Page 1

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO BONFIM - PORTALEGRE

BOLETIM INFORMATIVO

ANO 3 / N.º39

OUTUBRO 2018

ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES FOI A ELEIÇÕES P. 03

DIA DO DIPLOMA 2018 Alunos que integram o quadro de excelência do ano letivo 2017/2018 P. 06

BOAS VINDAS Primeira atividade do projeto de atividade física P. 11

PRÉMIO NACIONAL ETWINNING 2018 Reconhecimento europeu e prémio nacional P. 12


EDITORIAL

02

EDITORIAL

No editorial do Jornal B deste mês, referir-me-ei brevemente à confiança. Porquê abordar esta qualidade? Porque a confiança afirma-se como uma das consequências da nossa pessoalidade. Sem confiança não se poderá estabelecer qualquer relação, e o Homem é, por natureza, um sujeito relacional. É na medida em que somos uns-com-os-outros que conseguimos realizar-nos e tornar-nos plenamente humanos.

É nesta medida e proporção que, em contexto escolar, urge a necessidade de confiar. Confiar em nós mesmos, alunos e professores, pois a confiança também reside na presunção de si próprio, que permite enfrentar circunstâncias que, por norma, se assumem como difíceis.

Confiança nos professores que, como qualquer outro agente profissional e social, Confiança nos persegue os objetivos pelos quais professores que, funcionais exercem a sua profissão. como qualquer Confiança nos pais e encarregados de outro agente educação que, como maiores interessados na profissional e pessoal dos social, persegue promoção filhos, tudo fazem para o conseguir. os objetivos

Por mais resistência que criemos, não conseguimos viver isolados. O facto de tendermos naturalmente à vivência, ou à convivência social, mostra que somos seres carentes e a carência aponta, por esta razão, para a incompletude humana. Só na medida funcionais pelos Confiança no Agrupaem que nos relacionamos quais exercem a mento de Escolas do com os outros é que Bonfim que nos últimos sua profissão. anos tem dado provas conseguimos a nossa valorização existencial e da sua excelência na a nossa autossuficiência. organização e prosDevido a esta necessidade, a confiança secução dos objetivos educacionais, surge como o elo que consolida todas observada nos as relações significativas, e também resultados dos alunos que entram as menos significativas. Não é preciso no ensino superior, bem como na fazermos uma grande reflexão para nos percentagem de alunos que conseguem darmos conta de que é a confiança que o reconhecimento da sua excelência, garante o casamento, mas também nos para além da credibilidade e do permite apanhar um transporte público reconhecimento social e institucional para nos deslocarmos de um local para relativo à sua ação educativa. outro, ou ainda ir ao médico para que nos prescreva um medicamento para António Luís Rocha Sequeira recuperar de uma qualquer patologia. (Diretor)

FICHA TÉCNICA EQUIPA

Cláudia Chorinca Graça Galrão Paulo Matos COLABORADORES

André Castanho Cátia Alves Carolina Fonseca David Coelho João Miranda Nair Estróia CONTACTOS

www.aeb.pt/portal/ atividades@aeb.pt


ZOOM

03

ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES FOI A ELEIÇÕES

Os alunos, quando se mobilizam ou são mobilizados, fazem coisas fantásticas. Foi o que se verificou com mais um ciclo eleitoral para a Associação de Estudantes do Agrupamento de Escolas do Bonfim. Na última semana de outubro, foi constante a dinamização de atividades

e debates entre as listas “X” e “V” , encabeçadas pelos alunos Catarina Carvalho e João Pedro Luís. No fecho desta edição, podemos informar que a lista “V” foi vencedora, com 410 votos, contra 256 votos obtidos pela lista “X”. Ambas as listas saíram vitoriosas pela dinâmica e

criatividade, mas, sobretudo, pelo democrático convívio e respeito pelas ideias. Ao João Pedro Luís e sua equipa desejamos um bom mandato e que sejam excelentes representantes de todos os alunos do Agrupamento de Escolas do Bonfim.


