Issuu on Google+

ANÁLISE QUALITATIVA DAS INTRODUÇÕES E PRÓLOGOS DOS LDS: Cc= componente cultural LINEA DIRETTA NUOVO 1a (LDN) LD

LDN Estu.

LDN Prof.

Quais são as teorias e os princípios didáticos por trás deste LD? • Há material autêntico, fotos, desenhos • O livro se dirige a quem queira aprender italiano para compreender e utilizar com os italianos expressões de tipo cotidiano. • Contato direto com a língua autêntica • Contato com ritmo e prosódia da língua italiana • O aluno não precisa compreender tudo • Recursos visuais: fotos e desenhos • Foco na língua oral: o aluno ouve o diálogo inicial, e depois partes dele em que aparecem as estruturas a serem aprendidas. • Frequentemente se trata de expressões típicas da língua oral • Drills interativos • Abordagem metódica e soluções lúdicas • Livro para adultos • Foco nas 4 habilidades + estruturas morfossintáticas • O livro de exercício vem com

Componente Cultural O que se diz a respeito do Mecionada? tratamento e importância?

sim

no

Em toda lição há textos que tratam aspectos de costumes e cultura junto a atividades de produção oral e escrita para que o aluno exercite os conhecimentos adquiridos

• •

Riproduzione di situazioni della vita di ogni giorno, Criar um ambiente o

Estrutura do LD # de unidades

8

8

Estrutura das unidades

Toda unidade se estrutura da seguinte maneira: • Atividade de introdução ao tema (aquecimento/contextualizaçã o) • Exercício de escuta: listening + questionário (léxico introduzido no questionário ou por desenhos) • Mini-diálogos transcritos que reproduzem partes do diálogo inicial, • Exercícios interativos para consolidar as estruturas do mini-diálogo e ampliar o vocabulário • Frequentemente no final aparecem textos com atividades de produção oral e/ou escrita. O livro contém: • Livro do aluno, para uso na sala • Livro de exercícios, com

Cc integrada /separada?

integrada

-


• • • •

• • • • • •

um resumo dos tópicos gramaticais e exercícios sobre eles No final do livro há quadros gramaticais Apresentação, análise e prática, produção Ênfase no listening inicial (quase autêntico, produzido sem script mas como role-play) A partir do listening, são extraídos fragmentos para trabalhar questões gramaticais e funcionais Le strutture e le espressioni della nostra língua Esercizi di consolidamento: drills Esercícios de compreensão escrita + consolidação Falantes nativos italianos, com uma exceção (brasileira) Textos mais autênticos Atividades de produção não controlada existem para praticar os conhecimentos morfossintáticos e lexicais

mais italiano possível

• • • •

• • • • •

explicações gramaticais e exercícios para uso em casa, CD/fita cassete Quadros gramaticais Glossários Chaves de exercícios

Titolo lezione Titolo dell’ascolto LDN Titolo della/e lettura/e 8 Index Intenzioni comunicative Elementi morfosintattici (em negrito). A abordagem principal que rege esse livro é a comunicativa: se coloca uma grande ênfase na comunicação oral o mais autêntica possível, na prosódia da língua, nas funções comunicativas, na leitura de textos quase autênticos e na interação entre os alunos. Ainda, o livro promove o trabalho com as quatro habilidades e a morfossintaxe. Por muitos aspectos, contudo, a abordagem ainda parece um pouco estrutural-behaviorista, se baseando muito em repetições para a consolidação da morfossintaxe e do léxico. É interessante notar o grande foco que existe sobre a cultura alvo (a italiana), apesar de ela raramente ser tratada explicitamente. O livro se dirige aos alunos que querem comunicar com italianos nativos, as personagens dos livros são interpretadas sempre por falantes nativos (com uma uni exceção), o professor é incentivado a criar um


ambiente o mais italiano possível dentro da sala de aula, para fazer pares se sugere utilizar cartões postais ou nomes de cidades italianas. A única referência explícita à dimensão cultural foi para dizer que há textos que falam sobre “a cultura e os costumes italianos” (visão antropológica) mas os exercícios que seguem são muitas vezes apresentados para praticar os conhecimentos morfossintáticos e lexicais mais do que promover uma abordagem reflexiva sobre a cultura alvo. De fato, nenhuma menção é feita à abordagem intercultural.

