Page 1

ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS ABEL SALAZAR

GUIA DO ESTUDANTE 11/12


/ÍNDICE/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

1. Prefácio_________________________________________________________3 2. A U.Porto________________________________________________________10

a. História da U.Porto_______________________________________11

b. Órgãos de Gestão________________________________________12

c. Serviços da Universidade do Porto____________________________13

d. Pólos da U.Porto_________________________________________16

e. Acção Social____________________________________________18

f. Alojamento____________________________________________19

g. Alimentação___________________________________________20

h. Desporto na U.Porto______________________________________21

3. O ICBAS________________________________________________________23

a. História do ICBAS________________________________________25

b. Estruturas associadas____________________________________26

c. Novas instalações________________________________________27

d. Órgãos de Gestão________________________________________28

e. Mapa________________________________________________29

f. Como chegar ao ICBAS_____________________________________30

g. Horário de funcionamento__________________________________31

h. Serviços______________________________________________31

4. A AEICBAS_______________________________________________________32

a. Órgãos Sociais da AEICBAS_________________________________32

b. A DAEICBAS____________________________________________33

c. Representação Externa____________________________________37

d. Actividades da AEICBAS___________________________________38

e. Protocolos AEICBAS_______________________________________38

5. Grupos académicos________________________________________________39 Calendários Académicos_______________________________________________45 Contactos Úteis_____________________________________________________49

3


/1. Prefácio/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Pensado para facilitar a tua integração na vida académica do ICBAS, a Direcção da Associação de Estudantes elaborou este Guia do Estudante, uma verdadeira compilação de informações de enorme interesse. Para começar, são vários aqueles que te dão as boas vindas pela tua entrada no Ensino Superior. A seguir, apresentamos-te aquilo que é a Universidade do Porto, os seus serviços, facilidades que oferece, e os Serviços de Acção Social. O terceiro capítulo é relativo à realidade do ICBAS e à sua organização interna e tudo o que precisas de saber para te ambientares. Por último, apresentamos-te a tua Associação de Estudantes, como se estrutura e o que te oferece. Boas vindas!

5


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/A. Mensagem do Director/

Bem-vindos ao Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto. O Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar tem sido um interveniente chave no desenvolvimento da investigação científica na área das ciências da vida incluindo nestas as da vida marinha tendo estabelecido numerosas parcerias nomeadamente com os principais laboratórios associados que desenvolvem a sua missão nesta área (IBMC, IPATIMUP e CIMAR) e onde os seus docentes assumem posições relevantes. Sediado no centro do Porto em plena zona histórica o ICBAS está intimamente associado com o Centro Hospitalar do Porto (resultante da fusão do Hospital de Santo António, Hospital de Crianças Maria Pia e Maternidade Júlio Diniz), corresponsável pelo Mestrado Integrado em Medicina trabalhando também em intima colaboração com outros hospitais afiliados de que se destacam o Hospital de Magalhães Lemos, o Instituto Português de Oncologia, o Centro Hospitalar de Gaia/ Espinho, o Hospital de Joaquim Urbano, o Centro Hospitalar do Nordeste Transmontano e os Centros de Saúde dependentes da Administração de Saúde do Norte. O Mestrado Integrado em Medicina Veterinária tem instalações dedicadas em Vairão - Vila do Conde e aí o ICBAS tem procurado desenvolver uma parceria com o LNIV (Laboratório Nacional de Investigação Veterinária) que muito tem contribuído para a afirmação e prestígio dos nossos formados na área. As formações em Bioquímica e em Bioengenharia são ministradas em colaboração com outras unidades orgânicas da Universidade, a Faculdade de Ciências e de Engenharia respetivamente com as quais temos tido uma excelente experiencia de funcionamento em rede que procuramos estender a outras áreas de formação. A formação em Ciências do Meio Aquático conta com uma íntima colaboração do CIMAR e tem, nos últimos anos, vindo a ser reformulada de forma a se adaptar as novas exigências quer do mercado quer dos alunos o que tem vindo a acontecer com assinalável sucesso. Uma Faculdade e por consequência uma Escola de Ciências da Saúde como o ICBAS têm por objetivo fundamental o avanço do conhecimento através da investigação tendo em vista o benefício da sociedade. A investigação desenvolvida pelos docentes do ICBAS cobre uma ampla gama de temas que se estendem desde as ciências básicas às ciências clínicas, passando pelas ciências ligadas á biologia marinha e ciências do ambiente. Uma vez que escolheram o ICBAS como a Instituição responsável pela vossa educação nos próximos anos, terão todos os direitos que são assegurados aos estudantes ICBAS. Terão também todas as responsabilidades inerentes a essa designação. Essas responsabilidades incluem a aceitação dos “standards” de exigência intelectual que aplicamos na nossa Escola Reconheceremos o vosso sucesso, aplaudiremos o vosso progresso, atribuiremos créditos á medida que forem completando com sucesso o vosso curriculum e quando todos os requisitos estiverem cumpridos teremos todo o gosto em vos atribuir um grau. Mas, para verdadeiramente 6


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

aplaudir o vosso progresso, ele tem de ser o VOSSO progresso. É ponto de honra para o ICBAS que vos dará a melhor educação possível em Ciências da Saúde e da Vida. Mas para a equação funcionar o estudante deve estar completamente envolvido, interessado, responsável e sentindo que faz parte da comunidade. A vossa admissão no ICBAS ocorre num momento particularmente critico. Por um lado teremos de adaptar o nosso modelo de funcionamento a cortes orçamentais significativos e por outro entram num ano em que iremos proceder a mudança de instalações que causarão uma inevitável perturbação embora permitam um melhor ensino no futuro muito próximo. De todos, docentes e não docentes se espera a melhor colaboração. Bem-vindos, de novo, ao ICBAS. Espero encontrar-vos com frequência. Obrigado por terem escolhido o ICBAS e votos de sucessos. Director do ICBAS António de Sousa Pereira

7


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/b. Mensagem do Conselho Pedagógico/

Bem vindos! Aos que entram pela primeira vez, queria começar por dar os parabéns. Espero que a entrada nesta Escola seja aquilo que sempre sonharam e que conseguiram! É o inicio de uma nova etapa num ambiente totalmente diferente! Este Guia do Estudante, que desde há alguns anos a AEICBAS publica pretende dar-vos a conhecer este novo ambiente onde vão entrar. O ICBAS, e em especial o seu Conselho Pedagógico, tem-se pautado, desde sempre por uma postura de apoio aos estudantes, e muitas vezes não se faz mais porque se desconhece o que se passa. Para aqueles que estão a entrar, gostava de explicar que o Conselho Pedagógico é o único órgão de gestão da Escola em que os docentes e os discentes estão em paridade. Nos estatutos vigentes é composto por 16 membros, tendo eu sido eleita Presidente e a Profª Ana Colette Maurício, Vice-presidente. Tem também um secretariado composto pela Dra. Ana Isabel Rodrigues e o Dr. Hélder Ferreira. Para já são 4 nomes que ficam a conhecer e com os quais podem contar. Na página correspondente do SIGARRA podem ver toda a informação sobre este Conselho, qual a sua composição e quais as suas atribuições, contudo gostava aqui de apresentar um elemento importantíssimo deste Conselho Pedagógico, o vosso colega, Agostinho Sousa, que encabeçou a lista que foi eleita pelos discentes para este Conselho, que é actualmente o Presidente da AEICBAS e que tem um conhecimento profundo da Escola e da Universidade e que está sempre aberto a apoiar-vos e a apoiar-nos. Qualquer problema, venham ao Conselho Pedagógico ou à AEICBAS e não sejam influenciados por pessoas, que às vezes, por ignorância complicam mais do que facilitam a vossa passagem pela Escola. Para os estudantes que já sabem tudo isto, ou seja os “não caloiros”, gostava de pedir que continuassem a trabalhar não só no vosso curso mas também nas inúmeras actividades que se levam a cabo no ICBAS, que continuem a divertir-se e que apoiem os caloiros. A todos os estudantes do ICBAS, o Conselho Pedagógico deseja um ano de 2011/2012 cheio de sucessos. Finalmente, em nome do Conselho Pedagógico, queria agradecer o convite da AEICBAS para poder, com esta mensagem, estar presente em mais uma edição do Guia do Estudante e deixar aqui bem explícito que o Conselho Pedagógico continuará a trabalhar em conjunto com a AEICBAS para tentar encontrar soluções para os problemas com que os estudantes se deparewm. Parabéns, boas vindas, trabalhem muito mas não se esqueçam de viver a vida! Sejam felizes! Presidente do Conselho Pedagógico Corália Vicente

8


/c. Mensagem da Direcção da AEICBAS/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

É com enorme alegria que a Direcção da AEICBAS te dá as boas vindas ao ICBAS e à Universidade do Porto. A tua entrada no ensino superior é uma altura de novas descobertas e de esperança, mas é também acompanhada de dúvidas e incertezas pelas quais todos nós passamos. A tua Associação fornece-te então este Guia para te acompanhar nos primeiros dias de forma a retirar algumas das dúvidas de como funciona o mundo do ensino superior ao qual agora pertences. Vive, então, e seguindo o lema desta mui nobre casa, como Estudante e como Pessoa que vê no mundo uma jornada cheia de vida, um caminho a percorrer, e não um objecto inanimado. Esperamos que chegues ao final da tua vida enquanto estudante, e que após esse longo caminho, olhes para este guia como uma pequena lembrança que um pequeno grupo de estudantes preparou para ti! Sabes que podes contar connosco, sendo que contaremos contigo durante todo o ano, porque a Associação de Estudantes somos todos nós!”

