Page 1

BOLETIM DE DISTRIBUIÇÃO INTERNA - Nº 111

ASSOCIAÇÃO EVANGÉLICA DE ACAMPAMENTOS M AIO DE 2011

NESTE INFORMATIVO

A VOZ PASTORAL

PALAVRA DO DIRETOR ESDRAS KREBSKY

PALAVRA DO DIRETOR

1

A VOZ PASTORAL

1

C A R T A A O L E I T O R

1

COISAS PARA TENTAR

2

ACONTECEU OU VAI ACONTECER...

2

A CONVENÇÃO PASSOU, O CONTEÚDO FICOU!

3

QUEM COME BEM, FALA BEM!

3

QUEBRA-GELO: PORQUE E COMO USÁ-LO.

4

ESPAÇO AEA

4

Carta ao Leitor

(DIRETOR EXECUTIVO NACIONAL)

E cá estamos novamente naquele mês que, para nós da AEA, é o principal mês do ano. Mês em que encontramos face a face os líderes de acampamentos que não vemos há algum tempo. Mês que conhecemos outros e novos líderes de acampamentos com quem não tínhamos contato prévio. Mês de renovação de idéias, ânimo e fortalecimento de laços fraternais e ministeriais. É o mês de nossa Convenção Nacional! Este ano este evento tem um gostinho especial: contamos com a ajuda da Equipe do Quest na formatação e escolha de seminários e preletores, estaremos sendo hospedados por um dos membros fundadores da AEA (Acampamento Jovens da Verdade) e teremos a eleição para a próxima Diretoria da AEA. Temos investido muito tempo em preparar esta Convenção e conseguir os líderes certos para nos ajudarem com as preleções e outros atrativos da programação. E temos buscado a Deus, pedindo que os participantes saiam renovados e

CONSAGRAÇÃO

fortalecidos em sua visão. Afinal, nosso tema é “Pré-Pago: Investindo Hoje, para um Melhor Amanhã”.

Quando o missionário David Livingstone estava trabalhando na África, um grupo de amigos lhe escreveu: "Gostaríamos de lhe enviTalvez você se sinta desanimado ar mais homens. Já descobriu uma com o ministério que desenvolve com boa estrada para a sua área?" Seretiros e acampamentos. Talvez, se gundo um membro de sua família, sinta só... imaginando, como Elias, Livingstone enviou um bilhete em que apenas você está passando por esta situação de dificuldades e desafi- resposta: "Se tem homens que só vêm sabendo que existe uma boa os. Pode ser que lhe faltem idéias estrada, não os quero. Quero honovas para os horários de recreação mens que venham mesmo que não ou treinamento de sua equipe de exista estrada nenhuma". voluntários. A nossa Convenção Nacional pode ser a resposta para estes seus questionamentos. Mas,... ela pode ser muito mais. Ela pode ser sua oportunidade de lembrar e compartilhar o que Deus tem feito em sua vida e através de seu ministério. Ela pode ser a forma de você ser usado por Deus para abençoar a vida de outras pessoas que ali estarão. A sua forma de “investir hoje, para um melhor amanhã”! Venha abençoar seus irmãos e irmãs nesta Convenção. Este é o nosso convite-desafio a você.

Muitas pessoas só querem seguir a Jesus desde que Ele garanta que o caminho de nossa vida será acarpetado. Mas, discípulo é alguém que decidiu seguir a Jesus em qualquer caminho, mesmo que não exista caminho nenhum. São pessoas que disseram a Jesus o que Itai falou a Davi: "No lugar em que estiver o Rei, meu Senhor, seja para a morte seja para a vida, lá estará também o teu servo" (2Sam 15.21). Você já tomou esta decisão? Pr. Fred R. Bornschein - Curitiba/PR

Temos recebido alguns comentários de nossos leitores sobre A Fogueira. Depois da última edição, uma leitora, não diretamente relacionada à área de acampamentos, nos escreveu dizendo que a “Voz Pastoral” tinha falado muito ao seu coração: pois ao passar por tribulações, às vezes nos esquecemos ou mesmo deixamos que nossa fé se abale nesses momentos difíceis. Estes comentários nos encorajam a seguir em frente e nos lembram sempre de novo, como o ministério de acampamentos, em suas diferentes formas, tem impactado a vida de pessoas. Neste sentido, ainda o convidamos uma vez mais: juntese a nós na Convenção Nacional e “ seja impactado”.