INCLUSÃO

04

MURAL INCLUSIVO

MURAL STREET ART CERCI DE PORTALEGRE E ANIMAR, ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA O DESENVOLVIMENTO LOCAL

Decorreu nos dias 15, 16, 17 e 18 de outubro a atividade Mural Inclusivo - Mural Street Art, promovida pela Cerci de Portalegre e pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local. O projeto foi coordenado por três artistas do coletivo artístico Las Piteadas e contou com a participação das escolas locais, tendo os alunos sido convidados a registar mensagens ou sugerir ideias sobre a temática da inclusão. Os alunos do Agrupamento, nomeadamente os alunos do Curso Profissional de Apoio Psicossocial e do 3.º A da Escola da Corredoura, participaram ativamente, tendo sido desenvolvidos trabalhos criativos que irão integrar uma exposição de trabalhos sobre o tema, a realizar na Cerci. O mural pode ser visto na rotunda ao cimo da Rua Dr. Martinho Azevedo Coutinho, perto do restaurante "A Gruta", no bairro do Atalaião.

PROJETO ERRADICAÇÃO DA POBREZA A EB1 e o JI da Corredoura participaram no projeto “Erradicação da Pobreza” e todos os alunos, professoras, educadoras e assistentes operacionais estiveram presentes na sessão inaugural.


05

CENTRO DE RECURSOS DESPORTO INCLUSIVO Decorreu no dia 24 de outubro, pelas 11h40min, no IPDJ de Portalegre, a cerimónia de abertura do Centro de Recursos Desportivos para a Inclusão. Este projeto nasceu no contexto do Orçamento Participativo Jovem, proposto por Margarida Patrocínio. Na abertura deste evento, a presidente da Cerci Portalegre, Conceição Bagina, expressou o contentamento e o compromisso da Cerci enquanto parceira neste projeto.

Após um momento artístico, durante o qual os utentes da Cerci apresentaram algumas danças contemporâneas, seguiuse um primeiro painel composto por representantes da Cerci, do IPDJ e pelo atleta paraolímpico Luís Gonçalves, durante o qual se esclareceu o papel destas duas entidades na gestão do centro de recursos e Luís Gonçalves abordou a sua vida como atleta, motivando o público para nunca desistirmos daquilo que queremos ser como profissionais. Um segundo painel, composto pelo presidente do IPDJ Alentejo, Miguel Rasquinho, Margarida Patrocínio, autora da proposta, presidente do Comité Paralítico, José Lourenço, e o Secretário de Estado do Desporto e da Juventude, João Paulo Rebelo, referiram a importância do Desporto Inclusivo. Miguel Rasquinho explicou que o orçamento era superior a 33 mil euros, expresso na cedência gratuita e temporária de equipamentos adaptados para a prática desportiva para as pessoas com deficiência. Margarida Patrocínio e José Lourenço referiram a importância do desporto na inclusão de pessoas com limitações. O Secretário de Estado do Desporto e da Juventude esclareceu a importância da prática desportiva para os cidadãos com deficiência, na sua habilitação e reabilitação, visando este projeto conceder um acesso igualitário à prática desportiva. Esta promove a integração social e a valorização pessoal, contribuindo para uma melhoria não só da condição física, como de fatores como a autoestima e a capacidade de superação. Este Centro de Recursos Desporto Inclusivo, a funcionar na sede do IPDJ de Portalegre, disponibiliza à comunidade um conjunto de equipamentos como cadeira de rodas para andebol, andebol de competição, basquetebol, basquetebol de competição e ténis. Dispõe igualmente de calhas de boccia de iniciação e competição e bicicleta adaptada (Handbike). Cátia Alves (CSD)


ESCOLA

DIA DO DIPLOMA RECEBERAM UM DIPLOMA DE EXCELÊNCIA E UM LUGAR NO QUADRO DE EXCELÊNCIA DO AGRUPAMENTO OS ALUNOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO BONFIM.