9


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/2. A U.Porto/

Reitoria da U.Porto Morada: Praça Gomes Teixeira, 4099-002 Porto Telefone: 220 408 000 Fax: 220 408 186 / 7 E-mail: up@up.pt URL: http://www.up.pt Com origens que remontam ao século XVIII, a Universidade do Porto é actualmente a maior instituição de ensino e investigação científica de Portugal. Perto de 29.000 estudantes, 2.300 professores e investigadores e 1.700 funcionários não docentes compõem as suas 15 escolas e 69 unidades de investigação, distribuídas por três pólos universitários localizados na cidade do Porto. Com 14 faculdades e uma business school, a Universidade do Porto oferece uma excepcional variedade de cursos, que abrangem todos os níveis de ensino superior e todas as grandes áreas do conhecimento. Na verdade, com mais de 600 programas de formação (das licenciaturas aos doutoramentos, passando pela educação contínua), a Universidade do Porto possui soluções de ensino para todos os públicos. A excepcional qualificação do corpo docente (73% dos 1.855 docentes são doutorados) garante a elevada qualidade da formação da Universidade do Porto, que a torna na universidade portuguesa mais procurada pelos candidatos ao Ensino Superior e a preferida dos estudantes com as mais altas classificações escolares. Todos os anos, mais de 2.000 estudantes estrangeiros escolhem a Universidade do Porto para completar a sua formação superior. Actualmente, perto de 29.000 estudantes (6.500 dos quais em pós-graduações) frequentam os 241 cursos de licenciatura, mestrado integrado, mestrado e doutoramento da Universidade do Porto. Com 69 unidades de investigação, a Universidade do Porto é responsável por mais de 20% dos artigos científicos portugueses indexados anualmente na ISI Web of Science, o que a torna no maior produtor de Ciência em Portugal. adaptado de www.up.p

10


/a. História da U.Porto/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

A Centenária Universidade do Porto foi constituída formalmente a 22 de Março de 1911, logo após a implantação da República em Portugal. No entanto, o seu embrião data-se já de 1762, com a criação da Aula de Náutica por D. José I. Esta escola e as suas sucessoras (Aula de Debuxo e Desenho, criada em 1779; Academia Real da Marinha e Comércio, em 1803; Academia Politécnica, em 1837) serão responsáveis pela formação dos quadros portuenses ao longo do séc. XVIII e XIX, dando resposta às necessidades de pessoal qualificado na área naval, no comércio, na indústria e nas artes. Em 1825 é fundada a primeira escola médica do Porto, a Real Escola de Cirurgia, que, transformada em 1836 em Escola Médico-Cirúrgica surge finalmente em 1911 como Faculdade de Medicina. Paralelamente, a Aula de Debuxo e Desenho dará origem a outras escolas – Academia Portuense de Belas Artes (1836), Escola Portuense de Belas Artes (1881) e, finalmente, Escola Superior de Belas Artes do Porto (1950). No fim do séc. XX esta última converteu-se nas actuais faculdades de Arquitectura e de Belas Artes da U.Porto. Ainda durante a 1.ª República, surge em 1915 a Faculdade Técnica (rebaptizada em 1926 de Faculdade de Engenharia), em 1919 a Faculdade de Letras e em 1925 a Faculdade de Farmácia. Este crescimento da U.Porto durante o regime autoritário nascido do movimento militar de 28 de Maio de 1926 foi severamente abrandado: a Faculdade de Letras é extinta em 1928, sendo restaurada apenas em 1961 e a Faculdade de Economia é criada de raiz neste período, abrindo portas em 1953. Após a revolução de Abril de 1974, e até ao fim do século, a U.Porto entrará finalmente em expansão. Às seis faculdades existentes juntaram-se mais oito: Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (1975), Faculdade de Desporto (1975), Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação (1977), Faculdade de Arquitectura (1979), Faculdade de Medicina Dentária (1989), Faculdade de Ciências da Nutrição e da Alimentação (1992), Faculdade de Belas Artes (1992) e Faculdade de Direito (1994). Hoje, a Universidade do Porto conta com catorze faculdades e uma escola de pós-graduação, a Escola de Gestão do Porto, criada em 1988 e cuja designação passou a ser Escola de Negócios da Universidade do Porto a partir de 2008. adaptado de www.up.pt

11


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

12

/b. Órgãos de Gestão/

Conselho de Curadores: aprova os Estatutos do Estabelecimento de Ensino, elege o seu Presidente, procede à homologação das deliberações do Conselho Geral de designação e destituição do Reitor, nomeia e destitui o Conselho de Gestão. Cabe-lhe ainda propor ou autorizar a aquisição ou alienação de património imobiliário da instituição, bem como as operações de crédito e, ainda, homologar as deliberações do Conselho Geral relativas a aprovação de planos estratégicos, de acção e as linhas gerais de orientação da instituição, aprovação dos planos anuais de actividades e apreciação do relatório anual das actividades da instituição, aprovação da proposta de orçamento e das contas anuais consolidadas. Reitor: órgão superior de governo e de representação externa da Universidade, conduz a política da Universidade e preside ao Conselho de Gestão, ao Senado e assume, para além das competências próprias, todas as competências que, por lei ou pelos estatutos, não sejam atribuídas a outras entidades da Universidade. O Reitor é coadjuvado por Vice-Reitores, Pró-Reitores e pelo Administrador. Conselho Geral: é o órgão máximo da U.Porto e decide sobre os Estatutos, elege o seu Presidente e o Reitor, nomeia o gabinete de Provedoria da Universidade e propõe ao Governo o elenco de Curadores. 12 professores ou investigadores, 4 estudantes, 1 funcionário não docente ou não investigador e 6 personalidades externas Conselho de Gestão: conduz a gestão administrativa, patrimonial e financeira, bem como a gestão dos Recursos Humanos da Universidade do Porto. Reitor, 2 Vice-Reitores e Administrador Senado: órgão consultivo que tem por missão assegurar a coesão da Universidade do Porto e a participação de todas as Unidades Orgânicas na sua gestão. Reitor, Vice-Reitor, Directores das Unidades Orgânicas, 10 representantes das unidades de Investigação, 5 estudantes e 2 funcionários não docentes Provedoria: defende e promove os direitos e interesses legítimos de toda a comunidade académica da Universidade do Porto. O gabinete de Provedoria é constituído pelo Provedor do Docente e Investigador, pelo Provedor do Funcionário não docente e não investigador e pelo Provedor do Estudante. Fiscal Único: designado por despacho conjunto do ministro responsável pela área das finanças e do ministro da tutela, ouvido o Reitor. Compete-lhe controlar a legalidade, regularidade e boa gestão financeira e patrimonial da Universidade. adaptado de www.up.pt


/c. Serviços da Universidade do Porto/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Serviço de Integração Escolar e de Apoio Social A missão do SIEAS é “zelar pelo bem-estar e qualidade de vida da comunidade académica da Universidade do Porto”, contribuindo para a integração académica e bem-estar, desenvolvendo as seguintes áreas: / Programas de educação para a saúde / Consulta psicológica e psiquiátrica / Linha SOS - Universidade do Porto / Programa de apoio aos aposentados e jubilados da U.Porto / Programas de apoio pessoal e social aos membros da comunidade académica / Organização do voluntariado na U.Porto / Gestão do fundo para situações de emergência / Articulação com o Gabinete de Apoio à Pessoa com Deficiência / Coordenação com os Gabinetes de Apoio ao Estudante das Unidades Orgânicas Horário: 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 (2ª a 6ª feira) Email: sieas@reit.up.pt Telefone: 220 408 235 Fax: 220 408 376 URL: http://sigarra.up.pt/reitoria/unidades_geral.visualizar?p_unidade=158 Apoio médico Os estudantes da U.Porto podem usufruir de assistência médica, gratuitamente, através do SIEAS. Estão disponíveis consultas médicas de Clínica Geral, Psiquiatria e Ginecologia/Obstetrícia. Alguns serviços à Comunidade na área da Saúde, prestados a partir das Faculdades, estão igualmente abertos aos estudantes. Mais informações no portal “Saúde na U.Porto” (Programas e Acções) em http://portaldasaude.up.pt Marcação de consultas: no local ou por telefone (necessária a apresentação do Cartão de Estudante actualizado ou comprovativo de inscrição na Universidade, o Bilhete de Identidade ou Passaporte e o Cartão de Utente do Serviço Nacional de Saúde) Consultas de Psicologia As Consultas de Psicologia visam, no essencial, ajudar e tratar os estudantes com problemas psicológicos e intervir ao nível do seu desenvolvimento pessoal. Visam ainda apoiar a adaptação, percurso e sucesso académico. Horário de consultas: 10h00 às 17h30 (2ª a 6ªfeira) Marcação de consultas: telefone ou email 13


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Consultas de Psiquiatria No âmbito da Saúde Mental e inserida na Assistência Médica e Psicológica – Serviço de Integração Escolar e de Apoio Social, funciona a Consulta de Psiquiatria. Na Faculdade de Medicina existe ainda a Consulta de Psiquiatria e Saúde Mental do Estudante do Ensino Superior (http:// cem.med.up.pt/hsjpsi.pdf). Horário de consultas: 14h30 às 18h30 (4ªfeira) Marcação de consultas: telefone Cartão Universitário Ao abrigo do Protocolo entre a U.Porto e o Banco Santander, todos os estudantes e colaboradores da Universidade têm acesso ao cartão de identificação universitária que inclui outras funcionalidades como o controlo físico de acesso (computadores, estacionamento, recintos e gabinetes), controlo de assiduidade, serviço de empréstimo de biblioteca, função de pagamento interno (porta-moedas), multibanco (opcional), pagamento de títulos de viagem na rede de transportes públicos e descontos em lojas ou sistema inteligente de acumulação de pontos. O Banco Santander disponibiliza condições bancárias preferenciais aos titulares deste cartão. Seguro Escolar Todos os estudantes da U.Porto estão abrangidos pelo seguro escolar obrigatório que é registado nos serviços académicos da respectiva Faculdade de acordo com pagamento da taxa correspondente (1,80 €), em cada ano lectivo, juntamente com a propina. O seguro escolar oferece diversas garantias (acidentes pessoais, invalidez permanente ou morte, despesas de tratamento e responsabilidade civil dos estudantes perante terceiros), desde que esses acidentes resultem da prática de actividades relacionadas com a sua formação, nomeadamente: actividades escolares regulares, incluindo aulas; aulas ao ar livre; estágios ligados à actividade escolar; outras actividades promovidas pela Universidade; viagens no percurso normal de ida e volta da residência para a escola; visitas de estudo.

