligado em seus colegas, pois delas advirá algo positivo nessa área. Lua em Áries favorece atitudes ousadas; Saturno pede que seja justo.

VIRGEM DE 23/08 A 22/09

CAPRICÓRNIO 22/12 A 20/01

Lua e Saturno pedem formalidade. Pelas mãos de um cliente, sócio, ou parceiro de vida, você vai sentir o lado bom da liberdade. Seu regente Mercúrio favorece negócios relativos a estrangeiros, publicações ou viagens, siga!

Tema em alta hoje é dinheiro e família, heranças, impostos e taxas. Fique maleável e aceite soluções originais para problemas familiares que envolvem dinheiro também. Nesse contexto astral, o melhor é ir fundo nas emoções, para liberar medos.

LIBRA DE 23/09 A 22/10

AQUÁRIO DE 21/01 A 19/02

Um dia de sensibilidade, geminiano, tenha a delicadeza necessária consigo, evitando se expor a brigas e cobranças de pessoas ásperas. Cuidado com seu ambiente imediato reverte a favor de paz mental. No amor, tato e respeito a privacidade.

Mantenha o bom humor num dia em que seu jeito de ser não está lá muito popular. Conversando, porem, você vai se entender com alguém querido. Uma quebra na rotina pode ser melhor pra sua saúde do que muito tratamento!

Descobertas. O amor se torna mais leve e mais inspirador hoje - elemento importante para você seguir vivendo bem. Por isso, capriche ao se expressar. Use uma canção se for o caso, para expressar suas intenções serias com alguém.

CÂNCER DE 21/06 A 21/07

ESCORPIÃO DE 23/10 A 21/11

Movimento e m u d a n ç a s inesperadas podem agitar seu horizonte profissional. Também positivo para rever estratégias e usar mais do elemento surpresa.. Mudança provável nos altos escalões. E tudo muito positivo, pode esperar!

Parece que muito depende de si hoje. Saúde em alta, boa resistência e uma aura poderosa cercam e protegem você hoje! Brilhe no seu meio, dando-se a liberdade de levar a risca alguns pressentimentos, intuições e sonhos.

TOURO DE 21/04 A 20/05

Lua e Saturno pedem comedimento em assuntos familiares - separe os terrenos da lógica com os da emoção. O passado está ficando para trás. E você começa a enxergar tudo melhor por conta disso. Viagens e passeios em destaque. GÊMEOS DE 21/05 A 20/06

PEIXES DE 20/02 A 20/03

Hoje é um ótimo dia para você encontrar uma saída inovadora para suas aflições, contando com intuição, presteza e golpe de vista. Aproveite esse embalo astral também para se acertar com seus parceiros de vida e trabalho.

Os 10 livros mais vendidos FICÇÃO 1- Cinquenta Tons de Cinza– E.L. James 2-O Lado Bom da Vida – Matthew Quick 3 - Cinquenta Tons de Liberdade– E.L. James 4- Cinquenta Tons Mais Escuros– E.L. James 5- A Culpa É das Estrelas – John Green 6- Toda Poesia – Paulo Leminski 7- Morte Súbita – J.K. Rowling 8- Garota Exemplar – Gillian Flynn 9- Toda Sua – Sylvia Day 10- Profundamente Sua Sylvia Day NÃO-FICÇÃO 1- Sonho Grande – Cristiane Correa 2- Subliminar - Como o Inconsciente Influencia Nossas Vidas - Leonard Mlodinow 3- Casagrande e Seus Demônios – Casagrande e Gilvan Ribeiro 4- Lincoln – Doris Kearns Goodwin 5- O Diário de Helga – Helga Weiss 6- O Livro da Psicologia – Nigel Benson 7- Danuza & Sua Visão de Mundo Sem Juízo - Danuza Leão 8- O Livro da Filosofia – Vários 9- Nada a Perder – Edir Macedo 10- Giane – Vida, Arte e Luta – Guilherme Fiuza


4

Sexta-feira,26 de abril de 2013

A Prefeitura respondeu Referente a Matéria publicada na semana passada na edição de 19 de abril sob o titulo “ Iluminação Pública – Cadê o meu Dinheiro? “, a redação do jornal Folha de Teresópolis recebeu uma resposta da Prefeitura Municipal de Te r e s ó p o l i s q u e f o i recebido depois que o Jornal já estava impresso. Mesmo assim, publicamos a seguir a resposta recebida: “Cancelamento de pregão A Prefeitura informa que empresas interessadas em participar do processo licitatório impugnaram o

edital 0 01 / 2 01 3 , relativo à concorrência para registro de preços visando à contratação de empresa responsável pela manutenção da iluminação pública. Com isso, a licitação foi adiada, conforme publicado no Diário Oficial do Município no dia 12 de abril. O edital foi encaminhado à Secretaria de Obras e Serviços Públicos, para que reveja o projeto básico e as planilhas de custos. Só após a revisão será marcada nova data para a realização da concorrência. A partir da seleção da empresa vencedora, o

contrato é assinado e os serviços começam a ser p r e s t a d o s imediatamente. Entretanto, enquanto a licitação não é concluída, e apesar de não dispor de pessoal suficiente nem de veículo apropriado para a prestação regular do serviço em todo o município, a Secretaria de Obras e Serviços Públicos montou uma equipe para a t e n d i m e n t o s emergenciais, com troca de lâmpadas queimadas em praças públicas e nas proximidades de escolas, entre outros locais. Arrecadação da CIP Os valores arrecadados

nas contas de luz relativas à Contribuição de Iluminação Pública são repassados pela concessionária de energia elétrica para conta corrente específica da Prefeitura. O dinheiro é utilizado para pagar a despesa do serviço de iluminação de espaços e prédios públicos, como ruas, praças, escolas, creches e postos de saúde, entre outros. Já os serviços de instalação de braços de luz, extensão de rede e manutenção são feitos por empresa contratada através de licitação, que recebe o valor licitado da Prefeitura pela prestação dos serviços.

