Page 1

Jornal da associação de estudantes da escola superior de biotecnologia - UCP

Outubro 2012

Jornadas de Biotecnologia

Jornadas de ANEN

Festa

Erasmus Style

Couple Up

www.ineditar.pt [design de capa e impressão]

Oppan

Programa de Mentorado

rme Confo cordo a o v no ráfico ortog

Diretoras: Carla Teixeira e Sara Francisco Diretores Adjuntos: Joana Marisa Silva| João Nuno

1


Editorial Novembro bate a porta, 2012 esta perto do fim e o se-

Esta ediçao do ESBinho conta o que se tem passado por

mestre vai a meio. Nos corredores ouve-se muito sotaque bra-

Bio e convida-nos a muitas atividades: ha as tao aguardadas

nha, com o de depois de amanha e com o da proxima semana,

Magusto, o lançamento do CD da Tuna feminina da UCP e ain-

sileiro, na biblioteca os ares preocupados com o teste de amaintensificam-se.

Usam-se casacos quentes e botas, os dias de outono

Jornadas de Biotecnologia, as Jornadas da ANEN, a festa do da o Sarau de Natal.

Se o frio pede mantas e sofa, nao te rendas. Estudante

adivinham o inverno, o Natal e o Ano Novo mas ao estudante

que e estudante e irreverente, enfrenta o frio com gargalha-

vez mais rapido, esforçamo-nos por fazer valer, ha tanto para

aulas e do ESBinho, obviamente) para manter a memoria em

isso e um futuro longínquo. Agora que os anos passam cada fazer em tao pouco tempo!

das, preenche o tempo com leituras (dos apontamentos das forma e nao perde uma festa. Vais preferir o sofa?

Sara Francisco

Um ano de trabalho ga, publicaçao de ESBinhos, festas, sarau de natal; e tambem em organizar um evento ja ha muito esperado: as Jornadas de Biotecnologia! O projeto esta em curso e muito perto de acon-

tecer devido a excelente comunicaçao desenvolvida ao longo

dos ultimos anos entre a associaçao de estudantes e a direçao da ESB.

Aproveito para, em nome de toda a associação,

deixar uma palavra de apreço ao nosso Diretor Prof. Emídio Gomes, que sempre se mostrou disponível para as nossas ideias e sobretudo disposto a ajudar-nos a concretizá-las. Em meu nome, agradeço aos meus colegas, por todas as ideias e colaborações. Uma associação não trabalha sozinha, mas sim com todos os estudantes, pois a mesma é o espelho das ideias e necessidades de todos. Passado um ano de muito trabalho, esta experiencia

revelou-se muito enriquecedora para mim tanto a nível pessoal, como estudante/profissional. E sem duvida alguma a Caros colegas,

Com o mandato a chegar ao fim, e tempo de um ba-

lanço sobre este ano de trabalho. O país atravessa uma fase

(implícita em todas as reunioes, discussoes saudaveis e atividades realizadas ao longo deste mandato).

Apesar de haver projetos que infelizmente nao foram

muito difícil a nível monetario e infelizmente a associaçao de

ainda realizados, chego ao final deste mandato satisfeita com

Sendo um dos objetivos de uma associaçao de estudantes

de todas as dificuldades existentes, mantermos a AEESB de

estudantes e um reflexo do estado das contas do nosso país. organizar eventos para os seus alunos, vimos esta tarefa muito dificultada.

Assim, o nosso grande trabalho incidiu em manter a

associaçao ativa financeiramente para poder organizar os

2

melhor experiencia de trabalho em equipa e diversao

eventos a que os nossos estudantes ja estao habituados: bioli-

todo o trabalho concretizado pela minha equipa e por, apesar cabeça erguida!

Obrigada a todos os que tornaram possível esta fan-

tastica experiencia,

Ana Araújo


Oppan Erasmus Style - Barcelona Hola guapos y guapas,

Para os que nao nos conhecem, somos a Carla e a Rita

do terceiro ano de Ciencias da Nutriçao da ESB-UCP e, como ja devem ter percebido pelo título, estamos em completo Eras-

em castelhano e falamos tambem o ingles quando e preciso.

Ca temos avaliaçao contínua e a primeira ronda de exames ja

começou sendo que as maiores dificuldades começam a sur-

gir: falar castelhano consegue-se mas escreve-lo e outra coisa.

mus Style, pela cidade de Barcelona.