14

Tecnologias de Informação e Comunicação A U.Porto subscreveu um protocolo com a Microsoft Portugal que permite o acesso ao software disponibilizado através do MSDNAA (Microsoft Developer Network Academic Alliance), o que permite aos estudantes autenticados no SIGARRA (rede informática da Universidade) acesso a este software, que se destina exclusivamente para fins de ensino, aprendizagem e investigação. Compreende um grande número de produtos da Microsoft, destacando-se as plataformas, os servidores e as ferramentas de desenvolvimento. O software e respectivas chaves de activação são distribuídos, por download, através de uma plataforma electrónica: e-academy License Management Systems (ELMS). As actividades realizadas no ELMS são monitorizadas, mas a sua


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

utilização é gratuita para os estudantes a frequentar um curso da U.Porto. Mais informações em http://sigarra.up.pt/up/web_base.gera_pagina?P_pagina=1001525 E-learning Café O E-learning Café da Asprela situado em frente à Faculdade de Medicina Dentária da U.Porto, oferece acesso à Internet, através de 24 postos de trabalho fixos e também através de computadores portáteis que podem ser requisitados no local. Nestes computadores está instalado software específico que possibilita a sua utilização por estudantes com necessidades especiais.. Este espaço inclui uma sala multimédia, sala chillout, sala de trabalho e cafetaria. Pode ser requisitado pelos utilizadores material e o apoio TIC. A programação inclui iniciativas nas áreas da Música, Cinema, Desporto, Exposições, Teatro, Som e Vídeo, Tertúlias e Workshops A este espaço já em funcionamento irá se somar um segundo espaço previsto para o pólo do Campo Alegre. Horário: 8h às 4h (todos os dias, incluindo fim-de-semana) Mais informações em http://elearningcafe.up.pt Provedor do Estudante Reitoria da U.PORTO Sala: GT 350 Praça Gomes Teixeira, 4099-022 Porto - Portugal Telefone: 220 408 025/6 E-mail: provedor.estudante@reit.up.pt O Provedor do Estudante tem como missão principal, sem poder de decisão, defender e promover os direitos e os interesses legítimos dos estudantes da UP, em situações de âmbito universitário, através de uma actuação independente, imparcial e confidencial. A esfera de actuação do Provedor abrange todos os órgãos de governo, serviços e agentes da estrutura central da Universidade do Porto, dos Serviços de Acção Social, das Faculdades e demais Unidades Orgânicas. Os estudantes podem, individual ou colectivamente, apresentar ao provedor queixas relacionadas com a acção ou omissão dos órgãos, serviços e agentes da Universidade e das suas Unidades Orgânicas, bem como formular sugestões, nomeadamente sobre questões pedagógicas ou relativas à acção social. O Provedor, os seus colaboradores e terceiros envolvidos estão submetidos a um compromisso de confidencialidade relativo à informação a que tenham tido acesso. Mais informações em http://sigarra.up.pt/up/web_base.gera_pagina?p_pagina=18360 adaptado de www.up.pt 15


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Pólo I – Centro da Cidade

Pólo II – Asprela

16

/d. Pólos da U.Porto/


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Pólo III – Campo Alegre

17


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/e. Acção Social/

Serviços de Acção Social da Universidade do Porto Rua da Boa Hora, nº 18, 4050-099 Porto Telefone: 222 074 260 Fax: 222 071 419 URL: http://www.sas.up.pt Promotores das políticas da acção social para o ensino superior definidas pelo Governo e pelos órgãos próprios da Universidade, os SASUP garantem a igualdade de oportunidades de acesso à Universidade do Porto bem como as condições básicas de uma frequência bem sucedida, mediante a prestação de serviços e a concessão de apoios e benefícios sociais, instituídos no âmbito da acção social deste nível de ensino. Os SASUP concedem tanto apoios directos, sob a forma de bolsas de estudo, como indirectos, na alimentação (cantinas), alojamento (residências universitárias), desporto e apoio médico. adaptado de www.sas.up.pt

Prazos de Candidatura para Apoio Directo Para novos estudantes da U.Porto: até 30 dias após a realização da matrícula Nota: Nos anos subsequentes, a candidatura deve ser entregue antes do fim do ano lectivo, em prazo a definir.

18


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/f. Alojamento/

Residências Universitárias Os Serviços de Acção Social (SASUP) disponibilizam 9 Residências Universitárias com capacidade para 1216 estudantes. Podem beneficiar de alojamento nas residências os estudantes a frequentar uma licenciatura na U.Porto que, devido às suas condições socio-económicas, necessitem de apoio em alojamento e que, pela distância ou dificuldade de transporte, não possam residir com o seu agregado familiar, durante o ano lectivo. As residências destinam-se prioritariamente aos estudantes bolseiros dos SASUP, sendo a taxa mensal de alojamento descontada no valor da bolsa de estudo. As Residências Universitárias estão dotadas de quartos individuais, duplos, triplos ou quádruplos ou ainda quartos de casal. Possuem casa de banho privativa ou partilhada e algumas estão apetrechadas de cozinha ou kitchnette, sala de estudo, sala de convívio e lavandaria self-service. O Serviço de Alojamento fornece roupa de cama e atoalhados, providenciando a sua lavagem. adaptado de www.sas.up.pt

POLO I

1. Residência Universitária S. João de Brito (masculina) Rua da Boa Hora, 28, 4050-099 Porto; T: 222 058 940 2. Residência Universitária da Bandeirinha (masculina) Rua da Bandeirinha, 66, 4050-088 Porto; T: 226 006 666 3. Residência Universitária Aníbal Cunha (feminina) Rua Aníbal Cunha, 94, 4050-046 Porto; T: 223 321 062

2. 1.

POLO II

4. Residência Universitária de Paranhos (mista) Rua Dr. Manuel Pereira da Silva, 4200-393 Porto; T: 225 094 553

4.

3.

POLO III

5.

6.

7. Residência Universitária Alberto Amaral (mista) Rua D. Pedro V, 223, 4150-603 Porto; T: 226 004 556

7.

5. Residência Universitária Jayme Rios de Sousa (mista) Rua Joaquim Kopke, 112, 4200-346 Porto; T: 225 511 328 6. Residência Universitária Campo Alegre I (mista) Rua do Campo Alegre, 1395, 4150-181 Porto; T: 226 006 019 8.

9.

8. Residência Universitária Campo Alegre – Pólo III (mista) Rua do Campo Alegre, 695, 4150-179 Porto; T: 225 431 210 9. Residência José Novais Barbosa (mista) Rua da Pena, s/n, 4150-609 Porto; telefone: 226 098 014 19


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Processo de Candidatura Os estudantes interessados no alojamento numa Residência Universitária devem candidatar-se através do preenchimento de um impresso próprio disponibilizado pelos SASUP. Prazo de Candidatura - os estudantes que se inscrevem pela primeira vez na Universidade do Porto devem candidatar-se nos 30 dias seguintes à matrícula; os alunos com mais de uma inscrição na Universidade do Porto devem efectuar a candidatura no prazo fixado anualmente para o efeito (habitualmente entre os meses de Abril e Maio). Selecção dos candidatos - de acordo com os princípios estabelecidos no Regulamento das Residências Universitárias, destacando-se a prioridade a estudantes bolseiros, dentro os quais têm vantagem os que possuem menores rendimentos e residem a maior distância da Universidade; os estudantes não bolseiros poderão permanecer na Residência mediante a existência de vagas. adaptado de www.sas.up.pt

Quartos/Casas para aluguer Se procuras casa ou quarto para alugar, encontra-se disponível na AEICBAS uma capa com os mais diversos anúncios. Basta dirigires-te à AEICBAS e requisitares a capa para a poderes consultar.

/g. Alimentação/ Desde a cantina a um simples bar, aqui estão todas as opções de locais da responsabilidade dos SASUP onde podes desfrutar de uma refeição mais em conta! Bares Farmácia

Desporto

09.00 - 14.00 15.30 - 17.30 15.30 - 18.00 08.00 - 17.30

CANTINAS Economia (Segunda a Sábado) Desporto Uni. Alimentar de Engenharia Ciências Uni. Alimentar do S. João Farmácia Belas Artes Direito Letras (Domingo a Domingo: avisar senha até ao fim de semana)

20

Restaurantes Rest. da Unidade Alimentar de Engenharia Rest. da Unidade Alimentar do S. João Grill Grill da Unidade Alimentar de Engenharia 12.00 - 14.00 12.00 - 14.00 11.30 - 14.00 12.00 - 14.00 11.30 - 14.00 12.00 - 14.00 12.00 - 14.00 12.00 – 14.00 12.00 - 14.00

19.00 - 20.30 ----------18.30 - 20.30 18.30 - 20.30

12.00 - 14.00 12.00 - 14.00

12.00 - 14.00

Snack-bares Ciências 08.00 - 16.00 Medicina 08.00 - 16.00 Biomédicas 09.00 - 14.00 15.00 - 17.00 Letras 09.00 - 14.30 15.30 - 17.30


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

CANTINAS Refeição Tipo Composição da refeição tipo: 1 pão, 1 sopa, 1 prato, 1 sobremesa (fruta, doce OU iogurte) e 1 copo de sumo de máquina

Estudante da UP Estudante de Ensino Superior (não UP, e devidamente autorizado) Funcionário da UP Antigo Estudante UP Refeição Alternativa

2,25€ 3,30€ 3,30€ 3,30€ 3,30€

Composição da refeição alternativa: 1 pão, 1 sopa, 1 prato alternativo, 1 sobremesa (fruta, doce OU iogurte) e 1 copo de sumo de máquina

Nota: O preço da refeição social é alterado anualmente por Despacho do Secretário de Estado do Ensino Superior.

Restaurantes Prato do dia Restaurante da Unidade ALimentar do S. João Restaurante da Unidade ALimentar de Engenharia Grill de Engenharia Restantes Pratos

5,00 € 5,00 € 4,00 € de acordo com a lista em vigor

Snack-bares / Bares De acordo com a lista em vigor

/h. Desporto na U.Porto/ Sede Edifício dos Serviços de Acção Social da U.Porto Rua da Boa Hora n.º 18 A 4050-099 Porto Telefone: 222 074 164 Balcão do Gabinete de Apoio ao Desporto da UP (GADUP) Átrio principal da Faculdade de Desporto Contacto: 961 578 041 Horário: 10h30 às 13h30 e das 15h às 20h (2ª e 6ªfeira) Fitness na UP Porque a vida não são só livros, a UP disponibiliza um conjunto de aulas com horários adequados ao teu estilo de vida, no Centro Desportivo da Universidade do Porto (CDUP), rua da Boa Hora e na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (FADUP), Paranhos.

21


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Aérobica Curso Danças de Salão Jiu Jitsu Naginata Rapidinha das 18

Aikido Full Training Kung-Fu Natação Swasthya Yôga

Cycling Hidroginastica Musculação Pilates Urban Dance

Modalidades UP Podes também praticar vários desportos alguns dos quais permitem participar em campeonatos universitários: Andebol Escalada Hóquei Patins Pólo aquático Ténis Aulas Squash

Badminton Esgrima Judo Rugby 7 Tiro com Arco

Basquetebol Futebol Natação Avançada Taekwondo Voleibol

Aluguer de espaços para os amigos Quando te quiseres juntar com amigos para praticar um pouco de desporto, tens a possibilidade de alugar espaços destinados para tal. / Ringue Sintético / Relvado Sintético / Court Squash Para fazer a reserva da instalação dirigi-te ao balcão de atendimento do GADUP.

