Page 1

BoletimADUFPB

EDIÇÃO

177

TERÇA -FEIRA, 6 DE FEVEREIRO DE 2018

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA - JOÃO PESSOA - PARAÍBA www.adufpb.org.br - adufpb@terra.com.br

Momento de luta contra a REFORMA DA PREVIDÊNCIA As centrais sindicais CUT, Força Sindical, CSB, CTB, Nova Central, UGT e Intersindical reuniram-se na úlƟma quarta-feira (31) e aprovaram a realização de uma Jornada Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência. Em nota, as centrais repudiam a campanha enganosa do governo Temer para aprovar a Reforma e orientam suas bases a entrarem em estado de alerta e mobilização nacional desde já. Foi definido que o dia 19 de fevereiro será um Dia Nacional de Luta. Com a palavra de ordem “Se botar pra votar, o Brasil vai parar”, as centrais orientam a realização de assembleias, plenárias regionais e estaduais, panfletagens, blitz nos aeroportos, pressão nas bases dos parlamentares e

Carnaval com protesto! Diversas seções sindicais do ANDES-SN parƟciparão do Carnaval de 2018, levando às ruas do país as pautas da luta dos trabalhadores brasileiros e da educação pública. Os docentes estão organizando concursos de marchinhas, blocos de pré-carnaval e de carnaval e bailes que incorporarão a críƟca social e a mobilização políƟca à maior festa popular do Brasil. A conjuntura políƟca e social também é tema de diversos blocos organizados por movimentos sociais, sindicais e parƟdários em diversas cidades. Na Paraíba, o bloco Corujas, da ADUFPB, sai com o lema “Pule o Carnaval, mas não dance na Previdência!” na sexta-feira (9/02), na Praça Rio Branco, no Centro Histórico de João Pessoa, no Bloco Cafuçu. A concentração é a parƟr das 20h. Este ano, além da pauta anƟrreforma, o bloco também comemora os 40 anos da ADUFPB. “Nossa luta é informar e esclarecer a sociedade. Durante o carnaval os deputados vão visitar suas bases e medir o impacto da Reforma, por isso é importante que todos aproveitem para cobrar de seus representantes que votem contra”, disse CrisƟano Bounneau, presidente da ADUFPB.

reforçar a pressão no Congresso Nacional. As centrais sindicais conclamam suas bases a reforçar o trabalho de comunicação e esclarecimento sobre os graves impactos da “reforma” na vida dos trabalhadores e trabalhadoras. A unidade, resistência e luta serão fundamentais para barrarmos mais esse retrocesso. A CSP-Conlutas defende que, mais do que um dia nacional de paralisações é preciso construir uma nova Greve Geral no país, única forma de derrotar de vez os ataques do governo. “Mas, desde já, colocaremos todas as nossas forças para garanƟr a unidade e realizar um grande dia nacional de mobilizações no próximo dia 19/2”, informa em nota divulgada em seu site.


EDIÇÃO

2

177

Boletim

TERÇA-FEIRA, 6 DE FEVEREIRO DE 2018

Mobilizações em outros estados O Fórum das ADs – que agrega as seções sindicais das quatro universidades estaduais baianas – se reuniu na úlƟma quinta-feira (1/02) para debater a intervenção do movimento docente no carnaval. Geralmente, os docentes parƟcipam da Mudança do Garcia, na terça de carnaval. A reunião discuƟu a criação de um bloco do movimento docente e outras formas de intervenção na festa popular contra a Reforma da Previdência. Em Belém (PA), a Associação dos Docentes da Universidade Federal do Pará (Adufpa – Seção Sindical do ANDES-SN) organiza Baile Carnavalesco para aposentados no sábado (3). No Rio de Janeiro, a Associação dos Docentes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Asduerj – Seção Sindical do AN-

DES-SN) está discuƟndo, em conjunto com estudantes e servidores técnico-administraƟvos, a construção de um BlocoAto para esta quarta-feira, 7/02. Em Uberlândia (MG), a Associação dos Docentes da Universidade Federal de Uberlândia (Adufu – Seção Sindical do ANDES-SN), realizou, em conjunto com outras entidades sindicais e movimento sociais, um Esquenta de Carnaval do bloco montado com o foco na luta contra os ataques a classe trabalhadora e mais carente. No sábado (3/02), aconteceu um festival de marchinhas de protesto e a escolha do nome do bloco, que irá para as ruas da cidade mineira no dia 10, sábado de carnaval.

Direito à identidade de gênero e pauta o direito ao nome social No Congresso do Andes 2018 os parƟcipantes deliberaram que o Grupo de Trabalho de PolíƟcas Agrárias, Urbanas e Ambientais (GTPAUA) incorpore como temáƟca de sua próxima reunião a agenda contra o uso de agrotóxicos no país, com o objeƟvo de debater o tema no seu II Seminário Nacional em 2018. Também foram definidas a luta pela retomada dos territórios e a autodemarcação das terras, pela reforma agrária, reforma urbana popular, em defesa do meio ambiente e pelos direitos dos povos das florestas. A decisão da plenária foi a de denunciar a impunidade dos envolvidos no rompimento da barragem do fundão, em Mariana (MG) e cobrar reparação aos danos causados às pessoas e ao meio ambiente, no que já é considerado o maior crime socioambiental brasileiro. DIREITOS DAS MULHERES E DOS LGBTs Outro avanço foi à incorporação da luta pela tramitação e implementação do projeto de Lei 5002/13 (Lei João Nery), que trata sobre o direito à idenƟdade de gênero e pauta o direito ao nome social. E ainda sobre a temáƟca de classe, etnia, gênero e diversidade sexual, foi debaƟda a intensificação da luta em defesa, não apenas dos direitos das mulheres e dos LGBTs, como também dos direitos dos indígenas, negros, e contra as ações (administraƟvas, legislaƟvas, judiciais) que buscam restringir tais direitos e a discriminação etnicorracial, culminando na deliberação da realização de uma campanha pela ampliação desses direitos, juntamente à CSP-Conlutas e movimentos sociais.

Boletim produzido pela ASCOM/ADUFPB. Jornalistas responsáveis: Maurício Melo e Ricardo Araújo. Revisão: Nana Viscardi.

GEAP ADUFPB realiza reunião para discuƟr aumentos abusivos em plano de saúde A ADUFPB realizará no dia 8 de fevereiro uma reunião com os usuários do plano de saúde GEAP para discuƟr a questão de aumento abusivo nas mensalidades. O encontro está marcado para as 16 horas, na Sala de Leitura da ADUFPB, no Centro de Vivência.

Conselho de Representantes A ADUFPB convida os filiados para a posse do Conselho de Representantes da ADUFPB, marcada para o dia 23/02, às 15 horas, na Sala de Leitura da ADUFPB – Centro de Vivência.

Feriado do Carnaval Nos dias 12, 13 e 14/02, a sede da ADUFPB, no Centro de Vivência, estará fechada. Já a sede sociocultural do sindicato, o funcionamento será normal.

BOLETIM ADUFPB 177 - 06 FEVEREIRO 2018_BOLETIM ASSEMBLEIA  
BOLETIM ADUFPB 177 - 06 FEVEREIRO 2018_BOLETIM ASSEMBLEIA  
Advertisement