Issuu on Google+

1

Acontece Empresas


2

Acontece Empresas


3

Acontece Empresas


Editorial Empreendimentos de sucesso A Revista Acontece traz nessa edição uma entrevista com o presidente da Associação de Supermercados do Rio Grande do Norte (ASSURN), que fala sobre a importância do segmento para a economia do RN, além da realização da Exponor em Mossoró. Os leitores podem conhecer ainda exemplos de empreendedores de sucesso que, a partir de pequenos investimentos, conseguiram fazer com que seus empreendimentos se transformassem em empresas de sucesso. Eles revelam aos leitores a fórmula perfeita para quem quer desenvolver seus próprios negócios e obter sucesso.

Ex pe di en te

1

7

4

Social Media Ervili Carol

Diretor de Artes Diogo Araújo

2

5

Diretora Neide Carlos

3

Projeto Gráfico Rick Waekmann

Tiragem 5 mil exemplares

Reportagens Fábiano Souza

6

Fotografia Marcelo Bento

Revisora Stella Sâmia

Acontece Empresas

M&N Editora de Revista e Impressões LTDA ME Rua Prudente de Morais, 261 Paredões Mossoró/RN CEP: 59618-045 Atendimento: 84 3318-1146 84 9999-1519 aconteceme@gmail.com

4

1

2

3


14

«

Empresários destacam realização da Feira na Exponor

16

«

Donna Salada garante sabor e qualidade aos seus produtos O restaurante é especializado em saladas e pratos especiais para quem deseja iniciar o processo de reeducação alimentar

4

5

Setor vinha registrando um crescimento médio de 17% nos últimos anos, mas com a seca estagnou em 2013

28

«

Bancos oferecem linhas de crédito para empresa

6

7

Acontece Empresas

08

«

Ceramistas apostam na inovação

5


Col una

Acontece! por Neide Carlos

Exponor, sucesso e oportunidades em Mossoró A 3ª edição da Exponor RN e a 25ª Convenção Nordeste de Supermercados, realizadas entre os dias 6 e 8 de novembro, em Mossoró, serviram para mostrar mais uma vez todo o potencial que a “Capital do Oeste Potiguar” possui para continuar o seu desenvolvimento econômico. A Exponor reuniu em Mossoró representantes do setor supermercadista de todo o Rio Grande do Norte, dos demais estados do Nordeste e também da região Norte. O evento promovido pela Associação de Supermercados do Rio Grande do Norte (ASSURN) reuniu mais de 80 empresas expositoras e também promoveu a realização de um número significativo de negócios. Embora os números do evento ainda não tenham sido divulgados, os organizadores se mostram otimistas com o resultado. Quem esteve participando da Exponor pôde comprovar

de perto que o evento oferece aos expositores e compradores a oportunidade de crescimento de suas marcas e produtos. Promover a visibilidade em uma feira ou evento é o objetivo de todas as empresas e em Mossoró, a exemplo do que vem ocorrendo em outros momentos, a Exponor garantiu esse objetivo. Como se não bastasse a oportunidade de fechar grandes negócios, os supermercadistas também tiveram a oportunidade de trocar experiências com representantes de outros mercados. Para muitos dos pequenos supermercadistas que estiveram no evento, essa foi a oportunidade de ter contato, pela primeira vez, com os maiores fornecedores do país, sem contar o acesso que tiveram a capacitações necessárias para melhorar seus empreendimentos. A Exponor é considerada um evento de sucesso que abriu um grande leque de oportunidades para o crescimento do setor supermercadistas do RN.

Rápidas

Acontece Empresas

Acim • Segundo o presidente da Associação Comercial e Industrial de Mossoró (ACIM), o Sr. Nilson Brasil, “diante da crise econômica no país durante o ano de 2013, tivemos um balanço positivo pela instituição, conseguimos realizar mais uma edição da Ficro e com expectativa de colocar em prática a implantação da câmara setorial de negócio para ano de 2014”.

6

Tempero Pilão • O empresário Cleilton Almeida se desmembra das empresas da família, ficando assim dedicado somente ao Tempero. Para ampliar os negócios,

ele procurou o SEBRAE, onde está tendo todo apoio para o crescimento da empresa. Desejamos aqui, sucesso ao nosso parceiro. Pau dos Ferros • Os pais podem agora acompanhar a faculdade dos filhos de perto. A faculdade Facep abre novos cursos. A empresária Genisa Lima comemora resultados positivos de um trabalho sério nesses últimos anos. Os cursos de administração e Direito tiveram reconhecimento do MEC. A faculdade terá novas graduações em: Psicologia, Design de Interiores, Design de Moda e Pedagogia.

Prefeito de Antônio Martins • José Júlio analisa como foi desafiante seu primeiro ano de mandato. O prefeito chegou a dizer que no ano de 2013, só descascou muita banana e que as prefeituras passam por muitas dificuldades, mas espera que esse o ano de 2014 seja positivo. Pendências • No mês de dezembro de 2013, o município comemorou no dia 12, seus 60 anos de emancipação, contou com uma programação vasta de campeonato, feira e com isso os Correios dos municípios terão em seu selo o símbolo de 60 anos de Pendências.


