__MAIN_TEXT__

Page 1

AEAO e Arquitecasa trazem novas oportunidades para Osasco

Em tempo de incertezas, parceria oferece serviço online em condições vantajosas para os associados AEAO. Osasco, junho de 2015 – Arquitecasa é o primeiro marketplace digital do segmento de obras residenciais autogeridas do Brasil, pelo qual o profissional cadastrado recebe pedidos de orçamentos de obras e projetos feitos por usuários de sua região, a partir de listas quantitativas de serviços. Com um modelo inovador, Arquitecasa vem se firmando como grande gerador de novas oportunidades de vendas de serviços para profissionais que trabalham com refor- tempo e recursos humanos especial aos nossos asso- em dia com a AEAO, você ma e construção. No últi- é enorme, e permite ao ciados, até o final de julho ganhará 9 créditos para mo dia 9 de junho, Arqui- profissional focar sua aten- próximo. experimentar o sistema e tecasa lançou uma nova ção na conversão da venda Após acessar www.ar- responder a 9 pedidos de funcionalidade que per- em si, no desenvolvimento quitecasa.com.br/cadastro orçamentos que escolher. mite responder a pedidos da atividade-fim e relacio- -profissional.php, fazer seu Importante: os créditos de orçamentos de obras, namento com clientes. cadastro gratuitamente e não têm prazo de validaEm parceria com a enviar email para arquite- de. Caso tenha alguma dúde qualquer tamanho, em AEAO, Arquitecasa está casa@arquitecasa.com.br vida, ligue para (11) 3256menos de 10 segundos. A economia gerada em oferecendo uma condição dizendo que é associado 5803.

Prêmio Creas-SP reconhece alunos da área tecnologica

Entenda a importância do ART

Todo profissional precisa ficar atento à responsabilidade ética

Já é possível fazer o Registro On-line!

Página 03

Página 03

Página 03

Página 04


2 Acesso

EXPEDIENTE

Rua Nathanael Tito Salmon, 313 Centro - Osasco Tel (11) 3682-5162 E-mail: aeao@aeaosasco.org.br Site: www.aeao.com.br DIRETORIA DA AEAO TRIENIO 2015/2017

O caminho é o acesso, que tanto necessitamos para sair daqui e chegar lá; temos os meios de locomoção, a pé, bicicleta, motocicleta, automóveis, ônibus, trem, metrô, helicópteros, aviões, navios. Os caminhos percorridos independente de serem públicos ou privados devem ser cuidados através de legislação. O que atende a tantos modos de transportes são os espaços segregados, pura utopia urbana(?). Imaginemo-nos em um ponto de confluência, com os modos de transportes terrestres, a hierarquia é instalada, pela tonelagem do veículo, pelo bom senso, pela quantidade de usuários(?), enfim, temos uma le-

gislação, em que considera tal hierarquia, pedestres, biciclos, automóveis, mas, e quanto ao caminho, estamos observando que acessos restritos existentes, estão sendo compartilhados com vários modos, isto significa que a segregação do acesso, deve ter outro nome, como, estreitamento de acesso, com isso o resultado dos congestionamentos já conseguiu mais um vilão, o estreitamento de vias. A qualidade dos caminhos devem ser estudadas, de forma a estarem nos planos diretores, dando diretrizes, e efetivando a manutenção do resultado pretendido, quer seja em calçadas, ruas ou avenidas.

Presidente: Egydio Angerami Filho Vice-Presidente: Nelson Lacotisse 1º Secretário: José Alberto de Oliveira Souza 2º Secretário: Cláudio Pereira Coelho 1º Tesoureiro: Nilton Roberto Peres Domingues 2º Tesoureiro: Silton de Souza Santiago Diretor de Patrimônio: João César da Silva Diretor de Eventos/Sociais: Marly Boghazdelikian Diretor de Esportes: Fernando Lacotisse Diretor de Marketing Comunicações: Paulo Sérgio Bertoni Fiorita Diretor de Fomento/Mercado de Trabalho: Marcelo de Cerqueira César CONSELHO CONSULTIVO Eduardo Tittoto Angerami Joaquim Gonçalves Costa Neto Fábio Coutinho Francisco César de Campos (suplente) CONSELHO FISCAL Gilberto Costa Simões Stella Maria de Araújo Figueiredo Silva Daniel Calió Sanches EDIÇÃO E DIAGRAMAÇÃO Nova Onda Comunicação Tel.: (11) 3654-4172 www.novaon.com.br


Prêmio Crea-SP 2015 reconhece alunos da área tecnológica

Responsabilidade ética do profissional Todo profissional da tecnologia tem uma grande responsabilidade, para com suas obras e para com a profissão. A responsabilização ética pode resultar de faltas éticas que contrariam a conduta moral na execução da atividade profissional. Em nível do CONFEA/CREAs, essas faltas estão previstas na legislação e no Código de Ética Profissional, estabelecido na Resolução nº 1002, de 26/11/02, do CONFEA. Uma infração à ética coloca o profissional sob julgamento, sujeitando-o a penalidades. Recomenda-se a todo profissional da área tecnológica a observância rigorosa às determinações do Código de Ética.

Foto: Departamento de Comunicação do Crea-SP

Na quinta-feira, 25 de junho, aconteceu a entrega do Prêmio Crea-SP de Formação Profissional para os melhores alunos de seus respectivos cursos de graduação de nível superior pleno das áreas de Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia e Meteorologia. A solenidade aconteceu no Espaço Figueira, à Av. Corifeu de Azevedo Marques, 137, Butantã, na Capital paulista, com a participação de homenageados, familiares, professores, reitores e diretores de universidades, além de conselheiros e diretores do Crea-SP. O prêmio foi instituído pelo Conselho há 18 anos com o propósito de

3

incentivar a dedicação e a inovação dos estudantes desde a formação até o exercício profissional futuro. O Prêmio Crea-SP já homenageou 3,7 mil estudantes de cursos da área

tecnológica que se destacaram em sua formação acadêmica, inclusive garantindo visibilidade para novas oportunidades de trabalho aos recém formados.


4

Registro On-line

Profile for AEAO

Informativo Eletrônico AEAO - Junho 2015  

Informativo Eletrônico AEAO - Junho 2015  

Profile for aeao
Advertisement