Issuu on Google+

2010

ANO 1 mai|jun

EDIÇÃO 2

Os segredos dos cabelos Eles têm significados que transcendem a estética

PARA COPIAR Penteados das passarelas podem ser feitos em casa ENTREVISTA Mariana Weickert: todas as faces da catarinense


EXPEDIENTE Revista Farmácia Angeloni Estar Bem Uma publicação do Grupo Angeloni (av. do Centenário, 7.521, Nossa Senhora da Salete, Criciúma, Santa Catarina) www.angeloni.com.br Presidente José Augusto Fretta Diretora de marketing Sabrina Angeloni Gerente de marketing Marcelo Leão Supervisora de marketing Denise Schmidt Criação e produção Rái Conteúdo Editora-responsável Jéssika Torrezan (MTB 41.394/SP) jessika.torrezan@raieditorial.com.br Editora-executiva Carina Ohana carina.ohana@raieditorial.com.br Reportagem Beatriz Salles Carina Ohana Cleide Floresta Lívia Sampaio Maíra Zanutto Paula Rocha Fotografia Marinheiro Manso Nilva Damian Produção e direção de fotografia Adriano Frachetta Leandro Dário Direção de arte Adriano Frachetta Revisão Livia Amarante Finalização Danilo Gonçalves Produção gráfica Polianna Leal Comercial Daniela Gouvea Simone Martins Atendimento Karina Freitas Grupo Rái Av. Cotoxó, 608, Perdizes São Paulo – SP CEP 05021-000 Tel. (0/xx/11) 3674-4400 Impressão – Gráfica e Editora Posigraf S.A. Tiragem – 20.000 Fale com a gente! redacao@raieditorial.com.br Distribuição gratuita A revista Farmácia Angeloni Estar Bem é uma publicação bimestral. O conteúdo assinado é de responsabilidade de seus autores. É vedada a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo ou imagem sem autorização prévia.

O fio da questão Reflexo do nosso estado de espírito, arma de sedução e primeiro a sofrer com as mudanças na vida, os cabelos refletem tanto a personalidade das pessoas que poderíamos fazer estudos de comportamento baseados apenas nos pedidos que são feitos todos os dias nos salões de beleza. Por isso, a segunda edição da revista Farmácia Angeloni – Estar Bem foi preparada em torno deste assunto: os cabelos. Na reportagem de capa, fomos atrás de especialistas no tema para descobrir como um simples corte, às vezes, pode influenciar tanto na qualidade de vida das pessoas. Autora do livro “História da Maquiagem, da Cosmética e do Penteado”, Ana Carlota Vita é enfática ao afirmar: “se está passando por mudanças, a primeira coisa que a mulher quer fazer é cortar ou pintar os cabelos.” Independentemente de uma transformação ou não, os cuidados com eles nunca podem ser deixados de lado. Também trazemos dicas de lugares para ir em Nova York quando se quer relaxar. Mas, se não dá para viajar agora, que tal montar um espaço zen na sua própria casa ou visitar alguns oásis urbanos aqui mesmo no Brasil? Tudo isso você encontrará nas páginas desta edição que preparamos especialmente para você. Boa leitura! Equipe Angeloni

5


ÍNDICE

08

10

O que há de novo

Entrevista

Os lançamentos da próxima estação que você não pode perder

Mariana Weickert fala de beleza e de seus novos projetos de vida

Proibido para mulheres

Comportamento

Os penteados mais cobiçados das passarelas para fazer em casa

Os principais produtos de beleza voltados para o público masculino

Cada vez mais mulheres dispensam a tintura e aderem ao grisalho

30

36

38

Passo a passo


14

26

Capa

Os cabelos são capazes de refletir nosso estado de espírito

Dica da leitora

O que não pode faltar na bolsa da empresária Ana Vanti

Roxo total

Espaço Zen

A cor que é tendência no inverno também marca presença nos cosméticos

Como montar um recanto de paz dentro de sua casa

42

Turismo Mesmo em grandes metrópoles, como Nova York, é possível encontrar locais para relaxar

44 50 7


O NOTAS

que vem por aí

OS LANÇAMENTOS MAIS ESPERADOS E OS PRODUTOS MAIS COBIÇADOS DA PRÓXIMA ESTAÇÃO

por Carina Ohana

Quem sempre sonhou em ter uma base ideal para pele oleosa pode começar a agradecer. A Vichy acaba de lançar a Normateint, base antiimperfeições que possui pigmentos finos que são responsáveis pela textura leve e aplicação fácil. Além de melhorar a aparência da pele, a base também tem um diferencial: FPS 20, que protege dos raios UVA/UVB. Depois de quatro anos de estudos e testes, o produto final cumpre o prometido e consegue proporcionar às mulheres, mesmo as de pele mais oleosa, uma cobertura matte (isto é, sem brilho) e uniforme. Resultado: beleza o dia todo sem se preocupar com a oleosidade. 8

maio/junho 2010

Divulgação

Base com proteção solar


Pincel mágico

Divulgação

Há quem subestime o poder de um pincel na maquiagem, mas os profissionais que sabem das coisas afirmam que o instrumento faz toda a diferença. Prova disso são os lançamentos recentes de rímel, que vêm equipados com pincéis de formatos curiosos, mas com propósito. Um bom exemplo é o novíssimo Telescopic Explosion, da L’Oréal. Com o formato esférico, cerdas de elastômero e cabo alongado, o rímel alcança os menores cílios e pode ser usado em qualquer ângulo. A fórmula do Telescopic Explosion é emoliente, isto é, se espalha e fixa mais facilmente, alongando os fios. A pigmentação bem escura, somada aos polímeros, ajuda a dar volume. Beleza com tecnologia de ponta.

Divulgação

Proteção térmica para os cabelos Não há como negar: o sentimento de culpa é uma constante na vida das adeptas de chapinhas e secadores. Não à toa, uma boa hidratação é indispensável na vida delas. Para proteger os fios de danos, a Pantene acaba de lançar o Tratamento Preventivo Pré-Styling, criado para ser aplicado antes do uso desses instrumentos. A formulação, resultado de dez anos de pesquisas, contém silicones que selam a cutícula do cabelo e criam sobre os fios um escudo de proteção contra o calor. A linha conta com duas versões, uma para o efeito liso perfeito e outro para cachos bem definidos. Depois dessa, não há desculpa: só prejudica os cabelos quem quer.

Manter os cachos bonitos e definidos não é tarefa fácil, e pelo menos metade da população brasileira sabe disso. Ao longo do dia, os cabelos cacheados perdem a forma ou ficam armados, e precisam de retoque. Para oferecer uma solução para o problema sem dar aparência pesada aos cabelos, a Elsève lançou o Leite Umidificador de Cachos Hydra-Max Colágeno. O produto tem textura leve e ajuda a desembaraçar e controlar os fios. Além disso, por ser em spray, o produto é ótimo para carregar na bolsa e tem fácil aplicação. Com isso, as cacheadas podem dar adeus aos improvisos para domar os cachos no meio do dia.

