Page 1

15/04/2018

IDÉIAS DOS ACADÊMICOS NO PÓS GUERRA 1945-1965

1


15/04/2018

O papel das Universidades

Os estudos comportamentais ASociologia Sociologiadas das Organizações Organizações

2


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

• • •

Origens: O marco fundamental dos Estudos Organizacionais foi dado pela sociologia americana após a II Guerra Mundial. O desenvolvimento de uma Teoria das Organizações inicia basicamente com os estudos da burocracia governamentais, partidos políticos e sindicatos. Seguindo a sociologia alemã, alguns autores partiam do pressuposto de que as organizações burocráticas eram cruciais na modelagem das sociedades modernas. Hannan & Freeman,1989

3


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

Origens:

Os estudos organizacionais surgiram com um campo especial de investigação dentro da sociologia, que enfatizavam um foco multidisciplinar de pesquisa e ensino, que emergiu na década de 50. Hannan & Freeman,1989

4


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

• •

Origens: O epicentro deste movimento, que começou a se preocupar com características genéricas das organizações, foi iniciado no Universidade de Columbia por Robert Merton e seus colaboradores e no Instituto de Tecnologia de Carnegie, por Herbert Simon, James March e seus colaboradores. Scott,1981

5


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações 3 questões foram foco de atenção iniciais: a) o debate em torno dos níveis de análise, b) a discussão sobre os elementos ou variáveis centrais constitutivas das organizações, e c) a discussão sobre o próprio conceito de organização (tipo de sistema: racional, aberto, etc).

Scott (1981)

6


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

Propostas dos teóricos das Organizações

• A teoria organizacional inicialmente pretendia ter um caráter integrador dos muitos aspectos teóricos que eram até então tratados de forma unilateral.

• Um

dos esforços inicias diz respeito a romper a polarização os então considerados aspectos racionais e irracionais dos estudos anteriores (economia das empresas e administração científica versus relações humanas). Scott,1981

7


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

Esforços Iniciais

Um dos esforços iniciais para este campo de estudos foi a tradução dos trabalhos de Weber e Michels sobre a burocracia. Estes esforços foram desenvolvidos pela sociologia americana que providenciava um status deste novo campo através do estudo de vários aspectos organizacionais (1952). Scott,1981

8


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

Esforços Iniciais

O grupo do pesquisador Robert Merton enfatizava o impacto da burocracia sobre as esferas públicas e privadas, sobre os participantes, clientes e a comunidade em geral (1952).

• A teoria da organização de Simon & March

pretende integrar os achados e os avanços do Taylorismo e da teoria clássica às contribuições da escola das relações humanas e da teoria da burocracia. Mouzelis (1973)

9


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

Esforços Iniciais

• Ambos os grupos enfatizavam a conexão entre diversas ciências (psicologia, sociologia, ciência política, economia, etc).

• Também

contribuíram para este esforço os trabalhos de Selznick (1949), de Gouldner (1954) e de Peter Blau (1955). Scott,1981

10


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

Esforços Iniciais

• •

Depois de toda uma década de pesquisa empírica e desenvolvimento teórico, três livros são exemplo da síntese destes esforços: March & Simon (1958), Lickert (1961) e Blau & Scott (1962). Estes trabalhos defendiam a necessidade de integração para este campo e coincidiram com o surgimento da Administrative Science Quarterly para este campo. Scott,1981

11


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

Desdobramentos

• •

Durante a década de 60/70 os estudos organizacionais experimentaram uma expansão considerável. A visão dominante deste período foi que a complexidade, mudanças tecnológicas e complexidade de relacionamentos com outras organizações produzem incertezas e que exigem ações que causam ainda mais rigidez nas formas tradicionais, necessitando então construir novas formas estruturais mais flexíveis. Scott,1981

12


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

Desdobramentos As organizações não eram vista mais como passivas, mas a abordagem via o trabalho dos gerentes como largamente reativo às mudanças ambientais. Scott,1981

13


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

Desdobramentos Entre os problemas estudados ou enfocados, incluíam:

 

a preocupação de como as organizações enfrentavam as mudanças e as incertezas ambientais. Entre os autores deste período incluem-se Perrow (1961, 1967), Thompson (1967), e Hage e Aiken (1970), que seguem fortemente as duas escolas iniciais. as organizações mecânicas versus orgânicas (Burns & Stalker, 1961), a abordagem contingencial de Lawrence e Lorsch (1967).

Scott,1981

14


15/04/2018

(Burns & Stalker, 1961) Estrutura Mecânica

 Alta DIVISÃO DO TRABALHO  ARRANJOS INTERMEDIÁRIOS RÍGIDOS

 REDE de comando clara  ÁREAS estreitas de controle  DECISÕES Centralizadas  muitas regras de funcionamento

Estrutura Orgânica

 Equipes de multifuncionais  hierarquia estreita  Fluxo livre de informação ÁREAS amplas de controle  DECISÕES MAIS Descentralizadas  Baixa quantidade de regras de funcionamento impostas

15


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

Desdobramentos Entre os problemas estudados ou enfocados, incluíam:

• •

Trabalhos do grupo de Aston (1969) e Woodward (1965) sobre as variações do fluxo de trabalho na estrutura. Um dos exemplos mais significativos do período é o trabalho de Pfeffer & Salancik, que assumem que as maiores características estruturais refletem influência do ambiente.

16


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

Desdobramentos Entre os problemas estudados ou enfocados, incluíam:

Foi retomado a tradição de Barnard (1938) e Selznick (1957) e outros, que viam a estratégia de negócios como mais elemento para moldar as organizações a partir do topo. Como conseqüência, muitos analistas começaram a ver organizações como ferramentas usadas por administradores na tomada de ação estratégica para avanço dos seus interesses. Scott,1981

17


15/04/2018

Idéias da Teoria das Organizações

Desdobramentos Entre os problemas estudados ou enfocados, incluíam:

Outro corpo de literatura com perspectiva racionalista é a corrente do estruturalismo. Este programa de pesquisa procurava encontrar leis gerais da organização pela atenção sobre a relações entre tamanho e diferenciação estrutural. Scott,1981

18


15/04/2018

TEORIA ESTRUTURALISTA DA ADMINISTRAÇÃO

19


15/04/2018

Alguns pressupostos da teoria estruturalista ( segundo Etzioni):

• •

A nossa sociedade é uma sociedade de organizações. A sociedade moderna atribui um elevado valor ao racionalismo à eficiência e à competência; ao contrário das sociedades anteriores.

20


15/04/2018

Alguns pressupostos da teoria estruturalista ( segundo Etzioni):

• • •

A civilização moderna depende, em grande parte das organizações, como as formas mais racionais e eficientes que se conhecem de agrupamento social. As organizações não são uma invenção moderna, porém, a sociedade atual contém mais organizações. Tantas que torna-se necessário um conjunto de organizações secundárias afim de estruturá-las e supervisioná-las. A organização moderna é mais eficiente que a antiga, porém essa eficiência não se produziu sem um custo social e humano.

21


15/04/2018

Alguns pressupostos da teoria estruturalista ( segundo Etzioni):

A organização, em vez de ser uma obediente servidora da sociedade, passa, às vezes, a dominá-la. A sociedade moderna, longe de ser uma reunião comunitária, aproxima-se de um campo de batalha onde se chocam organizações gigantescas.

22


15/04/2018

Alguns pressupostos da teoria estruturalista ( segundo Etzioni):

• •

As indesejáveis conseqüências secundárias são incapazes de superar as grandes vantagens das organizações. Dentro de certos limites, a felicidade aumenta a eficiência nas organizações e, inversamente, sem organizações eficientes, seria inconcebível grande parte da nossa felicidade.

23


15/04/2018

Alguns pressupostos da teoria estruturalista ( segundo Etzioni):

O problema das organizações modernas é a maneira de reunir agrupamentos humanos que sejam tão racionais quanto possível e, ao mesmo tempo, produzir um mínimo de conseqüências secundárias indesejáveis e um máximo de satisfação.

24


15/04/2018

Agenda de assuntos de interesses da teoria estruturalista

25


15/04/2018

1.Origens 1.1.Enfrentar as diferenças de tipos de organizações 1.2. A organização como unidade social 1.3.Sociologia industrial 1.4.O estruturalismo como modelo

2. A sociedade organizacional 2.1. As Organizações 2.2. O homem organizacional Chiavenato,1998

26


15/04/2018

3. Análise Organizacional 3.1. Formal e informal 3.2. Metáforas 3.3. Níveis de análise 3.4. Fatores e formas organizacionais 3.5. Relações Interorganizacionais Chiavenato,1998

27


15/04/2018

4. Tipologia das organizações

As organizações variam em diferentes aspectos. Desta forma, antes de agir de modo único, devemos entender a que tipo ela pertence, ou seja quais são as características específicas. Chiavenato,1998

28


15/04/2018

5. Objetivos Organizacionais 5.1. Eficiência 5.2. Eficácia 5.3. Desempenho 5.4. Variação de seus objetivos

6. Ambiente Organizacional 6.1. Interdependência

Organizacional

6.2. Ambiente geral 6.3. Ambiente operacional 6.4. Conjunto Organizacional Chiavenato,1998

29


15/04/2018

7.Conflitos Organizacionais 7.1. Condição inerente das formas organizacionais; 7.2. Tipos de Conflitos: entre especialistas e administração; dilemas: entre coordenação e comunicação livre, entre centralização e iniciativa, burocracia e especialização, etc entre staff e linha Chiavenato,1998

30


15/04/2018

fim

31

Epa 1940 1960 univer  

ideias acadêmicas pos guerra

Epa 1940 1960 univer  

ideias acadêmicas pos guerra

Advertisement