Issuu on Google+

AUDIÊNCIAPÚBLICAEM HUMAITÁ - 16 PESSOAS PRESENTES HUMAITÁ (AM) - Foi anunciado no dia de ontem (14) em Humaitá, a audiência pública de prestação de contas da prefeitura municipal, tudo seria perfeitamente normal se o anfitrião estivessepresente o que definitivamente não aconteceu, deixando as contas a serem justificadas por seus leais funcionários. A ausência do prefeito, culminou também com a ausência do povo em geral, na audiência pública de ontem acontecida por volta das 19:00hsfoi um desastre, nelas o desencontro de informaçõesse tornou notório para quem se fez presente, e pra ser mais exato em termos númericos estiveram presentes nesta audiência 16 pessoasao todo, incluindo o rapaz que controlava o som dos apresentadores, a solenidade de ontem marcou mais um capítulo triste deste governo que, não convidou o povo, muito menos autoridades municipais como de costume, o descrédito popular se tornou ainda maior do que de costume afinal nem mesmo nossosnobres vereadores compareceram em maioria pois, apenasalguns vereadores Carlos Evaldo Terrinha (PDT), Rademarcker Chaves(PRP), Manoel Domingos (sem partido) e Sidney Temo (PSL) compareceram a solenidade. A prefeitura tentou convidar o povo através de nota postada em dois 'sites de notícias' da cidade, mais o convite mal escrito foi marcado pela ausência de horário para que o povo, ficasseciente do início da audiência, o que não aconteceu, a ausência das autoridades e da população em geral reflete bem a realidade encontrada nas ruas da cidade, o descrédito, a desconfiança e a ausência de trabalhos realizados com recursos próprios pelo prefeito de Humaitá DEDEILOBOgeram comentários muito interessante em meio ao povo. _"Eu não perco uma sessãoda câmara de vereadores no radio, lá os vereadores aprovam tudo mais o prefeito não faz nada"_ declarou um morador da cidade. Osnúmeros apresentados na audiência pública são matemáticamente inesplicaveis de algumas secretarias, como exemplo a do próprio gabinete que enumerou uma despesaabsurda de R$ 13.515,26(Treze mil, quinhentos e quinze reais com vinte e seis centavos) segundo relatório com "agua", que deserto é essea ponto de se consumir em 10 mesesde governo este absurdo? Nem mesmo os secretários souberam explicar alguns números apresentados, veja na secretaria de educação, foram gastos R$ mais de 14 milhões, dentre os quais uma despesacom [b]"combustíveis e lubrificantes" com um valor de R$ 440.784,98(Quatrocentos e quarenta mil, setecentos e oitenta e quatro reias com noventa e oito centavos).[/b] Osnumeros poderiam ser considerados normais se os transportes escolares não fossem pagos


aos contratados, com a obrigatoriedade dos mesmos abastecerem seus veículos. Portanto, estamos diante de um número absurdo e sem justificativa, vejamos uma secretaria como a de saúde que movimenta as ambulancias diáriamente a Porto Velho deslocando pacientes em risco de vidas não conseguiu consumir tanto combustível assim, a secretaria de infraestrutura que tem diversas caçambase máquinas trabalhando no auxilio da limpeza da cidade não gastou tanto combustível assim, são tantos absurdos que até os mais leigos no assunto se espantam com tamanha falta de controle nessasjustificativas. A verdade é que nosso administrador conseguiu gastar em 10 mesesde governo a bagatela de R$ 39.546.323,21(Trinta e nove milhões, quinhentos e quarenta e seis mil, trezentos e vinte e três reais com vinte e um centavos) Onde está o dinheiro? Onde estão as obras que até hoje não apareceram. A administração de DEDEILOBOa frente da cidade nos dois anos de governo não apresentou nada até o momento, centenas de caixas de notas fiscais, supostamente superfaturadas e um volume gasto de mais 60 milhões de reais em quase dois anos que se passaram. Talvez por isso, o povo não tenha comparecido na audiência pública realizada, justificando no ditado popular: "Conversa fiado e história pra boi dormir o povo não quer ouvir". Redação www.acriticadehumaita.com.br


AUDIENCIA