Page 3

Editorial

A

Profeta

lertar e comunicar. Aparentemente, assim, para quem de fora dá uma passada de olhos, esta é a primeira diferença notória que o tempo deixou marcado nesta Unidade. Talvez, indo além – como é de praxe nesta OM –, poderemos perceber e constatar que as diferenças são apenas desdobramentos naturais inerentes ao desenvolvimento tecnológico de uma organização atrelada à excelência profissional, tanto no que diz respeito aos recursos materiais, quanto – e principalmente – ao que se refere aos recursos humanos. Primeiro Esquadrão de Controle e Alarme – 1º ECA. Carioca com ascendência internacional. Um misto de norte-americano com europeu na melhor mistura de temperos brasileiros. A poção deu certo. Cresceu e se proliferou. Foi ao Sul, dar suporte aos Pampas. São seis décadas que distinguem alertar de comunicar. São 60 anos de muito trabalho para aprofundar o conceito e desenvolver todas as tecnologias para colocar em prática a nova metodologia. E o que é alertar, senão dar ciência? E como dar ciência de outra forma que não comunicando? A semente estava lá desde a gênese e, sem sombra de dúvida, não era uma semente qualquer. Era a semente que germinaria tão forte a ponto de fincar suas profundas raízes em solo fértil. Sim. Nosso solo nacional, sob o céu soberano é Patria de gente capaz, que pensa grande e vai além. E só uma árvore robusta suporta as incontáveis podas, os tempos de frio e de seca para, já transmutada, florir para além do muro. Prosseguimos detectando. Prosseguimos alertando. E vamos além. Servimos conterrâneos e expandimos nossos braços – os nossos Braços Armados – para além de nossas fronteiras com a intenção de auxiliar e fomentar o crescimento de todos. Nestas redes que hoje formamos e firmamos, todos ganham. Ganham mais conhecimento, mais know-how, mais visão e, acima de tudo, mais amizades. É esta a essência deste Esquadrão. Esquadrão desde seu nascimento. Ferramenta forjada para controlar e ir além. Profetizando seu próprio destino, porque dele é o ativo e comprometido dono, profetizou aquilo que hoje é realidade. Previu o que faria e assim o fez. Viu que alertar é apenas um dos degraus desta complexa troca de dados e assumiu seu papel de comunicador. Comunica então, o Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Comunicações e Controle (1º/1º GCC), com todos os quesitos desta arte; detecta, alarma, conecta, informa e comunica seus diversos receptores. E, dando mais um passo de sua missão, controla. Seu destino está traçado desde o século passado. Desde sua tenra concepção. E se suas profecias te trouxeram aqui, aproveite cada vento e, com suas asas e sua disposição de guerreiro, mantenha viva sua chama. A chama que comunica, controla e profetiza. Feliz 60 primeiros anos de uma existência que se deseja eterna.

Tenente-Brigadeiro-do-Ar Ramon Borges Cardoso Diretor-Geral do DECEA Jubileu de Diamante - Esquadrão Profeta 3

Edição Especial - Esquadrão Profeta  

Revista Aeroespaço na sua Edição Comemorativa do Jubileu de Diamante do 1º/1º GCC, produzida pela Assessoria de Comunicação Social do DECEA,...

Edição Especial - Esquadrão Profeta  

Revista Aeroespaço na sua Edição Comemorativa do Jubileu de Diamante do 1º/1º GCC, produzida pela Assessoria de Comunicação Social do DECEA,...

Advertisement