Divulgação

Hidratação capilar prática

9


ENTREVISTA

A

mil por

hora

N

MARIANA WEICKERT DIVIDE A CARREIRA DE APRESENTADORA COM A DE EMPRESÁRIA SEM DESCUIDAR DA BELEZA por Beatriz Salles

ascida em Blumenau, Mariana Weickert entrou para o mundo da moda aos 13 anos e não pretende sair dele tão cedo. Embora não esteja mais desfilando nas principais semanas de moda do mundo, a modelo de 28 anos agora é empresária e tem uma grife de moda praia, a Alór. Além disso, ela também é repórter do programa “GNT Fashion” (GNT), que fala sobre os assuntos nos quais ela é referência: moda e beleza. Reconhecida como uma das modelos mais importantes do país, a catarinense confessa que não é muito vaidosa, mas que não abre mão de rímel e de silicone para os cabelos. Nesta entrevista exclusiva, Mariana fala da carreira de modelo, sobre a vida de empresária e, claro, dá dicas de beleza e conta como mantém o corpo e 10

maio/junho 2010

os cabelos sempre bonitos, apesar da correria. A lição, segundo ela, é simples: “acredito que quando estamos bem com nós mesmos, o brilho vem de dentro.” Estar bem – Nos últimos anos, você deixou as passarelas para se dedicar à carreira de apresentadora. Paralelamente, lançou uma grife. Está decidida a se dedicar mais ao seu lado de empresária e repórter? Mariana Weickert - Estou afastada da minha carreira de modelo. Tenho um carinho especial por todos os trabalhos que eu fiz, com destaque para as semanas de moda internacionais. Mas foi uma fase da vida que passou. Os objetivos que tenho agora são outros.


11

Alexandre Cambell - Divulgação


Alexandre Cambell - Divulgação

ENTREVISTA

EB - Como foi tomar esta decisão? MW - Foi tranquila. A carreira de modelo acaba cedo. Para o mercado da moda as meninas acima de 24 anos já são consideradas “velhas”. Já passei dessa fase, já trabalhei com os melhores estilistas e grifes do mercado, está na hora de expandir minha carreira em outras áreas. EB - Como modelo, você precisou sempre lidar com a sua imagem. Quais os cuidados básicos de beleza que você procura ter em seu dia a dia? Tem algum segredo? MW - Passo protetor solar todos os dias antes de sair de casa, porque tenho a pele muito branca. Acho que essa é uma dica fundamental. É importante tomarmos cuidados diários com a pele. EB - Você se considera vaidosa? Tem itens que são obrigatórios na sua bolsa, por exemplo? MW - Ah, eu sou vaidosa, mas sem exageros. Tenho sempre 12

maio/junho 2010

comigo um protetor, um hidratante, uma base, um rímel e um batom. EB - Como é sua relação com maquiagem? Tem algum item indispensável? MW - Dispenso blush e corretivo para sair de casa, por exemplo, mas não abro mão do rímel. Para o dia, costumo escolher um levinho, para a noite prefiro os que dão volume. EB - Você já teve os cabelos curtinhos e agora está com eles compridos. Cabelos longos exigem mais cuidados. Qual seu segredo para mantê-los sempre bonitos? MW - Eu não sou das mais vaidosas, né?


Tenho preguiça de passar horas no salão (risos). Ao lavar os cabelos, costumo aplicar uma máscara. Eu prefiro usar máscara a condicionador, assim mantenho os fios hidratados. Enquanto estou lavando, deixo essa máscara agir por uns três minutos. Acho que faz toda a diferença. Também costumo alternar as marcas dos produtos. EB - Além desses cuidados básicos, você tem algum segredo para deixar os fios sempre sedosos? MW - Uma dica, que acho que é o meu segredo de cuidados com cabelo, é passar um óleo de silicone. No dia a dia, não costumo secar. Chego a sair com eles molhados. Mas não dispenso o óleo de silicone. EB - Você reserva um espaço na sua agenda para praticar atividades físicas? MW - Vou para academia todos os dias, faço corrida e um pouco de musculação. Considero essa regularidade muito importante.

Olha, pode parecer demagogia falar, mas eu acredito que quando estamos bem com nós mesmos, o brilho vem de dentro mais ou menos um ano, resolvemos tirar o projeto do papel e torná-lo realidade. Foi só uma questão de encontrar o momento certo. A Alór é uma marca de moda praia que foca na linha mais sofisticada, biquínis e saídas de materiais mais trabalhados. Desde o começo investimos muito na parte de vestuário para moda praia, mas é uma moda que podemos usar tanto na praia como na cidade. EB - O trabalho como modelo te influenciou na ideia de lançar uma marca? MW - Convivi com os profissionais mais conceituados do mercado. Com isso, nós, modelos, vamos aprendendo sobre tendências, cores, sobre o mercado em geral. Nunca escondi: isso tudo sempre me fascinou.

EB - Como surgiu a ideia de criar uma grife de moda praia? MW - Sempre tive vontade, e minha sócia, Francine Taulois, também. Há

Alexandre Cambell - Divulgação

EB - Tem algum outro tipo de cuidado com o corpo? MW - Também gosto de fazer drenagem linfática. Olha, pode parecer demagogia falar, mas eu acredito que quando estamos bem com nós mesmos, o brilho vem de dentro.

Mariana ao lado de Lilian Pacce durante gravação do “GNT Fashion” 13


CAPA

14

maio/junho 2010


C

ontorno do rosto e da alma MAIS QUE EMOLDURAR, OS CABELOS SÃO CAPAZES DE DESVENDAR A ALMA FEMININA E REVELAR O QUE ELAS QUEREM DA VIDA por Cleide Floresta

D

Diz o mito que, antes de ter os cabelos transformados em serpentes, Medusa era dona de uma rara beleza e de lindas madeixas. Isso despertou a inveja de Atenas, que acabou prendendo-a em uma maldição que petrificava quem a olhasse. O resto da história todo mundo sabe, mas o que desperta curiosidade é o fato de o alvo da deusa enciumada ter sido justamente os cabelos da rival. Não é à toa. Desde a Antiguidade, os fios que emolduram o rosto estão relacionados à sensualidade. Se as gregas tingiam os cabelos de loiro por considerarem o

tom mais atraente, as mulheres da era vitoriana tinham de escondê-los para não ficarem malfaladas. “Apesar de terem os fios longos, eles estavam sempre presos. Só as prostitutas mostravam livremente. As mulheres de família do século 19 não apareciam com os cabelos à mostra nem na frente dos criados”, afirma Ana Carlota Vita, autora do livro “História da Maquiagem, da Cosmética e do Penteado” (ed. Anhembi Morumbi). A história evoluiu muito, a mulher não precisa mais esconder seus cabelos exceto em algumas culturas -, mas 15


CAPA

continua a fazer “sacrifícios” em nome da beleza e, porque não, da sedução. Marcelo Formiga, dono de um salão que leva o seu nome em Porto Alegre, presencia essas pequenas renúncias diariamente. “Tive uma cliente que, apesar de gostar dos cabelos naturais e pretos, sempre pintava de loiro para agradar ao marido. É interessante perceber como a mulher ainda se sujeita a isso”, conta. Segundo a escritora Ana Carlota, essa predileção das brasileiras pelas madeixas compridas e loiras não pode mesmo ser dissociada do gosto masculino. “É só analisar. Nas novelas, as personagens sedutoras têm sempre os cabelos longos. A mulher marca um encontro, tem uma festa: aonde ela vai? Ao cabeleireiro. Quer ficar bonita para o homem”, diz. Para ela, por aqui o corte “joãozinho” não pega. A escritora arrisca dizer que as mulheres só se livram dos seus fios em momentos de crise.

