Issuu on Google+

2011 ANO 2 jul|ag o EDIÇÃO 9

Um tempo só seu A chegada do frio propicia a chance de refletir e renovar as energias

CAUÃ REYMOND “O inverno é uma época boa para fazer coisas simples” ESPAÇO ZEN Os benefícios do origami, milenar arte japonesa 1


EDITORIAL

A estação do acolhimento Esta edição da Estar Bem Farmácia Angeloni chega às suas mãos em uma das melhores épocas do ano: o inverno. Mas o que a queda das temperaturas tem de tão especial? Por que mexe tanto com nosso inconsciente? Um dos fatores mais evidentes é que o frio traz com ele a vontade de ficar mais quieto, aconchegado. Ao contrário do verão, que é expansivo, sociável, o inverno estimula a introspecção, a reflexão sobre a vida. Como define a psicóloga Leda Bernardino na reportagem de capa: “assim como as árvores, que perdem folhas no frio para se renovar e surgirem revigoradas e bonitas na primavera, nós, no inverno, também precisamos de introspecção para rever ideias, fazer planos”. Entrevistado desta edição, Cauã Reymond concorda que o frio é tempo de se recolher: “é ideal para fazer coisas simples”, conta o ator em entrevista exclusiva. Ele também fala sobre seu trabalho na novela “Cordel Encantado” e do relacionamento com Grazi Massafera. Claro que pensar em si também significa cuidar da beleza, e uma das partes do corpo que mais sofrem com os agentes externos são as mãos. Por isso, usar hidratantes com filtro solar é uma das dicas que você confere na reportagem da página 14. Infelizmente, nem sempre temos tempo. Mas novos produtos, como os cremes para cabelo de tratamento noturno, trazem a facilidade necessária. Agora dá para hidratar os fios dormindo! Na contramão da correria, a seção Espaço Zen fala sobre uma técnica que exige muita paciência e dedicação: o origami. As recompensas da prática são muitas: concentração, equilíbrio e estímulo da coordenação motora. E, para mostrar que podemos parar e respirar, mesmo em uma grande metrópole, a reportagem de turismo traz dicas de onde se distrair e relaxar na capital paulista. Esperamos que você goste desta edição, que chega quentinha para você! Boa leitura A redação

EXPEDIENTE Revista Estar Bem - Farmácia Angeloni. Uma publicação do Grupo Angeloni (av. do Centenário, 7.521, Nossa Senhora da Salete, Criciúma, Santa Catarina) www.angeloni.com.br Presidente José Augusto Fretta Diretora de marketing Sabrina Angeloni Gerente de marketing Marcelo Leão Supervisora de marketing Denise Schmidt Criação e produção Rái Conteúdo Editora-responsável Jéssika Torrezan (MTB 41.394/SP) jessika.torrezan@raieditorial.com.br Editor-executivo Pedro Marcondes de Moura pedro.marcondes@raieditorial.com.br Reportagem Alexandre Amaral Beatriz Salles Mariana Soares Marina Feliciano Renata Cavalcante Fotografia Marinheiro Manso Nilva Damian Coletivo Mocozado Produção e direção de fotografia Adriano Frachetta Danilo Pimentel Direção de arte Adriano Frachetta Danilo Minorello Revisão Livia Amarante Cicero Amarante Finalização Rodrigo Santos Produção Gráfica Luana Trentin Comercial Daniela Gouveia Atendimento Karina Freitas Grupo Rái Av. Cotoxó, 608, Perdizes - São Paulo – SP CEP: 05021-000 - Tel. (0/xx/11) 3674-4400 Impressão – Gráfica e Editora Posigraf S.A. Tiragem – 20.000 exemplares Distribuição gratuita A revista Estar Bem - Farmácia Angeloni é uma publicação bimestral. O conteúdo assinado é de responsabilidade de seus autores. É vedada a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo e foto sem autorização prévia.


AGORA NO BRASIL, A MARCA DE DERMOCOSMÉTICOS REFERÊNCIA EM ANTIOXIDANTES

ANTIOXIDANTES

Antioxidantes SkinCeuticals. Previnem e ajudam a corrigir ativamente os sinais do fotoenvelhecimento.

C E FERULIC

Vitamina C pura Vitamina E Ácido ferúlico Textura sérum hidratante

HIDRATAÇÃO

CORREÇÃO

RETINOL 0.3

Creme noturno antienvelhecimento com retinol puro

Produto não disponível em algumas filiais.

RETEXTURING ACTIVATOR Sérum renovador cutâneo

HYDRATING B5 Sérum hidratante ultraleve

SERUM 10

Vitamina C pura Ácido ferúlico TTextura sérum ultraleve

FOTOPROTEÇÃO

ULTRA FACIAL DEFENSE

FPS 50 Muito alta proteção para peles sensíveis ao sol


08

Divulgação

ÍNDICE

10 14

O que vem por aí

Entrevista

Novos produtos que você encontrará em nossas lojas

Cauã Reymond fala sobre o sucesso nas novelas e de seus projetos no cinema

Cabelos Os cremes de tratamento noturno são aliados da saúde e beleza dos fios

Beleza As mãos são seu cartão de apresentação; aprenda como cuidar da maneira correta

Maquiagem Os segredos e truques para se maquiar em casa e ficar com look de salão

Marinheiro Manso

34 38


28

Capa

Comportamento

Aproveite o inverno para refletir sobre a vida e passar mais tempo consigo mesmo

Homens assumem vaidade e dão suas receitas de beleza

Espaço Zen Arte milenar, o origami alivia o estresse e estimula o raciocínio

Reuters

20

Turismo Refúgios urbanos para conhecer e descansar no meio de São Paulo

Divulgação

44 50


NOTAS

Formada por cremes faciais para uso noturno e para a área dos olhos, a linha Sublime Energy, da RoC, é a novidade para os cuidados com a pele do rosto. Com o passar dos anos, as correntes elétricas responsáveis pela comunicação entre as células diminuem, e isso influencia na queda de produção de colágeno e elastina. Por isso, os produtos contam com tecnologia capaz de restaurar a bioeletricidade natural da pele. A linha minimiza os sinais da idade por meio dessa corrente, que alcança as camadas mais profundas da pele e melhora a aparência mais rápido do que tratamentos convencionais.

o que Divulgação

Tecnologia que rejuvenesce

Quatro vezes Ferrari

Divulgação

Os fãs das fragrâncias masculinas da Ferrari agora podem adquirir os quatro principais perfumes da marca de uma só vez. A caixa de miniaturas vem com minifrascos de 4 ml, tamanho perfeito para ser levado em viagens ou no dia a dia, ou mesmo para colecionar. As quatro fragrâncias que compõem o kit são Scuderia, Black, Red e Extreme.

8

julho/agosto 2011


vem por aí AS NOVIDADES QUE LOGO ESTARÃO EM NOSSAS LOJAS

por Renata Cavalcante

Lábios cheios de cor

Divulgação

Just Bitten é o novo produto da Revlon feito para colorir e hidratar os lábios. Não se trata de um batom ou gloss, e sim de um “lipstain”, que tem formato de caneta com duas pontas: em uma, fica a cor. Na outra, um bálsamo umectante que proporciona brilho. De longa duração, ele está disponível em seis cores. Sua fórmula contém vitamina C, que protege a pele dos radicais livres.

Divulgação

Proteção para o ano todo O verão foi embora, mas isso não significa que a pele do rosto está livre da ação dos raios solares. A SkinCeuticals, marca recém-lançada no Brasil pela L’Oréal, acaba de lançar um novo fotoprotetor para uso diário, o Sheer Physical UV Defense FPS 50. O produto ajuda a prevenir o envelhecimento precoce e possui fórmula com 100% de filtros físicos, que formam uma barreira refletora dos raios solares na superfície da pele. Com textura leve e fluida, o fotoprotetor proporciona ação matificante e fica totalmente transparente após a aplicação. 9


Rede Globo/Divulgação

ENTREVISTA

10

julho/agosto 2011


O bom moço das seis

Discreto quando fala da vida pessoal, Cauã Reymond acumula projetos na TV e no cinema e se firma como um dos atores mais respeitados de sua geração

por Beatriz Salles

U

m dos atores mais queridos da nova geração, Cauã Reymond consegue dosar beleza e talento na medida certa. E comemora dez anos de carreira interpretando seu primeiro protagonista, Jesuíno, da novela “Cordel Encantado” – um sucesso de público e crítica. Aos 31 anos, ele procura se afastar da fama de galã interpretando personagens complexos. A elogiada atuação como Danilo, o viciado de “Passione”, foi um dos destaques da sua carreira. Além da TV, Cauã

tem investido no cinema. Neste ano, quatro filmes que serão lançados têm seu nome no elenco. Já são sete novelas e oito longas no currículo. Na vida pessoal, o ator mantém uma postura discreta, e não gosta de falar sobre o seu relacionamento com Grazi Massafera, com quem está junto desde 2007. Apesar de serem um dos casais mais queridos do público, eles conseguem manter a privacidade da vida a dois mesmo sendo alvo de todos os paparazzi. Os raros momentos em que se deixa fotografar são quando está surfando. Apesar da ligação com o sol e o mar, Cauã conta que adora o inverno, e que aproveita o frio para ficar em casa e assistir a diversos filmes. Nessa entrevista exclusiva à Estar Bem, o ator fala sobre a carreira e seus planos para o futuro. 11


Folhapress

Cauã com a namorada, Grazi Massafera

Estar Bem: Você costuma ser fotografado surfando, tem uma ligação com o sol. Você gosta do inverno? Cauã Reymond: Gosto sim, é uma época boa para fazer coisas simples, mesmo. Como ficar em casa, aproveitar para ver filmes, por exemplo. É o que curto fazer quando tenho um tempo livre. E.B.: Falando em filmes, este é um ano em que você entrará em cartaz com vários longas, não? C.R.: Quando encerrei as gravações de “A Favorita” [no início de 2009], participei de quatro filmes. Foram rodados no ano retrasado, mas só estão sendo lançados agora, em 2011. Neste período fiz “Não se Pode Viver sem Amor”, “Estamos Juntos”, “Reis e Ratos” e “Meu País”. Depois de rodá-los, voltei para as novelas e participei de “Passione” no ano passado. 12

julho/agosto 2011

E.B.: É uma vida bem agitada. Como você seleciona os papéis que vai interpretar? C.R.: O importante, para mim, é estar envolvido em bons projetos. Gosto de ser convidado para papéis interessantes, tanto na televisão quanto no cinema. E.B.: Já tem novos trabalhos em vista além da novela? C.R.: Estou começando a ver um projeto para um filme de baixo orçamento, deve se chamar “Dois Macacos Mais Um”. É um drama. Débora Falabella e Rafael Primot também irão participar.


... me acho romântico. Mando flores, rosas. Mas não sou meloso. As mulheres não gostam

E.B.: Você teve pouco tempo de descanso entre o fim de “Passione” e o início de “Cordel”. Como foi a preparação? C.R.: A minha preparação aconteceu, primeiramente, por meio dos livros que a Thelma [Guedes] e a Duca [Rachid], autoras da novela, sugeriram. Um deles foi “Cangaceiros, Coiteiros e Volantes”, de José Anderson Nascimento. Depois, tive as aulas de prosódia. Foram várias. Com elas, peguei o sotaque e o jeito de falar do Jesuíno. Outro recurso que me levou a encontrar a personagem foi o contato com os cavalos. O Jesuíno é um cara simples, e foi gostoso e rico o processo de construção dele.

E.B: E a mudança de visual, com o cabelo mais volumoso e uma barba maior? Existe uma preocupação com o estilo? C. R.: Esse é o estilo da minha personagem atual. Nós, atores, não somos donos de nós. Quando estiver de férias, vou mudar meu visual, aí eu posso ver o que gosto mais. Acho que vou raspar o cabelo, mas eu gosto da barba. E.B.: Você repete o par romântico com a Bianca Bin (Açucena), com quem havia atuado em “Passione”. O que está achando da dobradinha? C.R.: Arrisco dizer que a gente está com uma química muito melhor do que em “Passione”, porque essa trama permite um romance. É uma história de herói e heroína. Eles são apaixonados um pelo outro. Na outra novela, não havia tanto romance. A história de Jesuíno e Açucena é bem diferente da de Danilo e Fátima. “Cordel Encantado” também é uma novela muito boa. Aborda o universo lúdico, remete às fábulas. E.B.: E você se considera romântico? C.R.: Sou sim, me acho romântico. Mando flores, rosas. Mas não sou meloso. As mulheres não gostam (risos). E.B.: Você e a Grazi estão juntos há um bom tempo. Tem planos de oficializar a união e ter filhos? C.R.: Já moramos juntos. Filhos virão na hora certa. E.B.: Você é muito assediado, principalmente quando participa de eventos. Como lida com a abordagem das fãs? C.R.: Acho que, na época da “Malhação” [primeiro trabalho dele como ator], eu já tinha esse assédio. Só que quando a gente vai ficando mais velho, o assédio muda um pouco, os públicos são diferentes. É tranquilo. 13


BELEZA

mãos em evidência Hidratação e proteção do sol são os principais segredos para mantê-las sempre jovens por Renata Cavalcante

