Page 1

Ano 7 ■ Nº 31 ■ Fevereiro 2016

2016 - Ano de grandes desafios

E

ste é um ano de muitos desafios para todos nós, brasileiros, que acabamos de viver um 2015 conturbado, enfrentando crises política e econômica. A crise econômica atingiu todos: cidadãos e instituições. Mas o início de um novo ano traz sempre disposição renovada para encararmos as dificuldades. Nós, da AEDB, tivemos que “apertar o cinto”, fazer contenção de despesas, sem precisar, contudo, tomar nenhuma medida drástica, que pudesse comprometer a qualidade do ensino na Instituição. E ainda conseguimos começar o novo ano com uma obra na entrada do campus, para melhorar a acessibilidade e as condições de segurança para todos, na entrada e saída das aulas. 2016 é ano da primeira Olimpíadas realizada no Brasil. O país será o centro das atenções no mundo inteiro, na época dos jogos olímpicos. É também ano de eleições municipais – estejamos atentos para o voto consciente. Mas nada pode tirar-lhes o foco dos estudos, caros alunos, pois esta é sua atividade principal. Da nossa parte, estamos cônscios de nossa grande responsabilidade, que é prepará-los, como cidadãos e como profissionais, para enfrentamento de situações críticas, com capacidade para propor ações criativas e eficazes, tendo em vista solucionar os problemas que se apresentam. Como dizia o Prof. Antonio Esteves, fundador da AEDB, “investir no aluno hoje é garantir o bom profissional para a sociedade no futuro”. A Direção

AEDB, AMAN, UNESP e UNISAL promovem encontro pela melhoria da qualidade do ensino

O Encontro de Metodologias Ativas realizado na Academia

Militar das Agulhas Negras - AMAN, no dia 22 de janeiro, pela AEDB em parceria com a AMAN, UNISAL de Lorena/SP e UNESP de Guaratinguetá/SP, foi um sucesso. O evento reuniu 150 professores, oriundos das quatro instituições promotoras e também de outras faculdades da região. O objetivo do encontro foi apresentar aos docentes propostas inovadoras de metodologias centradas no aluno, colocando-o como sujeito ativo no processo de aprendizagem, e não apenas como mero receptor do conteúdo transmitido pelo professor. O novo modelo de ensino que se propõe deve privilegiar a formação por competências e habilidades e não por conteúdo. Esta é mais uma iniciativa da AEDB em prol da melhoria da qualidade do ensino, tendo em vista a formação de bons profissionais para atender às demandas do mercado de trabalho, cada vez mais competitivo e exigente.


C olaborador Destaque Ocimar

da Silva foi eleito, por seus colegas da AEDB, o Colaborador Destaque de 2015. Muito merecidamente, diga-se de passagem. Com 52 anos e há 24 trabalhando nas Faculdades Dom Bosco, pode-se dizer que ele já dedicou metade de sua vida à Instituição. Sua dedicação ao trabalho é tanta, que tem-se a impressão de que seu mundo gira em torno do campus da AEDB, como se aqui fosse uma extensão de sua casa. Sem exagero. Ocimar nos conta sua trajetória na Instituição. Inicialmente, trabalhava em serviços externos durante o dia; e à noite, na Biblioteca. Em 1995, foi criada uma comissão para trabalhar na campanha de divulgação do vestibular, da qual passou a fazer parte. Ele lembra como eram as campanhas naquela época: consistiam basicamente na distribuição de folhetos e colocação de cartazes e galhardetes pela cidade; também contratava-se carro de som com a mensagem gravada em fita-cassete. “Hoje, temos a TV, a internet e tantos outros recursos para divulgação do vestibular”, diz ele ressaltando o avanço ocorrido em 20 anos. Posteriormente, foi criado o setor de Relações Públicas, substituindo a “Comissão do Vestibular”. E desde então Ocimar é o funcionário número 1 desse setor. Outra lembrança marcante que ele tem daquele tempo é de seu relacionamento com os professores. “Naquela época, a AEDB oferecia apenas três cursos de graduação e o número de alunos e professores eram bem menor. Isso propiciava um relacionamento bem intenso entre todos”, comenta. Do baú da memória, Ocimar resgata outro aspecto marcante: a preocupação do Presidente da AEDB, Prof. Antonio Esteves, com a segurança e a saúde de seus colaboradores. Ele conta que, toda manhã, no início do expediente, era servido mingau aos funcionários, em vez de café.

