Issuu on Google+

GUIร•ES 2014 8.ยบ ano


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: PORTUGUÊS

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. De acordo com o estabelecido no Projeto Curricular de Agrupamento, as Metas Curriculares, http://www.dge.mec.pt previstas para o 8º ano de escolaridade e o programa em vigor, abordaremos os seguintes temas: Conteúdos PERÍODOS 1º

DOMÍNIOS Oralidade Leitura Escrita Educação Literária Gramática

Temáticos

Gramaticais

Sequência 0 Avaliação Diagnóstica  Apresentação  Análise do Guião  Exploração do Manual  Atividades de Diagnose Sequência 1 Textos dos Media e Utilitários  Notícia  Reportagem  Entrevista  Texto crítico  Crónica  Publicidade

Sequência 2 Textos Narrativos Biográficos  Memórias  Blogue  Diário de ficção

Guião orientador - Português 8º ano

2013/2014

Sequência 0  Mobilização de conhecimentos prévios

Nº DE TEMPOS LETIVOS +/- 65

Sequência 1  Mobilização de conhecimentos prévios - Tipos de Frases. - Classes de palavras: nome e adjetivo. - Funções sintáticas. - Formas de relato do discurso; verbos introdutores do discurso. - Adequação discursiva. - Intenção comunicativa. - Força persuasiva. - Princípio de cortesia.  8º Ano Dividir e classificar orações. - Coordenação. - Subordinação adverbial causal, consecutiva, final, condicional, temporal, comparativa. - Subordinação substantiva completiva. - Coordenação sindética e assindética. - Função sintática de sujeito. - Relações semânticas de oposição. - Formação de palavras – Extensão semântica Sequência 2  Mobilização de conhecimentos prévios - Classes de palavras: determinantes, pronomes, verbo. - Flexão verbal. - Tempos compostos. Página 1 de 4


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

- Verbo regular e irregular. - Verbos defectivos. - Verbos auxiliares. - Verbos transitivos e não transitivos. - Formas verbais finitas e não finitas. - Utilização dos auxiliares de escrita: parênteses e aspas pronome pessoal em adjacência verbal.  8º ano - Aplicar as regras de utilização do pronome pessoal em adjacência verbal. 2º

Oralidade Leitura Escrita Educação Literária Gramática

Sequência 3 Textos Narrativos  Três narrativas de autores portugueses: - Destinos, Miguel Torga - Saga, Sophia de Mello Breyner - A Inaudita Guerra da Avenida Gago Coutinho, Mário de Carvalho  -

Um conto de autor de país de língua oficial portuguesa Enterro Televisivo – Mia Couto

 -

Um texto de autor estrangeiro: Diário de Anne Frank

Dois textos da literatura juvenil: Uma Fotografia na rua, Agustín Fernandez Paz O Livro da Avó, Alice Vieira

-

Oralidade Leitura Escrita Educação Literária Gramática

Guião orientador - Português 8º ano

Sequência 4 Textos Poéticos  Poemas de subgéneros variados  Estrutura de um poema Sequência 5 Textos dramáticos  Romeu e Julieta William Shakespeare  Falar Verdade a Mentir, Almeida Garrett  Categorias do Texto Dramático

2013/2014

Sequência 3  Mobilização de conhecimentos prévios - Classes de palavras: conjunções e advérbios (de frase, de predicado, conectivo); verbos defetivos. - Constituintes da oração: sujeito, predicado, complemento direto, complemento indirecto, complemento oblíquo, predicativo do sujeito, modificador. - Formas de relato do discurso; verbos introdutores do discurso. - Formas ativa e passiva. - Relações entre palavras. - Normalização. - Progressão temporal. - Adequação discursiva. - Registo formal. - Sinais auxiliares de escrita  8º ano - Coesão textual. Identificar o sujeito subentendido e o sujeito indeterminado. Identificar diferentes configurações da função sintática de sujeito. Determinar o significado que dada palavra pode ter em função do seu contexto de ocorrência (campo semântico). Sequência 4  Mobilização de conhecimentos prévios - Classes de palavras e respetivas propriedades. - Funções sintáticas: sujeito, predicado, complemento directo, vocativo, modificadores do grupo verbal. - O verbo, núcleo do predicado, e sua flexão. - Intenções comunicativas.

+/- 60

+/- 38

Página 2 de 4


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

 8º ano - Campos lexicais e campos semânticos. - Valor polissémico das palavras. - Relações entre palavras Sequência 5  Mobilização de conhecimentos prévios - Valor da pontuação como marcador da entoação e da intencionalidade - Intenções comunicativas. - Adequação discursiva.  8º Ano - Campos lexicais e campos semânticos. - Valor polissémico das palavras. - Relações entre palavras. NOTA: A PLANIFICAÇÃO ESTÁ SUJEITA A ALTERAÇÕES DE ACORDO COM O PROJETO CURRICULAR DE TURMA

Guião orientador - Português 8º ano

2013/2014

Página 3 de 4


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOMÍNIO

INDICADORES

CONHECIMENTO

Domínio do Saber e Saber fazer COMPREENSÃO APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES

CAPACIDADE DE QUESTIONAR / PROBLEMATIZAR / PRODUZIR DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE

Domínio do Ser ATITUDES E VALORES

RESPEITO/ CUMPRIMENTO DE REGRAS

AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E ESPÍRITO CRÍTICO

PARAMETROS

PONDERAÇÃO

-Conhecimento de formas de comunicação e estrutura da língua -Capacidade de aquisição e aplicação de novos conhecimentos - Domínio dos pré-requisitos para prosseguir ou aprofundar conhecimentos. -Compreensão de textos orais -Leitura e compreensão de textos escritos -Domínio de vocabulário fundamental -Conhecimento dos géneros textuais -Expressão oral (Capacidade de se exprimir com correção, criatividade e sentido crítico; utilização de recursos expressivos, linguísticos e não linguísticos) -Expressão escrita (Capacidade para usar multifuncionalmente a escrita)

20%

20%

25%

-Domínio de técnicas de construção de texto

10%

Assiduidade/pontualidade Realização dos trabalhos de casa Realização das atividades da aula Cumprimento de prazos Material necessário Organização

8%

Respeito pelos colegas e professores Cumprimento de regras da aula Respeito pela opinião dos outros Participação solicitada Participação espontânea Realização de atividades de forma autónoma Hábitos de trabalho Cooperação com os outros Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho Justificação/fundamentação de opiniões Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber

9%

8%

Santa Maria da Feira, setembro de 2013

Guião orientador - Português 8º ano

2013/2014

Página 4 de 4


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: INGLÊS

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. Conforme o estipulado no Projeto Curricular de Agrupamento e de acordo com o nível A2+ do Q.E.C.R.L. (Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas) onde estão definidas as metas de aprendizagem para o 5º ano, serão desenvolvidos os seguintes conteúdos temáticos e gramaticais: PERÍODOS

DOMÍNIO

CONTEÚDOS TEMÁTICOS E GRAMATICAIS

Compreensão Oral

Nº DE TEMPOS LETIVOS

1. OFF TO SCHOOL - School - School Routine - Holidays Using: - Possessive adjectives and pronouns - Present Simple - Past Simple (regular and irregular verbs) - used to / didn’t use

Leitura Interação Oral Produção Oral Escrita

Domínio Intercultural

Léxico Gramática

Guião orientador – Inglês 8º ano

e

2. TEENS - Meeting Places - Teenagers’ Activities - Internet - Leisure Activities Using: - Present Simple vs. Continuous - Past simple vs. Continuous - Gerund / -ing form 3. WHERE TO EAT AND WHAT TO WEAR - Food and Drinks - Containers and Products - Menus - Restaurant - Clothes/Styles Using: - Countable/uncountable nouns - Quantifiers: much, many, a lot of/lots of, a few, a little - Conditional sentences (0 and 1st types) - Modal verbs: would/wouldn’t, could/couldn’t, must/mustn’t, have to - Adjective order 4. SOUNDS, PICTURES AND ACTIONS - Newspapers and Magazines – Radio and Television/Types of Programmes - Cinema

2013/2014

26

24

Página 1 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

- Environment Using: - Connectors - Present Perfect + for, since, just, already, yet - Present perfect vs. Past simple - Relative Pronouns: who. which, whose, that 5. TRAVELLING - Means of Transport – Holidays – Weather Using: - Phrasal verbs - Prepositions

