Page 1

PUB

´

PUB

PUB

PUB

PUB

www.actualsintra.com

Director: Bruno Maia

Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2012

Universidade Sénior celebra Natal e sonha com ampliação

ANO VI | Nº 137 | Distribuição Gratuita AS

AS

Jantar Solidário

JOMA prossegue luta pela sobrevivência 250 amigos do clube estiveram presentes no evento, para ajudar este histórico emblema a superar as difiPágina 6 culdades financeiras. AS

Em Massamá, a Universidade Sénior promoveu, a 14 de Dezembro, uma animada festa de Natal. A instiPágina 3 tuição, uma valência da Junta de Freguesia, pretende umas instalações maiores, já em 2013.

São Marcos ganha novo relvado sintético Página 14 PUB


2

Abertura

Sexta-feira21deDezembro2012

(*) Francisco de Queiroz francisco.queiroz.actualsintra@gmail.com

Por Bruno Maia(*)

Um Natal com esperança O ano de 2012 aproxima-se a passos largos do final. Foi um ano particularmente difícil para uma grande parte dos portugueses e, como nunca, marcado pelo desemprego galopante, cortes salariais, perda de benefícios sociais e outras facetas negras desta crise persistente, com tantos sacrifícios pedidos em nome de um bem maior que teima em não chegar, numa receita esgotada, penosa e infrutífera. Apesar de, certamente, o apregoado fim do mundo não ter ocorrido hoje, está, aos poucos, a sê-lo, para tantos, à nossa volta. A poucos dias de celebrar o Natal, o sentimento de muitos de nós parece afastar-se cada vez mais dos tradicionais valores implícitos e habitualmente atribuídos a esta quadra, sendo substituído por uma enorme falta de esperança, face ao que 2013 nos reserva. Se tal for possível, que possamos encontrar algum sentido neste Natal, uma luz de esperança, conforto e paz que permita prosseguir um caminho difícil mas que, acreditamos, poderá ainda ser auspicioso e positivo, num futuro próximo. O Actual Sintra deseja a todos os leitores, anunciantes e colaboradores um Feliz Natal, e um próspero ano de 2013. (*) Director do Actual Sintra

Papai Noel existe Sempre fiz por onde perpetuar a idéia de que papai Noel existe, pelo menos para os meus filhos. Certa vez a minha filha Priscilla que na época tinha 07 anos (hoje ela tem 26 anos de idade) veio me questionar quem deixava os presentes na noite de Natal, uma vez que um dos seus amiguinhos da vizinhança havia dito para ela que papai Noel não existia e isso fez com que ela se aborrecesse com o garoto e até discutisse com ele. - Ora, Pris. Claro que é o papai Noel quem entrega - respondi.

- E porque ele deixa sempre castanhas junto com os presentes? - indagou a minha filha, me deixando por um instante intrigado. - Bem, deve ser costume dele... Talvez as castanhas dêem sorte para quem comê-las – respondi, meio sem certeza. Naquela noite de véspera de Natal jantamos e depois a minha esposa foi colocar as crianças para dormir, no entanto, Priscilla teimava em continuar acordada e eu sabia o porquê: ela queria testemunhar a vinda de papai Noel naquela

FICHA TÉCNICA DIRECTOR: Bruno Maia (bruno.maia.@actualsintra. com) SECRETARIADO: Fabíola Inácio DEPARTAMENTO COMERCIAL: Alberto Parente (alber to.parente.actualsintra@gmail.com), Clara Castro e Helena Martins (helena.martins@ actualsintra.com) COLABORADORES: Cátia Tavares, Cristóvam Augusto (caviolao@yahoo.com.br), Desidério Zeffir, Domingos Elias, Francisco de Queiroz (francisco.queiroz. actualsintra@gmail.com), Hugo Miguel (hugo. miguel.actualsintra@gmail.com), João Pereira (joao. pereira.actualsintra@gmail.com), Luís Geirinhas, Nuno Cruz (nuno.cruz.actualsintra@gmail.com) e Sandra Cruz DIRECÇÃO DE ARTES E PAGINAÇÃO: Fabiano Rodrigues EDIÇÃO ON-LINE E INFORMÁTICA: Magnólia Pontes PUBLICIDADE: comercial@actualsintra.com ADMINISTRADOR: António Maia (antonio.maia@actualsintra.com)

DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE: Sérgio Folgado IMPRESSÃO: GRAFEDISPORT - Impressão e Artes Gráficas, SA TIRAGEM MÉDIA MENSAL: 30.000 exemplares PROPRIEDADE: Centrais a Cores - Publicações Periódicas e Artes Gráficas, Lda. Registo: ICS- 125276 NIPC – 508290600 Inscrito na CRC Castelo Branco. Capital Social: 5.000€ Depósito Legal: 265617/07 REDACÇÃO E PUBLICIDADE: Avenida do Brasil, nº 27, Loja C 2735-668 São Marcos Telefone: 309 973 189 Fax: 309 973 190 E-mail: geral@actualsintra.com comercial@actualsintra.com

noite e aquilo me deixou um pouco preocupado, no entanto, o sono foi vencendo minha bela princesa e ela dormiu. Eram mais ou menos 2:30 da manhã quando silenciosamente fui deixar os presentes na árvore de Natal. Quando estava colocando as castanhas, escutei uma voz infantil e tive um tremendo susto: - Então é verdade, painho? O papai Noel não existe – disse a minha filhinha bastante decepcionada. O fato me deixou por um momento sem saber o que dizer ou o que fazer. Por fim, contei toda a verdade – que de fato papai Noel não existe, mas como é importante manter acesa essa chama de esperança, de amor e de fraternidade. Daí por diante, eu tive que contar toda a verdade para meu outro filho, chamado Patrick. A verdade é que ainda hoje Priscilla me faz relembrar o fato e que foi o único trauma da sua vida. Contudo, acho que diz isso apenas para chamar a atenção, pois no fundo dos seus olhos castanhos escuros, eu vejo que quando ela tiver filhos, com certeza dirá para eles que o papai existe e que sempre nas noites de Natal o bom velhinho vem deixar os presentes, não esquecendo jamais de ninguém. (*) Escritor Brasileiro

Cristóvam Augusto(*) caviolao@yahoo.com.br

Quem deseja aprender música, tocar um instrumento, precisa desenvolver várias habilidades específicas. Isso passa, fundamentalmente, por uma postura pessoal de querer verdadeiramente atingir objetivos com compromisso, responsabilidade e, acima de tudo, muita devoção pela arte. Diante do exposto, torna-se extremamente importante fomentar os fazeres musicais propriamente ditos, através de sistematizações efetivas no âmbito do ensino, mergulhando verdadeiramente na arte dos sons, enquanto objeto a ser apreendido. Trata-se de um movimento

Reflexões musicais

que dá substância à formação artística das pessoas, pelo adentrar nas especificidades musicais, utilizando-se uma abordagem contextualizada em relação aos elementos conceituais e técnico-musicais. Ação que culmina numa formação consistente, efetiva, enquanto força resultante da apreensão de conteúdos, pela própria possibilidade de se estabelecerem vivências ativas com a música. Continuamente, deve-se buscar o desenvolvimento de representações diversas nos níveis aurais, visuais e cinestésicos. De modo que o desenvolvimento de processos perceptivos torna-se funda-

mental, algo que não se alinha, absolutamente, com treinamentos ou abordagens meramente tecnicistas. Pois o que importa é apreender parâmetros e registros musicais à luz dos contextos históricos das músicas, movimento que possibilita a compreensão das expressões musicais em seu sentido mais amplo e profundo. A valorização dos referenciais sócio-estético-culturais dos alunos é algo importante, porém sem jamais perder de vista as contribuições e sentidos universais em arte. Tudo isso ocorre sob o estímulo, ou uma necessidade, de representação interior da música, seguindo-

-se os processos de exteriorização expressiva das subjetividades individuais. Movimento mimético que é natural ao homem, internalizando as sonoridades e devolvendo-as ao meio externo de forma transubstanciada, dando forma através do instrumento, que é sempre meio, e não um fim em si próprio. Sentido ontológico, tão negado, mas que ainda se faz presente, de uma forma ou de outra, mesmo que não se queira...

(*) Musicólogo Brasileiro http://lattes.cnpq.br/5139071381170084


Manchete

Sexta-feira21deDezembro2012

3

FESTA DE NATAL DA UNIVERSIDADE SÉNIOR DE MASSAMÁ

Uma universidade de espírito jovem A Universidade Sénior de Massamá juntou, no dia 14 de Dezembro, alunos e professores na festa de Natal deste projecto. Com 260 alunos e a ambição de ver as suas instalações ampliadas, a instituição deu a conhecer o trabalho desenvolvido e os excelentes resultados obtidos.

N

ascida há 5 anos, por iniciativa da Junta de Freguesia, a Universidade Sénior de Massamá (USM) tem vindo, de ano para ano, a aumentar o número de alunos inscritos, que podem usufruir de um total de 45 disciplinas, lecionadas por 34 professores que ali trabalham em regime de voluntariado. No fim de mais um período lectivo – a Universidade segue o calendário escolar oficial – docentes e alunos juntaram-se para a festa de Natal, que teve lugar no Centro Lúdico de Massamá, numa tarde repleta de actividades alusivas a esta quadra festiva, que incluíram apresentações de teatro, música, canto e a apresentação da Tuna da USM, entre outras, sempre protagonizadas pelos alunos. O excelente desempenho dos intervenientes deixou bem patente os objectivos do projecto, e foi caracterizado por uma grande dedicação e espírito jovial que contagiou a plateia, que esgotou a sala. José Pedro Matias, presidente da Junta, e Marco Almeida, vice-presidente da Câmara Municipal de Sintra, marcaram presença no evento.

“Há muitas pessoas em lista de espera” À margem da festa, a responsável do projecto, Marta Rodrigues, sublinhou que a Universidade tem, a exemplo desta Festa de Natal, “uma série de actividades, ao longo do ano”. “Temos actividades extra-curriculares variadíssimas, como festas, encontro de coros, passeios, conferências ou palestras, além das nossas 45 disciplinas ministradas por 34 professores voluntários”, explicou. Com 260 alunos inscritos (com idades entre os 50 e os 86 anos), o projecto não parou de crescer desde que, em 2007, teve início. Por isso, Marta Rodrigues diz que “as actuais instalações se tornaram pequenas, já não damos conta do recado, e há muitas pessoas em lista de espera”, pelo que a ampliação, já em estudo, se tornou uma necessidade incontornável. “Já temos o projecto de ampliação, temos tudo, falta começar a trabalhar para conseguir a verba necessária”, referiu. Para que tal aconteça, e porque este “é um projecto de todos e para todos, as pessoas têm que ser envolvidas neste processo”.

AS

A ocasião permitiu aos alunos pôr em prática os conhecimentos adquiridos

“O principal objectivo é a reabilitação social” Para frequentar a USM, os alunos efectuam um pagamento simbólico de 5 Euros mensais por disciplina ou, caso entendam, podem pagar 100 Euros anuais, em parcelas mensais, para poderem

usufruir livremente de qualquer das aulas disponíveis. Marta Rodrigues considera que “a troca e partilha de saberes têm muita importância, mas o grande objectivo é mesmo a reabilitação social – o convívio, o combate ao isolamento e às depressões”. A responsável explica que a maior parte dos alunos “é muito jovem, entre os 50 e os 65 anos. Há pessoas vítimas de desemprego

em idade tardia, num momento em que se torna difícil arranjar uma nova ocupação profissional, e as pessoas começam a desenvolver patologias como depressões. Há também pessoas que perderam filhos ou cônjuges. A Universidade vem colmatar essas questões. “Fazemos com que as pessoas interajam e intervenham na comunidade, o que é raro, hoje em dia”, enfatizou. O presidente da Junta de Freguesia de Massamá, José Pedro Matias, destaca que este é um projecto a funcionar de forma “perfeitamente sustentável e autónoma, que depende das pessoas, os professores são voluntários, é uma partilha de quem está disponível para dar a quem quer receber”. Os resultados alcançados são evidentes. “Isto vai muito para além da terapia ocupacional”, diz o autarca, que considera que “a Universidade Sénior deu um novo sentido para a vida a muitos dos seus alunos”. Sobre a necessidade de aumentar as instalações, falta apenas “a resolução de algumas questões administrativas pendentes, por parte da Câmara Municipal”, e salienta que se sente “ansioso por receber o direito de superfície do terreno para ampliar as instalações”, o que crê ser possível iniciar “nos primeiros 3 meses do ano” de 2013.

De 5 a 14 de Dezembro

Centro Lúdico recebeu exposição de presépios O

Centro Lúdico de Massamá teve patente, até ao dia 14 de Dezembro, uma mostra de presépios, numa iniciativa da Junta de Freguesia, com o apoio da Câmara de Sintra. No total, estiveram expostas 11 obras, efectuadas por 7 artesãos individuais e 4 estabelecimentos de ensino da freguesia. José Pedro Matias, presidente da Junta, explicou que a exposição se concretizou “por sugestão da artesã Teresa Santos, que queria ver expostos os presépios que tinha” e que depois, em “tempo recorde, a ideia foi posta em prática, após o contacto com outros artistas e com os coordenadores das escolas participantes”. O autarca classificou esta iniciativa como “muito positiva e interessante”, pelo que destacou a vontade de que “seja realizada uma segunda mostra, ainda melhor, com mais artesões e mais projecção, no próximo ano”.

AS


DR

4

Publicidade

Sexta-feira21deDezembro2012


Sexta-feira21deDezembro2012

Publicidade

5


6

Local

Sexta-feira21deDezembro2012

JANTAR DE ANGARIAÇÃO DE FUNDOS

Juntos para salvar o JOMA O vice-presidente da Câmara Municipal de Sintra, Marco Almeida, que foi chamado como “o pai da iniciativa”, e a Junta de Freguesia de Monte Abraão juntaram no salão paroquial da Igreja de Nossa Senhora da Fé cerca de duas centenas e meia de pessoas que responderam ao apelo para angariar fundos para uma colectividade que ainda pertence ao grupo dos grandes do atletismo português mas que se debate, há já alguns anos, com graves problemas financeiros.

J

oão Pedro Cardoso era o anfitrião. O jantar de angariação de fundos, realizado a 8 de Dezembro, juntava amigos, instituições e entidades conhecedoras da história de um clube com 40 anos, com um longo currículo nacional e internacional. Desde que, corria o ano de 2004, o clube contraiu um empréstimo bancário de 100 mil Euros para fazer face ao prestígio alcançado e conseguir manter uma estrutura desportiva que estava prestes a chegar ao seu ponto mais alto, as coisas começaram cada vez mais a tornar-se complicadas para um emblema que foi criado com o objectivo dos fundadores poderem praticar desporto por sua própria iniciativa. Nos primeiros anos, com o período de carência concedido pela banca, em que só foram pagos juros, as coisas ainda caminharam, mas desde há ano e meio, desde que começou a ser pago o capital, a prestação subiu exponencialmente para quase 1400€ mensais e as dificuldades agravaram-se, apesar do capital em dívida já ter sido reduzido para 70 mil Euros. Isto também porque, a juntar a este problema, veio a crise que afecta tudo e todos e que provocou uma redução do apoio da autarquia sintrense de 100

AS

João Pedro Matias não desiste do “seu” JOMA mil Euros anuais para os actuais 20 mil. Se juntarmos a esta verba os 10 mil Euros, também anuais, de apoio da Junta de Freguesia de Monte Abraão, temos então o orçamento anual de um clube que, actualmente consome mais de metade com o pagamento do tal crédito, e pouco sobra para continuar a investir na formação, e muito menos para conseguir manter aqueles atletas que formou,

São Marcos

Freguesia celebra Natal A

JFSM

Junta de Freguesia de São Marcos antecipou o Natal para 83 agregados familiares com carências alimentares, entregando faseadamente, durante os dias 10 e 18 de Dezembro, cestos alimentares compostos essencialmente por bens de primeira necessidade. Todas as crianças até aos 13 anos de idade tiveram ainda um presente. Todas as situações encontram-se em acompanhamento pelos serviços de acção social da Junta de Freguesia, permitindo que “mais de 293 cidadãos, entre os quais 125 crianças, possam ter uma mesa mais composta nesta quadra natalícia”, referiu a Junta presidida por Nuno Anselmo que, nesta iniciativa, contou com o apoio de várias superfícies comerciais locais, bem como de muitos voluntários que ajudaram a concretizar esta entrega. Antes, no dia 9 de Dezembro, a Junta de Freguesia proporcionou a cerca de 200 participantes, entre crianças e seniores, com idades entre os 6 e os 90 anos, um final de tarde bem animada nesta quadra natalícia, assistindo ao espetáculo do Circo Chen. O presidente da Junta de freguesia, Nuno Anselmo e o vogal Carlos Silva estiveram presentes.

que chegaram ao topo, mas que tiveram que procurar outras paragens para conseguirem prosseguir as suas carreiras. Só nas últimas olimpíadas de Londres o JOMA esteve representado por 6 atletas que formou, mas que hoje representam o Sporting Clube de Portugal e o Sport Lisboa e Benfica. Mas não é só a questão financeira que está em causa. João Pedro Cardoso refere mesmo que “a minha grande mágoa é ter criado um clube que não tinha infraestruturas próprias e que, 40 anos depois, continua sem as ter”. Para chegar ao topo muito contribui a pista de atletismo que a autarquia construiu no campo de futebol do Real Sport Clube e que, durante a vigência de um protocolo de utilização assinado, permitiu ao JOMA formar e manter campeões. Há alguns anos, desde que expirou o protocolo, o JOMA viu-se privado da utilização da infraestrutura, “porque não podemos pagar a verba que nos é pedida pelo Real”, refere o presidente. O mais estranho no meio deste imbróglio, é que a pista do Real está lá, mas sem a utilização para a qual foi construída, a prática do atletismo. A CMS poderia ter uma palavra a dizer, ou pelo menos tentar mediar um entendimento entre as duas instituições desportivas do concelho. Mas essa situação até ao presente não foi conseguida, e João Pedro Cardoso diz-se “intrigado quando houve tantos apoios, nomeadamente para o futebol, e o JOMA foi autenticamente abandonado”. Por outro lado, e já depois de Marco Almeida ter avançado para a corrida

autárquica, o líder da Juventude Operária de Monte Abraão diz “ter muita confiança no Dr. Marco Almeida e espero que, se vier a ser eleito, ajude a resolver esta questão”. A presidente da Junta de Freguesia de Monte Abraão alinha pelo mesmo discurso e afirma que “os investimentos feitos são todos virados para o futebol, mas esquecem-se que o JOMA é um dos clubes com mais prestígio no concelho e que tem sido constantemente discriminado”. Fátima Campos vai mais longe e diz que “tem sido a Junta e o próprio presidente do clube a manter o JOMA, e estranho muito que, tendo sido a CMS a construir a pista no complexo do Real, o JOMA não possa utilizá-la, enquanto que a Câmara fica impávida e serena”. Aproveitando o facto de poder vir a ser candidata à nova União das Freguesias de Massamá e Monte Abraão, a autarca socialista afirma que “ tem sido uma grande guerra mas, se eu for a futura presidente, tudo farei para resolver esta questão”. Na noite do evento reuniram-se cerca de 3 mil Euros, fruto da colaboração de 15 juntas de freguesia do Concelho, de empresas, e de anónimos que vivem o JOMA e conhecem o seu já longo historial de títulos. No momento o JOMA conta com 150 atletas, mas devido às contingências vê-se obrigado a utilizar a pista municipal do Monte da Galega, no município vizinho da Amadora. Não deixa de ser estranho que um clube do concelho de Sintra consiga ter melhores condições num complexo de outro município, quando tem uma pista com todas as condições logo ali ao lado. No jantar de sábado, onde participaram as classes de hip hop, fusion e ballet do clube, bem como o grupo de sevilhanas “Ai a dança” e o grupo “Os Alegres”, a Juventude Operária de Monte Abraão aproveitou para homenagear, a título póstumo, dois sócios recentemente falecidos, e ainda entregar placas de reconhecimento a Marco Almeida, Fátima Campos, e ao próprio presidente João Pedro Cardoso. Como forma de mostrar parte do grupo de talentos já “produzidos” no clube, mas que infelizmente foram obrigados a rumar a clubes de outra dimensão e com outras condições como o SCP ou o SLB, marcaram também presença os antigos atletas do clube Andreia Felisberto, Patrícia Mamona, Vera Barbosa, João Almeida, Jorge Paula, Rasul Dabó e Yazalde Nascimento.


Local

Sexta-feira21deDezembro2012

VENCEDOR DO I CONCURSO LITERÁRIO

Rápidas Escola Ferreira de Castro distinguida com selo Intercultural

“O Príncipe Sem Nome” apresentado em Agualva DR

O Agrupamento de Escolas Ferreira de Castro foi distinguido pelo Alto Comissariado para a Imigração e o Diálogo Intercultural (ACIDI) e pela Direção-Geral da Educação (DGE), com o Selo Escola Intercultural, a 10 de Dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos. Numa cerimónia realizada no Cinema S. Jorge, em Lisboa, o director do Agrupamento, António Castel-Branco, e o aluno Samuel Cosme, acompanhados pelas professoras dinamizadoras do projecto intercultural, Emília Baptista, como coordenadora, Teresa Relvas, Maria de Jesus André, Anabela Carvalho e Ana Olívia Vaz e por 23 alunos integrantes do projecto e representando as diversas culturas, receberam das mãos da Alta Comissária para a Imigração e o Diálogo Intercultural, o selo digital e o diploma atribuídos, que distinguem as escolas que se destacam na promoção de acções com vista ao reconhecimento e valorização da diversidade como uma oportunidade e fonte de aprendizagem para todos.

“A minha Sintra, o meu concelho” entrega prémios

O Museu de História Natural de Sintra foi palco, no dia 12 de Dezembro, da entrega dos prémios do concurso de desenho, pintura e escrita que realizou no fim do ano lectivo, dirigido às crianças do concelho de Sintra. Este concurso teve como objectivo a comemoração do 1º Aniversário do sítio municipal “A minha Sintra, o meu Concelho”. Existiu uma grande diversidade na forma, conteúdo e técnica dos concorrentes, em quase duas centenas de trabalhos, que correspondem a um número ainda maior de autores, uma vez que muitos são de grupo. Os trabalhos premiados estão publicados num novo projecto do sítio, o “Museu das Cores” e até ao fim do ano estão em exposição no Museu de História Natural.

GNR celebra 100 anos em Sintra

7

Para comemorar os 100 anos da GNR no Concelho de Sintra, a autarquia e o destacamento da GNR Sintra organizaram uma sessão solene no Palácio Valenças, no dia 16 de Dezembro. No programa, esteve uma cerimónia militar, no exterior do Palácio, a que se seguiram intervenções do Comandante do Destacamento da GNR Sintra, Capitão Paulo Gomes e do Presidente da Câmara Municipal de Sintra, Fernando Seara.

A

O livro infantil “O Príncipe Sem Nome” foi apresentado a 11 de Dezembro, na Escola Básica Quinta da Fidalga, em Agualva. Na iniciativa, em que os alunos participaram, estiveram presentes o presidente da Junta de Freguesia, Rui Castelhano, o presidente da Câmara Municipal, Fernando Seara, e o Secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier.

apresentação de “O Príncipe Sem Nome” da autoria de José António Tavares e ilustrado por Ivo Jaime é o produto final do projecto “I Concurso Literário de Agualva” na vertente conto infantil, uma iniciativa promovida pela Junta de Freguesia de Agualva, no âmbito da Agenda 21 Local. O conto traduz-se numa viagem mágica ao território de Agualva-Cacém, numa época longínqua, mas num contexto actual. Procura abordar a questão da sustentabilidade através da transmissão da mensagem da necessidade de preservação dos recursos naturais, valorizando as tradições e o desenvolvimento local. Esta obra afigura-se também como um instrumento pedagógico ao serviço dos educadores, promovendo o conhecimento histórico do território que habitamos, realçando as suas principais caraterísticas e especificidades. Na apresentação, foram ainda atribuídos os prémios aos vencedores do concurso, tendo decorrido uma pequena dramatização da obra, protagonizada por Paulo Nunes, do Grupo de Teatro “os Incógnitos”, momento muito apreciado pela jovem plateia. Cada

AS

O livro foi distribuído pelas crianças presentes aluno recebeu, em seguida, o seu exemplar do livro, acção que se repetirá para as cerca de 3 mil crianças dos jardins-de-infância e do ensino básico, público e privado, da freguesia. Rui Castelhano, presidente da Junta de Freguesia de Agualva, destacou que, nesta acção, se verificou “um primeiro momento de participação cívica, dado que a Junta

não encomendou a história; foi lançado um concurso em que os temas tinham que focar a história local e a sustentabilidade, e cada participante construiu a história à sua maneira”. Depois, “um segundo momento; o de criar hábitos de leitura nas crianças, com a vantagem de passar a mensagem da sustentabilidade e da importância da história e da comunidade local”.

NO DIA 9 DE DEZEMBRO

“São Marcos com Coração” caminha em Odrinhas N

o passado domingo dia 9 de Dezembro teve lugar mais uma caminhada do projecto “São Marcos com Coração 2012”, inserida no Centro Municipal de Marcha e Corrida desta freguesia. Desta vez, o evento decorreu na localidade de Odrinhas. O Centro Carlos Paredes - Lúdico Cultural e Desportivo de São Marcos foi o ponto de encontro para mais de 50 caminhantes da freguesia que se deslocaram até ao Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas, para dar início a caminhada. O percurso desenrolou-se ao longo da zona saloia entre montes e vales, onde surgiram algumas dificuldades facilmente superadas pelos participantes, que realizaram um itinerário de 8 km de dificuldade média. No caminho, houve ainda a oportunidade de visitar a aldeia abandonada de Broas, situada no limite do concelho de Sintra e Mafra. As origens da aldeia de Broas remontam à Idade Média. Esta singular povoação abandonada terá começado a crescer a partir dum típico casal saloio até reunir sete famí-

JFSM

Mais de meia centena de pessoas participou nesta iniciativa em Odrinhas lias. Porém, ao contrário de outras aldeias da região, o seu crescimento estagnou e devido à falta de acessos, que nunca foram construídos, começou a sua lenta agonia, tendo a sua última habitante, deixado esta aldeia há cerca de 30 anos. Após a sua saída, começou a existência desta “Aldeia Fantasma”, onde se

encontram ainda bem conservadas algumas memórias. A Junta de São Marcos salientou “o ambiente de convívio e boa disposição”, numa acção que pretende contribuir para a adopção de “hábitos de vida saudável” e para o “bem-estar físico e psicológico da população”.


8

Publicidade

EDITORIAL

O impulso para melhorarmos Em época especial num contexto difícil é crucial que nos concentremos no que celebramos no Natal e no que podemos fazer para ter um ano melhor. O amor, a alegria pela proximidade dos que mais gostamos e a solidariedade com amigos e desconhecidos são valores transversais às religiões e que tem o seu auge nesta quadra. Pois bem, não deixar que os constrangimentos económicos (e sociais) perturbem este espírito é uma atitude inteligente e de amor próprio e familiar. Mais do que isso, é devolver o Natal ao seu sentido original e conteúdo essencial. As prendas, a ceia mais ou menos farta, o que tem rodeado os nossos últimos meses devem, assim, ser relativizados. Sem este esforço de recentramento, sentiremos ainda mais o momento delicado que vivemos em vez de saborearmos o que de bom é termos alguém a quem somos ligados por laços de fraternidade. Para 2013 precisamos de coragem, motivação e confiança. Não vos falo em optimismo, que é uma característica mais passiva, mas destes três atributos que condicionarão positivamente o nosso futuro. A coragem de não desistir perante as dificuldades; a motivação para inverter a situação e procurar as melhores soluções e, finalmente, a confiança em nós próprios, na nossa capacidade de agir, de construir, de criar. Somente com uma atitude lúcida mas não resignada, conseguiremos, pelas nossas mãos, que 2013 seja melhor que 2012 e não a hecatombe que muitos temem. A todos os moradores e residentes de Monte Abraão, às respectivas famílias, a cada um dos que leia estas palavras, os desejos de um Natal feliz com aquilo que o deve constituir – e de um 2013 melhor, com energia e garra. Para esta quadra e para 2013, não percamos o amor que nos deve ligar a todos. Ele é o elo que a tudo dá sentido.

Maria de Fátima Campos, Presidente JF Monte Abraão

Bullying e Violência na Escola O Núcleo Associativo de Pais do Agrupamento de Escolas Ruy Belo (NAPARB), em Monte Abraão, promoveu no passado dia 4 de Dezembro, uma acção de sensibilização subordinada ao tema “Bullying e Violência na Escola”. A iniciativa teve lugar no espaço físico da EB2,3 Ruy Belo, contou com a presença do Dr. Marco Almeida, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Sintra, representantes da Junta de Freguesia de Monte Abraão, representantes da Unidade de Cuidados Continuados Abraçar Queluz (ACES X Cacém/ Queluz), e representantes da Direcção do Agrupamento de Escolas. Fizeram parte da mesa de oradores a Dra. Helena Vitória, Presidente da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Sintra Oriental, o Chefe Fortunato Condeça, da Polícia de Segurança Pública de Queluz, a Dra. Isabel Cunha, Psicóloga no Instituto Superior de Psicologia Aplicada, e o Dr. Rui Godinho, Psicólogo e Director da Casa da Alameda - Centro de Acolhimento de Crianças e Jovens em Risco/ Perigo. A acção foi um verdadeiro sucesso e a prova viva foi a crescente adesão e participação dos prestadores de cuidados que estiveram presentes. Os nossos parabéns à NAPARB pela proactividade e dinamismo.

Sexta-feira21deDezembro2012

Distribuição de Cabazes de Natal na Freguesia de Monte Abraão À semelhança de anos anteriores, a Junta de Freguesia de Monte Abraão assinalou a quadra natalícia com a entrega de 100 cabazes de Natal, compostos por géneros alimentares alusivos à época, destinados às famílias mais carenciadas da Freguesia. A entrega teve lugar ontem, dia 20 de Dezembro, nas instalações da Junta de Freguesia de Monte Abraão. Associado a esta iniciativa, esteve o Continente Bom Dia de Monte Abraão, representado pela gerente de loja Patrícia Nogueira, que ofereceu metade da totalidade dos cabazes entregues. Ao longo de todo o dia, foram também distribuídos brinquedos pelas crianças da Freguesia, nomeadamente pelas que integram o projecto Raízes (Programa Escolhas 4.ª Geração). O nosso agradecimento ao Núcleo Associativo de Pais do Agrupamento de Escolas Ruy Belo, aos jovens que integram o projecto YoungVolunteers, do Agrupamento de Escolas Miguel Torga, e ao Grupo de Motards Foge Com Elas, de Monte Abraão, que prestaram um apoio incondicional na distribuição de brinquedos, para além de terem contribuído na campanha de angariação. O nosso sincero agradecimento também dirigido aos Bombeiros Voluntários de Queluz, ao Regimento de Artilharia Anti-Aérea N.º1 de Queluz, à EB1/J.I.2 de Monte Abraão, à Bellydance Company, e a todas as pessoas que a título particular deram o seu contributo através da doação de brinquedos e bens de vestuário.

O Executivo e funcionários da Junta de Freguesia de Monte Abraão desejam um Santo e Feliz Natal e próspero 2013. Fátima Campos Presidente


Sexta-feira21deDezembro2012

Missão Natal Solidário – Academia de Letras e Artes A Missão Natal Solidário continua, e desta vez foi a Academia de Letras e Artes, no Monte Estoril, Cascais, que beneficiou da oferta de manuais escolares. Esta doação apenas foi possível concretizar graças ao apoio de toda a comunidade local de Monte Abraão que, generosamente, no âmbito da campanha por nós impulsionada no início no ano lectivo 2012/ 2013, ofereceu a esta autarquia manuais escolares de diferentes anos, o que nos permitiu apoiar muitas famílias com necessidades. Finda a campanha, porque não oferecer os livros que não foram doados a quem precisa deles? Assim foi, a Junta de Freguesia de Monte Abraão mostrou-se uma vez mais disponível para responder aos pedidos de ajuda que nos chegam.

Missão Natal Solidário – Comunidade Vida e Paz A Comunidade Vida e Paz apelou... e a Junta de Freguesia de Monte Abraão colaborou! Assim começou o dia, com mais uma entrega de bens de vestuário na Comunidade Vida e Paz, em Lisboa, que desenvolve um extraordinário trabalho junto dos sem-abrigo e de famílias carenciadas. Mais uma missão cumprida de ajuda e solidariedade junto da comunidade mais desfavorecida que também contou com o apoio do Grupo de Motard’s Foge Com Elas, de Monte Abraão.

Missão Natal Solidário - Casa de Sant’Ana A Missão Natal Solidário continua, e desta vez foi a Casa de Sant’Ana, em Algueirão/ Mem-Martins que foi surpreendida com uma visita da equipa técnica da Área Psicossocial da Junta de Freguesia de Monte Abraão. Foram doados bens de vestuário, brinquedos, livros e cd’s de música infantil, para tornar mais alegre o Natal das crianças, e de toda a equipa de colaboradores que habitam a Casa. O nosso muito obrigada pela forma simpática como fomos acolhidas. Votos de um Santo e Feliz Natal para toda a equipa, em especial para as Irmãs Rosalina e Anunciação.

Junta de Freguesia de Monte Abraão Av. da Liberdade, nºs 29 e 31, Monte Abraão 2745-300 Queluz Tel: 21 437 36 35 Fax: 21 437 36 60 E-mail: geral@jf-monteabraao.pt

Publicidade

9

Campanha de recolha de brinquedos promovida pela YoungVolunteers A campanha de recolha de brinquedos, promovida por um grupo de jovens estudantes, no âmbito do programa YoungVolunteers, que tem por objectivo primordial a difusão do espírito de solidariedade e a dinamização de iniciativas diversas que contribuam para o bem-estar social e melhor qualidade de vida da comunidade local. Associados a esta iniciativa estiveram o Agrupamento de Escolas Miguel Torga, a Associação de Estudantes e o Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família. A campanha de recolha de brinquedos, posteriormente doados à Junta de Freguesia de Monte Abraão, terminou no último dia 12. Graças a esta iniciativa foi possível tornar o Natal de muitas crianças mais feliz. O nosso muito obrigada a todos os que têm colaborado connosco na recolha de brinquedos.

Campanha “Dar a Dobrar” promovida pela EB1/ J.I. 2 Monte Abraão As professoras Marisa Sapina e Marlene Gomes, em representação da EB1/ J.I. 2 de Monte Abraão, do Agrupamento de Escolas Ruy Belo, surpreenderam na última semana a Junta de Freguesia de Monte Abraão, com o generoso donativo de géneros alimentares não perecíveis e brinquedos. Os bens foram angariados através da campanha “Dar a Dobrar” dinamizada pela Escola. É com grande satisfação que vemos dia após dia a fantástica adesão da comunidade e instituições locais, que das mais diversas formas, têm reunido sinergias para tornar este Natal mais feliz.

Doação de Brinquedos da Bellydance Company A Junta de Freguesia de Monte Abraão recebeu, também, esta semana, a visita de duas moradoras que tiveram conhecimento da campanha de recolha de brinquedos por nós promovida. Simone Marques veio em representação da Bellydance Company, Escola de Dança da Amadora, que promoveu no passado dia 9 o Projecto “Magia de Natal”, no auditório do Centro de Apoio Social de Oeiras. O Projecto “Magia de Natal” consistiu num espectáculo de dança, com entrada gratuita, para angariação de brinquedos, livros, jogos, roupa, etc., que posteriormente foram doados a instituições que asseguram apoio social, como é o caso desta autarquia local, que teve a felicidade de começar o dia com tão agradável surpresa. Muito obrigada pela vossa simpatia e colaboração!


10

Local

Sexta-feira21deDezembro2012

Associação de Pais celebra 26º aniversário

Rápidas

Álvaro Silva alerta para urgência de obras na Ferreira Dias

A

Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Secundária com 3º Ciclo de Ferreira Dias comemorou, no passado dia 3 de Dezembro, o seu 26º aniversário. A cerimónia contou com a presença de cerca de 300 pessoas, entre as quais o presidente da Câmara de Sintra, Fernando Seara, o director regional de educação de Lisboa e Vale do Tejo, José Alberto, o vereador da educação, Marco Almeida, os presidentes das Juntas de Freguesia de Agualva e Monte Abraão, Rui Castelhano e Fátima Campos, representantes da PSP, da Guarda Nacional Republicana e da Junta de Freguesia do Cacém, a directora da Escola e muitos pais e encarregados de educação, entre outras individualidades. O Presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação, Álvaro Silva, começou por lembrar aos presentes “a urgência na reparação das instalações da escola em virtude da mesma não ter sido incluída nas obras do Parque Escolar”. Álvaro Silva agradeceu ainda às entidades presentes “o apoio que tem sido dado na resolução de problemas

Câmara de Sintra distribui cabazes de Natal

DR

A Câmara Municipal de Sintra vai distribuir hoje, dia 21, 400 cabazes de Natal às pessoas que, durante este ano, se candidataram ao Programa de Apoio Alimentar e Programa de Apoio Social a Grupos Desfavorecidos da População. A entrega dos cabazes de Natal, que se realiza pela primeira vez no concelho de Sintra, irá decorrer durante o período da manhã nas instalações da Av. Dr. Álvaro de Vasconcelos, 45, Portela de Sintra, e durante a tarde na Biblioteca Municipal, Rua Bica da Costa, nº 3-9 Pendão, freguesia de Queluz.

Almoço de Natal reúne séniores em Monte Abrão A celebração do 26º aniversário juntou cerca de 300 convidados mais urgentes e graves, como ainda, em termos de segurança, o excelente serviço prestado pela PSP em geral e pela Escola Segura, em particular na pessoa do sub-comissário Tiago Fernandes, Comandante da Esquadra de Agualva Cacém”.

Entre outras coisas, foi também reforçado o pedido de colocação urgente de placas acústicas para absorção do ruído quando da passagem dos comboios, e ainda o alerta para mais e melhor iluminação nas zonas envolventes à escola.

O Centro de Convívio da 3ª Idade, da Igreja de Nossa Senhora da Fé, em Monte Abraão, realizou um almoço de Natal para os seus utentes, que contou com as presenças do vice-presidente da Câmara Municipal de Sintra, Marco Almeida, da vereadora Paula Simões, da presidente da Junta de Freguesia de Monte Abraão, Fátima Campos, e do Padre Abel Ferreira. Para animar o evento, a Junta de Freguesia convidou o Grupo Musical “Os Conchas”. PUB

Informa-se ainda que: a) O período de participação pública inicia-se em 28 de Dezembro de 2012, concomitantemente com a implementação da plataforma referida no nº 3, tendo a duração de 30 dias úteis;

AVISO Fernando Jorge Loureiro de Roboredo Seara, Presidente da Câmara Municipal de Sintra, torna público que, ao abrigo da sua competência constante da alínea v) do nº 1 do artigo 68º e para os efeitos do estatuído no nº 1 do artº 91º da Lei 199/99, de 18 de setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de janeiro, a Câmara Municipal de Sintra, deliberou, por maioria, na sua Reunião Ordinária Pública de 25 de Julho de 2012, no sentido de: 1. Dar início ao processo de revisão do Plano Director Municipal de Sintra (PDM), aprovado pela Resolução de Conselhos de Ministros nº 116/99 de 16 de Setembro, nos termos previstos do nº 1 do artigo 74º e alínea a) do nº 1 e nº 3 do artigo 98º do Regime Jurídico dos Instrumentos de Gestão Territorial, estabelecido pelo Decreto-Lei nº 380/99 de 22 de Setembro, na redacção que lhe foi dada pelo Decreto-Lei nº 46/2009 de 20 de Fevereiro; 2. Em cumprimento e para os efeitos previstos no n. 2, do artigo 77º do Decreto-Lei nº 380/99, de 22 de setembro, alterado e republicado pelo Decreto-Lei nº 46/2009, de 20 de Fevereiro, abrir um período de participação pública pelo prazo de 30 dias úteis para formulação de sugestões, apresentação de informações sobre quisquer questões que possam ser consideradas no âmbito do procedimento de revisão; 3. Criar uma plataforma específica e dedicada, com ligação através do sítio da Câmara Municipal na Internet (www.cm-sintra.pt), onde estão disponibilizados todos os documentos produzidos, plataforma que servirá ainda à formulação de sugestões, recomendações, observações e pedidos de esclarecimento, para cumprimento do determinado pelo nº 1 do artigo 77º do Regime Jurídico dos Instrumentos de gestão Territorial, estabelecido pelo Decreto-Lei nº 380/99 de 22 de Setembro, na redacção que lhe foi dada pelo Decreto-Lei nº 46/2009 de 20 de Fevereiro;

b) O processo incluindo a totalidade da informação disponível encontra-se ainda em consulta na Divisão do Plano Director Municipal de Sintra, sita na Travessa do Município nº 4, em Sintra, no horário normal de expediente; c) Todos os interessados que entendam apresentar sugestões, informações ou que desejem colocar quaisquer questões que possam ser consideradas no âmbito do procedimento de revisão do PDM, devem dirigir os seus contributos ao Presidente da Câmara Municipal, identificar-se com nome, morada ou sede, nº de Bilhete de Identidade, Cartão de Cidadão, ou NIF na eventualidade de se estar perante uma pessoa colectiva; d) Caso a questão se reporte a um local determinado e concreto, deve ser preferencialmente junta planta de localização do mesmo, devidamente assinalada; e) A falta de identificação de quem efectua o contributo importa a sua não ponderação; f) Sem prejuízo da possibilidade da utilização da plataforma electrónica, os eventuais contributos podem ainda ser endereçados ou entregues no Gabinete de Apoio ao Munícipe e Controlo de Processos, Lg. Dr. Virgílio Horta, 2710 SINTRA, através do fax 219238551 ou através do e-mail municipe@cm-sintra.pt. Para constar se publica o presente Aviso, bem como Aviso em II Série de Diário da República e Editais de igual teor que vão ser afixados nos lugares de estilo. Paços do Concelho de Sintra, 29 de novembro de 2012


Local

Sexta-feira21deDezembro2012

Rápidas Monte Abraão festeja Natal com muita animação

A Junta de Monte Abraão realiza amanhã, dia 22, uma festa de Natal para toda a população e amigos desta freguesia. A recepção dos convidados tem início às 14h30, no salão paroquial da Igreja de Nossa Senhora da Fé, onde o evento vai decorrer. O início da festa está marcado para as 15h00 com a actuação do Grupo Coral Flores do Monte, seguindo-se o Grupo Coral Infanto-Juvenil Sementinhas, às 15h20, e o Grupo Coral da Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Monte Abraão, às 15h40. A grande surpresa da festa de Natal, destinada a pequenos e graúdos, conta com a participação do Teatro Reflexo, que irá apresentar um espectáculo inspirado num dos mais reputados musicais da Broadway da última época,“As Bruxas de Oz”.

CLAII muda de instalações

O Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes (CLAII) mudou de instalações, passando a funcionar, desde o dia 10 de Dezembro, num espaço situado na Portela de Sintra, na dependência do Departamento de Acção Social, Saúde e Habitação. O CLAII é um serviço com funções de acolhimento, informação e apoio a cidadãos imigrantes. O CLAII da Câmara Municipal de Sintra, passa a funcionar nas instalações sitas na Rua Dr. Álvaro de Vasconcelos, nº 8-1º, Portela de Sintra, com o horário de atendimento das 09h00 às 16h00.

Cândida Almeida distinguida com Medalha de Mérito Municipal

A autarquia atribuiu a Medalha de Mérito Municipal, Grau Ouro à Procuradora Geral Adjunta, Cândida Almeida. A cerimónia realizou-se no dia 14 de Dezembro, pelas 18h30, no Palácio da Justiça, em Sintra. De acordo com a Câmara de Sintra, “esta medalha é o justo reconhecimento pala carreira ao serviço da causa pública”. A Medalha de Mérito Municipal destina-se a galardoar pessoas singulares ou colectivas, nacionais ou estrangeiras que, por serviços prestados, sejam dignas de reconhecimento e apreço.

Nota de Redacção

Na página 6 da nossa edição do dia 7 de Dezembro, na notícia “Agualva mostra boas práticas de participação cívica e intervenção social”, no final do primeiro parágrafo, onde se lê “Fernando Seara e Marco Almeida, respectivamente presidente e vice-presidente da Câmara de Sintra também estiveram presentes”, deve ler-se “Fernando Seara, presidente da Câmara de Sintra, também esteve presente”. Pelo lapso, apresentamos as nossas desculpas.

11

CORES DE DEZEMBRO

Alenquer como aperitivo para o Natal Apenas a chuva foi a companhia indesejada. Quase três dezenas de pessoas participaram na última sexta-feira no roteiro de Natal organizado pela Junta de Freguesia de Monte Abraão e pela Mais Passeio. Um dia intenso, mas que valeu a pena.

A

saída foi pontual. Às 8h30 o autocarro partiu da Igreja de Nossa Senhora da Fé com destino a Alenquer, vila designada, nesta altura do ano, como Presépio de Portugal. A primeira paragem aconteceu em Castanheira do Ribatejo onde o Padre Jacob, antigo Pároco da Freguesia, se juntou aos convivas para um dia de passeio. Depois vieram as visitas à aldeia da Merceana e Aldeia Galega, locais recônditos do concelho de Alenquer, mas onde as Igrejas de Nossa Senhora da Piedade e Nossa Senhora dos Prazeres apresentam encantos muitas vezes esquecidos, que deveriam fazer parte de todos os roteiros naquela zona. O professor Luís Miguel, homem da terra, foi o cicerone que contou as histórias, a origem e nos situou no tempo em que Portugal vivia em monarquia. O concelho de Alenquer, que dista 45 km de Lisboa e outros tantos das Caldas da Rainha, era muito utilizado pela Corte, não só como passagem mas também para residência temporária. Há também os que defendam que Camões, pela forma como se refere a Alenquer em algumas das suas obras, é natural desta vila. A sede de concelho foi o último ponto

AS

O dia incluiu visitas a vários pontos turísticos de visita, isto já depois de um farto almoço de bacalhau à lagareiro, ou não fosse o bacalhau sempre associado à tradição do Natal. O edifício da Câmara de Alenquer é um dos pontos obrigatórios de visita, bem como o Museu de Arte Figurativa João Mário, onde os participantes puderam ver obras não só do próprio mas também

de Álvaro Cunhal, José Malhoa ou Helena Roque Gameiro, entre muitos outros, quer nacionais quer estrangeiros. Depois de uma passagem pela Feira de Artesanato e Gastronomia, e já com noite cerrada, foi possível ver o presépio montado nas encostas da Vila, afinal é nesta imagem que está a origem do epíteto “Presépio de Portugal”.

NO DIA 14 DE DEZEMBRO

Baptista Alves e trabalhadores dos SMAS homenageados A

Câmara Municipal de Sintra prestou homenagem, no passado dia 14 de Dezembro, aos trabalhadores dos SMAS Sintra e ao ex-vereador e presidente do Conselho de Administração daqueles serviços, José Baptista Alves, pelos serviços prestados ao concelho de Sintra. A cerimónia, que decorreu no auditório dos SMAS, onde foi entregue a Medalha de Mérito Municipal, Grau Ouro, na classe de Serviço Público, a Baptista Alves “em justo reconhecimento de toda uma carreira como eleito desta autarquia”, referiu a Câmara Municipal. Foram ainda entregues medalhas de prata a cinco funcionários (por 25 anos de serviço) e duas de ouro (40 anos). Estes trabalhadores receberam Diplomas de Bons Serviços Municipais da Câmara Municipal de Sintra. Na cerimónia, foram também entregues 28 placas comemorativas dos SMAS a 28 funcionários que se aposentaram em 2012. José Manuel Costa Baptista Alves ini-

DR

Baptista Alves viu reconhecida pelo município uma longa carreira ciou funções como vereador da Câmara de Sintra em 1994, tendo sido Vogal do Conselho de Administração dos SMAS de Sintra (1994/1998), da Sanest (1995/1997) e dos SMAS de Loures (1998/2001). Desde 2002 foi Presidente do Conselho

de Administração dos SMAS de Sintra e da Agência Municipal de Energia de Sintra, Presidente da Assembleia Geral da Associação Portuguesa de distribuição e Drenagem de Águas e vogal do conselho de Administração da fundação CULTURSINTRA.


12

Publicidade

Sexta-feira21deDezembro2012


Publicidade

Sexta-feira21deDezembro2012

O

Lar de São Vicente de Paulo foi inaugurado no passado dia 8 de dezembro, na Av. João Paulo II, 31, em Carnaxide. De acordo com a Câmara Municipal,“este é o primeiro de quatro novos equipamentos dirigidos aos idosos que permitirão reforçar as respostas de lar para idosos, centro de dia e

13

serviço de apoio domiciliário disponíveis no concelho. Trata-se de um investimento global na ordem dos 20 milhões de euros”. Este alargamento da rede de apoio à população idosa do concelho permitirá, a breve prazo, a criação de cerca de 215 vagas em lar de idosos, 105 vagas em centros de dia e 80 vagas em Serviço de Apoio Domiciliário (SAD). O concelho de Oeiras vê assim concretizada “mais uma relevante forma de apoio à terceira idade, consubstanciada no alargamento da rede de equipamentos sociais. Neste domínio, é de salientar que se encontra igualmente programada a criação de novos equipamentos de Lar nas freguesias de Barcarena, de Porto Salvo, de Linda-a-Velha e de Caxias, representando um acréscimo de cerca de 37% em termos de capacidade total de resposta. A Conferência Masculina Nossa Senhora das Graças é uma Instituição Particular de Solidariedade Social sedeada na freguesia de Algés, que tem como principal objetivo prestar apoio na área dos idosos através da resposta social Lar. Esta Instituição tem quatro equipamentos no concelho, um na freguesia


14

Desporto

Sexta-feira21deDezembro2012

POLIDESPORTIVO DO CENTRO CARLOS PAREDES

São Marcos inaugura relvado sintético A Junta de Freguesia de São Marcos inaugurou no último sábado, dia 15, o novo piso de relva sintética no Polidesportivo do Centro Carlos Paredes. Resultante de um investimento na ordem dos 20 mil Euros, o espaço passa agora a reunir melhores condições para a prática desportiva.

N

a cerimónia, que decorreu pela manhã, no Centro Carlos Paredes – Lúdico, Cultural e Desportivo de São Marcos, estiveram presentes o presidente da Junta, Nuno Anselmo, e o vereador da Câmara Municipal de Sintra, Luís Duque, perante uma sala repleta, onde algumas dezenas de crianças que frequentam as Escolas de Desporto da freguesia também marcaram presença. Nuno Anselmo dirigiu-se aos presentes para traçar um pequeno resumo do trabalho desenvolvido, nos últimos anos, pelo executivo que lidera, face ao momento em que se afigura o processo de reorganização territorial, com a agregação de freguesias. Um bom exemplo disso, elucidou, é “comparar o que era este espaço com o que é hoje”. Além disso, “é rara a semana em que não sejam feitas actividades para as crianças ou para os séniores”, salientou, pelo que considera de grande importância “o legado material e imaterial” construído. Sobre os custos envolvidos nesta obra, o autarca explicou que “a Junta tem no seu orçamento uma rúbrica destinada à gestão destas instalações, de onde saiu o investimento, para o efeito, de cerca de 20 mil Euros”. O objectivo passa por “melhorar significativamente as condições de utilização do campo, e “promover a comodidade e segurança

AS

Os jovens das Escolas de Desporto passam a usufruir do novo relvado nos seus treinos de quem pratica desporto neste recinto”. O vereador Luís Duque salientou o trabalho desenvolvido “por uma fre-

guesia com identidade própria”, evidenciando a importância de uma nova valência destinada, sobretudo, ao uso das crianças das Escolas de Desporto. “Não

é só para entreter as crianças, mas contribui para formá-las”, sublinhou.

João Pereira(*) joao.pereira.actualsintra@gmail.com

Espírito de Natal No dia em que escrevo este artigo, quase meia centena de candidatos a árbitros de futebol se tornaram efectivamente árbitros de futebol. Estive de manhã nas provas físicas; de tarde, numa das mesas em que os candidatos aprovados nas físicas e nas escritas, carimbariam, ou não, a sua passagem à condição de árbitros de futebol. No cumprimento das provas físicas (teste de resistência), constatei a solidariedade dos mais aptos relativamente aos que demonstraram maiores dificuldades. Mesmo na arbitragem, esse espírito de grupo é mais notório quando se

persegue um objectivo comum e único (como foi o caso de hoje): o de se cumprirem as provas que são exigidas. Quando, por outro lado, começa a estar em causa um mesmo objectivo, sim, mas feito à medida de cada um – falo das promoções – esse espírito de união desvanece-se, e como é normal, cada um cuida de si. Pode dizer-se, numa comparação grosseira, que também o espírito do Natal existe (existe?) porque há um objectivo comum que nos inculcaram, desde há uns anos; no entanto, sabemos igualmente que o dia seguinte amanhece traçado à medida de cada um… O resto já

nós sabemos… Mas acreditemos que esse espírito existe mesmo e deixemo-nos embalar por este excerto de um conto de Miguel Torga, O Natal, já em tempos aqui deixado: «Garrinchas era um pedinte. Em dia de muita invernia, tendo-se aventurado por outras terras para amansar a fome que o atormentava, já que em Lourosa santos da casa já não faziam milagres, e já de regresso à terra, acoitou-se, porque o tempo estava inclemente e já ia alto, acoitou-se numa pequena capela que encontrou pelo caminho. Enxuto e quente, dispôs-se a cear. Cortou um pedaço de broa e um naco

de toucinho, e sentou-se. Por descargo de consciência, dirigiu-se à Santa com o seu divino ao colo: - É servida? Ela sorriu-lhe, aprazida. E o menino também. E o Garrinchas, diante daquele sinal de acolhimento, não esteve com meias medidas: dirigiu-se ao altar, pegou na imagem e trouxe-a para junto de si. Consoamos aqui os três – disse com a pureza e a ironia dum patriarca. A Senhora faz de quem é; o pequeno a mesma coisa; e eu, embora indigno, faço de S. José.» (*)Árbitro Licenciado da AFL


Vida & Lazer

Sexta-feira21deDezembro2012

Destaques da semana DR

Agenda Cultural Navegante trazem cantigas de Natal e Janeiras E

TEATROSFERA ESTREIA “A PAIXÃO DO JOVEM WERTHER” O teatromosca prepara já a estreia do seu próximo espectáculo, «A Paixão do Jovem Werther», a partir do romance homónimo de Goethe, que terá lugar na Casa de Teatro de Sintra, no dia 24 de Janeiro de 2013. Este espectáculo encerra o Projecto Goethe, que o teatromosca dedicou, desde 2011, à vida e obra do escritor alemão. No dia 16 de Dezembro de 2012, decorreu um ensaio aberto no âmbito do processo de criação do espetáculo com direcção artística deMário Trigo. A estreia oficial está marcada para o dia 25 de Janeiro de 2013, na Casa de Teatro de Sintra. CONCERTOS DE NATAL E ANO NOVO CELEBRAM QUADRA FESTIVA As igrejas paroquiais de São Pedro de Penaferrim e de São Miguel são palco de dois concertos de Natal. O primeiro, decorreu no dia 16 de Dezembro. Para este fim-de-semana, no domingo, dia 23, está agendado novo concerto, a decorrer na Igreja Paroquial de São Pedro de Penaferrim, às 16h00. E para abraçar com determinação o novo ano 2013, o encerramento da iniciativa vai decorrer com o Concerto de Ano Novo, na Igreja Paroquial de São Martinho. OFICINA DE TEATRO JÚNIOR, ATÉ FEVEREIRO Neste ano lectivo, também os mais pequenos terão a oportunidade de desenvolver as suas capacidades expressivas e criativas, experienciando diferentes jogos dramáticos e explorando tanto a mímica como a palavra. As máscaras a as marionetas terão também lugar marcado nesta oficina, que tem como objetivo melhorar a autoestima, confiança e concentração de cada participante, num ambiente descontraído e de pura fruição. As inscrições deverão ser efectuadas na bilheteira do Centro Cultural Olga Cadaval, mediante pagamento do valor da primeira mensalidade e de uma caução no valor de 15 Euros. RITUAIS DA MORTE NO “CASINO DE SINTRA” “Diis Manibvs - Rituais da Morte durante a Romanidade” é o nome da exposição temporária que o Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas apresenta no “Casino de Sintra”, de 2 de Novembro a 30 de Dezembro. Esta exposição terá como ponto de partida as atitudes do Homem perante a morte e dará a conhecer um importante conjunto de materiais arqueológicos descobertos na região de Sintra, com especial destaque para aqueles que testemunharam as várias práticas aqui utilizadas, naquele domínio, durante o largo período que se estende desde os inícios do Império até aos finais da antiguidade tardia. Patente no edifício Museu de Arte Moderna, agora designado como “Casino de Sintra”, com entrada gratuita.

Previsão do Tempo

Horóscopo

DR

ste espectáculo, produzido por José Barros em conjunto com o grupo que lidera, o Navegante, é a visão pessoal do grupo sobre esta viagem às tradições e à cultura popular de várias regiões de Portugal na época de Natal e Janeiras, da sua música de raiz secular, dos seus instrumentos musicais, dos seus músicos, cantores, compositores anónimos que fizeram, e fazem, da música tradicional portuguesa uma das mais ricas de Portugal e do mundo. Preparámos um espectáculo musical com recurso a vídeo/ imagens de expressões populares desta quadra festiva que, em muitas povoações deste país, ainda se realizam na época natalícia e nas Janeiras, onde se pode ver e ouvir aspetos culturais e sociais relevantes que ainda não se perderam. Tocam-se os instrumentos (como a sarronca, ou ronca, a zamburra, ou zambomba), cantam-se as cantigas de Natal ou as boas vindas ao novo ano, as Janeiras, e vem-se para a rua com frio ou chuva, fazendo a festa ou cantando a fé ao Deus Menino. Dia 5 de Janeiro, às 21h30, no Olga Cadaval.

Secret Lie apresentam “Behind the Truth” O

s Secret Lie apresentam ao vivo o cd de estreia «Behind the truth» num concerto de grande energia e qualidade musical com uma sonoridade diferente daquela a que a música portuguesa já nos habituou. A voz cristalina e melodiosa de Sara Madeira é acompanhada pelo nostálgico violino de Pedro Teixeira da Silva; ora vibrante…ora doce, pela poderosa guitarra de Tó Pica, pelo potente baixo de Nuno Correia, pela robusta voz de Adelino Duarte que também se faz acompanhar de guitarra, pela sonoridade grave e profunda do violoncelo de Cláudio Panta Nunes e os suaves acordes do piano de Nuno Louro; Tiago Ramos acompanha na bateria, conferindo o ritmo e movimento imprescindíveis. Esta é a combinação perfeita para o sucesso…a Chave que abrirá todas as portas…e revelará todos os segredos… Um concerto a não perder, dia 11 de Janeiro, às 22h00, no Olga Cadaval.

Porto Coimbra Lisboa Faro

17º 13º 17º 10º 17º 11º 19º 08º

Porto Coimbra Lisboa Faro

17º 09º 16º 07º 17º 08º 18º 09º

Domingo Porto

18º 12º

Coimbra 18º 12º Lisboa Faro

16º 14º 19º 09º

Regente: MARTE – 21/3 a 20/4 Amor: Poderá encontrar em breve a solução para um problema que o(a) assola. Trabalho: Dificuldades em cumprir todas as tarefas que lhe forem atribuídas. Mantenha a serenidade... Saúde: Cuidado com as mudanças bruscas de temperatura.

TOURO

Regente: VÉNUS – 1/4 a 20/5

Amor: Procure viver momentos de harmonia com a sua cara-metade sempre que lhe for possível... Trabalho: Demonstre que se encontra disponível para cumprir a agenda. Saúde: Cuidado com as enxaquecas!

GÉMEOS

Regente: MERCÚRIO – 21/5 a 20/6

Amor: Não abuse das ausências. Tente dar o melhor de si para que não viva complicações. Trabalho: Tudo flui da melhor forma, mas não seja tão perfeccionista... Saúde: Procure o seu dentista!

CARANGUEJO

Regente: LUA – 21/6 a 21/7

Amor: Acredite no amor e, sobretudo, não duvide das palavras que ouve daqueles que mais ama... Trabalho: Não abuse e descanse o mais possível fora dos horários de trabalho. Saúde: Nada de importante a assinalar.

LEÃO

Regente: SOL – 22/7 a 22/8

Amor: Encontra-se numa fase menos positiva em que a estagnação pode ser inimiga. Trabalho: Aposte em tudo aquilo em que acredita e tente seguir em frente... Saúde: Alguns problemas com o estômago...

VIRGEM

Regente: MERCÚRIO – 23/8 a 22/9

GRUPO GOSPEL SHOUT EM CASCAIS, AMANHÃ O popular grupo português de música Gospel estará amanhã, sábado, dia 22 de Dezembro, no Largo Cidade de Vitória, em Cascais, naquele que será o terceiro dos espectáculos protagonizados por este grupo, nesta quadra festiva, que decorreram entre Lisboa e Cascais. O concerto tem início marcado para as 17h00 e a entrada é livre. MATINÉ DANÇANTE RECRIA TRADIÇÃO EM SINTRA Reeditando antigas tradições de Sintra, que remontam ao final do século XIX, e com estreia no passado mês de Maio, as matinés dançantes do Centro Cultural Olga Cadaval apresentam-se em homenagem a todos aqueles que gostam de dançar, conviver e partilhar bons momentos. Os presentes em mais uma matiné dançante poderão contar com uma tarde divertida ao som de grandes temas musicais tocados ao vivo. A entrada tem o preço único de 4 Euros, valor que inclui lanche. Dia 20 de Janeiro, das 15h00 às 19h00, no Olga Cadaval.

Amor: Momento marcado por bons momentos e com situações de surpresa! Trabalho: Em breve poderá surgir uma nova proposta profissional. Esteja atento(a)! Saúde: Faça aqueles exames de rotina...

BALANÇA

Regente: VÉNUS – 23/9 a 22/10

Amor: Não tenha medo das críticas e encare cada uma não como uma pedra mas como uma rosa... Trabalho: O esforço que tem feito será devidamente recompensado pelos seus superiores. Saúde: Dores musculares...

ESCORPIÃO

Regente: PLUTÃO – 23/10 a 21/11

EXPOSIÇÃO DE PINTURA SARA LIVRAMENTO A Casa da Cultura de Mira Sintra acolhe, até 30 de Dezembro, a exposição de pintura de Sara Livramento intitulada “Sentimentos nas Cores”. Sara Livramento iniciou o seu percurso na pintura em 1995, num projeto criado pela associação que na altura frequentava, o qual era dirigido pelo pintor Victor Pi. Foi com ele que deu os primeiros passos e é a ele que agradece o amor que tem à arte. Ainda hoje guarda consigo alguns quadros desse projeto que lhe recordam o início da sua verdadeira paixão: a pintura. A partir dessa sua descoberta, Sara Livramento não passa um dia sem pintar e o desejo em aprender tudo sobre a pintura tem crescido cada vez mais dentro de si, por isso tenta colocar nos seus trabalhos a sua alegria, a sua tristeza, ou seja, explana todos os seus “Sentimentos nas Cores”. “UMA ESCOLA, TRÊS PERCURSOS”, ATÉ 30 DE DEZEMBRO Como se interliga o Design, a Fotografia e a Conservação e Restauro com a Salvaguarda do Património Português? A exposição “Uma escola, três percursos” procura responder a esta questão. Ficará patente até 30 de Dezembro nas instalações do Casino de Sintra, antigo Museu de Arte Moderna. A exposição que a Escola Profissional de Recuperação do Património, com um quarto de século de existência, leva agora a público visa exemplificar o modo de atuação que desenvolve nos três cursos que leciona. A exposição pode ser visitada de terça-feira a domingo, no horário entre as 10h00 e as 17h00.

Sábado

Por Desidério Zeffir

CARNEIRO

OSSOS QUE CONTAM HISTÓRIA, ATÉ JANEIRO Esta é a exposição temporária que o Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas apresenta até 12 de janeiro, cedida pela Direção Geral do Património Cultural – Laboratório de Arqueociências. Aqui se explica, com exemplos concretos, o que é a Arqueozoologia, disciplina que estuda os ossos dos animais recuperados em contexto arqueológico. Os visitantes irão constatar que o estudo dos ossos, além de possibilitar a identificação das espécies, permite ainda reconhecer outros tipos de indícios como marcas de corte, vestígios de fogo, ou a presença seletiva de apenas alguns elementos do esqueleto, indícios que dão a conhecer, com outra profundidade, a história do animal após a sua morte.

Sexta

15

EXPOSIÇÃO DE ESCULTURA AO AR LIVRE NA VOLTA DO DUCHE A exposição de Escultura ao Ar Livre – Sintra Arte Pública, conta este ano com a 9ª edição. À semelhança de anos anteriores, tem lugar na Volta do Duche, em pleno centro histórico. Organizada pela Câmara de Sintra, em colaboração com o Centro Internacional de Escultura, esta exposição, este ano sob o tema “Os Mitos e a Mitologia”, apresenta trabalhos de 18 escultores de várias nacionalidades. Até 10 de Junho do próximo ano, será possível apreciar estas 18 esculturas, cuja matéria-prima é a pedra. Esta é mais uma iniciativa da autarquia de Sintra, enquadrada na estratégia de consolidação da marca “Sintra, Capital do Romantismo”. “MEMÓRIAS” DOS COMANDOS NO CASINO DE SINTRA “Memórias” é o mote da exposição de pintura, desenho, fotografia e escultura realizada no âmbito da comemoração do 50º aniversário do Centro de Tropa Comandos, que inaugurou a 29 de Novembro. A mostra vai estar patente até ao próximo dia 30 de Dezembro, no Casino de Sintra (Museu de Arte Moderna). Trata-se de uma exposição com obras concebidas por militares e civis. A exposição pode ser visitada de terça-feira a domingo, no horário entre as 10h00 e as 17h00.

Amor: Não se encontra satisfeito(a) com a sua relação, mas os que estão à sua volta não têm culpa de nada... Trabalho: Terá que dedicar-se com afinco para atingir os seus objectivos. Saúde: Não abuse nos alimentos com mais gorduras.

SAGITÁRIO

Regente: JÚPITER – 22/11 a 21/12

Amor: Tudo corre dentro das suas expectativas, mas não se desleixe... Trabalho: Procure descansar e não abuse das tarefas difíceis na área profissional! Saúde: Nada de importante a assinalar.

CAPRICÓRNIO

Regente: SATURNO - 22/12 a 20/1

Amor: Uma perda poderá assolar a sua vida. Esteja preparado(a) para dias menos positivos. Trabalho: Quando tudo parece estar bem, podem surgir alguns entraves... Saúde: Algumas enxaquecas!

AQUÁRIO

Regente: URANO – 21/1 a 19/2

Amor: Apesar de algumas desilusões... há sempre quem esteja do seu lado! Trabalho: O seu dia-a-dia será marcado pelo seu planeamento... Saúde: Cuidado com os acidentes em casa...

PEIXES

Regente: NÉPTUNO – 20/2 a 20/3

Amor: Encontra-se numa fase bastante animada... mas procure não se distrair. Trabalho: Período em que pode enfrentar alguns entraves à sua criatividade e dedicação... Saúde: Tenha atenção aos seus pés e joelhos...


16

Publicidade

Sexta-feira21deDezembro2012


Edição 137  

O Jornal Actual Sintra é uma publicação quinzenal, de distribuição gratuita, de informação generalista dos concelhos de Sintra, Cascais, Oei...

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you