Publicitário e fotógrafo sensível Como assessor de Relações Públicas, Ocimar é encarregado da organização dos eventos realizados na AEDB. Quando começou a trabalhar nessa área, passou a ser solicitado para fazer o registro fotográfico das diversas atividades desenvolvidas aqui. Acabou se transformando em um excelente fotógrafo autodidata. E hoje é publicitário, formado no curso de Comunicação Social da Faculdade Dom Bosco, em 2014. “Finalmente, encontrei um curso com um conteúdo que realmente me interessa”. No dia de sua colação de grau, Ocimar foi o formando mais aplaudido. “Minha formatura, no ano do cinquentenário da AEDB, foi um momento muito bonito. Depois de tantos anos assistindo e fotografando tantas formaturas, finalmente chegara a minha vez. Só tenho a agradecer à direção da Dom Bosco e a todos os colaboradores da Instituição que contribuíram para que eu atingisse meu objetivo de me formar”. AEDB Notícias ■ 2

Registrando ■ Apague a luz! – E desligue os aparelhos, quando acabar a aula e encerrar o expediente. Estamos em campanha pela economia de energia no campus da AEDB. O uso consciente e responsável da energia elétrica reduz a conta de luz e ainda contribui para a preservação dos recursos hídricos. Os recursos financeiros economizados com a redução da conta de luz mensal, vão reverter para o melhor aparelhamento dos laboratórios pedagógicos e para outras melhorias na infraestrutura do campus, beneficiando toda a comunidade acadêmica. ■ Xô dengue – A prevenção da dengue é responsabilidade de todos e de cada um de nós. No campus da AEDB, alunos e professores e colaboradores podem e devem fazer sua parte para prevenir o surgimento de focos do aedes aegypti. Chamamos a atenção, sobretudo, para uma medida básica e que não custa nenhum grande esforço: que todos tenham o cuidado de manter os vasos sanitários fechados após o uso. São tantos os banheiros no campus que, se não tivermos esse cuidado, estaremos abrindo a guarda para a entrada do mosquitinho perverso. ■ ENADE 2014 – Os cursos de Letras e de Engenharia ElétricaEletrônica tiraram nota 4 no Exame Nacional de Desempenho de Estudante – ENADE do ano de 2014 (a nota máxima é 5). O resultado foi divulgado em dezembro de 2015. Parabéns aos coordenadores dos dois cursos, Profª Érica Duarte e Prof. Onofre Bueno Filho, respectivamente. O ENADE é realizado anualmente pelo MEC, para avaliação do desempenho da Instituição na formação dos alunos, através da avaliação do conhecimento dos estudantes que estão no último ano dos cursos de graduação avaliados. ■ O livro de Babi – A aluna do 4° ano de Letras, Barbara Eschholz, poetisa e escritora, que prefere ser chamada de Babi, concluiu no ano passado a produção de seu primeiro livro: “Com amor, Outono”. O romance pode ser encontrado no facebook e acessado pelo wattpad. Parabéns, Babi!

O

Núcleo de Educação à Distância (EaD) da AEDB , coordenado pelo Prof. Pedro Ramirez, oferece 44 disciplinas on-line, dos seguintes cursos: Administração, Logística, Sistemas de Informação, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Pública, Engenharia, Biologia, Comunicação Social, Pedagogia, Economia, Letras, Automação Industrial e Gestão de Produção Industrial. O sistema de EaD está disponível no site da AEDB, pronto para ser utilizado pelo aluno. E este ano, com uma novidade: foi implantada a integração do sistema do EaD com o sistema Genera, o que vai agilizar o processo de lançamento das notas dos alunos. Com essa integração, o professor tutor lança a nota no sistema EaD e a nota vai automaticamente para o boletim do aluno, através do Genera. E os alunos poderão acessar suas notas mais rapidamente. Os responsáveis pela implantação desta integração dos sistemas foram o Prof. Silas Romanha e os técnicos do Centro de Processamento de Dados da AEDB, Élcio Sabino e Thajinara Ueda.


