Issuu on Google+

www.jdosudoeste.com.br

ANO XXII

Edição 88

Ângelo Rosa quer PSDB de Quirinópolis preparado para embate eleitoral

de 15 de abril a 15 de maio de 2011

Em Bom Jardim de Goiás Acertos X Desacertos Apesar de denúncias infundadas que originaram processos os quais serão combatidos de cabeça erguida. A vida segue!!! E sempre com o apoio do povo e pensamento em Deus, Baré aponta os problemas herdados e mostra os resultados de um trabalho árduo, honesto e produtivo.

Reconduzido à presidência do Diretório do PSDB de Quirinópolis, o professor Ângelo Rosa Ribeiro, ex-deputado estadual, quer o seu partido preparado para o embate eleitoral no município no ano que vem. Adiantou que o PSDB vai lançar chapa completa de candidatos à Câmara Municipal e candidato a vice-prefeito. “Temos uma parceria com o DEM, que pretendemos fortalecê-la ainda mais, mas o futuro a Deus pertence, por isso temos que estar preparados até mesmo para uma eventualidade de termos que lançar candidato a prefeito”, frisou. PÁGINA 02 e 03

Trânsito mortal A Universidade de São Paulo (USP) acaba de divulgar estudo sobre a gravidade dos acidentes de transporte no Brasil. Os resultados apontam para uma situação dramática. Por conta do baixo índice de infraestrutura viária e o altíssimo grau de irresponsabilidade dos condutores, o País contabiliza por ano algo próximo a 40 mil mortes e 500 mil feridos em mais de um milhão de acidentes. PÁGINA 07

PÁGINAS 04 E 05

Ronivon é assessor especial do Governador Marconi PÁGINA 08


02

Ano XXII - Edição 88

de 15 de abril a 15 de maio de 2011

Ângelo Rosa quer PSDB de Quirinópolis preparado para embate eleitoral Reconduzido à presidência do Diretório do PSDB de Quirinópolis, o professor Ângelo Rosa Ribeiro, ex-deputado estadual, quer o seu partido preparado para o embate eleitoral no município no ano que vem. Adiantou que o PSDB vai lançar chapa completa de candidatos à Câmara Municipal e candidato a vice-prefeito. “Temos uma parceria com o DEM, que pretendemos fortalecê-la ainda mais, mas o futuro a Deus pertence, por isso temos que estar preparados até mesmo para uma eventualidade de termos que lançar candidato a prefeito”, frisou. Ângelo Rosa disse que o PSDB de Quirinópolis, hoje, está no seu melhor momento. “Conseguimos reestruturar o partido, adequando-o à le-

gislação vigente. Então temos um diretório completo, com 45 membros titulares e 15 suplentes, Comissão de Ética, Conselho Fiscal, enfim estamos adequados à legislação eleitoral. E fizemos uma investigação entre os 700 filiados no partido, em Quirinópolis, para colocar na liderança do partido aqueles companheiros que mais estão dispostos a trabalhar pelo engrandecimento do PSDB, para que o partido tenha condições de dar sua efetiva contribuição na organização da sociedade e no desenvolvimento sócio-econômico do nosso município”, ressaltou o presidente da sigla. Enfim, disse, em entrevista ao Jornal do Sudoeste, que o PSDB está estruturado no Estado de Goiás todo, por isso

adquire feição diferente em Quirinópolis, com renovação, principalmente de mentalidade e, também, de inclusão de novos membros. “Hoje, mais do que nunca, o PSDB está preparado para os desafios que vai ter pela frente, principalmente relacionados com as eleições municipais do ano que vem. Aliás, dentro dos próximos 30 dias vamos fazer uma grande reunião, para apresentar nosso diretório, bem como os segmentos Juventude e Mulher do PSDB. Será uma reunião da família da social-democracia, onde teremos oportunidades para um maior interrelacionamento de nossas lideranças com o quadro de filiados do partido, nosso público”, frisou o presidente do Diretório do PSDB de Quirinópolis.

Juarez diz que Marconi vai se superar “Quem resolve os problemas é o povo, o governante administra; mas estou certo de que o governador Marconi Perillo, com o apoio desse povo, dentro de uma administração de ser humano, ele vai se superar. Acredito mesmo que fará o melhor governo da vida dos goianos”. A afirmação é de Juarez, mais conhecido como Gaucho, comerciante e um dos fundadores do PSDB de Quirinópolis. Juarez está certo de que Marconi Perillo deixou claro o apoio que tem do povo goiano, ao vencer candidatos poderosos, que contaram com apoio do então presidente Lula e das máquinas de governos federal, estadual e municipais. “E

ele está fazendo a coisa certa, com a devida transparência, por isso o PSDB de Quirinópolis tem orgulho em apoiá-lo”, frisou o comerciante. Presente na eleição do novo diretório municipal do PSDB, Juarez está confiante nesse novo projeto do partido de conquistar novos companheiros no município com vistas a formar uma chapa de candidatos fortes às eleições municipais de 2012. “Divulgando o lado bom da política, ou seja, que ela tem que ser usada em benefício da população, vamos, sim, conquistar novos companheiros para somar conosco nesse grande projeto de fazer o melhor governo da vida dos goianos”, concluiu.