Uma breve evolução dos penteados a partir do século 20 16

Se está passando por mudanças, a primeira coisa que a mulher quer fazer é cortar ou pintar os cabelos Marcelo Formiga, cabeleireiro

Personalidade e cabelos Ana Carlota não está errada. De acordo com os profissionais dos salões, o cabelo está tão relacionado ao que a mulher sente que ele é o primeiro alvo quando ela quer mudar de vida. “Se está passando por mudanças, a primeira coisa que a mulher quer fazer é cortar ou pintar os cabelos. Afinal, é muito mais fácil do que fazer dieta”, brinca Formiga. Rachel Saraiva Jinkss, do Rossi Cabeleireiros, de Florianópolis, concorda: “São fases da vida. Quando a mulher quer mudar, o cabelo é o primeiro alvo. Muda o corte, a cor ou mesmo o jeito de arrumar. Já tive uma

Anos 1910 Ainda influenciada pela Era Vitoriana, a mulher tinha de ter os cabelos bem compridos. Mas esses, quase sempre, apareciam presos, com penteados volumosos e cheios de adornos.

maio/junho 2010


Divulgação/TV Globo

cliente que chegou com o cabelo muito comprido e foi para um casamento com ele chanel.” Mais do que isso, para o cabeleireiro Sergginho Branchi, os fios são capazes de revelar a alma feminina: “As de personalidade mais forte escolhem cores mais escuras, cortes mais ousados. Quando a mulher é mais angelical, o cabelo é longo, delicado. As desencanadas têm os fios mais naturais. Mas elas nunca deixam de ser femininas.” A atriz Vitória Frate, que viveu Júlia em “Caminho das Índias” (Globo), sabe bem o que é isso. Ela conta que, aos 19 anos, quando cortou as longas madeixas bem curtinhas, sentiu que as pessoas passaram a olhá-la diferente. “A gente abre mão da sensualidade. O curto, sem dúvida, tem mais atitude. E isso faz diferença”, afirma. Curto ou comprido, para a atriz, o cabelo é a primeira preocupação da mulher.

Anos 1920 Os anos loucos tiraram os volumes e encurtaram os fios. Tudo começa na Primeira Guerra, quando as mulheres entram no mercado de trabalho. Coco Chanel se transforma em um marco.

Anos 1930 Os cabelos voltam a crescer, e a popularização das tintas faz com que as mulheres comecem a colorir mais os fios. O loiro da atriz Marlene Dietrich vira um ícone. 17


CAPA

A beleza em números Tanto cuidado se reflete no setor de cosméticos, que movimentou no ano passado R$ 1,2 bilhões, cerca de 15% a mais que o ano anterior, de acordo com a Abihpec (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos). E ninguém duvide que as mulheres consomem a maior fatia desses produtos. Pesquisa do Ibope realizada em 2009 mostra que, enquanto 49% das mulheres pintam os cabelos, apenas 11% dos homens recorrem às tinturas. O uso de produtos específicos revela ainda mais essa diferença. Se os xampus são usados por ambos os sexos (95% das mulheres e 80% dos homens), os condicionadores fazem parte dos cuidados diários de 82% das mulheres, contra 50% dos homens. No caso dos cremes para pentear, 60% das mulheres aderiram ao produto, contra 28% dos homens.

Anos 1940 A chegada de mais uma guerra volta a simplificar o visual. Lenços e grampos passam a ser adornos usados. Mas foi um cabelo solto que mais se destacou no período: o da atriz Rita Hayworth. 18

maio/junho 2010


Sem medo de mudar Luiza Brunet é uma das que não descuidam de sua beleza. “O cabelo precisa de um cuidado especial. Gosto de estar com ele sempre bonito. Vou ao cabeleireiro com frequência”, revela a exmodelo, para quem os fios bem tratados são sinônimo de feminilidade. Seu último corte, um “desconectado” na altura dos ombros realizado pelo cabeleireiro Tiago Parente, foi fruto de sua vontade de mudança. “Acho que é bom ousar, sem medo. Cabelo cresce.” Para a psicóloga Ana Maria Fonseca Zampieri, professora e autora do livro “Erotismo, Sexualidade, Casamento e

Anos 1950 O loiro de Marlyn Monroe se transformou em símbolo de sensualidade. Houve forte influência do cinema na moda, e o cabelo curto à la Audrey Hepburn foi muito copiado.

Infidelidade” (ed. Ágora), a mulher não deve ficar presa a nenhuma ditadura: “Essa história de que todas têm de ter cabelos longos é um massacre. Ser diferente também é atraente.” E, apesar de não duvidar que os fios são muito importantes no jogo de sedução - “a sensualidade está justamente no movimento. Diferentemente do cabelo do homem” -, Ana Maria destaca que nenhum cuidado adianta se a mulher não se valorizar.

Anos 1960 Liberdade e avanços em matéria de produtos para a beleza marcam a década, que tem estilos variados. Das longas madeixas loiras da atriz Jone Fonda ao curtíssimo da modelo Twiggy. 19


CAPA

Carecas em nome da arte No ar na novela “Viver a Vida” (Globo), Gisela Reimann, 42 anos, raspou a cabeça há pouco mais de dois meses para dar mais realismo ao drama de sua personagem, Marta, que por conta de um câncer tem de enfrentar várias sessões de quimioterapia. Mas quando a ficção se juntou à realidade, Gisela diz que precisou ser forte. “A sensação que tive foi de desprendimento. Cortar careca é se despir.” A atriz conta que já sabia que teria de abrir mão dos cabelos, mas que a data nunca era marcada. Um dia foi gravar e a produção veio com a ideia. “Foi de surpresa. Acabei tendo mais força. Talvez me faltasse coragem se tivesse marcado”, afirma Gisela, que no início da carreira fazia comercial de xampu, justamente

pelo cuidado que sempre teve com suas madeixas. A primeira coisa que pensou, diz, foi no namorado. “Pensava no que ele ia achar, mas ele gostou. Como mulher, a gente fica muito abalada, porque o cabelo define muito nossa feminilidade.” Nos primeiros dias, só saía de casa com chapéu ou lenço para fugir dos olhares inquisidores das pessoas. Passado o susto, resolveu assumir e hoje já pensa em ficar um tempo com os cabelos curtos. Rachel Ripani, que passou pela mesma situação em “Caras e Bocas”, diz que, assim como a personagem, sofreu um bocado quando precisou raspar a cabeça. “Eu sabia que seria bom para a personagem. Não podia negar. Mas sofremos juntas”, diz ela, que comemora cada centímetro de cabelo novo.

Anos 1970 A pantera Farrah Fawcett fez moda com seu corte em camadas. O cabelo precisava demonstrar todo o movimento da época, marcada pela efusividade.

Anos 1980 Foi o tempo dos cabelos cacheados, que podiam ser conseguidos com permanentes. Nessa época, Madonna exibia seus fios revoltos. Produtos como gel e mousse fizeram sucesso.

20

maio/junho 2010


Eu sabia que seria bom para a personagem. Não podia me negar. Mas sofremos juntas. Raquel Ripani, atriz

Anos 1990 A diversidade se torna a palavra de ordem. Mas esporadicamente aparecem penteados a serem copiados. Uma das grandes febres foi o corte de Rachel (Jennifer Aniston), da série “Friends.” 21


CAPA

- Os primeiros secadores de cabelo da história nasceram na empresa americana Racine Universal Motor Company, em 1920. Antes disso, as mulheres apelavam para a mangueira dos aspiradores de pó quando queriam secar os cabelos de forma mais rápida. - As gregas usavam água com lixívia - substância que também era usada para lavar roupas brancas - para clarear os cabelos. Elas também usavam flores amarelas e água de macela e camomila para tingir os fios. - Os romanos tinham o hábito de raspar a cabeça daqueles que eram considerados inferiores, como traidores, escravos etc. - O permanente foi criado por um cabeleireiro alemão em 1904. - No século 19, as damas frisavam os cabelos com ferro quente. Os efeitos iam dos cachos às ondas. Nessa época, também já eram feitos apliques de cachos e franjas. - Durante a Segunda Guerra Mundial, as francesas que se envolviam com soldados alemães também tinham as cabeças raspadas como forma de humilhação. - Nos anos 40, proibidas de usar os cabelos soltos nas fábricas para evitar acidentes, as mulheres tinham de usar redes nas cabeças. O acessório virou moda e atraiu o interesse até de quem passava longe das fábricas.