Crer & Pensar José Barbosa Junior

A religião que mata Há duas semanas escrevi sobre “o Deus que morre”, pensando também na sua antítese: a religião que mata. Ou seja, na disparidade entre aqueles que dizem acreditar em Deus e a própria divindade. Ontem assisti ao filme “O Dia que durou 21 Anos”,

documentário corajoso que mostra a

participação dos EUA nos bastidores do golpe de 1964, que resultou na ditadura militar que governou o Brasil por 21 anos. Uma das coisas que chama a atenção, e que não é novidade, foi a manipulação da religião em favor do golpe. A famosa “marcha da família com Deus pela liberdade” teve papel fundamental para que os militares se sentissem encorajados

Comissão visita municípios da região serrana do Rio e constata irregularidades no atendimento aos desabrigados

a t o m a r e m o p o d e r, p e l a fo r ç a . P a r e c e q u e

Uma comissão ligada à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República percorreu na quinta-feira, dia 18, as áreas atingidas pelos temporais nas cidades de Te r e s ó p o l i s e N ov a Fr i b u r g o , n a r e g i ã o serrana fluminense. A iniciativa é parte da avaliação das condições

fizeram isso?

de moradia e assistência do governo aos moradores das áreas afetadas pelas c h u v a s d e 2 01 1 e d o início deste ano. O trabalho começou na quarta-feira, dia 17, em Petropólis, e continua na sexta-feira, dia 19, com uma reunião com representantes dos

governos municipais da região. Durante a visita, foi constatado pela equipe da Secretaria de Direitos Humanos que os projetos habitacionais não foram executados e os moradores que perderam suas casas continuam vivendo em condições insalubres e

sem assistência adequada do governo. De acordo com a secretária-geral do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, Tássia Rabelo, várias irregularidades foram constatadas nos locais visitados pelos integrantes da comissão.

“Deus” legitimara todas as atrocidades cometidas pelo “bem”... É comum atribuirmos às outras religiões, principalmente ao islamismo, a pecha de “terroristas”, que matam em “nome de Deus”, mas quantas vezes na história os cristãos não E mais, se levarmos a sério as palavras do Mestre, em seu Sermão do Monte, quando diz “Ouvistes o que foi dito: Não matarás! Eu, porém, vos digo: qualquer que odiar o seu irmão, será julgado”, enfrentaremos ainda mais dificuldades com nossas “atitudes cristãs”. Ora... uma religião que propaga o ódio é uma religião assassina. Aqueles que disseminam intolerância, julgamentos, injustiças, são réus no

Consumidor

julgamento de Jesus.

Calote é maior entre os 25 e 34 anos

Um religião que não luta pelo direito das minorias, antes acende o debate no sentido de ridicularizar e ofender aquele que pensa

A faixa de escolaridade com “ensino fundamental” é a que apresenta maior taxa de inadimplentes A taxa de consumidores inadimplentes entre 25 e 34 anos, no primeiro trimestre deste ano, foi a mais alta dentre as faixas etárias analisadas, com 6% - segundo dados do Perfil de Endividamento do C o n s u m i d o r. No período, o sexo feminino a l c a n ç o u o s 5 ,1 % n a categoria analisada, enquanto o masculino fechou em 4,6%. A faixa de escolaridade com “ensino fundamental” é a que apresenta maior taxa de inadimplentes dentre as demais faixas. Já a faixa de renda que apresentou maior número de

inadimplentes foi com até cinco salários mínimos (5,5%). Divulgada nesta semana, a pesquisa foi elaborada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC). O levantamento também revela que a faixa etária entre 25 e 34 anos é a com as mais altas taxas de endividados no primeiro trimestre, com 72,6%. As mulheres foram as mais endividadas no período, com 65,8%, enquanto os homens ficaram com 62,2%. Em contrapartida, o sexo masculino é o que mais compromete a sua

renda (29,5%). A faixa de idade com maior taxa de comprometimento da renda é a de 25 a 34 anos ( 29,3)% SPC Brasil No âmbito nacional, os consumidores com mais de 40 anos foram identificados como os mais inadimplentes, representando 55,4% dos CPFs negativados. O índice mensal de inadimplência verificado em março foi divulgado ontem pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas

(CNDL). Dos inadimplentes, 21,61% tem entre 30 e 39 anos, 11,61% entre 25 e 29 anos e 11,38% até 24 anos. A inadimplência no comércio fechou março com alta de 10,58% na comparação com igual mês do ano passado, segundo dados da base de registros do SPC Brasil. Em março, as dívidas mais caras e com valores acima de R$ 500 representaram quase 48% dos calotes, seguidas dos débitos entre R$ 100 e R$ 250 (17,75%).

muito o governo. Estimativas prevêem um impacto bilionário, de até R$ 40 bilhões nos cofres públicos, se a Justiça desconsiderar os atuais parâmetros de renda para concessão do benefício. A decisão do Supremo abre espaço para um aumento no número de pessoas que receberam os recursos da Loas. Benefício elevado Considerada uma das transferências sociais de

não reza segundo a sua cartilha em inimigo, e estimula seus fiéis a odiarem os mesmos, é uma religião que mata! A religião que legitima a desgraça alheia em nome do “bem”, além de hipócrita, vai de encontro aos ensinamentos dAquele a quem diz amar e fazer a Sua vontade. A lógica do Evangelho é a lógica da vida: “o que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós a eles.” E mais, “aquele que sabe fazer o bem, e não faz, comete pecado.” Simples assim! José Barbosa Junior é teresopolitano, e mora em São Paulo. Te ó l o g o e e d i t o r d o s i te E-mail: crerepensar@gmail.com