ESPRESSO (ESP) LD ESP Estu

Quais são as teorias e os princípios didáticos por trás deste LD? • • • • • • • • •

Metodologia moderna O aluno pode comunicar logo Desenvolvimento das capacidades comunicativas Situações reais Autenticidade das situações Interação e variedade Há momentos também para a reflexão, sistematização e fixação gramatical Uso pragmático da língua Autovalutação

Componente Cultural O que se diz a respeito do Mecionada? tratamento e importância? sim Rico de informações sobre a vida e a cultura italiana, Competência intercultural (quadro comum europeu)

Estrutura do LD # de unidades 10 unidades diáticas + 4 seções de revisão, aprofunda mentos culturais e autoavalia ção

Estrutura das unidades As unidades não são construídas todas de maneira idêntica, mas compartilham de características em comum: • Introduçao (imagem que introduzem o tema e o vocabulário) • Diálogo transcrito para introduzir estruturas • Exercícios interativo para consolidar estruturas e vocabulário • Outros diálogos + exercícios • Textos • E inoltre... atividades extra para abordar um assunto relacionado à unidade • Resumo das expressões comunicativas e da gramática • Toda unidade possui cerca de 10 páginas Revisão: Caffé culturale: aluno testa seus conhecimentos sobre a C2, depois lê um texto autêntico para checar suas hipóteses, finalmente rege de forma oral ou escrita

Cc integrada /separada? Separada no aprofundame nto cultural


Bilancio: autoavaliação: o aluno considera seu desempenho quanto a aulgumas funções comunicativas, transcreve palavras e expressões e reporta curiosidades sobre a Itália e os italianos, considera qual seria seu comportamento em situações reais, reage a uma situação/pergunta através da produção oral ou escrita. ESP Prof

• • • • • • • • • • •

Para adultos Quatro habilidades + morfossintaxe Objetivo: imergir os alunos na língua autêntica da Itália hoje em dia Textos autênticos incluídos Exercícios comunicativos PPP = apresentação, prática, produção Diálogos: o mais autênticos possível Falantes nativos, velocidade e ritmos normais Diálogos simples, com sinais discursivos típicos da linguagem oral Speakers não profissionais, inflexões típicas do centronorte da Itália 2 tipos de diálogos: diálogos curtos com transcrição para introduzir estruturas , o outro tem como objetivo apresentar uma conversa com questionário para avaliar a compreensão Sempre diálogos contextualizados pois “atos

sim

• • •

Approfondimento culturale Competenza interculturale Temas da vida cotidiana

Caffè culturale: O estudante é convidado a questionar seus conhecimentos sobre fenômenos da sociedade italiana, características da Itália, fornecer informações de que tem conhecimento e formular hióteses. Depois, um texto autêntico é apresentado que oferece informações sobre costumes italianos e uma perspectiva não convencional sobre fenômenos controversos ou da atualidade Finalmente, atividadesde compreensão do texto, produção oral sobre o tema ou análise lexical. Confronto e discussão, interação oral com base nos conhecimentos culturais

10

Unidades: • 10 unidades Organizadas segundo as fases do processo de aprendizagem de LE • Imagens para introdução do tema/vocabulário • Exercício comunicativo para praticar o vocabulário aprendido • Primeiro diálogo para introduzir estruturas • Exercícios para consolidação • No final, exercícios de discussão para resumir a unidade Manual: • Facciamo il punto: 4 seções de revisão como jogos, aprofundamentos culturais, autoavaliação • Qualcosa in più: textos autênticos • Esercícios pra trabalho individual sobre léxico e estruturas • Gramática sistemática • glossário Material: • Manual + livro de exercícios

Integrada (temas da vida cotidiana) e separada (caffè culturale)


aprendidos

• • • • • • •

comunicativos não se realizam no vazio” Textos autênticos de vários gêneros Ênfase à produção oral guiada e livre No final de cada unidade, um exercício de discussão para resumir seu conteúdo Produção escrita guiada e livre, diversas tipologias Exercícios que requerem interação Gramática indutiva Promoção da autonomia e reflexão do aluno acerca do processo de aprendizagem

Objetivo: reflexão cultural e linguística sobre aspectos da Italia contemporânea, evitando estereótipos. Bilancio: uma curiosidade sobre a Italia e os italianos Infobox no livro dos exercícios: oferece uma panorâmica dos aspectos de costume e cultura italiana. É considerado pela autora como elemento básico para a abordagem intercultural que leve em consideração a cultura do aluno (c1) e a cultura alvo (c2). Contudo, por aparecer no livro de exercício, uma seção que a deveria ser trabalhada individualmente em casa, parece que esses infobox não foram entendidos para discussões em sala.

• CD com diálogos, textos auditivos, exercícios de pronúncia • Guia para o professor

• • • •

Nome da unidade + páginas Intenções comunicativas 10+ 4 ESP Funções comunicativas + Gramática e Léxico Facciamo Index Lexicogrammar E inoltre: outras funções il punto comunicativas e elementos lexicais introduzidos No livro ESP a abordagem também é a comunicativa. Esse livro trata com ênfase a comunicação dentro de situações realísticas, a língua autêntica (na medida do possível), a interação entre os alunos e o desenvolvimento das quatro atividades (sem porém deixar de lado a gramática). O foco do livro é na comunicação principalmente oral, por isso essa dimensão tem peso maior, tanto em exercícios controlados como na produção livre, valorizando a interação entre os alunos. A dimensão oral é trabalhada também através de vários exercícios de escuta, todos quase-autênticos, tendo sido gravados por não profissionais que possuem sotaques regionais e utilizam nas interações sinais discursivos típicos da fala. Na medida do possível, tentou-se incluir material autêntico (especialmente no uso de textos escritos). A gramática e as estruturas também são consideradas importantes. Na sala de aula, a gramática é apresentada de forma indutiva e através de exercícios de fixação interativos.


Para mais exercícios de fixação, o aluno é incentivado a usar o livro de exercícios. Podemos notar a influencia de uma abordagem humanístico-afetiva, pois muita ênfase é dada a uma relação e interação entre alunos e aluno-professor. Finalmente, o livro leva em consideração as medidas estipuladas pelo CEFR, tanto quanto à autonomia e autoavaliação do aluno, como tb quanto à competência intercultural. Além de a cultura italiana ser incluída nas unidades em forma de “situações da vida cotidiana”, ela tb se encontra no caffè culturale, onde a cultura italiana não é só apresentada mas tb discutida de forma reflexiva. Por último a cultura se encontra no livro de exercícios, os quais não iremnos abordar diretamente. Contudo, a autora descreve esses infobox como fundamentais para competência intercultural, mas parece que são apenas destinados à leitura durante o trabalho individual e não ao trabalho em sala.

NUOVO PROGETTO ITALIANO 1ª (NPI) LD NPI Estu

Quais são as teorias e os princípios didáticos por trás deste LD? • • • • •

• • • •

CEFR Abordagens mais modernas e mais antigas Língua moderna, situações comunicativas espontâneas 4 habilidades Realidade italiana apresentada em breves textos sobre a cultura e a civilização italiana Objetivo: fornecer ao aluno elementos necessários para a comunicação, fazer apaixonar os alunos pela Itália Alternância entre elementos comunicativos e gramaticais Il copione su cui basare il film (alunos são atores, professor é diretor) Método mais comunicativo e indutivo em relação à edição anterior Diálogos gravados por

Componente Cultural O que se diz a respeito do Mecionada? tratamento e importância? sim Cultura e civilização italiana Fazer com que os alunos se apaixonem pela Itália Cultura pragmática: na seção das funções Cultura como estilo de vida: Na seção “conosciamo l’Italia

