Page 134

ensaio fotográfico

zadas pelo REUNI: obras inacabadas, problemas de infraestrutura, salas de aula superlotadas, aulas em contêineres, turmas sem professores, professores com número excessivo de alunos e turmas, faltam laboratórios, bibliotecas, política de assistência estudantil, enfim, a precarização da formação e a intensificação do trabalho docente! As ações políticas do movimento sindical e do movimento estudantil: expansão com qualidade! Movimento estudantil e movimento sindical estão unidos na denúncia do processo de precarização da formação e de intensificação do trabalho docente gerado pelo REUNI. Na UFPB os estudantes da Faculdade de Mídias Digitais encontraram uma forma irreverente e criativa de protestar contra a falta de infraestrutura do curso, criado a partir do REUNI. Com a paródia “Construção – A banda mais bonita da universidade”, eles mostram que o prédio que deveria ter sido construído para abrigar o curso está com atraso de mais de um ano. A previsão inicial da obra era de 150 dias. Estudantes ocuparam a reitoria na Universidade Federal de Sergipe. Ocupação também da reitoria na Universidade Federal de Pelotas. Aulas suspensas na Universidade Federal de Alagoas. Protesto e suspensão do vestibular 2012 na Escola de Serviço Social da UFF e nos Cursos de Serviço Social, Psicologia, Enfermagem e Ciências da Computação, Produção Cultural e Engenharia da Produção do Polo de Rio das Ostras da mesma universidade. Na UFRGS e na UFBA, atrasos na implantação de laboratórios e hospital e alunos sem aula geram manifestações. Enquanto isso... O MEC continua pressionado as universidades federais para que a expansão irresponsável continue. Em 21 de março de 2011, por meio do Ofício 44/2011, a Sesu/MEC cobra do Reitor da UFF a expansão das vagas de graduação negociadas no Plano de Acordo de Metas da universidade com o MEC. Como a reitoria assumiu o compromisso de ampliar 9958 vagas e, até o momento, ampliou 8201, faltam 1755 vagas a serem ofertadas para atingir a meta acordada.

UNIVERSIDADE E SOCIEDADE

A imposição do MEC à reitoria da UFF é repassada às unidades de ensino da universidade, como mostra o Memorando Circular 04/2011, datado de 09/06/11, da Pró-Reitoria de Graduação à Escola de Serviço Social: a reitoria está preparando um “Plano de Providências para alcançar as metas do REUNI” e convoca os diretores de unidade para ampliarem as vagas discentes “sob pena de termos descontinuidade nos repasses de recursos financeiros e humanos, situação que já começou a acontecer, pela não liberação da totalidade de vagas docentes previstas para 2011”. A situação é grave! O momento é de nos aglutinarmos em torno da luta: expansão, sim, mas com qualidade! Nota 1. Disponível em:<http://www.adufpi.org.br/arquivos/dinheirodoreuniacabou.pdf>. Acesso em: 02 maio de 2011.

Referências ANDIFES. Relatório de Acompanhamento do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão – REUNI. Documento. Janeiro 2010. ______. Ofício 050/2011 de 2 fev. 2011. Disponível em: <http://www.noticias.uff.br/noticias/2011/02/oficio-andifes. pdf>. Acesso em: 7 maio 2011. BRASIL/Presidência da República. Decreto 6096 de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm>. Acesso em: 24 jun. 2011. BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Gerais do REUNI. Agosto de 2007. Disponível em: http://portal.mec. gov.br/sesu/arquivos/pdf/diretrizesreuni.pdf>. Acesso em: 24 jun. 2011.

DF, ano XXI, nº 48, julho de 2011 - 101

Revista Universidade e Sociedade - N°48  

Revista do Sindicato Nacional ANDES-SN

Revista Universidade e Sociedade - N°48  

Revista do Sindicato Nacional ANDES-SN

Advertisement