STF derruba limite de benefícios a deficientes Judiciário decidir se uma família de idosos ou um deficiente preenchem os requisitos para receber o benefício, que é de um salário mínimo. Pela lei considerada inconstitucional, tem direito à ajuda a família com renda de até um quarto de salário mínimo por pessoa. A decisão não afasta a possibilidade de juízes terem interpretações divergentes sobre o assunto. A situação preocupa

Uma religiosidade bélica, que transforma o que

w w w . c r e r e p e n s a r. c o m . b r

E IDOSOS O Supremo Tribunal Federal (STF) declarou inconstitucional a regra para pagamento de benefícios a idosos e deficientes carentes prevista na Lei Orgânica da Assistência Social (Loas) e concluiu que o Congresso deve aprovar nova norma para regulamentar o direito garantido aos que não têm condições de manutenção. Como consequência da decisão, até que o Congresso aprove uma nova lei, ficará nas mãos do

diferente, é uma religião que mata!

valor mais alto, a Loas paga benefícios de prestação continuada e de renda mensal vitalícia a cerca de quatro milhões de brasileiros. No ano passado, o Orçamento reservou R$ 29,3 bilhões para essa rubrica. O valor deve subir para R$ 32,8 bilhões neste ano e atingir a cifra de R$ 37,5 bilhões em 2014, segundo o Ministério do Planejamento.

Cartas & e-mails leitor@afolha.net Internet A popularização da internet em conjunto com o crescimento das redes sociais no Brasil trouxeram benefícios, entretanto permitiram que as pessoas divulguem imagens ofensivas, difamações, vírus, falsas promoções entre outros descuidos causados pelos usuários. As próprias redes dispõem de ferramentas para denúncia das irregularidades, porém falham ao permitir que as mesmas postagens sejam repetidas após denunciadas. É necessário que haja uma regulamentação determinando um prazo para que essas denúncias sejam apuradas e retiradas as postagens ofensivas, visto serem eficientes somente para controlarem os conteúdos que os fazem perder receita com propagandas. Daniel Marques - historiador Fazenda Dionisios s/n, Virginópolis - MG


5 Sexta-feira,26 de abril de 2013

Trabalhadores de 14 categorias Telefonia fixa é ‘apenas razoável’ poderão solicitar o registro profissional para quase metade dos usuários pela internet a partir do dia 29 O resultado faz parte da conquistaram 73,2% do O percentual de usuários Novo sistema chega a 19 estados e o DF na primeira etapa Trabalhadores das categorias que exigem registro profissional poderão requisitar o documento pela internet a partir do próximo dia 29. O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) vai inaugurar uma nova fase do Sistema Informatizado de Registro Profissional (Sirpweb). Na primeira etapa, o sistema será disponibilizado nos estados do Acre, Alagoas, Amazônia, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins. O programa piloto foi implantado no Distrito Federal em novembro de 2012. Numa segunda etapa, chegará aos estados da Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande

do Sul. O Sirpweb é um sistema de gerenciamento e controle das informações dos registros dos profissionais das categorias regulamentadas por lei. Essas categorias têm a obrigação de se cadastrarem no sistema para desempenhar as atividades. O MTE concede o registro profissional para agenciador de propaganda, artista, atuário, arquivista, guardador e lavador de veículos, jornalista, publicitário, radialista, secretário, sociólogo, técnico em espetáculos de diversões, técnico de segurança do trabalho, técnico em arquivo e técnico em secretariado. Com a utilização do Sirpweb, as solicitações de registro profissional poderão ser feitas e acompanhadas pela internet. O interessado tem apenas que informar seus dados e os relativos ao

registro pretendido. O sistema, que será disponibilizado nas páginas das Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego (SRTE), vai gerar um número de solicitação, discriminando a documentação que deverá ser protocolada na SRTE mais próxima do interessado. A partir de então todo processo poderá ser acompanhado pela internet. Passo a passo 1. Preenchimento dos dados pessoais; 2. Seleção da categoria profissional e dos documentos de capacitação; 3. Resumo para conferência dos dados informados; 4. Transmissão da solicitação; 5. Impressão da solicitação; e 6. Protocolo dos documentos na SRTE

Brasileiros e franceses poderão somar tempo de contribuição nos países Os brasileiros que trabalham na França e os franceses que atuam no Brasil poderão totalizar o tempo de contribuição nos dois países para requerer a aposentadoria por idade em breve. O ajuste administrativo do Acordo de Previdência Social Brasil-França foi assinado nessa segundafeira (22), em Paris, pelo ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves, e pela ministra dos Assuntos Sociais e da Saúde da França, Marisol Touraine. O Acordo Brasil-França foi firmado em dezembro de 2011. Os termos do acordo entrarão em vigor após aprovação pelo Legislativo

dos dois países e a notificação dessa ratificação. Com o início da vigência, serão beneficiados os mais de 80 mil brasileiros que vivem na França (incluindo os residentes na Guiana Francesa) e os 30 mil integrantes da comunidade francesa que vivem no Brasil. Eles poderão totalizar o somatório do tempo de contribuição nos dois países para requerer benefícios como aposentadorias por idade e por invalidez, pensão por morte, auxílio doença e salário-maternidade. Proteção internacional - O Brasil tem acordos previdenciários bilaterais em vigor com Cabo Verde,

Chile, Espanha, Grécia, Itália, Japão, Luxemburgo e Portugal. O país também é signatário de acordos multilaterais (convenções) de proteção social, ambos vigentes: o Acordo Multilateral de Seguridade Social do Mercosul e a Convenção Multilateral Iberoamericana de Segurança Social. No dia 1º de maio próximo, o acordo previdenciário com a Alemanha entrará em vigor. Os acordos firmados com a Bélgica, Canadá, Quebec e República da Coreia estão em fase de ratificação. No momento, estão sendo negociados com os Estados Unidos, Israel e Moçambique.