Estrutura do LD # de unidades 5+ unidade introdutóri a

Estrutura das unidades Unidade: • introdução ao tema, alunos convidados a se envolver emotivamente, pré listening e listening • leitura e escuta de um diálogo • leitura do diálogo, foco nas formas: pronúncia, estruturas novas são apresentadas • introdução da gramática de maneira indutiva • fixação das novas estruturas através de exercícios estruturais • funções comunicativas apresentadas em diálogos curtos + role-plays • seção “conosciamo l’Italia”: textos que podem ser utilizados para provas de compreensão escrita, para introduzir vocabulário e para conhecer a cultura. • autoavaliação

Cc integrada /separada? Separada (conosciamo l’Italia)


• • •

NPI Prof.

atores profissionais Autoavaliação Teorias de Krashen situazioni comunicative arricchite di spontaneità e naturalezza che, nel corso delle unità, si alternano agli elementi grammaticali

metodologia mais comunicativa e indutiva

atividades lúdicas

role-plays para práticas orais

attività supplementari: si tratta di giochi e attivitàsuddivise per unità e mirate a rinforzare la competenza lessicaleo grammaticale degli studenti in modo ludico e distensivo

sim

Argomenti di civiltà

5+ introdutóri a

All’inizio di ogni unità troviamo un utile riepilogo delle strutture comunicative, lessicali e grammaticali in apprendimento, e gli argomenti di civiltà trattati

le Sezioni contraddistinte da una lettera (A, B, C ...) a loro volta scandite da attività numerate progressivamente (1, 2, 3 ...).

separada

Altro materiale: sito, DVD, Cdrom, Quaderno degli esercizi...

NPI Index

quiz relativo ai vari argomenti grammaticali, comunicativi e di civiltà. Elementos comunicativo e lexicais Elementos gramaticais

sim

Conosciamo l’Italia: Regioni e città Mezzi di trasporto urbano Scrivere e telefonare Gli italiani e il bar Il caffè Caffè che passione

Introdutóri a+5

• • •

Número e nome da unidade Divisão em seções (A-E), cada uma com um tírulo Para cada seção, são detalhados antes os elementos comunicativos e lexicaise depois os elementos gramaticais Nas unidades 1-5, depois das

Unidade separada (conosciamo l’Italia)


seções A-E, é incluída a seção Conosciamo l’Italia com o tópico de civilização ali apresentado. NPI é a nova edição do antigo Progetto Italiano. O livro antigo parecia ser bastante estrutural, e os autores dizem que nessa nova edição a metodologia é mais comunicativa e a gramática é introduzida de maneira mais indutiva em relação à anterior. NPI também enfatiza a comunicação e as situações comunicativas, tanto na introdução como no índice. Diferentemente dos outros livros do italiano, não parece trabalhar com material autêntico: os textos são quase todos produzidos para o livro, e os diálogos são lidos por atores profissionais, contudo no CD eles parecem falsos e pouco autênticos. O livro se diz mais atual nas fotos, nos gráficos e na língua, considerando os novos parâmetros do CEFR, contudo não se separa das abordagens mais antigas, e, pelo que se pode ver, mais estruturais. A cultura é abordada como “civilização”, termo esse que normalmente associamos ao paradigma antigo de tratamento da cultura. Isso se demonstra no fato que essa informação é contida nas últimas duas-três páginas da unidade, que possuem normalmente uma cor diferente. Na introdução, os autores sugerem utilizar essas atividades para testar a compreensão escrita e introduzir novo vocabulário. Existe, então, certa integração do trabalho sobre a língua e o trabalho sobre a cultura, contudo parece que os autores não têm o interesse em promover a abordagem intercultural. Pelo menos, isso não é explicitado entre os objetivos do livro. Quando se trata de cultura, o objetivo do livro é fazer com que os alunos se apaixonem pela Itália, o que pode nos levar a pensar que informações sobre a Itália serão ricas em estereótipos e que questões mais controversas deixarão de ser trabalhadas.Quanto ao resto do livro, elas se dividem as unidades em em seções: introdução ao tema, alunos convidados a se envolver emotivamente, pré listening e listening; leitura e escuta de um diálogo; leitura do diálogo, foco nas formas: pronúncia, estruturas novas são apresentadas; introdução da gramática de maneira indutiva; fixação das novas estruturas através de exercícios estruturais; funções comunicativas apresentadas em diálogos curtos + role-plays O fato que o diálogo principal seja utilizado para apresentar o assunto gramatical e que só num segundo momento se apresentem as funções comunicativas, nos dá uma ideia da importância com que os alunos enxergam esses dois elementos da linguagem.

