Issuu on Google+

CURIOSIDADES... Os cientistas recolheram amostras de sangue das pacientes para analisar os níveis

GRUPO SANGUÍNEO AFECTA FERTILIDADE DA MULHER

de FSH e as análises mostraram que as mulhe-

A capacidade de

res pertencentes ao grupo sanguíneo “0” tinham níveis mais elevados de FSH. Por outro

uma mulher engravidar pode variar segundo o seu tipo de sangue, de acordo com os resultados de um estudo norte-americano, apresentado no congresso da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva, que se decorre em Denver, EUA. Investigadores do Albert Einstein College of Medicine e da Yale University avaliaram 560 mulheres, com uma média etária de 35 anos, submetidas a tratamentos de fertilidade. Da análise, os cientistas concluíram que as pertencentes ao grupo “O” tinham mais dificuldade em engravidar devido a uma menor

Associação de Estudan tes da Escola Superior de Saúde da Guarda Ano VI

III Edição

Novembro, 2010

Distribuição Gratuita

(250 exemplares)

lado, as que pertenciam ao grupo sanguíneo A apresentaram níveis mais baixos. Em declarações à BBC, o líder da investigação, Edward Nejat, reforça o facto de a idade de uma mulher continuar a ser o factor mais importante na determinação de suas hipóteses de conceber. "O marcador de FSH dá-nos uma ideia da qualidade e da quantidade de óvulos", assegura o especialista, que reconhece não estar claro se esse marcador tem ou não impacto sobre a população geral, dado que todas as mulheres do estudo estavam a ser submetidas a tratamento de fertilidade.

qualidade e menor contagem de óvulos.

ALERT Life Sciences Computing, S.A. (28 DE OUTUBRO DE 2010)

Os investigadores identificaram a razão desta relação, mas sugerem que o grupo sanguíneo é apenas um marcador de fertilidade e que são necessários mais estudos

para

confirmar

associação.

a

Patrocínios:

A mulher

NESTA EDIÇÃO:

tem um número fixo de óv ul os ,

den omi n a do

VII GALA DE SAÚDE

"reserva ovárica", que é libertado gradualmente durante a sua vida Impressão a cargo do Instituto Politécnico da Guarda

reprodutiva. Acredita-se que altos níveis de uma hormona chamada folículo-estimulante ou FSH são um indicador de que esta reserva está a diminuir mais rapidamente, o que pode reduzir as hipóteses de gravidez, quando a mulher avança na idade. 16

Visita o site da tua AEESSG para mais

FIM DE SEMANA RADICAL

BALANÇO DO MANDATO 1 2009/2010 2

actualizações!! 

www.aeessg.no.comunidades.net

PRAXE REFILTA...

1 0 EGITAS - O TEU JORNAL, AS TUAS NOTÍCIAS!!!

Não percas a próxima edição...


2

EDITORIAL

NOVO SITE

Caro leitor/a: Esta é a 3ª e última edição do EGITAS, publicada pelo Mandato 2009/2010 da Associação de Estudantes da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico da Guarda. É com enorme satisfação que damos por concluído este projecto, conseguido com

TORNA-TE SÓCIO DA TUA A.E.

A Tua Associação tem um novo site que podes e deves consultar. Através deste site terás acesso a toda a informação relativa à tua Associação, assim como a todas as novidades ocorridas. Consulta já: www.aeessg.no.comunidades.net

Vem consultar já!

o esforço de todos, em especial daqueles que directa ou indirectamente se dedicaram a ele, para os quais deixo desde já um agradecimento muito especial. Ao longo das várias edições, preocupamo-nos em desenvolver um trabalho baseado na criatividade, rigor, isenção e responsabilidade social e académica, bem como o cuidado de dar o nosso melhor, abordando temas pertinentes a toda a comunidade académica e mais especificamente a cada curso. Nesta edição publicamos um resumo dos acontecimentos mais importantes levados a cabo pela Associação de Estudantes, assim como o balanço final deste mandato.

Classificados Chegou a tua vez!!! Queres publica um anuncio de compra, venda, doação ou aluguer?? Agora o teu Egitas pode publicar a tua comunicação, basta escreveres um texto até 50 palavras para egitas@hotmail.com. Estamos ao dispor de todos os estudantes. Esperamos por ti!!