06 No passado dia 20 de outubro, celebrouse no Agrupamento de Escolas do Bonfim o Dia do Diploma. Receberam um Diploma de Excelência e um lugar no Quadro de Excelência do Agrupamento todos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico que obtiveram, no final do ano letivo 2017-2018, uma média final correspondente ao nível 5 (média arredondada). Também os alunos do ensino secundário que alcançaram média igual ou superior a 16 valores receberam um Diploma de Excelência e um lugar no Quadro de Excelência do AEB. Os Diplomas de Melhor Aluno foram entregues aos alunos que, em cada um dos anos do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, obtiveram os melhores resultados. Após as palavras de boas-vindas proferidas pelo Diretor do Agrupamento de Escolas do Bonfim, professor António Luís Sequeira, deu-se início à cerimónia, na qual estiveram presentes alunos e respetivas famílias, entidades convidadas, professores e restantes elementos da comunidade educativa. A apresentação da cerimónia esteve a cargo de Susana Trindade, aluna do 12.º ano, do curso de Ciências Socioeconómicas, e de João Diogo Pires Caldeira, aluno do 10.º ano, do curso de Ciências e Tecnologias, à data presidente da Associação de Estudantes do AEB e presidente da mesa da Assembleia Geral da Associação de Estudantes, respetivamente Durante a cerimónia, os presentes puderam desfrutar de belíssimos momentos musicais, graças à colaboração da Escola de Artes do Norte Alentejano, cujos alunos, mais uma vez, mostraram o seu talento. O primeiro momento musical foi apresentado pelo aluno Henrique Morais, à guitarra, que apresentou as peças Barcarola, opus 51, n.º 1, de Napoleon Coste, e Estudo, opus 35, n.º 8, de Fernando Sor. O segundo momento musical da manhã foi apresentado pelo aluno João Bicho, ao violino, que apresentou a peça Partita n.º 3, de Johan Sebastian Bach. Por fim, o aluno Rodrigo Amaro, ao acordeão, apresentou a peça Lisboa, menina e moça, de Paulo de Carvalho.

REPORTAGEM FOTOGRÁFICA:

André Castanho / David Coelho / João Miranda (CP de Comunicação e Serviço Digital)


ESCOLA

07


08

ESCOLA 5.º ano - Afonso Carvalho - Álvaro Guilherme - Ana Sofia Velez - António Alexandre - Carlota Carvalho - Carolina Morais - Celeste Rebeca - Daniel Ferreira - Daniela Ferreira - Dinis Mira - Filipa Carrilho - Henrique Pires - Lara Trindade - Lara Romacho - Laura do Carmo - Leonor Lourenço - Luana Lourenço - Madalena Capote - Mafalda Fura - Manuel Ruas - Maria Leonor Figueira - Mariana Grilo - Mariana Batista - Mariana Tavares - Miguel Monteiro - Rafael Bilé - Rafael Mourato - Sara Grave Diploma de Melhor Aluno de 5.º ano - António Alexandre - Dinis Mira - Mariana Grilo - Rafael Mourato 6.º ano - Alice Roque - Ana Carolina Caldeira - Camila Ferreira - Carlota Carvalho - Catarina Correia - Cátia Velez - Cláudia Salpico - Dinis Mira - Gonçalo de Almeida - Henrique Morais - João Conde - João Pires - José Valente - José Véstia - Manuel Barrata - Maria Carolina Agostinho - Maria Carvalho - Maria Laura Cargaleiro - Maria Baptista - Maria Sofia Figueiredo - Mariana Grilo - Martim Castelo - Miguel Rodolfo - Rafael Realinho - Tiago Lopes - Vasco Poupino - Xavier Durão Diploma de Melhor Aluno de 6.º ano - Ana Carolina Caldeira - Cláudia Salpico - Dinis Mira - Henrique Morais - Mariana Grilo - Rafael Realinho - Vasco Poupino 7.º ano - Afonso Moisés