AEA OFERECE •

Curso para líderes de Acampamentos, em módulos (CAMP)

DIAS CHU4 VOSOS: MAU • Seminários de Aperfeiçoamento HUMOR OU OPORTUNIDADE

em Retiros e Acampamentos

Treinamento de Líderes para Retiros (TLR)

Livros, Softwares, consultorias

(SARA).

Próxima Convenção Nacional:

26 a 29/maio/2011, no Acampamento JV, em Arujá - SP.

Tema: “Pré-Pago. Investindo Hoje, Para um Amanhã Melhor” Ainda há vagas! Mais informações na próxima página.


Página 2

COI SAS PARA TENTAR...ELES OU ELAS Objetivo: Ter apenas "eles" ou "elas" sentados na área delimitada. Preparação: Separe 4 cadeiras nas quais se sentarão 2 rapazes e 2 moças. Forme um círculo ao redor destas cadeiras, peça ao restante do grupo que se sente e deixe uma cadeira vazia ao lado de uma pessoa. Peça a cada participante que escreva seu nome em um pedaço de papel. Recolha os nomes e os embaralhe. Vá ao redor do círculo fazendo com que todos recebam um papel com um nome nele, que não deve ser mostrado. Jogo: O jogador A que está à direita da cadeira vazia diz um nome e quem tem este nome escrito em seu papel (e não quem efetivamente é chamado assim) muda de lugar e se senta na cadeira

vazia. Essas duas pessoas, então, trocam seus papéis com os nomes. A próxima pessoa à direita da cadeira que agora está vazia, chama outro nome (não pode ser o nome que acabou de ser chamado). O jogo continua desta forma. A idéia é conseguir trocar as pessoas que estão nas 4 cadeiras do início do jogo de tal forma que restem apenas rapazes ou moças. Desta forma, no exemplo ao lado, o jogador A conseguiu mover o jogador B de seu lugar, e deixou vago o lugar ao lado do jogador C (que é do sexo masculino). Este por sua vez procurará chamar outro participante em cujo papel esteja escrito o nome de algum outro rapaz e assim, o grupo dos " eles" ganham o jogo. Jogo que utiliza memorização, pensamento estratégico e aprendizagem de nomes do grupo.

ACONTECEU OU VAI ACONTECER...CONVENÇÃO 2011! Seminários sobre: Equipe

Alguns temas:

Trabalhando com voluntários

 Gestão de Risco – Esportes

Alimentação em Retiros e

Radicais

Acampamentos

 De novo?? A importância de

Hospedagem em Retiros e

novidades

Acampamentos

 Ministério Itinerante

Leis da Terra

Liderança

 Princípios de Marketing

A cultura dos jovens de hoje

Recursos Humanos

 Princípios Básicos de Orça-

Levantando Fundos

Marketing, Negócios & Finanças

Preletores: Jodie Langmann, Jasiel Botelho, Adelmo Santiago, Marcelo Gualberto, Dwayne Klassen, entre outros...

Ministério e Programa

mento

ACONTECEU OU VAI ACONTECER...TLR NO ESPÍRITO SANTO Aconteceu, nos feriados de páscoa, dos dias 20 a 25 de abril último, um TLR na região de Vitória / ES. Alan e Paulinho ministraram o treinamento para 69 líderes de adolescentes, vindos de 22 igrejas. O objetivo era preparar o pessoal para organizarem e liderarem o Acampamento Sinodal de UPAs a ser realizado nos feriados de Corpus Christi. Veja alguns depoimentos ao lado. Além dos bons resultados, tivemos também algumas boas críticas, que recebemos como grande ajuda para melhorarmos em nossas próximas atuações. Valeu moçada!

“Na minha visão anterior a esse treinamento, acampamento era só para reunir as pessoas socialmente, espiritualmente, mas vi que o acampamento pode promover uma mudança na vida da pessoa”. “O TLR me ensinou a olhar a todos os lados do acampamento. Entender a posição do acampante e do equipante, como funciona e todo o trabalho a ser feito para organizar um bom acampamento”. “Com o TLR passei a ter uma visão mais completa da estrutura e do propósito de um retiro (acampamento)”. “Me ajudou a refletir sobre a necessidade de não fazer um retiro sempre da mesma maneira”. “Me fez ver acampamento como mais que passar o tempo e que mudanças de ideias não ocorrem só na hora do culto, mas em todo o retiro”.


Página 3

A CONVENÇÃO PASSOU, O CONTEÚDO FICOU!