22


/3. O ICBAS/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar Morada: Largo Prof. Abel Salazar, 2, 4099-003 Porto Telefone: 222 062 200 Fax: 222 062 232 E-mail: grp@icbas.up.pt URL: http://www.icbas.up.pt O Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar (ICBAS), é uma unidade orgânica da Universidade do Porto com estrutura de escola universitária e centro de ensino, investigação científica, cultura e prestação de serviços à comunidade. Os domínios científicos do ICBAS situam-se no âmbito da Biologia Fundamental e Aplicada, nomeadamente nas áreas da Saúde, do Ambiente, da Produção Animal, Transformação e processamento Alimentar e do Controlo de Qualidade. Assim, essencialmente tecnológicas ou tecnoprofissionais, as formações do ICBAS privilegiam a preparação para o exercício profissional da medicina humana, da medicina veterinária, das ciências do meio aquático, da bioquímica e da bioengenharia, ou oferecem especialização de 2º e 3º ciclos nessas em áreas e outras relacionadas. A preparação dos estudantes requer professores altamente qualificados e profissionalmente exigentes, pelo que o ICBAS trabalha, em estreita colaboração, com estruturas associadas, como o Centro Hospitalar do Porto (Hospital Geral de Santo António), Hospital Magalhães Lemos, Instituto Português de Oncologia (IPO), Hospital Joaquim Urbano, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia, o Instituto de Ciências Agrárias de Vairão (ICAV), o Instituto de Investigação das Pescas e do Mar (IPIMAR), o Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC), o Instituto de Patologia e Imunologia Molecular (IPATIMUP), o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR), a Estação Litoral da Aguda (ELA) e ainda as Faculdades de Ciências e de Engenharia da U. Porto. Recursos Humanos O ICBAS conta com 268 Docentes, dos quais 128 são Doutorados, 2 Investigadores de Carreira, além de colaborações pontuais celebradas, que asseguram o ensino desde o 1º ao 3º ciclos de estudos; acções de formação contínua; e a prossecução de investigação, desde a básica até à aplicada. O ICBAS tem nos seus recursos humanos investigadores de renome internacional, que desenvolvem um trabalho significativo em múltiplas áreas científicas, como por exemplo a anatomia, biologia celular, farmacologia, imunologia, patologia, psicologia, toxicologia e a química, produzindo de forma continuada e crescente inúmeros artigos em publicações especializadas internacionais. O ICBAS participa e colabora em unidades de investigação de referência, nomeadamente os Laboratórios Associados IBMC, IPATIMUP e CIIMAR, tendo duas unidades de investigação sediadas no seu espaço base: a UMIB (Unidade para a Investigação Multidisciplinar em Biomedicina – anatomia, farmacologia, biologia molecular e citologia) e a UNIFAI (Unidade de Investigação e Formação sobre Adultos e Idosos). 23


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Centro de Simulação Biomédica O ICBAS dispõe de um Centro de Simulação Biomédica, associado ao ensino clínico da Medicina onde se incluem simuladores de diversas patologias, alguns dos quais únicos no país, como por exemplo alguns simuladores de patologia cardiovascular, estando acessível aos estudantes do ciclo clínico e aos docentes. ICBAS na Comunidade e na Sociedade No âmbito da sua abertura à sociedade, o ICBAS oferece às escolas do ensino secundário e aos seus alunos em particular a oportunidade de visitas guiadas aos seus laboratórios, museu anatómico e a consulta das numerosas obras da sua biblioteca “Alberto Saavedra”. As actividades extracurriculares potenciadas pelo ICBAS, pela AEICBAS e por outras associações sedeadas na nossa casa (como é o caso dos grupos académicos) são muitas e enriquecedoras, contribuindo para o renome desta Instituição. O ICBAS oferece também serviços especializados à Comunidade, tais como: / Exames complementares e diagnóstico colaborando com os Hospitais de Santo António, São João, IPO Porto e Lisboa, Instituto de Genética Médica, Hospital Maria Pia e Instituto de Medicina Legal do Porto; / Clínica e cirurgia de animais de companhia (consultas, tratamentos...); / Clínica e cirurgia de animais de grande porte; / Apoio a projectos de implementação de aquacultura; / Apoio à indústria do pescado; / Análises da qualidade da água; / Estudos nas áreas de ecotoxicologia e ambiente; / Programas de educação e treino em áreas de intervenção específica; adaptado de www.icbas.up.pt

24


/a. História do ICBAS/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

O ICBAS foi criado em Agosto de 1975, por iniciativa de um grupo de personalidades da U. Porto entre os quais Corino de Andrade, Ruy Luís Gomes e Nuno Grande , sendo a sua génese baseada num conjunto de grandes princípios, que vieram a modelar o perfil que o Instituto tem hoje. Assim, foi concebido como uma escola multidisciplinar e multiprofissional destinada ao ensino da Medicina e de outras profissões na área das Ciências da Vida. O Instituto foi ainda moldado como uma escola fortemente apoiada na investigação básica e aplicada e prestadora de serviços à comunidade, especialmente colaborando com as estruturas regionais. Entendendo-se que a filosofia que dá suporte à Escola está implícita no pensamento e na obra de Abel Salazar, foi proposto o nome daquele insigne Mestre para patrono do Instituto, adoptando-se como lema da Escola, a afirmação que nos legou dizendo “Um médico que só sabe Medicina, nem Medicina sabe”, princípio que se aplica a todos os que realizam a sua actividade no ICBAS.

Datas relevantes: 1975 - Criação do ICBAS e nomeação da Comissão Instaladora 1979 - Criação da Licenciatura em Medicina 1981 -Criação da Licenciatura em Bioquímica Criação da Licenciatura em Ciências do Meio Aquático 1984 - Criação do Mestrado em Imunologia 1992 - Incêndio em parte do edifício ICBAS 1993 - Criação do Mestrado em Ciências de Enfermagem 1994 - Criação da Licenciatura em Medicina Veterinária Criação do Mestrado em Oncologia Criação do ICAV – Instituto de Ciências Agrárias de Vairão 1995 - Criação do Mestrado em Saúde Pública Criação do Mestrado em Ciências do Mar – Recursos Marinhos 1999 - Criação do Mestrado em Medicina Legal 2000- Criação do Mestrado em Medicina de Catástrofe Criação da Pós-Graduação em Enfermagem em Anestesiologia 2003 - Criação da Pós-Graduação em Acupunctura 2005 - Criação do Mestrado em Prevenção e Reabilitação Cardiovascular 2006 - Criação do Mestrado Integrado em Bioengenharia Criação da Pós-Graduação em Medicina Tradicional Chinesa 2007 - Implementação das primeiras adequações dos cursos ao processo de Bolonha

25


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/b. Estruturas associadas/

Campus Agrário de Vairão Rua Padre Armando Quintas 4485-661 Vairão Vila do Conde Situado em Vila do Conde, a cerca de 25km do ICBAS, o Centro foi inaugurado em Maio de 1994 e a Universidade instalou-se aqui em 1996, com as licenciaturas em Medicina Veterinária e Ciências Agrárias. Encontram-se também aqui, desde Janeiro de 1997, os laboratórios do ICETA (Instituto de Ciências e Tecnologias Agrárias e Agro-Alimentares) da U.Porto. O projecto é de autoria do Gabinete GALP (Arquitectos J. Carlos Loureiro e L. Pádua Ramos) e ocupa uma área bruta de 4.144 m 2. A construção deste edifício foi promovida pelo IDARN (Instituto para o Desenvolvimento Agrário da Região do Norte), uma parceria da UP com a Direcção Regional de Agricultura de Entre Douro e Minho, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte e outras universidades e entidades ligadas à agricultura da região. mapa retirado de www.fcup.pt

Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) Rua dos Bragas 289, 4050-123 Porto Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental – O CIIMAR é uma associação sem fins lucrativos, dedicada à investigação, divulgação e transferência de tecnologia na área das Ciências Marinhas e Ambientais, debruçando-se sobre Biologia, Ecologia, Ecotoxicologia, Parasitologia, Fisiologia, Nutrição, Cultivo de Espécies Aquáticas e Química. Com uma vasta equipa de Doutorados, doutorandos e outros investigadores, têm uma forte colaboração na licenciatura em Ciências do Meio Aquático do ICBAS. Mais informações em www.ciimar.up.pt 26


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Estação Litoral da Aguda (ELA) Rua Alfredo Dias, Praia da Aguda 4410-475 Arcozelo, V.N. Gaia A ELA é um parque zoológico português, propriedade da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, tendo aberto ao público em 1999. Localiza-se na Praia da Aguda, freguesia de Arcozelo, Vila Nova de Gaia. Através de um protocolo com a Universidade do Porto, têm sido desenvolvidos neste local diversos trabalhos de investigação e utilização do espaço para aulas de várias unidades curriculares da licenciatura em Ciências do Meio Aquático do ICBAS. Mais informações em http://www.fundacao-ela.pt/

/c. Novas instalações/ Em 1875 foram aprovados projecto e orçamento para a realização do edifício da Escola Médico-Cirúrgica, com desenho elaborado pelo Arqº Joaquim Vaz de Lima. O edifício, situado em frente ao Largo Professor Abel Salazar, foi inaugurado em 1883. Em 1925 optou-se pela ampliação, segundo projecto dos Arqºs Baltasar de Castro e Rogério de Azevedo. A obra ficou concluída dez anos depois, correspondendo ao que é hoje o edifício principal. O ICBAS encontra-se aqui instalado desde a respectiva criação em 1975. Todavia, para responder actualmente com eficácia ao seu ambicioso projecto educativo, houve necessidade de se pensar em algo maior. Assim sendo, em 2003 foi lançado o concurso público para o projecto do novo edifício, tendo este sido ganho pela equipa do Arqº José Manuel Soares. Cinco anos mais tarde, em 2008, foi adjudicada a obra do novo edifício, actualmente em construção e previsto ser inaugurado no final de 2011/ início de 2012. O processo de rentabilização e de partilha entre o ICBAS e a Faculdade de Farmácia tornará possível a existência de um grande Pólo de Saúde, no sentido mais abrangente do termo, em estreita colaboração com o Centro Hospitalar do Porto, ampliando as valências do Hospital de Santo António, da Maternidade Júlio Dinis e do Hospital Maria Pia, de que todos poderão beneficiar num futuro muito próximo.