14

6. EXTENSIVE READING - “Deep Trouble Down Under” by Catarina Chase Aleixo - Reading a short story - Using a monolingual dictionary

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

DOMÍNIO

INDICADORES CONHECIMENTO

Domínio do Saber e Saber fazer APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES

COMPREENSÃO CAPACIDADE DE QUESTIONAR / PROBLEMATIZAR / PRODUZIR DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE

Domínio do Ser

RESPEITO/ CUMPRIMENTO DE REGRAS

ATITUDES E VALORES AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E INICIATIVA

PARAMETROS Léxico e Gramática Domínio Intercultural Compreensão Oral Leitura Interação Oral Produção Oral Escrita -Leitura: 4. Utilizar dicionários monolingues para consulta. -Interação Oral: 8. Interagir com algum à-vontade sobre assuntos conhecidos, podendo pedir ajuda e reformular o discurso. Assiduidade/pontualidade Realização dos trabalhos de casa Realização das atividades da aula Cumprimento de prazos Material necessário Organização Respeito pelos colegas e professores Cumprimento de regras da aula Respeito pela opinião dos outros Participação solicitada Participação espontânea Realização de atividades de forma autónoma Hábitos de trabalho Cooperação com os outros Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho Justificação/fundamentação de opiniões Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber

PONDERAÇÃO 20% 20%

25%

10%

8%

9%

8%

setembro de 2013

Guião orientador – Inglês 8º ano

2013/2014

Página 2 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: FRANCÊS

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. Conforme o estipulado no Projeto Curricular de Agrupamento e de acordo com o nível A2.1 do Q.E.C.R.L. (Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas) onde estão definidas as metas de aprendizagem para o 8º ano, serão desenvolvidos os seguintes conteúdos temáticos e gramaticais: PERÍODOS

DOMÍNIO

Compreender Compreensão oral Compreensão escrita

Falar Interação oral Produção oral

Escrever Interação escrita Produção escrita

CONTEÚDOS TEMÁTICOS E GRAMATICAIS A FRANÇA E OS FRANCESES Características geográficas e económicas da França Datas e personalidades célebres francesas OS JOVENS DE HOJE Todos diferentes Características físicas e psicológicas Flexão em género dos nomes e dos adjetivos/ Passé composé com os auxiliares être ou avoir Passatempos e lazeres Léxico relativo aos tempos livres: férias/ passatempos/ gostos e preferências/ locais de encontro/ evasão/ dinheiro. Expressão de causa e de consequência/ Determinantes artigos definidos e indefinidos/ Presente do indicativo do verbo faire e dos verbos com um radical

Gramática Correção gramatical e lexical

Guião orientador – Francês 8º ano

38

Rotina quotidiana Informações pessoais : morada, número de telefone e e-mail/ Partes do corpo Presente do indicativo dos verbos pronominais/ Forma negativa HÁBITOS E COSTUMES Um corpo são Léxico relativo às doenças e aos serviços de saúde Presente do indicativo dos verbos com dois radicais/ Flexão em número dos adjetivos e dos nomes Alimentação equilibrada Léxico relativo à alimentação Presente do indicativo dos verbos com três radicais/ Expressão de quantidade

Nº DE TEMPOS LETIVOS

35

Restauração Léxico relativo à alimentação e à ementa de um restaurante Pronomes pessoais complemento direto SERVIÇOS Na cidade

2013/2014

Página 1 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

Compreender Compreensão oral Compreensão escrita Falar Interação oral Produção oral 3º

Léxico relativo aos locais na cidade e aos meios de transporte Pronomes pessoais complemento indireto SERVIÇOS Os serviços dos correios Léxico relativo aos correios/ Textos informativos (uma enciclopédia e páginas da lista telefónica) Pronomes relativos/ Futuro VIDA ECONÓMICA

Escrever Interação escrita Produção escrita

As compras Léxico relativo às compras/ Vestuário Comparação / Determinantes artigos demonstrativos

Gramática Correção gramatical e lexical

Natureza e meio ambiente Léxico relativo à natureza e ao meio ambiente/ Nome de alguns animais/ Textos informativos (um dicionário ilustrado e um boletim meteorológico) Expressão de oposição/ Imparfait

21

QUOTIDIANO AMBIENTAL

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

DOMÍNIO

INDICADORES CONHECIMENTO

Domínio do Saber e Saber fazer APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES

COMPREENSÃO CAPACIDADE DE QUESTIONAR / PROBLEMATIZAR / PRODUZIR DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDAD E

Domínio do Ser

RESPEITO/ CUMPRIMENTO DE REGRAS

ATITUDES E VALORES AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E INICIATIVA

PARAMETROS Correção gramatical Correção lexical

PONDERAÇÃO 25%

Compreensão oral. Leitura/ compreensão escrita

20%

Interação/ Produção oral Interação/ Produção escrita

15%

Domínio de técnicas de construção de vários tipos de texto Utilização de gramáticas e de dicionários Assiduidade/pontualidade Realização dos trabalhos de casa Realização das atividades da aula Cumprimento de prazos Material necessário Organização Respeito pelos colegas e professores Cumprimento de regras da aula Respeito pela opinião dos outros Participação solicitada Participação espontânea Realização de atividades de forma autónoma Hábitos de trabalho Cooperação com os outros Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho Justificação/fundamentação de opiniões Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber

15%

8%

9%

8%

setembro de 2013

Guião orientador – Francês 8º ano

2013/2014

Página 2 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: ESPANHOL

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. Conforme o estipulado no Projeto Curricular de Agrupamento e de acordo com o nível A1.2 do Q.E.C.R.L. (Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas) onde estão definidas as metas de aprendizagem para o 7º ano, serão desenvolvidos os seguintes conteúdos temáticos e gramaticais:

PERÍODOS

DOMÍNIO

Compreender Compreensão oral Compreensão escrita

CONTEÚDOS TEMÁTICOS E GRAMATICAIS Español, ¡cuánto te quiero! Espanha – aspetos culturais e civilizacionais: características e diferenças; Falsos amigos; Expressões idiomáticas; Presente do indicativo (verbos regulares e irregulares); Artigos definidos (masculino, feminino e neutro); Presença / ausência do artigo; Género y preposições: algumas diferenças em relação ao português ¿Quién soy yo? Descrição física e psicológica; Expressão de opinião; Graus de probabilidade; Presente do conjuntivo

Falar Interação oral Produção oral

Nº DE TEMPOS LETIVOS

39

¿Cómo te sientes ? Doenças; Sintomas e medicamentos ; Estados de saúde; Pretérito perfecto do indicativo Así te relacionas Relações pessoais; Pretérito indefinido ¡Vivan los artistas ! Artes: leitura, música e cinema; Conselhos e hipóteses; Condicional; Acentuação nos monossílabos

Escrever Interação escrita Produção escrita

¿Consumistas, nosotros? Consumo e consumidores; Lojas e produtos; expressão de probabilidade e de hipótese; Futuro imperfecto do indicativo; Pronomes pessoais de complemento direto e indireto 36 ¡A trabajar! Trabalho, ocupações e profissões; Características pessoais e profissionais; Pretérito imperfecto do indicativo; discurso indireto; interrogativas indiretas

Gramática Correção gramatical e lexical

Estudiando en España Estudos: horário e rotinas; Sistema educativo espanhol; Calendário escolar; Gerúndio Buenos días, Madrid Cidade e espaços; Sinais de trânsito; Subordinadas adverbiais de indicativo e infinitivo

Guião orientador – Espanhol 8º ano

2013/2014

21

Página 1 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

De viaje Campanhas de segurança rodoviária; Direções; Imperativo afirmativo; Imperativo negativo; colocação dos pronomes pessoais com imperativo De vacaciones Férias; Vantagens e inconvenientes das viagens; Relações entre os tempos do passado; Adjetivos e pronomes possessivos

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

DOMÍNIO

INDICADORES CONHECIMENTO

Domínio do Saber e Saber fazer

COMPREENSÃO

APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES

CAPACIDADE DE QUESTIONAR / PROBLEMATIZAR / PRODUZIR DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE

Domínio do Ser

RESPEITO/ CUMPRIMENTO DE REGRAS

ATITUDES E VALORES AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E INICIATIVA

