Issuu on Google+

Rio do Sul, 27 de setembro de 2011 - Ano 1 - Nº 14 - Adove Assessoria de Comunicação - Jornal Folha do Alto Vale DIVULGAÇÃO

2 Havaianas aposta em coleção sustentável para verão 2012

3 Cadê o lixo que estava aqui?

3 Mastervale Supermercados realiza campanha pelo fim das sacolas plásticas?


2 Para onde vai o lixo que você descarta? A enchente que assolou o Alto Vale do Itajaí deixou rastros impossíveis de serem apagados. Entre as

Havaianas aposta em coleção sustentável para verão 2012

diversas cenas da tragédia, uma que parece uma decoração. Sacolas de todas as cores, latas, garrafas e todo tipo de entulho que você possa imaginar estão pendurados nas árvores que estão nas encostas do rio. Esta é uma das matérias que você vai ler na 15° edição do Caderno Sustentável. Saiba ainda, como os Supermercados da Mastervale atuam para a preservação do meio ambiente e como vai ser realizada a campanha de conscientização junto á comunidade. O lema: “A terra não é descartável, faça como a Mastervale e pense na sua responsabilidade com o meio ambiente. Use sacolas retornáveis.” Faz parte da iniciativa que visa o fim das sacolas plásticas. Outros temas como a Powergrid Brasil, feira e congresso de energia, também complementam essa edição. O Caderno Sustentável é desenvolvido com o objetivo de colaborar com iniciativas que visam a preservação do meio ambiente. Estamos fazendo a

A loja riossulense Oswaldo Claudino Hering&Havainas apresenta este ano a coleção sustentável 2012 da Havaianas. A marca traz duas linhas exclusivas apoiando a preservação do meio ambiente brasileiro: A linha IPE e a linha Conservação Internacional. A linha Havainas IPE cujas sandálias estampam o colorido e a diversidade das florestas em tons da natureza - reverte 7% da receita para pesquisa no Instituto de Pesquisas Ecológicas. Isto resulta na melhor conservação de espécies em extinção da Mata Atlântica, Amazônia e Pantanal. De 2004 até hoje, já foram vendidos mais de 6,4 milhões de pares e arrecadados mais de R$ 3,1 milhões para a causa. A segunda parceria do bem de Havainas, datada

de 2009 e é com a ONG Conservação Internacional. A linha CI Havaianas destina 7% da receita líquida a este projeto sócio-ambiental que dá apoio à criação e gestão de áreas marinhas protegidas, com foco na região de Abrolhos, litoral sul da Bahia, com isso ajudando a resguardar a maiorbiodiversidade do Atlântico Sul. A nova coleção 2011/12 tem três modelos: Tartaruga Marinha, Tubarão (Cação Limão), Badejo. Outra novidade é a linha feita do reaproveitamento das sobras de borracha durante a fabricação das Havaianas Brasil. A estampa mostra de forma divertida como este processo resulta nestas sandálias inéditas. A coleção 2011/12 tem dois modelos que misturam cores dos resíduos em verde e rosa.

nossa parte e auxiliando você a tomar a mesma atitude. Colabore e promova um planeta melhor para todos.

Fiesc realiza primeira edição da Feira Powergrid Brasil Entre os dias 19 e 21 de outubro, ocorre em Joinville, a primeira edição da Powergrid Brasil, feira e congresso de energia. O evento realizado pela Fiesc vai reunir as principais novidades do setor em produtos, tecnologia, infraestrutura, serviços e conhecimentos focados em consumo eficiente de energia, oportunidades para compra e sustentabilidade. Entre as ações realizadas pela feira, o públi-

Redação e Edição Adove Assessoria de Comunicação e Imprensa

Rua: Herculano Teixeira Nunes, 105 Centro - Rio do Su - SC Jornalistas Responsáveis: Karine Sabino Lucilene Juncek Máira Daniela da Costa

co poderá participar de congressos e da palestra que vai debater sobre o setor energético do país. O evento vai abranger diferentes fornecedores, geradoras de energia, concessionárias, construtoras e incorporadoras, poder público e consumidores em geral. Durante os dois dias de evento, são esperados mais de 5.000 visitantes e cerca de 100 empresas expositoras no Centreventos Cau Hansen. O acesso à feira é gratuito.

