Page 12

Primeiro andar da biblioteca com estantes baixas (à esq.). Móbile no teto, a decoração foi feita para acolher os visitantes.

teca com um chute e mordeu a mão da funcionária. der e interpretar um texto. Ele estava visivelmente drogado”. O crítico literário Manuel da Costa Pinto, 43, que Atitudes como essas são comuns na maioria das bihoje trabalha nos bliotecas e outras instituições programas “Letra públicas. Denise explica que “Os pais não lêem, livre” e “Entrelijá teve problemas como esse na Biblioteca Mário Schennão têm livros em nhas” da TV Cultura, explica que a berg, e como é complicado casa, por tabela culpa disso, além lidar com essas situações. “A de ser do Estado, gente já chegou a pegar genas crianças não que negligencia a te aqui roubando livro. As educação em topessoas põem o livro na calça, lêem” dos os sentidos, é mas se estão aqui dentro não também de uma podemos considerar roubo, é Manuel da Costa Pinto falta do hábito da Crítico literário uma situação muito chata”. leitura. “Os pais Para ela, falta entendimento não lêem, nem têm por parte dos visitantes do livros em casa, por tabela que a biblioteca representa. “O pessoal não entende as crianças não lêem, quer que isso tudo é deles, não precisa roubar”. dizer isso vai de geração Falta de entendimento e falta de hábito. Apesar da em geração e vai tornando alta taxa de alfabetização (90% entre a população com o livro um objeto relíquia mais de 15 anos), no Brasil menos de 25% da populado passado”. ção é letrada, ou seja, tem capacidade de compreen-

12 |

Revista Única  

Revista produzida para a disciplina Produção de Revista do 6º semestre de jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi.