Page 13

A RECONSTRUÇÃO DO BRASIL Que bases o novo governo deve criar para assegurar o aprimoramento sustentável da educação? Em que deverá investir? Deve melhorar dramaticamente a sua equipe. Entre os apadrinhados do PT, os venais de longa data e os incompetentes de nascença, há muita gente para sair e ser substituída por quadros profissionais e bem formados. Depois, o MEC tem que entender o seu papel de avaliador, de promotor de ideias, de formulador de políticas inteligentes e de financiador complementar. Deve se meter menos e atrapalhar menos, com suas burocracias infindáveis e regras bizantinas. O que o senhor faria se fosse ministro da Educação?

JORNAL

Felizmente, não sou. Fui até sondado, mas não tenho o perfil. Uma coisa é saber o que precisa ser feito. Outra é saber lidar com o inferno astral da politica, dentro e fora do MEC. Sobre primeira, tenho uma razoável ideia. A segunda, nem sei e nem gosto. Portanto, seria um péssimo ministro. A grande questão não é o que precisa ser feito, mas o que realisti-

‘ ‘

A GRANDE QUESTÃO NÃO É O QUE PRECISA SER FEITO, MAS O QUE REALISTICAMENTE UM MINISTRO CONSEGUE FAZER.”

camente um ministro consegue fazer. A verdade é que, em países como o nosso, o ministro da Educação tem muito pouco poder (exceto para atrapalhar). E o que ele consegue fazer depende do prestígio e força política que tem. Apesar de serem do mesmo partido, Janine e Mercadante foram ministros com níveis muito diferentes de poder. Tal como formulada, a pergunta se dirige à minha pessoa. Como não teria qualquer chance de ter real poder político, pelo meu descolamento desse mundo de Brasília, conseguiria fazer muito pouco. Quais seriam as suas prioridades? Essencialmente, as que estão descritas nas perguntas anteriores.

13

Maio junho 2016  
Maio junho 2016  
Advertisement