Reprodução

Curiosidades

Fontes: os livros “História da Maquiagem, da Cosmética e do Penteado”, de Ana Carlota Vita (ed. Anhembi Morumbi), e “A História do Penteado”, de Sílvia Marques (ed. Matrix)

Anos 2000 Quase tudo é permitido quando o assunto é o cabelo. Amy Winehouse, com o seu supertopete, agradou às modernas. O curtinho com franjão de Victória Beckham foi copiado no mundo todo. Fotos reprodução

22

maio/junho 2010


BELEZA

Cachos domados Tratamento de hidratação profunda para os fios encaracolados e com frizz Elsève Hidra-Max creme de tratamento

Limpeza hidratante

Suavidade garantida

Xampu Elsève Hidra-Max

Xampu Viscaya Sensi Hair

O xampu cumpre duas funções: limpa e mantém os cabelos cacheados hidratados por mais tempo

cuide dos

fios

Hipoalergênico, o xampu ajuda a combater irritações e é ideal para couros cabeludos sensíveis

por Carina Ohana fotos Marinheiro Manso

AS NOVIDADES EM TRATAMENTOS PARA TODOS OS TIPOS DE CABELO JÁ ESTÃO NA

Durante o sono

Da raiz às pontas

Antiquebra

Leite para Pentear Elsève Reparação Total 5

Xampu John Frieda Root Awakening

Condicionador John Frieda Root Awakening

Tratamento noturno especial para fios danificados.Combate a quebra, a opacidade e as pontas duplas

24

maio/junho 2010

Indicado para cabelos secos, o xampu é formulado com eucalipto natural, que limpa e hidrata

O cheiro bom é um atrativo a mais do condicionador, que deixa os cabelos mais fortes e sedosos


Paraquedas 1

Sem sal e enriquecido com proteína vegetal, nutre os fios e ajuda a controlar a queda Xampu Antiqueda Queda Prevent Viscaya

Paraquedas 2

Vitaminado, o tônico antiqueda estimula e fortifica o couro, mantendo os fios no devido lugar

Tratamento de cama

O creme promete restaurar os fios danificados em apenas um mês. Vale testar

Tônico Antiqueda Queda Prevent Viscaya

Creme de Tratamento Capilar Pantene Restauração Profunda

Poder da fruta

Hairspray

Pente de colorir

Coloração Garnier Nutrisse Coloríssimos 4415

Spray Karina sem Perfume

Coloração Imédia Excellence Castanho Radiante Luiza 531

Tem poder hidratante, já que a tintura vem enriquecida com óleos nutritivos do abacate

A nova versão do laquê Karina agora vem sem odor, e é mais fácil de tirar. Basta escovar os fios

A coloração da L’Oréal tem pro-keratina para hidratar e vem com pente que facilita a aplicação

Consulte preços no site: www.angeloni.com.br

25


DICAS

P

Ana Vanti é cliente da Farmácia Angeloni Beira-Mar

autadapela

beleza

A EMPRESÁRIA ANA VANTI FALA DO ASSUNTO QUE NORTEIA SUA VIDA E MOSTRA O QUE NÃO PODE FALTAR NA SUA BOLSA por Carina Ohana foto Nilva Damian

26

maio/junho 2010


moda, em Florianópolis. Pautada a vida inteira pela beleza, Ana Cláudia, que é cliente da farmácia Angeloni há 10 anos, dá dicas de beleza e fala dos produtos que não faltam em sua bolsa:

Proteção sempre Apesar de adorar sol, Ana explica que nunca deixa a proteção de lado. Por isso, “um bom filtro solar é indispensável. Afinal, a gente tem de se prevenir”. Ela conta que o fator mínimo para a sua pele, que é mais seca, é o FPS30; e que, faça chuva ou faça sol, sempre tem um protetor na bolsa para reaplicar quando preciso.

Bela com simplicidade

A

os 11 anos, Ana Cláudia Vanti fez, mesmo sem prever, a escolha da sua vida. Sempre acompanhada dos pais, envolvia-se em um ou outro trabalho como modelo. A despretensão virou profissão. E foi assim até aos 22 anos, quando parou a carreira para se casar e mudar de lado. Juntou-se a uma amiga, montou uma empresa e passou a agenciar modelos. Nesse meio tempo teve uma filha, trabalhou em salões de beleza, mudou de sócia. Hoje, aos 41 anos, comemora o terceiro aniversário da franquia que abriu do salão Werner Coiffeur, por onde também promove eventos de

Gloss e protetor labial nunca ficam de fora da bolsa da empresária. “Sempre finalizo a maquiagem com gloss e não dispenso um protetor labial”, conta. Nem quando está em casa Ana abre mão de um gloss. “Não sou de fazer aquela maquiagem super elaborada, mas mesmo em casa eu tenho que estar com um batonzinho, uma máscara básica”, afirma. Ana conta que também tem sempre blush e pó compacto na bolsa.

Maciez à mão Se tem uma coisa que Ana não dispensa nunca é um hidratante para as mãos. “Ah, creme para mão é imprescindível, já que as minhas ficam sempre ressecadas, ainda mais com o tempo que faz aqui em Florianópolis. Sempre levo também meus óculos e, claro, o cartão de crédito” (risos).

Dicas de expert A empresária, que também estuda cosmetologia e estética, considera fundamental cuidar muito bem da pele e escolher bons produtos. Como dona de salão, também destaca que é importante ter um bom corte de cabelo. “Mas, para acertar, tem de saber qual é o seu tipo de cabelo e qual cor lhe favorece. A pessoa tem de se sentir bem. Não é só porque determinado corte está na moda que ela tem de usar.” 27


BELEZA

Não

tire

da bolsa

ITENS INDISPENSÁVEIS QUE NÃO PODEM FALTAR NO DIA A DIA ESTÃO NA

fotos Marinheiro Manso

2

4 5 1

6 3 28

maio/junho 2010


1. Gel antisséptico Protex – 50ml 2. Protetor solar Minesol ROC – 50g 3. Gloss Glam Shine L’Oréal – 6ml 4. Creme finalizador Frizz-Ease John Frieda – 113g 5. Protetor labial Nívea Lip Care – 4,8g 6. Lixa flexível Prada – pacote com duas unidades 7. Lenços triplos Kiss – pacote com 10 unidades 8. Esmalte cobertura intensificadora da cor Colorama – 8ml 9. Fio dental Colgate – 25m 10. Hidratante para mãos Neutrogena FPS 30 – 56g 11. Lenços absorventes de oleosidade Purederm – 60 unid

11 7

10

8

9

Consulte preços no site: www.angeloni.com.br

29


PASSO A PASSO

Eles vão fazer a sua cabeça OS TRÊS VISUAIS MAIS BADALADOS DAS PASSARELAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS SÃO ELEGANTES, MODERNOS E PODEM SER FEITOS EM CASA por Carina Ohana fotos Marinheiro Manso cabelo e maquiagem Sérgio Gordin

Q

uem ficou de olho nos desfiles da temporada outono/ inverno no Brasil notou que as tranças, os coques e os cabelos com aspecto molhado estão com tudo. Grifes nacionais como Têca, Iódice e Ellus apostaram nesses visuais para compor os looks das passarelas. Resultado: virou tendência. A inspiração veio das semanas internacionais de moda, onde hairstylists de renome, como Guido 30

maio/junho 2010

Palau, colocam o talento em prática. Foi ele quem criou os looks com maxitranças para Miu Miu e Alexandre Wang. E para usá-las há apenas uma regra: tudo bagunçado. O mesmo vale para o coque despretensioso e fácil de fazer do desfile de Karl Lagerfeld. Quanto mais desregrado, mais elegante e moderno. Além disso, os dois penteados são flexíveis, e você pode adaptá-los para usar em uma ocasião especial ou até mesmo no trabalho. Já os cabelos com aspecto molhado, explorado pela Givenchy e por diversas grifes nacionais, são mais simples: gel e pente. Neste caso, a dica é deixar para adotar o visual em uma balada ou mesmo uma festa mais animada, à noite. Confira o passo a passo de cada um desses penteados e arrase neste inverno!