Renildo confiante em vitória O comerciante Renildo Antônio Mourão, que assumiu a Tesouraria do Diretório Municipal do PSDB, acredita que com o trabalho que está sendo feito, o partido vai superar a casa de 1000 filiados no município. “Sob a liderança exemplar do governador Marconi Perillo, que está determinado a fazer um grande governo, vamos conseguir um excelente desempenho na eleição de 2012, elegendo o prefeito e maioria de vereadores”, frisou o líder tucano. Renildo fez uma avaliação positiva da eleição dos membros do diretório do PSDB de Quirinópolis. “Com essa reestruturação, o partido ganha nova motivação para trabalhar não somente no fortalecimento da base de sustentação do governo Marconi Perillo, mas também com vistas ao desenvolvimento do nosso município, sob todos os aspectos. Estamos confiantes de que nesse seu terceiro mandato, o governador Marconi vai fazer muito mais por Quirinópolis e região”, concluiu.

Ricardo Quireza diz que PSDB é diferente Um dos fundadores do PSDB em Quirinópolis, Ricardo Quireza Leão disse que segue motivado a trabalhar pelo engrandecimento do partido não só no município e região, mas em todo o Estado de Goiás e em nível de Brasil. “O PSDB é um partido diferente, que recebe a todos de braços abertos e tem um programa voltado realmente para o fortalecimento da social-democracia”, frisou. Ricardo está integrado no trabalho que o PSDB vem realizando em Quirinópolis e região com vistas a conquistar novas pessoas para os quadros do partido. “A nossa mentalidade é de estar buscando sempre a renovação com vistas a fazer melhor pelo nosso povo”, concluiu.


03

Ano XXII - Edição 88

Anádio quer investimento no social Satisfeito com o crescimento do PSDB em Quirinópolis, que hoje já tem diretório definitivo, Anádio Rosa Ribeiro acha que o partido agora deveria investir mais no social, contemplando efetivamente os menos favorecidos. “Acredito que o Ângelo é a pessoa certa para estar buscando, com o respaldo das novas lideranças do partido, os benefícios do governo para esta área social, que são muitos”, frisou. Anádio entende que o PSDB ganhou nova motivação com a vitória expressiva de Marconi Perillo, que se credenciou como um dos fortes nomes do partido para disputar a próxima eleição para presidente do Brasil. “Temos que aproveitar esse bom momento do partido para ampliar seus espaços, conquistando novos companheiros, o que não vai ser difícil haja vista que tem muita gente de olho no PSDB com vistas a viabilizar candidatura às próximas eleições municipais, até mesmo de prefeito”, colocou.

Andersen quer candidatos fortes Andersen Ferreira da Silva, mais conhecido por Anderson, está motivado com o crescimento do PSDB, especialmente depois da grande conquista nas urnas que consagrou o governador Marconi Perillo como uma das principais lideranças do partido em nível nacional. Andersen está confiante no trabalho realizado pelas lideranças

tucanas, em Quirinópolis, com vistas a formar uma chapa de candidatos com reais condições de vitória nas eleições municipais do ano que vem. “O PSDB sempre foi grande em Quirinópolis, mas está crescendo bastante com essa belíssima retomada do governo do Estado por Marconi Perillo. Aqui temos pessoas realmente guerreiras,

lutando pelo crescimento e fortalecimento do nosso partido. Coloco meu nome à disposição para realizar vários trabalhos e projetos dentro da política para mudar o cenário quirinopolino”, frisou Anderson, que acredita na força do diálogo para conquistar novos filiados e pré-candidatos às eleições de 2012.

de 15 de abril a 15 de maio de 2011

Professor Reile Ferreira Rossi confiante em novos rumos O Professor Reile manifestou a sua confiança de que o PSDB de Quirinópolis vai marchar unido pela vitória nas eleições do ano que vem. “O PSDB está organizado no município, elegeu lideranças incontestáveis para o diretório, ao exemplo do presidente Ângelo Rosa, e vamos trabalhar para que novos companheiros sejam mobilizados. Com certeza, o partido toma novos rumos a partir desse momento”, ressaltou o professor, que faz parte da nova composição do diretório municipal do PSDB.

COMISSÃO EXECUTIVA DO DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PSDB DE QUIRINÓPOLIS ELEITA EM 20/03/2011 PRESIDENTE: ANGELO ROSA RIBEIRO VICE-PRESIDENTE: JUAREZ CORNELI SECRETÁRIO: RICARDO QUIREZA LEÃO TESOUREIRO: RENILDO ANTONIO MOURÃO 1º VOGAL: RONIVON SEBASTIÃO FERREIRA 2º VOGAL: REILE FERREIRA ROSSI SUPLENTES: OSCARINO MARTINS DA SILVA III ANÁDIO ROSA RIBEIRO MAURO ALVES FERREIRA MARCOS ROBERTO BARRETO MEMBROS DO CONSELHO FISCAL: FRANCIRRENIO CORREA FERNANDES MANOEL FELISMINO MATEUS CELINA ALVES DE SOUZA SILVA SUPLENTES: JEOVAH TOSCANO DE ARAUJO ROSEMEIRE FERREIRA EVALDO QUIRINO DE OLIVEIRA CONSELHO DE ÉTICA E DISCIPLINA: NECEI DANTAS DE ANDRADE QUIREZA DAIANE RIBEIRO ARANTES ROMEU MATTAR FILHO ARNALDO BARTOLOMEU RIBEIRO JOSÉ CABRAL GOUVEIA SUPLENTES: ADELMO DANTAS DE SOUZA RONE DANTAS WILTON PEREIRA DE FREITAS GERALDO VIEIRA TOMÉ JOSÉ GONÇALVES DA SILVA DELEGADOS: RENILDO ANTONIO MOURÃO PATRICK BARCELLOS FERREIRA SUPLENTES: RONIVON SEBASTIÃO FERREIRA ANGELO ROSA RIBEIRO