27


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/d. Órgãos de Gestão/

Conselho de Representantes: é da sua competência eleger e destituir o Director, aprovar as alterações dos estatutos do ICBAS, apreciar os actos do Director e do Conselho Executivo, propor as iniciativas que considere necessárias ao bom funcionamento, aprovar as linhas gerais de orientação do ICBAS no plano científico, pedagógico e financeiro, entre outras. 9 docentes ou investigadores, 4 estudantes, 1 funcionário não docente e não investigador e 1 personalidade externa cooptada pelos restantes Actuais representantes dos estudantes no Conselho de Representantes: Pedro Alberto, Mafalda Cruz, Maria João Dias e Sónia Rocha.

Director: é eleito pelo Conselho de Representantes e a ele compete representar o ICBAS no senado da Universidade do Porto, presidir ao Conselho Executivo e Científico e dirigir os serviços do ICBAS, aprovar o calendário e horário das tarefas lectivas, ouvidos o Conselho Científico e o Conselho Pedagógico, executar as deliberações do Conselho Científico e do Conselho Pedagógico, quando vinculativas, entre outras. Conselho Executivo: têm a competência de coadjuvar o Director no exercício das suas competências e exercer as competências delegadas pelo Conselho de Gestão da Universidade. Director (que preside), 2 docentes, 1 estudante e 1 funcionário não docente, (designados pelo Director)

Conselho Científico: deve pronunciar-se sobre as propostas dos planos estratégicos do ICBAS, apreciar o plano de actividades científicas do ICBAS, propondo acções no seu âmbito e cooperando na sua implementação, deliberar sobre a distribuição do serviço docente, verificando a sua compatibilidade com os planos de estudos e calendários em vigor e sujeitando-a a homologação do Director do ICBAS, entre outras competências presentes nos estatutos. Director (que preside) e 25 docentes ou investigadores

Conselho Pedagógico: compete ao Conselho Pedagógico pronunciar-se sobre as orientações pedagógicas e os métodos de ensino e de avaliação, promover a realização de inquéritos regulares ao desempenho pedagógico do ICBAS e a sua análise e divulgação, promover a realização da avaliação do desempenho pedagógico dos docentes, por estes e pelos estudantes, bem como a sua análise e divulgação, pronunciar-se sobre o calendário lectivo e os mapas de exames do ICBAS, propor ao Director os horários das tarefas lectivas, entre outros, assim como acompanhar casos específicos. 8 docentes e 8 estudantes Actuais representantes dos estudantes no Conselho Pedagógico: Tiago Guedes, Agostinho Sousa, Ana Margarida Machado, Marta Sousa, Jordana Lopes, Luís Santos, Luís Magina e Diogo Martins Email: conped@icbas.up.pt 28


/e. Mapa/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

29


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/f. Como chegar ao ICBAS/

Automóvel Chegando ao Porto pela A3 (Norte) ou pela A1(Sul) deverás seguir a VCI (Via de Cintura Interna). Sais seguindo a direcção Campo Alegre-Porto, percorrendo a Via Panorâmica. Viras à direita na R. do Campo Alegre e continuas em frente até à Praça da Galiza. Viras à direita na R. Júlio Dinis e continuas em frente até encontrares o Hospital Santo António [Urgências]. Viras à esquerda na R. da Restauração e segues sempre em frente até ao próximo cruzamento. Aqui, voltas a virar à esquerda e irás logo contemplar a tua faculdade em frente à entrada principal do HSA. Metro A estação de metro mais próxima é Aliados (linhas amarela), a cerca de 8 minutos, a pé, do ICBAS. Autocarros STCP e Eléctrico As paragens mais próximas do ICBAS são: Cordoaria (ao lado da Reitoria)

CORD5 601 Cordoaria - Aeroporto 601 Aeroporto - Cordoaria CORD3 507 Cordoaria – Leça da Palmeira 507 Leça da Palmeira - Cordoaria CORD1 602 Cordoaria – Aeroporto (via Padrão Moreira) 602 Aeroporto (via Padrão Moreira) - Cordoaria

Hospital Santo António (ao Jardim do Carregal) HSA3 200 Bolhão – Castelo do Queijo 201 Sá da Bandeira - Viso 207 Campanhã – Mercado da Foz 208 Sá da Bandeira - Aldoar 300 Circular Aliados – Hospital de São João 302 Circular Aliados – Damião de Góis 501 Sá da Bandeira – Matosinhos (praia) 507 Cordoaria – Leça da Palmeira 601 Cordoaria - Aeroporto 602 Cordoaria – Aeroporto (via Padrão Moreira) 7M Av.Aliados - Valongo (via Monte dos Burgos) 12M Av. Aliados – Sto. Ovídeo (via Arrábida) 13M Av. Aliados – Leça da Palmeira 30

Carmo (frente ao ICBAS)

CMO 18 Elétrico Carmo - Massarelos 200 Bolhão – Castelo do Queijo 201 Sá da Bandeira - Viso 207 Campanhã – Mercado da Foz 208 Sá da Bandeira - Aldoar 300 Circular Aliados – Hospital de São João 302 Circular Aliados – Damião de Góis 305 Cordoaria – Hospital São João 501 Sá da Bandeira – Matosinhos (praia) 507 Cordoaria – Leça da Palmeira 601 Cordoaria - Aeroporto 602 Cordoaria – Aeroporto (via Padrão Moreira) 703 Cordoaria - Sonhos 7M Av. Aliados – Valongo (via Monte dos Burgos) 12M Av. Aliados – Sto. Ovídeo (via Arrábida) 13M Av. Aliados – Leça da Palmeira

Praça Carlos Alberto

CMO4 304 Sá da Bandeira – Sta. Luzia


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Hospital Santo António (frente às Urgências) HSA1 18 Eléctrico Carmo - Massarelos 507 Leça da Palmeira - Cordoaria 601 Aeroporto - Cordoaria 602 Aeroporto (via Padrão Moreira) - Cordoaria HSA 200 Castelo do Queijo - Bolhão 201 Viso – Sá da Bandeira 207 Mercado da Foz - Campanhã 208 Aldoar – Sá da Bandeira 301 Circular Sá da Bandeira – Hospital São João 303 Circular Praça da Liberdade - Constituição 501 Matosinhos (praia) – Sá da Bandeira 7M Valongo (via Monte dos Burgos) – Av. Aliados 12M Sto. Ovídio (via Arrábida) – Av. Aliados 13M Leça da Palmeira – Av. Aliados

Cordoaria

CORD7 200 Castelo do Queijo - Bolhão 201 Viso – Sá da Bandeira 207 Mercado da Foz - Campanhã 208 Aldoar – Sá da Bandeira 301 Circular Sá da Bandeira – Hospital São João 303 Circular Praça da Liberdade - Constituição 501 Matosinhos (praia) – Sá da Bandeira ZH Zona Histórica CORD4 305 Cordoaria – Hospital São João 305 Hospital São João - Cordoaria 7M Valongo (via Monte dos Burgos) – Av. Aliados 12M Sto. Ovídio (via Arrábida) – Av. Aliados 13M Leça da Palmeira – Av. Aliados CORD2 703 Cordoaria - Sonhos 703 Sonhos - Cordoaria

/g. Horário de funcionamento/ O ICBAS está aberto 24h por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano. O horário de abertura da porta fora do horário normal de funcionamento (2ª a 6ª feira das 7h00 às 21h00 e sábados das 07h às 16h) destina-se exclusivamente a estudo e é cumprido rigorosamente: 2ª a 6ª feira

- das 21h às 24h: abertura a cada 30min (ex. 21h30, 22h,..) durante 5min (ex. 21h30-21h35) - das 00h às 06h00: abertura a cada 1 hora (ex. 00h, 1h, 2h…) durante 10min (ex.1h-1h10) Sábado - a partir das 16h a abertura é feita a cada 1 hora durante 10min Domingo e Feriados - abertura a cada hora e durante 10minutos

/h. Serviços/ Tesouraria Horário: 09h às 12h30 e 14h às 17h Telefone: 222 062 212 Email: tesouraria@icbas.up.pt Serviços de Assuntos Académicos Horário: 10h às 15h Telefone: 222062211 Fax: 222 062 232 Email: sec.alunos@icbas.up.pt

Gabinete de Relações Públicas Horário: 9h às 12h30 e 14h às 16h30 Telefone: 222 062 225 Fax: 222 062 233 Email: grps@icbas.up.pt Biblioteca Alberto Saavedra Horário: 8h às 19h Telefone: 222062290 Email: biblio@icbas.up.pt 31


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/4. A AEICBAS/

Associação de Estudantes do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar Morada: Largo Professor Abel Salazar, nº 2, 4099-003 Porto Telefone: 223 389 251 Fax: 223 390 546 E-mail: internet@aeicbasup.pt URL: http://aeicbasup.pt A Associação de Estudantes do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (AEICBAS) é a associação que representa oficialmente os estudantes do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto,. Representa os cerca de 3000 estudantes do ICBAS dos cursos de Medicina, Medicina Veterinária, Ciências do Meio Aquático, Bioquímica e Bioengenharia. Os estudantes são automaticamente considerados seus sócios a partir do momento da sua matrícula nesta unidade orgânica. Os primórdios da AEICBAS remontam à fundação do próprio ICBAS tendo começado a funcionar plenamente em 1983 e tendo visto o seu reconhecimento oficial através da publicação dos seus estatutos a 22 de Maio de 1986.

/a. Órgãos Sociais da AEICBAS/ Assembleia Geral (AG): é o órgão máximo da AEICBAS, sede de decisão e de subscrição da conduta da AEICBAS. Os trabalhos são dirigidos pela Mesa da Assembleia Geral (MAG), que é eleita. Direcção (DAEICBAS): é o órgão executor da AEICBAS, representa a opinião dos estudantes validamente expressa em Assembleia Geral. Conselho Fiscal: órgão de fiscalização da tesouraria e contabilidade da AEICBAS, emite obrigatoriamente dois pareceres anuais, um a meio e outro no final do mandato. 32


/b. A DAEICBAS/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

A AEICBAS é dirigida pela Direcção (DAEICBAS), composta por estudantes, e é eleita juntamente com os restantes órgãos sociais, anualmente no mês de Junho em eleições abertas a todos os estudantes. Actualmente, a DAEICBAS é composta por 43 elementos organizados da seguinte forma: Núcleo de Gestão: O Núcleo de Gestão tem como função orientar transversalmente todo o trabalho da DAEICBAS. O Presidente tem a função de coordenar toda a Direcção, representar externamente a AEICBAS e actuar activamente na área de Política Educativa. Relativamente às Vice-Presidentes, estas terão responsabilidades distintas, consoante a área de intervenção de cada uma. A Vice-Presidente de Assessoria possuirá a responsabilidade de organizar toda a informação relativa às áreas de representação quer externa quer interna. A Vice-Presidente para a Pedagogia abordará todos os assuntos relativos a Política Educativa e Pedagogia, agindo como ponte de comunicação com as Comissões de Curso. A Vice-Presidente de Coordenação terá como responsabilidade coordenar todo o trabalho relativo às actividades realizadas pela AEICBAS. A Vice-Presidente Administrativa será responsável pela organização de documentos, funcionamento logístico da Associação e também pela organização da mudança de instalações. A contabilidade e gestão de contas da AEICBAS, será da responsabilidade do Tesoureiro que irá gerir também a área de patrocínios anuais da nossa Associação. Presidente Agostinho Sousa - presidente@aeicbasup.pt 913008423 Tesoureiro Nuno Leitão - tesoureiro@aeicbasup.pt Vice-Presidente \ Assessoria Maria João Dias - vp.assessoria@aeicbasup.pt Vice-Presidente \ Administração Mariana Relvas - vp.administracao@aeicbasup.pt Vice-Presidente \ Coordenacao Diana Mota - vp.coordenacao@aeicbasup.pt Vice-Presidente \ Pedagogia Ana Raquel Fernandes - vp.pedagogico@aeicbasup.pt Medicina | Medicina Veterinária | Ciências do Meio Aquático | Ciência e Relações Internacionais | Cultural | Desportivo | Comunicação e Imagem: distribuídos pelas suas áreas de intervenção, encontram-se os Departamentos de Medicina, Medicina Veterinária, Ciências do Meio Aquático, Ciência e Relações Internacionais (que, para além de Intercâmbios e assuntos relativos a mobilidade, promovem a formação científica de todos os estudantes representados pela AEICBAS), Cultural (que simul33


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

taneamente reúne actividades de carácter recreativo e cultural) e Desportivo (com a missão de fomentar a prática desportiva da comunidade icbasiana). Para finalizar, o Departamento de Comunicação e Imagem tem como principal objectivo trabalhar arduamente na divulgação tanto de actividades como na informação dos estudantes. Coordenadores Locais: Dep. Medicina Coordenador: Mário Martins - medicina@aeicbasup.pt Dep. Veterinária Coordenadora: Ana Devesa - veterinaria@aeicbasup.pt Dep. Ciências Meio Aquático Coordenadora: Cátia Monteiro - cma@aeicbasup.pt Dep. Cultural Coordenadora: Sandrina Correia - cultural@aeicbasup.pt Dep. Comunicação e Imagem Coordenador: Tiago Ramos - imagem@aeicbasup.pt Dep. Desportivo Coordenadora: Sofia de Valdoleiros - desportivo@aeicbasup.pt Dep. Ciência e Relações Internacionais Coordenador: Rui Costa - cientifico@aeicbasup.pt - intercambios@aeicbasup.pt Dep. Apoio ao Estudante Coordenadora: Juliana Melo - apoio.estudante@aeicbasup.pt Coordenadora Local do Grupo de Trabalho de Educação Médica da ANEM Joana Magalhães - lome@aeicbasup.pt Coordenadora Local dos Intercâmbios Científicos da ANEM Joana Barros - lore@aeicbasup.pt Coordenador Local dos Intercâmbios Clínicos da ANEM Joaquim Ferreira - leo@aeicbasup.pt


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Coordenadora Local do Departamento de Saúde Reprodutiva e SIDA da ANEM Maria Cunha - lora@aeicbasup.pt Coordenadora Local do Departamento de Saúde Pública da ANEM Inês Almeida - lpo@aeicbasup.pt Coordenadora Local do Grupo de Trabalho para o Direitos Humanos e Paz da ANEM Ana Oliveira - lorp@aeicbasup.pt Reconhecendo o trabalho da DAEICBAS como ambicioso e de forma a promover a integração e participação de todos os estudantes no projecto da Associação, pretendemos fomentar e ampliar a inclusão de Colaboradores Externos no seio da Direcção. Portanto, se tens vontade de nos ajudar só tens que nos contactar.

35


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

36


/c. Representação Externa/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

A AEICBAS faz-se representar externamente em diversas estruturas: Federação Académica do Porto (FAP): apresenta-se como o órgão que representa os estudantes de vinte e seis associações do grande Porto, distribuídos por quatro sistemas de ensino (universitário, politécnico, concordatário e privado) e salvaguarda-se como o principal coordenador do movimento estudantil do Porto a nível nacional. Desta forma, é uma das principais pontes do associativismo estudantil da cidade invicta e desenvolve o seu trabalho nas áreas académica, política e social. Mais informações em www.fap.pt Associação Nacional de Estudantes de Medicina (ANEM): agrega as Associações e Núcleos das oito Escolas Médicas portuguesas, representantes dos cerca de 9000 estudantes de Medicina em Portugal sendo o legítimo representante dos estudantes das escolas médicas portuguesas ao mais alto nível, defendendo os seus interesses quer a nível nacional junto das mais diversas entidades, quer a nível internacional junto da IFMSA (International Federation of Medical Students’ Associations). Por outro lado, desenvolve igualmente um conjunto de actividades de carácter científico, recreativo, cultural e desportivo, que abrem aos estudantes oportunidades de formação extra-curricular e pessoal. Mais informações em www.anem.pt ANEMVet: A Associação Nacional dos Estudantes de Medicina Veterinária é a plataforma de representação de todos os estudantes de Medicina Veterinária do País. Com estatutos recentemente reformulados, uma reestruturação profunda em curso e uma imensidão de novas perspectivas futuras, esta federação apresenta-se preparada para iniciar o seu trabalho representando os estudantes de veterinária junto dos órgãos competentes. Mais informações em www.anemvet.pt Federação Académica do Desporto Universitário (FADU): federação desportiva que foca o desporto como uma ferramenta na formação e educação tendo nascido de um movimento de várias academias do País com o objectivo de dinamizar, incentivar e organizar o desporto no seio do Ensino Superior. Assumindo-se como uma Federação multidesportiva tem como objectivo, através das várias modalidades, fomentar a competição, o convívio e intercâmbio de estudantes das várias instituições de ensino superior dentro e fora de Portugal, assim como, incentivar o espírito competitivo, de equipa e fair play induzindo hábitos de vida saudáveis na comunidade académica. Mais informações em www.fadu.pt 37


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/d. Actividades da AEICBAS/

A AEICBAS desenvolve um conjunto diverso de actividades que permitem o cumprimento dos seus objectivos e a dinamização académica e profissional dos estudantes. O vasto leque de actividades realizadas promove a diversidade e enriquecimento pessoal. Seguem alguns exemplos: Hospital dos Pequeninos : actividade que convida cerca de 500 crianças de escolas pré-primárias e primárias do distrito do Porto, a recriarem um ambiente hospitalar (dentro das instalações do Hospital de Santo António), sendo eles os médicos e os seus brinquedos os seus doente. Irá ser realizada brevemente a sua 9ªEdição! Medicina na Periferia: a caminho da sua 7ªEdição, os estudantes de Medicina poderão realizar rastreios médicos em centros de saúde em diversos concelhos portugueses, abrangendo mais de 2000 pessoas. Torneio Internacional Prof. Doutor Nuno Grande: tem-se realizado nos últimos anos na cidade da Guarda e conta com a participação de mais de 200 estudantes das faculdades de medicina e medicina veterinária portuguesas e estrangeiras. Este torneio contempla diversas actividades e para a próxima edição (XVII) estamos a ponderar muitas mudanças! Semana Cultural: mega-actividade da associação de estudantes que pretende envolver toda a comunidade estudantil do ICBAS, conta com diversos workshops, festas e convívio! Outras actividades: Congresso de Medicina, Congresso de Veterinária, Mega-Semana na Neve, Biomédicas Sem Fronteiras, Curso de Línguas…é um quase infinito de escolhas! Participa!

/e. Protocolos AEICBAS/ A AEICBAS possui uma série de protocolos com variadas empresas e lojas comerciais que colocam os preços num nível mais académicos. Assim, podes encontrar à venda na tua AE batas e estetoscópios a um preço mais acessível, assim como comprar livros escolares na Bisturi ao apresentares o teu cartão de estudante. Outros protocolos surgirão ao longo do ano. Está atento! 38


/5. Grupos académicos/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/a. Coral do ICBAS/ CICBAS significa Coral do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Para nós, significa muito mais. Mais de 30 anos de história trouxeram-nos oportunidades únicas, projectos ambiciosos, passagem por grandes auditórios e sobretudo o grande prazer de espalhar a música que interpretamos. Somos jovens, dinâmicos, dedicados... mas acima de tudo, e como principal razão para os sucessos alcançados, somos bons amigos. Somos o grupo académico mais antigo do ICBAS. O Coral nasceu no final do ano de 1978, por iniciativa de um grupo de estudantes do então recém fundado ICBAS. Inicialmente dirigido pelo Maestro José Ferreira Lobo, com um repertório baseado em Música Tradicional Portuguesa, o CICBAS foi-se estabelecendo na UP e na cidade. No final dos anos 80 houve uma interrupção das actividades que se prolongou até 1994, ano em que uma nova geração de estudantes fez renascer o CICBAS, entregando a Direcção Artística e Musical ao Maestro António Sérgio Ferreira. O nosso Maestro já dirigiu orquestras, coros e tunas (Tuna Universitária do Porto). Temos um repertório com vários géneros musicais: Jazz, Música Clássica, Tango, Música Popular Portuguesa, Musicais da Broadway, Música Sul-Americana. Podes não nos conhecer, mas já actuamos em Espanha, França, Itália, Alemanha, Croácia, Eslovénia, Inglaterra, Letónia, Lituânia, Macau, Hong Kong, Tailândia… Para a nossa música não há fronteiras. Já esgotamos o Coliseu, o Rivoli e a Casa da Música com os nossos espectáculos. Entre as inúmeras actuações realizadas gostávamos de salientar o concerto perante Sua Santidade o Dalai-Lama (2001); a interpretação da obra de Carl Orff Carmina Burana (2002 no Coliseu do Porto); a participação no Encontro de Coros Académicos do Porto (ECAP) no qual temos o prazer de participar, anualmente, na semana Académica - Queima das Fitas. O CICBAS comemorou o seu 25º aniversário com um concerto da Missa Crioula e um concerto intitulado O Melhor da Broadway em Concerto. Neste projecto o Coral do ICBAS interpretou uma série de excertos de alguns dos musicais mais famosos da Broadway, tais como: “A Bela e o Monstro”, “West Side Story” e “Cats”. No final tivemos oportunidade de gravar este repertório, lançando o CD O Melhor da Broadway. O CICBAS foi ganhando a confiança e o reconhecimento que os anos e os projectos bem sucedidos permitiram. Surgiu a oportunidade participar e também organizar concertos na Casa da Música. Em Dezembro de 2006 cantamos a Missa das Crianças (John Rutter), em colaboração com os Coros do Círculo Portuense de Ópera (CPO) e a Orquestra da ARTAVE. Em Maio de 2007 recheamos a Sala Suggia com ritmos sul-americamos como “Guantanamera”, “VeranoPorteño” (Astor Piazzolla) ou

39


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

“Corcovado” (Tom Jobim), e ainda uma nova interpretação da Missa Crioula (Ariel Ramirez). Em Maio de 2008, no Concerto Promenade, o CICBAS em conjunto com o Coro Clássico do Orfeão Universitário do Porto e o Choral Aeminium, em parceria com a Casa da Música e a Universidade do Porto, contou com a presença da Orquestra Nacional do Porto para apresentar árias e coros de Óperas famosas, tais como: Nabucco e La Traviata de Giuseppe Verdi. O Tango dominou o segundo semestre de 2008 com a apresentação de Misa Tango (Luis Bacalov), numa colaboração entre o CICBAS, o Coro de São Tarcísio e a Orquestra das Beiras. Neste concerto contamos com a participação de um intérprete argentino de bandoneón. Em 2009 dedicamos o ano de comemoração do nosso 30º Aniversário ao Jazz. Interpretamos uma selecção de grandes êxitos de Jazz, imortalizados por cantores como Louis Amstrong, Diana Krall, Norah Jones, e muitos mais... ao som de uma piano, contrabaixo e bateria cantamos Lullaby of Birdland, Java Jive, Don’t know why, Pink Panther, Cheek to cheek… Em 2011, o coro esteve em digressão na ilha da Madeira, reeditando o sucesso da Missa das Crianças e apresentando o novo repertório de Tributo aos Beatles por toda a ilha, com concertos em Santa Cruz, Santana e Machico. Ainda nesta digressão, o CICBAS voltou à televisão, com uma participação no programa Verão Total da RTP, ao vivo na cidade do Funchal. Este ano convidamos-te a juntares-te a nós para mais um Tributo aos Beatles, agora na cidade do Porto!

/b. Tuna Académica de Biomédicas/ Há pouco mais de 8 anos , no primeiro mês do ano de 2003, começou um projecto que viria a mudar a face dos grupos académicos do Instituto De Ciências Biomédicas Abel Salazar. Um conjunto de estudantes que partilhavam uma grande paixão pela música e pela Academia do Porto, juntaram-se para materializar um objectivo que tinham em comum e que veio a dar origem à Tuna Académica De Biomédicas, que foi apresentada oficialmente no dia 30 de Setembro do ano acima referido. Desde então, a tuna não tem parado e, com um número mais ou menos constante de 30 elementos no activo, mais os restantes que vão concluindo os respectivos cursos, durante todos os anos, tem feito centenas de actuações pelo nosso país, em diferentes tipos de eventos, mas também 40


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

várias digressões, que já contemplaram países como a nossa vizinha Espanha, França, Itália e Suíça. Dentro destas actuações contam-se inúmeras presenças em Festivais de Tunas, onde arrecadamos um número bastante considerável de prémios, mas que funcionam principalmente como grandes momentos de divertimento e união para todos os elementos presentes nos mesmos e que, com o acumular dos anos, vão constituindo grandes memórias para cada um de nós. Agora que começa uma nova fase da tua vida, deixamos-te com esta pequena apresentação e com uma decisão a tomar: Fica em casa ou na biblioteca a gastar os teus pequenos neurónios e compra um traje para tirar uma bela foto para oferecer à família e depois deixa-o a apodrecer num qualquer armário que tenhas por perto….ou... Assume, como nós fizemos, um projecto que facilmente se tornará numa enorme paixão e que te trará momentos como tu nunca imaginaste. Agora fica ao teu critério decidires. Sê muito bem-vindo a Biomédicas e mostra-te merecedor de viveres na nossa casa. Se és gajo, não deixes fugir esta porta aberta para a aventura de uma nova vida: Ensaios/Audições Segundas – 21h e Quintas – 18h Anfiteatro Dr. Nuno Grande – ICBAS

/c. Tuna Feminina de Biomédicas/ A Tuna Feminina de Biomédicas nasceu de um grupo de antigos elementos da ‘Tuna-me Isto’ que, no início de 2003, abraçou este ambicioso projecto. Com tempo para aperfeiçoar, muita dedicação e entusiasmo, a Tuna tem vindo a crescer em todos os sentidos. Desde a sua primeira apresentação pública, a 30 de Setembro de 2003 em Vairão, na semana de recepção ao caloiro do ICBAS, muitos foram os convites para encontros e festivais de tunas. A realização do ICTUNAS – Festival de Tunas Femininas do ICBAS é, sem dúvida, um dos grandes marcos nesta ainda curta história. Somam-se já 5 edições do ICTUNAS. A par de muito esforço, muitas actuações e prémios, a Tuna tem vindo a aventurar-se cada vez mais longe, com a realização de minidigressões por Portugal e Espanha entre retiros, festivais e outras mais actuações. 41


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Trazemos connosco a paixão pela vida académica, o respeito pela praxe e pelas tradições académicas, a alegria e o amor pela música, o entusiasmo dos serões, dias e noites de convívio, as jantaradas noite dentro e o melhor do amanhecer, a alma “azul e amarela” e o orgulho pelo ICBAS, brindamos à amizade e cantamos ao Porto que tão bem nos acolhe. E quando um dia tivermos que partir, levaremos a alma plena de momentos únicos. Vai Tuna! Sabe mais em: www.tfbiomedicas.no.sapo.pt

/d. SOTÃO/ O S.O.T.A.O. – Sociedade Onírica de Teatro Amador Orgânico – é o grupo de teatro académico do Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar, da Universidade do Porto, que completa este ano 10 anos de existência. Desde a sua fundação, o grupo sempre abriu as portas a alunos de outras faculdades, permitindo a interacção entre estudantes das mais diversas áreas e interesses. Os ensaios do grupo decorrem em salas do ICBAS, duas vezes por semana – dias ainda a definir de acordo com as disponibilidades dos membros do grupo –, das 21h00 às 24h00. Os ensaios não são em salas de teatro, não têm palco, nem luzes próprias, nem um sistema de som, mas são em salas de aulas onde, antes de começar o ensaio, afastam-se as cadeiras e as mesas criando o espaço de trabalho onde a acção ganha forma, criando o espaço do S.O.T.A.O. À semelhança de todos os anos anteriores, o S.O.T.A.O. tem mais uma vez o apoio de um encenador que ensina e catalisa o processo de criação e construção da obra que se pretende levar a cena no final do ano lectivo, recorrendo frequentemente a exercícios de expressão e performance artística.

42

A produção dos espectáculos está a cargo dos membros do grupo, do encenador e, por vezes, de alguns amigos. Quando necessário, são contratados técnicos de som e luz para as apresentações das peças. Os vários “talentos” dos membros do grupo, que vão desde o design até à criação de cenários, fotografia e figurinos, são aproveitados ao máximo, sempre que possível, para a construção de cada uma das obras.


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Graças a uma Bolsa concedida ao grupo pela Fundação Calouste Gulbenkian e à ajuda financeira da Faculdade, será levado a palco um Certame Internacional de comemoração dos 10 anos do S.O.T.A.O., que contará com a participação de outros grupos universitários de teatro oriundos de Espanha, França e Itália, trazendo assim o teatro internacional ao público universitário portuense, com data prevista entre Outubro e Dezembro de 2010. Foi também estabelecida uma parceria com a Fundação da Juventude, através da qual o S.O.T.A.O. terá a oportunidade de apresentar uma performance durante as “Feiras Francas”, nos últimos Sábados de cada mês, evento de exposição e intercâmbio artístico organizado pela Fundação, no Palácio das Artes, no Porto. Ao longo destes dez anos, foi sempre objectivo do grupo construir um espaço dentro do ICBAS e da Universidade do Porto que oferecesse aos seus alunos um processo de formação cultural e humana pela via do teatro e todas as suas vertentes. Para isso, a renovação constante do grupo é essencial e todos os anos, os membros do S.O.T.A.O dão as boas-vindas a todos os que queiram fazer parte deste grupo de teatro académico. Vem tu também fazer parte do S.O.T.A.O.!

/e. Vinicultuna de Biomédicas - Tinto/ A EnCantar Donzelas desde 1996! Fazemos Baptizados, Casamentos, Funerais e todo o tipo de actividades que não consiga imaginar. Paramos pelo Café/Lar Piolho algures entre Segunda e Domingo! Aparece! .... VOU JÁ CAGALHÃO!

