Issuu on Google+

P r e v e n ç ã o S e g u r a n ç a

d e

A c i d e n t e s

O c u p a c i o n a l

e m

A v i a ç ã o

1/6

SEGURANÇA OCUPACIONAL EM AVIAÇÃO

CONTEÚDO

Introdução Conceitos Os 5 Mandamentos da Segurança Riscos Ocupacionais Agentes Ambientais


P r e v e n ç ã o S e g u r a n ç a

d e

A c i d e n t e s

O c u p a c i o n a l

e m

A v i a ç ã o

2/6

I - INTRODUÇÃO Todas atividades profissionais geram riscos que podem ser mais ou menos perigosos ou insalubres. A engenharia de segurança, objetiva conhecer, controlar ou eliminar do ambiente de trabalho, esses riscos também chamados de riscos ocupacionais.

II - CONCEITOS A engenharia de segurança aplica os preceitos de duas ciências que são: 1 - S e g u r a n ç a Oc u p a c i o n a l

Que objetiva a prevenção dos acidentes que causam lesões imediatas, exceto intoxicações. 2 - Higiene Ocupacional

Objetiva prevenir os acidentes que resultem em lesões classificadas como doenças ocupacionais.

III - O S 5 M A N D A M E N T O S D A S EGURANÇA • Todo acidente pode e deve ser evitado; • Programa de segurança não restringe a missão; • A prevenção visa conhecer, controlar ou eliminar condições inseguras e não encontrar culpados ou erros. • Mente aberta é a chave para um bom programa de segurança. • Segurança de Vôo começa em terra.

IV – RISCOS OCUPACIONAIS Os riscos ocupacionais são classificados conforme o seguinte: 1 - Operacionais

São os que causam lesões imediatas devido à presença de condições existentes no ambiente de trabalho (riscos mecânicos).


P r e v e n ç ã o S e g u r a n ç a

d e

A c i d e n t e s

O c u p a c i o n a l

e m

A v i a ç ã o

3/6 2 - Ambientais

São os que causam lesões que podem surgir a médio ou longo prazo, classificadas como doenças ocupacionais, devido à ação de agentes nocivos existentes no ambiente de trabalho.

V - AGENTES AMBIENTAIS Os agentes ambientais são classificados conforme o seguinte: 1 - Físicos

a) Ruídos SOM é o resultado de variações de pressão num meio elástico que se sucedem com regularidade. RUÍDO é toda sensação sonora indesejável, podendo causar perda auditiva, definitiva ou temporária a quem a ele estiver exposto. São características físicas do som: • Velocidade no ar - 340 m/s; • Freqüência - é o número de vezes que um ciclo se repete em uma unidade de tempo (é medida em Hertz ou Hz); • Nível de pressão sonora - é a intensidade do som, ou do ruído, em determinadas circunstâncias (é medida em decibel ou dB); • Os níveis de pressão sonora não se somam aritimeticamente; • São características do ser humano com relação ao som e ao ruído; • Capacidade de escutar na faixa de 16 a 20.000 Hz; • A fala humana está na faixa de 300 a 3.000 Hz; • As perdas auditivas começam nas bandas mais altas de 8.6 e 4 Hz; • A surdez ocupacional é irreversível.

b) Vibrações As vibrações podem causar traumatismos e em aviação, encontramos as seguintes fontes de informações: • Sistemas de propulsão; • Equipamentos energizados no interior das aeronaves; e • Fatores aerodinâmicos.

c) Temperaturas extremas Exposição ao calor intenso pode diminuir a qualidade do desempenho e exposição ao frio intenso pode causar sérias alterações no organismo.


P r e v e n ç ã o S e g u r a n ç a

d e

A c i d e n t e s

O c u p a c i o n a l

e m

A v i a ç ã o

4/6

d) Pressões normais Como conseqüência da baixa pressão encontrada no ambiente do vôo em altitude podem ocorrer as seguintes alterações: • Hipóxia - diminuição da oferta de oxigênio aos tecidos, podendo causar desde a perda visual, morosidade intelectual, lassidão, fadiga, cefaléia, alterações na capacidade de julgamento até a inconsciência total. • Disbarismo - conjunto de alterações sofridas pelo organismo na passagem violenta de um meio com determinada pressão para outro com pressão significativamente menor, gerando aerodilatação e embolias (desprendimento do nitrogênio líquido de determinados tecidos orgânicos).

e) Radiações ionizantes Os Raios X e substâncias radioativas destroem os tecidos, comprometem o DNA das células germinativas e são cancerígenas.

f) Radiações não ionizantes São as radiações ultravioletas, microondas e laser. Podem queimar os tecidos, sendo os olhos os mais atingidos. São emitidas pela luz solar, pelos fornos de microondas domésticos e pelas ondas de televisão. 2 - Químicos

a) Absorção Esses agentes podem ser absorvidos principalmente por via respiratória, podendo também, ser por via cutânea e digestiva.

b) Classificação física dos contaminantes atmosféricos • Aerodispersóides - partículas na forma de poeiras, fumos, fumaças, névoas e neblinas. • Gases - dispersões de moléculas no ar que se misturam completamente nele. • Vapores - dispersões de moléculas no ar que podem condensar-se, formando líquidos ou sólidos.

c) classificação fisiológicas dos gases e vapores • Irritantes primários - inflamam os tecidos das vias respiratórias (exemplo: o cloro e os ácidos); • Irritantes secundários - inflamam os tecidos e atuam sobre todo o organismo (exemplo: o ácido sulfúrico e os álcoois); • Asfixiantes simples - reduzem a presença de oxigênio no ar, mas não intervêm no organismo (exemplo: o metano e o C02); • Asfixiantes químicos - quando ingressam no organismo, interferem na perfeita oxigenação dos tecidos (exemplo: o CO).


P r e v e n ç ã o S e g u r a n ç a

d e

A c i d e n t e s

O c u p a c i o n a l

e m

A v i a ç ã o

5/6 • Anestésicos ou narcóticos - deprimem o sistema nervoso central (exemplo: solventes orgânicos). Dividem-se nas seguintes classes: - Primários - anestesiam a pessoa (exemplo: butano); - De efeito sobre as vísceras - hidrocarbonetos clorados; - De ação sobre o sistema formador do sangue (exemplo: hidrocarbonetos aromáticos); - De ação sobre o sangue e sistema circulatório.

3 - Biológicos

São os que permitem o contato com microorganismos nocivos, como bactérias, vírus, bacilos e outros. Há aeronaves que voam com possíveis hospedeiros que podem ser a carga ou até mesmo um passageiro. 4 - Ergonômicos

A ergonomia é chamada de engenharia humana e objetiva o perfeito entrosamento entre os três elementos da atividade que são: ambiente - fluxo de trabalho - ser humano. Ambientes ergonomicamente incorretos podem causar malefícios ao ser humano tais como: • Monotonia • Fadiga • Estresse • Doenças ocupacionais como as LER (lesão por esforço repetitivo).


P r e v e n ç ã o S e g u r a n ç a

d e

A c i d e n t e s

O c u p a c i o n a l

e m

A v i a ç ã o

6/6

ÍNDICE

CONTEÚDO I - INTRODUÇÃO II - CONCEITOS 1 - Segurança Ocupacional 2 - Higiene Ocupacional III - OS 5 MANDAMENTOS DA SEGURANÇA IV - RISCOS OCUPACIONAIS 1 - Operacionais 2 - Ambientais V - AGENTES AMBIENTAIS 1 - Físicos 2 - Químicos 3 - Biológicos 4 - Ergonômicos


Segurança Ocupacional em Aviação