Issuu on Google+

Progn贸stico Hans Michael Van Bellen


Prognóstico Discutir e exercitar a metodologia adotada para a construção do Plano Municipal de Cultura. Exposição Teórica • Estratégias; • Ações; • Metas; • Monitoramento e Avaliação.

Exercício Prático • A partir do documento base: • Governança; • Sensibilização; • Diagnóstico; • Estratégias e Ações; • Exercício de Construção de Metas.


Construção do Plano Municipal de Cultura

Diagnóstico do desenvolviment o da cultura

Estabelecimento de Objetivos Gerais

Prognóstico

Conjunto de elementos que configuram a situação na qual a área da cultura pretende estar no futuro, de acordo com o alcance temporal do plano


Prognóstico No prognóstico a questão que emerge é ... O QUE E COMO FAZER? ... para alcançar os objetivos gerais delineados na etapa do diagnóstico.


Estratégias Estratégia: Forma, posição ou caminho escolhido que orientará os procedimentos a serem realizados no presente para que se obtenha a situação desejada no futuro. Questão Estratégica

Caminho para se obter no futuro o que se deseja

Perguntas relacionadas à forma de alcançar os objetivos gerais

Estratégia


Exemplo 1.

OBJ.

Q.E.

E.1.

• Diversificar as atividades culturais no município • Como estimular essa diversificação? • Programas de apoio à diversificação de atividades e manifestações culturais no município


Exemplo 2. OBJ.

• Universalizar o acesso a cultura no município

• Como universalizar o acesso à arte e à cultura? Q.E. E.2. E.3.

• Ampliar os pontos de acesso à arte e à cultura • Estimular as atividades culturais nos bairros com menor acesso.


Ações Representam os movimentos a serem feitos para o alcance dos objetivos propostos e dentro da estratégia escolhida

Objetivos

Estratégia

Ações


Exemplo 1. OBJ.

• Diversificar as atividades culturais no município

Q.E.

• Como estimular essa diversificação?

E.1.

• Programas de apoio à diversificação de atividades e manifestações culturais no município

• Desenvolver projeto de fundo financeiro para auxílio de atividades culturais pouco AÇÃO desenvolvidas no município.


Algumas Recomendações  Analisar, para cada questão estratégica, o que já existe em termos de realizações;

 Avaliar, diante do que já existe, o que está faltando ou o que ainda deve ser feito, como grandes linhas de intervenção, para complementar as ações em curso;

 Listar todas as estratégias que devem compor o conjunto necessário para resolver a questão formulada;

 Avaliar se todas as linhas de ação são necessárias e

suficientes para que os objetivos estabelecidos sejam atingidos.


Metas Marco, um limite, um desafio, algo que se pode realizar, um estado a ser atingido

Objetivos

EstratĂŠgia

Açþes

Metas


Metas DEFINIÇÃO: Objetivos temporais, espaciais e

quantitativamente dimensionados

OBJETIVOS: Comunicar claramente o cenário da

Cultura que a sociedade deseja

CARACTERÍSTICAS: • • • •

Ser mensurável (ter fonte, situação atual e método de aferição); Ser abrangente e relevante para agenda política; Corresponder as ações do Plano Municipal.


Metas Alinhadas com os Objetivos ExequĂ­veis Relevantes MensurĂĄveis


Exemplo 1. OBJ. E.1.

• Diversificar as atividades culturais no município • Programas de apoio à diversificação de atividades e manifestações culturais no município

• Desenvolver projeto de fundo financeiro para auxílio de atividades culturais pouco desenvolvidas AÇÃO

• Fundo financeiro constituído específico para apoiar a diversificação de manifestações META culturais no município.


Monitoramento e Avaliação O monitoramento tem como principal objetivo a avaliação das ações no sentido de verificar o grau de alcance dos resultados esperados e também possibilitando a correção e/ou ajustes nos planos de acordo com as condições de contorno.

Sistemas de avaliação que obtiveram sucesso vêm de instituições que têm capacidade de gerir, analisar e sintetizar dados e comunicar seus resultados.


Avaliação Identificação de problemas ou falhas que podem gerar desvios em relação ao que foi planejado; Verificação da eficácia das estratégias e ações no alcance das metas estabelecidas; Geração de informações durante o processo permitindo intervenções rápidas;

Ajustamento e aprendizado.


Exemplo SNIIC OBJETIVOS: I.

Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais

Coletar, sistematizar e interpretar dados, fornecer metodologias e estabelecer parâmetros à mensuração da atividade do campo cultural e das necessidades sociais por cultura, que permitam a formulação, gestão , monitoramento e avaliação das políticas públicas e gerais, verificando a implementação do PNC e a revisão nos prazos previstos; II. Disponibilizar estatísticas, indicadores e informações relevantes para a caracterização da demanda e oferta de bens culturais, para a construção de modelos de economia e sustentabilidade da cultura, para a adoção de mecanismos de indução e regulação da atividade econômica no campo, dando apoio aos gestores culturais; III. Exercer e facilitar o monitoramento e avaliação das políticas públicas de cultura e das políticas culturais em geral, assegurando ao poder público e à sociedade civil o acompanhamento do desempenho do PNC.