Domésticos

Banco de horas com até um ano O Congresso articula a criação de um banco de horas para os empregados domésticos que terá validade de um ano, com a permissão para que os domésticos trabalhem além das 8 horas diárias ou 44 horas semanais fixadas pela emenda à Constituição que ampliou seus direitos. A proposta do senador Romero Jucá (PMDBRR), relator da comissão que discute a regulamentação da emenda, é que as horas trabalhadas além do limite diário sejam compensadas pelos patrões em até um ano. Isso permite, por exemplo, que um empregado doméstico trabalhe 12 horas em um dia, mas compense as quatro horas extras em outro dia -quando cumprirá jornada inferior às 8 horas determinadas pela emenda, sem que o patrão tenha que lhe pagar hora extra. As horas trabalhadas a mais ou a menos poderão ser acumuladas

no período de um ano. Se antes desse prazo o empregado doméstico sair do emprego ou for demitido, as horas acumuladas no banco serão recebidas em dinheiro como extras. A proposta de Jucá também permite ao patrão pagar todas as horas trabalhadas além da jornada caso não queira criar o banco de horas, como previsto. “Muitas vezes, o trabalhador vai ter que trabalhar mais que as 10 horas diárias. É o caso de uma babá que cuida de uma criança doente, por exemplo, que terá que acordar à noite para atendê-la. A proposta permite fazer a compensação ou pagar a hora extra no final do mês”, disse. O banco de horas também permite ao patrão dispensar o trabalhador no sábado, deixando as quatro horas da jornada como saldo em seu favor. A emenda aprovada pelo Congresso fixou a rotina do empregado doméstico diária em 8 horas de trabalho, com

mais duas horas extras -numa jornada máxima de 10 horas por dia ou 44 horas semanais. Na prática, a proposta acaba com esse limite. Multa do FGTS O relator também fixou duas alíquotas distintas para a multa d o F GT S ( Fu n d o d e G a r a n t i a d o Te mp o d e Serviço) para patrões que demitirem os empregados sem justa causa: 10% nos casos clássicos (em que a iniciativa da demissão é do patrão) e 5% se as duas partes estiverem acordo. A legislação em vigor prevê 40% para todos os trabalhadores. No caso da alíquota de 5%, não haverá registro na carteira de trabalho de que a demissão ocorreu por iniciativa do patrão mesmo que, efetivamente, tenha ocorrido por justa causa. “Quero evitar colocar na carteira de trabalho da empregada a demissão por justa causa. Isso vai deixá-la marcada”, afirmou.

da telefonia fixa residencial que classifica os serviços prestados pelas operadoras como satisfatórios não chega à metade: 46,5% do total, segundo pesquisa da Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, divulgada na sexta-feira (19). Cerca 40,5% consideram o serviço apenas razoável e 13% da população está insatisfeita, segundo informou a agência. O estudo mediu a opinião da população com base em notas de 1 a 5. As notas 1 e 2 foram atribuídas ao serviço que deixa os usuários totalmente insatisfeitos ou insatisfeitos. A nota 3 equivale a uma classificação intermediária: “nem satisfatório, nem insatisfatório”, como definiu o estudo. Notas 4 e 5 foram atribuídas quando os clientes se consideraram satisfeitos ou totalmente satisfeitos. Internet e Orelhões Quando o assunto é banda larga, 22% dos usuários se disseram insatisfeitos. Outros 26% acreditam que o serviço não pode ser considerado nem bom, nem ruim. A maioria (52%) classificou a banda larga fixa como satisfatória. A reprovação dos serviços ocorreu de forma mais expressiva quando apurada a qualidade dos orelhões. A insatisfação está presente para 50,2% da população. Para 48,7%, o serviço é razoável. A quantidade de satisfeitos é praticamente insignificante, 1,1%.

pesquisa encomendada pela Anatel para levantar o grau de satisfação dos usuários da telefonia fixa, celular, TV por assinatura e banda larga no país. A pesquisa levou em consideração comentários de quase 200 mil consumidores, das 27 unidades da federação. Praticamente todos os entrevistados foram ouvidos por telefone, de junho de 2011 a outubro de 2012. Nesta sexta, entretanto, a reguladora apresentou apenas os dados para a telefonia fixa e banda larga. Detalhamento Uma quantidade expressiva de consumidores não soube precisar se considera bom ou ruim o atendimento ao cliente prestado pelas empresas de telefonia fixa (41,5%). O mesmo ocorre no quesito tarifas e preços, em que 35,7% dos entrevistados não se posicionam como satisfeitos ou insatisfeitos. Com a manutenção das linhas ocorre o mesmo movimento de indecisão por parte dos usuários. A maioria, 55,5%, também atribui nota intermediária. Até mesmo para qualificar as faturas - que envolve quesitos como erro de cobrança e envio no tempo adequado para o pagamento - a maior parte dos usuários (44,4%) julgou o serviço como “nem satisfatório, nem insatisfatório”. Já a qualidade das ligações agrada a 78,5% dos usuários e os serviços oferecidos pelas teles,

público alvo. Os clientes que possuem o serviço de banda larga em casa também se mostraram bem atendidos pelas empresas. A velocidade agrada a 61,7%, a estabilidade da conexão é boa para, 64,3%, e os preços são satisfatórios para 48,2%. A telefonia fixa empresarial também passou por análise e foi aprovada. Mais de 55% dos usuários se disseram satisfeitos. A crítica mais dura recaiu sobre os telefones públicos. Os aparelhos são ruins, na opinião de 44,5% das pessoas entrevistadas. A qualidade da ligação é insatisfatória para 40,3% e razoável para 31,2%. A localização desses aparelhos também incomoda a população. Cerca de 54% estão mal situados. O nível da crítica para a manutenção desses aparelhos é ainda maior: 85,1% das pessoas não consideram os orelhões bem conservados. Estados De maneira geral, os clientes mais satisfeitos com a telefonia fixa, no Brasil, estão no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Rio de Janeiro. No Maranhão, a situação relatada pelos usuários é a pior do país. Os orelhões satisfazem, em maior quantidade, os moradores do Mato Grosso do Sul e do Mato Grosso. A pior situação foi identificada pelos usuários que vivem no Amapá e no Maranhão.


