Page 1

CONFEDERAÇÃO MUNDIAL DE ATIVIDADES SUBAQUÁTICAS World Underwater Federation

A CMAS (Confédération Mondiale dés Activités Subaquatiques) , foi fundada em Mônaco em 1959, sob a Presidência do Comandante JacquesYves Cousteau . Esta Confederação agrupa as federações e as associações ou organismos nacionais que trabalham no domínio do mergulho e geram as atividades subaquáticas desportivas referidas. Sucede nomeadamente nas suas funções e as suas atribuições ao "Comitê de Desportos Submarinos" da Confederação Internacional de Pesca Desportiva fundada em 1952. Dispõe de suas próprias normas e regulamentações, bem como, as Federações Nacionais, que a representam. No Brasil, através da Confederação Brasileira de Pesca e Desportos Subaquáticos, CBPDS, tendo como seu Presidente, membro da Comissão de Esportes de Aventura do Ministério do Esporte.

Amparo Legal

Regulamentos da CBPDS, conforme definição de status de mergulhadores, elaborados de acordo com Estatutos da Confederação Mundial de Atividades Subaquáticas (CMAS), entidade diretora do mergulho no mundo. Por força de lei, a CBPDS é a única e legítima representante da CMAS no Brasil. Em conseqüência, o curso se reveste de uma característica de legitimação institucional oficial, concedendo aos alunos assim formados todo o amparo legal da competência e da boa perícia. Tal reconhecimento é materializado pelo direito à competente habilitação, expedida pela organização governamental diretora das atividades de mergulho desportivo e de lazer, no Brasil – A Confederação Brasileira de Pesca e Desportos Subaquáticos, CBPDS, vinculada ao Ministério dos Esportes e ao Comitê Olímpico Brasileiro. A Confederação Mundial conta com 184 membros no mundo inteiro, do qual 101 federações nacionais e 83 associações ou organismos filiados que não têm ainda o estatuto de federação. No total, as federações representam, na confederação, mais de 3 milhões de beneficiários. A CMAS é a única organização na atividade de mergulho reconhecida pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e filiada ao UICN (União Internacional para a Conservação da Natureza) e a WWF (World Wildlife Fund), além de membro da IUCN (União Mundial de Conservação), GAISF (Associação Geral das Federações Internacionais dos Esportes) e THE WORLD GAMES (Jogos Mundiais)... No que diz respeito à atividade desportiva, a CMAS é reconhecida pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) e igualmente membro do AGFIS (Associação Geral das Federações Internacionais dos Desportos) e o IWGA (Internacional World Games Association). As atividades da CMAS são agrupadas em três Comitês : Esportivo, Técnico e Científico. Estes Comitês supervisionam estas atividades, no domínio da sua competência, nas diversas federações nacionais. Acrescentam-se uma comissão jurídica e uma comissão médica e nesta, estende-se ao mesmo tempo pelo domínio da medicina desportiva e da medicina hiperbárica, onde se estuda as patologias ligadas à prática das diferentes disciplinas desportivas, bem como, estuda os diversos acidentes de mergulho para que se possa melhorar a segurança e qualidade do seu ensino...

A CMAS - Confederação Mundial de Atividades Subaquáticas (Confédération Mondiale des Activités Subaquatiques) é a mais antiga organização internacional de treinamento de mergulho e foi fundada em 1958*, em Mônaco, por um grupo de 15 países, entre eles o Brasil, para estabelecer um padrão internacional de treinamento de mergulho. Organizada sob a direção de Jacques-Yves Cousteau, co-fundador do "Aqualung" e pai do moderno mergulho autônomo, a organização conta, hoje, com mais de uma centena de países afiliados. Atualmente, a CMAS está sediada nas instalações do Comitê Olímpico Internacional, em Roma, Itália. No Brasil a Confederação Mundial é representada pela CBPDS - Confederação Brasileira de Pesca e Desportos Subaquáticos, entidade oficial vinculada ao Ministérios dos Esportes e ao Comitê Olímpico Brasileiro, e única autorizada a expedir, no país, a respectiva certificação internacional de mergulhador. * A CMAS foi formalmente estabelecida em 10 de janeiro de 1959, cerca de quatro meses após a sessão preliminar conduzida em Bruxelas, em setembro de 1958. Como representante de Mônaco, o capitão Jacques Cousteau presidiu a reunião plenária das 15 delegações nacionais fundadoras da organização. A delegação brasileira era uma delas.

www.cmas.org Viale Tiziano, 74 – 00196 Roma, ITALY


COMITÊS...

Comitê Esportivo

Preocupa-se essencialmente com os problemas colocados pelas competições das diferentes disciplinas. Elabora os regulamentos das competições internacionais, designa os comissários delegados e juízes de competições ou de concursos, delibera sobre eventuais queixas e homologa os resultados.

Comitê técnico

Tem por missão normalizar e supervisionar através do mundo, as diferentes metodologias de ensino de mergulho. Define as equivalências entre as diversas patentes ou níveis das escolas de mergulho das federações nacionais. Mais de 200.000 novas patentes de mergulho são distribuídas a cada ano. A segurança em mergulho sempre foi um dos objetivos fundamentais da CMAS e as regras que estabeleceu neste objetivo servem freqüentemente de ponto de referência para numerosas outras organizações de mergulho. As federações zelam, através de padrões da CMAS, por garantir um nível de excelência para o conjunto dos monitores cujas competências regularmente são controladas. É composto das comissões seguintes: patentes, centros de mergulho, de equipamento, formação - técnica, instrutores internacionais, fotografia - filme - vídeo, etc...

Comitê Científico

Agrupa várias comissões (cooperação amadores - profissionais, arqueologia, biologia - preservação da natureza, geologia, tecnologia), cujo objetivo é reunir e difundir as últimas novidades ou recibos em matéria biologia, geologia, arqueologia e de conservação e proteção do ambiente marinho. Participa e supervisiona investigações e projetos com outras organizações especializadas com o objetivo de abrir o conjunto dos mergulhadores do mundo aos problemas ligados à proteção do ambiente marinho. Mais importante das suas manifestações, que doravante atingiu uma fama internacional, é o GPIEM (Grande Prêmio Internacional do Ambiente Marinho), organizada com a participação da UNESCO e que tem por objetivo recompensar uma iniciativa ou ação que visa salvaguardar e proteger o ambiente marinho e das águas doces com a ajuda e a participação de mergulhadores. Este preço é atribuído por um júri internacional composto de personalidades cujos méritos em matéria científica e de proteção do ambiente são reconhecidos pelo mundo inteiro.

www.cmas.org Viale Tiziano, 74 – 00196 Roma, ITALY

CONFEDERAÇÃO MUNDIAL DE ATIVIDADES SUBAQUÁTICAS  

CONFEDERAÇÃO MUNDIAL DE ATIVIDADES SUBAQUÁTICAS

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you