F

Rapidíssimas

ique sabendo

Quem é o coordenador do seu curso

O Coordenador é responsável por manter a estrutura de funcionamento do curso, cabendo a ele supervisionar e orientar o trabalho de seus professores, entre outras atribuições. Veja abaixo quem é o professor Coordenador de seu curso. Você vai precisar falar com ele muitas vezes no decorrer de sua vida acadêmica. ▪ ECONOMIA – Alex Hummel ▪ ADMINISTRAÇÃO – Fernando Lima ▪ SISTEMA DE INFORMAÇÃO – Gabriel Brenner ▪ CIÊNCIAS CONTÁBEIS – Roberto Suzuki ▪ COMUNICAÇÃO SOCIAL – Marcus Augusto Silva ▪ GESTÃO PÚBLICA – Alex Hummel ▪ GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS – Wagner Stoffel ▪ LOGÍSTICA – Washington de Macedo ▪ PEDAGOGIA – Sueli Guedes ▪ LETRAS – Érica Duarte ▪ BIOLOGIA – Luiz Sérgio Sarahyba ▪ GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL – Nilson Rodrigues ▪ AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL – Onofre Bueno. ▪ ENG. ELÉTRICA-ELETRÔNICA – Onofre Bueno ▪ ENG. CIVIL – Michel Hadad ▪ ENG. MECÂNICA – Rosana Ravaglia ▪ ENG. DE PRODUÇÃO AUTOMOTIVA – Nilson Rogrigues ▪ ENG. DE PRODUÇÃO METALÚRGICA – Rosana Ravaglia

Qual o seu Diretório Acadêmico

A AEDB possui três Diretórios Acadêmicos, que congregam e

representam os alunos de cada Faculdade. ■ DA Oswaldo da Rocha Camões que representa os alunos da Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e da Computação (cursos de Economia, Administração, Sistemas de Informação, Comunicação Social, Ciências Contábeis, Logística, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Pública e Gestão da Produção Industrial), presidido por Ronald Costa (aluno de Adiminstração). ■ DA Maria Tereza Machado que congrega os alunos da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (cursos de Pedagogia, Letras e Ciências Biológicas) e tem como presidente Wallace da Silva (Pedagogia) ■ DA Tácito Vianna Rodrigues que é o Diretório dos alunos da Faculdade de Engenharia (os cinco cursos de Engenharia e Automação Industrial), presidido por Larissa de Oliveira (Eng. Elétrica Eletrônica) Os DAs promovem excursões para visitas técnicas em empresas, feiras e outros eventos de interesse dos alunos, e desenvolvem projetos sociais na comunidade, entre outras atividades. Os recursos para isso provêm da anuidade cobrada de cada aluno, junto com a mensalidade da Faculdade, no mês de junho (quantia correspondente a dois por cento do valor da mensalidade, que é repassada para os Diretórios). O mandato da Diretoria é de um ano. Em maio, deverá ser eleita nova diretoria para a gestão 2016-2017. As salas dos Diretórios ficam no térreo do primeiro pavilhão, ao lado da Cantina.

