Page 1

Dito e feito Grandes Inventos

"Há 3 coisas certas na vida: a morte, o erro e o imprevisto." Daniel Dantas

Desodorizante Desde os Sumérios, em 5000 a.C., os homens procuram formas de resolver o problema de odor do corpo. Os antigos egípcios, por exemplo, recomendavam um banho aromatizado, seguido pela aplicação de óleos perfumados nas axilas. Também descobriram que a eliminação dos pelos das axilas diminuíam o odor. Séculos mais tarde, os cientistas conseguiram compreender o motivo: os pelos aumentam a superfície em que as bactérias vivem, reproduzem, morrem e se decompõem. Tanto os gregos como os romanos elaboraram os seus desodorizantes perfumados a partir de fórmulas egípcias. O primeiro desodorizante anti-transpiração, como conhecemos hoje em dia, foi criado nos Estados Unidos em 1888. O seu nome era Mum.

"Não existe nada de completamente errado no mundo, mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia." Paulo Coelho "Não há mérito em nunca termos errado, mas em nos corrigirmos todas as vezes que erramos." Célio Devanet

Folhinha Do Estudante

"O erro é um equívoco de endereço da curiosidade." Paulo Freire

Ano 2 - 06 - Natal - RN

"O erro não é o fim da tua jornada, mas o início de uma nova etapa de recuperação." Anônimo "O único homem que não erra é aquele que nunca faz nada." Franklin Roosevelt

Detector de Mentiras Durante o seu curso na Universidade de Medicina da Califórnia, o americano John A. Larson estudou o comportamento de mentirosos, monitorizando o seu batimento cardíaco e a sua respiração. Quando mentiam, os batimentos e a respiração ficavam mais rápidos. Adicionando um eléctrodo para monitorizar a transpiração da pele, Larson criou em 1921 o "polígrafo", também conhecido como detector de mentiras. Mas a máquina não se mostrou totalmente confiável porque alguns mentirosos mais inteligentes conseguiam enganá-la.

"Quando acertamos, ninguém se lembra. Quando erramos, ninguém se esquece." Ditado irlandês "Quando buscamos os erros das outras pessoas, o verdadeiro erro pode estar oculto em nossos próprios conceitos." Tsai Chih Chung "Quem pensa pouco erra muito." Leonardo da Vinci "Só se reconhece o erro quando todo mundo o compartilha." Jean Giraudoux "Toda empresa precisa ter gente que erra, não tem medo de errar e que aprende com o erro."

Folhinha do Estaudante é um jornal editado por Adrovando Claro (DRT RN 531 RN) Jornal de cultura e lazer - Email: folhagratis@bol.com.br

Bill Gates "Volto atrás, sim. Com o erro não há compromisso." Juscelino Kubitschek "A ausência de alternativas torna a mente espantosamente clara." Hen Kissinger

Modelo: Verônica Foto: Adrovando Claro


MARCAS FAMOSAS

Bela da classe

O copo

Donuts

Certo dia um bêbado chegou no bar, e depois de tomar umas dez doses chegou para o dono do bar e disse:

Em 1946, os donuts do americano William Rosenberg faziam tanto sucesso que o horário do lanche das indústrias da região da Nova Inglaterra passou a ser ajustado ao seu itinerário. Para facilitar o consumo, o donut vinha envolto no açúcar e o café simples, sem açúcar, era servido numa caneca. Todos os clientes mergulhavam o doce no café antes de saboreá-lo. Os clientes satisfeitos insistiram para que ele abrisse uma loja. E assim formou-se a grande rede. As rosquinhas foram criadas no século XVI por padeiros holandeses, mas ainda não tinham o tradicional furo no meio. Isso só apareceu em 1847, criado pelo marinheiro americano Hanson Gregory. Essa criação valeu-lhe uma placa de bronze na sua cidade natal, Rockport.

- Aposta comigo R$50,00 que eu mijo nesse copo, sem deixar cair uma gota no chão? Com a oportunidade de ganhar um dinheiro fácil em cima do bêbado o dono do bar aceitou a aposta. O bêbado, chapadaço, pegou o copo e caindo pra lá e pra cá, mijou no bar inteirinho não acertando uma gota sequer no copo. O dono do bar começou a rir do bêbado, tomou a nota de R$ 50,00 reais e colocou na carteira. O bêbado agora se mijava de rir, e o dono do bar não entendeu... - E agora do que está rindo? Você perdeu!!! Tá vendo aqueles caras sentados naquele balcão? Eu apostei R$100,00 com cada um deles que eu mijaria no seu bar todinho e você ainda ia dar risada! Caixinha de segredo. O casal já estava casado há cinqüenta anos. E durante todo esse tempo a mulher teve uma caixinha que não abria de jeito nenhum na frente do marido. Aquele era o único segredo que o casal mantinha depois de tanto tempo de convivência. No dia que eles completaram 50 anos, o marido finalmente conseguiu convencer a mulher a abrir a caixa. Ele abriu e encontrou 3 grãos de milho e 50.000 dólares..

Fanta Em 1941, durante a Segunda Guerra Mundial, quando a fábrica alemã da Coca-Cola deixou de receber o xarope usado no preparo do refrigerante, os donos da fábrica tiveram de ir à procura de novos ingredientes e inventaram a Fanta. O nome, escolhido pelos empregados da empresa, foi tirado da palavra fantástica, que é parecida em muitas línguas. Entre 1945 e 1955, a marca Fanta foi usada apenas para não perder o registo. Só foi ressuscitada de verdade para o lançamento de um refrigerante de laranja criado pela Coca-Cola italiana em abril de 1955. Fez sucesso e foi conquistando o mundo, chegando aos Estados Unidos em 1959.

Piadas

- Por que 3 grãos de milho? Perguntou o marido. - É que cada vez que eu te traí , eu coloquei um grão de milho na caixinha. O marido primeiro ficou super chateado, mas depois pensou um pouco e concluiu que 3 traições em 50 anos até que era pouco. Ele mesmo tinha feito xixi fora do penico umas 3 vezes também. - E os 50.000 dólares, minha velha, como você conseguiu? Modelo: Verônica Foto de Adrovando Claro

- É que cada vez que eu enchia a caixinha eu vendia o milho.


folhinha do estudante 05  

jornal de cultura e lazer, Natal, Brasil

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you