D

izem que as mãos são o cartão de apresentação de uma pessoa. Por isso, merecem cuidados e carinhos especiais. Embora a preocupação maior entre as mulheres muitas vezes seja com o rosto, pelas mãos é possível desvendar a idade – até porque ainda não há cirurgia plástica que possa ser feita nesta área. Existem inúmeros produtos e tratamentos capazes de melhorar o aspecto da pele da região. E os cuidados devem começar cedo, já que, depois de chegar a determinado grau de envelhecimento, não há como reverter o quadro. Segundo Mônica Azulay, diretora da Sociedade Brasileira de Dermatologia, os cuidados que as mulheres devem ter com a pele das mãos dependem de fatores como idade, profissão, exposição à lavagem constante etc. “No geral, recomendo usar um creme com filtro solar durante o dia, independentemente da esta14

julho/agosto 2011


Farmácia Angeloni indica:

Cremes, esmaltes e muito mais para ter mãos bonitas e bem cuidadas fotos Marinheiro Manso direção de fotografia Danilo Pimentel

3 2 4 5

1

6 1. Cera nutritiva para unhas e cutículas Pink Granado – 4 g | 2. Esmalte cremoso Absinto Colorama – 8 ml | 3. Lixa de unha Prada | 4. Esmalte cremoso Cherries in Snow Revlon – 14.7 ml | 5. Nutribase pró-fortalecimento Colorama – 8 ml | 6. Esmalte Cenário Perfeito Cine Risqué – 8 ml CONSULTE OS PREÇOS NO SITE:

WWW.ANGELONI.COM.BR


BELEZA ção, e outro, hidratante, à noite”. O uso de protetor é indispensável para desacelerar o envelhecimento. Portanto, a prevenção deve começar cedo. “Com os anos, atrofiamos a produção de colágeno e as glândulas de hidratação da região, o que acentua ainda mais os sinais do tempo.” Os eventuais descuidos podem levar ao surgimento de manchas (as melanoses), que normalmente passam despercebidas na pele jovem. Em caso de manchas provocadas pelo sol, o tratamento indicado é a laser, ou luz pulsada. Já na fitofotodermatose, as manchas são causadas pelo contato da pele com produtos como frutas cítricas, que

Receitas caseiras podem conter ingredientes que, com a exposição solar, acentuam ou provocam manchas e podem levar até a queimaduras Mônica Azulay, dermatologista

16

julho/agosto 2011

podem estar presentes em cosméticos, e o tratamento indicado é por meio de cremes de uso domiciliar. A dermatologista ainda ressalta a importância de escolher produtos que contêm protetor solar e sejam aprovados por órgãos como a Anvisa. Ela também alerta para o cuidado que se deve ter com as substâncias usadas para hidratar ou esfoliar as mãos. “Receitas caseiras podem conter ingredientes que, com a exposição solar, acentuam ou provocam manchas e podem levar até a queimaduras.”

Como cuidar bem das suas mãos - Use luvas para evitar o contato com produtos cáusticos como água sanitária - Reforce a hidratação sempre que lavar as mãos ou desinfetá-las com álcool gel, produto que provoca ressecamento - Use um esfoliante para remover as células mortas, mas respeite intervalos de 15 a 30 dias; - Procure não remover as cutículas na hora de fazer unhas - Certifique-se de que sua manicure usa apenas produtos descartáveis e alicates esterilizados; - Embora tenham a pele naturalmente menos seca, os homens também precisam hidratar as mãos e protegê-las com filtro solar


Farmácia Angeloni indica: 5

1

3

6 4

2

1. Mini lixas Ricca - 6 un. | 2. Base cobertura intensificadora da cor Colorama – 8 ml 3. Esmalte Make Me Mango Revlon – 14.7 ml | 4. Esmalte Desfecho Colorama – 8 ml | 5. Óleo fortalecedor de unhas Pink Granado – 30 ml | 6. Esmalte Nunca Fui Santa Cine Risqué – 8 ml

CONSULTE OS PREÇOS NO SITE:

WWW.ANGELONI.COM.BR


BELEZA

A febre dos esmaltes As unhas não são mais um mero detalhe. Nos últimos anos, o esmalte se tornou um acessório importantíssimo na hora de compor um look e ganhou destaque nos desfiles e lançamentos das grandes grifes. Chanel é uma das principais criadoras de tendências, assim como Dior e Givenchy. No Brasil, o frisson em torno das unhas é tão grande que foi criada até uma semana de moda especial só para esmaltes, o “Nails Fashion Week”. A primeira edição aconteceu em junho, paralelamente ao São Paulo Fashion Week. Algumas tendências do inverno: - Cores: camel, preto, prata, grafite, chumbo, roxo e vermelhos fechados

- Esmaltes foscos, metálicos e perolados

- Esmaltes craquelados, flocados e duocromáticos, que podem ser usados sozinhos ou como “top coat” (cobertura para esmaltes escuros)

- Unha inglesinha, uma francesinha com a base e as pontas coloridas

18

julho/agosto 2011


1 2

3

1. Hidratante antiidade para as mãos Neutrogena – 56 g | 2. Spray secante de esmaltes para unhas Risqué – 400 ml | 3. Hidratante para as mãos Melani-D La Roche Posay – 50 ml CONSULTE OS PREÇOS NO SITE:

WWW.ANGELONI.COM.BR


CAPA

tempo

de refletir AlĂŠm de aproveitar o frio, a chegada do inverno ĂŠ uma boa chance para que as pessoas se renovem por Marina Feliciano

20

julho/agosto 2011


N

ão dá para pensar no inverno sem suas imagens clássicas: cobertores, aconchego, comidas e bebidas típicas da estação são fatores indissociáveis da época. Claro que o ambiente externo influencia nesse contexto e tem ascendência também em nosso interior. Além da sensação física que a queda das temperaturas provoca, é comum nos sentirmos mais introspectivos, com menos vontade de sair de casa e mesmo de interagir com as pessoas. Esses sentimentos são explicados pela ciência: a menor incidência de luz, os dias mais curtos e a tendência a passar mais tempo em ambientes fechados trazem, sim, uma sensação de recolhimento e reflexão. “Assim como as árvores, que perdem folhas no frio para se renovar e surgirem revigoradas e bonitas na primavera, nós, no inverno, também precisamos de introspecção para rever ideias, fazer planos e pensar um pouco em nós mesmos”, afirma Leda Bernardino, professora de psicologia da PUC do Paraná.

21


CAPA

Mas esse recolhimento não precisa trazer também solidão e tristeza. Muito pelo contrário. “Temos a tendência de ver um dia frio como um dia triste. Essa característica é muito forte porque temos muitos meses de calor por ano, lidamos bem com eles. Entretanto, não precisa ser assim”, completa Nelson Fragoso, psicólogo especialista em terapia comportamental cognitiva. Mais que boas comidinhas e assistir a filmes embaixo do edredom, a estação pode ser a época em que aproveitamos para recarregar as baterias ao lado da família, dos amigos mais chegados e, por que não, passar um tempo sozinho. “A solidão pode ser positiva, um caminho para nos fortalecer. Quando sabemos lidar com o recolhimento e a solidão, é como se fizéssemos uma higiene do espírito”, afirma Jelson Oliveira, coordenador do curso de filosofia da PUC do Paraná. De acordo com Oliveira, o inverno é a passagem para um período em que as pessoas têm a chance de fazer as coisas de maneira mais pensada, mais devagar. Mas e se bater a solidão? O segredo, dizem os especialistas, é usar o tempo em atividades intimistas, porém prazerosas. “Vale ouvir boas músicas, ler bons livros”, afirma Oliveira. Reuniões com os amigos e festas temáticas em casa são boas pedidas.

22

julho/agosto 2011


Mais perto de quem importa Outra vantagem das baixas temperaturas é estimular o contato entre amigos e familiares. “Essa mesma condição pode aproximar as pessoas em torno de conversas mais íntimas e demoradas. Reuniões gostosas em torno da mesa, longas conversas perto da lareira, ler um bom livro e se concentrar nos próprios projetos são atividades muito pertinentes nos dias frios”, afirma Jocelaine Martins da Silveira, professora do departamento de psicologia da UFPR (Universidade Federal do Paraná). Um carteado ou uma pizza em casa, por exemplo, aproximam muito mais as pessoas que um encontro em um bar ou restaurante. Uma das adeptas do inverno é a atriz Patrícia de Jesus. Ela conta que, no período, aproveita para passar mais tempo sozinha e praticar um de seus hobbies preferidos: a fotografia. “O frio proporciona as mais belas paisagens. Adoro fotografar o céu. Principalmente o pôr do sol, que é uma das coisas mais belas de se apreciar entre o outono e o inverno.”

23


CAPA

Ser feliz sem ter de ir para a rua Letícia Garcia Ribeiro Dyniewicz, 27 anos, paranaense que atualmente mora em Florianópolis, concorda que o inverno tem, sim, um clima mais intimista – mas sem relação nenhuma com a solidão. “É a melhor época para ir a um café com os amigos É a melhor ou tomar vinho. As pesépoca para ir a soas se visitam mais em vez de sair para bares e um café com os festas, acho isso muito amigos ou tomar legal.” E, nos dias de vinho. As pessoas preguiça, nada melhor se visitam mais em que as baixas temperatuvez de sair para ras. “Eu organizo a casa, bares e festas, acho leio, vejo um filme”, afirma. O melhor de isso muito legal tudo, resume, é não ter Letícia Dyniewicz a obrigação de ser feliz na rua. “Não tem aquele apelo do calor que faz com que a gente se sinta obrigada a sair de casa.” Além disso, a moradora da ilha conhecida por suas belas praias destaca a beleza da cidade nesta estação. “Mesmo no inverno, geralmente os dias são de sol. Então, por mais que faça frio e, às vezes, tenha um vento sul (gelado e forte), sempre dá para olhar o mar, dar um passeio. As dunas ficam superbonitas também. O visual do vento, com a areia e o céu azul, é bem legal. É gostosa a sensação do ar geladinho perto da praia”, diz.

24

julho/agosto 2011


25

Nilva Damian


CAPA

As boas pedidas do inverno - Faça uma lista com filmes clássicos do cinema que você nunca teve tempo de ver. O mesmo vale para os livros - Aproveite para escutar boa música. Pesquise tendências ou vasculhe em meio aqueles CDs que você nunca mais ouviu - Reunir a família depois do jantar pode render boas conversas e ótimas histórias - Massas, fondue, risotos, chocolate quente... o inverno é a estação do ano mais propícia para comidinhas em casa. Quem não sabe cozinhar mas tem vontade de aprender pode, inclusive, aproveitar o período para testar receitas

- A combinação de uma boa música com um vinho tinto é uma receita infalível para um programa romântico ou mesmo para passar um tempo consigo mesmo - Quando puder acordar tarde, aproveite para ficar embaixo das cobertas e descanse - Como o período é de recolhimento e renovação, organize suas coisas. Com certeza há roupas que você não usa mais, papéis que pode jogar fora, objetos e talvez até móveis que possa doar - Já que a ideia é ficar mais em casa, aproveite para redecorar aquele canto que pode ficar mais aconchegante. Invista na criatividade e faça você mesmo - Vale muito usar esse período a mais em casa para refletir, rever atitudes e fazer planos

26

julho/agosto 2011


anĂşncio


COMPORTAMENTO

vaidade sem preconceito Assim como as mulheres, homens estão cada vez mais preocupados em cuidar da aparência por Alexandre Amaral

E

le divide cremes com a mulher, Victoria, disputa o horário de massagens e não gosta de sair sem se maquiar. O jogador David Beckham, de tão metrossexual, já virou folclore no mundo da vaidade masculina, cercado de cuidados cada vez mais específicos aos homens. O inglês faz parte do amplo time de atletas porta-vozes da indústria da beleza, que inclui o português Cristiano Ronaldo. Seja para evitar espinhas ou perder medidas na barriga, os homens não medem esforços para ficar de bem com o espelho. Isabel Martinez, membro da Sociedade Internacional de Dermatologia e da Academia Americana de Laser e Cirurgia, afirma que um dos produtos mais utilizados são os protetores solares: “a maioria está se conscientizando da importância desse tipo de produto”. 28

julho/agosto 2011

Outra preocupação são as rugas. Aos 36 anos, o empresário Alexsander Kalazans conta: “uso uma máscara de abacate e aveia — que eu mesmo faço — uma vez a cada 15 dias.” Os cuidados com o resto do corpo não ficam atrás: “pratico jiu-jitsu três vezes por semana e natação, duas.” O empresário, que assume já ter feito regime, conta que, além dos exercícios, cuidar da alimentação é fundamental. “O maior segredo é a boa nutrição, não ingerir refrigerantes nem alimentos gordurosos”, ensina.