So agora os colegas de turma começam a ser mais receptivos

ções do Programa Eramus decidimos rabiscar os formulários de inscrição e ir entregá-los uns minutos antes do

em si.

encerramento do gabinete de mobilidade. (Mal sabíamos

que e o que mais apreciamos aqui. Uma cidade de turistas,

pois, quando ja nem nos lembravamos que estavam para sair

turísticas típicas existe muito mais para ver, conhecer e foto-

Tudo isto começou quando no último dia de inscri-

nos no que nos estavamos a meter!) Mas, umas semanas deos resultados, chegou o e-mail com as colocaçoes. Nao foi tudo

boas novas ate porque embora ambas tivessemos sido colocadas, os nossos destinos nao coincidam: uma para Barcelona

(Carla) e outra para Milao (Rita). Contudo, mesmo sem grandes expectativas, solicitamos mais uma vaga a Universidade

Autonoma de Barcelona (UAB) que prontamente a concedeu. Acaso ou nao, estava tudo encaminhado rumo a Erasmuslandia!

Eis que aterramos no aeroporto El Prat Barcelona e che-

gamos ao nosso querido e pequenino apartamento S009, na

Vila Universitaria da UAB! Pertencemos desde logo ao Clube de Residentes liderado pelo residente mais antigo da vila que ja soma 10 anos de estadia aqui. Ele que nos ajuda desde que

aqui chegamos, organiza festas todas as quintas-feiras, activi-

as 'intrusas' mas, ainda assim, estamos a gostar da experiencia No que se refere a cidade de Barcelona, sem duvida

repleta de coisas incríveis para visitar. E, a parte das rotas grafar: aqueles locais que so um morador vai conhecendo. As

Ramblas, Plaza da Catalunya, Barceloneta ou Passeig de Gracia ja fazem parte dos nossos fins de semana. A nossa lista de coisas a fazer e locais a visitar ainda vai longa mas aos poucos

vamos diminui-la! Para aqueles que gostam de vida noturna, Barcelona e o local ideal e podem tomar nota: ha dezenas de

festas todas as semanas, o importante e termos sempre guest

list para nao pagar entrada e quanto a bebidas e impossível beber dentro de uma discoteca por isso nao podem dizer que

nao a um Botellon pre-discoteca. Na comida, as tapas e a paella sao o forte, sempre muito condimentas e com preços nao muito convidativos (tudo aqui e caro para nos) para acompanhar com cerveza.

Após mais de meia centena de dias cá, já temos cer-

dades na vila todos os fins de semana e ate programa viagens

teza de que esta vai ser, sem dúvida, uma experiên-

por Barcelona. Morar aqui na vila (que em Portugal chamamos residencia tem as suas vantagens: temos campo de fute-

saudades também e o tempo aqui nem sempre passa rápi-

bol, campo de voleibol, piscina ao ar livre, sala de convívio,

veitar tudo aquilo que o Erasmus proporciona! :)

ginasio a 'preço da chuva', demoramos uns 10 min a pe a che-

gar a faculdade e claro, festa multiculturais pelos apartamentos e coisa que nao falta.

Por conseguinte, a chegada, ha novamente burocracias

e outras coisas a tratar, a começar pela matrícula. Aqui temos

cia inesquecível. Nem tudo é fácil, a adaptação custa, as do! Mas, o importante é trazer objetivos definidos e aproBesitos y vos echo de menos,

Carla Teixeira Rita Santos

aulas na Faculdade de Veterinaria onde frequentamos as cadeiras no curso de Ciencia e Tecnologia dos Alimentos. Neste

momento o que mais nos desaponta e a faculdade. O curso aqui e recente, tem apenas tres anos, pelo que somos as pri-

meiras estudantes erasmus nesta licenciatura aqui. A exigencia e muito alta e somos vistas como alunas normais. A com-

petitividade entre alunos e excessiva, a biblioteca enche dia apos dia desde a segunda semana de aulas, apontamentos para partilhar e coisa que nao existe e, como se nao bastasse,

o horario muda todas as semanas. Lidamos todos os dias com

tres línguas diferentes: quase todas as aulas em catalao, aulas

3


Festa Couple Up No passado dia 12 de outubro o bar da nossa faculdade foi invadido por casais famosos. A iniciativa foi proporcionada,

mais uma vez, pela Associaçao de Estudantes da Escola Superior de Biotecnologia: a tao esperada “Festa Couple up”.