PARAMETROS Domínio do léxico e da gramática. Compreensão oral. Leitura/ compreensão escrita Interação/ Produção oral Interação/ Produção escrita Domínio de técnicas de construção de vários tipos de texto Utilização de gramáticas e de dicionários Assiduidade/pontualidade Realização dos trabalhos de casa Realização das atividades da aula Cumprimento de prazos Material necessário Organização Respeito pelos colegas e professores Cumprimento de regras da aula Respeito pela opinião dos outros Participação solicitada Participação espontânea Realização de atividades de forma autónoma Hábitos de trabalho Cooperação com os outros Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho Justificação/fundamentação de opiniões Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber

PONDERAÇÃO 20% 20%

25%

10%

8%

9%

8%

setembro de 2013

Guião orientador – Espanhol 8º ano

2013/2014

Página 2 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: HISTÓRIA

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO O aluno/a propõe-se promover as seguintes atitudes na sala de aula:  Ser pontual e assíduo;  Trazer sempre todo o material escolar, incluindo a caderneta;  Manter a sala limpa;  Estar atento e não perturbar a concentração dos colegas;  Cumprir as tarefas propostas na sala de aula;  Respeitar a ordem, em cada participação;  Desligar e manter na mochila todos os portáteis de som;  Não usar boné nem mascar pastilha elástica. Regras definidas para os alunos e Encarregados de Educação:  Aviso na caderneta, por parte dos professores, em caso de não cumprimento das regras na sala de aula;  Os encarregados de educação devem comunicar com os professores e/ou diretor de turma, sempre que sintam necessidade de dar um recado ou dar/pedir esclarecimentos;  O uso indevido do telemóvel será punido nos termos da lei e do Regulamento Interno. De acordo com o estabelecido no Projeto Curricular de Agrupamento, as Metas Curriculares, http://www.dge.mec.pt previstas para o 7º ano de escolaridade e o programa em vigor, abordaremos os seguintes temas: PERÍODOS

DOMÍNIO

SUBDOMÍNIO/CONTEÚDOS TEMÁTICOS D3 – Crises e revolução no século no século XIV: - Um século de calamidades; - A revolução de 1383/85 e a formação da identidade nacional.

Tema D - O contexto europeu do século XII ao XIV (conclusão)

1º P

Tema E Expansão e mudança nos séculos XV e XVI Tema F - O contexto europeu dos séculos XVII e XVIII

Guião orientador – História 8º ano

E1 - O expansionismo europeu: - A Europa antes dos descobrimentos marítimos dos séculos XV e XVI; - Rumos da expansão portuguesa; - A conquista de Ceuta - Descobrimentos e conquistas no período henriquino: áreas e processos de exploração; - A descoberta da costa ocidental africana; - A política expansionista de D. João II; - A rivalidade luso-castelhana; - A afirmação do expansionismo europeu: os impérios peninsulares (os Portugueses na África Negra); - A penetração portuguesa no mundo asiático; - Os portugueses na América; - Os espanhóis na América; - O comércio à escola mundial; - Circulação de produtos e suas repercussões no quotidiano

Nº DE TEMPOS LETIVOS

39

E2 - Renascimento e Reforma: - O Renascimento e a formação da mentalidade moderna; - O Humanismo; - Alargamento da compreensão da natureza; - A arte renascentista; - Persistência do gótico em Portugal; - A arte renascentista em Portugal; - O tempo das reformas religiosas - O Luteranismo; - O Calvinismo; - O Anglicanismo; - A reação católica; 2013/2014

Página 1 de 3


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

- O caso peninsular.

Tema F - O contexto europeu dos séculos XVII e XVIII 2º P

3º P

Tema G - O arranque da “Revolução Industrial” e o triunfo dos regimes liberais conservadores

Tema G - O arranque da “Revolução Industrial” e o triunfo dos regimes liberais conservadores Tema H - A civilização industrial no século XIX

Guião orientador – História 8º ano

F1 - O Império Português e a concorrência internacional: - A disputa dos mares e a afirmação do capitalismo comercial; - A União Ibérica; - A ascensão económica e colonial da Europa do Norte: Holandeses e Ingleses; - As transformações económicas; - A prosperidade dos tráficos atlânticos portugueses e a restauração da independência. F2 - Absolutismo e Mercantilismo numa sociedade de ordens: - O Antigo Regime na Europa; - A sociedade de ordens; - O poder absoluto; - O Antigo Regime português na primeira metade do século XVIII; - O ouro brasileiro; - O poder absoluto em Portugal; - Um projeto modernizador: o despotismo pombalino; - Fomento comercial e manufatureiro. F3 A Cultura e o Iluminismo em Portugal face à Europa: - A mentalidade e artes barrocas; - A revolução científica na Europa e a permanência da tradição; - O Iluminismo na Europa e em Portugal; - Desenvolvimento e laicização do ensino: as reformas pombalinas.

36

G1 - A Revolução Agrícola e o arranque da Revolução Industrial: - Inovações agrícolas e aumento da produtividade; - O novo regime demográfico; - O recuo da morte; -O rejuvenescimento da população; -A revolução industrial em Inglaterra. G2 - As revoluções liberais (introdução) - Uma revolução precursora: o nascimento dos EUA. G2 - As revoluções liberais (continuação): - A revolução francesa; - Os acontecimentos revolucionários; - A revolução liberal portuguesa; - O movimento revolucionário de 1820; - A ação das Cortes Constituintes. H1 - O mundo industrializado no século XIX: - A expansão da revolução industrial; - A revolução nos transportes; - Contrastes e antagonismos sociais; - O género de vida citadino e a sociedade burguesa; - Os novos modelos culturais.

21

H2 - Os países de difícil industrialização: o caso português: - O atraso na agricultura; - As tentativas de modernização; - Alterações nas estruturas sociais; - Crescimento e limitações na sociedade burguesa.

2013/2014

Página 2 de 3


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOMÍNIO

PARAMETROS

CONHECIMENTO Domínio do Saber e Saber fazer

APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES E METAS A ATINGIR

COMPREENSÃO CAPACIDADE DE QUESTIONAR / PROBLEMATIZAR / PRODUZIR DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE

Domínio do Ser

RESPEITO/ CUMPRIMENTO DE REGRAS

ATITUDES E VALORES AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E ESPÍRITO CRÍTICO

INDICADORES Identifica acontecimentos e personalidades históricas. Apreende e produz enunciados simples. Uso correto da Língua Portuguesa para comunicar de forma adequada e estruturar o pensamento próprio. Compreende as condições e motivações dos factos. Distingue numa dada realidade, os aspetos de ordem demográfica, económica, social, política e cultural. Relaciona factos históricos. Avalia e justifica acontecimentos históricos. Demonstra capacidade de pesquisa documental. Interpreta fontes históricas. Utiliza diversas formas de comunicação escrita através da produção de narrativas, sínteses e trabalhos temáticos, aplicando o vocabulário específico de História. Assiduidade/pontualidade Realização dos trabalhos de casa Realização das atividades da aula Cumprimento de prazos Material necessário Respeito pelos colegas e professores Cumprimento de regras da aula Respeito pela opinião dos outros Participação Realização de atividades de forma autónoma Hábitos de trabalho Cooperação com os outros Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber

PONDERAÇÃO

25%

23%

19%

8%

8%

9%

8%

setembro de 2013

Guião orientador – História 8º ano

2013/2014

Página 3 de 3


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: GEOGRAFIA

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. De acordo com o estabelecido no Projeto Curricular de Agrupamento, as Metas Curriculares, http://www.dge.mec.pt previstas para o 8º ano de escolaridade e o programa em vigor, abordaremos os seguintes temas:

PERÍODOS

DOMÍNIO

1.POPULAÇÃO E POVOAMENTO (PP8)

1.POPULAÇÃO E POVOAMENTO (PP8) 2.ATIVIDADES ECONÓMICAS (AE8)

2.ATIVIDADES ECONÓMICAS (AE8)

SUBDOMÍNIO/CONTEÚDOS TEMÁTICOS 1.1 Evolução da população mundial - Indicadores demográficos - Evolução demográfica mundial - Estrutura etária da população - Políticas demográficas 1.2 Distribuição da população mundial -Distribuição da população mundial -Fatores condicionantes da distribuição da população - Distribuição da população em Portugal 1.3 Mobilidade da população -Causas e consequências das migrações - Ciclos migratórios - Migrações em Portugal 1.4 Cidades, principais áreas de fixação humana - Estrutura das áreas urbanas -Organização morfofuncional das cidades - Inter-relação entre o espaço rural e urbano 1.5 Diversidade cultural -Fatores de identidade e de diferenciação das populações 2.1 Os recursos naturais -Distribuição dos recursos naturais -Tipos de recursos - Setores de atividade 2.2 A agricultura - Agricultura tradicional/ moderna - Formas de produção agrícola sustentáveis - Pecuária 2.3 A pesca - Fatores condicionantes da atividades piscatória - Tipos de pesca - Aquacultura – vantagens e desvantagens 2.4 A Indústria - Evolução da indústria - Distribuição espacial da indústria 2.5 Os Serviços - Serviços 2.6 O Turismo - Atividade turística à escala mundial