43


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/f. VO.U Associação de Voluntariado Universitário/

Bem-vindo ao ICBAS! Enquanto estudantes deparamo-nos com diferentes condições sociais, críticas, que até então, muitos de nós desconhecíamos. Incapazes de aceitar a passividade do estudante perante esta nova realidade, um grupo de estudantes do ICBAS aceitou o desafio de revelar um perfil do estudante mais activo, mais preocupado, mais integrado na sociedade a que pertence. Um estudante que, apoiando-se na oportunidade que a Universidade lhe providencia em conhecer o que será a sua futura área de trabalho, e dotado de todas as capacidades e técnicas adquiridas, atreve-se a pensar qual o seu verdadeiro papel e o que poderá fazer de modo a contribuir para uma comunidade mais unida. E consequentemente, na repercussão que os nossos gestos mais simples poderão ter numa visão mais global. Foi assim que nasceu em 2008 a VO.U. – Associação de Voluntariado Universitário. Muitos estudantes aceitaram o desafio e hoje, são mais de 600 os inscritos no Banco de Voluntariado Universitário. Este banco serve de suporte a projectos desenvolvidos pela VO.U., mas também a projectos parceiras das associações sediadas no Grande Porto. Convidamos-te assim, a pertencer a uma equipa multidisciplinar constituída por estudantes voluntários, que desenvolvem e/ou executam projectos criativos e inovadores capazes de, à nossa medida, influenciar o curso natural de todos os que vivem histórias menos felizes. Até ao momento, os projectos baseiam-se na promoção de saúde (PLANO VIDA), no acompanhamento social (PLANO PONTE) e no auxílio internacional (PLANO MUNDO), intervindo junto de crianças a idosos, doentes ou sem-abrigo. Para mais informações consulta o nosso site www.vou.pt ou blog www.associacaovou.wordpress.com

44


/Calendários Académicos/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Mestrado Integrado em Bioengenharia

1º SEMESTRE – 12 de Setembro 2011 a 10 de Fevereiro de 2012

(Aulas - 13 Semanas; Paragens – Provas e Exames Finais – 7 semanas; Soma Total = 20 Semanas) 12 /09/ ’11 {1º Ano a 26 / 09 / ‘11} INÍCIO EFECTIVO DO PERÍODO LECTIVO SEMANA DA FEUP (Sem Aulas)

24 – 28 / Outubro / ’11

DIA DA FEUP

16 / Novembro/ ‘11

FINAL DO PERÍODO LECTIVO

16 / Dezembro / ‘11

FÉRIAS DE NATAL

19/Dezembro/’11 – 01/Janeiro/’12

EXAMES FINAIS (Normal e Recurso)

02 / Janeiro – 11/ Fevereiro / ‘12

2º SEMESTRE – 13 de Fevereiro de 2012 a 13 de Julho de 2012

(Aulas - 14 Semanas; Provas e Exames Finais – 6 semanas; Soma Total = 20 Semanas) INÍCIO EFECTIVO DO PERÍODO LECTIVO FÉRIAS DE CARNAVAL DIA DA UNIVERISDADE DO PORTO FÉRIAS DA PÁSCOA QUEIMA DAS FITAS (Sem Aulas) FINAL DO PERÍODO LECTIVO EXAMES FINAIS (Normal e Recurso)

13 / Fevereiro / ‘12 20 - 21 / Fevereiro / ‘12 22 / Março / 12 02 - 09 / Abril / ‘12 06 – 13 / Maio / ‘12 01 / Junho / ‘12 04 / Junho – 13 / Julho / ‘12

45


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/Calendários Académicos/

Licenciatura em Bioquímica

1º SEMESTRE –12de Setembro2011 a de 21Fevereiro de 2012

(Aulas - 14 Semanas; Paragens – 1 semana; Época Normal – 3 semanas; Época Recurso – 2 semanas; Semanas de Actividade - 19. Soma Total = 20 Semanas) INÍCIO EFECTIVO DO PERÍODO LECTIVO 12 /09/ ’10 {1º Ano a 26 / 09 / ‘10} FINAL DO PERÍODO LECTIVO 17/Dezembro/ ‘10 (1º ano a 14/01/’12) FÉRIAS DE NATAL 19/Dezembro/’11 – 01/Janeiro/’12 09 - 14 / Janeiro / ‘12 PREPARAÇÃO PARA EXAMES 16 – 04 / Fevereiro / ‘12 EXAMES FINAIS (Normal) 6 / Janeiro – 18 / Fevereiro / ‘12 EXAMES FINAIS (Recurso) 20 e 21 de Fevereiro Férias de Carnaval

2º SEMESTRE – 22 de Fevereiro de 2012 a 14 de Julho de 2012

(Aulas - 14 Semanas; Paragens – 2 semanas; Época Normal – 3 semanas; Época Recurso – 2 semanas; Semanas de Actividade - 19. Soma Total = 21 Semanas)

46

INÍCIO EFECTIVO DO PERÍODO LECTIVO

22 / Fevereiro / ‘12

FÉRIAS DA PÁSCOA QUEIMA DAS FITAS (Sem Aulas) FINAL DO PERÍODO LECTIVO PREPARAÇÃO PARA EXAMES EXAMES FINAIS (Normal) EXAMES FINAIS (Recurso)

02 - 09 / Abril / ‘12 07 – 12 / Maio / ‘12 06 / Junho / ‘12 08 - 09 / Junho / ‘12 11 / Junho – 30 / Julho / ‘12 02 – 14 / Julho / ‘12


/Calendários Académicos/

GUIA DO ESTUDANTE 11/12

Mestrados Integrados em Medicina (1º ao 3º ano) e Veterinária

1º SEMESTRE – 12 de Setembro 2011 a 11 de Fevereiro de 2012

(Aulas – 14 semanas; Provas Intercalares + Provas e Exames Finais: 6 semanas) INÍCIO EFECTIVO DO PERÍODO LECTIVO PROVAS INTERCALARES (SEM AULAS) FÉRIAS DE NATAL AULAS REVISÃO / PROVAS FINAIS FINAL DO PERÍODO LECTIVO EXAMES FINAIS (Normal e Recurso)

12/09/ ’11 {1º Ano a 26 / 09 / ‘11} 14 – 18 / Novembro / ‘11 19/Dezembro/ ‘11 – 01/ Janeiro/’12 09 – 13 / Janeiro / ‘12 13 / Janeiro / ‘12 16 – 11 / Fevereiro / ‘12

2º SEMESTRE – 13 de Fevereiro de 2012 a 13 de Julho de 2012

(Aulas – 14 semanas; Provas Intercalares + Provas e Exames Finais: 6 semanas) INÍCIO EFECTIVO DO PERÍODO LECTIVO FÉRIAS DE CARNAVAL FÉRIAS DA PÁSCOA PROVAS INTERCALARES (SEM AULAS) QUEIMA DAS FITAS (Sem Aulas) AULAS REVISÃO / PROVAS FINAIS FINAL DO PERÍODO LECTIVO EXAMES FINAIS (Normal e Recurso)

13 / Fevereiro / ‘12 20-21 / Fevereiro / ‘12 02 / Abril/ ‘12 – 09 / Abril / ‘12 30 / Abril / ‘12 – 04 / Maio / ‘12 06 / Maio / ‘12 – 13 / Maio / ‘12 11 / Junho / ‘12 – 15 / Junho / ‘12 15 / Junho / ‘12 18 / Junho / ‘12 – 13 / Julho / ‘12

47 47


GUIA DO ESTUDANTE 11/12

/Calendários Académicos/

Licenciatura em Ciências do Meio Aquático

1º SEMESTRE – 12 de Setembro 2011 a 10 de Fevereiro de 2012 (Aulas – 15 Semanas; Avaliações 5 Semanas) 1º PERÍODO LECTIVO 1º PERÍODO LECTIVO (1º ANO) EXAMES FINAIS (1º PERÍODO LECTIVO) 2º PERÍODO LECTIVO EXAMES FINAIS (2º PERÍODO LECTIVO) 3º PERÍODO LECTIVO FÉRIAS DE NATAL EXAMES FINAIS (3º PERÍODO LECTIVO) ÉPOCA DE RECURSO

12 / Setembro – 14 / Outubro/ ’11 26 / Setembro – 14 / Outubro/ ‘11 17 /-21 / Outubro / ‘11 24 / Outubro -25 / Novembro / ‘11 29 / Novembro – 02 / Dezembro / ‘11 05 / Dezembro /’10 – 20 / Janeiro /’12 19 / Dezembro /’10 – 01 / Janeiro /’12 23 – 27 / Janeiro/ ‘12 30 / Janeiro – 10 / Fevereiro / ‘12

2º SEMESTRE – 13 de Fevereiro de 2012 a 13 de Julho de 2012 (Aulas – 15 Semanas; Avaliações 5 Semanas) 1º PERÍODO LECTIVO FÉRIAS DE CARNAVAL EXAMES FINAIS (1º PERÍODO LECTIVO) 2º PERÍODO LECTIVO FÉRIAS DA PÁSCOA QUEIMA DAS FITAS (SEM AULAS) EXAMES FINAIS (2º PERÍODO LECTIVO) 3º PERÍODO LECTIVO EXAMES FINAIS (3º PERÍODO LECTIVO) ÉPOCA DE RECURSO Épocas Especiais ESTUDANTE TRABALHADOR/ CONCLUSÃO CURSO

48

13 / Fevereiro – 16 / Março/ ’12 20 – 21 / Fevereiro / ‘12 19 /-23 / Março / ‘12 26 / Março - 04 / Maio / ‘12 02 -09 / Abril / ‘12 07 – 11 / Maio / ‘12 14 – 18 / Maio / ‘12 21 / Maio – 22 / Junho / ‘12 25-29/ Junho / ‘12 02 – 13 / Julho / ‘12

03 – 07 / Setembro / ‘12


112

Linha Saúde 24

808 24 24 24

Intoxicações

808 250 143

Cruz Vermelha – Ambulâncias

226 006 353

Centro Hospitalar do Porto - Hospital Santo António

222 077 500

Hospital São João

225 512 100

Batalhão Sapadores Bombeiros

225 073 700

Bombeiros Voluntários do Porto

226 151 805

Bombeiros Voluntários Portuenses

226 151 805

Polícia de Segurança Pública (PSP)

222 006 821

Guarda Nacional Republicana

223 399 600

Águas do Porto

225 190 800

EDP

800 505 505

Portgás

225 190 800

Loja do Cidadão

808 241 107

STCP

808 200 166

Metro do Porto

808 205 060

Táxis Invicta

225 076 400

Raditáxis

220 403 782

CP

808 208 208

Aeroporto Francisco Sá Carneiro

229 432 400

/transportes públicos/

/serviços/

/saúde/

Número Europeu de Emergência

/bombeiros/

11/12

/polícia/

/Contactos Úteis/

GUIA DO ESTUDANTE

49


/AEICBAS/ Morada:

Largo Professor Abel Salazar, nยบ2 4099-003 Porto Telefone:

223 389 251 Fax:

223 390546 E-mail:

internet@aeicbasup.pt Web:

www.aeicbasup.pt


Guia do Estudante AEICBAS 2011-2012  

A 2ª edição deste guia, criado como uma maneira de dar as boas vindas aos novos estudantes, possui as mais variadas informações sobre o func...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you