NEW ENGLISH FILE (NEF) LD NEF Estu NEF Prof

Quais são as teorias e os princípios didáticos por trás deste LD? - o principal objetivo é fazer com que os alunos falem - syllabus baseado na gramática, vocabulário e pronúncia, - se trabalha também com as habilidades: falar, ouvir e ler. A parte de escrever é pouco mencionada e sem destaque (é uma pequena seção da revisão). - sucesso, motivação (tópicos

Componente Cultural O que se diz a respeito do Mecionada? tratamento e importância? Sim, somente na hora de descrever os objetivos do CEFR (p.12)

Quanto ao CEFR, se diz que ele - nos encoraja a aprender línguas e desenvolver nossa habilidade de comunicar com pessoas de outros países e culturas - possui objetivos educacionais e sociais - encoraja o desenvolvimento da consciência intercultural e do

Estrutura do LD # de unidades

Estrutura das unidades

-

-

7 unidades ou ‘files’

Em cada File, encontramos: - As lições A, B, C que trabalham com gramática, vocabulário e pronúncia. Há também atividades de listening e leitura, e muitas oportunidades para treinar a fala. - Practical English: lições que ensinam a língua e o vocabulário funcional (com base em funções específicas ligadas a contextos

Cc integrada /separada? -


interessantes) e suporte (referência e objetivos claros) - As funções linguísticas são trabalhadas numa seção específica do livro: Practical English. Nessa parte há sempre um exercício de listening autêntico em que pessoas são entrevistadas na rua. O DVD dessa mesma série permite ver os vídeos das entrevistas - a autonomia e a autoavaliação, conceitos abordados no CEFR, são trabalhados nos materiais disponíveis para o aluno utilizar sozinho (Cdrom, site, workbook) assim como na parte de revisão no final de cada File. A consciência intercultural, Tb mencionada no CEFR, é praticamente ignorada nessa introdução, denotando pouca atenção/planejamento da mesma.

plurilingualismo. O livro não faz nenhuma menção a atividades ou objetivos que envolvam a cultura ou a competência intercultural. O máximo que se menciona é que na parte de Practical English os alunos aprendem funções essenciais do dia-a-dia e ouvem inglês autêntico (nativo e não-nativo).

específicos). Há aqui um parte de inglês autêntico, nas entrevistas com ‘people in the street’ - Revise and check, que se divide em duas partes. Na primeira, “what do you remember?” há uma revisão da gramática, vocabulário e pronúncia; na segunda “what can you do?” há atividades de leitura, listening e writing, além de uma autoavaliação. No final do livro, há o banco de gramática, o de vocabulário e o de sons. Há também as transcrições dos áudios e atividades comunicativas.

- Número do file - seção (A, B, C): descrita em base à gramática (destacada em azul claro e negrito), vocabulário e pronúncia; - seção Practical English: descrita em Gramática (destacada) base ao assunto (personal NEF Vocabulário information, What time is it?) e às Index Pronúncia pergubntas feitas na seção People in the street - Revise and Check, descrita só fazendo menção ao título das seções (What do you remember? What can you do?) NEF se define como tendo um conteúdo baseado em gramática, vocabulário e pronúncia. Existem atividades comunicativas também, especialmente no final do livro, para serem usadas depois de cada unidade/file, contudo não parece que o livro aplique a fórmula de Hymes: começar pelo contexto para chegar ao texto. O conteúdo parece ser desenvolvido a partir de elementos gramaticais (que recebem destaque especial no índice) para depois passar ao vocabulário e pronúncia. A gramática, o vocabulário e a pronpuncia são de alguma forma apresentados em contexto. Contudo, porque o tema ou o contexto não é o ponto de partida, o livro acaba assumindo um caráter