■ Vestibular em fevereiro – A AEDB vai realizar o último processo seletivo para preenchimento de vagas remanescentes, no dia 24 de fevereiro. Os interessados em se inscrever devem acessar o site www.aedb.br/vestibular. Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone 0800 2821505. ■ PNIVE 2016 – Estão abertas, até 11 de março, as inscrições para o curso Multiplicadores em Educação Ambiental, destinado aos alunos interessados em participar do programa “O Parque Nacional do Itatiaia vai à Escola” – PNIVE, desenvolvido pelo Departamento de Pesquisa do CPGE-AEDB. A participação no PNIVE é aberta aos estudantes de todos os cursos de graduação das Faculdades Dom Bosco. A aula inaugural acontece no dia 16 de março e o curso vai até 18 de junho. As inscrições podem ser feitas na Secretaria de Atendimento (térreo do primeiro pavilhão), ou na Secretaria do CPGE (2° andar). ■ Certificados do PNIVE – No próximo dia 17 de fevereiro, às 18h, na Sala Verde (2° andar do primeiro pavilhão), acontece a entrega dos certificados aos alunos que atuaram no PNIVE em 2014 e 2015. ■ Pós-graduação AEDB – Estão abertas as matrículas para novas turmas dos seguintes cursos de Pós-graduação: Perícia Ambiental (início em 26 de fevereiro), Psicopedagogia (18 de março), Gestão por Competência (março) e Gestão Educacional e Pedagógica (abril). A matrícula pode ser feita na Secretaria do CPGE. ■ MBA/FGV – O CPGE abre novas turmas também para cursos de MBA ministrados pela Fundação Getúlio Vargas, em convênio com a AEDB. Para primeiro semestre de 2016, já se encontram abertas as matrículas para os seguintes cursos: Gerenciamento de Projetos (início em 28 de março), Gestão de Pessoas (abril), Gestão Empresarial (maio) e Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria (previsto para iniciar em junho, com turma apenas em Volta Redonda). Os demais cursos serão ministrados no campus da AEDB em Resende e também no núcleo do CPGE em Volta Redonda. ■ Obra no campus – A AEDB iniciou o ano executando uma obra na entrada do campus, para maior segurança e melhor orientação dos pedestres. Para ordenar o fluxo dos pedestres, está sendo colocada sinalização adequada. Foi construída uma passarela para o acesso dos alunos do Colégio de Aplicação à área de recreação. Também para maior segurança das crianças do Aplicação, a área de recreação será cercada. Pensando na acessibilidade dos deficientes visuais, está sendo instalado piso pododátil, desde a calçada na entrada do campus até a Secretaria de Atendimento ao aluno. ■ Doação de medula – No mês de março, acontece, em Resende, a campanha para cadastro de doadores de medula ssea, com o apoio da AEDB. O cadastramento das pessoas interessadas em fazer a doação será no dia 11 de março, na AMAN, e no dia 12, no Resende Shopping. Compareçam! ■ Direitos humanos – No dia 19 de fevereiro, acontece a Conferência Regional dos Direitos Humanos da Região das Agulhas Negras, com a participação dos municípios de Resende, Itatiaia, Porto Real e Quatis. A Conferência será realizada no Espaço Z, em Resende. AEDB Notícias ■ 3


D estaques 2015

Estudantes de Biologia praticam

educação ambiental no Parque do Itatiaia O Parque Nacional do Itatiaia tem sido um excelente laboratório para a prática acadêmica do curso de Biologia da Faculdade Dom Bosco. Três importantes projetos de educação ambiental foram desenvolvidos na área do Parque, em 2015, com a participação dos estudantes, em sua maioria de Biologia, mas também de Pedagogia, Letras e outros. São estes os projetos: O Parque Nacional do Itatiaia vai à Escola – PNIVE; Primatas do Itatiaia e Trilhas Interpretativas. Tendo um objetivo em comum, que é desenvolver a consciência ambiental para proteção das unidades de conservação, os três projetos se complementam. O PNIVE, que vem sendo desenvolvido desde 2013, realiza visitas orientadas ao Parque com estudantes do ensino médio de escolas municipais da região. Já o Primatas do Itatiaia consiste na observação desses animais em áreas de visitação e em seus redutos naturais dentro do Parque, colhendo subsídios para o ecoturismo e atividades de educação ambiental.