6

Sexta-feira,26 de abril de 2013

Medicina Suplementar

Planos de saúde querem 10% de reajuste; ANS decide em maio A decisão só deve sair depois de a proposta passar pelo crivo dos ministérios da Fazenda e do Planejamento A Associação Brasileira de Medicina de Grupo (Abramge), que representa as operadoras de saúde suplementar no País, defende aumento de 10% nos valores dos planos, embora não acredite que o percentual seja aprovado pela Agência Nacional de Saúde (ANS). A ANS, reguladora das prestadoras, deve anunciar o reajuste em maio, após a proposta passar pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento. O presidente da Abramge, Arlindo de Almeida, tem certeza de que a Agência não aprovará o pedido. Isso porque o índice de 10%, caso aceito, ficaria acima da inflação registrada no País nos últimos 12 meses, que corresponde a 6,59%, pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). “O governo está tentando segurar a alta nos preços de qualquer maneira”, afirma. Em 2012, os planos tiveram aumento de 7,93%, índice quase 2,5 ponto percentual acima do concedido pela ANS em 2008. Justificativa Para justificar o pedido de reajuste de “dois dígitos”, Arlindo de Almeida argumenta que, com base em levantamento realizado pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), os custos das operadoras de saúde suplementar tiveram alta de 16,4% no último ano. “Esse crescimento

engloba apenas os planos individuais e familiares. Os empresariais, em que as negociações acontecem entre as prestadoras e os empresários, registraram alta nos gastos em torno de 12%. As operadoras grandes foram as que mais tiveram prejuízos”, fala. Arlindo de Almeida informa que, para compensar os custos das o p e r a d o r a s , “reconhecidos pela própria ANS”, o governo deve garantir às empresas desonerações em alguns impostos federais. “Mas, ainda não sabemos como será essa compensação”, declara, criticando o fato de o reajuste precisar passar pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento. “De técnico, essas pastas não têm nada. Têm muito de político”, argumenta o presidente da Abrange. Resposta A ANS, por meio de sua assessoria de imprensa, preferiu não se manifestar sobre as possíveis desonerações e nem a respeito da possibilidade de aceitar o aumento de 10% nos planos, defendido pela Abramge. “O que podemos dizer é que a ANS está procedendo de forma usual para que o percentual de reajuste anual para os planos de saúde seja divulgado em maio de 2 01 3 ” , comunicou o órgão. A ANS define o reajuste dos planos de assistência médica com ou sem odontologia individuais/

familiares novos, contratados desde 2 de janeiro de 1999, quando entrou em vigor a Lei 9.656/98. Conforme o órgão, o universo de planos individuais/familiares novos no Brasil é de 8 . 416 . 77 8 , segundo dados de dezembro de 2 01 2 . N o to t a l , s ã o 4 7 . 9 4 3 . 0 9 1 beneficiários. Diferença entre os planos O plano individual é uma boa opção para quem não tem dependente e não tem como participar de um plano empresarial. O assegurado tem direito a serviços como tratamentos, exames, consultas, internações e outros procedimentos médicos e/ou odontológicos. Os serviços, a rede credenciada e o tipo de acomodação depende da escolha da classe de plano. Já o plano empresarial é um plano coletivo que tem uma relação direta com a empresa onde o beneficiado trabalha. Pode ser totalmente ou parcialmente pago pela empresa. Ao contrário do plano individual, o plano empresarial, geralmente, permite que dependentes sejam incluídos. Possuem uma cobertura básica, com restrições de atendimento por região e nas acomodações, mais isso também varia conforme a operadora. Planos familiares, como o próprio nome diz, precisam ser feitos por pessoas que sejam parentes ou que morem

juntas (união estável). E x i s te u m t i t u l a r, a pessoa responsável pelo contrato, e os dependentes, os que fazem parte da família. P R O TA G O N I S TA Consumidor teme reajuste muito elevado To d o s o s m e s e s , a aposentada Amélia Souza de Menezes, 90 anos, paga R$ 788 para manter seu plano de saúde, valor que considera caro. Por isso, teme que o próximo reajuste seja muito elevado. Para ela, 10% de aumento é um absurdo, pois o brasileiro já está pagando muito caro por outros serviços e produtos. Amélia Souza de Menezes Aposentada

Ouvidorias serão criadas para atender consumidor Operadoras de planos de saúde terão que implantar ouvidorias, vinculadas às suas e s t r u t u r a s organizacionais, com o objetivo de reduzir os conflitos entre beneficiários e empresas. Depois de inúmeras discussões, foi publicada, no dia 4 de abril, no Diário Oficial da União, a Resolução Normativa nº 323, da Agência Nacional de Saúde (ANS). A resolução dispõe sobre a instituição de unidade organizacional específica de ouvidoria pelas operadoras de planos privados de assistência à saúde. A Resolução Normativa obriga as prestadoras -

tanto da modalidade médica, como odontológicas - a criarem ouvidorias para atender seus usuários. “O objetivo da norma é criar um canal onde os usuários poderão manifestar-se sobre o seu plano de saúde, tanto reclamando como elogiando”, conta o advogado Eduardo Breder, especialista em Direito Processual Civil. O advogado explica que as operadoras terão o prazo para a implantação da ouvidoria, que deve variar de acordo como com a quantidade de beneficiários, da seguinte forma: 180 dias para as operadoras que possuem número igual ou superior a 100 mil beneficiários; e 365 dias para as que possuem menos de 100 mil beneficiários. Além do prazo para implantação, as