particularmente fragmentado pois vários assuntos, aparentemente sem nenhuma relação um com o outro, aparecem na mesma unidade/file. NEF também, como outros livros de inglês, parece se basear parcialmente numa abordagem humanístico-afetiva onde é importante engajar o aluno, apresentar temas motivadores e interessantes, oferecer ao aprendiz um apoio. Não saberia dizer se aqui a ênfase seria no significado ou mais na forma, devido à grande ênfase que os autores colocam na segunda. A língua e suas funções ligadas ao contexto são abordadas numa seção de cada unidade chamada de Practical English. Nessa seção estão também incluídos textos orais autênticos, mas não necessariamente nativos, respeitando a realidade do Reino Unido de hoje. Apesar de dedicar uma inteira seção de duas páginas ao CEFR e seus objetivos, pouco é dito sobre a dimensão cultural. Se menciona o interesse do CEFR quanto à consciência intercultural, mas nada no livro parece incentivar essa dimensão, pelo menos não de maneira sistemática e completamente consciente.

NEW INSIDE OUT (NIO) LD NIO Estu NIO Prof.

Quais são as teorias e os princípios didáticos por trás deste LD? - motivação dos alunos - interesse e engajamento emotivo e intelectual dos alunos - abordar tópicos com os quais os alunos possam se identificar - insumo linguistic: lingual de alta frequência, novo vocabulário e nova gramática em contexto - melhorar a confiança dos alunos - abordagem humanístico-afetiva - linguagem funcional é praticada em seções específicas (existe uma seção por unidade, enquanto há 2 ou 3 seções para vocabulário e gramática). Essas seções são descritas como divertidas e engaging (humanístic-afetivo) - personalization: os alunos são incentivados a falar sobre coisas de seu interesse no lugar de assumir outras identidades

Componente Cultural O que se diz a respeito do Mecionada? tratamento e importância? Sim, mas só nas ‘cultural notes’ apresentadas em quase todas as unidades do livro

Essas cultural notes normalmente se referem a personagens de relevo no contexto anglo-americano, assim como a regiões, cidades, monumentos cujas fotos aparecem no livro do aluno. Em alguns casos, nessas notas se abordam questões como hábitos alimentares e gastronômicos (na Tailândia) e feriados no mundo anglo-saxão.

Estrutura do LD # de unidades

Estrutura das unidades

Cc integrada /separada?

-

-

-

15 unidades + 5 revisões

-

Seção de funções linguísticas; Cultura separada


- gramática apresentada num contexto realista - textos autênticos são adaptados e graduados para serem mais acessíveis ao aluno iniciante - the right atmosphere: supportive learning environment, confiança dos alunos, decorar a sala, responder ao significado que os alunos querem expressar - abordagem comunicativa, conceitos com base em Scott Thornbury - conceitos: contexto, funções, personalização, etc. - CEFR: auto avaliação e avaliação dos alunos através dos critérios do CEFR e do EAQUALS/ALTE Portfolio NIO Index

Habilidades de produção Habilidades de recepção e funções Gramática, Vocabulário e Pronúncia

-

-

15 unidades + 5 revisões

• •

Página da unidade Número e título da unidade acompanhados dos tópicos nela abordados (mais em termos de vocabulário) Habilidades de produção: speaking and writing, com ênfase no speaking e nas funções linguísticas (saying goodbye, telling the time, giving opinions) Habilidades de recepção: reading and listening, com títulos desses textos. Aqui também é apresentada a seção Useful Phrases Grammar, Vocabulary e Pronunciation, explicando o que será abordado na