Trilhas Interpretativas

Alunos de Pedagogia e Biologia contribuem com a educação inclusiva

Na Conferência Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência, realizada em agosto de 2015, o depoimento de três alunos dos cursos de Biologia e Pedagogia da AEDB emocionou todos os presentes. Pâmela Rosemberg e Isabele Silva (Biologia) e Denilson Antônio Rodrigues (Pedagogia) foram convidados a relatar sua experiência no trabalho que estavam realizando nas escolas municipais Noel de Carvalho e Algodão Doce, dentro do Programa “Educação Inclusiva – Oportunidade para Todos”, desenvolvido pela AEDB em parceria com a Secretaria de Educação de Resende. A proposta desse Programa é contribuir no processo de inclusão dos portadores de deficiência na escola regular. Os alunos da AEDB recebem treinamento da Secretaria de Educação para prestarem atendimento especializado às crianças com necessidades educacionais especiais, de forma a promover sua inclusão escolar, conforme previsto em lei. Na prática, as escolas vêm encontrando obstáculos para implementar a inclusão, por falta de recursos didáticos-pedagógicos e, sobretudo, humanos. Daí a importância dessa parceria com a AEDB. No seu depoimento, os três alunos participantes do Programa Educação Inclusiva falaram das dificuldades enfrentadas para trabalhar com essas crianças que apresentam déficit de aprendizagem, e da satisfação e alegria experimentada a cada pequena vitória alcançada. Na avaliação da Profª Terezinha Saloto, coordenadora do Centro Municipal de Atendimento ao Educando Especial, “os estudantes da AEDB realizaram um trabalho belíssimo com nossos alunos especiais”.

Laboratório de Engenharia Elétrica e suas máquinas maravilhosas

Este é o mais novo projeto desenvolvido por alunos do 1º e 2º ano do curso de Biologia, sob a orientação do Prof. Luiz Sérgio Sarahyba. Na primeira etapa, estão sendo contempladas as trilhas do Lago Azul, de Itaporã e do Véu da Noiva. O projeto consiste em transformá-las em trilhas autoguiadas, ou seja, o visitante não precisará de um guia para informá-lo sobre os aspectos relevantes da flora, da fauna e dos recursos hídricos daquela área. As informações estarão inscritas em totens colocados ao longo da trilha. E constarão também em folhetos que serão distribuídos aos visitantes. O trabalho dos alunos de Biologia consiste em fazer o levantamento dos dados na área dessas trilhas. “Eles devem fazer a coleta das espécies vegetais em período de floração, para posterior identificação no Laboratório de Ciências da Natureza da Faculdade”, conforme explica o Prof. Sarahyba. O professor explica, ainda, que a metodologia do trabalho consiste em observar e identificar as pegadas, os ruídos e o cheiro dos animais, o canto mais frequente das aves, o aroma das flores e até o som das águas, tudo isso de forma a gerar informações, a serem disponibilizadas por meio dos totens e dos folhetos, que sensibilizem o visitante para a contemplação e a interpretação da natureza através dos sentidos. AEDB Notícias ■ 4

Em 2015, centenas de estudantes do ensino médio de Resende e cidades vizinhas, que participaram do projeto Portas Abertas da AEDB, visitaram com grande interesse os laboratórios do curso de Engenharia Elétrica-Eletrônica (coordenado pelo Prof. Onofre Bueno), onde puderam conhecer os equipamentos e algumas plantas de projetos em desenvolvimento pelos alunos, como trabalho de conclusão de curso – TCC. A visita foi feita com o acompanhamento do coordenador do laboratório, Marco Antônio de Lima Souza, e dos próprios alunos de Engenharia Elétrica, que apresentaram para os estudantes visitantes os projetos desenvolvidos por eles, como a máquina automatizada para produção de cerveja e outra para transformação de óleo de cozinha em biodiesel. Entre os equipamentos do laboratório, um dos mais apreciados pelos jovens estudantes foi a impressora 3D, que gera protótipos em três dimensões. Por falar nos formandos de Engenharia Elétrica de 2015, vale citar alguns TCCs produzidos por eles, pela inventividade e embasamento teórico exigidos dos alunos para sua elaboração, como o medidor de energia inteligente e o projeto de um veículo guiado automaticamente. AEDB Notícias - Associação Educacional Dom Bosco www.aedb.br ■ imprensa@aedb.br ■ Tel: (24) 3383-9051 Edição / Redação: Virgínia Calaes (MTb 2260) Fotos: Ocimar da Silva Diagramação: Núcleo Integrado de Comunicação

Profile for AEDB

Jornal Fevereiro/2016  

Jornal Fevereiro/2016  

Profile for aedb
Advertisement