Apos semanas de estudo arduo para a epoca especial, tinha chegado o momento de festejar. Tal foi a adesao que o bar

esteve repleto. Como ja e tradiçao, nao faltou a boa disposiçao, muita musica e bailarico.

O divertimento foi tanto, que dias apos a festa, alguns casais ainda nao se tinham encontrado. E podia-se ouvir pela

faculdade: “Avril Lavigne ? Alguém viu a Avril Lavigne?”.

Fotografias: Luísa Ralha

4

Joana Silva


Já não se é novo demais para aprender a "manobrar o orçamento" Ninguém escapa ao orçamento para 2013, mas nem todos têm noção de como as novas medidas lhes podem chegar ao bolso. Para evitar dúvidas, o JPN mostra algumas das situações em que os jovens portugueses vão sofrer com as alterações. Vítor Gaspar, ministro das Finanças, diz nao ter "margem de manobra" e, de facto, quem vai ter de saber manobrar o orçamento serao os jovens portugueses. Quem trabalha a recibos

verdes - segundo o Economico, mais de 77 mil portugueses

trabalhavam com recibos verdes no final de 2010 - vai pagar

muito mais na hora de fazer as contas ao IRS. Se antes 30%

do rendimento era encarado como despesa, este ano esse

Fotografias: Robvini

IRS. Ou seja, um trabalhador que tenha rendimento anual

Para alem de terem perdido o desconto nos passes, os jovens

euros por mes) pagara 621 euros no IRS de 2013 - quase

trando alternativas, ja que as greves deverao continuar: o

valor desce para os 20% - agora, 80% do rendimento paga bruto de 7.200 euros (que devera ganhar por volta de 600 mais 300 euros do que no IRS do ano passado.

Um jovem solteiro sem dependentes que receba 10 mil euros

de rendimento anual bruto nao pagava nada em 2012. Este

ano, passa a pagar 76 euros. Ja se o rendimento anual bruto for de 20.000 euros (correspondente a um ordenado que ron-

da os 1500 euros), o IRS de 2013 exige o pagamento de 3.144 euros - mais 1.145 euros que no ano passado. E nao adianta

trabalhar mais: o pagamento dos feriados (pelo menos no setor publico) vai passar de 50 para 25% e o pagamento das

horas extraordinarias num dia normal tambem desce para

metade. Mas quem esta desempregado tambem vai ser afetado - o subsídio de desemprego sofre um corte de 6%.

Desempregado, empregado, estudante dependente... -

todos contribuem. Para os estudantes, a situaçao nao e melhor. Para alem dos apertados regulamentos e demorasna atribuiçao de bol-

sas ou o fim dos descontos nos passes mensais, o financia-

mento de projetos vai diminuir cerca de 16%. A investigaçao científica tambem vai sofrer cortes - sao menos

20 milhoes de euros quando comparado com o orçamento do

ano passado. Sendo estudante, e provavel que dependa da família - e aí, todas as outras medidas que nao referimos aca bam por afeta-lo tambem.

que utilizem os transportes regularmente podem ir encon-

Governo quer apostar numa reduçao de 20% do numero de trabalhadores das empresas publicas de transportes. Mas o carro tambem nao e opçao: gasoleo e gasolina vao aumentar ja no início do proximo ano.

O tabaco de enrolar tambem ja nao e soluçao para os jovens

fumadores: logo agora que se deu um aumento do consumo, o imposto subiu de 15% para 25%. "Uma onça de 20g ou 40g vai custar o mesmo que um maço de cigarros", garante Joao

Belo, presidente da Associaçao Nacional dos Grossistas de

Tabaco. Mas para jovens desportistas com habitos mais sau-

daveis, tambem nao ha grande futuro: estima-se um corte de 50% na despesa com o desporto. Pensar sempre positivo

Com os portugueses em crise e o orçamento a apertar as bol-

sas, as ferias sao, cada vez mais, passadas "ca dentro". Para o

ano podem realmente valer a pena: o Governo vai transferir 20,8 milhoes de euros de receitas do IVA para as entidades

regionais de turismo. Por fim, continua a existir o Euromi-

lhoes - mesmo com os premios acima de cinco mil euros taxados a 20%, continua a sobrar uma boa quantia.