04

Ano XXII - Edição 88

de 15 de abril a 15 de maio de 2011

Em Bom Jardim de Goiás Acertos

X

Desacertos Apesar de denúncias infundadas que originaram processos os quais serão combatidos de cabeça erguida. A vida segue!!! E sempre com o apoio do povo e pensamento em Deus, Baré aponta os problemas herdados e mostra os resultados de um trabalho árduo, honesto e produtivo. O prefeito de Bom Jardim de Goiás, Cleudes Bernardes da Costa (Baré), vem enfrentando, desde seu primeiro dia de governo, verdadeira batalha para arrumar a desordem deixada por seus antecessores. Não é novidade para ninguém que o ex-prefeito Manoel Luiz dizia abertamente que não estava fazendo quase nada por que seu antecessor Nailton de Oliveira havia deixado muitas dividas para ele pagar, Nailton por sua vez, justificava sua derrota nas urnas do município, quando candidato a deputado estadual, como reflexo da má gestão do Manoel Luiz, é sabido também que o ex-prefeito após as eleições municipais, deixou a cidade totalmente sucateada, com mais de R$ 7 milhões em dívidas e cerca de 256 processos de cobranças judiciais de natureza de indenizações, reparação de danos, mandato de segurança, reclamatórias trabalhistas, descumprimento de convênios, execução das obrigações de fazer, ação monitória, execuções fiscais, folhas de pagamento atrasadas e outras obrigações trabalhistas sem ao menos empenhá-las, como subterfúgio para não declarar os restos a pagar deixados e que são atingidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal, quase inviabilizou os serviços básicos de saúde e educação, só não o tendo feito em decorrência de pronta e eficaz atitude e gerenciamento da atual gestão. A população estava perplexa com tamanho descaso e ingerência financeira. Cheques da Prefeitura eram pré-datados e descontados com agiotas, os fornecedores e prestadores de serviços daquela Prefeitura enfrentavam verdadeiro calvário para receber o que lhes era de direito. Por fim, Baré encontrou uma Prefeitura falida, negativada em todas as instâncias federais, estaduais e, de consequência, sem crédito. De acordo com o ministério da Educação e Cultura, a escola municipal apresentava no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) a pior nota entre todas as outras escolas do município, os professores e profissionais da educação estavam desmotivados ante tamanho desrespeito com a classe. Na saúde, o caos estava instalado, Hospital Municipal fechado para internações, os médicos desmotivados com três meses sem receber, faltavam medicamentos básicos para os hipertensos e diabéticos. O lixo estava espalhado pelos quatro cantos da

cidade, pois nem coleta do lixo doméstico se realizava mais. O IPASBO (Instituto de Previdência e Assistência Social de Bom Jardim) estava falido, com créditos em relação à Prefeitura superior a R$ 700.000,00 (setecentos mil reais) negativado pela Receita Federal. No INSS, a dívida herdada ultrapassava R$ 2.160.000,00 (dois milhões cento e sessenta mil reais), razão pela qual a receita previdenciária também não emitia a CND. Com os órgãos estaduais: Celg, Saneago, Seagro e Secretaria de Educação, a dívida ultrapassava R$ 1.817.902,00 (Um milhão oitocentos e dezessete mil e novecentos e dois reais). Com as operadoras de telefones, Vivo e Brasil Telecom, a dívida era de mais de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais). No período de agosto a dezembro de 2008, o ex-prefeito também não depositou o PASEP dos servidores municipais, acumulando uma dívida de R$ 12.967,86 (doze mil novecentos e sessenta e sete reais e oitenta e seis centavos), o que também ocasionou o bloqueio do FPM (Fundo de Participação do Município). Só com a folha de pagamento atrasada, referente a dezembro de 2008 e dívidas trabalhistas, o ex-prefeito deixou, de forma irresponsável e ilegal sem pagar o valor de R$ 244.872,60 (duzentos e quarenta e quatro mil oitocentos e setenta e dois reais e sessenta centavos). Computadores foram sucateados, documentos foram extraviados, medicamentos subtraídos do hospital e criminosamente jogados no aterro sanitário. Com tantas dificuldades de ordem financeira, estrutural e burocrática, não restou ao prefeito Baré outra alternativa senão a de arregaçar as mangas, motivar sua equipe e enfrentar toda ordem de problemas com muita fé em Deus, bastante trabalho, planejamento e credibilidade junto à população que o elegeu. A atual administração vem superando as dificuldades encontradas a cada dia. Já pagou com recursos próprios quase R$ 1 milhão em dívidas herdadas, e até o presente momento, as dívidas negociadas já consomem cerca de R$ 32.000,00 (trinta e dois mil reais) mensais das receitas correntes do município, dinheiro este, que não fossem as falcatruas dos ex-administradores, poderia estar sendo investidos em obras e benefícios para a população. Hoje, até os opositores políticos concordam que Baré res-

gatou a credibilidade da Prefeitura, mantém o pagamento da folha salarial dentro do mês trabalhado e os 13º salários pagos no mês do aniversário do servidor. Os fornecedores sabem que agora, vender para a Prefeitura é sinônimo de recebimento certo. Baré vem priorizando os investimentos em saúde e educação, além de contratar 05 (cinco) ótimos médicos, 03 (três) odontólogos, 01 (um) fisioterapeuta, 01 psicóloga, mantém 26 agentes de saúde, biomédica, farmacêutica, enfermeiras padrão, auxiliares de enfermagem, agentes de endemias e vários outros profissionais de saúde. Reformou, ampliou e climatizou o Hospital Municipal, reformou e construiu PSF’s, adquiriu equipamentos e veículos para a saúde e outros setores da administração. Em pouco mais de dois anos, a Escola Municipal saiu da condição da pior escola, para a escola mais bem avaliada do município. Foram várias as ações realizadas na Educação. Baré investe cerca de 36% das receitas orçamentárias em Educação, aumentou os salários dos professores, reduziu a carga horária de trabalho, aprovou o Plano de Cargos e Salários e estabeleceu parceria entre a classe, município e a universidade para melhorar a qualificação profissional dos mesmos. Reformou o prédio da escola municipal, adquiriu móveis e equipamentos, substituiu os velhos e antigos quadros de giz por lousas e pinceis atômicos. Melhorou o Transporte Escolar Rural. O governo municipal além de oferecer gratuitamente o uniforme escolar, oferece também merenda de qualidade, inclusive no período vespertino, onde a merenda é servida duas vezes a todos os alunos, especialmente àqueles advindos da zona rural. Hoje a escola municipal não necessita mais promover festinhas e leilões para arrecadar fundos para aquisição de materiais didáticos e pedagógicos indispensáveis ao planejamento de aulas e aprendizado dos alunos. Os desfiles cívicos, que já não aconteciam há mais de 14 anos, foram resgatados e, hoje, é orgulho da comunidade e de todas as escolas que ajudaram e ajudam na realização destas grandiosas festas cívicas, que acontecem em comemoração ao aniversário do município e em outros eventos. Na área social, foram implantados diversos programas, tais como: Segundo Tempo, AABB Comunidade, PETI Clu-

be, Pró-Jovem Adolescente, Escola de Informática, Escola de Música, Escola de Corte e Costura, Escola de Cabeleireiros e vários outros cursos de formação profissional para todas as idades, além da distribuição de kits para gestantes, contendo o enxoval básico necessário aos primeiros meses de vida dos bebês. Foram realizados diversos mutirões da cidadania em 12 assentamentos rurais, envolvendo a promoção da saúde, através de palestras e consultas médicas, distribuição gratuita de medicamentos, alimentos, cobertores, brinquedos, kits de higiene bucal, e ainda propiciando aos assentados receber tratamento especial de beleza, envolvendo desde manicure, cortes, escovas e tinturas de cabelos, o que visivelmente melhora a auto-estima de todos, especialmente das mulheres daquelas comunidades. Para a reforma do lar dos idosos, com a participação do legislativo, que aprovou lei especial, foram doados R$10.000,00 (dez mil reais). Isto é mais um trabalho em prol de todos os seguimentos sociais de Bom Jardim de Goiás. Dentre os diversos eventos e ações promovidos pela Secretaria de Promoção Social e Habitação, destaca-se a festa em comemoração ao Dia das Mães, que sem dúvida alguma é uma das maiores do Estado, com apresentações musicais, teatrais, sorteio de prêmios entre móveis, eletrodomésticos e utensílios diversos. No Dia Internacional da Mulher, o Mutirão da Beleza Feminina, envolve quase 100% da participação dos profissionais de estética e beleza, que voluntariamente e sob a coordenação da primeira-dama Eliene Bernardes, dedica o dia todo de trabalho para atender as mulheres do município, especialmente as de baixa renda, que comumente não frequentam salões de beleza. Ainda na secretaria de assistência social, com o apoio do deputado estadual Nilo Resende, adquiriu-se um veículo Micro-ônibus Van, com capacidade para 16 passageiros, e que todas as semanas viaja a Goiânia transportando pacientes que necessitam de tratamentos especializados, cuja complexidade não permita o tratamento nas unidades locais de saúde, lá chegando, contam com um bem estruturado Centro de Apoio, que oferece alimentação, estadia e todo suporte necessário para agilizar o tratamento de cada cidadão, sem nenhum custo para os mesmos

e em igualdade de condições para todos os usuários. Na área da moradia, 71 famílias foram beneficiadas, sendo 21 residências construídas através de convênio com o Governo Federal e 50 reformadas através do Cheque Reforma que é um programa desenvolvido em parceria com o Governo Estadual. Foi criado a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente para incentivar a agricultura familiar e dar suporte técnico ao homem do campo. Com a construção e reforma de pontes, mata-burros, bueiros e a conservação das estradas vicinais, tanto o transporte escolar como a escoação da produção agropecuária do município vem sendo realizada normalmente e, através do Programa de Mecanização da Terra, centenas de produtores rurais já foram beneficiados com serviços de gradeagem da terra, auxílio no plantio de lavouras e construção de curvas de nível para conservação do solo, além dos programas de hortas e lavouras comunitárias, pois que tudo se busca fazer em beneficio do homem sem descuidar do meio ambiente. O prefeito Baré, preocupado com a revitalização da cidade, reformou praças, plantou árvores ornamentais, centenas de Palmeiras Imperiais, coloriu os canteiros centrais com flores e grama esmeralda, recuperou a iluminação pública, construiu bueiros para a canalização pluvial, construiu milhares de metros quadrados de calçadas e meios-fios, além da pintura de muros, meios-fios e reforma dos prédios públicos municipais e logo estará realizando a pavimentação asfáltica de ruas e avenidas para melhorar ainda mais a estética, embelezamento da cidade e qualidade de vida dos munícipes. No esporte, graças ao apoio do governo municipal, a agremiação de futebol de Bom Jardim conquistou o inédito título de Campeão Regional Amador, o que motivou a continuidade na promoção constante de diversas competições nas mais variadas modalidades, e o suporte necessário aos atletas através da aquisição de uniformes, materiais esportivos e transporte coletivo, além de reformar os vestiários do Estádio Municipal Gilmar Belo, e em breve estará inaugurando uma quadra poliesportiva, e realizando, em parceria com a Rádio Serra Negra FM, um grande Continua...


05

Ano XXII - Edição 88

evento esportivo e festivo em comemoração ao 14º aniversário desta rádio comunitária. Todas estas ações são modelo de uma administração séria e voltada para o bem estar social da população. Ao contrário do exemplo deixado pelos ex-prefeitos Manoel Luiz e Nailton de Oliveira, que recentemente foram condenados pelo Ministério Público e pelo TCM (Tribunal de Contas dos Municípios), a devolverem o dinheiro desviado da arrecadação dos tributos municipais, causando prejuízos à população, o chamado “Escândalo do ITBI”, além dos desvios apontados pelo INCRA, que inclusive reclama a devolução do dinheiro mal versado no importe de R$ 210,014,06, a situação demanda uma atitude forte do município e do Ministério Publico, que recebeu a matéria com provas técnicas e produzidas com isenção. Em relação ao ITBI, na época, o autor da Ação Popular com Pedido de Liminar foi o agropecuarista Gabriel Carneiro Junqueira, protocolada no Fórum de Aragarças no dia 17 de julho de 2008, pedindo que os ex-prefeitos Nailton de Oliveira e Manoel Luiz, respectivamente, devolvam R$ 761.030,46 que, corrigidos até o dia 31 de julho de 2008, somavam R$ 1.175.049,70. Gabriel Junqueira procurou o vereador Manoel Campim (então presidente

da Comissão de Fiscalização, Finanças, Orçamento e Tributação) que propôs a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as possíveis irregularidades na arrecadação do ITBI. A proposta do vereador foi derrotada por 5 x 4 votos. Então o vereador Manoel Campim, dia 4 de setembro daquele ano, buscou no Cartório de Registro de Imóveis a planilha dos últimos 5 anos (1º/01/03 - 30/11/07) sobre a movimentação de compra e venda de imóveis, sendo negada a informação pelo cartório. No dia 30 de novembro de 2007 foi protocolado pelo vereador Campim requerimento no Ministério Público, solicitando que a então promotora Fabiana Cândido, requeresse tais documentos ao cartório. De posse das planilhas, um perito contábil analisou as informações confrontadas com as prestações de contas no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), encontrando a diferença de R$ 761.030,46 do arrecadado com ITBI no período. Em alusão ao princípio da moralidade administrativa a Ação Popular, baseada no artigo 37 da Constituição Federal e regulamentada na Lei 8.429/92 (improbidade administrativa), sugere ao Ministério Público a propositura de ação civil pública por improbidade. A Justiça demorou, mas a verdade chegou. De acordo

de 15 de abril a 15 de maio de 2011 com o processo nº 14987/08 e do Acordão AC-IM/ID nº 07721/2010, feito pelos conselheiros do tribunal de contas dos municípios, no dia 09 de dezembro de 2010, o TCM, condenou os réus, Nailton e Manoel, com a imputação de multas e débitos, e de acordo com esta decisão, em face do ato praticado com grave infração à norma legal, bem como ato de gestão ilegítimo ou antieconômico que resultou em dano ao erário municipal. A situação do ex-prefeito Manoel Luiz é mais grave ainda, pois ele também foi condenado em mais dois processos, pelo Tribunal de Contas e pelo Ministério Público a devolver aos cofres do município a importância de R$ 611.233,07, referentes às divergências encontradas entre o Termo de Conferencia de Caixa e a não apresentação dos extratos das contas do Balanço Geral de 2006 e ainda, em referencia ‘as inscrições no ativo não realizável e não regularizadas no Balanço Geral de 2007, sendo, na primeira condenação R$ 416.396,02 e na segunda, R$ 194.837,05. Partes destes débitos já foram arroladas a Divida Ativa do Município. Acresça-se a isso o fato de aquelas oitos casas inacabadas no setor Joaquim Alves, terem sido iniciadas por convenio com a CAIXA ECONOMICA FEDERAL, onde havia a exigência de contra-partida de

R$ 53.000,00 aqui pasmem senhores leitores!!!! Não houve o depósito da contra-partida na conta convenio e nos registros contábeis, no apagar das luzes, houve o registro como se tivesse havido pagamento em dinheiro de R$63.000,00 via tesouraria, o que é proibido no caso de convenio, e pior, a empresa contratada nega o recebimento que ainda por cima foi R$10.000,00 a maior em relação aos valores descritos no convenio com a CEF. Tudo registrado com documentos oficiais disponíveis a qualquer cidadão ou autoridade, pois que há seu tempo o próprio município buscará o ressarcimento e, por certo, o MP e autoridades policiais cuidarão do aspecto penal. Bom Jardim de Goiás é uma cidade de pouco mais de oito mil habitantes, esta localizada a 370 quilômetros da capital, com FPM de índice 0.6, deste indicador 1% vai para o PASEP, o que corresponde em média R$3.700,00, a receita corrente é de R$ 742.000,00 mensais, mais de R$ 45.000,00 são repassados mensalmente para a câmara de vereadores, R$ 176.000,00 são destinados a educação, R$ 106.000,00 para a saúde, a folha de pagamento consome cerca de R$ 303.000,00 brutos, aproximadamente R$ 28.000,00 são gastos mensalmente com combustível e lubrificante, uma média de R$ 7.500,00 mensais vão para a manutenção do Centro

de Apoio a Saúde em Goiânia, cerca de R$ 25.000,00 mensais para pagamento de dívidas herdadas, restando ainda outras obrigações tais como: iluminação pública, coleta do lixo, galhadas de podas de árvores, entulhos de construção, constante operação taba buracos em ruas e avenida, conservação de praças e jardins, investimentos em esportes,programas sociais, manutenção de máquinas e frota de veículos, promoção de eventos e outras..., Ufa!!!!! Realmente é preciso muita determinação, dedicação, pulso firme e espírito público para enfrentar tantas obrigações com tão poucos recursos e ainda dar conta do recado. Não foi por acaso que no ano passado, segundo a Revista Fala Prefeito, Baré ficou entre os vinte prefeitos com gestões mais bem avaliadas do Estado de Goiás, e ainda, foi homenageado pela ACOMEG (Associação de Comunicadores do Estado de Goiás) com a Comenda Jornalista Eliomar Gomes, sendo escolhido o prefeito revelação do Oeste Goiano. Diante de tantos problemas, creia, BARÉ está sendo impulsionado pela coragem de sua equipe e pelo vigor que o povo de Bom Jardim o ajuda a manter, tornando sua administração uma vitória de todos aqueles que trabalham pelo progresso daquela hoje, imponente cidade do vale do Araguaia.

Festival Gastronômico movimenta São Simão A sexta edição do Festival Gastronômico, Esportivo e Cultural de São Simão será realizada de 21 a 24 deste mês, com muitas novidades. Além de um cardápio farto de peixes da melhor qualidade, o evento oferece uma série de atividades esportivas e culturais. O lançamento do festival aconteceu semana passada, na Sala Dona Gercina do Palácio das Esmeraldas, com a presença do governador Marconi Perillo (PSDB), secretários de

Estado, prefeito de São Simão, Assis Peixoto (PSDB), e seu secretariado, além de outras autoridades. Representante da região, o deputado Nilo Resende (DEM) diz que o evento se aperfeiçoa a cada nova edição. Nilo Resende disse que sempre apoiou a realização do Festival Gastronômico, Esportivo e Cultural de São Simão, porque, além de representar o município na Assembleia Legislativa, o evento contribui efetivamente para o engrandecimento da

região Sudoeste e do Estado de Goiás como um todo. “O prefeito Assis Peixoto e sua equipe têm conseguido aprimorar o festival a cada edição, com avanços na área da gastronomia, bem como com eventos culturais e esportivos que engrandecem São Simão e Goiás”, frisou o parlamentar democrata. Intercâmbio O deputado ressaltou que, além de um cardápio diferente a cada dia, a preços popu-

lares, o Festival Gastronômico, Esportivo e Cultural de São Simão vai apresentar muitas novidades nessa sua sexta edição. “Será promovido um intercâmbio entre os chefs do Centro Universitário de Votuporanga (SP) e os chefs de Goiás; sem falar na presença do escritor e folclorista Bariani Ortêncio, que fará uma exposição sobre a gastronomia do Estado, em especial o prato peixe na telha, de sua própria autoria.” Nilo lembrou que quem for

a São Simão poderá conferir ainda a Copa Centro-Oeste de Canoagem e campeonatos de futvôlei e vôlei de praia, competições que serão realizadas nas areias e águas do Lago Azul, palco do festival. A parte cultural ficará por conta de Renato Teixeira, Fátima Leão e das duplas sertanejas Guilherme e Santiago e Marcus Rossi e Ulian, além das apresentações de artistas locais durante os almoços e jantares do festival.


06

Ano XXII - Edição 88

de 15 de abril a 15 de maio de 2011


07

Ano XXII - Edição 88

de 15 de abril a 15 de maio de 2011

Trânsito mortal Empreendedor

te maiores nos Estados pobres da Federação. Os motivos estão centrados na precariedade do sistema de transporte e no grande número de motocicletas. Por exemplo, o fator de risco no Piauí, a menor economia do País, é quatro vezes maior em relação a São Paulo, o Estado mais rico e mais seguro, ainda que lidere em números absolutos o ranking da mortalidade por acidentes de transporte. Recentemente, o Ministério da Justiça divulgou o Mapa da Violência 2011, onde fica evidenciada a tragédia das nossas vias urbanas e rodovias. Conforme evidenciam os dados, na década compreendida entre 1998 e 2008 o número de óbitos por acidentes de transporte cresceu 20,8%, apesar do tremendo esforço legislativo pontuado pelo novo Código Brasileiro de Trânsito (CBT). Enquanto em 1998 apresentávamos número pouco superior a 30 mil mortes por ano, uma década depois o indicador quase supera os 40 mil óbitos. Na verdade houve uma pequena inflexão dos números entre 1998 e 2000 causada pelo temor inicial dos rigores propostos pelo CBT, mas logo foi retomada a tendência anterior de incremento dos índices de mortalidade depois que os condutores perceberam que, no geral, a lei havia ficado no papel. Ou seja, certamente a falta de empenho da fiscalização fez com que

A Universidade de São Paulo (USP) acaba de divulgar estudo sobre a gravidade dos acidentes de transporte no Brasil. Os resultados apontam para uma situação dramática. Por conta do baixo índice de infraestrutura viária e o altíssimo grau de irresponsabilidade dos condutores, o País contabiliza por ano algo próximo se afrouxassem os temores da norma legal. Há uma visão romântica no Brasil segundo a qual os cidadãos do primeiro-mundo entendem o ordenamento jurídico como um meio de viabilizar o pacto social e produzir felicidade. A assertiva é parcialmente verdadeira. De fato, no hemisfério norte há muito mais consciência de que as consequências penais e patrimoniais da quebra da lei são inexoráveis. Por lá, não existe espaço para a impunidade e, portanto, as leis são altamente imperativas. Isto pode inferido dos dados comparativos de 99 países analisados pelo Mapa da Violência 2011. No ranking das nações segundo a taxa de óbito por acidentes de transporte, dos dez maiores índices, seis pertencem à América Latina, três se situam na antiga ex-União Soviética e só uma se localiza na Europa. Enquanto o Brasil ocupa a 10ª posição no ranking, a França se encontra no 74º posto, o Reino Unido no 82º e a Holanda em 91º. Outro dado interessante neste sentido aponta no Japão uma taxa de 1,32 morte para cada 10 mil veículos contra 6,8 óbitos no Brasil Além das perdas humanas, as vias urbanas e rodovias causam prejuízos que um País em desenvolvimento como o Brasil certamente não deveria suportar. Estudos elaborados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) regis-

a 40 mil mortes e 500 mil feridos em mais de um milhão de acidentes. O risco de morrer nas ruas e rodovias brasileiras é até 13 vezes maior que nos países do primeiro-mundo. Ao contrário do que se imaginava, as chances de se envolver em acidentes com vítimas fatais são potencialmentram um custo total por ano de R$ 25,3 bilhões em perdas de produção, por danos dos veículos, de atendimento médico-hospitalar, previdenciárias e de atendimento judicial e policial, entre outros. O Governo Marconi Perillo possui uma estratégia integral para enfrentar o problema. São providências de longo alcance que passam pela integração das Polícias Civil e Militar para consecução de políticas comuns de segurança pública especificamente destinadas ao setor, moderna abordagem de educação para o trânsito com iniciativas começando na rede fundamental de ensino e chegando a campanhas publicitárias pontuais, cujos resultados são inquestionáveis, além da qualidade da infraestrutura do sistema rodoviário de competência do Estado. Este último item exige providências urgentíssimas que necessitam de recursos que serão captados pelo Fundo Estadual de Transportes. A manutenção, conservação e melhoramentos de rodovias e construção de novas estradas serão viabilizados com o dinheiro do Fundo. Trata-se de um compromisso de Estado que irá fazer de Goiás referência ao Brasil. Daniel Goulart Secretário de Articulação Institucional do Estado de Goiás

Individual A Lei do Empreendedor Individual, em vigência no país desde julho de 2009 e que entrou em vigor, em Goiás, no dia 8 de fevereiro de 2010, é, sem dúvida, um dos maiores programas de inclusão social do atual governo. Só para se ter uma idéia, cerca de 11 milhões de trabalhadores brasileiros estão ainda na informalidade. E os profissionais de beleza encabeçam esse montante, com 75% dos salões de beleza ainda na informalidade. E a meta ousada do governo é colocar todos eles na formalidade com essa nova legislação. Em Goiás, vale ressaltar o nome do parlamentar petista Luis Cesar Bueno, que com o devido apoio da Assembleia Legislativa, buscou acelerar a adequação do nome do parlamentar petista Luis Cesar Bueno, que com o devido apoio da Assembleia Legislativa, buscou aceno da Lei do Empreendedor Individual em nível estadual. E foi um

trabalho realmente bem feito, inclusive com 15 audiências públicas em cidades pólos do nosso Estado, onde o parlamentar prestou esclarecimentos valiosos aos empreendedores, empresários, profissionais liberais, universitários e demais pessoas interessadas em iniciar um empreendimento ou legalizar um já existente. Com o apoio do Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o governo pretende ampliar o número de negócios formalizados, passando de 559.770 (até 13/10/2010) para 1 milhão de empreendedores formais até dezembro deste ano. Inclusive, nessa semana o Sebrae está promovendo a Semana do Empreendedor Individual exatamente com vistas a incentivar trabalhadores que estão na informalidade, aos exemplos de doceiros, manicures e cabeleireiros, a se cadastrarem logo, para garantir todos os benefícios dados ao Empreen-

dedor Individual. A nova legislação visa facilitar o processo de formalização do trabalhador goiano e brasileiro e vale para quem tem faturamento anual de até R$ 36 mil. O ato de formalização do Empreendedor Individual (EI) é feito pela internet, por meio do Portal do Empreendedor: www. portaldoempreendedor. gov.br. O único custo do EI é o pagamento mensal de R$ 56,10 (INSS), R$ 4,00 (Prestadores de Serviço) ou R$ 1,00 (Comércio e Indústria) por meio de carnê emitido exclusivamente no Portal do Empreendedor. Boa sorte a você que tem o desejo de se tornar um Empreendedor Individual!

Eduardo Genner de Sousa Amorim é presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio no Estado de Goiás (Seceg)

A superintendência da Juventude a todo vapor O Superintendente da Juventude Leonardo Felipe pretende fazer uma gestão inovadora para atender as necessidades da juventude goiana. Segundo Leonardo é preciso reestruturar o Conselho Estadual de Juventude. Ele acredita que é preciso ampliar a participação da sociedade civil e criar um canal o comitê Intersetorial de de Juventude, evitando Políticas Publicas da Ju- sobreposições de ações, ventude. Esse comitê tem dando maior eficácia e o objetivo de potencia- visibilidade das ações lizar e promover a sinto- governamentais voltadas nia das políticas públicas para a juventude.

Odair Resende reivindica segurança O ex-prefeito de Quirinópolis, Odair Resende (DEM), hoje na Assessoria Especial do Governador Marconi Perillo (PSDB), esteve em visita ao Comandante Geral da Polícia Militar de Goiás, coronel Raimundo Nonato de A. Sobrinho, para não apenas cumprimentá-lo pelo bom trabalho que já realizou nesses 100 dias de governo, como para reforçar as reivindicações pró-segurança pública em Quirinópolis. Odair Resende, que também foi destaque na Assembleia Legislativa como deputado estadual, é pré-candidato a prefeito de Quirinópolis e tem tudo para unir os partidos da base do Governo Marconi Perillo para enfrentar a oposição nessas eleições do próximo ano.

de comunicação mais eficiente entre sociedade e governo. Leonardo pretende criar também, o Plano Estadual de Juventude. Esse plano vai orientar as próximas ações de Políticas Publicas para a juventude, de acordo com as demandas da população jovem de Goiás. Foi lançado também O superintendente avisa que essa e muitas outras ações em prol da juventude goiana serão realizadas nos próximos anos.


08

Ano XXII - Edição 88

de 15 de abril a 15 de maio de 2011

Ronivon é assessor especial do Governador Marconi Perillo Empresário e vereador por duas legislaturas na Câmara Municipal de Quirinópolis, Ronivon Ferreira foi nomeado assessor especial do Governador Marconi Perillo (PSDB). Comunicador nato, Ronivon quer contribuir da melhor maneira possível para que Marconi consiga cumprir a contento a sua promessa de campanha de fazer o melhor governo da vida dos goianos. Ronivon fez uma avaliação muito positiva dos 100 dias de Governo de Marconi Perillo, onde o governador priorizou o servidor públi-

co, pagando a folha de pagamento deixada pelo seu antecessor, mas também fez os investimentos necessários na Educação, Saúde, Segurança Pública e, em outras áreas essenciais, como a Social. “Com certeza, já no final deste ano de 2011, o Governo Marconi Perillo já estará realizando investimentos em todas as áreas, sempre com vistas a melhorar a qualidade de vida da população de Goiás”, enfatizou o novo Assessor Especial do Governador. Homem de partido, Ronivon Ferreira sempre con-

tribuiu para o crescimento não apenas do PSDB, mas de todos os partidos da base de sustentação do Governo Marconi Perillo em Quirinópolis e região. “De maneira humilde, este é um dos trabalhos que pretendo continuar desempenhando nesse Terceiro Mandato do nosso querido governador Marconi Perillo. Dessa vez, estou convicto de que Goiás vai emprestar um nome para dentro em breve presidir o Brasil”, concluiu o ex-vereador e atual empresário Ronivon Ferreira.


Jornal do Sudoeste Edição 88