Diagramação: Istela Capristano Imagens: Arquivo Digital Adove, e Fotos Divulgação Contato: assessoria@adove.com.br Telefonme: (47) 3521-7146


3 Cadê o lixo que estava aqui? As fortes chuvas ocorridas no inicio do mês de setembro no Alto Vale do Itajaí deixaram marcas que doem. A angústia tomou conta de quem viu as casas sendo invadidas pelas águas e pela lama. A água veio, destruiu e foi embora de mansinho. Para trás ficaram histórias, sonhos perdidos e marcas que podem até sair das cidades, mas não da memória de quem vivenciou a maior enchente desde 1983. Da janela de casa era possível ver animais, mobílias e acreditem até uma casa inteira indo embora como se fosse uma folha de papel. Inacreditável. Agora as cidades trabalham na reconstrução, a lama e o lixo dos centros já foram retirados. No entanto, as marcas permanecem nos bairros e nas beiras de rio.

Parece decoração, as árvores das encostas estão tomadas por sacolas de todas as cores, garrafas, latas e todo o tipo de entulho que se possa imaginar. O lixo saiu das casas e se abrigou no leito do rio. Agora fica a pergunta: para onde ele vai na próxima chuva? A resposta pode ser encontrada na forma de como você realiza o descarte de resíduos. O que vemos hoje é o resultado dos maus hábitos que cultivamos. Geralmente no lixo da cozinha podemos encontrar resíduos orgânicos junto com plásticos, latas e até vidros. Não economizamos nas sacolas plásticas, que parecem brotar de todos os lados. A água da enchente até queria sair, mas, para onde? Se as bocas de lobos estão cheias de entulho.

DI

Se você é uma dessas pessoas que não pensam na responsabilidade com o meio ambiente, está na hora de mudar de atitude. Talvez essa seja a hora de agir de maneira diferente, e assim,

apagar a sua parte no incêndio. A chuva causou várias tragédias. O que se pode ver é que o drama aumentou pelos entulhos, que até agora “enfeitam” a cidade. Então, antes de lançar qualquer tipo de lixo no meio ambiente, pare e reflita. A natureza sempre responde. É como diz a lei da física, toda a ação tem uma reação. Iniciativas como separar o lixo orgânico, oferecer materiais recicláveis para quem tem o digno trabalho de coletar e saber mais sobre a coleta seletiva do município pode ser uma forma de evitar a reação da natureza.

SC recicla 15% do volume total de plásticos reciclados no Brasil Dados do Sindicato da Indústria de Material Plástico do Oeste de Santa Catarina (Sindioeste) revelam que Santa Catarina é responsável por 15% do total de plásticos reciclados no país. A iniciativa é realizada por 105 empresas que operam no setor da reciclagem. Um dos pontos que preocupa os empresários é a capacidade ociosa das empresas. O presidente do Sindicato, Alceu Lorenzon, aponta que a capacidade instalada total do segmento de reciclagem de plásticos foi de 189,1 mil toneladas em 2010, no entanto, o nível operacional foi de 67% no período. Do total de matéria-prima reciclada, só 40% é de Santa Catarina, o restante vem de outros

estados. Por outro lado, a ação gera em média 5 mil empregos diretos com média de 48 colaboradores por companhia. A indústria de reciclagem de Santa Catarina representa 44% do total do setor na região Sul em termos de produção. Dentre as indústrias recicladoras do Sul do País, o segmento no estado é o mais representativo em termos de funcionários e faturamento. Este pode ser o começo de um estado exemplo. Basta continuarmos a realizar ações que vão beneficiar o meio ambiente e o futuro da humanidade. Reciclar, não custa, não dói e ainda garante uma vida saudável. Faça a sua parte e colabore com o planeta.


4 Mastervale Supermercados realiza campanha pelo fim das sacolas plásticas Discutir a preservação do meio ambiente é moda, mas a prática exige e o cenário real é bem diferente. Ciente da necessidade de preservar o ambiente, a Mastervale Supermercados aderiu a Lei que proíbe o uso das sacolas plásticas. Adotar as sacolas retornáveis e ecologicamente corretas foi a forma que os supermercados associados encontraram para contribuir com o meio ambiente. De acordo com o presidente da Mastervale Supermercados, José Ângelo Merini, a iniciativa do projeto foi dos associados, que juntos, vão fazer a diferença. “Estamos fazendo a nossa parte, vamos conscientizar e mostrar que é possível minimizar os efeitos que as sacolinhas causam ao meio ambiente”, destaca. Em parceria com a empresa

Embalagens Brooklin de Blumenau, a Mastervale vai reciclar todas as sacolas plásticas que devem voltar aos supermercados de forma biodegradável. “A central já esta sendo preparada para receber estes resíduos. Todos os diretores, colaboradores e clientes vão aderir a campanha e assim, preservar o planeta”, relata. Os Supermercados da Rede já dispõem de sacolas retornáveis. O lema “A terra não é descartável. Faça como a Mastervale pense no meio ambiente e use sacolas retornáveis”, faz parte da campanha de conscientização da Mastervale. A ação visa a conscientização e a preservação do meio ambiente.


Caderno Sustentável - 15ª Edição