Liliana Pinho /JPN*

Publicado: 16.10.201

*JPN—JornalismoPortoNet é o jornal digital da Licenciatura em Ciências da Comunicação da Universidade do Porto (jpn.c2com.up.pt ).

5


A Associaçao Nacional de Estudantes de Nutriçao (ANEN) tem o prazer de convidar todos os estudantes para as I Jor-

nadas de Empreendedorismo e Novos Mercados de Trabalho em Nutriçao que irao decorrer na nossa faculdade dias 24 e 25 de novembro.

Nao percas a oportunidade de despertar o empreendedor que ha em ti, perceber quem e que te pode ajudar na concre-

tizaçao dos teus projetos e quais sao as opinioes de profissionais e especialistas sobre o futuro das Ciencias da Nutriçao. Consulta o nosso programa e faz a tua inscriçao em: www.anen.org.pt

6


A Comissao Organizadora das Jornadas de Biotecnologia, em parceria com Associaçao de Estudantes e a direcçao da Es-

cola, tem o prazer de convidar todos os alunos a participarem nas Jornadas que decorrerao nos dias 8 e 9 de Novembro. O período de inscriçoes decorre ate ao dia 5 de Novembro!

Para mais informaçoes:

www.esb.ucp.pt/jornadasdebiotecnologia

7


Olhar para trás...

Bem… longínquo vai o ano de 2009, onde por volta do que melhor sintetiza a nossa praxe. O convívio entre nos e,

fim de julho fui fazer a minha inscriçao na nossa mui bela fa- sempre foi e sempre sera, espetacular. Fiz grandes amigos

culdade. Honestamente, a primeira impressao foi de que esta- nesta casa e, acima de tudo, aprendi e cresci muito, quer pesria perante uma universidade com enorme prestígio e com soalmente, quer como futuro engenheiro. Neste momento,

um ensino de qualidade. Admito que tinha algum receio de como e praticamente conhecimento geral, encontro-me a reaeventualmente nao conseguir entrar, mas foram apenas recei- lizar o Mestrado de Engenharia Biomedica noutra faculdade, os.

mas isso nao me impede de “voltar a casa”. BIO é a minha

Quando surgiu a oportunidade de ingressar em Bioen- casa, é onde estão as pessoas com quem passei momentos

genharia, para prosseguir os meus estudos na area da Enge- incríveis e indescritíveis. Claro que o facto de não poder

nharia Biomedica, todas as outras opçoes que tinha em men- estar sempre presente em BIO é estranho mas é uma note, desde Universidade do Minho, Lisboa ou ate mesmo Vila va realidade que tenho de enfrentar. Ainda assim, isso

Real foram postas de lado. Eu escolhi a nossa faculdade e foi não me impede de continuar a admirar o espírito que aqui que passei 3 anos de licenciatura espetaculares.

existe na nossa faculdade. O convívio no bar, jogar as cartas

Recordo-me com grande alegria de praticamente todo e matraquilhos, ouvir os caloiros cantar, a camaradagem en-

o mes de setembro de 2009. As aulas começaram dia 14, uma tre todos, o ambiente proximo de amizade e de interajuda e

segunda-feira, e eu, assim como mais alguns colegas da minha algo que de nos podemos orgulhar e que nao se ve em todas turma, entramos na faculdade estilo secundario: era tudo as faculdades. Podemos ate ser pequenos em numero, mas nosso, nao havia “praxistas in our way”, foi fantastico. Terça- definitivamente compensamos isso em tudo o resto.

feira, cerca das 9h da manha, na chegada a faculdade, o cena-

Biotecnologia neste momento e uma faculdade dife-

rio tinha mudado: um manto negro cobria a ESB. A pergunta rente daquela que era ha tres anos… A crise toca a todos e

que nos fizeram foi simples e direta: “Querem pertencer a isso esta bem patente nas novas rotinas praticadas pelos alu-

praxe? Se sim maos atras das costas, respostas e Sim/Nao nos. Ha coisas na nossa faculdade que me causam imensa conSenhor(a) Doutor”. A nossa resposta ainda mais facil foi, esta- fusao: os preços praticados pela cantina e pelo bar dos alunos vamos prontos para esta nova aventura que aí começou.

sao surreais. Nao e admissível praticar estes preços a alunos

Os primeiros tempos foram... Peculiares! E a palavra universitarios. A Direçao da nossa faculdade devia prestar