Guião orientador - Geografia 8º ano

2013/2014

Nº DE TEMPOS LETIVOS

26

26

16

Página 1 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

- Turismo e Portugal 2.7As Redes e Modos de Transporte e Telecomunicações - Modos de transporte, produtos a transportar e distâncias a percorrer - Importância das telecomunicações no mundo global - Importância dos transportes e telecomunicações nas dinâmicas do território nacional

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

DOMÍNIO

INDICADORES Conhecimento

Domínio do Saber e Saber fazer APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES

Compreensão Capacidade de questionar, problematizar, produzir Domínio de Técnicas

Responsabilidade Domínio do Ser ATITUDES E VALORES

Respeito e cumprimento de regras Autonomia, cooperação e iniciativa

PARAMETROS - Domínio de pré-requisitos essenciais - Domínio do vocabulário geográfico - Domínio de conceitos geográficos -Interpretação de documentos geográficos -Interpretação de fenómenos geográficos - Aplicação de conhecimentos em novas situações - Capacidade de análise (mapas, gráficos, imagens, textos) - Capacidade de questionar situações concretas - Capacidade pata exprimir ideias próprias - Capacidade para auto-avaliar os conhecimentos - Obtenção/pesquisa de dados -Tratamento e comunicação da informação -Utilização de globos, mapas e outros instrumentos -Construção de mapas, gráficos, ... - Assiduidade/ Pontualidade - Posse do material necessário à aula - Cumprimento das tarefas (aula/ casa) - Cumprimento dos prazos estabelecidos - Respeito pelas regras estabelecidas - Respeito por colegas e professor - Concentração - Interesse/ Empenho - Intervenção (modo) - Iniciativa / Curiosidade - Envolvimento na organização das tarefas escolares

PONDERAÇÃO 20 %

20 %

15 %

20 %

8%

9%

8%

setembro 2013

Guião orientador - Geografia 8º ano

2013/2014

Página 2 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: MATEMÁTICA

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. De acordo com o estabelecido no Projeto Curricular de Agrupamento, as Metas Curriculares, http://www.dge.mec.pt previstas para o 8º ano de escolaridade e o programa em vigor, abordaremos os seguintes temas:

PERÍODOS

DOMÍNIO Geometria e medida

Números e operações

Organização e tratamento de dados

Álgebra

Álgebra 2º Geometria e medida

SUBDOMÍNIO/CONTEÚDOS TEMÁTICOS Isometrias: Reflexão, rotação e translação. Translação associada a um vetor: -noção de vetor e de translação; propriedades das translações; Composição de translações e adição de vectores. Propriedades das isometrias.

Nº DE TEMPOS LETIVOS 17

Números racionais Representação, comparação e ordenação de números racionais: -representação de números racionais. Reta numérica; representação de números racionais na forma decimal; representação de números racionais em notação científica. Operações, propriedades e regras operatórias em (Q: - Adição e subtração em (Q; Multiplicação e divisão em (Q; Potência de base racional, não nula, e expoente inteiro.

23

Planeamento estatístico Especificação do problema. Recolha de dados. População e amostra.

12

Funções Função linear. Função afim. Equações Equações do 1º grau a uma incógnita com denominadores. Equações literais. Sistemas de duas equações do 1º grau a duas incógnitas.

13

Sólidos geométricos Área da superfície e volume: -Cilindros e prismas; Pirâmides e cones; Esfera. Critérios de paralelismo e perpendicularidade entre planos, e entre retas e planos: -Paralelismo; Perpendicularidade. Teorema de Pitágoras Composição e decomposição de polígonos em triângulos e quadriláteros: -área do trapézio; Decomposição de um triângulo por uma mediana. Decomposição de um triângulo retângulo pela altura referente à hipotenusa. Demonstração do teorema de Pitágoras

18

Guião orientador – Matemática 8º ano

2013/2014

24

18

Página 1 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

Álgebra

Sequências e regularidades Expressões algébricas. Monómios. Equações Operações com polinómios: - Noção de polinómio; Adição de polinómios; Multiplicação de polinómios; Casos notáveis da multiplicação de binómios; Decomposição de um polinómio em fatores. Equações incompletas do 2.º grau a uma incógnita: - Lei do anulamento do produto; Resolução de equações do 2º grau

9

26

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOMÍNIO

Domínio do Saber e Saber fazer APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES E METAS A ATINGIR (75%)

PARAMETROS

INDICADORES

PONDERAÇÃO

CONHECIMENTO

Domínio dos conhecimentos de anos / capítulos anteriores para prosseguir ou aprofundar conhecimentos. Aquisição dos conhecimentos dos conteúdos estudados. Domínio da linguagem específica da Matemática.

20%

COMPREENSÃO

CAPACIDADE DE QUESTIONAR / PROBLEMATIZAR / PRODUZIR

DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE Domínio do Ser ATITUDES E VALORES (25%)

RESPEITO/ CUMPRIMENTO DE REGRAS

AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E ESPÍRITO CRÍTICO

Organização do conhecimento de forma a responder às questões propostas. Aplicação dos conhecimentos a novas situações. Descrição/ explicitação do raciocínio utilizado Capacidade de resolução de problemas Capacidade de comunicação matemática em situações diversificadas Ampliação de conhecimentos consultando outros livros, Internet, enciclopédias… Autoavaliação dos conhecimentos. Domínio de técnicas, processos e procedimentos da Matemática. Utilização correta do material de Matemática. Assiduidade/pontualidade Realização dos trabalhos de casa Realização das atividades da aula Cumprimento de prazos Material necessário Organização Respeito pelos colegas e professores Cumprimento de regras Respeito pela opinião dos outros Participação solicitada Participação espontânea Realização de atividades de forma autónoma Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho Cooperação com os outros Justificação/fundamentação de opiniões Espírito de iniciativa, espírito crítico e curiosidade pelo saber

25%

20%

10%

8%

9%

8%

setembro de 2013

Guião orientador – Matemática 8º ano

2013/2014

Página 2 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIAS NATURAIS

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. De acordo com o estabelecido no Projeto Curricular de Agrupamento, as Metas Curriculares, http://www.dge.mec.pt previstas para o 8º ano de escolaridade e o programa em vigor, abordaremos os seguintes temas:

PERÍODOS

DOMÍNIO Terra um Planeta com Vida

1º Sustentabilidade da Terra

Sustentabilidade da Terra

Sustentabilidade da Terra

SUBDOMÍNIO/CONTEÚDOS TEMÁTICOS

Nº DE TEMPOS LETIVOS

Sistema Terra - da célula à biodiversidade Condições da Terra que permitem a existência da vida. A Terra como um sistema. Ecossistemas Interação seres vivos/ambiente - Fatores bióticos - Fatores abióticos Fluxo de energia e ciclo de matéria Ecossistemas (cont.) Fluxo de energia e ciclo de matéria (cont.) Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Catástrofes naturais - Catástrofes diretamente provocadas pela intervenção humana Gestão sustentável de recursos Recursos naturais: utilização e consequências Gestão sustentável de recursos (cont.) Recursos naturais: utilização e consequências (cont.) Proteção e conservação da Natureza Riscos das inovações científicas e tecnológicas para o individuo, a sociedade e o ambiente.

