Page 108

Da análise efectuada aos eixos identificados verifica-se que nenhum deles permite no presente a circulação de comboios sem interrupção, nem mesmo em 2020. Em consequência, os autores desta tese sublinham a importância crucial de se conhecer a breve prazo os planos de modernização, a configuração e as características técnicas das redes espanhola e portuguesa, em virtude da necessidade da elaboração do Plano nacional de implementação do ERTMS, que terá que ser apresentado à CE até finais de Setembro de 2007. No entender dos autores, para efeitos dos estudos a desenvolver no âmbito da elaboração do referido plano, os seguintes eixos prioritários a estudar devem ser: • Eixo Leixões/Porto/Aveiro-Vilar Formoso-SalamancaMadrid-Saragoça/Irún; • Eixo Lisboa/Setúbal/Sines-Elvas-MadridValencia/Saragoça; • Eixo longitudinal (em Portugal) de interligação entre os dois eixos, pois correspondem, do nosso ponto de vista, àqueles que terão maior interesse para o operador CP em torná-los interoperáveis.

5. CONCLUSÃO Salienta-se a falta de informação detalhada relativa aos planos de modernização da rede ferroviária espanhola e portuguesa, designadamente quanto ao calendário das intervenções e às suas características técnicas, de onde se destacam as seguintes: electrificação, bitola e sistemas de segurança de comunicação rádio e sinalização. Esta informação é vital para o desenho da estratégia do operador CP, sem a qual se torna muito difícil traçar um plano coerente e determinar as variáveis que são fundamentais para a tomada de decisão estratégica, designadamente as que dizem respeito às oportunidades de negócio, ao modelo de migração e às questões económicas e financeiras. Da análise à caracterização da situação actual em termos dos sistemas embarcados rádio e ATP, e tendo em conta que a vida útil estimada para estes equipamentos ronda os 20 a 25 anos, verifica-se, que a maioria dos equipamentos, comunicação rádio solo-comboio e Convel, instalado no material motor e automotor da CP, se encontram ainda na primeira metade da sua vida útil, estimando-se que as primeiras séries de material circulante motor só necessitem de substituir esse equipamento daqui a 10-15 anos, o que justifica apenas uma migração a longo prazo destes sistemas.

>106

Assim, é opinião dos autores desta tese, que o processo de migração deverá abranger prioritariamente os eixos de ligação com Espanha, linha da Beira Alta e a nova linha

Sines-Elvas, mas sempre dependente da evolução do plano espanhol. Contudo, tal deve ser sustentado apenas se os estudos a efectuar sobre os cenários relativos ao transporte de mercadorias entre Portugal e Espanha (nomeadamente entre os principais portos portugueses - a Norte: Leixões e Aveiro e a Sul: Lisboa, Setúbal e Sines - e as duas principaisplataformaslogísticasemterritórioespanhol, Madrid e Saragoça), mostrarem haver um potencial de tráfego que permita a realização de comboios com uma frequência suficiente que permita a rotação do material de tracção sem imobilizações prolongadas (poucas horas)noladoespanhol. Uma vez que os eixos de penetração em Espanha coincidem para o tráfego de mercadorias e de passageiros, o desenvolvimento da estratégia deverá ser integrada. No que diz respeito ao sistema de comunicações GSM-R, a migração parece não levantar tantos problemas, apresentando investimentos que podem ser sustentados nitidamente pelas maisvalias que se podem obter através de serviços adicionais que este sistema permite, designadamente a substituição dos vários sistemas de comunicação e de transmissão de dados actualmente instalados nas unidades motoras (rádio solo-comboio, telemóvel, trainoffice,…) com eventuais economias em termos do custo de operação, e a possibilidade de telemetria através da transmissão de dados dos equipamentos embarcados para terra. Relativamente ao processo de migração do material motor para os sistemas GSM-R e ETCS, bem como o nível ETCS a adoptar (1 ou 2), não nos é claro neste momento, dependendo, como é explicado nesta tese, de várias variáveis não dominadas pelos autores, como a compatibilidade e estabilidade da utilização de dois sistemas em paralelo (Convel e ERTMS), o desenvolvimento do STM ('Specific Transmission Module') para o EBICAB700 (Convel), do espaço disponível para a instalação dos equipamentos no material motor, entre outros, pelo que requer um estudo detalhado para cada série de material. Enquanto não forem conhecidas as variáveis acima referidas, não será possível estimar o valor do investimento a efectuar, nem os impactos, maisvalias e oportunidades, pois tal dependerá do tipo e quantidade de material motor a equipar.

Revista FERXXI - 7ºCongresso Nacional - Teses  

Publicação relacionada com sistemas de transporte. Realizada pela ADFER - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Ferroviário. Speciali...

Revista FERXXI - 7ºCongresso Nacional - Teses  

Publicação relacionada com sistemas de transporte. Realizada pela ADFER - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Ferroviário. Speciali...

Profile for adfer
Advertisement