Aos caloiros que agora fazem parte desta instituição, deixo uma mensagem de boas vindas com votos de esperança e confiança no futuro. Aos novos corpos sociais da Associação de Estudantes, desejo um mandato repleto de muito sucesso…

OS “CULPADOS” Directora/ Editora: Filipa Santos Redacção: Fábio Rodrigues, Nicolas Monteiro, Comissão de Praxe de Outubro 2010, Maria João Oliveira. Fotografia: Nicolas Monteiro , Filipa Santos, Comissão

Saudações Académicas A directora

de Praxe de Outubro 2010. Montagem e Paginação: Anabela Campos, Filipa Santos, Rita Faustino e Tiago Matos.

Filipa Santos

2

15


3

REFLITA... Os profissionais de saúde são, diariamente, peões numa batalha constante entre a Vida e a Morte. E nós enfermeiros, somos mais susceptíveis a ela, pois como tanto gostamos de enaltecer, somos quem acompanha o doente 24 sobre 24 horas. Será que não éramos para estar mais familiarizados com ela. E não me refiro á batalha, mas sim á MORTE. Sim esse grande tabu com o qual todos dizemos saber lidar, mas que na realidade, simplesmente o tornamos banal e mero instrumento de trabalho, esquecendo a sua verdadeira essência. De seguida podem ler uma carta redigida por alguém que viu o prisma pela outra face e nos tentou transmitir o que se sente olhando pelo lado de lá. Sou aluna de enfermagem. Estou a morrer. Escrevo para vocês, que são ou serão enfermeiras, na esperança de que o acto de compartilhar os meus sentimentos, faça com que algum dia sejam capazes de ajudar aqueles que partilham da minha experiência. Neste momento, não estou internada. Estou fora talvez por um mês, por seis meses, talvez por um ano. Mas ninguém gosta de falar destas coisas. Na verdade, ninguém gosta de falar muito sobre coisa alguma. A enfermagem deve estar a evoluir, mas eu gostaria que se apressasse. Ensinam-nos, actualmente, a não exagerar na alegria, a omitir a rotina do "está tudo bem", e temos cumprido bem a nossa tarefa. Mas acabamos por ficar num vazio silencioso e solitário. Uma vez retirada a rotina do "está tudo bem", à equipa só resta a sua própria vulnerabilidade e seu próprio medo. O paciente que está a morrer ainda não é visto como pessoa e, assim sendo, não se pode comuni car com ele como tal. Ele é o símbolo do que cada ser humano teme e do que cada um de nós sabe, pelo menos academicamente, que terá que enfrentar algum dia. O que é que diziam na enfermagem psiquiátrica? Acerca do confronto da patologia com a patologia em detrimento tanto do paciente como do enfermeiro? E também se falava muito sobre o facto de que antes de poder ajudar alguém em relação aos seus sentimentos, era necessário conhecer os próprios. Quão verdadeiro é esse ensinamento. 14

Mas, no meu caso, o medo é hoje e morrer é agora. Vocês entram e saem rápido do meu quarto, dão-me os remédios e avaliam a m i n h a t e n s ã o a r t e r i a l . Será que é por eu mesma ser estudante de enfermagem, ou, simplesmente, porque sou um ser humano que percebo o vosso medo? Mas os vossos medos aumentam os meus. Por que é que vocês estão com medo? Sou eu que estou a morrer! Eu sei que vocês se sentem inseguros, não sabem o que dizer, não sabem o que fazer. Mas, por favor, acreditem em mim, se têm afecto, não há erro possível. Apenas assumam o afecto. É isso que procuramos. Pode ser que perguntemos sobre os porquês e os quandos, mas na realidade não esperamos respostas. Não fujam - esperem - só quero saber se haverá alguém a segurar a minha mão quando eu precisar. Tenho medo. Talvez a morte se transforme em rotina para vocês, mas para mim Ela é nova. Talvez para vocês Ela não seja especial, mas eu nunca morri antes. Para mim uma vez é muito especial! Vocês sussurram sobre a minha juventude, mas quando alguém está a morrer será que ainda é assim tão jovem? Tenho muitas coisas sobre as quais gostaria de conversar. Mas isso não tomaria muito mais do vosso tempo, porque, afinal, vocês já passam a mai or p a rt e d el e aq ui d en t r o . Se pelo menos pudéssemos ser francos, de ambos os lados assumir nossos medos, tocarnos uns aos outros. Se realmente se preocupam, será que perderiam tanto do vosso profissionalismo se chorassem comigo? Apenas de pessoa para pessoa? Se assim fosse, não seria tão difícil morrer num hospital - tendo amigos ao meu lado." Sim caros colegas, como podem constatar esta carta possui mais de quarenta anos e ainda se mantém tão actual. Pois é, dá muito que pensar!!! E agora me pergunto eu… NÃO SERÁ TEMPO DE MUDAR!!!

