Issuu on Google+


Era uma vez um gato chamado Ăšrano. Era um gato especial, tinha olhos azuis, era cinzento era muito bonito e o seu pĂŞlo era encrespado.


Numa noite em que o céu estava estrelado Úrano observou uma estrela que o chamou à atenção. Era uma estrela brilhante que luzia no céu, muito linda, amarelinha e grande.


Uma das coisas que Úrano verificou naquela estrela foi que mesmo de dia ela brilhava no céu. Ele também achava aquela estrela diferente de todas as outras que alguma vez vira.


No dia seguinte o gato Úrano quis ir buscar a estrela que na noite anterior tinha visto no céu. Ela estava no alto duma montanha, Úrano subiu então a montanha mas eis que no cimo existia uma planta carnívora .


Ăšrano pensou entĂŁo que para apanhar a estrela tinha de lutar com uma planta carnĂ­vora, isso era mau para ele.


Decidiu então subir e enfrentar a planta carnívora, mas pensou consigo se que se saltasse para o céu não teria de lutar com a planta.


Saltou então para o céu mas falhou. Tentou então prender as garras no céu mas escorregou.


Foi ter perto da planta carnívora, mas ela estava tão chateada que lhe começou a bater, e os dois começaram a lutar.


Ăšrano decidiu voltar para terra, uma vez que viu que nĂŁo conseguiria apanhar aquela linda estrela. EntĂŁo observava-a todas as noites e dias de longe.


Passado um dia, a estrela viu que Úrano estava tão triste decidiu então transportálo para a sua beira…

… afinal, o gato Úrano só queria um pouco de companhia e alguém a quem se pudesse aconchegar.



O Gato e a Estrela