8


atençao a estes porMAIORES e, por exemplo, deixar de se pre-

pre tive em deslocar-me aos gabinetes dos professores e seus

cidades inerentes a cada estudante, ajudou e continuara a

Se eu tivesse o poder de mudar alguma coisa na

ocupar com “suspender” a Praxe. A Praxe, para alem das capa-

auxiliares, o que sao, sem-duvida, mais-valias.

ajuda a formar personalidades. E ponto assente que, salvo

nossa faculdade, eram sem dúvida o método de avaliação

parte ativa da comissao de praxe de Biotecnologia, pelo que

ce durante o semestre, será sempre o exame final que vai

Bio devia-se orgulhar da sua associaçao de estudantes,

60% da nota final. Este método de ensino é bastante lu-

cada vez melhor!) e afins. Bio e feita pelos seus alunos e pelo

percebe isso, mas é bastante penalizador para os alunos.

presente. Os professores sao parte integrante daquilo que nos

cadeiras por frequência, estudando e sendo avaliados ao

da e assimilada, e deveras importante. A proximidade e sem

lada no nosso país, e isso devia ser refletido nas propinas

tar a relaçao professor-aluno e o resultado e visto nos rendi-

Amigos, em jeito de despedida, aproveitem ao maximo

determinadas exceçoes, os melhores alunos de cada curso sao

dos alunos e as propinas. Por muito que o aluno se esfor-

estas “manobras de diversao” serao sempre infrutíferas.

ditar leis, e sempre com uma percentagem de pelo menos

do ESBinho, do Sarau de Natal (que de ano para ano tem sido

crativo para os cofres da nossa faculdade, toda a gente

corpo docente. E, mais uma vez, o nível de excelencia esta

Nós, estudantes, devíamos ter a possibilidade de fazer as

seremos no futuro e a informaçao, a forma como e transmiti-

longo do semestre. Anteriormente já referi a crise insta-

duvida alguma uma tremenda mais-valia, pois isso vai facili-

pagas pelos alunos. Fica aqui a sugestão!

mentos dos alunos. Recordo-me das aulas teoricas do Profes-

o tempo que passarem em Biotecnologia. O que aprendem

com ele, havia sempre espaço para um pequeno momento de

Hugo Choupina

sor Doutor Rangel, onde para alem de interagirmos bastante

aqui vao ser, sem duvida, armas para o vosso futuro.

maior abertura, que coincidia quase sempre com o Futebol

Clube do Porto. Recordo-me tambem do a-vontade que sem-

Lançamento do 2ºCD da TFUCP

Em comemoração do 20º aniversário, a Tuna Feminina da Universidade Católica Portuguesa do Porto vai lançar o seu segundo CD. Nesse seguimento, temos o prazer de convidar a comunidade estudantil a vir comemorar connosco este marco, numa festa que se vai realizar no dia 16 de novembro no bar de Estudantes da Escola Superior de Biotecnologia pela meia noite! Aparece! Tuna Feminina da Universidade Católica Portuguesa

9


Padrecos 2012 O Padrecos e um festival de tunas organizado pela Tuna

da Universidade Catolica Portuguesa (TUCP) que se realiza de 2 em 2 anos.

de Ronda".

A ultima Tuna a concurso a pisar o palco foi a Tuna Uni-

Este ano, realizou-se nos dias 5, 6 e 7 de outubro. Parti-

versitaria do Minho. Mais uma vez a participar no Padrecos, a

versitaria do Minho, a Tuna Academica de Lisboa, a Tuna de

prova disso o instrumental "Partizan" e o original "Alborada

ciparam tunas de renome como a Tunadao 1998, a Tuna UniMedicina do Porto (a concurso) e como convidadas: a Tuna de

Engenharia da Universidade do Porto e a Tuna Feminina da UCP.

Começou com uma festa no dia 5, no Bar de Estudantes

TUM ofereceu um divertido e espantoso espetaculo, sendo Minhota".