Aspecto molhado Grau de dificuldade:

fácil

PASSO 1

PASSO 2

Para dar base, faça uma escova nos cabelos. Quem tiver cabelo escorrido pode dispensar essa etapa.

Aplique o gel no pente de cabo. Em seguida, penteie o cabelo para trás até a metade da cabeça. 31


PASSO A PASSO

Coque despretensioso

Grau de dificuldade: médio

PASSO 1 Com os cabelos escovados, separe a franja e prenda com um grampo. Em seguida, divida todo o cabelo em três rabos-decavalo, começando do topo da cabeça.

PASSO 2 Pegue a primeira mecha e dê três nós. Em seguida, faça um coque e prenda com grampos. Repita o processo nos outros dois rabosde-cavalo. Quanto mais desalinhado, melhor.

PASSO 3 Para finalizar, desfie a raiz da franja para dar volume e prenda-a para trás. Esse look é versátil e pode ser utilizado em qualquer ocasião, de um passeio durante o dia a uma festa à noite. 32

maio/junho 2010


33


PASSO A PASSO

Trança lateral

Grau de dificuldade: complexo

PASSO 1

PASSO 2 Selecione algumas mechas e, com um pente de cabo, desfie a raiz dos cabelos. Além de dar o aspecto bagunçado, isso ajudará a manter a trança.

PASSO 3 Prenda as laterais do cabelo com grampos ou com um elástico. Dê preferência a prendedores que sejam da mesma cor do seu cabelo, para que eles não apareçam. 34

maio/junho 2010

PASSO 4 Separe o cabelo em três mechas e trance, enquanto direciona o penteado para a lateral. Prenda com um elástico. Para finalizar, use o cabo do pente para puxar alguns fios e desestruturar o trançado.

Agradecimentos: modelos Debora Borges Pereira (loira) e Nadia Heberle (morena), agência Zero Eleven

Para dar sustentação à trança, as moças de cabelo liso devem fazer babyliss em todo cabelo. As que têm madeixas onduladas podem fazê-lo apenas na parte superior da cabeça.


35


HOMEM

Rápido

e prático

PRODUTOS PARA HOMENS QUE SE CUIDAM MAS NÃO ABREM MÃO DA PRATICIDADE VOCÊ ENCONTRA NA

fotos Marinheiro Manso

Cápsula de tratamento antiqueda Vichy Caixa com 12 cápsulas

Pomada estilizadora para homem Ecologie - 35g

Xampu estimulante Antiqueda Vichy - 200ml Gel spray Studio FX L’Oréal - 150g

36

maio/junho 2010


Creme modelador Bozzano - 300g

Tintura Biocolor Homem Niasi - 30ml Xampu para grisalhos Viscaya - 200ml

Xampu Elsève Suave Prevenção - 250ml

Xampu Anticaspa Ecologie - 275ml

Consulte preços no site: www.angeloni.com.br

37


G

risalhas

e poderosas

ESTILO PODE SER SINÔNIMO DE ELEGÂNCIA PARA MULHERES OUSADAS QUE SE ASSUMEM COMO SÃO por Lívia Sampaio

38

maio/junho 2010

Divulgação

COMPORTAMENTO


O

Os homens grisalhos e de cabelos brancos sempre arrancaram suspiros. Atores como Sean Connery, Richard Gere e George Clooney são sinônimos de charme em qualquer canto do mundo. Já as mulheres de madeixas brancas são vistas como desleixadas que estão devendo uma visita ao cabeleiro, certo? Não é bem assim. Cada vez mais seguras, mulheres que assumem a cabeleira grisalha ou totalmente branca podem se tornar exemplos de classe e elegância. Ainda existe muito preconceito, mas aos poucos eles vão sendo derrubados por divas como a atriz inglesa Helen Mirren, 64, vencedora do Oscar e famosa pela interpretação de Elizabeth 2ª em “A Rainha” (2006). Com fios cor de gelo que viraram sua marca registrada, Helen não tem medo de assumir a idade que tem e, por isso, sempre figura nas listas das mais elegantes do tapete vermelho. Também colaborou com essa mudança a atriz Meryl Streep na pele de uma chiquérrima megera em “O Diabo Veste Prada” (2006). No filme, Meryl intepreta Miranda, a toda-poderosa editora da revista de moda fictícia “Runaway”, com incríveis madeixas brancas e um guarda-roupa que não deixa por menos.

Outra cabeça-branca que faz a diferença é a alemã Christa Hoehs, 69 anos. Nos anos 90, ao cruzar a linha do meio século, ela se tornou modelo em Nova York após ser abordada por uma agente na rua. “Pareceu uma maluquice no início, mas pensei: ‘por que não?’”, disse a modelo ao site “Going Gray, Looking Great” (algo como “ficando grisalha e parecendo incrível”, em tradução literal), onde mulheres com cabelos naturais compartilham experiências e dicas. Após dois anos de experiência em Nova York, Christa voltou para a Alemanha, onde fundou a primeira agência internacional de modelos “seniors”, que hoje tem mais de mil modelos com idades entre 30 e 90 anos entre os quais muitas mulheres grisalhas.

Reconhecer a beleza em cada fase é palavra de ordem para quem decide deixar os cabelos crescerem naturalmente Renato Fuzz, sócio da Fuzz Cabeleireiros Em Nova York, anônimas discretamente passam a assumir a cor natural e os cabelos grisalhos. No metrô, a programadora Anne Hufman, 49 anos, chama a atenção com um curto branco-acinzentado. Ela conta que um mês após fazer 40 anos, quando já pintava o cabelo, conheceu quem seria seu futuro marido: um homem grisalho. Com o exemplo em casa, ela decidiu que assumiria sua cor natural em 2005. “Ele foi uma inspiração”, afirma. Somente um ano após a decisão, e com um drástico corte que foi do longo ao curto em uma tesourada, ela conseguiu se ver livre da tintura. “Foi a melhor decisão que tomei. Ainda assim, acredito que não é para todo mundo que fica bem”, diz ela.