prestadoras terão 30 dias para indicar os ouvidores titulares e substitutos, o meio de contato, e promover o cadastramento da ouvidoria, conforme formulário disponível no site da ANS. A resolução determina, ainda, como será a estrutura da ouvidoria a ser criada pela operadora, que deverá possuir um ouvidor titular e um substituto. Ta m b é m serão disponibilizados canais de contato específicos, protocolos de atendimento e equipes capazes de responder às demandas surgidas no prazo máximo de sete dias úteis. Este prazo poderá ser repactuado com o beneficiário, nos casos excepcionais ou de maior complexidade, desde que não ultrapasse 30 dias úteis.

Energia

Chuvas fora do NE reduzem preço do mega-watt-hora do

96,31%, seguida do Sul,

marcada para outubro,

uma frente fria esta semana ocasionaram

consumidor. Esse preço é usado para liquidar os

com 65,12% e Sudeste/ Centro-Oeste, com

deve se destinar principalmente à

volume significativo de água nas bacias dos rios

contratos do mercado livre de energia - aquele

60,94% do total.

produção elétrica.

Uruguai, Iguaçu, Paraná, Paranapanema, Tietê e

negociados entre grandes consumidores, como

Consumo em alta O ONS informou ainda

“A solução é natural, porque o sistema elétrico

Paranaíba, informou o ONS (Operador Nacional

fábricas e shoppings. Segundo o ONS, para o

que a expectativa de consumo de energia no

precisa ter geração térmica de base, cujo

do Sistema). Com isso, o preço da

início desta semana também é esperada uma

subsistema Nordeste em abril deve subir 12,8%,

combustível tenha um baixo custo. Essas usinas

energia para a próxima semana caiu a R$ 126,89

frente fria que poderá levar chuva à bacia do rio

por conta de maior atividade econômica. Já

são necessárias aos sistemas brasileiros, e a

o megawatt-hora, contra R$ 140,67/MWh da

São Francisco, que nasce em Minas Gerais e

no subsistema Sudeste/ Centro-Oeste haverá

geração a gás é uma geração mais limpa. É

semana passada, e bem distante dos mais de R$

abastece Nordeste,

região mais

queda de 0,8%, devido ao fraco desempenho da

uma geração que cria condições favoráveis do

500 praticados no inicio deste ano. Mesmo assim,

castigada pela pior seca dos últimos 50 anos no

indústria, cuja carga participa com cerca de

ponto de vista ambiental, e, sendo competitiva, que

todas as usinas térmicas do país continuarão

Brasil. A situação dos reservatórios das

60% da carga industrial do SIN (Sistema Interligado

é o caso que entendemos que vai acontecer, é uma

ligadas, para garantir o enchimento dos

hidrelétricas do subsistema Nordeste

Nacional).

solução natural”, afirmou nesta sexta-feira o

reservatórios hidrelétricas

das para

eram os mais baixos ontem, segundo medição

Gás natural A exploração de gás

secretário de Desenvolvimento

enfrentar o período seco (maio a novembro).

do ONS, com 46,55%. A região Norte registrava

natural em terra, cuja concessão estará na 12ª

Energético do Ministério de Minas e Energia, Altino

A mudança não afeta a

a melhor situação, com

rodada

Ventura Filho.

As chuvas trazidas por

conta

de

luz

a a

de

licitações,

de

energia

Mesmo assim, térmicas continuam ligadas, para garantir maior volume nas hidrelétricas


7

Sexta-feira,26 de abril de 2013

Novidade, Trailblazer encara o Hilux SW4 Para entrar na briga entre os SUVs é preciso ter motor a diesel e espaço suficiente para levar sete passageiros Um carro com sete lugares, motor a diesel e disposição para encarar qualquer terreno não se encontra aos montes no Brasil. Se você não tem os mais de R$ 243 mil que a Land Rover cobra pelo Discovery, fica mais difícil. Antigas concorrentes no segmento, Toyota, com o Hilux SW4, e a Mitsubishi, c o m o P a j e ro D a ka r, s e revezavam na briga. Isso mudou quando, no final de 2012, a Chevrolet apresentou o substituto do antigo Blazer, o TrailBlazer. Po r R $ 17 5 . 4 5 0 é m a i s barato que Hilux SW4, que sai por R$ 181.000 nessa configuração. Mas será que o novato tem o que é preciso para superar um concorrente estabelecido? Além dos itens já citados, ambos oferecem tração 4x4 com caixa de redução, pneus de uso misto, arcondicionado automático com saída para as três fileiras de bancos, acabamento em couro, ajustes elétricos para o motorista, rebatimento elétrico dos espelhos e tela de toque com GPS. Tudo o que é necessário para uma aventura com (muita) companhia. TrailBlazer e SW4 também são similares nas dimensões, mas o Chevrolet leva vantagem em todas, sendo 4,9 m contra 4,7 m, respectivamente, no comprimento, 1,9 m contra 1,85 m de altura e 1,9 m contra 1,8 m de largura. Propostas parecidas, execuções diferentes Um exemplo de como Toyota e Chevrolet tomam caminhos diferentes para o mesmo resultado está no sistema para acionar a tração integral. O Hilux usa uma alavanca mecânica que, apesar de passar uma sensação de robustez, tem operação mais difícil que no TrailBlazer, que lança mão de um processo eletrônico operado por um botão no console. O câmbio em si também evidencia as soluções mais convencionais no Toyota, já que a unidade é automática de apenas quatro velocidades, enquanto a Chevrolet utiliza uma caixa de seis marchas. Esse pensamento se estende ao interior, onde o SW4 exibe um desenho antigo, mas que, de tão simples, torna a operação dos botões fácil e cômoda.

