Page 1

ANIMAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIOCULTURAL

O PAPEL DO ANIMADOR NA INTERVENÇÃO COM POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO C Ana da Conceição de Jesus Fontes e Joana Ferreira Louro Silva DE SEM-ABRIGO Licenciatura em Animação e Intervenção Sociocultural TIC em Contextos Profissionais 1º ano

Docente: Mário Baía

Adriana Gralho e Catarina Ramos


ANIMAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIOCULTURAL

ÍNDICE          

Enquadramento Objetivos Conceito de Sem-Abrigo Exclusão Social A Intervenção do Animador no contexto de sem-abrigo Desenvolvimento Comunitário A Animação Sociocultural no âmbito comunitário A animação como forma de intervenção Animação como veículo de atuação Conclusão


ANIMAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIOCULTURAL

ENQUADRAME NTO

Para se refletir e atuar com uma pessoa em situação de sem-abrigo, primeiro é necessário limpar a alma de preconceitos, juízos de valor e estereótipos.

É necessário conhecê-lo, como pessoa singular, partilhar momentos e estabelecer laços de confiança, no sentido em que ele nos aceita como uma ajuda e não como uma ameaça.


ANIMAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIOCULTURAL

OBJETIVOS Para uma melhor compreensão das formas de intervenção de um animador junto desta população, importa refletir sobre a problemática de sem-abrigo.

Procura-se apresentar a definição do conceito e demonstrar que é um público com características específicas que exige uma intervenção igualmente específica.


ANIMAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIOCULTURAL

CONCEITO DE SEM-ABRIGO “O termo «Sem-abrigo», utilizado na atualidade, parece acentuar a questão da habitação, num sentido restrito, e a da pobreza e da exclusão social num sentido mais alargado”. Bento & Barreto (2002:25)

“Há tantas maneiras de olhar para os semabrigo, como as pessoas que os olham (…) ” Bento & Barreto (2002:21)


ANIMAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIOCULTURAL

EXCLUSÃO SOCIAL O período em que estes se encontram na rua e o seu grau de vulnerabilidade são fatores que também caracterizam esta problemática. Quanto mais tempo o indivíduo se encontra nesta situação mais difícil será a intervenção. A aparência afeta diariamente estas pessoas, resultando em várias formas de exclusão social.


ANIMAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIOCULTURAL

A INTERVENÇÃO DO ANIMADOR NO CONTEXTO DE SEM-ABRIGO São vários os fatores que interferem e dificultam a intervenção junto deste público, mas é de considerar imprescindível a atuação junto deles, para a prevenção e redução da exclusão social.  A base da intervenção do animador com este público pode residir no desenvolvimento de vínculos e laços de confiança;  É uma forma de ação sociopedagógica que visa a transformação social e o desenvolvimento, através da participação.

A animação sociocultural coloca em contacto as pessoas, favorece relações, suscita, estimula trocas e promove contactos.


ANIMAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIOCULTURAL

DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO O conceito de desenvolvimento comunitário é definido “como uma técnica de ação social e processo realizado sobre as comunidades em situação de subdesenvolvimento ou de marginalidade sociocultural ou económica, com o objetivo de possibilitar níveis ótimos de bem-estar social e de qualidade de vida.” Nogueiras Mascareñas (1996:50)  É fundamental a consecução da participação voluntária, consciente e responsável da população no seu desenvolvimento


ANIMAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIOCULTURAL

A ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL NO ÂMBITO COMUNITÁRIO A animação é um conjunto de ações que tendem a oferecer ao indivíduo a possibilidade de se tornar no agente do seu próprio desenvolvimento e da sua comunidade.

É um projeto de intervenção que motiva e estimula um coletivo, para que se inicie um processo de desenvolvimento social e cultural.


ANIMAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIOCULTURAL

A ANIMAÇÃO COMO FORMA DE INTERVENÇÃO A animação surge como conceito fundamental na intervenção, tendo o animador um papel importante, no sentido de proporcionar aos sem-abrigo ferramentas para se valorizar e para não se sentir excluído.  Apresentam-se-lhes espaços diferentes, como espaços culturais, que muitos deixaram de visitar por considerarem não serem espaços para si;  Entre outros.


ANIMAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIOCULTURAL

ANIMADOR COMO VEÍCULO DE ATUAÇÃO Neste sentido, podemos compreender a animação como um conjunto de ferramentas de atuação, que são dinamizadas e implementadas por um agente de mudança, o animador sociocultural.

“A intervenção comunitária potencia práticas de inclusão que não só respondem a necessidades de sobrevivência, mas também a valores comunitários, como a cooperação, co-gestão, co-participação, comunicação, contestação do consumismo, solidariedade e participação, (…) ”

Xosé Cid Fernández (2010)


ANIMAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIOCULTURAL

CONCLUSÃO Concluímos que através de um processo educativo em que se pretende fazer mudanças qualitativas nas atitudes e comportamentos da população devemos contar com a colaboração de técnicos especializados em comunidades em situação de subdesenvolvimento.

Procurando bem-estar e qualidade de vida, contando com a participação consciente dos indivíduos da comunidade na atenuação dos seus problemas, é a intenção de animar enquanto estratégia de desenvolvimento comunitário.

Apresentação2 (1)  

O Papel do Animador na Intervenção com População em Situação de Sem-Abrigo

Apresentação2 (1)  

O Papel do Animador na Intervenção com População em Situação de Sem-Abrigo

Advertisement