Fábio Rodrigues

VII GALA DE SAÚDE A

AEESSG,

no

Nem todos ficaram satisfeitos ao serem

passado dia 15

destacados, mas a AEESSG não se responsabi-

de

de

liza pela votação dos estudantes. O espírito

assinalou,

desta gala é homenagear toda a comunida-

como já é habi-

de escolar e assinalar o terminus do ano lecti-

tual, o final de

vo de uma forma humorística e especial.

Julho

2010

mais um ano lectivo, com a realização da séti-

Esta VII Gala de Saúde foi mais um

ma edição da Gala de Saúde. Este é um

grande momento que a AEESSG proporcionou

evento que pretende destacar todas as pes-

à comunidade da Escola Superior de Saúde.

soas e eventos que marcaram o último ano

Em nome de toda a Associação agradeço a

lectivo.

quem participou e reconheceu o nosso trabaPara este mantivemos os moldes que

lho.

introduzimos no ano anterior, no que diz respeito às votações. Assim, os alunos da Escola puderam votar e escolher os quatro nomeados para cada categoria e nos dias 14 e 15 de Julho, cada estudante votou uma única vez e escolheu o seu favorito numa votação fidedigna. Os órgãos sociais da AEESSG deram

Recordamos aqui, para os mais distraí-

uso à sua criatividade e produziram pequenos

dos, os vencedores em cada categoria:

filmes criticando a situação actual da carreira

Chato do Ano: José Mata (IV CLE - 1º ciclo)

de Enfermagem e foi ainda retratado o modo

Bêbado do Ano: Natanael Pereira (XVI CLE)

como se encontra a academia da escola nes-

Bêbada do Ano: Mª João Oliveira (XVIII CLE)

te momento, o desrespeito às tradições e à

Académico

praxe.

CLE) Para além disto foram ainda exibidos

do

Ano: Nicolas

Monteiro (XVI

Marrão do Ano: Nelson Figueiredo (XVI CLE)

alguns vídeos como fotos, relembrando os

Desconhecido do Ano: Rita Gonçalves (IV CLE

melhores momentos do ano assim como um

- 1º ciclo)

pequeno

Desportista do Ano: Elton Ingrês (IV CLE - 1º

resumo

do

excelente

trabalho

desenvolvido pela AEESSG neste mandato.

ciclo)

Ao longo da Gala iam sendo anunciados os

Cábula do Ano: Filipa Martins (XVI CLE)

vencedores de cada categoria e iam sendo

Caloiro do Ano: Fábio Duarte (IV CLE - 1º ciclo)

entregues os respectivos prémios.

Tia do Ano: Joana Bico (XVI CLE) Miss do Ano: Marina Santos (XVI CLE)

I Curso de Enfermagem - 1º Ciclo 3


4

Mister do Ano: Fábio Duarte (IV CLE - 1º ciclo) Graxista do Ano: Susana Rodrigues (XVI CLE)

Nessa noite de terça-feira, não podia

Fim de semana radical

faltar o já famoso Rally Tascas, depois de mais

Veterano do Ano: Rui Santos (XVI CLE)

um grito académico. Durante a noite foram

Professor do Ano: Prof. Paulo Tavares

muitos os momentos de diversão, em busca

Nos dias 9, 10, e 11

Evento AEESSG do Ano: XI Olimpíadas de Des-

de Julho, decorreu

da vitória, e apesar de alguma polémica ape-

porto em Enfermagem

no Parque da Srª

nas uma equipa teve o privilégio de se sagrar

Pior do Ano: Tentativa de boicote à Noite de

dos

campeã do rally tascas de Outubro de 2010,

Tunas - Vanessa Peixoto (XVI CLE)

Gouveia o Fim de

Festa

Semana Radical. A

do

Ano:

Desfile

Caloiros

de

Mar-

ta de pernas abertas para os alunos” by Prof.

em

organização desta

ço (Comissão de Praxe) Calinada do Ano: “Um professor é uma prostitu-

Verdes,

actividade

esteve

a cargo da tua Associação e tinha como objectivo

Os Kunamis. Quarta-feira realizou-se o Hippienique onde os caloiros puderam desfrutar de um verdadeiro manjar em contacto com a natureza.

proporcionar 3 dias de muita diversão e convívio a

Esta actividade foi seguida da missa e escolha

António Batista

todos aqueles que nela quisessem participar. E

de padrinhos. Como sempre a boa disposição

Melhor do Ano: ENEE

assim foi!

Apesar de a adesão por parte da

não faltou bem como a “limpeza” geral dos

Vídeo do Ano: Crazy Taxi Coimbra

nossa comunidade estudantil não ter sido a deseja-

caloiros. O já habitual (“Strip”) Naturismo reali-

Nicolas Monteiro Presidente da Direcção da AEESSG

Se queres escrever Se achas que tens perfil de jornalista/ redactor/poeta (…) escreve um artigo/texto ao teu gosto e pode ser que este venha a ser publicado numa das próximas edições do EGITAS. Por outro lado, se achas que tens jeito para a ilustração/cartoons/caricaturas, mostranos do que és capaz!! Após uma cuidada selecção vamos expor as tuas capacidades numa das nossas páginas. Privilegiamos o talento e a criatividade… Dirige-te á AE ou envia o teu trabalho para: egitas@hotmail.com

da, a opinião daqueles que foram é unânime, foram dias de pura diversão! A aposta principal, foi sem dúvida, a componente desportiva, recheada

de participação por parte da academia,

de inúmeras actividades radicais mas, ainda assim,

situação que é de lamentar, tudo decorreu da

a componente nocturna não ficou esquecida. Do

melhor forma devido à boa gestão e organi-

programa de actividades desportivas fizeram par-

zação dos membros da comissão e veteranos.

te: o mini-golfe, actividades de tiro, circuito de pon-

No final deste evento surgiram dois grandes

tes flutuantes, paintball, voleibol de praia, slide e

vencedores, miss caloira Adolfodias (Lionel

escalada.

Algumas das actividades programa-

das inicialmente, não foram realizadas (rappel e o circuito de BTT), uma vez que exigiam um número to que não conseguimos satisfazer. Foi ainda reali-

sequente falta de tempo foi impossível realizar

zado um churrasco convívio a cargo da associa-

uma inovadora actividade, Regateio de Bugi-

ção. Para além de tudo isto, usufruímos ainda das

gangas, que consistia em “leiloar” os caloiros a

como a piscina, bares e restaurantes. Fazemos um balanço positivo deste Fim de Semana Radical,

preço de “tratamento de beleza”. No entanto os caloiros que tiveram um comportamento

dando como atingidos os nossos objectivos. Diver-

menos próprio durante a praxe, não consegui-

são e convívio foram sem dúvida uma constante.

ram resistir a mais um Espaço Rasta. Ao fim

Agradecemos a todos aqueles que traba-

desta tão estimulante correria aos baldes reali-

lharam na organização deste fim de semana mas

zou-se mais um cortejo Académico, onde as

principalmente, a todos os que nela participaram e

avestruzes puderam por fim, fazer o juramento

Maria João Oliveira Vogal da Direcção da AEESSG

Como balanço final pode-se afirmar que a praxe decorreu da melhor forma, embora não possam deixar de se fazer algumas críticas. A falta de aderência à praxe tem-se vindo a notar cada vez mais. Ainda que a praxe tenha mudado devido a inúmeros factores o espírito académico não se pode perder, a tradição tem que se manter. Todos passaram pela praxe, todos foram caloiros e todos já trajaram com orgulho, usem e abusem do traje pois o traje não é para fotografias e para se deixar no armário. Praxe não é só o ritual de iniciação é toda uma prática desta mui nobre academia. Não renunciem à praxe, onde o respeito e hierarquia são veteranos. Praxe é alegria!

(Ana Maria Nogueira – Enfermagem). No dia seguinte devido às aulas e con-

estruturas e serviços de que o parque disponha

gria à mistura.

Dias - Farmácia) e mister caloiro Comu Luís

mínimo de elementos para a sua realização, requisi-

de alguma forma a enriqueceram.

12

zado no Catedral Café, onde apesar da falta

jantar da academia com muita festa e san-

já acompanhadas pelos padrinhos. À noite realizou-se mais um acalorado .

Aos caloiros, todos já passaram pela vossa condição, vocês ainda estão na base da hierarquia. Para toda a vida haverá sempre alguém superior a vós a quem devem respeito. Respeitem os vossos superiores e a vossa academia. Sejam dignos do traje que futuramente irão envergar e demonstrem sempre espírito académico. Sed Praxis, Dura Praxis

Comissão de Praxe de Outubro 2010

5


5

Muitos outros foram os trabalhos desenvolvidos por nós, e como tal, como referi ante-

PRAXE ...

temos inicialmente, em

vido este ano junto da FNAEE foi reconhecido

de trabalho por parte

cada

fazemos

de tal modo que dois elementos da AEESSG

da comissão de praxe

um resumo do trabalho

fazem agora parte integrante da FNAEE, eu

de Outubro de 2010, eis

des env olvi do

pela

(Nicolas Monteiro), presidente da Direcção da

que

fim

FNAEE. Desde a última

AEESSG, sou agora vogal da Direcção da

mais uma semana de

edição do Egitas, realizaram-se duas Assem-

FNAEE e Marina Santos, presidente da MAG

praxe à nossa mui nobre Academia. Tendo

bleias Gerais da FNAEE (AG FNAEE), uma nos

da AEESSG é agora também presidente da

esta como principais objectivos a integração

dias 24 e 25 de Julho de 2010 em Lisboa e nos

MAG da FNAEE. Sendo assim, a tua associa-

dos novos alunos da Escola Superior de Saúde

passados dias 16 e 17 de Outubro de 2010 em

ção tem agora mais voz e maior representati-

do Instituto Politécnico da Guarda e, para os

Braga. A tua Associação esteve presente em

vidade externa na luta pelos teus direitos.

restantes elementos da nossa escola, momen-

ambas, representando os alunos de Enferma-

Na última AG FNAEE, em Braga, foram

tos de diversão e convívio.

gem da Escola Superior Saúde do IPG, como

debatidas inúmeras temáticas e delineadas

já é habitual.

as linhas orientadores sobre onde irá incidir o

Após

extremamente positivo deste mandato. Faço votos para que a chama da AEESSG se mantenha por muito tempo e que a sua força continue, e portanto espero que a cultura associa-

declínio do associativismo sentida em todo o país. A AEESSG foi a minha casa durante estes dois últimos anos, um ano como Tesoureiro e este como Presidente, e como tal, dediquei muitas horas da minha vida a esta Associação, tive oportunidade de trabalhar com imensas pessoas e não podia deixar de agradecer a todas elas o seu apoio, principalmente à equipa que liderei este mandato, que sem eles nada teria sido possível Para terminar, despeço-me com alguma nostalgia, contudo sinto-me muito satisfeito e muito orgulhoso de todo o nosso trabalho desenvolvido, e quero ainda agradecer àqueles que acreditaram e que depositaram o seu voto de confiança em nós sempre. A todos um muito obrigado. Saudações associativas

Nicolas Monteiro Presidente da Direcção da AEESSG

6

órgãos sociais para o novo mandato da FNAEE. O nosso excelente trabalho desenvol-

vos foram atingidos, fazendo um balanço

da nossa escola e que se supere esta fase de

Esta AG terminou com a eleição dos

Como nos comprome-

riormente, posso afirmar que os nossos objecti-

tiva continue a surgir no espírito dos estudantes

FNAEE

Assim

no

dia

árduas

chegou

19

de

semanas

por

Setembro

Egitas

(Domingo) foi realizada A Recepção ao Caloi-

Na AG FNAEE de Lisboa os principais

trabalho da FNAEE neste novo mandato. As

ro que decorreu no bar karaoke Kintal Medro-

pontos da ordem de trabalhos foram a apre-

principais temáticas foram então o Associati-

so.

sentação de candidaturas à realização do

vismo em Enfermagem, o Sistema Educativo,

Mas a verdadeira praxe, “Pax, Amor

próximo Encontro Nacional de Estudantes de

a Acção Social no Ensino Superior, a Carreira

sed Praxis”, teve inicio na segunda-feira dia 20,

Enfermagem (ENEE) e a eleição dos novos cor-

de Enfermagem, assim como a Enfermagem

prometendo mais uma semana cheia de

pos

da FNAEE para o mandato

no Sistema Nacional de Saúde, a sua posição

diversão.