7

Acontece Empresas


Donna Salada

garante sabor e qualidade aos seus produtos

Acontece Empresas

O restaurante Ê especializado em saladas e pratos especiais para quem deseja iniciar o processo de reeducação alimentar

8

Disk Delivery 84

3316-1020


Donna Salada conta com uma equipe de profissionais qualificados pelo chefe Potiguara Spíndola (ao centro)

O

s empresários Carlos Florêncio e Fátima Florêncio, responsáveis pelo restaurante Donna Salada, são exemplos de empreendedores de sucesso em Mossoró. Para quem ainda não conhece, o Donna Salada é especializado em saladas especiais para quem quer iniciar o processo de reeducação alimentar e manter sua saúde em ordem. Além da qualidade nutricional, as saladas oferecidas têm sabores diversos e podem ser obtidas em delivery ou escolher diretamente no restaurante. O cardápio é formado com produtos orgânicos. Além disso, os pratos são rotulados, apresentando o valor nutritivo e calórico de cada componente. De acordo com os empresários, a experiência obtida no segmento de alimentos teve início com a instalação do Restaurante Bonesse no Mossoró West Shopping (comercializando pratos da culinária mediterrânea com especialidade na culinária italiana). Depois disso, eles decidiram investir no Frango da Passagem, que oferece pratos típicos (comidas regionais). Atentos ao segmento de alimentos, eles perceberam que a cidade estava carente da oferta de alimentação para quem deseja iniciar o processo de reeducação alimentar e lançaram o Donna Salada. O negócio, iniciado há pouco mais de um ano meio, cresceu com tamanha intensidade que decidiram proporcionar aos seus clientes um novo espaço. A arquiteta Narjara Souza, responsável pelo projeto da nova sede do Donna Salda, projetou um ambiente totalmente climatizado, com móveis e equipamentos de última geração. A cozinha conta com equipamentos que oferecem a oportuni-

dade de acompanhar a temperatura dos produtos orgânicos. O endereço é a Rua Camilo de Paula, 2123, ao lado do Nogueirão. O restaurante oferece cardápio variado que tem saladas, pratos a la carter, entradas, vinhos e sucos. São oferecidas refeições completas com proteína adequada ao gosto e à necessidade do cliente (carne, peixe, frango e camarão). Além da experiência obtida com o setor de alimentação, Fátima Florêncio também participou de diversos cursos sobre a reeducação alimentar. Ela disse ainda que eles receberam uma consultoria realizada pelo Sebrae/RN, para qualificação dos serviços e rotulagem

«

dos produtos e a criação de um site para divulgação dos produtos. No site, os clientes podem obter todas as informações sobre a quantidade de calorias e o valor nutricional de cada um. No site, os profissionais da saúde e bem-estar têm acesso ao cardápio, podendo melhor orientar seus pacientes. Nutricionistas e cardiologistas que são profissionais que lidam diretamente com a reeducação alimentar dos seus pacientes estão inseridos nesse processo. Uma equipe de 10 funcionários – formada por garçons, gerente de frente de atendimento e outros profissionais que foram qualificados e treinados por chefes de renome na região – atua no Donna Salada.

Saladas e pratos variados à base de carnes, peixes, frango e camarão compõem o cardápio do restaurante

Acontece Empresas

«

9


10

Acontece Empresas


11

Acontece Empresas


12

Acontece Empresas


13

Acontece Empresas


Empresários destacam realização da Feira

O evento reuniu empresas expositoras e empresários do setor supermercadista das regiões Norte e Nordeste

«

O evento promovido pela Associação de Supermercados do Rio Grande do Norte (ASSURN) reuniu mais de 80 empresas expositoras

Acontece Empresas

A

14

terceira edição da Exponor RN e a 25ª Convenção Nordeste de Supermercados, realizadas entre os dias 6 e 8 de novembro, em Mossoró, reuniram representantes do setor supermercadista de todo o Rio Grande do Norte, outros estados do Nordeste e também da região Norte. O evento promovido pela Associação de Supermercados do Rio Grande do Norte (ASSURN) reuniu mais de 80 empresas expositoras e também com a presença de empresários supermercadistas e ainda de delegações vindas das regiões Norte e Nordeste. Por apresentar um grande potencial de desenvolvimento no ramo supermercadista, a cidade de Mossoró

foi escolhida nesta edição da Feira para sediar o maior evento do setor aqui do estado. “A capital do oeste é uma cidade bastante promissora para o varejo. As redes de supermercados estão investindo cada vez mais na região, daí a importância do evento em Mossoró”, disse Edmilson Marques, presidente da Assurn. A Exponor RN tem como tema principal “você na região das oportunidades”. Um dos destaques do evento foi a palestra de Pedro Alcântara Rego Lima, presidente do Grupo 3 Corações. Natural de São Miguel, o empresário iniciou as atividades no negócio do pai, uma fábrica de café instalada no interior do RN. No ano passado, o grupo, que nasceu da fusão entre as marcas Três

Corações e Santa Clara, conseguiu a liderança do mercado de pó de café e detém mais de 20% de participação desse setor no país. Cerca de seis mil pessoas visitaram a Exponor RN 2013 durante os três dias do evento. De acordo com o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN), Amaro Sales de Araújo, a participação da Federação neste evento reforça o relacionamento com o setor varejista. “Oportunidades de negócios acontecem numa feira dessas e a Fiern é parceira”, ressalta Amaro, lembrando que esta é a segunda vez que a entidade participa de uma edição da Exponor. Para o empresário Cleilton Almeida da Silva, da Pilão Indústria e Comércio


Empresário Cleilton Almeida

lançamentos de novos produtos voltados para os segmentos contemplados. O espaço também funcionou como uma oportunidade para realização de grandes negociações”. Junior Rebouças considera que Mossoró e o RN precisam de mais eventos como este para fortalecer o setor. “Esse tipo de evento movimenta a economia do estado e de nossa cidade e traz grandes oportunidades de negócios para o setor, aquecendo assim a economia local”, afirma.

} 6.000 } 80

expositores

visitantes na Feira.