-


unidade em relação a cada uma dessas áreas NIO é um método comunicativo que se baseia em muitos aspectos numa abordagem humanístico-afestiva. Por isso, uma das preocupações principais do material é ser motivante para os alunos engajando-os emocional e intelectualmente, fazer com que ele expressem suas próprias opiniões e falem deles mesmos como indivíduos. A questão da confiança do aluno, de seu bem-estar com os colegas e com o professor, de um relacionamento bom com as outras pessoas na sala de aula é levada à tona muitas vezes na introdução ao livro do professor. Podemos ver que princípios da abordagem comunicativa influenciam o livro já que a língua é sempre considerada em seu contexto, de forma que vocabulário e gramática tentam sempre ser apresentados em contexto antes de ser trabalhados. Contudo, muitas vezes o contexto é criado e é pouco natural, na nossa opinião. A principal habilidade que o livro aborda é a da fala. As outras habilidades também são abordadas, sendo divididas em habilidades de produção e de recepção. Entre as habilidades receptivas, são incluídas as atividades que lidam com as funções linguísticas em contexto, relegadas à penúltima página de todas as unidades, sempre acompanhadas por desenhos. Esse é o momento em que se abordam atos de fala e até questões culturais como a diferença entre o inglês americano e o britânico. Contudo, ao longo das unidades também os alunos são introduzidos a outras funções, que são incentivados a utilizar de forma ‘personalizada’. A dimensão cultural não é mencionada na introdução. Ao longo do livro do professor, contudo, o livro apresenta algumas ‘notas culturais’ que oferecem explicações acerca de fotos e assuntos que aparecem no livro do aluno. A maioria dessas explicações aborda monumentos do mundo interiro, personagens famosas do mundo anglo-americano, e alguns costumes específicos de algumas regiões. Só houve um caso em que se descrevem alguns feriados importantes no mundo anglo-saxão, e outro caso em que se fala da gastronomia típica da Tailândia, mencionando sua difusão na Inglaterra.

INTERCHANGE INTRO 4TH EDITION (II4) LD

II4 Estu

II4 Prof.

Quais são as teorias e os princípios didáticos por trás deste LD? Teoria comunicativa com ênfase em: vocabulário, gramática, falar, ouvir e ler Foco muito grande no resultado, no “achievement”, nos pontos Autonomia: muitos materiais corolários para usar em casa sozinho • Metodologia provadamente confiável • Flexibilidade • Novas tecnologias

Componente Cultural O que se diz a respeito do Mecionada? tratamento e importância? -

Sim, somente na seção que faz referência aos vídeos

Estrutura do LD # de unidades

-

Somente na seção de vídeo se faz referência ao aspecto cultural presente no material: • Apresentação de língua

Estrutura das unidades

Cc integrada /separada?

-

-

Estrutura do Material: • Livro do aluno com CDrom para estudo individual • CD áudio

Integrada (nos vídeos e nas unidades do livro)


• • • • • • • • •

Novo design, novas ilustrações e fotos, conteúdo atualizado Reflete as melhores práticas no ensino de LE CEFR: auto-avaliação (e nada sobre interculturalidade) Autonomia Foco nas seguintes habilidades: vocabulário, gramática, ouvir, falar, ler. Atividades comunicativas (interchange) Games Foco na tecnologia e no NOVO

incluídos no CDrom do aluno; e na explicitação dos parâmetros do CEFR

• •

autêntica assim como informação cultural sobre os falantes de inglês Gestos, expressões faciais, linguagem corporal Vídeo podem providenciar ou ser precedidos de informações importantes acerca do pano de fundo cultural.

Ao introduzir o CEFR, dizendo do que se trata e como o II4 funciona em relação a seus parâmetros de domínio da LE, se faz menção ao domínio sociocultural que os aprendizes de LE precisam ter (de acordo com o CEFR e os documentos de Trim e Van Ek). Mesmo mencionando esse aspecto, na introdução ao livro do aluno, nada faz referência explícita ao domínio sociocultural (até mesmo as funções estão sob o título de habilidades de produção oral).

• • • • • • • •

Livro do Professor como CD e CD-rom para avaliação Livro de exercícios Livro de exercícios online Programa de vídeo Material para uso em quadros interativos Apresentações em PPT Jogos online Teste de nivelamento

Estrutura do livro do aluno • Para uso em sala, • Contém 16 unidades de 6 páginas cada • Cada unidade é dividida em dois ciclos, cada qual sobre um tópico específico, um ponto gramatical específico e função específica. • Cada ciclo é constituído por uma série de seções, não sempre iguais em todos os ciclos. Essas seções são: 1. Snapshot: introduz o tema, apresenta o vocabulário, baseada em informações do mundo real, possui perguntas pessoais para discussão guiada (nada se fala acerca de cultura, mas essa “personalização muitas vezes trata das diferenças culturais entre C1 e C2) 2. Conversation: atividade


3.