Reuters

e

29


Coletivo Mocosado

COMPORTAMENTO

Fernando Teixeira não dispensa o protetor solar

Os cuidados começam em casa Segundo a doutora Isabel, tratamentos contra a foliculite de barba (os pelos encravados) e as manchas, principalmente no rosto, estão sendo mais procurado nos consultórios. Mas não são apenas clínicas especializadas que viraram rotina no universo masculino. A variedade de produtos específicos para eles aumentou – e as opções vão além de xampu “três-em-um” e sabonete antialérgico. “Eu mesmo já passei a receita dos meus cremes para um monte de amigos”, diz Kalazans. Os cabelos são outro foco de atenção. Assombrados pela calvície, jovens procuram consultórios de dermatologia aos primeiros sinais de queda. Usar xampus específicos pode funcionar. Mas, se a queda insistir, a dica é procurar um dermatologista. O publicitário Fernando Teixeira, 33 anos, radicalizou e enfrentou as primeiras entradas com o cabelo raspado. “Comprei uma máquina profissional e mantenho o visual usando-a uma vez por semana.” O que não significa o fim do xampu. “Uso um à base de coco para tirar toda a ole30

julho/agosto 2011

osidade do couro cabeludo”, entrega. “E passo sempre protetor solar no rosto e cabeça”, completa. Apesar de ainda encontrar resistência, a maquiagem masculina é outra prática que ganha adeptos entre as celebridades. Que o diga o ator Zac Efron, que não hesita em aparecer diante dos fotógrafos com primer (uma espécie de pré-maquiagem, que disfarça imperfeições da pele), base e corretivo para as olheiras. O ator já chegou a ser clicado com máscara para cílios e até sombra iluminadora e hidratante para os lábios. Ainda falta muito para que os homens batam as mulheres em produtos para beleza. Mas não custa nada um esfoliante de vez em quando, certo?


FarmĂĄcia Angeloni indica:

1

2

Tudo que os homens vaidosos precisam para caprichar no visual fotos Marinheiro Manso direção de fotografia Danilo Pimentel

3 6

4 5


1. Xampu para cabelos grisalhos Ecologie Homem – 275 ml | 2.Perfume Ducati Uomo – 300 ml | 3. Bálsamo pós-barba revitalizante Nívea – 100 ml | 4. Hidratante Normactiv Vichy Homme – 50 ml | 5. Creme para a área dos olhos Vichy Homme Liftactiv – 15 ml 6. Gel creme hidratante facial para controle de brilho Nívea – 75 ml | 7. Perfume Scuderia Ferrari – 125 ml | 8. Aparelho de barbear Gillete Mach 3 Sensitive | 9. Xampu antiqueda Ecologie Homem – 275 ml | 10. Pomada estilizadora para cabelos Ecologie Homem – 35 g | 11. Creme facial Vichy Homme Liftactiv – 30 ml | 12. Base fosca para unhas Risqué – 8 ml

7

12 11 9

8

10

CONSULTE OS PREÇOS NO SITE:

WWW.ANGELONI.COM.BR


CABELOS

bela

adormecida

Cada vez mais produtos para os cabelos sĂŁo formulados para usĂĄ-los enquanto dorme por Mariana Soares

34

julho/agosto 2011


S

e você ainda acredita que dormir com produtos nos cabelos pode estragar os fios, saiba que essa história não passa de mito. Prova disso é o mercado crescente de linhas de tratamento de uso noturno, que agem enquanto você está Já a dermatologista Lenise Ribas, responsável dormindo. E o melhor: os novos produtos pelo laboratório de tricologia da Santa Casa contam com o aval dos tricologistas (médide Curitiba, explica que os produtos de uso cos especialistas em cabelos). noturno têm uma característica particular: Há opções principalmente para hidratar, nutrir, agem no córtex, uma camada mais profunda tonificar e reparar os fios. É verdade que prodos fios, e precisam de mais tempo para fazer dutos com as mesmas finalidaefeito. “A parte mais externa des, mas de uso diurno, já eram do cabelo é chamada de cutíbastante populares. No entanto, cula. É a que mais sofre os daNa maioria segundo Marcelo Rigatti, médinos causados pelos processos das vezes em que co do Ambulatório de Doenças químicos (como tingimento queremos melhorar do Cabelo do Hospital Univere alisamento) e pelo uso de a qualidade dos sitário da Universidade Federal pentes, escovas, secadores e de Santa Catarina, a noite é o pranchas. O córtex fica logo fios, é preferível período mais propício para abaixo dela. É onde esses prodar tempo para o que o tratamento tenha um redutos noturnos costumam produto agir sem sultado satisfatório. “Na maioagir, como se fossem um filme interferências ria das vezes em que queremos protetor”, explica. Marcelo Rigatti melhorar a qualidade dos fios, Se você teme ficar com o coué preferível dar tempo para o produto agir ro cabeludo oleoso, saiba que o risco é pequesem interferências de fatores químicos ou fíno. “Esses produtos são feitos com base mais sicos, como a poluição, o sol ou o vento, que fluida, e não cremosa”, conta Lenise. No endificultam a adesão deles aos cabelos.” tanto, quem sofre de dermatite seborreica ou tem tendência à oleosidade deve procurar os produtos que menos deixam resíduos. “Outra dica é espaçar mais o uso, e tentar passar o produto nas pontas dos fios, evitando o contato com o couro cabeludo”, completa.

35


CABELOS

Verdades e mitos sobre tratamentos noturnos Dormir com os cabelos molhados apodrece os fios Mito. Afirma o médico catarinense Marcelo Rigatti, da Sociedade Brasileira de Dermatologia: “só aumenta o número de resíduos capilares” Usar produtos para tratamento noturno nos cabelos aumenta a oleosidade Verdade. Apesar de os produtos serem feitos com materiais mais fluidos (não cremosos) e menos gordurosos, existe uma pequena tendência de isso ocorrer. Portanto, quem tem tendência ao problema ou sofre de dermatite seborreica deve espaçar o uso. Caso contrário, corre o risco de ter queda de cabelos

1

Produtos capilares noturnos mancham a roupa de cama Mito. Por serem menos gordurosos e penetrarem nos fios, não há problema com os lençóis Tratamentos noturnos têm o mesmo resultado que tratamentos diurnos Em parte. Os produtos diurnos sofrem mais danos de agentes externos (como vento, poluição e sol), o que dificulta sua ação. Por isso, se for fazer você mesma, prefira as opções noturnas

36

julho/agosto 2011

1. Tratamento capilar noturno com keratina Vizcaya – 120 ml | 2. Tratamento capilar noturno contra queda Pro-V Pantene – 150 ml | 3. Tratamento capilar noturno restaurador Pro-V Pantene – 150 ml | 4. Soro capilar noturno Frizz-Ease John Frieda – 50 ml | 5. Tratamento noturno Nutrição 10X Elsève – 150 ml


Farmácia Angeloni indica:

Produtos ideais para que seus cabelos tenham uma boa noite

fotos Marinheiro Manso direção de fotografia Danilo Pimentel

2

3

4

CONSULTE OS PREÇOS NO SITE:

WWW.ANGELONI.COM.BR

5


MAQUIAGEM

LOO

de princesa

Saiba como fazer a própria maquiagem e esteja linda em qualquer situação por Mariana Soares

N

ão é preciso ter um maquiador profissional à disposição para estar sempre bonita. Se a ideia é se arrumar – seja para uma festa ou para o trabalho – sem errar a mão na maquiagem, basta apenas seguir algumas técnicas básicas e ter à mão produtos adequados para seu tipo de pele. Um bom exemplo é Kate Middleton – agora Catherine, Duquesa de Cambridge – recém-casada com o príncipe William, do Reino Unido. Adepta da automaquiagem, a ingle-

38

julho/agosto 2011

sa está sempre impecável. Inclusive no casamento mais esperado do século, Catherine abriu mão de um especialista e fez, ela mesma, a maquiagem que já se tornou tendência na hora de subir ao altar. Para conseguir os melhores resultados, facilita ter um arsenal mínimo de trabalho (veja na página 43). Estar com a pele bem tratada e higienizada é fundamental, lembra Sandra Márcia Almeida Torres Pereira, professora de automaquiagem no Centro Técnico Iza Bella, em Curitiba. “Quando não


Reuters

OK Catherine Middleton, duquesa de Cambridge

se faz a limpeza, o risco de o rosto ficar com aspecto manchado é maior. Os produtos não aderem direito, e o resultado dura menos tempo.” A validade dos itens de maquiagem também pede atenção. “Basta reparar no odor e na aparência do produto para saber se estragou. Bases costumam coalhar. Pó compacto cria uma espécie de bolor. Máscara para cílios, delineador, batom, sombra e gloss devem ser usados em até seis meses”, explica Patricia Brazoloto, professora de automaquiagem no Senac Paraná.

Para não correr o risco de contaminar seus produtos com agentes causadores de doenças, diz Patrícia, evite usar os dedos ao se maquiar. Prefira cotonetes, pincéis e esponjas, e mantenha-os sempre limpos. Esse tipo de cuidado evita não só que os produtos estraguem, mas também que sua pele seja contaminada. E, se em alguma etapa a maquiagem borrar, não precisa limpar tudo e recomeçar do zero. Basta passar um cotonete embebido na base (ou no corretivo) na região borrada. Quando ela estiver da cor da pele novamente, recomece. 39


passo a passo: 1 2

Lave o rosto e o pescoço, passe tonificante e hidratante Passe e espalhe o primer e depois o corretivo nas olheiras, marcas de espinhas ou de sol e outras eventuais manchas

3

Passe a base usando a esponja, por toda a face e o pescoço (se for usar um decote profundo, também na área do colo)

4 5 6

Passe o pó compacto com pincel ou esponja, espalhando uniformemente

7 8 9 10 11 12

Passe uma sombra clara por toda a pálpebra superior Com um tom mais escuro de sombra, pinte o canto externo da pálpebra superior, devagar para não exagerar, puxando o pincel para o alto Com o pincel limpo, vá esfumaçando, para que as divisões de cores desapareçam

1 Esponja de maquiagem Designer Prada (pacote com 5)

Pó compacto duo Glam Bronze L’Oréal

Passe o lápis de olho no interior da pálpebra inferior (do canto externo até a metade do olho) Corrija as áreas falhas da sobrancelha com lápis ou sombra específicos Faça uma linha imaginária, saindo da ponta superior da orelha em direção ao canto externo da boca, ao passar o blush. Pare a dois dedos da boca Para passar o batom, comece do centro dos lábios e vá, com a mão bem firme, em direção ao canto. Não ultrapasse o contorno natural dos lábios Finalize com a máscara para cílios. Abra bem os olhos e comece a pentear os cílios da raiz, em movimentos cerrados, indo em direção às pontas

4


2

3

Base primer Studio Secrets L’Oréal – 15 ml

Base Colorstay Creations Light Revlon

Gloss Ultimate Lipcolor Prized Peach Revlon

Máscara para cílios Million Lashes L’Oréal

11

12


MAQUIAGEM

*Não se preocupe com o tempo. No início, a tendência é se demorar mais. Com a prática, maquiagens incríveis podem ser feitas em poucos minutos

noite * Estes passos servem tanto para maquiagem para do dia quanto para a noite. A diferença será no uso das cores. À noite, abuse de tons metálicos e cintilantes, para criar um impacto maior

Delineador Colorstay Black Revlon

42

julho/agosto 2011

Gloss Shine City Revlon


1 Arsenal básico para fazer sua maquiagem em casa como profissional Instrumentos básicos: - Esponja - Pincel grande para blush - Pincel pequeno para sombra (de ponta arredondada) - Algodão e lenço de papel para limpar - Hastes flexíveis descartáveis (cotonete) Produtos essenciais: - Demaquilante - Corretivo (um tom mais claro que o da pele) - Base ou pó compacto no tom mais próximo da sua pele (nunca mais escuro) - Máscara para cílios - Sombras - Lápis para olhos - Blush - Lápis ou sombra para sobrancelha (um tom abaixo que o dos cabelos) - Batom - Gloss - Spray fixador de maquiagem Modelo: Mona Santana (L’Equipe) Maquiador: Marco Carvalho

2 3

4

1. Conjunto de pincéis de maquiagem Prada 2. Demaquilante para olhos sensíveis Purete Thermale Vichy – 150 ml | 3. Solução demaquilante Physiologique Sol Michelar La Roche Posay – 200 ml | 4. Sérum para cílios Re-Activant L’Oréal

43


ESPAÇO ZEN

da a arte dobradura

Nascido no Japão com função religiosa, o origami é utilizado também como terapia por Marina Feliciano

44

julho/agosto 2011


Marinheiro Manso

S

em usar cola ou tesoura, um pedaço de papel se transforma em uma flor, uma casa, um animal, um barco... não existem limites para a imaginação quando o assunto é origami. Essa arte, que nasceu ligada à religião, atualmente é usada por muitos educadores em funções que vão além da reprodução de figuras em papel. “Os origamis eram produzidos com dobras simples e representavam a natureza e o cotidiano. As pessoas se reuniam em grupos para fazê-lo”, afirma a educadora sócio-cultural Albertina Fonseca, que ministra oficinas sobre o tema. Hoje, a arte tem adeptos em todo o mundo. As motivações de quem a pratica também são as mais diversas. Alzira Cattony, 76 anos, começou a fazer origami há quase 20. Em 1992, procurou um curso porque pensava em usar a técnica para distrair o filho pequeno. “Com o tempo fui percebendo uma melhora na coordenação motora, sem contar que acalma muito. Origami não tem idade; você só precisa se concentrar e ter atenção”, diz. De aluna, Alzira passou a professora, dando oficinas temáticas, sempre relacionadas à técnica. Faz até exposições. Luciana Aliberti Miyashiro, artista plástica e arte-educadora, é outra apaixonada pela arte das dobraduras. “Vi uma senhora muito idosa fazendo origami e presenteando as pessoas. Eram formas dificílimas para mim, o que me intrigou profundamente. Meu marido, que é descendente de japoneses, tinha dois livros sobre o tema, escritos em japonês. Fui seguindo as figuras e logo quis mais livros”, conta.