Guião orientador – Ciências Naturais 8º ano

2013/2014

39

36

21

Página 1 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

DOMÍNIO

INDICADORES

CONHECIMENTO

Domínio do Saber e Saber fazer APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES

COMPREENSÃO

CAPACIDADE DE QUESTIONAR / PROBLEMATIZAR / PRODUZIR

DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE

Domínio do Ser

RESPEITO/ CUMPRIMENTO DE REGRAS

ATITUDES E VALORES AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E INICIATIVA

PARAMETROS Domínio dos pré-requisitos para prosseguir ou aprofundar conhecimentos. Aquisição dos conhecimentos dos conteúdos estudados. Domínio da linguagem específica das Ciências Naturais. Organização do conhecimento de forma a responder às questões propostas. Aplicação dos conhecimentos a novas situações. Descrição/ explicitação do raciocínio utilizado para resolver um problema. Capacidade de resolução de problemas. Capacidade de comunicação em situações diversificadas. Ampliação de conhecimentos consultando outros livros, Internet, enciclopédias… Autoavaliação dos conhecimentos. Domínio de técnicas, processos e procedimentos das Ciências Naturais. Utilização correta do material das Ciências Naturais. Assiduidade/pontualidade Realização dos trabalhos de casa Realização das atividades da aula Cumprimento de prazos Material necessário Organização Respeito pelos colegas e professores Cumprimento de regras da aula Respeito pela opinião dos outros Participação solicitada Participação espontânea Realização de atividades de forma autónoma Hábitos de trabalho Cooperação com os outros Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho Justificação/fundamentação de opiniões Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber

PONDERAÇÃO

25%

25%

15%

10%

8%

9%

8%

setembro de 2013

Guião orientador – Ciências Naturais 8º ano

2013/2014

Página 2 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIAS NATURAIS

8º Ano – Curso Básico de Música (Turmas A e B)

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. De acordo com o estabelecido no Projeto Curricular de Agrupamento, as Metas Curriculares, http://www.dge.mec.pt previstas para o 8º ano de escolaridade e o programa em vigor, abordaremos os seguintes temas:

PERÍODOS

DOMÍNIO Terra em transformação

Dinâmica Externa da Terra (Não lecionado no 7ºano) Rochas, testemunhos da atividade da Terra. Rochas magmáticas, sedimentares e metamórficas: génese e constituição; ciclo das rochas. Paisagens geológicas. TERRA – UM PLANETA COM VIDA Sistema Terra - da célula à biodiversidade - Condições da Terra que permitem a existência da vida. - A Terra como um sistema.

Sustentabilidade da Terra Sustentabilidade da Terra 2º

SUBDOMÍNIO/CONTEÚDOS TEMÁTICOS

Sustentabilidade da Terra

Guião orientador - CN 8º ano – CBM

Nº DE TEMPOS LETIVOS

Ecossistemas Interação seres vivos/ambiente - Fatores abióticos Ecossistemas (cont.) Interação seres vivos/ambiente (cont.) - Fatores bióticos Fluxo de energia e ciclo de matéria Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Catástrofes naturais - Catástrofes diretamente provocadas pela intervenção Humana Gestão sustentável de recursos Recursos naturais: utilização e consequências Proteção e conservação da Natureza Riscos das inovações científicas e tecnológicas para o individuo, a sociedade e o ambiente.

2013/2014

39

36

21

Página 1 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

DOMÍNIO

INDICADORES

CONHECIMENTO

Domínio do Saber e Saber fazer APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES

COMPREENSÃO

CAPACIDADE DE QUESTIONAR / PROBLEMATIZAR / PRODUZIR

DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE

Domínio do Ser

RESPEITO/ CUMPRIMENTO DE REGRAS

ATITUDES E VALORES AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E INICIATIVA

PARAMETROS Domínio dos pré-requisitos para prosseguir ou aprofundar conhecimentos. Aquisição dos conhecimentos dos conteúdos estudados. Domínio da linguagem específica das Ciências Naturais. Organização do conhecimento de forma a responder às questões propostas. Aplicação dos conhecimentos a novas situações. Descrição/ explicitação do raciocínio utilizado para resolver um problema. Capacidade de resolução de problemas. Capacidade de comunicação em situações diversificadas. Ampliação de conhecimentos consultando outros livros, Internet, enciclopédias… Autoavaliação dos conhecimentos. Domínio de técnicas, processos e procedimentos das Ciências Naturais. Utilização correta do material das Ciências Naturais. Assiduidade/pontualidade Realização dos trabalhos de casa Realização das atividades da aula Cumprimento de prazos Material necessário Organização Respeito pelos colegas e professores Cumprimento de regras da aula Respeito pela opinião dos outros Participação solicitada Participação espontânea Realização de atividades de forma autónoma Hábitos de trabalho Cooperação com os outros Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho Justificação/fundamentação de opiniões Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber

PONDERAÇÃO

25%

25%

15%

10%

8%

9%

8%

setembro de 2013

Guião orientador - CN 8º ano – CBM

2013/2014

Página 2 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: FÍSICO-QUÍMICA

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. De acordo com o estabelecido no Projeto Curricular de Agrupamento, as Metas Curriculares, http://www.dge.mec.pt previstas para o 8º ano de escolaridade e o programa em vigor, abordaremos os seguintes temas: PERÍODOS

DOMÍNIO Reações químicas

Som

Luz

Luz (cont.)

Guião orientador – Físico-Química 8º ano

SUBDOMÍNIO/CONTEÚDOS TEMÁTICOS Tipos de reações químicas Reações de combustão Reações de ácido-base Reações de precipitação Velocidade das reações químicas As reações químicas como rearranjos de átomos Fatores que afetam a velocidade das reações químicas Explicação e representação de reações químicas Átomos, moléculas e iões Representação de reações químicas Produção e propagação do som / Som e ondas / Atributos do som e sua deteção pelo ser humano Produção e detecção do som Fonte sonora Frequência de um vibração O ouvido humano Espetro sonoro Nível de intensidade sonora Propagação do som Ondas mecânicas Velocidade de propagação do som num meio material Propriedades do som Atributos do som Atributos do som e características das ondas sonoras Reflexão, refração e absorção do som Ondas de luz e sua propagação Produção, propagação e deteção da luz Fenómenos ópticos Reflexão da luz Espelhos Fenómenos óticos Refração da luz Lentes Luz e cor 2013/2014

Nº DE TEMPOS LETIVOS Restantes Turmas A e B turmas

26

39

24

36

14

21

Página 1 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

Mudança global A atmosfera e o estado do tempo Temperatura, humidade e pressão atmosférica A poluição atmosférica Alterações climáticas

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

DOMÍNIO

INDICADORES CONHECIMENTO

Domínio do Saber e Saber fazer APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES

COMPREENSÃO

CAPACIDADE DE QUESTIONAR / PROBLEMATIZAR / PRODUZIR

DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE

Domínio do Ser

RESPEITO/ CUMPRIMENTO DE REGRAS

ATITUDES E VALORES AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E INICIATIVA

PARAMETROS Domínio dos pré-requisitos para prosseguir ou aprofundar conhecimentos. Aquisição dos conhecimentos dos conteúdos estudados. Domínio da linguagem específica da Física e da Química. Organização do conhecimento de forma a responder às questões propostas. Aplicação dos conhecimentos a novas situações. Descrição/ explicitação do raciocínio utilizado para resolver um problema. Capacidade de resolução de problemas. Capacidade de comunicação em situações diversificadas. Ampliação de conhecimentos consultando outros livros, Internet, enciclopédias… Autoavaliação dos conhecimentos. Domínio de técnicas, processos e procedimentos da Física e da Química. Utilização correta do material da Física e da Química. Assiduidade/pontualidade Realização dos trabalhos de casa Realização das atividades da aula Cumprimento de prazos Material necessário Organização Respeito pelos colegas e professores Cumprimento de regras da aula Respeito pela opinião dos outros Participação solicitada Participação espontânea Realização de atividades de forma autónoma Hábitos de trabalho Cooperação com os outros Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho Justificação/fundamentação de opiniões Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber

PONDERAÇÃO

25%

20%

15%

15%

8%

9%

8%

setembro de 2013

Guião orientador – Físico-Química 8º ano

2013/2014

Página 2 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: EDUCAÇÃO VISUAL

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. De acordo com o estabelecido no Projeto Curricular de Agrupamento, as Metas Curriculares, http://www.dge.mec.pt previstas para o 8º ano de escolaridade e o programa em vigor, abordaremos os seguintes temas:

PERÍODOS

DOMÍNIO

SUBDOMÍNIO/CONTEÚDOS TEMÁTICOS Geometria e desenho rigoroso (revisão de traçados geométricos)

