Page 119

7º Congresso Nacional do Transporte Ferroviário

apoio à Exploração, a flexibilidade de implementação e a versatilidade dos equipamentos IP resulta em menores custos de investimento; • O espaço de alojamento é substancialmente mais reduzido do que o necessário para a solução equivalente SDH/PDH; • Os consumos de energia são também mais reduzidos que os da solução equivalente SDH/PDH;

Sistemas de apoio à Exploração

Ano de migração

Telecomando Energia

1996

Informação ao Público

1998

SCADA Supervisão Técnica

1998

Sincronismo Horário

2001

Rádio Solo-Comboio

2003

Videovigilância

2003

Supervisão Passagens de Nível

2004

Comunicações Exploração

2004

Sinalização

----

GSM-R

----

Tabela 1

Face ao exposto, pode dizer-se que as Redes IP são mais interessantes do que as baseadas em tecnologia SDH/PDH, acrescendo ainda os seguintes factores: • A infra-estrutura IP garante uma maior durabilidade à inovação, por suportar a implementação de novos serviços, protegendose, assim, o investimento; • A relação preço/desempenho decresce mais rapidamente neste tipo de tecnologia; • Há uma maior flexibilidade de implementação, versatilidade e adaptabilidade a várias aplicações; • A tecnologia IP, rede e aplicações, permite um grande controlo sobre as aplicações, garantindo efectivos ganhos de produtividade e operacionalidade dos processos; • A inerente inteligência e as funcionalidades das Redes IP permitem uma gestão eficiente da infra-estrutura de rede e a utilização de poderosas ferramentas de gestão e supervisão; • A aceitação generalizada da tecnologia IP é uma garantia de durabilidade tecnológica.

Pode, assim, dizer-se que a infra-estrutura de Rede IP ao serviço da Exploração Ferroviária constitui uma rede multi-serviços, em virtude da diversidade de aplicações suportadas. Desta homogeneização, resulta também um ganho importante que é a capacidade de gerir e supervisionar tanto a infra-estrutura de rede como as aplicações recorrendo a ferramentas similares, nomeadamente a utilização do protocolo SNMP. Para uma optimização ainda maior dos projectos de redes de comunicações ferroviárias, arquitectura da rede e custos de investimento associados é, ainda, necessário que os Sistemas de Sinalização, actualmente suportados em tecnologia de transmissão SDH/PDH, evoluam também para tecnologia IP. A eventualfuturautilizaçãodatecnologiaGSM-Rdeverá acautelar a possibilidade de também vir a suportar-se emRedesIPparaotransportedeinformação,soluçãojá emavaliaçãonoutraredeferroviária.

5. PROJECTOS NA REDE CONVENCIONAL Migração das aplicações de apoio à Exploração para tecnologia IP Pode afirmar-se que, actualmente, todas as aplicações de apoio à Exploração Ferroviária tratadas no âmbito das responsabilidades da área das Telecomunicações se suportam em tecnologia IP. Esta migração desenvolveu-se nos últimos dez anos, tendo-se iniciado pelas aplicações típicas de dados de funcionamento em tempo real (ver Tabela-1). Só mais recentemente, em resultado das evoluções tecnológicas anteriormente referidas, surgiram as aplicações consumidoras de largura de banda, como é o caso da videovigilância, e exigentes em garantia de débito, caso da fonia.

O projecto de modernização das comunicações de Exploração Ferroviárias da Linha do Oeste constituiu a primeira implementação de uma rede e aplicações totalmente baseadas em tecnologia IP, pelas razões anteriormente apontadas. Embora tratando-se de uma linha ainda não modernizada no âmbito dos investimentos ferroviários, tinha sido dotada de cabos ópticos no âmbito do desenvolvimento da infra-estrutura de comunicações de suporte ao negócio da Refertelecom, construção do Backbone de fibra óptica. Assim, foi possível substituir a anterior infraestrutura de comunicações baseada em traçado

>117

Revista FERXXI - 7ºCongresso Nacional - Teses  

Publicação relacionada com sistemas de transporte. Realizada pela ADFER - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Ferroviário. Speciali...

Revista FERXXI - 7ºCongresso Nacional - Teses  

Publicação relacionada com sistemas de transporte. Realizada pela ADFER - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Ferroviário. Speciali...

Profile for adfer
Advertisement