39


Divulgação

COMPORTAMENTO

A atriz Helen Mirren: ícone de elegância, não abre mão dos cabelos brancos

No Brasil, ainda não é comum ver mulheres assumindo seus cabelos brancos. Mas bons exemplos são a psicóloga Rosely Sayão, 59 anos, e a socialite e colecionadora de altacostura Bethy Lagardère, uma das pioneiras no gênero, que fez de uma grossa mecha branca sua marca registrada. No livro “Meus Cabelos Estão Ficando Brancos” (ed. Globo), a escritora Anne Kreamer narra seu processo de transição. Aos 49 anos, ela viveu um momento de epifania: ao ver uma foto sua com a filha, notara que todas as injeções de botox e aulas de ginástica não evitaram que ela se parecesse com o que realmente era: uma mulher de meia-idade. Foi assim que Anne decidiu deixar de pintar os cabelos e comemorar 50 anos com eles grisalhos. Ela narra todo o processo em seu livro, questionando a importância de parecer cada vez mais jovem e conversando com homens e mulheres na mesma situação. 40

maio/junho 2010

A beleza de cada fase Para o cabeleiro Renato Fuzz, sócio da rede catarinense Fuzz Cabeleireiros, a resistência ainda é grande porque os cabelos brancos estão associados ao peso da idade, na contramão da busca pela juventude, beleza e magreza, que ditam as regras do “belo” de hoje. “Existem mulheres, no entanto, que ousam se opor a essa tirania e optam por estar em paz com o que a vida lhes propõe”, diz ele. “Reconhecer a beleza em cada fase talvez seja a palavra de ordem para quem decide deixar os cabelos crescerem naturalmente.”


Reuters

Como a opção “ainda representa uma transgressão”, o profissional não vislumbra a possibilidade de uma adesão maciça ao visual. “Os produtos colorantes se modernizaram muito. Existem os tratamentos de hidratação intensa que adicionam pigmentos, tonalizantes que oferecem a possibilidade de colorir com o mínimo de compromisso e dano.” Para evitar os brancos desleixados ou o visual vovó, a dica é se esmerar em compor um look moderno sem se descuidar dos detalhes, incluindo aí uma boa maquiagem. “Apostaria em cortes mais ousados e curtos. Aliás, cabelos brancos não combinam com fios longos”, afirma Fuzz. Assumir o branco não significa, no entanto, parar de cuidar dos cabelos. Segundo Fuzz, o tratamento é um só para todas as pessoas: “limpeza adequada dos cabelos e do couro cabeludo, além da monitoração das necessidades que os fios podem apresentar”, ensina. Por exemplo, se o cabelo está ressecado, a recomendação é o uso de máscaras hidratantes. Já fios finos e quebradiços pedem máscaras reconstrutoras.

Moda inversa As passarelas de Paris também andaram exibindo modelos grisalhas, só que na casa dos 20 anos. Nesta temporada elas desfilaram com falsos cinzas e brancos para a coleção de alta-costura da Chanel. Até a modelo Kate Moss, ícone fashion, apareceu com mechas cinzas no lançamento de uma linha de bolsas que foi desenhada por ela. Essa nova onda, no entanto, nada tem a ver com envelhecer com naturalidade. Trata-se justamente do inverso. O visual é resultado de tintura para cobrir cabelos de quem ainda não experimentou os primeiros fios brancos. Mesmo assim, representa a mesma atitude de não se submeter às convenções e arriscar fazer alguma coisa diferente. E aí, vai encarar? 41


BELEZA

Remoxo alta

A COR QUE É O DESTAQUE DO INVERNO VEM COM TUDO, INCLUSIVE NO UNIVERSO DA BELEZA. CONFIRA AS NOVIDADES NA

fotos Marinheiro Manso

3 4 2

1 6

5

42

maio/junho 2010


1. Perfume Marina de Bourbon Lys - 30ml 2. Shampoo Ecologie Grisalhos Brilho - 275ml | 3. Creme de pentear redutor de volume Vizcaya - 200ml | 4. Creme de tratamento intensivo Power Professional Nazca - 1kg | 5. Creme rejuvenescedor celular Derma Genesis L’Oréal - 50ml | 6. Xampu redutor de volume Vizcaya - 200ml 7. Soro capilar Frizz-Ease John Frieda - 50ml 8. Antisséptico bucal Listerine - 500ml 9. Esmalte roxo Obsessão Risqué - 8ml 10. Coloração Koleston Tintura Creme - 60ml

8 6 10

7 9 Consulte preços no site: www.angeloni.com.br

43


ESPAÇO ZEN

Dzen

ecoração

APRENDA A CRIAR AMBIENTES DE PAZ E RELAXAMENTO NA SUA CASA por Paula Rocha

N

Não há refúgio melhor do que nosso lar, certo? Porém, às vezes, mesmo estando dentro de casa sentimos que é difícil relaxar. Som alto, desorganização, luz intensa e até mesmo as cores de alguns móveis e paredes podem nos estressar. É que quanto mais estímulos um ambiente apresenta, mais nos sentimos tensos e agitados. Decorar um cantinho da casa de maneira harmoniosa e relaxante nos ajuda a ter uma qualidade de vida muito melhor. Pensando nisso, a economista Maria Isabel Leme, que sempre teve vontade de ter seu próprio espaço zen, decidiu encarar o projeto. 44

maio/junho 2010


Marinheiro Manso

Maria Isabel Leme transformou uma sala em espaço de meditação

Praticante de meditação há dez anos, ela aproveitou uma reforma em seu sobrado para transformar um cômodo sem uso em uma sala para meditar. “Precisava de um espaço que me isolasse do mundo e me ajudasse a entrar em um estado meditativo com mais facilidade”, conta. A salinha ganhou teto de vidro, que permite ver o céu. Paredes em tons terrosos, plantas suspensas, tatames e móveis de bambu. Tudo com inspiração oriental. “Esse espaço me ajuda a sair da correria do dia a dia, pois tem outra atmosfera, diferente do resto da casa. Medito aqui todos os dias no mesmo horário, e me sinto renovada”, finaliza.

Assim como Maria, vale mudar tudo ou, se não for possível, transformar apenas aquele cantinho da sala pouco utilizado para deixá-lo propício para relaxar ou ler um livro. Vale também montar no quintal um recanto de quietude ou até mesmo modificar a decoração de um banheiro para que ele se torne um local de relaxamento. Veja a seguir sugestões simples para transformar esses locais em oásis de tranquilidade. 45


ESPAÇO ZEN

Cantinho de paz

Marinheiro Manso

Não é preciso redecorar um ambiente inteiro da sua casa para garantir um local de paz e bem-estar. Basta inventar um recanto especial, que pode ser tanto em uma sala quanto um quarto, de preferência longe de aparelhos como televisão, telefone e computador, e distante também da garagem. “Opte por um cantinho mais reservado, para ali poder criar uma atmosfera distinta do resto da casa, com auxílio de cores, objetos, texturas e luz”, indica a arquiteta Vanessa Faller, uma das sócias do Espaço do Traço, de Florianópolis. Escolha seu cantinho e saiba como transformá-lo: - O primeiro elemento que vai distinguir seu canto especial do resto da casa é a cor da parede. “Azul e verde geram um efeito tranquilizante, enquanto os tons terrosos e naturais são acolhedores”, conta Vanessa. - Ainda nas paredes, painéis estofados e quadros trazem aconchego. “Invista em temas orientais, como imagens de Buda e mandalas coloridas”, diz Maíra Queiroz, outra sócia do Espaço do Traço. - A iluminação também é muito importante. “Para conseguir um efeito intimista, lance mão de luz indireta, com auxílio de abajures e arandelas”, aconselha Vanessa. - Se houver janelas por perto, escolha cortinas leves, como voil, tecidos de fibras naturais ou sedas indianas.