Nº DE TEMPOS LETIVOS 10

Luz-Cor 16 - A Teoria da Luz-Cor. - A luz-cor na perceção do meio envolvente. - A síntese aditiva e a síntese subtrativa. - Propriedades e qualidades da cor. Expressão e decomposição da forma - Elementos de expressão e de composição da forma. - Elementos de organização e de suporte da forma. 2º REPRESENTAÇÃO 13 - Decomposição de um objeto e identificação dos seus constituintes formais. - A representação de formas bi e tridimensionais. Composição visual - Os signos visuais e o poder das imagens. 2º DIRCURSO 13 - Exploração dos elementos da comunicação visual. - As diversas áreas do design de comunicação. Arquitetura - A evolução histórica e as diversas áreas da Arquitetura. 3º PROJETO 16 - A metodologia de trabalho da Arquitetura e a aplicação dos seus princípios básicos na resolução de problemas. Nota: Dado que as Unidades de Trabalho se desenvolvem segundo o método de resolução de problemas, a previsão dos tempos letivos estará sujeita aos temas/projetos a desenvolver. 1º

TÉCNICA

Guião orientador - Educação Visual 8º ano

2013/2014

Página 1 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

DOMÍNIO

INDICADORES

CONHECIMENTO

Domínio do Saber e Saber fazer APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES

COMPREENSÃO

CAPACIDADE DE QUESTIONAR / PROBLEMATIZAR / PRODUZIR

DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE

Domínio do Ser

RESPEITO/ CUMPRIMENTO DE REGRAS

ATITUDES E VALORES AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E INICIATIVA

PARAMETROS Domínio dos conhecimentos para prosseguir ou aprofundar conhecimentos. Aquisição dos conhecimentos dos conteúdos estudados. Domínio da linguagem específica da expressão e comunicação visual. Organização do conhecimento de forma a responder às questões propostas. Aplicação dos conhecimentos a novas situações. Descrição/ explicitação do raciocínio utilizado para resolver um problema. Capacidade de resolução de problemas. Capacidade de comunicação em situações diversificadas. Ampliação de conhecimentos consultando outros livros, Internet, enciclopédias… Autoavaliação dos conhecimentos. Domínio de técnicas, processos e procedimentos de representação visual. Utilização correta do material de representação visual. Assiduidade/pontualidade Realização dos trabalhos de casa Realização das atividades da aula Cumprimento de prazos Material necessário Organização Respeito pelos colegas e professores Cumprimento de regras da aula Respeito pela opinião dos outros Participação solicitada Participação espontânea Realização de atividades de forma autónoma Hábitos de trabalho Cooperação com os outros Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho Justificação/fundamentação de opiniões Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber

PONDERAÇÃO

11%

11%

27%

26%

8%

9%

8%

setembro de 2013

Guião orientador - Educação Visual 8º ano

2013/2014

Página 2 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: Tecnologias da Informação e Comunicação

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. De acordo com o estabelecido no Projeto Curricular de Agrupamento, as Metas Curriculares, http://www.dge.mec.pt previstas para o 8º ano de escolaridade e o programa em vigor, abordaremos os seguintes temas: Nº DE PERÍODOS DOMÍNIO SUBDOMÍNIO/CONTEÚDOS TEMÁTICOS TEMPOS LETIVOS 1. Conhecimento e utilização adequada e segura de diferentes tipos de ferramentas de comunicação, de acordo com as situações de comunicação e as regras de conduta e de funcionamento de cada ambiente digital.  Identificar diferentes ferramentas de comunicação:  Correio eletrónico;  Chats / IRC;  Fóruns / Listas de discussão.  Conhecer e utilizar o correio eletrónico:  Riscos do correio eletrónico - perigos e cuidados a ter;  Criar, aceder, gerir e encerrar em segurança a conta de correio eletrónico; Comunicação  Utilizar corretamente os campos "Para", "Cc" e "Cco"; Ao longo e do ano  Enviar mensagens de correio eletrónico com anexos; 8 Colaboração letivo  Abrir e guardar em segurança ficheiros anexos a mensagens recebidas; CC8  Criar e organizar a lista de contatos.  Utilizar fóruns na Internet de forma segura e adequada:  Riscos do fórum - perigos e cuidados a ter;  Registar-se num fórum;  Identificar as regras de participação num fórum;  Interagir e participar num fórum de forma adequada.

Ao longo do ano letivo

Informação I8

Guião orientador - TIC 8º ano

2. Comunicação e colaboração em rede.  Participar em ambientes colaborativos na rede:  Colaborar em equipa, onde se produzem trabalhos originais subordinados a um tema específico. 1. Pesquisa de informação.  Pesquisar informação na Internet, de acordo com uma temática préestabelecida:  Pesquisar a informação de forma sistemática;  Aplicar funções avançadas de um motor de pesquisa;  Explorar autonomamente, em diversas fontes e diferentes formatos (texto, imagem, som e vídeo). 2. Análise da informação.  Analisar a informação disponível, recolhida no âmbito de um trabalho específico, de forma crítica autónoma.  Respeitar os direitos de autor. 3. Gestão da informação.  Gerir, de forma eficiente, dados guardados na Internet;  Garantir a segurança dos dados. 4. Sítios na Internet (Prezi, Google Drive entre outros)

2013/2014

8

Página 1 de 3


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

1º e 2º 1ºS ou 2º e 3º 2ºS

(i) Dados e estatísticas

2º - 1º S ou 3º - 2º S

Produção P8

Guião orientador - TIC 8º ano

 Planificar e estruturar um sítio na Internet, definindo objetivos, conteúdo, público-alvo e aspeto gráfico;  Criar um sítio na Internet subordinado a um tema específico:  Criar e/ou adaptar conteúdos de acordo com o tema definido;  Integrar e formatar os conteúdos criados / adaptados;  Utilizar corretamente a informação proveniente de outras fontes;  Respeitar os direitos de autor;  Publicar e gerir o sítio produzido na Internet. 1. Produção e edição de folhas de cálculo  Tipos de dados na folha de cálculo;  Introduzir e manipular dados numa folha e cálculo;  Editar e formatar as células e os dados de uma tabela;  Utilizar fórmulas e funções;  Criar gráficos. 1. Exploração de ambientes computacionais (Scratch)  Criar um produto original com recurso a ferramentas e ambientes computacionais apropriados que desenvolvam um modo de pensamento computacional:  Caraterísticas gerais do Scratch;  Elaborar um projeto no Scratch:  Identificar um problema a resolver ou conceber um projeto;  Analisar o problema e decompô-lo em partes;  Explorar componentes estruturais de programação disponíveis no ambiente de programação;  Implementar uma sequência lógica de resolução do problema;  Efetuar a integração de conteúdos (texto, imagem, som e/ou vídeo);  Partilhar o produto na Internet.

2013/2014

9

8

Página 2 de 3


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOMÍNIO

PARAMETROS

CONHECIMENTO Domínio do Saber e Saber fazer COMPREENSÃO APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES E METAS A ATINGIR

CAPACIDADE DE QUESTIONAR / PROBLEMATIZAR / PRODUZIR DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE

Domínio do Ser

ATITUDES E VALORES

RESPEITO/ CUMPRIMENTO DE REGRAS

AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E ESPÍRITO CRÍTICO

INDICADORES Domínio dos conhecimentos de capítulos anteriores para prosseguir ou aprofundar conhecimentos. Aquisição dos conhecimentos dos conteúdos estudados. Domínio da linguagem específica das TIC em geral e da Informática em particular. Organização do conhecimento de forma a responder às questões propostas. Aplicação dos conhecimentos a novas situações. Descrição/ explicitação do raciocínio utilizado para resolver um problema. Ampliação de conhecimentos consultando livros ou Internet. Autoavaliação dos conhecimentos. Domínio de técnicas, e programas informáticos. Utilização correta do computador e seus recursos. Assiduidade/pontualidade Realização das atividades da aula e trabalhos de pesquisa Cumprimento de prazos Material necessário Organização Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho

PONDERAÇÃO

20%

20%

15%

20%

8%

Respeito pelos outros Cumprimento de regras da aula

9%

Participação solicitada Participação espontânea Realização de atividades de forma autónoma Hábitos de trabalho Cooperação com os outros Justificação/fundamentação de opiniões Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber

8%

setembro de 2013

Guião orientador - TIC 8º ano

2013/2014

Página 3 de 3


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: OFICINA DE ARTES

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. De acordo com o estabelecido no Projeto Curricular de Agrupamento, as Metas Curriculares, http://www.dge.mec.pt previstas para o 8º ano de escolaridade e o programa em vigor, abordaremos os seguintes temas: Nº DE SEMESTRES DOMÍNIO SUBDOMÍNIO/CONTEÚDOS TEMÁTICOS TEMPOS LETIVOS PINTURA Exercício de avaliação diagnóstica teórico-prática: - Construção da capa para a disciplina- Composição visual para identificação da capa. Características dos materiais, instrumentos e suportes. -Tipos de pincéis (redondos e espalmados); papel aguarela; tela; aguarelas em tubo, pastilha e lápis. - Características da aguarela; - Pastel de óleo em barra (secção quadrada e retangular) e suas principais propriedades.