Já o TrailBlazer optou por um painel moderno com temas circulares para o arcondicionado, mas tem uso mais complexo. O mesmo vale para as telas de toque, ambas de sete polegadas. Os botões de iluminação verde do Toyota parecem arcaicos, mas os comandos são simples e rápidos, enquanto o Chevrolet é mais bonito, mas tem botões físicos pequenos e o sistema operacional demora a acatar à vontade do motorista. A qualidade dos materiais e da montagem é superior no Hilux, sem aparência frágil ou rebarbas. O TrailBlazer é mais belo, mas os materiais são mais rígidos e riscam com facilidade. Por dentro, cinco passageiros se acomodam com facilidade, com ligeira vantagem para o TrailBlazer, que possui assoalho rebaixado na terceira fileira e permite uma melhor acomodação. Além disso, os bancos se rebatem com facilidade. Ao puxar de uma fita, a terceira fileira se transforma em espaço para bagagem e, assim, transportam-se 878 litros. O SW4 leva 900 litros assim, mas, além de ter menos espaço para os passageiros, os bancos têm difícil operação e ficam literalmente pendurados, ocupando espaço físico do bagageiro. Quem for sentado no portamalas conta com uma facilidade extra no Chevrolet, já a segunda fileira se rebate com apenas um movimento. O Toyota exige a operação de duas alavancas. Nenhum é complexo, mas o sistema do TrailBlazer é mais cômodo. Vantagem no papel, não na rua Com motor 3.0 turbodiesel, o Hilux desenvolve 171 cv, enquanto

o Trailblazer consegue tirar 180 cv de um bloco 2.8 com igual configuração. Com mais marchas que o rival, fica difícil explicar porque o Tr a i l B l a z e r n ã o te m a mesma disposição do Toyota. Talvez seja o maior tempo de experiência da marca de origem japonesa no ramo, mas o fato é que o Hilux acelera com mais disposição e, num trecho 2/ 3 urbano e 1/3 rodoviário, marcou um consumo de 8,1 km/l, contra 6,8 km/l do Tr a i l B l a z e r n a m e s m a situação. Apesar de mais forte, o motor do Chevrolet precisou lidar com um câmbio indeciso, como se não soubesse o que fazer com tantas engrenagens, trocando de marchas a menor alteração de pressão no acelerador. O arcaico câmbio de quatro marchas da Toyota, porém, cumpriu seu papel sem sequer ser notado. Confiabilidade é um item intangível e não basta para cravar que o Hilux é melhor que o concorrente. Mas, sendo menor, é mais fácil em manobras. A suspensão, mais macia que a do TrailBlazer, faz o carro rolar em curvas, mas transforma qualquer rua esburacada em terreno transponível. Basta lembrar q u e a ROTA ( Ro n d a s Ostensivas Tobias de Aguiar), a tropa de elite da Polícia Militar paulista, substituiu os antigos Blazer por uma versão anterior a do atual SW4. As belas formas externas do TrailBlazer garantem um passeio em que o motorista é o centro das atenções, mas a visibilidade é prejudicada pelas linhas altas das laterais. Com amortecedores mais rígidos, o Chevrolet faz curvas m e l h o r, m a s t r a n s m i te solavancos ao interior.

Luciano Rosa

Tablets

Microsoft deve focar só em um sistema, diz IDC

O Surface Pro é o tablet da Microsoft que utiliza a versão mais robusta do Windows. A existência de uma versão mais leve, a RT, é criticada por especialistas

Oferecer ao mercado duas diferentes versões do sistema operacional Windows para tablets não traz benefício algum ao mercado. Ao invés disso, a Microsoft deveria concentrar seu esforço em aprimorar o Windows 8. É o que afirma o especialista Tom Mainelli, diretor de pesquisa para tablets da empresa de consultoria IDC. Segundo a consultoria, a estratégia de “empurrar” o Windows 8 Pro e o Windows 8 RT para tablets não produziu resultados positivos até agora. O Windows 8 em sua versão mais robusta roda em computadores com processadores x86 (os PCs convencionais), enquanto que o Windows RT roda em máquinas com chips ARM (voltados para dispositivos móveis). O analista avalia que melhorar o Windows 8 seria a melhor aposta da Microsoft para pegar uma fatia maior das vendas de tablets nos

próximos quatro anos. Para a IDC, parece ser uma missão infrutífera tentar acelerar o crescimento lento do Windows RT nesse mesmo período de tempo. “Ac h a m o s qu e a Microsoft e seus parceiros seriam melhor servidos ao focar suas atenções em melhorar o Windows 8. Isso poderia impulsionar o crescimento da participação na categoria de tablets”, diz Mainelli, em matéria publicada pelo site IDG Now. A IDC prevê que os tablets com Windows incluindo o Windows 7 e o Windows 8 representem uma fatia de 2,8% do mercado este ano. O sistema da Microsoft deve ficar no te rceiro lugar, atrás do Android, do Google, com 48,8%, e do iOS, da Apple, com 46%. No ano passado, essas fatias ficaram em 41,5% para os tablets Android e em 51 % p a r a o s i Pa d s d a Apple. A consultoria prevê que até o final de 2017, os tablets com

abocanhem 7,4% do mercado, contra 46% do Android e 43,5% do iOS. Tablets em alta Os tablets seguem numa boa ascensão de vendas. Para este ano de 2013, a IDC elevou sua projeção sobre o número de tablets que serão vendidos, passando de 172.4 milhões de unidades para 190.9 milhões - um aumento de 10,7%. O otimismo se deve ao crescimento da popularidade desse tipo de aparelho, impulsionada pelos modelos de baixo custo. O segmento de tablets mais acessíveis segue a tendência dos aparelhos com tela menor do que oito polegadas, que devem representar 50% das vendas. De acordo com a IDC, a popularidade crescente dos tablets compactos deve ainda afetar negativamente as vendas dos aparelhos de leitura de livros digitais (os ereaders), que podem cair em desuso a partir de 2015.