Monitoramento e Avaliação A construção de um plano de monitoramento e avaliação possibilita estabelecer os tipos de informações a serem utilizadas para avaliação, definir as fontes e qualidade das informações necessárias para o monitoramento bem como definir a frequência em que essas informações serão coletadas e avaliadas.


Indicadores

 Formulados para verificar os progressos no sentido do alcance das metas;

 Objetivo de monitorar e avaliar de

forma adequada a execução do plano na medida em que fornece uma medida do alcance das metas definidas pelo plano.


Indicadores

 O objetivo principal dos indicadores é agregar e quantificar informações de uma maneira que a realidade se torne mais aparente.

 Os indicadores simplificam as informações sobre fenômenos tentando melhorar com isso o processo de comunicação.

 Eles podem ser quantitativos ou qualitativos.


Funções dos Indicadores Função Analítica: Interpretação dos dados dentro de um sistema coerente agrupando-os em matrizes ou índices.

Função de Comunicação: Subsidio para o estabelecimento de metas e a avaliação do sucesso em alcançá-las.

Função de Aviso e Mobilização: Divulgação da realidade da área através publicações anuais ou relatórios.

Função de Coordenação: Integração de dados de diferentes áreas e fontes no sistema de medidas.


Filme


Relembrando Diagnóstico:  Diagnóstico do desenvolvimento da Cultura  Objetivos Prognóstico: Estratégias, Ações e Metas Monitoramento e Avaliação: Indicadores de Monitoramento e Avaliação


Exemplo Estratégia: CAMINHO, TRILHA. • Distribuição isonômica dos recursos de orçamento para a cultura no estado. Ação: MOVIMENTO, PASSO • Revisar os critérios estabelecidos nos editais (reduzir as assimetrias na distribuição geográfica de recursos). Meta: MARCO, LIMITE • Cada território receber ao menos 10% dos recursos dos editais de apoio a cultura.


Construindo um Prognóstico

Ponto de Partida

Elementos

Ponto de Chegada

Colocando em prática através de um exemplo num Estado...


Caso A CONTEXTO: Estado com vasta amplitude geográfica; População e

distribuição de equipamentos culturais concentradas na capital; Grande variedade de manifestações culturais no interior do Estado.

DIRETRIZES: Valorizar e proteger a diversidade de

manifestações culturais; Universalizar o acesso dos cidadãos às manifestações culturais.

DESAFIOS: Apresentar e valorizar junto aos cidadãos as

manifestações culturais do Estado;

OPORTUNIDADES: Aprovação de fundo específico no âmbito

do Estado pra desenvolvimento da área de cultura.


Caso A OBJETIVO: Universalizar o acesso às manifestações culturais do estado ESTRATÉGIAS:

1.

Instalação de equipamentos culturais comunitários mínimos em instituições de ensino e associações.

2.

Reabilitação de equipamentos culturais (teatros, praças, centros comunitários, bibliotecas, cineclubes e cinemas)


Caso A OBJETIVO: Universalizar o acesso às manifestações culturais do

estado

ESTRATÉGIA 1.: Instalação de equipamentos culturais

comunitários mínimos em instituições de ensino e associações.

AÇÕES:  

Construir equipamentos culturais comunitários... Identificar espaços para instalação de equipamentos culturais comunitários...

METAS:  

1 equipamento por bairro até 2018 30 espaços revitalizados com equipamentos culturais até 2020


Definindo as Metas Objetivos temporais, espaciais e quantitativamente dimensionados OBJETIVO:  Comunicar claramente o cenário da Cultura que sociedade deseja em 2023 CARACTERÍSTICAS:  Ser mensurável (ter fonte, situação em 2013 e  método de aferição);  Corresponder aos Objetivos e Ações do Plano;  Ser abrangente e relevante para agenda política;


Roteiro de Apoio para Definição de Metas Objetivo Ação

Situação Situação Atual Desejada

Indicador

Fonte

Competência Esfera

Projetos Programas Ações em Execução

Meta


Roteiro de Apoio  Objetivo / Ação: Situação a ser alcançada a partir de uma estratégia e ação definida  Situação Atual: procure descrever a situação atual no município em relação em relação ao objetivo traçado  Situação Desejada: procure descrever de forma mais objetiva/detalhada o que se pretende no futuro dentro daquele objetivo do plano  Indicador: identifique a medida, a métrica que pode ser utilizada para mensurar essa situação, essa realidade  Fonte: procure identificar onde obter essas medidas


Roteiro de Apoio  Competência/Esferas: identifique quais instituições são responsáveis ou estão envolvidas (direta ou indiretamente) com as ações a serem executadas  Programas/Ações/Projetos: procure encontrar se existem programas/Ações/Projetos em execução ou planejamento relacionados com o objetivo do plano  Meta: a partir das informações acumuladas no processo é possível estimar ONDE e QUANDO podemos chegar Lembre-se: quanto maior o volume de informações relevantes mais apropriada será a estimativa


3-prognostico-hans