Projeto Temático - com a integração das técnicas de pintura a pastel de óleo.

2 4

2 8

-Análise e interpretação da obra selecionada. - Recriação de uma obra de Arte. ESCULTURA - A ESCULTURA - Escultura e processos geradores de volume. - Funções do objeto escultórico (breve evolução histórica). - Relação forma /material. - Escultura figurativa e abstrata. 2º

- Criar volumes com superfícies.

2

4 2

- Projeto Temático - Criação de uma escultura inspirada na obra de um artista plástico português, integrando materiais recuperados/reutilizáveis. 9 - Projeto/esboço da escultura. Processos criativos de simplificação Nota: Dado que as Unidades de Trabalho se desenvolvem segundo o método de resolução de problemas, a previsão dos tempos letivos estará sujeita aos temas/projetos a desenvolver.

Guião orientador - Oficina de Artes 8º ano

2013/2014

Página 1 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOMÍNIO

INDICADORES

CONHECIMENTO

Domínio do Saber e Saber fazer APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES

COMPREENSÃO

CAPACIDADE DE QUESTIONAR / PROBLEMATIZAR / PRODUZIR

DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE

Domínio do Ser

RESPEITO/ CUMPRIMENTO DE REGRAS

ATITUDES E VALORES AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E INICIATIVA

PARAMETROS Domínio dos conhecimentos para prosseguir ou aprofundar conhecimentos. Aquisição dos conhecimentos dos conteúdos estudados. Domínio da linguagem específica da expressão e comunicação visual. Organização do conhecimento de forma a responder às questões propostas. Aplicação dos conhecimentos a novas situações. Descrição/ explicitação do raciocínio utilizado para resolver um problema. Capacidade de resolução de problemas. Capacidade de comunicação em situações diversificadas. Ampliação de conhecimentos consultando outros livros, Internet, enciclopédias… Autoavaliação dos conhecimentos. Domínio de técnicas, processos e procedimentos de representação visual. Utilização correta do material de representação visual. Assiduidade/pontualidade Realização dos trabalhos de casa Realização das atividades da aula Cumprimento de prazos Material necessário Organização Respeito pelos colegas e professores Cumprimento de regras da aula Respeito pela opinião dos outros Participação solicitada Participação espontânea Realização de atividades de forma autónoma Hábitos de trabalho Cooperação com os outros Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho Justificação/fundamentação de opiniões Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber

PONDERAÇÃO

11%

11%

27%

26%

8%

9%

8%

setembro de 2013

Guião orientador - Oficina de Artes 8º ano

2013/2014

Página 2 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: EDUCAÇÃO FÍSICA

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Regulamento das aulas de Educação Física:  Após o toque de entrada os alunos têm 5 minutos para se equiparem.  É obrigatório o uso de equipamento desportivo nas aulas.  Os objectos de valor devem ser depositados no saco de valores da turma. A escola não se responsabiliza pelos valores deixados no balneário.  Os alunos devem colaborar na arrumação do material desportivo, zelando pelo seu bom estado.  Por questões de segurança, não é permitido o acesso aos balneários no decorrer da aula, salvo em caso de grande necessidade.  No final da aula, os alunos dispõem de 10 minutos para o seu duche de higiene pessoal.  Os alunos só serão dispensados pontualmente da prática de Educação Física com justificação do encarregado de educação na caderneta.  Os alunos dispensados da aula prática de Educação Física devem estar sempre presentes e colaborarem com o professor nas tarefas solicitadas.  É obrigatória a apresentação de um atestado médico no caso de o tempo de inatividade do alunos exceder uma semana. De acordo com o estabelecido no Projeto Curricular de Agrupamento, as Metas Curriculares, http://www.dge.mec.pt previstas para o 8º ano de escolaridade e o programa em vigor, abordaremos os seguintes temas: PERÍODOS

DOMÍNIO

Subdomínios

Nº DE TEMPOS LETIVOS 6-7

Bateria de Testes do Fitnessgram – Composição Corporal (índice de Massa Corporal (IMC)); Aptidão Muscular (Força abdominal e resistência, força superior e flexibilidade); Aptidão Aeróbica (corrida da milha) e Velocidade (50 jardas) 10 – 12/ 6 - 8 JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS – Futebol e Voleibol 8 - 10 ATLETISMO – Técnica de corrida / Corrida de resistência e salto em 8 – 10 1º comprimento OUTRAS MODALIDADES / Desportos de raquetes Badminton Ao longo do Conhece o nome dos testes do Fitnessgram e relaciona-os com as período capacidades físicas Aptidão Física Interpreta os indicadores que caracterizam a Aptidão Física Atividade nomeadamente baixos valores de frequência cardíaca e rápida Física recuperação após o esforço Conhecimento Aptidão Muscular (Força membros superiores e flexibilidade) 2-4 * JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS – Andebol 12 - 14 ATLETISMO – Corrida de velocidade/ corrida de barreiras 12 - 14 2º GINÁSTICA – Ginástica de aparelhos 6–8 Identifica as capacidades físicas: resistência, força, velocidade, flexibilidade de acordo com o esforço realizado Ao longo do Identifica os fatores associados a um estilo de vida saudável período Aptidão Muscular (Força abdominal) e velocidade (50 jardas) 2 GINÁSTICA – Ginástica de solo e acrobática 12 - 14 3º ATLETISMO – Salto em altura 6–8 OUTRAS MODALIDADES 3–4 *Conhecimento: Este domínio está, igualmente, subjacente à abordagem dos diferentes conteúdos temáticos ao longo do ano letivo (Conhecimento das regras de jogo, regulamento técnico das provas, determinantes técnicas de execução, fundamentos táticos e identificação dos materiais usados).

Guião orientador - Educação Física 8º ano

2013/2014

Página 1 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

DOMÍNIO

INDICADORES

CONHECIMENTO Domínio do Saber e Saber fazer APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES E METAS A ATINGIR

COMPREENSÃO

DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE Domínio do Ser ATITUDES E VALORES

RESPEITO/ CUMPRI-MENTO DE REGRAS AUTONOMIA, COOPERAÇÃO E INICIATIVA

PARAMETROS Aquisição dos conhecimentos dos regulamentos dos diversos subdomínios abordados. Domínio da linguagem específica dos diferentes subdomínios. Identificação das capacidades físicas de acordo com as características do esforço e relacionação da aptidão física com a saúde e identificação os fatores associados a um estilo de vida saudável. Organização do conhecimento de forma a responder às questões propostas. Aplicação dos conhecimentos nas situações práticas (regras, regulamentos e determinantes técnicas e/ou táticas) Domínio das habilidades nos diferentes tipos de atividades (subdomínios), procurando realizar as ações adequadas com correção e oportunidade Elevação do nível funcional das capacidades condicionais e coordenativas gerais básicas Assiduidade/pontualidade Realização das atividades da aula Cumprimento de prazos Material necessário Organização Hábitos de Higiene Respeito pelos colegas e professores Cumprimento de regras da aula Respeito pela opinião dos outros Realização de atividades de forma autónoma Cooperação com os outros Concentração/Interesse/ empenho Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber

PONDERAÇÃO

10%

10%

50% 5%

8%

9%

8%

Observação: Estes critérios aplicam-se aos alunos que realizam a componente prática da disciplina. setembro de 2013

Guião orientador - Educação Física 8º ano

2013/2014

Página 2 de 2


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

ÁREA CURRICULAR: EDUCAÇÃO MORAL RELIGIOSA E CATÓLICA

8º Ano

GUIÃO ORIENTADOR DO TRABALHO A DESENVOLVER AO LONGO DO ANO LETIVO Ao longo deste ano letivo o aluno deve: - Ser responsável, concentrado e participativo; - Utilizar corretamente a Língua Portuguesa em contexto de aula e na realização dos trabalhos de casa/ pesquisa/ outros; - Respeitar os elementos da comunidade escolar em contexto de aula e fora dela; - Cumprir as regras estabelecidas; - Esclarecer sempre as suas dúvidas; - Ser autónomo e cooperante; - Revelar espírito crítico e espírito de iniciativa. De acordo com o estabelecido no Projeto Curricular de Agrupamento, as Metas Curriculares, http://www.dge.mec.pt previstas para o 7º ano de escolaridade e o programa em vigor, abordaremos os seguintes temas:

PERÍODOS

DOMÍNIO

SUBDOMÍNIO/CONTEÚDOS TEMÁTICOS

Nº DE TEMPOS LETIVOS

O Amor Humano

 Amor e fecundidade humana. RELIGIÃO E  Noção de planeamento familiar; EXPERIÊNCIA  Os métodos anticoncecionais: sua eficácia, vantagens e desvantagens; as suas limitações éticas. RELIGIOSA  A Paternidade e a Maternidade responsáveis.  A fundamentação da posição da Igreja católica sobre o controlo da natalidade, uma perspetiva ética que defende o bem da pessoa. CULTURA  A fecundidade como bênção de Deus e os filhos como dádivas de Deus. CRISTÃ E  Jesus veio fundar uma família universal, baseada na aceitação da vontade de VISÃO DA Deus que se expressa no amor: Mc 3,31-35. VIDA  Ser responsável, equacionando o significado e as consequências dos próprios atos e opções. ÉTICA E  O respeito pelo corpo e sentimentos próprios e dos outros. MORAL  Critérios para a vida sexual: fidelidade, doação total e definitiva.  Podemos sempre adotar uma posição mais responsável, mesmo quando anteriormente agimos sem uma boa reflexão. O ecumenismo  Cristianismo: identidade e missão na história.  Cristianismo: religião universal que viveu durante o I milénio quase sem separações interna.  O cisma entre Ocidente e Oriente; RELIGIÃO E EXPERIÊNCIA  Identidade da Igreja Latina (Romana) e da Igreja Ortodoxa (Bizantina). RELIGIOSA  O cisma do Ocidente.  A Reforma Protestante.  O Anglicanismo.  A identidade das Igrejas da reforma;  A multiplicidade das denominações protestantes;  A Questão bíblica: cânone protestante e cânone católico. CULTURA CRISTÃ E  A unidade da Igreja. VISÃO DA  Meios para a construção da unidade. VIDA  O movimento ecuménico: o desejo da unidade perdida; ÉTICA E  O testemunho do Irmão Roger e a experiencia de Taize; MORAL  A experiencia dos Focolares e da Comunidade de Sant’Egídio.

Guião orientador - EMRC 8º ano

2013/2014

13

5

Página 1 de 3


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

 Luta comum contra o Nazismo e o Estalinismo (e outras ditaduras) na defesa do pacifismo cristão e de empenho na unidade dos cristãos.  O Concilio Vaticano II e a relação da Igreja Católica com as outras confissões cristãs: Promoção da unidade entre os cristãos: unidade na fé, nos sacramentos e na organização da Igreja ― renunciando a uniformismos;  Construção de pontes para a unidade: o contributo pessoal de cada um. A Liberdade  Os conceitos de liberdade e livre arbítrio;  A liberdade orientada para o bem;  Definição de bem e “bem maior”;  Condicionamentos a liberdade e resposta do ser humano.  A consciência moral;  Heteronomia e Autonomia morais; RELIGIÃO E  A opção pelo bem; EXPERIÊNCIA  Os fins não justificam os meios.” RELIGIOSA  Liberdade e manipulação.  Quando a liberdade se autodestrói – a questão da libertinagem;  As Dependências que escravizam a pessoa e destroem a vivência e a saúde.  O uso constante do computador, da TV e dos Vídeo Games;  Fatores motivacionais para a adesão aos comportamentos de risco:  O grave problema social do tráfico de droga para enriquecimento e poder pessoal: «os fins justificam os meios»; a pessoa e explorada;  O agir segundo a própria consciência e valores fundamentados;  A opção religiosa da pessoa implica a vida segundo princípios e valores.  O Deus dos cristãos e um Deus libertador: CULTURA CRISTÃ E  Um Deus que respeita a liberdade humana: a parábola do Filho Pródigo e do Pai VISÃO DA Misericordioso, em Lc 15,11ss; VIDA  Um Deus bom que me chama a optar pelo bem e pela verdadeira liberdade.  A dependência e liberdade na relação com os bens materiais: Mt 6,25-32;  Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém (São Paulo); ÉTICA E  A dignidade humana exige que o ser humano atue segundo a sua consciência e MORAL livre escolha (GS 17);  Ser livre e libertar os outros: a referência de S. Maximiliano Kolbe. Ecologia e Valores

 O mundo e a nossa casa;  A Ecologia como reflexão acerca da casa de todos os seres humanos: dadiva de Deus para todas as pessoas;  Tudo na natureza está interligado: a relação dos seres vivos entre si e a relação do ser humano com os outros seres vivos;  O ser humano e o cume de toda a natureza: e a obra-prima de Deus a quem foi confiado o cuidado de todas as outras realidades (Sl 8, 4-7);  A natureza existe em função da felicidade do ser humano mas tem também autonomia especifica em relação ao ser humano que deriva de ter sido criada RELIGIÃO E por Deus e por ele amada. EXPERIÊNCIA  A destruição do ambiente vital onde todos habitamos. RELIGIOSA  Razoes que conduzem ao comportamento destrutivo.  O “Criado” nas várias tradições religiosas;  A experiencia da gratidão em relação ao Deus que na criação se dá e tudo nos oferece;  O reconhecimento da natureza como lugar permeado pela presença de Deus;  Natureza como local onde se pode fazer a experiencia do encontro com Deus  (a imensidão do universo, a beleza dos elementos naturais);  A responsabilidade do ser humano em relacao a toda a natureza: usar a natureza com equilíbrio e sem arbitrariedade e egoísmo.  A responsabilidade em relação as gerações vindouras.  Instituições de defesa da natureza: objetivos e atuações.

Guião orientador - EMRC 8º ano

2013/2014

7

7

Página 2 de 3


DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa – Santa Maria da Feira Largo Fernando Pessoa 4520-180 Santa Maria da Feira

CULTURA CRISTÃ E VISÃO DA VIDA ÉTICA E MORAL

 Dn 3,57-82: «Todas as criaturas, bendizei o Senhor!»  O exemplo de S. Francisco de Assis e a irmã Natureza;  Como viver com empenho pessoal o criar das condições de habitabilidade no mundo.

Conteúdos Atitudinais * Definidos a nível da Escola: Responsabilidade; Respeito; Autonomia; Cooperação; Iniciativa; Espírito crítico; Civismo e Tolerância

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

DOMÍNIO

INDICADORES

CONHECIMENTO Domínio do Saber e Saber fazer APROPRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS, DESENVOLVIMENTO DE CAPACIDADES

COMPREENSÃO CAPACIDADE DE QUESTIONAR, PROBLEMATIZAR, PRODUZIR DOMÍNIO DE TÉCNICAS

RESPONSABILIDADE

Domínio do Ser ATITUDES E VALORES

RESPEITO E CUMPRIMENTO DE REGRAS

PARAMETROS Conhecimento da cultura portuguesa Aquisição de novos conhecimentos do agir ético Conhecimento da mensagem bíblica Descobrimento da simbólica cristã Entendimento do fenómeno religioso com a experiência religiosa cristã Relacionamento de novos conhecimentos com as suas ideias Busca de sentido para a vida Capacidade crítica sobre os assuntos apresentados Produção escrita / produção oral Domínio de técnicas de construção de vários tipos de texto e expressão plástica Produção de textos sobre a matéria lecionada Assiduidade/pontualidade Realização das atividades da aula e trabalhos de pesquisa Cumprimento de prazos Material necessário Organização Persistência/perseverança Concentração/Interesse/ empenho Respeito pelos outros Cumprimento de regras da aula

Participação solicitada Participação espontânea AUTONOMIA, Realização de atividades de forma autónoma COOPERAÇÃO E Hábitos de trabalho INICIATIVA Cooperação com os outros Justificação/fundamentação de opiniões Espírito de iniciativa e curiosidade pelo saber MANUAL ADOTADO - Caminhos de Encontro, ISBN 978-972-8690-26-7

PONDERAÇÃO

20 %

20 %

20 %

15 %

8%

9%

8%

setembro de 2013

Guião orientador - EMRC 8º ano

2013/2014

Página 3 de 3


8ºano