Finalmente e para euforia de todos os presentes a

Tuna da Universidade Católica Portuguesa, na qualidade de anfitriã, foi a última a entrar em palco. Numa atuação

de Biotecnologia, onde se viveu um ambiente muito descontra-

inesquecível e emocionante a TUCP proporcionou um ex-

Os seguintes dias, com o Teatro Sa da Bandeira cheio de

levando ao delírio os espetadores com temas tão variados

ído e divertido.

celente espetáculo com enorme alegria, força e qualidade

expetadores, as tunas alegraram a noite, boa disposiçao e boa

como "Torero Quiero Ser/Novillero", "Oração", "Se os

teve o prazer de ser a primeira a atuar, fazendo o publico vi-

No final, foram atribuídos os premios de Tuna mais

musica. A Tuna Feminina da Universidade Catolica Portuguesa

Meus Olhos Falassem" ou La Cartera.

brar com musicas ja tao acarinhadas como “Piel Canela” e

Tuna a Tunadao 1988, Melhor Tuna a Tunadao 1988, Segunda

(TUCP) com uma lembrança.

mental a Tuna Universitaria do Minho, Melhor Estandarte a

“Fado Tordo”, presenteando os seus queridos padrinhos Seguiu-se a TUNADAO 1998, uma Tuna cheia de anima-

çao e presença de palco que efetuou um belo espetaculo , como por exemplo os originais "Estudante de Viseu" e "Caravelas e Menina da Saia Preta".

Com uma atuação exemplar e repleta de qualidade,

à qual nos tem habituado nas últimas edições do Padrecos, a Tuna Académica de Lisboa, através de músicas como "Sol de Inverno" ou "Lisboa que Amanhece", realizou um harmonioso espetáculo, mostrando o porquê de já terem ganho 3 edições do Padrecos anteriores. Antes do intervalo ainda houve tempo para ouvir mais

uma bela atuaçao extraconcurso, proporcionada pela Tuna de

Engenharia da Universidade do Porto levando o publico ao rubro com temas como "Porto na Memoria" ou "Hoy".

Apos mais uma divertida performance dos "Estarolas",

chegou a hora de entrar em palco a Tuna vencedora da ediçao

anterior do Padrecos - a Tuna de Medicina do Porto. Jogando

em casa e por isso com vasto apoio por parte do publico, a

10

"Fantasma da Ópera " e terminando com o conhecido "Noites

TMP, demonstrou a sua qualidade, iniciada com o tema

Melhor Tuna a Tuna Universitaria do Minho, Melhor InstruTunadao 1988, Melhor Pandeireta a Tunadao 1988, Melhor Solista a Tuna Academica de Lisboa

Foi um festival com muito bom ambiente, excelente

performances acompanhada de uma competitividade saudavel. Esperamos ansiosamente pelo proximo Padrecos! Ate la!

Ana Luísa Vieira


Mentorado

Mercado competitivo? Crise económica? Como é o

salto de um estudante universitário para o mercado de trabalho atualmente? Qual a melhor forma de o fazer? São exemplos de perguntas sem resposta, perguntas de resposta elaborada e com muitos “talvez”. Mas se as instituições de ensino superior têm como função preparar um estudante para o que vem a seguir, cabe-lhes também a função de tentar que cada um encontre estas respostas. Neste ponto de vista, a ESB criou um programa de

e-mail do gabinete de estudantes e empregabilidade no início

do seu segundo ano, ja o Andre Costa e a Joana Barbosa, dos

cursos de Microbiologia e Bioengenharia, respetivamente, ambos do 2º ano da licenciatura, foi durante uma reuniao pa-

ra alunos do 1º ano. Atualmente, todos os alunos, atraves do site da escola ou do gabinete de empregabilidade, dentro dos

prazos estipulados, se pode inscrever e usufruir do mentorado.

Quanto as areas de formaçao dos mentores, nem

mentorado onde os alunos, desde o 1º ano, podem ter contac-

sempre sao da area que pretendem seguir. «O meu mentor

O programa faz com que cada aluno de licenciatura que des-

em informatica e ja teve varias empresas proprias nos Esta-

to com profissionais a desempenhar as mais diversas funçoes. perte interesse pelo projeto, lhe tenha associado um mentor,

um ex-aluno da escola ou ainda membros das associaçoes empresariais da ESB, a quem podera expor todas as suas duvidas, conhecer mais do que se faz e do que se pode fazer, completando a sua formaçao e perspetivando o futuro.

trabalhou na area alimentar, na area da economia e gestao,

dos Unidos, enquanto eu sou aluno de Microbiologia», palavras de Pedro que Joana complementa referindo que, talvez, ate seja mais rentavel desta forma, uma vez que passam a ter contato com outras areas.

