Issuu on Google+

Metodologia de vendas: A. I. D. A.

Para que o vendedor possa contar ou relatar a "história" do produto ou serviço que esta ofertando (seja durante uma visita, um telefonema, um e-mail ou uma página web), ele precisa conhecer e usar adequadamente um conjunto de técnicas de vendas, as quais, a partir deste momento estaremos apresentando através de vários artigos publicados em nosso portal e rede social, estas, as mais conhecidas do mercado. O importante não é dominar todas, mas pelo menos conhecer alguma profundamente e especializar-se nela. A metodologia e o estilo de venda escolhido deve ser aquele a mais adequada para seu negócio, permitindo-lhe apresentar o seu produto ou serviço através de um processo de suave fluidez (entre ou inicio do mesmo até o fechamento da venda) obtendo desta forma, a resposta desejada de seu público-alvo. Vários autores e especialistas envolvidos com a área de venda, sugerem que usemos o modelo AIDA (metodologia de vendas), pois sua estrutura tem como objetivos: A

Obter a atenção do comprador;

I

Manter o interesse na mensagem;

D

Fazer com que desperte no cliente o desejo para comprar o produto;

A

Obter a ação de compra, ou seja, assinatura do contrato;

Com isso em mente, aqui estão quatro fases de vendas baseada em abordagem de modelo AIDA:

1) Atrair a atenção do cliente: Poucas pessoas acordam pensando em comprar alguma coisa, a maioria tem outras coisas em mente tipo questões familiares, problemas no trabalho, escola dos meninos, contas a pagar etc,..., portanto, para alcançar o sucesso na gestão de vendas é essencial atrair a ATENÇÃO do comprador (Cliente) para o que está sendo oferecido, o que significa "quebrar ou romper" uma barreira chamada de "indiferença". Para isso, temos que aplicar algumas estratégias básicas, por exemplo: Cumprimentos e elogios: Conforme Dale Carnige, o maior escritor motivacional dos últimos tempos, já em uma de suas principais obras (“Como fazer amigos e influenciar as pessoas”, leitura obrigatória para todo vendedor de sucesso) em


1930 afirmava que não existe ser humano na face da terra que não queira ser lisonjeado ou que não considere que o mais importante para qualquer individuo é ele mesmo, por tanto podemos deduzir que a maioria das pessoas são sensíveis ao elogio sincero sobre o seu negócio, escritório, formação acadêmica, habilidades, passatempos ou interesses em um determinado assunto. Por exemplo: No caso de um vendedor visitando o gerente de uma empresa líder, poderia dizer o seguinte: "Sr. Smith, realmente é uma honra me encontrar com o gerente de uma empresa que é líder em seu segmento..." No caso de uma carta de vendas, poderia mencionar algo como: "Parabéns, pois somente aqueles que têm o desejo e a capacidade de se superar todos os dias aumentando o seu conhecimento teriam recebido esta carta, e Você é um deles..." Dando graças: Aqui só estaremos aplicando uma lei universal, ate diria que hoje até esquecida, que é a lei da reciprocidade. Desta forma, você pode notar que cada vez que agradecemos, o ouvinte fica comprometido, ou pelo menos se sente, como diríamos que “gentileza gera gentileza” perceba então que cada vez que agimos assim, nosso interlocutor nos diz “ de nada”, por tanto, a grande maioria dos seres humanos são sensíveis a agradecer a alguém sincero e espontâneo. Exemplo disto: Em uma entrevista o vendedor pode dizer o seguinte: "Sr. Smith, eu quero lhe agradecer sinceramente por me dar estes poucos minutos de seu precioso tempo,.." No caso de um e-mail, você pode incluir o seguinte parágrafo: "Sr. Smith, obrigado por tomar alguns minutos do seu precioso tempo para ler este e-mail". Em um site que oferece um produto ou serviço, você pode incluir o seguinte: "Caro (a) visitante, estamos muito gratos a você por brindar-nos com alguns minutos de seu tempo para entrar no nosso site,.." Despertar a curiosidade: a maioria dos seres humanos são naturalmente curiosos. Pense, quando foi a última vez que você viu uma novela na televisão e ficou meses assistindo só por curiosidade de saber como termina? Agora, para gerar curiosidade, vai exigir o uso de questões ou artifícios (honesto, nada de artimanhas). Por exemplo: Você estaria interessado em saber como fazer mais dinheiro usando a estrutura do modelo AIDA? Gostaria de ver um tipo de negócio que permite que você ganhe uma renda extra no seu tempo livre? Você se sentiria mais seguro se você pudesse evitar roubos a seu domicilio instalando um sistema de segurança simples em sua casa? Fatos presentes: Para isso pode reunir informações importantes que estão relacionadas com o produto ou serviço que você está oferecendo, e depois convertê-lo em uma frase que diz respeito ao que seus clientes precisam, Por exemplo:


“Senhor Silva”, vim para fornecer informações de como conseguimos aumentar as vendas de três empresas, acima dos 30%, implementando apenas nossas técnicas de vendas baseadas no modelo AIDA. Gostaria de ver os testemunhos escritos dessas empresas?,.. " Se você pretende usar esta técnica de vendas, não se esqueça de uma recomendação muito importante: apresente informações precisas! Você deve dar a impressão de "Eu estou aqui para ajudar": Poucas pessoas resistem a uma oferta gentil de ajuda. Por exemplo: "Senhor Silva“, estou escrevendo este e-mail para ver se podemos ajudar a aumentar a eficácia de sua força de vendas, para o qual gostaríamos de fazer um diagnóstico preliminar, sem nenhum custo para sua companhia, finalidade do mesmo será a de ajudar a determinar quão preparados estão seus Vendedores. Após o diagnóstico, será apresentada a sua empresa, uma série de seminários, cursos, consultorias, etc, para melhorar o trabalho de seus vendedores e informaremos o valor a ser investido. Fornecer notícias de última hora: "Algo fora dos esquemas" para muitas pessoas e que capta a sua atenção é o sentimento de conhecer uma nova história, e também vai representar certo beneficio. Por exemplo: “Sr. Da Silva, informo que finalmente foi publicado a Metodologia de vendas AIDA que ajuda a desenvolver apresentações exitosas de vendas, e o melhor de tudo, é a metade do preço, mas apenas para esta semana...” Em uma página da web, você pode incluir o seguinte parágrafo: Finalmente! O método AIDA de vendas para fazer apresentações de sucesso já traduzido para a língua o portuguesa, e o melhor de tudo: metade do preço (mas apenas para esta semana).

2) Criar e manter o interesse dos clientes: Depois de ter capturado a atenção do cliente (que por sinal, dura pouco), você precisa criar um interesse no que está sendo ofertado e reter o mesmo, o tempo suficiente para terminar a apresentação. Por isso, recomendamos a utilização de duas estratégias: a) Ajudar o cliente a identificar e reconhecer que tem uma necessidade ou se depara com um problema: Nenhum cliente vai comprar pelo menos reconhecer uma necessidade, desejo ou problema, e o papel do vendedor é ajuda-lo você a descobrir, esclarecer e reforçar a necessidade ou desejo. Para conseguir isso, recomendamos o seguinte: Orientar o comprador em potencial: Fazer perguntas sobre o que ele gosta ou não gosta, sobre suas esperanças, medos e problemas (todas relacionadas ao que está sendo oferecido), de modo que por si só chegue à conclusão que precisa de algo, ou quer algo em particular, ou simplesmente tem um problema. (são perguntas de indagação). b) Plantar uma necessidade ou problema na terceira pessoa: Para isso, o vendedor pode se referir a uma porcentagem da população ou de empresas