46

maio/junho 2010


Banho de boas energias Segundo o Feng Shui, técnica chinesa que sugere o equilíbrio das energias de um ambiente de acordo com a disposição de móveis e objetos, o banheiro está localizado no guá da saúde. Isso significa que devemos cuidar com atenção da decoração desse espaço, pois ela influencia o modo como nos sentimos em relação aos nossos cuidados pessoais e à nossa intimidade. Ter um banheiro bem planejado, organizado, limpo e aconchegante facilita os afazeres do dia a dia e também garante um refúgio de tranquilidade após uma rotina estressante de trabalho. Com a orientação dos preceitos do Feng Shui, fica fácil transformar esse ambiente em um centro de boas energias: - Boa luminosidade ajuda a energizar e purificar o local. Dê preferência à luz natural, que aquece e alegra. Se seu cômodo não possui janelas, opte por luminárias de tom amarelado, mais acolhedor. - No piso e nas paredes aposte em azulejos ou pastilhas de cores claras, preferencialmente equilibrando o branco (da pureza) com tons terrosos, como amarelo, marrom, areia e cobre, que representam a natureza. - Plantas também fazem parte do projeto, desde que usadas com moderação. Você pode colocá-las no parapeito de janelas, enfeitando a pia ou nos cantos das paredes. - Se tiver espaço, invista na compra de uma banheira ou ofurô. Além de deixar o banheiro com ares de spa, esses móveis garantem o máximo relaxamento com ajuda de banhos aromáticos. - Por fim, para conseguir uma atmosfera agradável e reconfortante, confie no poder das velas. Elas garantem iluminação indireta à noite e ainda podem deixar o espaço mais aquecido e perfumado.

47


ESPAÇO ZEN

Oásis oriental Na arquitetura das tradicionais casas japonesas, o jardim ocupa um papel central. Planejado para ser visto de qualquer ângulo da casa, esse ambiente serve de cenário para atividades relaxantes como a meditação, a ioga ou simplesmente a contemplação da natureza. “Por isso, elementos e plantas que remetem a uma atmosfera suave são ideais para a composição desse espaço”, explica Juliana Castro, decoradora do Jardins e Afins Arquitetura Paisagística, de Florianópolis. Se você tem uma área ao ar livre na sua casa, saiba como adaptar os conceitos orientais para torná-la mais verde e acolhedora: - Nos jardins japoneses, o elemento água está sempre presente, pois simboliza a renovação e a longevidade. “Inclua no seu projeto uma fonte, desde que ela produza um som suave. Nada de cascata muito forte com grande volume de água”, sugere Juliana. - Ao revestir chão e paredes, dê prioridade aos materiais naturais, que ajudam a propagar a energia da natureza. A decoradora recomenda o uso de bambu e madeira específicos para áreas externas. “Pedras brutas e pedriscos, 48

maio/junho 2010

com aspecto rústico, também caem muito bem”, completa. - Dê atenção especial à vegetação. Plantas sempre são zen, mas escolha aquelas que possam atrair pássaros e borboletas ou ainda ter flores que emitam o aroma de sua preferência. Se tiver espaço, inclua também uma árvore frutífera. - Os móveis do jardim devem promover o relaxamento e ser bem confortáveis. Para os praticantes de meditação ou ioga, um tatame ou deck de madeira são essenciais. “Sentar no chão nos faz sentir a força da Terra”, diz Juliana. - Para finalizar, decore seu jardim com elementos que tenham significado para você. Esses objetos trarão paz e acalentarão a alma.


Lívia Sampaio

TURISMO

N

uma tranquila em Nova York DESCUBRA ONDE RELAXAR NA CIDADE QUE NUNCA DORME por Lívia Sampaio

50

maio/junho 2010


Q

uma loja podem deixar estressado até o turista mais tranquilo. Mas a cidade também é um ótimo lugar para repor as energias. Confira abaixo cinco lugares da metrópole onde é possível esquecer do mundo, nem que seja por alguns minutinhos.

Fotos Lívia Sampaio

ue Nova York é a cidade que nunca dorme todos estão cansados de saber. E como cansa estar na metrópole mais cosmopolita do mundo. São muitas caminhadas, compras, shows e restaurantes. O dia todo subindo e descendo as escadarias do metrô, brigando por um táxi, por uma boa reserva nos restaurantes ou na fila de

Vista privilegiada Para ver a cidade sob uma perspectiva completamente diferente, um passeio ao longo da High Line (Linha Elevada) é a pedida ideal. Aberto há menos de um ano, o parque tem dez quadras de comprimento (cerca de 3 km) e está dez metros acima do nível da rua, pois foi construído sobre uma linha de trem que atravessa o Meatpacking District, em Manhattan. Erguida nos anos 30 e desativada na década de 80, a via seria demolida por solicitação do proprietário, mas os moradores da vizinhança lutaram para que ela fosse mantida e transformada em um

espaço público. Em 2003 foi aberto um concurso para o projeto, que recebeu mais de 700 inscrições de 36 países. Para relaxar, se jogue em uma das espreguiçadeiras de madeira e aproveite para ler um livro contemplando a beleza dos jardins e a vista panorâmica do rio Hudson ao entardecer. Depois, termine o passeio comprando o jantar no mercado de Chelsea, que corre por baixo, próxima à West 15th Street. High Line (529 West 20th Street, Suite 8W. Acessos também pelas ruas Gansevoort, 14th, 16th e 18th). Todos os dias, das 7h às 20h (última entrada às 19h45). Grátis. www.thehighline.org

51


TURISMO

Soneca revigorante

Lívia Sampaio

É fácil passar despercebido pela frente do Yelo Spa. Bem perto do agito de Columbus Circle, uma das quinas do Central Park, em Manhattan, esse oásis de fachada discreta oferece vários serviços de relaxamento para quem está com pressa e também para quem tem todo tempo do mundo. O mais conhecido é a power nap (cochilo poderoso). Por preços que começam em US$ 15, é possível ficar 15 minutos dentro de uma cabine aconchegante, coberto com um

52

maio/junho 2010

cobertor de cashmere e deitado em uma posição especial para relaxar, com as pernas perpendiculares ao corpo. Você também pode escolher aromaterapia, iluminação e música (uma experiência totalmente silenciosa também está no menu). A casa também oferece reflexologia, técnica que consiste na pressão de pontos específicos nos pés, mãos e orelhas. Essas terminações nervosas correspondem a cada estrutura do corpo. Ao trabalhar com esses reflexos, a energia flui melhor, com aumento da criculação sanguínea e sensação de profundo relaxamento. Trinta minutos saem por US$80. Yelo Spa (315 West 57th Street, entre 8a e 9a avenidas). De segunda a sexta, das 10h às 21h; sábado, das 12h às 20h; domingo, das 12h às 19h. www.yelonyc.com


Cerimônia do chá Divulgação

Este santuário à cultura e à história do chá oferece cerimônias em estilo chinês de uma hora de duração, em que você poderá selecionar amostras de três infusões (US$ 35). A casa também organiza degustações com diversos tipos de chás, como o oolong (também chamado de chá vermelho). Tudo isso enquanto mordisca os tradicionais bolinhos de arroz mochi. Também é possível escolher apenas uma xícara simples: há mais de cem opções para escolha. Anexa à loja há uma livraria especializada em livros sobre chá. Radiance Tea House & Books (158 West 55th Street, entre 6a e 7a avenidas). De segunda a quinta, das 10h às 22h; sexta e sábado, das 10h às 23h; domingo, das 11h às 20h. www.radiancetea.com