Acontece Empresas

«

de Temperos Especiais e Condimento, a Exponor já pode ser considerada o mais importante evento para o setor já realizado no estado. Segundo ele, além da oportunidade de novos negócios, a exposição também trouxe a oportunidade de novas técnicas para melhorar o trabalho dentro da empresa. “A Exponor superou as expectativas. Participamos do evento e pudemos perceber a satisfação dos expositores e visitantes. Além de realizarmos bons negócios, nós tivemos a oportunidade de trocar ideias com empresários de outras regiões do país. Nós da Pilão conseguimos fechar negócios até com empresas de São Paulo, o que seria muito difícil de ocorrer sem a realização da feira”, destaca Cleilton Almeida. Para o empresário Júnior Rebouças, a realização da Exponor, pela primeira vez em Mossoró, foi muito positiva para a cidade. “A Feira possibilitou uma grande movimentação econômica local, além disso, nos propiciou o conhecimento de novas possibilidades de desenvolvimento para o mercado”, destaca. Ele acrescentou ainda que a realização do evento na cidade é de fundamental importância não só para o segmento de supermercados como também para os demais, principalmente neste momento em que a cidade de Mossoró vive em constante crescimento econômico. “Durante o evento, tivemos a oportunidade de conferir

15


Ceramistas

apostam na

inovação

Acontece Empresas

S

16

etor ceramista do Rio Grande do Norte tem registrado um crescimento médio de 17% nos últimos anos, de acordo com informações do presidente do Sindicato da Indústria de Cerâmica para Construção do Estado do Rio Grande do Norte – Sindicer-RN, Vargas Soliz Pessoa. Segundo ele, o levantamento feito pelo SEBRAE, com o apoio do SENAI/ RN, mostra que as cerâmicas do RN faturam em torno de R$ 208 milhões e, gradativamente, estão reduzindo o uso de lenha. Em onze anos, a indústria ceramista potiguar cresceu 17% e a produção 34%, batendo na casa de mais de 111 milhões de peças mensalmente, entre blocos de vedação, telhas, lajotas, tijolos e outros produtos. O parque industrial ceramista do Estado tem 186 empresas em funcionamento, sendo o Seridó e o Vale do Açu as regiões onde está concentrada a maioria das cerâmicas potiguares. O setor emprega mais de 6.500 trabalhadores. Mesmo com todo esse potencial, nós enfrentamos a falta de apoio dos

governos. “Para se ter uma ideia da situação, hoje nós dependemos da iniciativa privada e do Programa Minha Casa Minha vida, que vem garantindo a estabilidade do setor, o que é muito pouco. Não existem programas que estimulem o aumento da produção a longo prazo”, acrescenta Vargas. Segundo ele, em 2013, o setor que vinha crescendo significativamente estagnou, tendo em vista que a seca acabou provocando um aumento do estoque, já que a chuva funciona como mecanismo de contenção do aumento da produção. “Nos meses de chuva, a produção é reduzida. No entanto como não houve chuva, a produção aumentou e a procura não atendeu esse aumento de produção”, esclarece. Ele disse ainda que a atividade ceramista é uma das mais representativas da economia do Vale do Açu e também do Seridó, e diante disso deveria receber mais atenção por parte dos governantes, em todas as esferas de governo (federal, estadual e municipal). “Nós ceramistas pleiteamos melhores condições de trabalho, acesso ao crédito e menor grau

Setor vinha registrando um crescimento médio de 17% nos últimos anos, mas com a seca estagnou em 2013 de dificuldade na obtenção de licenças ambientais”, acrescentou. Mesmo assim, as empresas estão apostando em melhorias nas técnicas de produção para fabricar produtos de melhor qualidade e reduzir perdas durante a queima. A argila, principal componente na produção dos tijolos e lajotas, agora é testada no laboratório instalado na cerâmica após as orientações repassadas pelos consultores do Sebraetec.

O parque industrial ceramista do Estado tem 186 empresas em funcionamento, sendo o Seridó e o Vale do Açu as regiões onde está concentrada a maioria das cerâmicas potiguares.


Ele afirma que o trabalho realizado em parceria com o Sebrae e SENAI tem assegurado a melhoria na produtividade e qualidade dos produtos. “O setor ceramista estava dormindo e agora acordou. O programa desenvolvido em parceria trouxe melhorias para todos. Depois das consultorias, instalamos o laboratório, fabricamos um material com uma qualidade melhor e a perda durante a queima foi reduzida”, atesta. Além de atacar deficiências na produção, as consultorias em adequação do processo produtivo, aplicada aos empreendedores do setor ceramista, promoveu adequação dos produtos às normas técnicas de qualidade. De olho em uma nova atividade dentro do segmento ceramista, os empreendedores desenvolvem um novo produto feito a partir dos rejeitos derivados das perdas na produção. Vargas Pessoa disse ainda que o setor ceramista tem buscado algumas alternativas para reduzir custos na produção. “A gente tem observado que uma das soluções para reduzir custos é viabilizar fornos mais econômicos, que gastem menos combustível. E isso já tem empresas que fizeram. Alguns proporcionam uma redução de 60% no consumo da lenha”, destaca. Os fornos garantem um maior aproveitamento das calorias durante o processo de queima da argila, matéria-prima utilizada pela indústria. O forno também reduz o tempo de produção das peças e o uso da lenha como combustível.

Setor ceramista do RN. • Faturamento anual: R$

208 milhões.

• Produção anual:

1,3 bilhões de peças. • Número de empresas funcionando:

186 empresas. • Número de empregos diretos:

6.500 • Crescimento médio do setor:

17% ano. • Aumento da produção em 11 anos:

34% • Consumo anual de lenha:

1,2 milhão de metros cúbicos.

Acontece Acontece Empresas • 2012

Parceria com Sebrae promove redução de custos

61 17


Por Fabiano Souza Fotos Marcelo Bento

R

evista Acontece – O que representa a realização da Exponor para o setor de supermercados do RN, assim como para os demais estados participantes? Além da Exponor, a Assurn também realizou paralelamente a 25ª Convenção Nordeste de Supermercados. Esse dois eventos em Mossoró são reflexo do desenvolvimento do setor na capital do Oeste? Edmilson Marques – Respondendo a primeira pergunta, posso dizer que a Exponor é a Feira e Convenção Nordeste dos supermercados que reúne todos os supermercadistas e que tem como maior destaque a troca de informações e atualização sobre tudo que está acontecendo no setor através de palestras e oficinas. Esses eventos fazem com que os participantes troquem ideias e adquiram conhecimento sobre os novos produtos, em lançamento no mercado, e fazer bons negócios entre expositores e fornecedores, como ocorreu em Mossoró. Com relação ao segundo questionamento, Positivo! Mossoró é considerada no momento a cidade das oportunidades e tem excelentes supermercados com redes locais no mesmo nível do que estão presentes nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, isso desperta o interesse dos investidores.

Entrevista Edmilson Marques

Acontece Empresas

‘O setor supermercadista é hoje considerado o segundo maior empregador do RN’

18

O empresário e presidente da Associação dos Supermercados do Rio Grande do Norte (ASSURN), Edmilson Marques, que esteve em Mossoró para participar da 3ª edição da Exponor RN e a 25ª Convenção Nordeste de Supermercados, realizada entre os dias 6 e 8 de novembro, concedeu entrevista exclusiva à Revista Acontece Empresas. Na oportunidade, ele destacou a importância da realização dos eventos em Mossoró. Na entrevista, Edmilson Marques destaca o potencial que a cidade de Mossoró possui para o setor supermercadista. O presidente da Assurn falou ainda sobre a participação dos empresários e expositores na Exponor, e o que isso significa em termos de oportunidade para fechar novos negócios. Ele fala ainda sobre o atual momento do setor no RN, falta de incentivos por parte dos governantes, carga tributaria e perspectiva dos empresários para o ano de 2014.

R.A – Além da troca de informações entre os empresários do RN, principalmente dos que estão atuando longe dos grandes centros, o que pode ser o diferencial para eles nesses eventos? E.M – O fato dos atacadistas poderem apresentar seus produtos de forma direta com grandes empresas e fecharem bons negócios pode ser visto como um dos diferenciais desses eventos, já que com o contato direto eles têm oportunidade de conhecer melhor nosso setor, através das nossas palestras que contam com grandes nomes. R.A – Ao todo, 80 empresas estiveram participando dos eventos em Mossoró. Isso representou a oportunidade para os pequenos empresários realizarem bons negócios? E.M – Com certeza, os empresários que participaram da Feira realizaram negócios durante a Exponor e vão realizar novos negócios posteriormente, pois a grande vantagem dos fornecedores e pequenos empresários é poder estreitar os laços com integrantes de outros mercados. Basta seguir o que foi fechado, cumprindo prazos e entregando seus produtos com qualidade que os negócios vão continuar acontecendo. R.A – Um dos destaques do evento é a palestra de Pedro Alcântara


R.A – Hoje, com a chegada das grandes redes multinacionais, os empresários do RN têm se unido e formado blocos para aquisição de produtos, o que em tese barateia custo e fortalece essas redes. Essa é a saída para que os empresários locais não sejam devorados pelas grandes redes, ou existe algo novo que possa ser feito para permitir mais competitividade dos empresários locais com os estrangeiros? E.M – É verdade, existem essas preocupações por parte dos empresários nacionais e regionais com a chegada das empresas estrangeiras, que chegam aqui e não têm a preocupação de zelar

por nossos empregados. Eles ignoram algumas legislações e trazem forte impacto para os empresários locais. No entanto, estamos buscando saídas para superar essa chegada do capital estrangeiro. Além da formação dos blocos para compra em grande escala. Para acompanhá-los, precisamos investir principalmente na qualificação e humanização dos nossos colaboradores. R.A – Do que os empresários do setor supermercadista do RN mais têm reclamado? E o que tem sido feito para melhorar as condições desses empresários no setor? E.M – Os empresários, de modo geral, têm reclamado dos altos valores pagos através da nossa carga tributária. São muitos impostos que acabam encarecendo os produtos, principalmente os que compõem a chamada cesta básica. O nosso estado precisa rever a incidência de impostos com relação a esses produtos. R.A – Mas, os governos federal e estadual afirmam estar apoiando o setor. Isso não vem ocorrendo de forma satisfatória? E.M – Deixa esclarecer uma coisa. De certa forma o setor tem recebido apoio, mas ainda de forma muito dis-

creta. O governo federal, por exemplo, desonerou o preço de alguns produtos da cesta básica. No entanto, é necessário estender essa desoneração, ampliando o número de produtos. Só desonerar parte dos produtos da cesta básica é muito pouco para que o setor possa crescer ainda mais. R.A – O que representa hoje o setor de supermercados na economia do RN e quais as perspectivas de crescimento para 2014? E.M – Eu posso assegurar que o setor supermercadista é hoje considerado o segundo maior empregador do Rio Grande do Norte e temos perspectiva de ampliação para o setor, no entanto temos que receber mais incentivos por parte dos governantes. O setor tem pessoas dispostas a investir, mas faltam incentivos ficais. R.A – O que o setor prevê para o ano de 2014, quando será realizada a Copa do Mundo no Brasil e o RN vai ser uma das sedes dos jogos? E. M – Mesmo diante dessa falta de apoio, temos perspectiva de que as redes de supermercado que atuam no estado estejam ampliando seus negócios para 2014. Para o próximo ano, o clima é de otimismo.

Acontece Empresas

Rego Lima, presidente do Grupo 3 Corações. Como o senhor avalia a participação dele no evento? E.M – Muito positiva a palestra do empresário Pedro Alcântara, que tem um caso de vida sensacional que desperta o interesse dos participantes. A forma como ele cresceu e se tornou conhecido nacionalmente merece o reconhecimento de todos. Não é fácil sair de uma cidade do interior, como São Miguel, para se tornar um empresário reconhecido em todo o país. Temos que mostrar esse exemplo de perseverança e empreendedorismo.

19


20

Acontece Empresas


21

Acontece Empresas


A obstinação de

Graça Vieira a levou ao sucesso

«

“Tudo que sou hoje agradeço a Deus, a minha mãe e a Ivone Dantas, que fez com que eu focasse minha vida em sua capacidade”.

A minha história começou quando consegui uma oportunidade de trabalhar numa pronta-entrega aos 11 anos de idade em Uiraúna, na Paraíba. Quando comecei a

trabalhar com a proprietária Ivone Dantas e vi que ela era uma mulher empreendedora que sabia de todas as etapas do negócio, que vai desde a escolha do produto até a contabilidade da empresa,

Acontece Empresas

Parada para a família e recomeço

22

Mesmo com os negócios prosperando, ela decidiu parar as atividades para se dedicar à família. Mas a parada durou apenas cinco anos. O gosto pelos negócios fez com que ela retornasse às atividades em 2010. Bastante conhecida e com clientes em diversos segmentos da sociedade, ela passou a trabalhar também com um público de mercado mais exigente: aquelas que querem exclusividade. A partir de uma consultoria e de muita conversa com a clientela, ela ampliou

sua atividades, criou e planejou os mínimos detalhes. O sucesso dessa nova empreitada fez com que ela decidisse abrir sua primeira loja, a Aizul Fashion. Hoje ela atende a clientes não apenas em Mossoró, mas em outros municípios da região. Sempre que tem oportunidade ela agradece o sucesso que alcançou. “Tudo que sou hoje agradeço a Deus, a minha mãe e a Ivone Dantas, que fez com que eu focasse minha vida em sua capacidade”.

Desde que começou a trabalhar aos 11 anos, a empresária traçou a meta de conseguir seu próprio negócio. eu decidi que iria me espelhar naquela mulher para mudar minha vida”. Assim começa a história de obstinação e visão empreendedora da empresária Maria das Graças Vieira, que em 1993 deixou a pequena Uiraúna, para tentar melhorar de vida em Mossoró. Com a experiência obtida em seu primeiro emprego, Graça Vieira começou a trilhar seu sonho de poder trabalhar com moda e ter seu próprio negócio. Na pronta-entrega em que começou a trabalhar, tornou-se proprietária em pouco tempo. Logo depois decidiu ampliar o serviço e, além de produzir e comercializar lingerie, também passou a trabalhar com moda feminina. Além de trabalhar diretamente na produção e comercialização, Graça Viera também coordenava a contabilidade de seus negócios. “Eu sempre fui muito obstinada e a experiência adquirida com Ivone Dantas e a força que recebi de minha mãe, eu comecei a ampliar meu empreendimento”, destaca. O bom momento fez com que ela investisse em outro negócio e criasse a Sal Nova Hera, mas a falta de conhecimento e tempo para administrar o negócio em sociedade fez com que, em 2003, ela decidisse sair definitivamente da sociedade e se dedicar novamente à confecção e comercialização de lingerie e moda feminina. Sempre com sua visão empreendedora, Graça Viera percebeu que poderia obter muito mais sucesso comprando as peças já confeccionadas para comercializar. Isso fez com que ela pudesse ampliar a oferta de produtos, passando a vender também roupas masculinas, infantil e infanto-juvenil.

Tornou-se proprietária da pronta-entrega em que era funcionária, em pouco tempo, atingindo o sonho de ter seu próprio negócio.


23

Acontece Empresas


Empreendedorismo com responsabilidade social Além de promover o crescimento de suas empresas, o empresário se destaca pelo trabalho social com jovens, crianças e apenados

Acontece Empresas

U

24

m exemplo de empreendedor de sucesso. Assim pode ser definido o empresário Bráulio Ribeiro, responsável pelas empresas: Água Mineral Cristalina, Água Mineral Lajedo e a empresa Essência do Campo. O trabalho de Bráulio como empresário em Apodi tem ganhado destaque no cenário estadual e também regional, já que suas empresas atuam em outros estados do Nordeste, como Paraíba, Ceará e Pernambuco. Além da sua capacidade em desenvolver empresas de sucesso, ele também se destaca pela sua preocupação com o meio ambiente e as ações sociais. Segundo Bráulio Ribeiro, uma das maneiras encontras por ele para reduzir a emissão de lixo para o meio ambiente foi iniciar um processo de reciclagem dentro das empresas. “Para manter a sua casa, rua e cidade limpa e livre do lixo, é necessário que cada um faça sua parte. Por isso, além de procurar fazer isso dentro das nossas empresas, nós defendemos a coleta seletiva do lixo em Apodi. Nas empresas temos cestos de lixo para cada tipo de material. Além disso, realizamos em 2011 a distribuição de cestos para coleta seletiva nas escolas da cidade”, disse o empresário em recente entrevista à Revista Acontece. A empresa apodiense Água Mineral Cristalina do Oeste, dirigida pelo empresário em parceria com Centro de Detenção Provisória de Apodi (CDP), vem aproveitando a mão de obra carcerária, contratando e reeducando os que cumprem pena no regime semiaberto na Comarca apodiense. Segundo o empresário, o objetivo é dar uma chance para os detentos que têm tido bom comportamento de se reintegrar à sociedade. O empresário disse da satisfação de ver que um pequeno gesto já está sendo entendido pela sociedade. “Estamos vendo em primeiro lugar o lado social. Esses apenados estão sendo ressocializados e capacitados para que tenham novas perspectivas de melhoras de vida social e financeira ao lado dos seus familiares”, destaca.

«

Bráulio Ribeiro tem reconhecimento dentro e fora do RN

Atenção a crianças e jovens

Com a preocupação de sempre promover a educação de crianças e jovens de Apodi, o empresário Bráulio Ribeiro criou a Oficina de Arte e Cultura Vitória, que promove para os jovens que residem nos bairros próximos das instalações das empresas a oportunidade de receber orientação sobre artes plásticas, orientação sobre reciclagem para transformar o

material reciclável em brinquedos, além de outras atividades. Foi também ideia do empresário a criação da Fundação Dário Pereira de Macedo, que construiu uma cidade em miniatura, com todos os mecanismos de funcionamento de uma cidade normal, para que as crianças recebam orientação de cidadania e comportamento no trânsito.


25

Acontece Empresas


Art igo

Denílson Santana Administrador, Consultor de RH, funcionário da Fiern e docenter da UnP. Adm.denilsonsantana@gmail.com

Não faça nada que não queira ver no You Tube

Acontece Empresas

Até pouco tempo, o comportamento padrão era não fazer nada que não quisesse ver na primeira página de um jornal. Atualmente, o mundo moderno fornece muitas outras formas de causar constrangimentos a nós mesmos sem termos de esperar pelos jornais. A empreendedora Martha Stwart, que trabalhava na Wall Street, pode ensinar-lhe muito mais do que boas práticas. As pequenas decisões que tomamos ao longo do percurso da nossa vida e os valores que influenciam essas decisões podem ter um impacto significativo. Martha recebeu um telefonema de um velho amigo sobre um dado investimento e tomou uma decisão pessoal sobre a venda de uma das suas ações. Mas o velho amigo era o CEO da empresa em questão e tinha informações privilegiadas sobre a rejeição pendente na FDA (Agência norte-americana de controle de qualidade de produtos alimentares e farmacêuticos) relativamente a um medicamento. Foi uma decisão simples e relativamente pouco importante, comparada a outras de muito maior envergadura em todo o império controlado por Martha Stwart. Mas esta decisão de usar informação privilegiada tomou conta da sua vida, mandou-a para o tribunal e para a prisão e arrasou sua reputação. De repente, uma decisão privada foi parar nas

26

primeiras páginas dos jornais. Por isso, lembre-se, não faça nada que não queira que os seus pais vejam nos telejornais. Alfred Nobel teve a experiência única de ler o próprio obituário enquanto estava vivo. Em 1888, quando seu irmão Ludvig morreu, um jornal francês noticiou erradamente o óbito de Alfred. Tente imaginar a surpresa dele ao pegar o jornal e ler no cabeçalho: “Morreu o mercador da morte”. Referindo-se à invenção da dinamite por parte de Nobel, a nota do óbito dizia que o inventor da força mais poderosa e destrutiva até então conhecida pela humanidade tinha morrido. Nobel não gostou do que leu e por isso tomou a decisão de alterar o seu testamento. Quando Nobel realmente morreu, em 1896, os seus parentes ficaram chocados ao saber que a maior parte da sua fortuna iria ser direcionada para a criação da Fundação Nobel. Hoje em dia, Nobel é recordado pelo reconhecimento e apoio a diversos campos de excelência, desde a física à paz mundial através dos prêmios com o seu nome. Um exercício interessante para fazer é escrever o seu próprio obituário de forma periódica. O que diria se fosse escrito hoje? O que gostaria que fosse dito? Que decisões tomaria hoje para poder reescrever a sua história?


27

Acontece Empresas


Bancos oferecem linhas de crédito para

empresa

Acontece Empresas

O 28

gestor que está iniciando seu negócio deverá definir as estratégias de ação da empresa e elaborar o seu planejamento financeiro para os próximos anos. Para isso, deverá buscar boas fontes de financiamento para colocar o seu plano em prática. No caso das pequenas empresas, esta questão se torna um grande desafio e, dependendo da escolha do gestor, poderá levar a empresa a dificuldades financeiras. O ideal é optar por fontes com taxas de juros mais baratas, cujos valo-

res e prazos de pagamentos sejam adequados ao fluxo de caixa da empresa. Pelo menos cinco instituições consultadas pela Revista Acontece oferecem linhas de crédito para empresas. São elas: Banco do Nordeste, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica, Itaú e Santander. Todas com agências no Rio Grande do Norte. O crédito concedido pelos bancos para empresa visa ao financiamento do capital de giro e produção e/ou para aquisição de bens e equipamentos. Como no mercado existem variadas ins-

O empréstimo concedido visa à ampliação do capital de giro e produção ou para aquisição de bens e equipamentos

tituições bancárias que oferecem crédito à empresa, é interessante que você opte por aquela que tenha o melhor custo/ benefício e se encaixe às suas necessidades. O crédito oferecido à empresa varia muito segundo o seu faturamento bruto anual, que, quanto maior for maior será também o benefício, como prazos, recursos, entre outros. No caso do Banco do Nordeste, os empresários dispõem de dois tipos de linha de crédito que podem ser obtidos a curto e longo prazo.


«

Financiamento exclusivo para produção Para financiar a produção as instituições financeiras oferecem crédito com bons prazos para pagamento, carência e taxas de juros subsidiadas pelo Governo Federal. O PROGER é um programa de crédito para empresas que o Banco do Brasil e Caixa Econômica oferecem. Foi instituído pelo Ministério do Trabalho para financiar o investimento e o capital de giro, para isso, utiliza os recursos do FAT, que visa gerar e manter renda e emprego. O programa de crédito tem caracte-

das micro e pequenas empresas, o banco também oferece linha de crédito com taxa mínima cobrada de 1,78% ao mês e o limite máximo de operação é de R$ 100 mil. Entre as facilidades incluídas nas linhas abertas hoje está, conforme o Bradesco, carência de até 90 dias para o empresário pagar a primeira parcela. Uma delas é a Giro Simples Bradesco, indicada para micro e pequenas empresas que desejam reforçar seu fluxo de caixa. Além de carência de até 90 dias para o pagamento da primeira parcela, o prazo de financiamento é de até 36 meses.

rísticas diferenciadas de acordo com cada banco federal, ele pode beneficiar empresas que estão sendo abertas ou que já existem. Geralmente, para conseguir o crédito, o empresário deve ter uma conta no banco e apresentar um Plano de Negócios, uma proposta de financiamento ou um roteiro do projeto de acordo com as especificações de cada banco e da linha do PROGER que o empresário se interesse (alguns bancos têm, em seus sites, um modelo de proposta de financiamento).

O ideal é optar por fontes com taxas de juros mais baratas, cujos valores e prazos de pagamentos sejam adequados ao fluxo de caixa da empresa

Gerente do Banco do Nordeste em Mossoró, Maykel Filgueira, fala sobre linhas de crédito.

Acontece Empresas

De acordo com Maykel Filgueira, gerente da agência do Banco do Nordeste em Mossoró, está disponível para as empresas do Rio Grande do Norte um montante de R$ 850 milhões para empréstimos a longo prazo. “Os empréstimos para longo prazo têm hoje juros de 3,5% ao ano. Para empréstimos em curto prazo os juros são a partir de 0,55% ao mês, variando de acordo com o porte da empresa”, destaca o gerente. Além das linhas de crédito para empresas formais, o Banco do Nordeste também oferece linha de crédito para os informais. O CrediAmigo é uma linha de crédito com juros a partir de 0,6%, dependendo do cadastro do cliente. Para o RN, estão disponíveis R$ 290 milhões. O Bradesco, visto como o maior banco privado do Brasil, também oferece grande variação de crédito para empresas e também para empreendedores individuais, que podem financiar seus investimentos em novas aquisições, arrendamento mercantil, modernização e diversas outras melhorias. Através do BNDES Automático, o empresário pode contar com os recursos necessários para tirar os planos do papel e fazer sua empresa crescer. De acordo com a gerente da agência Bradesco em Caraúbas, Iranir Lidiane, esse tipo de linha de crédito pode ser feito com até 60 meses para pagar. O Financiamento pode chegar até 100% do valor do investimento, conforme a solução escolhida. Os juros médios são de 4% ao ano. Para financiar o crescimento, modernização, produtividade e o capital de giro

29


Crédito

Criação de programa garante financiamento para micro e pequenas empresas

O

Acontece Empresas

governo formalizou, em maio deste ano, a criação de um programa que permite que empresas de micro, pequeno e médio porte financiem projetos de inovação tecnológica com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O FAT-Inovacred (Programa de Fomento à Inovação Tecnológica) terá aporte de R$ 250 milhões do FAT e possibilitará que as empresas empreguem recursos excedentes da reserva mínima de liquidez do fundo em projetos cuja finalidade seja o aumento da competitividade. Poderão ser financiados, por exemplo, a aquisição e o transporte de máquinas e equipamentos, despesas com pesquisa e desenvolvimento, a contra-

30

tação de estudos, despesas com treinamento e participação em feiras e eventos no país e no exterior. Os taxistas que precisarem comprar o primeiro carro para começar a trabalhar terão acesso a financiamento operado com dinheiro do FAT. O programa foi instituído pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (CODEFAT) por resolução publicada nesta sexta no “Diário Oficial da União”. Os recursos advindos do FAT poderão ser usados para financiar até 90% dos projetos de empresas com receita até R$ 3,6 milhões. No caso de empresas com receita superior a esse valor, o percentual se limita a 80% dos projetos. O programa contempla apenas companhias consideradas de até médio por-

te, com receita de até R$ 16 milhões. Existe também um teto financiável de R$ 1 milhão para companhias com receita de até R$ 7,5 milhões e de R$ 2 milhões quando a receita for de até R$ 16 milhões.

Taxistas podem obter financiamento do FAT pra comprar veículo


31

Acontece Empresas


Crescimento

Acontece Empresas/Municípios chega a sua quinta edição

L

Acontece Empresas

ançada há exatos três anos, a revista Acontece Empresas/ Municípios chega a sua 5ª edição trazendo as novidades sobre o que acontece no mundo dos negócios. Nesta publicação, a revista destaca a realização da terceira edição da Exponor RN e a 25ª Convenção Nordeste de Supermercados realizada em Mossoró entre os dias 6 e 8 de novembro, reunindo representantes do setor supermercadista de todo o Rio Grande do Norte, outros estados do Nordeste e também da região Norte. Além disso, a revista mostra uma radiografia do setor ceramista do Rio Grande do Norte e também destaca as carreiras de sucesso de empreendedores que apostam no seu potencial e hoje se destacam no mundo dos negócios. A revista Acontece tem se destacado como uma ferramenta importante para que as empresas e empreendedores possam levar ao público o planejamento estratégico e a divulgação de todas as atividades pertinentes, inserindo os

32

clientes nos meios de comunicação de forma a atingir seu público-alvo e o público em potencial. A proposta de todos que integram a equipe da revista Acontece Empresas/ Municípios é garantir a visibilidade do cliente, especialmente no mercado em desenvolvimento no Rio Grande do Norte, visando sempre à qualidade da abordagem – sempre de acordo com os objetivos do assessorado. A nossa meta tem sido sempre fazer com que a sua empresa, marca, produto ou serviço fique mais perto do seu público-alvo através dos meios de divulgação. Além do material impresso da revista, os clientes podem contar com um trabalho de divulgação através de rádios, Tvs e outras mídias. Formada por uma equipe multidisciplinar, com jornalistas, editores de arte, fotógrafos e profissionais de Relações Públicas, a revista Acontece Empresa/Municípios também conta com parceiros estratégicos em outros setores – incluindo gráficas especializadas no atendimento a serviços

das áreas de comunicação e marketing, revisão e produção. Ao longo desse período de três anos de existência, a revista Acontece Empresas/Municípios atendeu e continua atendendo a empresas, entidades públicas e privadas de diferentes segmentos. Entre as áreas de atuação, estão as administrações públicas do interior do RN, projetos culturais, exposições como a Feira Industrial e Comercial da Região Oeste (Ficro/2013) e a Exponor/2013, realizada em Mossoró, entre outras produções. Quem já participou das edições anteriores sabe que o trabalho realizado pela revista Acontece tem feito com que algumas empresas, antes desconhecidas pelo grande público, estejam hoje mais presentes no cotidiano das pessoas. A Revista Acontece/Empresas/Municípios tem sido uma excelente oportunidade para quem precisa divulgar sua marca e ampliar sua clientela.


33

Acontece Empresas


Col una

Acontecendo Mário Filho Sucesso!!!

Com pé direito A coleção Inverno 2014 da Carmen Steffens é sucesso com sua clientela VIP. O espaço da empresária Sânzia Fernandes, no West Shopping, é só alegria com cores, modelos e, claro, muito brilho, que não pode faltar nos calçados e bolsas da CS. Para os homens de bom gosto que curtem andar na moda, a coleção Raphael Steffens traz a beleza de sempre nos calçados e sandálias. A coleção conta também com acessórios em óculos e relógios. Um Luxo!!!

The Voice Que ele tem um talento todos nos já sabemos!!! O Giannini Alencar é mesmo um sucesso da música mossoroense e até mesmo fora do nosso estado. Ele trouxe o ritmo sertanejo em seu repertório com autorias próprias, ganhando um grande número de fãs ao longo do tempo. Atualmente, é um dos nomes mais cotados para eventos em geral. O músico ainda tem muita estrada pela frente e promete continuar seguindo a carreira com seu estilo diferente e claro parcerias musicais de renome nacional. Ele vai longe!

Acontece Empresas

Polo Play

34

A moda Polo Play, localizada no Mossoró West Shopping, é uma franquia de renome nacional que vem crescendo a cada dia com sua qualidade e bom atendimento. Vestindo homens exigentes e inovadores, a linha masculina proporciona elegância, qualidade e status com suas camisas polos, sociais e acessórios. O feminino não poderia ficar de fora e essa coleção vem com peças confortáveis para o dia a dia, resultando em perfeitas silhuetas, com destaque a camisaria. A marca oferece os produtos essenciais para o trabalho e lazer. Passa lá!

A empresária Marluce Bezerra, com sua Maison Elegance, oferece os melhores e mais belos vestidos de noiva da cidade, além de alugueis para festas e eventos em geral. Modelos escolhidos pela própria empresária, que faz questão de conferir cada detalhe para tudo sair perfeitamente lindo. E ela não para ai, Marluce ataca também no mundo fashion com sua New Marluce Moda, consolidada no Mossoró West Shopping com as marcas Sommer, Dimy e moda praia Água Doce. Parabéns!

Faz Acontecer • O fotógrafo Ricardo Lopes lançou mais uma edição 2013/2014 do seu Guia Festas Mossoró. A publicação reúne os melhores profissionais da área de eventos. Ele Arrasa. • O Hair Stylist Jailson Novinho anda rindo à toa com o sucesso do seu espaço, agora todo reformado com seu nome e assinatura. O rapaz é danado e tem bom gosto em tudo que faz, tanto que contratou o cabeleireiro das estrelas, Paulo Júnior, para fazer parte desse time. O resultado, claro, dos melhores. • A coleção Inverno 2014 do estilista mineiro Victor Dzenk foi apresentada no último Fashion Rio. Algumas peças já podem ser vistas nas araras da Maison Tráfego. Um Luxo. • A linda e talentosa cantora Thábata Mendes vem com novidades para seus fãs. O furacão potiguar está no Recife gravando mais um CD, desta vez com participação do músico Marquinhos Maraial. Após o lançamento, a cantora apresenta turnê pelo Sul do País. • Ponto ao bom atendimento do restaurante Trattoria Centro e Nova Bethânia. A empresária Neves Li Causi faz honra aos empresários de sucesso na cidade. Um bom exemplo a seguir. • Aos aniversariantes de Fevereiro, meu carinho e parabéns à cantora Symara Tâmara, o Publicitário Joseildo Rodrigues, ao amigo Thiago Rodrigo. VIVAS! • Quero agradecer o convite do Jornal Gazeta do Oeste, no qual falo sobre moda de uma forma jovem e moderna. Obrigado ao colunista social Diego Pinheiro e também a diretora executiva Maria Emília para fazer parte nas páginas desse jornal, que merece aplausos com sua credibilidade e história de sucesso.


35

Acontece Empresas


36

Acontece Empresas


37

Acontece Empresas


38

Acontece Empresas


39

Acontece Empresas


40

Acontece Empresas


41

Acontece Empresas


42

Acontece Empresas


43

Acontece Empresas


44

Acontece Empresas


Revista Acontece Empresas