- Bruno Borges - Catarina Conceição - Catarina Cardoso - Francisco Palmeiro - Gonçalo Pimenta - Gonçalo Cacheiro - Gonçalo Batista - Henrique Cid - Isabel Marchão - Margarida Marvão - Maria Beatriz Fernandes - Maria Beatriz Romão - Maria Margarida Estorninho - Martim Luís - Matilde Cidrais - Miguel Henrique - Rodrigo Carvalho - Rodrigo Ceia - Sofia Morgado - Vicente Guilherme Diploma de Melhor Aluno de 7.º ano - Gonçalo Batista - Maria Margarida Estorninho - Rodrigo Ceia 8.º ano - Afonso Mouta - Afonso Ribeiro - Afonso Silva

- Matilde Capote - Matilde de Paula 9.º ano - Adelaide Janela - Ana Carolina Fernandes - Beatriz de Brito - Beatriz Laranjo - Beatriz Poças - Carolina Lacão - Constança Caetano - Cristina Cargaleiro - Francisco Azeitona - Gabriel Cambraia - Helena Feiteira - João Caldeira - José Véstia - Júlia Gouveia - Leonor Rodrigues - Madalena Rodolfo - Margarida Lacão - Maria Beatriz Bezerra - Miguel Henriques - Pedro Trindade - Pedro Barreto - Renata da Silva - Rita de Figueiredo - Rodrigo Patrício - Tomás Bonito

QUADRO DE EXCELÊNCIA 2017/2018 - Ana Filipa Rijo - Ana Isabel Oliveira - Beatriz Landeiro - Carolina Garcia - Cristina Dyachuk - Eduardo Parracho - Francisco Carvalho - Guilherme Rodrigues - Henrique Marques - Joana Marques - João Alexandre Carapeto - João Freire - João Guilherme Bicho - Laura Amaro - Leonor Travassos - Letícia Janela - Manuel Perestrelo - Maria Teresa Silva - Maria Vitória Mindru - Mariana Barbas - Marta Sampaio - Matilde Capote - Matilde de Paula - Sofia Bathke - Sofia Reia - Teresa Cameron

Diploma de Melhor Aluno de 8.º ano - Guilherme Rodrigues - João Carapeto - Letícia Janela

Diploma de Melhor Aluno de 9.º ano - Helena Feiteira - Leonor Rodrigues 10.º ano - Alexandra Morais - Ana Sofia Lopes - Anita dos Santos - Beatriz Perinha - Beatriz Ricardo - Carolina Janeiro - Catarina Nabais - Catarina Ribeiro - Cátia Severiano - Cláudia Viegas - Diogo Nogueiro - Francisco Ventura - Inês Tomé - Joana Fernandes - Joana Andrade - João Pereira - João Guilherme Correia - João Gustavo Alexandre - João Pedro Luís - João Vasco Miranda - José Maria Correia - Laura Martins - Luís Miranda - Margarida Durão

- Maria Parente - Maria Leonor Bezerra - Nuno Melancia - Patrícia Calado - Raquel Papafina - Ricardo Lourenço - Rita São João - Tiago Gonçalves Diploma de Melhor Aluno de 10.º ano Anita dos Santos 11.º ano - Alexandre Parreira - Ana França - André Alvarrão - Andreia Janeiro - Andreia Mendes - Beatriz Alemão - Bruna Santos - Carlota Luz - Carolina Castro - Carolina Pinto - Carolina Arvanas - Diogo Gorgulho - Emília Agostinho - Gonçalo Pinto - Inês Argueles - Inês Madureira - Inês Ludovino - Inês Valério - Joana Dias - José Parreiras - Mafalda Flores - Margarida Carniça - Margarida Narciso - Margarida António - Mariana Realinho - Mário Conceição - Miguel Cordeiro - Rui Vitorino - Salvador Farinha - Sofia Roque Diploma de Melhor Aluno de 11.º ano - Diogo Severino Gorgulho - Diogo Gorgulho (1) 12.º ano - Ana Correia - Beatriz Raposo - Diana Pernas - Duarte Feiteira - Francisco Cavalheiro - Gonçalo Azevedo - Inês Almeida - Laura Preciado - Leonor Papafina - Márcia Aranha - Margarida Domingues - Maria Catarina Henriques - Maria Nepomuceno - Maria Margarida Pinheiro - Maria Margarida Torres - Rafael Pacheco - Raquel Chaparro - Sara Ferreira Diploma de Melhor Aluno de 12.º ano - Duarte Miguel da Silva Feiteira (1) Prémio Bailim Pissarra, atribuído ao aluno com a melhor classificação final na disciplina de Biologia e Geologia, no 11.º ano.


ESCOLA

09


10

FORTIOS

SEMANA DA ALIMENTAÇÃO Durante a semana da alimentação (de 15 a 19 de outubro), a EB1/JI de Fortios elaborou trabalhos alusivos ao tema e realizou algumas atividades, nomeadamente a preparação de saborosos e nutritivos sumos. Contribuíram para isso os pais/encarregados de educação, que nos forneceram muitas e variadas frutas.

SEMANA DA MÚSICA Para celebrar a semana da música (de 1 a 4 de outubro), os alunos da EB1/JI de Fortios realizaram algumas atividades relacionadas com o tema, sendo uma delas a criação de uma pequena orquestra com a ajuda do professor de Música, André Relvas. Não há dúvida de que a música proporcionou um momento de interação e de cooperação entre os alunos.


ESCOLAS

11

BOAS VINDAS

HALLOWEEN CRISTÓVÃO

No dia 17 de outubro, realizou-se a primeira

atividade do projeto de atividade física, dinamizado pelos docentes de Atividade

Física e Desportiva, Paula Rocha e Rui Xavier, com a colaboração das professoras

titulares de turma, educadoras de infância e auxiliares educativas.

Começámos por fazer uma caminhada, admirando a paisagem até ao campo de

futebol, e, depois de lancharmos para recuperar a energia, dirigimo-nos para o

campo para darmos início aos jogos. A atividade foi dividida em duas partes: uma com jogos

(jogo das estátuas, jogo dos

arcos e jogo barrado lenço) para os alunos

do pré-escolar e a outra com quatro jogos ( futebol humano, corrida de sacas, jogo dos arcos e jogo do apanha com bola) para os alunos do 1.º ciclo. Todos os alunos tiveram

oportunidade de jogar todos os jogos, pois, de 15 em 15 minutos, rodavam no sentido dos ponteiros do relógio.

Foi uma manhã muito divertida, durante

a qual todos os alunos mostraram grande felicidade e empenho e puderam praticar

atividade física ao ar livre, contribuindo, assim, para a promoção da sua saúde e o seu bem-estar.

Paula Rocha e Rui Xavier

Na escola Cristóvão Falcão, os alunos do 6.º D receberam os colegas, professores e auxiliares de uma forma diferente.


IF YOU WERE IN MY SHOES?

Carla Louro, André Maia, Cláudia Pedreira, Natália Roriz

Schools awarded the European Quality Label 2018 https://www.etwinning.net/en/pub/highlights/ schools-awarded-european-q18.htm#c620

Schools awarded the National Quality Label 2018

Schools awarded the European Quality Label 2018

Prémio Nacional eTwinning 2018

FAR IN SPACE, CLOSE IN E-TWINNING André Maia, Carla Louro, Cláudia Pedreira

Schools awarded the National Quality Label 2018

Schools awarded the European Quality Label 2018

O Agrupamento dá os parabéns aos alunos, professores, formadores e intérpretes.

B.39.OUT.2018  
B.39.OUT.2018  
Advertisement