8 Sexta-feria, 26 de abril de 2013

Para Refletir O que você pensa ser o cume é somente mais um andar. Séneca Acreditamos apenas naquilo que vemos. Por isso, desde a chegada da televisão, acreditamos em tudo. Dieter Hildebrandt A lebre gosta da polenta. Foi o que disse o cozinheiro. Stanislaw Jerzy Lec Só faltava isso

Comentam por ai que certo político que brinca de fazer

O melhor da sociedade passa por aqui

Circulando Envelhecer com dignidade Quando perguntaram ao escritor, dramaturgo e jornalista Nelson Rodrigues qual conselho daria aos jovens, ele foi curto e grosso: “Jovens, envelheçam!” Nelson dizia: “Quero obedecer à lei da gravidade com conforto e naturalidade. Quero ter o direito de ter barriga, pálpebras, rugas e pneus. Quero ser explicitamente e obviamente imperfeito. Quero ter o direito de não lembrar de tudo o que preciso lembrar e ter alguém generoso por perto que me refresque a memória. Quero ter o direito de dormir cedo como se fosse uma criança desinteressada na noite e não ser cobrado por uma animação juvenil.

pintada em ouro puro 24 k .

Gritos! Em São Paulo entrou em vigor uma lei que proíbe comerciantes, ambulantes e feirantes de vender seus produtos aos gritos. Esta lei bem que podia chegar aos usuários da telefonia celular em todo País.

Dia das Mães 80% das mães pesquisadas pela coluna disseram que detestam ganhar panelas, panos de prato, liquidificador e espanador no Dia das Mães.

Sufoco Com tantos feriados e muita gente importante viajando,fica difícil encontrar as fontes que fornecem boas notícias. Fazer coluna social é um sufoco.

Conselho Porque você é famoso e reconhecido, na hora de fazer compras acaba pagando mais caro. Mande alguém de sua confiança negociar os preços até você decidir.

Lendo e aprendendo A pele leva entre 48 e 78 horas para produzir e liberar a melanina, pigmento que dá cor a ela. Não adianta querer ficar morenaça em um dia.

política esta muito chegado a compra de presentes caros, mas claro, usando o dinheiro do povo. Dizem que o próximo brinquedo seria este Mercedes

Piadas da semana Barba Errada O sujeito está no motel com a amante, curtindo o póscoito, quando ela resolve interromper o silêncio: - Ricardo, por que você não corta essa barba? - Se dependesse só de mim... - retruca - Você sabe que minha mulher seria capaz de me matar se eu aparecesse sem barba. - Ora, querido - insiste a amante - Faça isso por mim, por favor... O sujeito continua dizendo que não dá, até que não resiste às súplicas da amante e resolve atender ao pedido. Depois do trabalho ele passa no barbeiro, em seguida vai a um jantar de negócios e quando chega em casa a esposa já está dormindo. Assim que ele se deita, sente a mão da esposa afagando o seu rosto e a sua voz sonolenta: - Carlão, você ainda está aqui? Vai embora! O meu marido já está pra chegar... E-mail Maldoso Um casal decide passar férias numa praia do Caribe, no mesmo hotel onde passaram a lua de mel há 20 anos atrás. Por problemas de trabalho, a mulher não pode viajar com seu marido, deixando para ir uns dias depois. Quando o homem chegou e foi para seu quarto do hotel, viu que havia um computador com acesso a internet, então decidiu enviar um e-mail a sua mulher, mas errou uma letra sem se dar conta e o enviou a outro endereço... O e-mail foi recebido por uma viúva que acabara de chegar do enterro do seu marido e que ao conferir seus e-mails desmaiou instantaneamente. O filho, ao entrar na casa, encontrou sua mãe desmaiada, perto do computador, onde na tela poderia se ler: — Querida esposa: Cheguei bem. Provavelmente se surpreenda em receber noticias minhas por e-mail, mas agora tem computador aqui e pode enviar mensagens às pessoas queridas.Acabo de chegar e já me certifiquei que já está tudo preparado para você chegar na sexta que vem. Tenho muita vontade de te ver e espero que sua viagem seja tão tranquila como a minha. Obs: Não traga muita roupa, porque aqui faz um calor infernal! Aniversariante do dia Além da conhecida teimosia dos Tourianos, signo regente deste período do ano, os aniversariantes de hoje são conhecidos pela sua alta determinação.Têm ainda outra qualidade que não é bem característica dos seus companheiros,que é a responsabilidade. Seu lado crítico pode estimulá-los a fazerem julgamentos severos, o que dificulta seu relacionamento social. A carta do Julgamento indica tolerância e leveza, que também são trazidas pelo anjo Vassariah. Salmo 32, das 10h20 às 10h40. Sua Magia Para se livrar de pessoas ou coisas ruins: compre uma vassoura nova, ou faça uma você mesmo, usando galhos secos e folhas das árvores. Em uma noite bem tranquila, pegue a vassoura e diga em voz alta o que deseja fazer. Com o coração livre de sentimentos como o ódio ou a vingança, visualize as coisas ruins indo embora. Enquanto isso, varra a casa 13 vezes, sempre no mesmo sentido, de dentro pra fora. A vassoura sempre foi lembrada como objeto de bruxas, mas, na verdade, simboliza a maestria e o conhecimento. Perigo 80% dos brasileiros afirmam que não usam camisinha e se sentem protegidos. Fonte: Pesquisa do laboratório Pfizer.


A Folha de Teresópolis