Rematando, em resposta a conjuntura atual, Pedro

Como tal parece interessante, o ESBinho decidiu falar

diz que a grande liçao que tira das sessoes de Mentorado e

conhecer o programa aos restantes alunos numa perspetiva

versatil possível. A melhor resposta as perguntas iniciais, ou

com alguns dos alunos que beneficiaram do projeto para dar a mais proxima. Todos os entrevistados elogiaram a iniciativa. Pedro Leal, aluno do 3º ano de Microbiologia, refere mesmo

que «sao transmitidos conselhos muito valiosos de um profissional».

O Pedro teve conhecimento do projeto atraves de um

que o mais importante e apresentar uma “bagagem” o mais nao, a unica que a longo prazo somos capazes de dar. Mais do

que instruçao, os nossos dias pedem gente qualificada e diversificada. Mais do que dizer que se sabe fazer e por maos a obra porque de ideias nao se fazem obras.

Sara Francisco

Agenda Musical Apos o reboliço de todos os festivais e dos grandes

nomes que por ca passaram, ja grande deve ser a expetativa para saber os que se sucedem.

No que toca aos festivais, ja surgem boas novas: o

Optimus Alive contara com a presença de Depeche Mode e o Optimus Primavera Sound trara ao Porto os britanicos Blur.

Mas como o verao ainda esta longe e porque nao e so

no verao que ha grandes concertos, veremos o que acontecra

nos proximos dias. A 4 de novembro os The Walkmen voltarao a Portugal, desta feita para atuar no Coliseu dos Recreios

em Lisboa. Dois dias depois, e a vez dos Skunk Anansie estarem na mesma sala. Ja no dia 8, os Soldier of Jah Army (SOJA)

son Mraz teve espetaculo marcado para o Pavilhao Atlantico e

Por Lisboa, sera na Aula Magna que Andrew Bird

sera Mika, no Coliseu dos Recreios. No dia 27 de novembro,

estarao no Hard Club, Porto.

atuou a 10 de novembro e no Campo Pequeno que se podera ver um dos maiores sucessos deste ano: Gotye. No dia 19, Ja-

outro nome de peso a passar por Lisboa nesse mesmo dia outro grande nome, The Black Keys no Pavilhao Atlantico.

Voltando ao Norte e falando de musica portuguesa,

11


os The Gift darao um concerto no dia 23 de novembro no

com a presença de Alt-J, Michael Kiwanuka, Escort, Django

Coliseu do Porto, enquanto que Dead Combo & Royal Orques-

Django, Bigott, Gala Drop, Samuel Uria, Noiserv, Peixe, entre

do Conde, no dia 24. No dia 26 no Coliseu do Porto havera

No dia 11 de dezembro Steve Vai passara pelo Hard

concerto de Rodrigo Leao.

Nos dias 30 de novembro, 1 e 2 de dezembro em

Guimaraes decorrera o Optimus Primavera Club, que contara

com The Vaccines, Swans, Little Wings, Sharon Van Etten, Lemonade, entre outros.

outros.

Club. E, a antever a passagem de ano, no dia 18 no Pavilhao Atlantico a festa fica a cargo dos Swedish House Mafia.

Espero que possam assistir a algum destes espe-

táculos ou a outros aqui não referidos, mas o que importa mesmo é ouvir boa música.

Continuando nos festivais, mas mais a sul, em Lisboa,

Miguel Pereira

nos dias 7 e 8 acontecera o Vodafone Mexefest que contara

DESCLASSIFICADOS

OU ME FALAS DIREITO, OU VAMOS LÁ ATRÁS!

Toque bandolim e o seu gato desaparecerá da noite p’ro dia!!!

Nem promessa de salvação leva crentes à igreja!

Não é que haja censura…

R

QUALIDADE!

Avisos facilitam limpeza!

I

E

D

A

M

A caravana passa mas os cães não ladram.

Garrafas ganham vontade própria e “arrumam-se” sozinhas!

Há é um controlo de

BIO com sotaque brasileiro!

Novo método de destilação do arroz, garante o mais puro dos mal-

tra das Caveiras apresentar-se-a no Teatro municipal de Vila

Isto não é o desportivo da menina mas há quem só leia a minha última página!!!

ESBinho - Outubro 2012  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you