45


ESPAÇO ZEN

Terapia da dobradura Dobrar o papel é só a primeira etapa do processo. “Depois vem a humanização”, diz Jackson Adriano, presidente do Desdobrando Arte Ateliê. O primeiro passo é procurar fazer com peças simples. O origami traz calma, coordenação motora, capacidade de concentração e destreza manual. “Isso acaba trazendo uma interpretação mais ‘zen’ à vida, além da satisfação pessoal de poder criar formas apenas com um pedaço de papel”, afirma. Luciana concorda. “Percebo que as pessoas alcançam um estado elevado de concentração e outras até o nível meditativo, em que é possivel se conectar com energias mentais profundas.” Os benefícios vêm em diversos níveis; no corporal, porque os movimentos são feitos com as duas mãos e isso estimula a coordenação, alivia o estresse e eleva a autoestima; e na saúde mental: ao fazer o origami a memória é trabalhada, assim como o raciocínio, a atenção, a compreensão espacial e a imaginação.

Pesquisadora na área de genética humana na Universidade de Santa Catarina, em Florianópolis, Andrea Marrero viu na terapia uma chance de relaxar durante o seu douturado. “A mudança foi evidente. Eu precisava de uma atividade que me desse prazer e aliviasse.” E a estratégia deu certo. “Assim como no origami é preciso marcar algumas dobras na ordem certa antes de ter um resultado, na vida é importante passar por algumas coisas antes de tudo se resolver”, compara.

Aprenda a fazer um peixe

1

2

3

4

5

6

46

julho/agosto 2011


O nascimento da técnica A origem exata do origami se perdeu no tempo, mas a versão mais difundida diz que coincidiu com a vinda do papel da China, trazida por monges budistas ao Japão a partir do século 6 a.C. “Logo que chegou, o origami era praticado apenas por homens e tinha caráter simbólico nos rituais xintoístas. Conforme o valor do papel foi caindo, passou a ser permitido a todos”, diz Adriano, do Desdobrando Arte Ateliê. Por volta de 1590, a prática passou

a ser feita também por mulheres e crianças, e os modelos criados eram ensinados no boca a boca. Com o passar dos séculos, a arte se espalhou pelo mundo e se tornou um dos símbolos da terra do Sol Nascente. “Assim como as demais artes orientais – cerimônia do chá, da esgrima (kendô), da caligrafia – o origami tem outra conotação no Oriente. A arte por lá está em busca da perfeição. Eles não se preocupam em criar algo inédito e, sim, em fazer repetidas vezes até alcançar a iluminação espiritual. A busca espiritual está profundamente ligada à busca artística”, explica a arte-educadora Luciana. No século 8, a arte chegou à Espanha, trazida pelos mouros do norte da África. Porém, só eram criadas figuras geométricas, porque a religião proibia a criação de formas animais. Os espanhóis também desenvolveram a arte, chamando-a de papiroflexia. Da Espanha, a técnica se espalhou pela Europa com as rotas comerciais marítimas e, tempos depois, chegou à América.

7

8

9

10

11

12 47


ESPAÇO ZEN

Dobraduras ganham vida na contação de histórias

Curiosidades

Dedicada à atividade de contar histórias em instituições, Irene Tanabe recorre ao origami para ilustrar sua arte. “Para mim, é mais que somente dobrar papel, é uma forma de transpor para a folha nossa imaginação, nossa criatividade”, diz. Nas narrações, as peças são utilizadas como personagens das histórias, cenário ou objetos. Segundo ela, os resultados envolvem mais do que relaxamento. “O origami auxilia na paciência, na coordenação motora e a meditar. Enquanto dobra um papel, a pessoa pensa somente nesta ação ”, diz.

Rituais No Japão, alguns modelos de origami eram queimados em rituais fúnebres para que o espírito da pessoa pudesse ter na outra vida tudo o que desejava. Também existia o hábito de se colocar dobraduras imitando cédulas de dinheiro em envelopes vermelhos que eram queimados nas festas de casamento, com o desejo de levar prosperidade ao casal. Alguns desenhos e seus significados Sapo – amor e fertilidade Tartaruga – longevidade Tsuru (ave-símbolo do origami) - também conhecido como grou, significa boa sorte, felicidade e saúde.

O tsuru Também conhecido como Grou, o tsuru tinha função decorativa e era utilizado, por exemplo, nos quartos das crianças como distração. Com o tempo, passou a ser associado às orações e era oferecido nos templos para pedir proteção. Atualmente está presente nas festas de Ano Novo, em casamentos, nascimentos e outras comemorações. 48

julho/agosto 2011


TURISMO

S

oásis

ão Paulo parece não parar nunca. Porém, por trás deste ritmo acelerado existe uma cidade bem mais calma e menos propagada, com lugares encantadores que, com certeza, merecem uma visita. Para conhecer esses verdadeiros recantos de calma e contemplação no meio da metrópole, vale esticar uma viagem de negócios ou mesmo programar uma temporada para desfrutar a capital. Para ajudar a se aventurar nestes achados paulistanos, a Estar Bem fez uma lista com destinos imperdíveis, que misturam história, arte e são retratos do que a cidade tem de melhor.

50

julho/agosto 2011


paulistanos Conheça recantos em São Paulo que fazem a cidade ser um pouco menos cinza por Renata Cavalcante

Vista noturna do Museu do Ipiranga

51


TURISMO

Natureza assinada Antes de ser um parque, o local pertencia a um empresário, que contratou o paisagista Roberto Burle Marx para executar o projeto da área externa na década de 40. A área ficou desabitada durante anos até que, em 1995, foi criado o parque municipal. Além de pistas de cooper, trilhas com diferentes graus de dificuldade e animais nativos, o visitante pode admirar o projeto original do paisagista, que cuidou pessoalmente das obras de restauração. Na área de 138 mil m2 é possível observar os painéis esculturais de concreto, os espelhos d’água e a composição de palmeiras imperiais. Parque Burle Marx (av. Dona Helena Pereira de Moraes, 200, Panamby). Todos os dias, das 7h às 19h. Grátis (o estacionamento varia de R$ 6 a R$ 8). www.parqueburlemarx.com.br

Arte moderna Há nove anos instalada no charmoso bairro de Higienópolis, a Galeria Vermelho é um moderno espaço dedicado à arte, que dá voz tanto a artistas emergentes quanto aos renomados. No acervo, está o trabalho de Cristiano Lenhardt, Dora Longo Bahia, João Loureiro, entre outros. Além do acervo próprio, o local recebe exposições durante todo o ano, e promove ações como a mostra anual de performance de arte VERBO, que este ano acontece de 11 a 16 de julho. Galeria Vermelho (rua Mina Gerais, 350, Higienópolis, tel. 0/xx/11 3138-1520). De terça a sexta, das 10h às 19h, sábados das 11h às 17h. Grátis. www.galeriavermelho.com.br

52

julho/agosto 2011


Caio Pimenta/SPTuris Jefferson Pancieri/SPTuris

Tradição reformada O Theatro Municipal de São Paulo acaba de reabrir as portas em grande estilo, totalmente restaurado e com novidades, como o novo Café do Theatro Municipal, com ambiente projetado pelos irmãos Campana, Humberto e Fernando. O espaço, recomendado pelo jornal norte-americano New York Times, possui capacidade para 38 pessoas e cardápio assinado pelo chef Adolfo Gorenstein. Além de poder contemplar a obra arquitetônica de Ramos de Azevedo, os visitantes podem conferir uma rica programação cultural que comemora o “novo” teatro, com óperas, espetáculos e apresentação de grupos de dança internacionais. Theatro Municipal (pça. Ramos de Azevedo, s/nº, centro, tel. 0/xx/11 3397-0300). http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/theatromunicipal/

53


TURISMO

Brasil Imperial Um dos lugares mais belos da cidade, o Museu Paulista da Universidade de São Paulo, ficou conhecido como Museu do Ipiranga por se localizar no bairro homônimo, onde Dom Pedro I deu o grito de “independência ou morte” em 1822. O espaço conta grande parte da história do Brasil Imperial. Inaugurado em 1895, o acervo conta com mais de 125 mil unidades, como objetos, iconografia e documentos deste importante período. Os visitantes não devem deixar de conferir o Parque da Independência, com belos jardins, fontes e chafarizes inspirados no Palácio de Versalhes, na França, que cerca o espaço. Comunhão de história e beleza natural.

Divulgação

Museu Paulista da USP (parque da Independência, s/nº, Ipiranga, tel. 0/xx/11 2065-8000). R$ 6 (no primeiro domingo do mês a entrada é gratuita). www.mp.usp.br

54

julho/agosto 2011


Caio Silveira/SPTuris

Chá com Portinari e Di Cavalcanti A Fundação Maria Luisa e Oscar Americano agrada seus frequentadores pelos mais diferentes motivos. A residência e o terreno em que vivia a família Americano, assim como todo o acervo de obras de arte, foram doados à cidade em 1974. A casa projetada por Oswaldo Arthur Bratke em 1950 chama a atenção, assim como o “quintal” da propriedade, um parque de 75 mil m2. Um dos destaques é o salão de chá, servido ao estilo inglês. Não deixe de conferir o acervo, que reúne desde obras do Brasil Colônia e

Império até os modernistas. Pinturas do holandês Frans Post, responsável pelos primeiros registros das paisagens brasileiras, e quadros de artistas renomados, como Cândido Portinari e Di Cavalcanti, podem ser admirados. Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (av. Morumbi, 4.077, Morumbi, tel. 0/xx/11 3742-0077). De terça a domingo, das 10h às 17h30. R$ 10 (entrada na fundação) e R$ 50 (chá completo, com cardápio fechado). www.fundacaooscaramericano.org.br

55


Prscilla Vilariño/SPTuris

TURISMO

Brunch abençoado Ouvir o canto gregoriano no mosteiro de São Bento é uma experiência única. Melhor ainda se seguida pelo brunch, servido no refeitório monástico no último domingo de cada mês. As sofisticadas iguarias valem a fila de espera (que leva meses). Quem não quiser esperar, sem problemas:

56

julho/agosto 2011

a padaria dos monges vende alguns itens, como bolos e geleias, feitas com receitas seculares Mosteiro de São Bento (lgo. de São Bento, s/n). As missas acontecem todos os dias. Para reservar o brunch, que acontece no último domingo do mês, é necessário ligar para 0/xx/11 2440-7837). R$ 130. www.mosteiro.org.br


SERVIÇO

ojas e L endereços Novas lojas Biguaçú Rua Coronel Teixeira Oliveira, 128, centro Balneário Camboriú/SC 4a Avenida, 880, centro tel. (0/xx/47) 3360-0400

Balneário Camboriú/SC Av. do Estado, 2.440, centro tel. (0/xx/47) 3360-0400 Blumenau/SC Rua Sete de Setembro, 100, Garcia tel. (0/xx/47) 3326-6644 Rua Humberto de Campos, 77, Da Velha tel. (0/xx/47) 3329-1515 Criciúma/SC Av. Centenário, 2.699, centro tel. (0/xx/48) 3437-0561 Curitiba/PR Av. República Argentina, 900, Água Verde tel. (0/xx/41) 3312-2300 Al. Dr. Carlos de Carvalho, 2.050, Bigorrilho tel. (0/xx/41) 3270-8224 Florianópolis/SC Rua Esteves Júnior, 307, centro tel. (0/xx/48) 3224-2366 Av. Irineu Bornhausen, 5.288, Agronômica tel. (0/xx/48) 3333-1777 Av. Gov. Ivo Silveira, 2.445, Capoeiras tel. (0/xx/48) 3271-7562 Rua Nirberto Haase, 75, Santa Mônica tel. (0/xx/48) 3234-6888

58

julho/agosto 2011

Nova Farmácia Angeloni 4ª Avenida - Balneário Camboriú

Av. Rio Branco, 565, Centro tel. (0/xx/48) 3222-1112 Av. Marechal Max Schramm, 3.450, sala 01, Estreito tel. (0/xx/48) 3271-6700 Itajaí/SC Rua Brusque, 358, centro tel. (0/xx/47) 3349-7727 Jaraguá do Sul/SC Rua Barão do Rio Branco, 732, centro tel. (0/xx/47) 3371-1613 Rua Coronel Bernardo Grubba, 247, centro tel. (0/xx/47) 3370-9655 Joinville/SC Rua Dr. João Colin, 2.500, América tel. (0/xx/47) 3424-0440 Rua Ministro Calógeras, 1.639, Anita Garibaldi tel. (0/xx/47) 3451-4400 Lages/SC Rua Frei Rogério, 587, centro tel. (0/xx/49) 3224-0388 Tubarão/SC Av. Expedicionário José Pedro Coelho, 1.120, centro tel. (0/xx/48) 3626-0893



Estar Bem 9