em uma determinada categoria, que têm uma necessidade ou problema em comum. Por exemplo, para um empregador pode comentar apresentando um problema para 60% das empresas relacionadas à sua área de negócios. Para uma dona de casa, você pode mencionar uma necessidade para a maioria das famílias com crianças. Para um médico, você pode dizer o que uma elevada percentagem de especialistas vinham reclamando de uma droga "x"... Devemos destacar que em todos os casos devemos fornecer informações verídicas e fidedignas, Faça algumas dicas tentadoras sobre como o produto ou serviço pode beneficiar o comprador: Por exemplo: Em uma entrevista pessoal, você pode dizer algo como: "Sr. Smith, ate aqui estamos de pleno acordo que a sua empresa precisa de um seguro contra incêndio e, de fato, eu tenho a melhor opção em seguro de incêndio, você gostaria de saber o que o...?” No caso de uma página web ou em um e-mail, você pode adicionar o seguinte parágrafo (após as perguntas): "Se você respondeu sim a uma ou mais perguntas, então isso significa que você precisa de seguro contra incêndio como vamos propor...?"

3) Despertar o desejo de comprar o que está sendo oferecido: Nesta fase, a principal tarefa do vendedor é ajudar o seu cliente a entender que o produto ou serviço que está sendo apresentado, vai satisfazer as suas necessidades ou desejos, ou será a melhor solução para os seus problemas. Para fazer isso, você pode fazer o seguinte: Explicar em detalhes o que é e o que faz o seu produto ou serviço, como funciona e quais os serviços adicionais incluidos (garantias, entrega, manutenção, suporte,etc,..). Falar dos benefícios mais importantes que tem o produto ou serviço em detrimento de outro semelhante que pode estar concorrendo (para não mencionar o nome do concorrente). Também é muito importante listar os benefícios de ter ou adquirir o produto ou serviço e as desvantagens de não tê-lo, ou de não aproveitar este momento para adquiri-lo. Faça uso dos maiores benefícios que o produto oferece. Por exemplo: Uma dona de casa não deve comprar uma máquina de lavar roupa, mas sim o que a máquina vai fazer por ela: Menos esforço na lavagem, mais tempo para cuidar dos filhos, o cuidado de suas mãos, roupas mais limpas, etc. Outro exemplo mais simples nos lembra que, ninguém compra uma broca, mas o furo em uma parede que ela pode fazer. Então esses são os benefícios que o produto ou serviço (pelo cliente) que despertam o desejo de que está sendo ofertado.

4) Cliente em ação e fechar a venda:


Este é o último passo. Você não pode dizer que é o mais importante porque é uma consequência dos 3 passos anteriores. “Em qualquer caso, é a parte final, pois produz o resultado desejado, que é:”. “A ordem ou pedido de compra”.

Este é um momento em que há dois pontos de vista: O do Cliente: Que está avaliando se os benefícios do produto ou serviço irão satisfazer a sua necessidade ou desejo, ou vai resolver o seu problema, e também está comparando os prós e contras de ter ou não o produto ou serviço. O do vendedor: Que acredita que é o momento certo para ajudar o cliente a decidir a compra e persuadi-lo a agir sem demora. Algumas estratégias de fechamento aconselham o seguinte: Evite a atmosfera de pressão: Quer dizer, que não se deve insistir em demasia, porque pode irritar o cliente. Estabelecer razões para comprar: Mas, com base em fatos e benefícios que atendam às necessidades ou desejos, ou resolver problemas do cliente e não de forma genérica, lembre que fez perguntas para conhecer um pouco do cliente. Pedido de Ordem de Compra: Após a apresentação de fatos e benefícios, nada mais lógico do que a solicitação do pedido de compra. Por exemplo, dizer algo como: "Sr. Silva, invista no seu conforto agora e aproveite o melhor serviço a partir de,..", ou, "Solicite agora e desfrute da leitura em poucos minutos.,. " Bom meus amigos aqui vimos o método A.I.D.A., de forma clara e concisa, para outras informações de métodos de vendas, gestão em vendas, não deixe de nos seguir em www.somatelcrm,com.br. até breve.


Metodologia de vendas: AIDA