Page 1

EDIÇÃO

38 ABRIL 2014

ADEI marca presença na AME

Agência para o Desenvolvimento Empresarial e Inovação

Turismo, Indústria e Energia


Edição nº 38| ABRIL 2014 Formação em Mentoria foi um sucesso ...... 3 “Ku Kabu Verdi, bu ta sai ta ganha” ....... 3 ADEI marca presença na AME ..................... 3 Artigo: O Congresso Global do Empreendedorismo: Cabo Verde é Most Champion Catalizer Award 2014 ................. 4 Artigo: Empreendedorismo Juvenil em Cabo Verde: O caso Rosa Andrade ..... 4

Editorial

Frantz Tavares

Presidente da ADEI

Abril e novidades mil. • Realizamos pela primeira vez a Academia MPME em Mentoria com a parceria da Delegação Gran Canária •

Conheça o Calendário da Oficina do Empreendedorismo .................................. 5

Participamos pela primeira vez no Atlantic Music Expo

• Realizamos mais uma Oficina do Empreendedorismo, desta vez em São Domingos • Em parceria com o Ministério das Comunidades-Direcção Geral das Comunidades, através do Centro de Apoio ao Migrante no País de Origem-CAMPO, a OFII-Componente A, SEF e União Europeia realizamos o workshop empreendedorismo emigrante • Estamos na fase final dos preparativos para a segunda edição do evento ACEXX, este ano associado a Feira Agronegócios no mês de Maio • Disponibilizamos online o calendário da Oficina do Empreendedorismo para este ano • Brevemente teremos o Minuto do Empresário e o Negocio em Dia, uma inovação da ADEI para todo o empresariado nacional e empreendedores Prometemos um ano recheado de novidades e estamos a cumprir o nosso calendário. Visite o nosso site, siga-nos na rede social Facebook e assine a nossa newsletter. Junte-se a nós, o nosso lema é inovar para crescer. Boa leitura

Agência para o Desenvolvimento Empresarial e Inovação

Inovar para Crescer

Empreendedores de São Domingos conhecem OE ........................................... 6 Vem aí a 2ª Edição do ACEXX desta vez associada à Feira Agronegócios ................... 6 Feira IMEX 2014 conta com a presença de Cabo Verde ....................................................... 6 Fique de olho ................................................ 7


Formação em Mentoria foi um sucesso

-

-

-

Começamos o mês com a formação em Mentoria, enquadrada no programa Academia MPME, promovida pela ADEI em parceira com a Delegação COCIN Gran Canária em Cabo Verde e CCISS. Nesta participaram 26 pessoas que ao ritmo do formador Dr. Juan Ferrer Cárdenes puderam aprofundar seus conhecimentos em temas como: Fundamentos da Mentoria, Competências e Habilidades, Processos do Projecto, Ferramentas do mentor I, Ferramentas do mentor II, Ética e Confidencialidade e Resolução de casos com recurso á técnicas de Mentoria, de empresas e de empreendedores. Esta formação visa reforçar as capacidades técnicas dos profissionais da área, dos consultores e dos altos directores

e dirigentes para melhor orientar e acompanhar os empresários e os empreendedores. É de se realçar que o Programa Academia MPME foi lançado oficialmente em Agosto de 2013 e até o final desse ano, foram realizadas um total de 43 acções de formação com a participação de 1825 formandos de sete ilhas do arquipélago: Santo Antão; São Vicente; São Nicolau; Sal; Boavista; Santiago e Maio. 98% dos formandos inquiridos atribuíram nota positiva as acções desenvolvidas, sendo que mais de 90% considera que o programa constitui uma importante ferramenta de capacitação ao dispor das MPME’s nacionais. Veja as fotos na página Facebook da ADEI.

“Ku Kabu Verdi, bu ta sai ta ganha” Decorreu no dia 17, nas instalações do MIREX, o workshop Empreendedorismo Emigrante “Ku Kabu Verdi, bu ta sai ta ganha”. Este enquadra-se no Projecto "RCCVGM" que tem como objectivo apoiar a reintegração de cabo-verdianos que pretendem regressar a Cabo Verde através da criação de uma empresa/negócio. Durante o workshop, os participantes puderam conhecer as mais-valias que o emigrante tem quando comparado a outros investidores e : que podem torná-lo um investidor de sucesso, Trocar ideias e experiencias sobre a integração sócio profissional através da criação de negócios em Cabo Verde e, ainda conhecer algumas das alternativas que o emigrante tem

para enfrentar as dificuldades que encontra ao criar um negócio aquando do seu regresso definitivo a Cabo Verde. O Workshop destinou-se a emigrantes e pessoas com ideias de negócio, emigrantes já integrados no projecto RCCVGM, empreendedores. O mesmo foi promovido pelo Ministério das Comunidades-Direcção Geral das Comunidades, através do Centro de Apoio ao Migrante no País de Origem-CAMPO e, em parceria com a OFII-Componente A, SEF, União Europeia, Cooperação Luxemburguesa e ADEI.

ADEI marca presença na AME showcases entre outros. Durante três dias estivemos na Praça Alexandre Albuquerque promovendo os nossos programas CRIA, PME+, INOVAR, RENOVAR, ACESSO AO MERCADO, dando especial destaque a segunda edição do evento ACEXX a decorrer no próximo mês.

Pela primeira vez, estivemos num evento como o Atlantic Music Expo – AME, um evento recheado de actividades: conferencias, oportunidades de encontros de negócios,

Foram contabilizados 22 atendimentos que incidiram basicamente em informações de como abrir um negócio e formações. Disponibilizamos no nosso stand os estudos das Oportunidades de Negócios em Cabo Verde, as valências do programa INOVAR e as actividades de promoção da cultura empreendedora. Demos a conhecer a Rede Nacional de Incubadoras – RENI e o trabalho desenvolvido pela incubadora de empresas –BIC.


Artigo: O Congresso Global do Empreendedorismo: Cabo Verde é Most Champion Catalizer Award 2014 Cabo Verde é uma vez mais reconhecido e galardoado como país Campeão Mundial - Most Champion Catalizer Award (most activitys per cápita) no GEC - Global Entrepreneurship Congress 2014, pelas suas realizações e pelo foco na promoção do empreendedorismo. O Comgreeso Global do Empreendedorismo é um evento global que procura refoçar ecossitemas de promoção do empreendedorismo e de desenvolvimeto de startups inovadoras ao redor do mundo. Este decorre anualmente na sequências da Semana Global do Empreendedorismo - GEW nacionais, e este ano teve lugar na Cidade de Moscovo, de 17 a 20 Março de 2014. Um encontro inter-disciplinar de campeões de iniciativa e da inovação de todo o mundo, onde empresários, investidores, pesquisadores, líderes e políticos trabalham em conjunto para ajudar a dar à luz às ideias, a impulsionar o crescimento econômico para ampliar o bem-estar humano. Cabo Verde fez sua primeira participação em 2011, depois de ter encaixado de forma activa seu ritmo à escala nacional na Semana Glabal do Empreendedorismo em 2010. dois anos mais tarde, em 2013 no Rio de Janeiro, foi reconhecido como o país do ano, sendo o país com mais realizações per capita, graças ao envolvimento dos cidadãos, das empresas e organizações sociais e do Governo. Este ano o reconhecimento do país se deu devido à nossa capacidade de catalizar parceiros e de mobilizar jovens e estudantes. Cabo Verde assumiu o desafio de Empreender sem Fronteiras, continuando a acelerar o empreendedorismo e a inspirar uma nova geração de empreendedores. As metas pareciam ambiciosas inicialmente, mas os resultados foram conseguidos e reconhecidos. Foram 75 parceiros; 27 patrocinadores, 190 actividades em 9 ilhas e 12.982 participantes. Todo o ambiente criado contribuiu, a começar pelo reconhecimento dos Organizadores Internacionais pelo desempenho em 2013, mas também a Institucionalização da Semana Global do Empreendedorismo pelo Governo, através de Resolução Nº 71/2012. E o prémio é um estimulo a novos desafios e esforços, especialmente a focalizar outras categorias de prémios. O país esteve representado neste congresso por dois delegados nacionais da ADEI e da AJEC, média superior à representação dos países africanos. Entreatnto, o mesmo já não se pode dizer da representação dos paíse da Europa e da America que têm procurado nestes eventos, onde também estão presentes milionarios e investidores à procura de ideias e de projetos desafiantes, ideias geniais para investirem seus recursos. Para os delegados presentes e interessados, havia um espectro vasto de ações que visavam refletir estrategias, analisar recursos e ferramentas estimular inciativas, promover encontros, demonstrar casos e experiencias, dar visibilidade a certos setores estrategicos, entre outros. Desta vasta

gama influencias, destaca-se dois elementos estrategicos: O foco no mercado como parametro central nas orientação a empreendedores em todas as etapas de acompanhamentos e o necessário entendimento de modo a dar atenção mais à necessária capacidade de apoio e de orientação dos empreendedores e empresários (mentoria/coaching) do que à tecnidade dos business plan.No ano de 2015 o GEC terá ligar em Milão na Italia, e uma das premiações e reconhecimentos a projetos startups inovadores e campeões nacionais deste ano poderia focalizar a mobilizaão de sponsors para facilitar a participação destes de modo a ariscarem a sorte em Milão no proximo congresso. Consultem o http://www.gec2014.com/ José Teixeira |Coordenador Empreendedorismo

Unidade

Inovação

e

Artigo: Empreendedorismo Juvenil em Cabo Verde: O caso Rosa Andrade

Hoje os jovens assumem cada vez maior importância na criação de novas empresas, daí os crescentes incentivos dos agentes públicos ao empreendedorismo juvenil, não só para debelar a problemática do desemprego e promover a inserção no mercado de trabalho, mas porque, também, pode-se encontrar nesta nova geração, factores essenciais a renovação, inovação e o reforço do tecido empresarial. O empreendedorismo juvenil é um tema recente em Cabo Verde e não obstante os crescentes apoios e incentivos a participação activa dos jovens na criação de empresas pouco ou nada se sabe sobre as características e motivações do jovem empreendedor Cabo-verdiano. No sentido de contribuir para um melhor conhecimento do empreendedor Juvenil, nesta edição do INOVAR, é abordado um caso bem-sucedido e que tem sido acompanhado pela ADEI através do Programa CRIA, o Caso Rosa & Andrade. O Promotor da empresa, cujo objecto é a produção de perfis e produtos diversos de alumínio, Emedson Andrade Évora, de 34 anos de idade, iniciou o percurso profissional em 1999, com 19 anos de idade, quando decide abandonar os estudos e começar a trabalhar como aprendiz de alumínio na oficina de um familiar. Começou a ganhar motivação e amor pela profissão e em meados de 2008 recebe o convite para administrar uma oficina


na ilha de São Vicente, o Aluduro, Lda. Em finais de 2010 foi realizar uma obra na ilha de São Nicolau aonde recebe o convite pela empresa Miranda e Delgado para trabalhar como controlador de encomendas e gestão de stock. Em finais de 2012, viu-se obrigado a regressar a ilha de São Vicente, devido a problemas familiares. Nessa altura, conta que não foi fácil arranjar emprego na ilha e estando numa situação de desemprego é incentivado pela mulher, amigos e antigos clientes das empresas por onde trabalhou a criar uma empresa. Emedson conta-nos que perante essa possibilidade a primeira questão que lhe veio a mente foi “onde vou arranjar financiamento estando desempregado”. Conta, ainda, que nessa altura, o que lhe valeu foi ter sido aconselhado pela mulher e por amigos a procurar a ADEI, onde acabou, diz ele, por encontrar todo o apoio que necessitava para que a empresa hoje fosse uma realidade. Além da orientação e aconselhamento dos técnicos da ADEI, recebeu apoio técnico na elaboração de um Plano de Negócio, plano este que lhe viria a “abrir as portas” para o financiamento da Linha de Financiamento promovida pela ADEI, IEFP e o Novo Banco, direccionada aos Jovens com formação técnico profissional e que lhe permitiu abrir a empresa em 2014. Além do apoio recebido no programa CRIA, Emedson destaca, também, a importância dos conhecimentos de gestão e negócios e não só, que adquiriu através da frequência de acções de formação e informação promovidas nos programas: ACADEMIA MPME e Momento do Empreendedor (ME). Com a empresa em bom ritmo de trabalho, o promotor diz estar confiante, não obstante as dificuldades que se sente no sector, e até meados deste ano pretende aumentar a carteira de clientes e recorrer a um segundo empréstimo para adquirir uma viatura. Contudo, o promotor diz-se consciente das limitações do mercado de São Vicente de modo que pretende a médio prazo expandir para as ilhas de Santo Antão e São Nicolau e se lhe surgir outras oportunidades de expansão vai agarra-las com confiança e motivação. Tendo em antemão a experiência no campo do empreendedorismo juvenil e do processo empreendedor, desafiamos o Emedson a deixar aos jovens que estão a pensar em trilhar este caminho algumas dicas de sucesso, citadas a seguir: 1. Confiança e atitude pró-ativa. Os jovens nunca devem ficar a espera que as coisas lhes caem do céu e não devem deixar levar pelas más notícias, como é a crise financeira e o desemprego. Quando veio a fome dos anos 40, os pessimistas pensaram que o mundo iria acabar, e os optimistas arregaçaram as mangas e lutaram e o presente é a prova de que não existem obstáculos quando se tem motivação; 2. Experiência e formação profissional: quando se pretende abrir um negócio é importante que o façamos numa área em que temos dom e aptidão, além disso é importante ganhar 3.

Experiência profissional e apostar na formação;

4. Não ter medo de arriscar: Mas, é importante procurar apoio de instituições, como a ADEI, especializadas na área, pois só ter uma ideia não é suficiente para abrir um negócio, é fundamental que ela tenha viabilidade; 5.

Elaboração de um plano de negócio e estudos

de mercado: O melhor é o teste do mercado. Enquanto estive desempregado, não parei, continuei a prestar serviços, o que me permitiu conhecer o mercado em que pretendia entrar. Mas a experiência profissional foi fundamental para o conhecimento do sector e também para que as pessoas me conhecessem a mim e o meu trabalho e digo que se hoje tenho bons clientes é graças a minha humildade, qualidade do trabalho, personalização dos produtos, a forma de atender as pessoas, o meu profissionalismo e o rácio preço/qualidade; 6. Motivação: eu vou buscar motivação em Deus e na minha família que me apoia em todos os meus projectos e momentos da minha vida, particularmente a minha mulher; 7. Ter bons parceiros: a minha mulher é a minha parceira no negócio, ela tem experiência na área de gestão, já esteve a gerir um Minimercado e isso -é uma mais-valia para a nossa empresa, pois permite que eu dedico a parte em que tenho mais experiência e aptidão que é a parte de produção; 8. Colocar na prática: durante o processo de criação da empresa, não parei, fui prestando alguns serviços, cuja receita fui depositando numa conta apenas para o efeito e a banca ao ver os resultados e os movimentos me procurou com algumas ofertas de financiamento. Isto mostra que temos de começar com humildade, o importante é iniciar de alguma forma, pois assim temos a oportunidade de testar o mercado e ir conquistando a confiança de clientes e da Banca. Carina Pires | Técnica Unidade Desenvolvimento Empresarial

Conheça o Calendário da Oficina do Empreendedorismo

Desde 2011 que a ADEI abraçou o projecto Oficina do Empreendedorismo e o vem realizando em vários pontos do país. A Oficina do Empreendedorismo consiste numa formação para o empreendedorismo de massa, com a duração de 15h, no qual se transmite conhecimentos e habilidades empreendedoras, ferramentas e práticas de gestão, planeamento e crescimento dos negócios. Para o ano de 2014, reservamos-lhe 13 edições e em concelhos/ilhas que não conseguimos estar no ano passado. A primeira realização deste ano foi em Tarrafal de Santiago que contou com a participação de 191 empreendedores e, a segunda aconteceu em São Domingos, ilha de Santiago com 165. Conheça o calendário com as datas das próximas 11 edições e participe quando chegar ao seu concelho ou ilha:


16ª Edição: 05 a 09 Maio - Mindelo | São Vicente

• 17ª Edição: 09 a 13 Junho -Porto Novo | Santo Antão • 18ªEdição: 16 a 20 Junho -Ribeira Grande | Santo Antão •

19ª Edição: 31 Junho a 04 Julho-São Filipe | Fogo

20ª Edição: 07 a 11 Julho - Mosteiros | Fogo

21ª Edição: 14 a 18 Julho -Santa Catarina | Fogo

22ªEdição: 21 a 25 Julho – Brava

• 23ªEdição: 01 a 05 Setembro -São Lourenço Orgãos •

24ª Edição: 06 a 10 Outubro – Sal

• 25ªEdição: 13 a 17 Outubro - Tarrafal | São Nicolau •

26ªEdição: 17 a 21 Novembro - Praia

Empreendedores de São Domingos conhecem OE

3 e 4 de Maio de 2014. Como Funciona? No começo do evento efectua-se actividades de apresentação de empresas (Speed Networking), onde as Empresas fornecedoras têm 1 minuto para se apresentar às Empresas Clientes. De seguida e tendo em conta os eventuais interesses de negócio serão agendados reuniões comerciais (Business to Business) com a duração de 10 minutos. O que são Empresas Fornecedoras? Qualquer empresa ou associação produtora de produtos do Sector do Agronegócio e da Industria Criativa, interessada em conquistar novos clientes ou desenvolver negócios, com as Empresas Clientes da ilha do Sal e da Boavista. O que são Empresas Clientes? São as cadeias hoteleiras e as empresas compradoras de produtos do Agronegócio, da Industria Criativa, economia marinha podendo ser de pequena, média ou de grande porte, representativas do sector turístico.

Feira IMEX 2014 conta com a presença de Cabo Verde De 21 a 25, a ADEI levou ao concelho de São Domingos, a 15ª Oficina do Empreendedorismo de Cabo Verde. Nesta participaram 165 potenciais empreendedores que estiveram muito atentos aos ensinamentos transmitidos pelos facilitadores. A oficina pretende demonstrar as vantagens da formalização e da busca de informação para o desenvolvimento sustentável do negócio, como modo : de combater a elevada taxa de informalidade existente no país, reforçando a cultura empreendedora. Esta realização contou com o apoio da Bornefonden, Câmara Municipal de São Domingos, Upra Animal, Aldeia SOS, MDR, MED- Delegação de São Domingos, Escola Secundária Fulgêncio Tavares, IEFP e Centro de Juventude de São Domingos.

Vem aí a 2ª Edição do ACEXX desta vez associada à Feira Agronegócios O ACEXX é um evento da ADEI que visa a promoção de negócios e crescimento empresarial. Trata-se de um evento de curta duração que irá promover actividades de apresentação de empresas (speednetworking) e reuniões comerciais (B2B) entre os operadores nacionais dos sectores do Agronegócio, Indústria Criativa e Economia Marinha, e os representantes das cadeias hoteleiras do sector turístico nacional e empresas internacionais presentes na Feira. Este ano realiza-se no dia 03 de Maio, nas instalações da FIC- Praia, associado à Feira de Agronegócios que acontece entre os dias 2,

Cabo Verde estará presente, através da sua Embaixada e da Cabo Verde Investimentos, na maior Feira de Negócios Internacional de Madrid, IMEX 2014, que realizará de 23 - 24 Abril nessa cidade. Em 2013 a IMEX contou com a participação de 80 empresas expositoras, 3 873 visitantes, foram realizadas 23 conferências e mesas redondas na qual participaram perto de três mil empresários de 57 países. Essa participação tem por objectivos: Encontrar um parceiro ou colaborador tipo estratégico possível fornecedor, subcontratado, agente, importador ou distribuidor; Identificar oportunidades reais de negócios, tanto no mercado local e detectar internacionais vantagens e dificuldades no acesso a outros mercados para ganhar competitividade; Conhecer as experiências de empresas espanholas que se sucedem em outros países; Socializar-se com ferramentas fundamentais para o comércio externo e as novas técnicas nesta área; Participar em conferências composta somente especialistas podem ser o melhor guia em negócios internacionais comunicar as suas experiências; Dar conselhos técnicos e pessoal de especialistas, assessores e consultores promoção de negócios internacionais; Disponibilizar informações sobre Cabo verde; Apresentar as oportunidades e o ambiente de negócio em Cabo verde; Participar em eventos B to B e Matching: Apresentações de projectos a potenciam interessados específicos. Saiba mais sobre a IMEX, http://imex.impulsoexterior.net/

www.adei.cv


Fique de olho

Na nossa página Facebook e conheça algumas das empresas beneficiadas pela ADEI e Incubadora de Empresas – BIC: •

Tarrafal Residence - https://www.facebook.com/pages/Tarrafal-Residence/291950670861384

TC Investimentos - https://www.facebook.com/TCinvesmentos.cv

Novatur - https://www.facebook.com/novatur.confortototal

Sodoce - http://viajar.sapo.cv/fotos/doces-da-sonia

Envie suas dúvidas e sugestões para: adei@adei.cv

:

Rua Dr. Júlio Abreu nº3 Plateau CP nº710 Tel.:2601980 /90 Fax.:2616042

Rua Patrice Lumumba Mindelo CP nº 100 Tel.:2317623 Fax.:2318517

Agência para o Desenvolvimento Empresarial e Inovação

Inovar para Crescer Visite-nos em www.adei.cv http://adeiadei.blogspot.com e nas Redes Sociais


Propriedade: Agência para o Desenvolvimento Empresarial e Inovação | Colaboradores: Sálua Barbosa e Helga Almeida Edição: Sálua Barbosa e Helga Almeida | Paginação: Helder Cardoso | Distribuição: Gratuita

20| SETEMBRO 2012 2012

Agência para o Desenvolvimento Empresarial e Inovação

Inovar para Crescer

www.adei.cv

Abril 2014


Inovar abril 2014  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you