Como um monge Situado em uma área verde ao norte de Manhattan, com vista para o rio Hudson, o museu The Cloisters é uma espécie de anexo medieval do Metropolitan. A construção lembra um castelo que parece ter sobrevivido da Idade Média. Ele foi construído 70 anos atrás, usando claustros de cinco monastérios medievais. O central, por exemplo, foi erguido no século 12, na França. Lindo e silencioso, o espaço é ideal para meditar, como faziam os monges. O preço sugerido para adultos é US$ 20. The Cloisters (99 Margaret Corbin Dr., Fort Tryon Par). De terça a domingo, das 9h30 às 17h15. www.metmuseum.org

Ioga aperitivo Junto com a corrida, a ioga é a atividade mais praticada pelos nova-iorquinos. Por isso, nada melhor que uma aula para se sentir parte da cidade e relaxar. O bacana do Integral Yoga Institute é que é possível experimentar os cursos sem ser aluno matriculado, basta pagar pela aula. Os preços variam de US$ 5 a US$ 17. A escola oferece, entre outros, ioga tradicional, meditação e, com a crise, até uma aula especial para desempregados entrou na grade. Mais Nova York, impossível. Integral Yoga Institute (227 West 13th Street, entre 7a e 8a avenidas). De segunda a domingo (checar horários das aulas no site). www.iyiny.org

53


Nilva Damian

TURISMO

Refúgios urbanos por Maíra Zanutto

54

maio/junho 2010

Assim como Nova York esconde recantos de paz mesmo tendo um cotidiano agitado e estressante, no Sul do Brasil também existem locais onde dá para esquecer um pouco a correria e passar momentos calmos e relaxantes. E o melhor é que muitos deles estão mais próximos do que você imagina. Aproveite estes locais para se desconectar do estresse.


Santa Catarina Relax e ar puro

Adeus estresse

Em meio à correria do dia a dia, o Parque Ecológico do Córrego Grande é o lugar certo para relaxar. O parque conta com três trilhas para corrida e caminhada, quadra poliesportiva, parque infantil, academia ao ar livre para idosos e espaço para piquenique. Também são oferecidas, gratuitamente, aulas de ioga. Além disso, é possível praticar taichi-chuan aos domingos. O parque também oferece oficinas gratuitas de artesanato e conta com um viveiro.

Criada para difundir os ensinamentos e práticas da filosofia zen budista, a comunidade disponibiliza um espaço para a prática da técnica de meditação zazen. A casa tem grupos regulares de segunda a sábado. Às terças e quintas acontecem aulas de aikidô e, aos sábados, o monge Genshô ministra palestras a partir das 19h30. Para quem vai à comunidade pela primeira vez, é necessário chegar com dez minutos de antecedência, sempre com roupas confortáveis e de cores discretas. O local também conta com um restaurante vegetariano.

Parque Ecológico do Córrego Grande (r. João Pio Duarte Silva, 535, Córrego Grande, Florianópolis, tel.: 0/xx/48 3234-3522). Aberto todos os dias, das 7h às 19h.

Comunidade Zen Budista de Florianópolis (praça Getúlio Vargas, 126, centro, Florianópolis). Mais informações no site www.daissen.org.br

55


TURISMO

Ricardo Almeida/SMCS

Paranรก

56

maio/junho 2010


Frans Rodrigues

Caminho das pedras

Natureza ao lado da cidade

A capital paranaense é conhecida como uma das metrópoles brasileiras com maior área verde por habitante. Afinal são 55,09 m² de verde por pessoa. Um dos destaques é o parque Tanguá. Construído onde antes havia uma antiga pedreira, o parque ocupa uma área de 235 mil m² e conta com paredões de pedra, cascata e lagos. A principal atração é o túnel de 45 metros escavado em uma das paredes rochosas, com acesso por barco ou a pé. O local também tem estrutura para a prática de esportes, um bistrô e uma loja de artesanato. Juntamente com os parques Barigui e Tingui, o Tanguá forma o conjunto de preservação do rio Barigui.

Você sabia que é possível curtir toda a tranquilidade da natureza a apenas 22 km de Curitiba? O município de Piraquara é um verdadeiro paraíso ecológico, com 93% do território como área de proteção ambiental. São mais de 100 km de estradas rurais, ideais para a prática de trekking e outros esportes radicais, nascentes de rios, cascatas, grutas e Mata Atlântica preservada, com grande biodiversidade. É possível também agendar uma visita à aldeia Indígena Araçá-i e ver de perto como vivem os índios. Na hora do almoço, a pedida é o restaurante Paraíso das Trutas. No meio da floresta, o local é uma espécie de “casa da árvore”, com bela vista para uma cascata correndo por entre as pedras: só o barulho da água já faz a visita valer a pena. As trutas são criadas pelos proprietários do local em tanques com água da nascente do rio Iguaçu.

Parque Tanguá (r. Oswaldo Maciel, s/ nº, Pilarzinho, Curitiba). Aberto 24 horas, todos os dias.

Piraquara (acesso pela av. Victor Ferreira do Amaral, que vira a rodovia João Leopoldo Jacomel). Para agendar uma visita à tribo, é preciso contatar o Centro de Informações Turísticas no telefone (0/xx/41) 3673-4442. O restaurante abre aos finais de semana. Mais informações no telefone (0/xx/41) 3673-1893.

57


SERVIÇO

ojas e L endereços Balneário Camboriú/SC Av. do Estado, 2.440, centro tel. (0/xx/47) 3360-0400 Blumenau/SC Rua Sete de Setembro, 100, Garcia tel. (0/xx/47) 3326-6644 Rua Humberto de Campos, 77, Da Velha tel. (0/xx/47) 3329-1515 Criciúma/SC Av. Centenário, 2.699, centro tel. (0/xx/48) 3437-0561 Curitiba/PR Av. República Argentina, 900, Vila Izabel tel. (0/xx/41) 3312-2300 Al. Dr. Carlos de Carvalho, 2.050, Batel tel. (0/xx/41) 3270-8224 Florianópolis/SC Rua Esteves Júnior, 307, centro tel. (0/xx/48) 3224-2366 Av. Irineu Bornhausen, 5.288, Agronômica tel. (0/xx/48) 3333-1777 Av. Gov. Ivo Silveira, 2.445, Capoeiras tel. (0/xx/48) 3271-7562 Rua Nirberto Haase, 75, Santa Mônica tel. (0/xx/48) 3234-6888 Av. Rio Branco, 565, centro tel. (0/xx/48) 3222-1112 Rua Coronel Pedro Demoro, 1.814, Estreito tel. (0/xx/48) 3348-0051 Rua Lauro Linhares 1.693-A, Trindade tel. (0/xx/48) 3234-5249 Av. Marechal Max Schramm, 3.450, sala 01, Estreito tel. (0/xx/48) 3271-6700

58

maio/junho 2010

Farmácia Angeloni - Capoeiras/Florianópolis

Itajaí/SC Rua Brusque, 358, centro tel. (0/xx/47) 3349-7727 Jaraguá do Sul/SC Rua Barão do Rio Branco, 732, centro tel. (0/xx/47) 3371-1613 Rua Coronel Bernardo Grubba, 247, centro tel. (0/xx/47) 3370-9655 Joinville/SC Rua Dr. João Colin, 2.500, América tel. (0/xx/47) 3424-0440 Rua Ministro Calógeras, 1.639, Anita Garibaldi tel. (0/xx/47) 3451-4400 Lages/SC Rua Frei Rogério, 587, centro tel. (0/xx/49) 3224-0388 Rua Coronel Córdova, 236, centro tel. (0/xx/49) 3222-9196 Tubarão/SC Av. Expedicionário José Pedro Coelho, 1.120, centro tel. (0/xx/48) 3626-0893



Estar Bem 2