Day Camp - Aproveitando o potencial do acampamento. A ocupação da propriedade é importante, pois a

las? Devem aprender a atitude correta. Por esses

3. Indicações de professores que dão aula em

torna conhecida e gera recursos. Mas não deve

pequenos exemplos, creio que é um baita ministério

mais de uma escola.

ser o foco principal. Day Camp como uma sim-

e deve ser encarado assim!

4. Pastores de Igrejas que tem ligação com esco-

ples ocupação da propriedade não terá o cumprimento de propósito que todo acampamento evangélico deve ter.

Quatro alvos indispensáveis de um Day Camp:

5. O acampamento deve ter em mãos um pros-

1.Evangelismo; 2.Proporcionar atividades de lazer, cooperação,

O Day Camp deve ser um ministério. Pois é

esportes, aventura e integração para que os seus

uma ferramenta excelente para evangelização

participantes: a) conheçam seus limites individuais;

evangelização, mas também para sua educação

b) Aprendam a valorizar as diferenças

e formação. Eles aprendem valores que estão

interpessoais dentro do grupo.

perdidos neste mundo. Valores simples como o

c) Desenvolvam as suas habilidades

de jogar lixo no lixo. Cuidar e preservar a natu-

pessoais.

reza. Respeito, admiração e convívio com o

d) Estabeleçam valores cristãos que

próximo, com pessoas diferentes.

direcionarão suas vidas.

da vida. Por exemplo, o “Rale-Duro” elimina

pecto com informações sobre o local e o que ele oferece. 6. Um DVD com as atividades mais atraentes do

de crianças, adolescentes e jovens. Não só da

A programação deve ser voltada às realidades

las.

local. O DVD deve ter várias cópias, pois assim várias escolas ao mesmo tempo podem conhecer o trabalho. 7. Fotos do local. Estas devem abranger as atrações principais do local. 8. Um contrato aonde vão as informações sobre o programa, os propósitos, custos, normas, etc.

e) Tornem-se melhores cidadãos em

Como planejar um programa de acordo com a

suas comunidades.

propriedade? Continua no próximo informativo...

qualquer tipo de diferenças sociais, pois todos

3.Gerar recursos para o ministério;

Junior Borges e Johnny Fürst - Missionários da

vão para lama, passam por obstáculos que

4. Tornar o Acampamento conhecido.

Palavra da Vida Sul

geram medos independentemente de classe social. Jogos Cooperativos onde aprendem algo

Como surgem os primeiros contatos com as escolas? O que usar nestes contatos?

em extinção no mundo. Brincadeiras de grupos onde uns perdem e outros ganham. Na vida

1. Através de acampantes e equipantes.

passamos por derrotas e como vamos encará-

2. Professores que conheçam o Acampamento e o ministério ali desenvolvido.

TEMPURÁ Ingredientes:

QUEM COME BEM,

½ repolho médio

FALA BEM!

1 pimentão verde

AGENDA • 25/05 - Reunião da Diretoria da Associação Evangélica de Acampamentos - AEA, no Acampamento Jovens da Verdade, Arujá/ SP. • 28/05 - Assembléia Nacional da Associação Evangélica de Acampamentos - AEA, durante a Convenção Nacional, no Acampamento Jovens da Verdade.

1 pimentão amarelo

Massa: 2 ovos inteiros 1 colher (sopa) amido de milho 3 xícaras de farinha de trigo

Receitas fáceis para o seu acampamento

1 pimentão vermelho 4 cenouras médias 2 cebolas grandes

Modo de Fazer:

Sal a gosto

Cortar as verduras em tirinhas, misturar aos poucos com a massa e fritar em óleo quente. A massa é só para ligar as verduras, não cobrí-la. (receita japonesa)

1 colher (chá) de fermento

Receita enviada por Marlene - Lar Rogate, Curitiba/PR

2 a 3 copos de água gelada

• 04 e 05/06 - Segundo módulo do CAMP Liderança & Administração no Acampamento Manancial, Uberlândia/MG. CLASSIFICADOS Precisando ou oferecendo algo? Entre em contato com a AEA Sul e veja como divulgar sua informação.


Página 4

QUEBRA-GELO: PORQUE E COMO USÁ-LO. Seja dando uma aula, facilitando uma reunião, recebendo um grupo, estar em qualquer evento onde há um grupo de pessoas que não se conhecem pode ser intimidador ou muito divertido. Quebre o gelo! Quebra-gelos são atividades estruturadas, fáceis de jogar e projetadas para relaxar os participantes, introduzi-los uns aos outros e motivá-los, transformando uma situação, em princípio, excessivamente formal, num ambiente positivo de grupo. Estas atividades não estão normalmente relacionados com o assunto a ser discutido, com o propósito em si do encontro, mas ajudam a quebrar as panelinhas convidando as pessoas a formarem grupos aleatórios, de uma forma divertida e “não ameaçadora”. O termo "quebra-gelo" vem de "quebrar o gelo", que por sua vez, vem de navios especiais chamados de "quebra-gelo" que são projetados para quebrar o gelo nas regiões árticas. Assim como esses navios tornam mais fácil o caminho para outros navios realizarem suas viagens, estas atividades ajudam a “limpar o caminho” para que ocorra a aprendizagem, interação, comunhão, tornando o ambiente mais confortável e favorecendo a comunicação. Como usar quebra-gelos de forma efetiva:

seguintes aspectos: idade, familiaridade que tem entre si, o objetivo da reunião de grupo e suas habilidades físicas. 2. Progrida em intensidade. A regra geral é começar com atividades que usem movimentos mais limitados, menor contato físico e regras simples e aumentar progressivamente cada um desses fatores. Sempre se pode dizer como as coisas estão indo pelo nível de conversa e risadas. 3. Seja flexível. Como a maioria dos jogos, você pode mudar as regras da atividade para se adequar ao grupo, criando mais ou menos movimento, “complicando” ou facilitando a situação. 4. Participe com entusiasmo. A ideia por tras de quebra-gelos é ajudar os participantes a derrubar barreiras, aprender algo novo sobre os demais membros do grupo e principalmente...promover diversão. Certifque-se de desempenhar um papael ativo duarnte as atividades, assim os participantes poderão aprender algo sobre você também. 5. Sempre que possível, use acessórios divertidos como máscaras de borracha engraçadas, bichos de pelúcia ou outros objetos que provoquem riso ou interesse por si mesmos.

6. Mude sua rotina. Quando uma atividade parece desinteressante e obsoleta equanto você estiver apresentando-a, é hora de mudar sua rotina e aprender uma nova atividade. E, apresente-a com entusiasmo! Quebra-gelos funcionam melhor quando são divertidos e envolventes, e trazem informações ou qualidades dos participantes que não são óbvias (por exemplo, talentos ocultos, atitudes e experiências anteriores). Aprender mais uns sobre os outros de forma divertida pode ajudar a reduzir a tensão e a ansiedade e e auxiliar na descoberta de pontos comuns entre os mebros do grupo, auxiliando na criação de novos relacionamentos. Quebra-gelos fornecem uma maneira de estabelecer uma base comum entre os participantes, de fazer com que todos se movam e criar um ambiente convidativo. Este tipo de actividades são especialmente importantes no primeiro dia do acampamento. Um quebra-gelo ajuda a divertir os participantes, estabelecer regras básicas, aliviar a ansiedade do acampante e começar o evento com o “pé direito”. Fontes : www.ultimatecampresource.com

1. Conheça o seu público. Antes de decidir quais as atividades a utilizar, conheça o grupo nos

Visite nosso site! , 50 R$ 19

Confira outros produtos e serviços!

Socorro! Sou Equipante de Acampamento. Este livro foi escrito para ajudar o equipante, novato ou experiente, a realizar um melhor trabalho no acampamento. Trata-se de um manual que o equipante pode levar consigo para o acampamento a fim de ajudá-lo a lidar, de maneira eficaz, com situações que surgirem.

www.educationworld.com; www.about.com

DIRETORIA Presidente: André Gomes Lima (Acampamento Jovens da Verdade - SP) Vice-Presidente: Scott Douglas Buhler (Acampamento Quest - SC) Secretária: Lizânia Santana Barros (Acampamento AICEB - DF) Tesoureiro: Narcizo Lourenço de Souza (Acampamento Belo Amanhecer - GO) Vogais: Daniel José da Silva (SuperAção - SP) Rodrigo Franklin de Assis Brito (Uberlândia - MG) Marco Vinício (Acampamento JV - SP)

www.cci.org.br Veja como pagar: ou transferência bancária:

Diretor Executivo: Esdras Oliveira Krebsky (AEA/LAM) Equipe de Obreiros: Alan e Ézia Mullins (AEA/LAM) Karen Krebsky (AEA/LAM) Adilson e Gladys Schneider (AEA) Paulinho e Bea Souza (AEA Sul) Expediente do “ A Fogueira”: Bea Souza (AEA Sul) Revisão: Gladys Schneider (AEA) Contato: aeasul@cci.org.br

A Fogueira  

Informativo Mensal da Associação Evangélica de Acampamentos

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you