4.

5.

6.

7.

de listening estruturada que serve para apresentar os tópicos gramaticais, acompanhada de uma figura para ilustrar o contexto/vocabulário, Grammar focus, em que a gramática é resumida e apresenta atividades de prática controlada e mais livre Listening, que começa com um pré-listening e serve a desenvolver habilidades de compreensão oral variadas (dependendo da unidade) Word Power, apresenta o vocabulário relacionado ao tema da unidade, apresenta categorizações e collocations, possibilita uma prática mais interativa, livre e personalizada na parte final, de discussão, Pronunciation. Que inclui exercícios controlados e prática mais livre e personalizada Writing, que providencia um modelo, se foca em desenvolver diversas variedades de textos,


8.

II4 Index

Foco no vocabulário, na gramática e na habilidade de produção oral assim como em outras habilidades: Ouvir, ler/escrever. Finalmente, foco na metodologia comunicativa que aparece na Interchange activity (OBS: interchange é também o nome do livro)

reforça o trabalho sobre vocabulário e gramática Reading, também apresenta vária gama de tipos textuais e de estratégias/habilidades de leitura. No final, promove discussões que envolvem análise e personalização

No final do livro se apresentam atividades que expandem o vocabulário e agramática vistas na unidade e que usam diversas atividades comunicativas para consolidar o que foi aprendido • Apêndiced gramatical que explora a gramática com mais profundidade e providencia mais exercícios controlados • Número da unidade e as páginas • Título da unidade acompanhado dos principais tópicos lexicais (vocabulário) • Cada unidade també é descrita de acordo com o conteúdo que possui nas seguintes categorias: - speaking (funções), - Grammar, - Pronúncia e listening


- Writing and reading - Interchange activity (atividade comunicativa) Como o título do livro parece sugerir, II4 se baseia numa metodologia comuncativa. Podemos dizer isso especialmente porque no livro há atividade comunicativas que são designadas com o nome de Interchange Activities. O livro também parece muito preocupado com vocabulário e gramática e três habilidades especiais: ouivir, falar e ler. A habilidade de escrever é abordada, mas nunca como objetivo do livro. Chamou nossa atenção também o fato de a introdução do livro do aluno e livro do professor se focar muito nos aspectos modernos, novos e tecnológicos, na autonomia do aluno, nas atividades individuais, na pontuação (score) e no senso de achievement. Isso quase não se passou nos livros de italiano. Também vemos que, apesar de o livro ao seu interno abordar sim questões culturais, especialmente em relação aos EUA, essa dimensão é praticamente relegada às atividades de vídeo (atividades que talvez nem todos os alunos teriam tempo ou condições de fazer, no cenário brasileiro). A menção à componente sociocultural é praticamente inexisteste, a não ser a questão da interação comunicativa dos indivíduos (alunos).Até a questão das funções (uso da língua de acordo com o objetivo e o contexto, seguindo a ideia de Atos de Fala de Austin e Searle) é mascarada e incluída dentro da habilidade Muitas vezes, quando se fala em “personalização” se faz referência a questões culturais. Isso se deve provavelmente ao fato de esses livros serem frequentemente utilizados em contextos de L2, ou seja, quando a LE é estudada no país em que ela é a língua oficial (inglês nos EUA ou na Inglaterra). Nesse contexto, imaginamos que haja alunos de diferentes nacionalidades, e, por isso, um valor que para ele é cultural do seu país de origem, no contexto da sala de aula acaba se tornando uma característica pessoal e individual. Contudo, pensamos que essa abordagem reflete um pouco uma perspectiva individualista e fragmentada: o discurso nacional não é encorajado, o que se encoraja é o individualismo, talvez representando um dos valores em que se baseia a cultura anglo-americana.


ANÁLISE QUALITATIVA DAS INTRODUÇÕES DOS LDS: