Page 11

GRANDE TEMA

MENS SANA IN CORPORE SANO Mens sana in corpore sano (“uma mente sã num corpo são”) é uma famosa citação latina, de um poeta romano de nome Juvenal. Basicamente o que diz o autor deste poema é que os seus contemporâneos deveriam pedir às divindades através das suas preces apenas um corpo e mentes sãs. Tendo isso nada mais seria importante. Francisco Fragoso [Dirigente da ADL Terras Dentro]

Que terá isto que ver com o desenvolvimento? Pode ter. Vejamos: Émile Durkheim, defensor do funcionalismo que, grosso modo, dizia que cada instituição tem ou exerce uma função específica na sociedade e que o seu mau funcionamento poderia originar um mau funcionamento da própria sociedade. Esta perspectiva funcional analisa todos os contributos dados pelas dinâmicas sócio-culturais para os sistemas que os integram, muitos defensores destas teorias apontam a sua retórica no sentido de que as instituições são funcionalmente integradas e que formam um sistema estável. Quando ocorre uma mudança numa instituição dá-se início a um processo de mudança em outras instituições. Esta dinâmica é denominada, por alguns autores, analogia orgânica. A sociedade funciona como um corpo. Nos anos 60 do século passado, esta análise foi amplamente criticada, mas, de facto, se pensarmos num território qualquer e no seu tecido institucional com todas as suas interacções, conseguimos perceber o que nos queria transmitir Émile Durkheim e outros. Voltando ao poeta romano Juvenal e partindo do pressuposto que concordam que podemos aceitar a perspectiva funcional que tenho vindo a falar e a sua analogia orgânica. Consideremos então sob esta perspectiva que é importante que os territórios tenham presente a citação do poeta que abre este enunciado. De facto importa uma mente sã num corpo são, importa a boa governança num território para que haja qualidade de vida para os seus habitantes e visitantes, para que haja robustez ao nível dos indicadores sócio-económicos mais clássicos. Boa governança nas autarquias, nas organizações não governamentais e nas empresas. Importa um corpo são, importa um território preservado, organizado e participado. Importa que se retire todo o potencial do território sem o debilitar.

Nesta altura já alguns se terão questionado sobre as fórmulas para ir de encontro à citação do poeta. Pois… não tenho. Mas tenho ouvido desde sempre que uma alimentação saudável (entenda-se inputs financeiros para estimular a economia, entenda-se oferta cultural, entenda-se mobilidade, entenda-se saúde e educação, entenda-se recompensar o mérito), aliada ao exercício físico (entenda-se estimular o empreendedorismo, entenda-se promover a cooperação entre organizações públicas e privadas, entenda-se preservar o património natural e edificado, entenda-se produzir), contribuem em muito para ter um corpo são. Quanto à mente creio também não haver segredos. Exercício de reflexão no sentido de pensar estrategicamente e fazer planeamento. Actualmente existe muita informação disponível e pouco tempo para a analisar. A meditação é importante, devemos pensar com detalhe. Assim, se pensarmos um território como um corpo, ter uma mente sã num corpo são, pode significar ter um território desenvolvido e, ter um território desenvolvido, é ter bem-estar das pessoas, é ter qualidade de vida. Tendo isso nada mais importa e já no tempo dos romanos isso era evidente, pelo menos para Juvenal.

‘9,

Profile for ADRACES BIS

Viver 17 - Desportivamente na BIS  

Pensar o desporto de âmbito local como uma alavanca de dinâmicas sócio-culturais para o desenvolvimento de um território "física e intelectu...

Viver 17 - Desportivamente na BIS  

Pensar o desporto de âmbito local como uma alavanca de dinâmicas sócio-culturais para o desenvolvimento de um território "física e intelectu...

Profile for adraces
Advertisement