2010/2011. Em relação ao ENEE, apenas existiu

nos Hospitais/Cuidados de Saúde Primários e

Na tarde de segunda-feira a docente

uma Associação a candidatar-se à sua reali-

restantes instituições, entre outras problemáti-

Rosário Martins, desempenhou um brilhante

zação, que foi a Associação de Estudantes da

cas. Como elemento da FNAEE, comprometo-

papel

esta

Escola Superior de Enfermagem de Lisboa

me a um esforço e dedicação numa tentati-

“arrepiante” aula deu-se início ao circuito Flo-

(AEESEL), e que propôs que o ENEE fosse em

va constante de fazermos ouvir os estudantes

wer Power, constituído por inúmeros obstácu-

Monte Gordo (Algarve), apresentando ainda

de Enfermagem de todo o país e de lutarmos

los, onde os caloiros puderam usufruir entre

uma candidatura ambiciosa mas, também

pelos seus direitos.

outros, de um gigante escorrega e Twisterbob.

consciente, que pretende melhorar aquilo que

A próxima AG FNAEE será nos dias 18 e

O inicio da noite foi acompanhado de mais

o ENEE tem de menos bom. Esta candidatura

19 de Dezembro em Coimbra, na qual a

um empolgante Grito Académico, seguindo-

foi votada e aprovada em AG FNAEE. Embora

AEESSG estará presente certamente.

se o popular Arraial Pimba na Associação

tenha sido esta a sua candidatura, mais tarde

Académica da Guarda. No dia seguinte, foi

surgiu um imprevisto relativo ao local, tendo a

Saudações Associativas

realizado o Woodstock onde os

caloiros

AEESEL que mudar o local da realização do

Nicolas Monteiro

demonstraram um grande empenho e alegria

mesmo, passando assim a realizar-se em Arma-

com verdadeiro espírito hippie.

ção de Pêra (também no Algarve).

Presidente da Direcção da AEESSG Vogal da Direcção da FNAEE

na

aula

fantasma.

Após

sociais

11


6

BALANÇO DO MANDATO 2009/2010 No dia 22 de Ou t u b ro

de

2009, eu e a restante

equipa

que lidero fomos elei tos

para

i n g res s a r

os

novos corpos sociais da Associação de Estudantes da Escola Superior de Saúde da Guarda (AEESSG), para o mandato 2009/2010. Quando decidi concorrer à Presidência da Direcção da AEESSG escolhi um grupo de pessoas que fosse capaz de pôr em prática um projecto ambicioso e que primasse pela originalidade, e que acima de tudo fosse capaz de representar os estudantes da Escola Superior de Saúde (ESS) do Instituto Politécnico da Guarda (IPG). Houve apenas uma lista candidata, e infelizmente 62% dos alunos abstiveram-se na votação, contudo, nós comprometemo-nos a representar não só aqueles que depositaram o seu voto de confiança em nós, mas sim todos os estudantes desta Escola. Desde o primeiro dia, o nosso trabalho e empenho foi uma constante. Desse esforço da nossa parte surgiram resultados desde cedo, muitas foram as nossas conquistas e podemos agora dizer que os nossos objectivos foram alcançados. Uma das nossas principais metas era sermos uma Associação mais activa e mais dinâmica, que se aproximasse cada vez mais dos estudantes e de toda a comunidade.

para toda a comunidade estudantil, e da qual

este projecto foram o rastreio da população e a

destacamos a realização do X Fórum Nacional

promoção da saúde, e conseguimos desenvolver

de Estudantes de Enfermagem com o tema

ainda outra iniciativa, uma acção de solidarieda-

Como forma de tornar a sede da

geral “Outros Horizontes na Carreira de Enfer-

de, procedemos a uma recolha de alimentos,

AEESSG a casa de todos os estudantes da ESS,

magem” que apesar de a participação dos

roupa, livros e brinquedos que foram entregues a

dispensámos de vários dias das nossas férias

estudantes ter sido inferior ao que era espera-

uma instituição de caridade da Guarda para dis-

de Natal para a tornar mais acolhedora e tor-

do, foi bastante produtivo e muito enriquece-

tribuir por aqueles que mais precisam.

ná-la num espaço onde todos os estudantes

dor, e a sua organização foi felicitada tanto

Promovemos também a actividade física

podem conviver e permanecer sempre que

pelo IPG como pela Ordem dos Enfermeiros. E

dos nossos estudantes e tentámos fazê-lo numa

desejarem. Tentámos estar sempre informados

destacamos ainda dessa semana, a realização

competição saudável e divertida, tendo organi-

daquilo que se passava com os estudantes e

da Pharmaweek, que teve bastante afluência

zado assim as primeiras Olimpíadas de Desporto

estivemos sempre disponíveis para esclarecer

dos estudantes de Farmácia desta escola, e

inter-turmas, em que todas as turmas puderam

as suas dúvidas e tentar resolver alguns dos

deixo a sugestão para os próximos corpos

competir entre elas em várias modalidades.

seus problemas onde podíamos intervir. Demos

sociais desta Associação realizarem este even-

Neste mandato conseguimos manter as

um uso mais eficaz dos placares da AEESSG

to a nível Nacional. Contudo, faço um apelo à

boas relações com a Associação Académica da

mantendo os estudantes informados regular-

escola e aos alunos, que apoiem ainda mais

Guarda e cada vez mais tentámos trabalhar em

mente sobre as mais variadas temáticas. Tam-

este tipo de iniciativas uma vez que são de

parceria, e prova disso foi na Semana Académi-

bém adoptámos o método de informar os alu-

extrema importância para a formação dos

ca 2010 em que alguns elementos da AEESSG

nos, principalmente nas áreas científicas dos

estudantes.

colaborámos na sua realização.

cursos, através dos seus e-mails de turma. E

As grandes bandeiras desta Associação

O mais importante a referir deste manda-

falando em informação, uma das nossas reali-

são desde alguns anos a Feira da Saúde e as

to é que em nenhum momento descuidámos a

zações foi a criação do novo site da AEESSG

ODE, e como tal não quisemos descurar a sua

representatividade, quer interna com a Direcção

(www.aeessg.no.comunidades.net),

que

realização. Este mandato organizámos a déci-

da ESS e o IPG, quer externa com entidades da

depois de vários anos de promessas, neste

ma primeira edição das ODE, e muitos foram os

Guarda, como a nível nacional junto da Federa-

mandato foi finalmente criado por nós, com o

obstáculos que surgiram, mas com serenidade

ção Nacional de Associações de Estudantes de

objectivo de todos puderem saber toda a

e perspicácia conseguimos encontrar alternati-

Enfermagem (FNAEE).

informação sobre a nossa Associação.

vas, não tendo sido inviabilizada a sua realiza-

Neste mandato conseguimos uma maior

Ao longo deste ano de mandato, mui-

ção, e conseguimos assim projectar o nome da

representatividade na FNAEE e o nosso trabalho

tos eventos foram realizados como o Multichal-

nossa Associação e da Guarda, a nível Nacio-

foi bastante reconhecido sempre. O fruto desse

lenge Castanhadas 09, a Semana da Associa-

nal mais uma vez.

empenho da nossa parte foi a eleição de dois

ção, as XI Olimpíadas de Desporto de Enfer-

Um dos projectos do qual temos mais

elementos da AEESSG para os órgãos sociais da

magem (ODE), a IV Feira da Saúde, a VII Gala

orgulho ter realizado, foi o novo formato da

FNAEE para o mandato 2010/2011que fui eu,

de Saúde, o Fim de Semana Radical, entre

Feira da Saúde que, pela primeira vez, a levá-

para Vogal da Direcção, e a Marina Santos para

outros. A Semana do Aniversário da Associa-

mos a outros municípios do Distrito da Guarda,

Presidente da Mesa da Assembleia Geral, e assim

ção foi uma semana recheada de actividades

tendo conseguido um grande reconhecimento

sendo continuaremos a representar os estudantes

culturais, desportivas, lúdicas e científicas que

e uma aproximação da comunidade notável e

de Enfermagem, mas agora não apenas da ESS,

com muito trabalho e esforço preparámos

exemplar, que sinceramente esperamos que se

mas sim de todo o país.

mantenha. Os pontos principais onde assentou 10

7


Egitas3ªedição - Novembro de 2010 - Mandato 2009/2010