Page 1


ESTE FOLHETO É PARTE INTEGRANTE DO ACERVO DO BEHETÇOHO EM FORMATO DIGITAL, SUA UTILIZAÇÃO É LIMITADA. DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS.


INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO O Acervo Eletrônico de Cordéis do Behetçoho é uma iniciativa que pretende dar consequências ao conceito de (com)partilhamento dos artefatos artísticos do universo da oralidade, com o qual Behetçoho e Netlli estão profundamente comprometidos.

INFORMAÇÕES SOBRE A EQUIPE A equipe de trabalho que promoveu este primeiro momento de preparação e disponibilização do Acervo foi coordenada por Bilar Gregório e Ruan Kelvin Santos, sob supervisão de Edson Martins.

COMPOSIÇÃO DA EQUIPE Isabelle S. Parente, Fernanda Lima, Poliana Leandro, Joserlândio Costa, Luís André Araújo, Ayanny P. Costa, Manoel Sebastião Filho, Darlan Andrade e Felipe Xenofonte


RODOLFO COELHO CAVALCANTE

A VIDA DO PLANETA MARTE E OS DISCOS VOADORES


Enquanto os homens da Terra Se aprofundam na Ciência Em busca de Outros Planos Através da inteligência Os Marcianos, leitores, Com seus Discos Voadores Investigam com prudência. Muitos afirmam que Marte Não habita ser humano Quando a Psicografia Pelo poder do Arcano Há tempo tem demonstrado Que MARTE mesmo é habitado Embora negue o profano. Os Marcianos demonstram Alto grau de instrução, Pois o Planeta possue Alta determinação Superiora da Terra Por isto o Planeta encerra Grande Civilização.


A Ciência lá em Marte Tem um progresso avançado Não é semelhante ao da Terra Pelo progresso elevado, Elevou-se a inteligência Basta dizer que a Ciência É o seu ponto culminado. O Rádio, a Televisão, Já são da era passada... Enquanto a Telepatia Está muito aprofundada, A Energia elevou-se Em seu Orbe e transformou-se Em matéria condensada. A superfície de Marte É bastante acidentada, Enquanto a vegetação É sublime, matizada, São sublimados os ares Enquanto o solo, por mares É a região cortada.


Hoje os DISCOS VOADORES É a última invenção Que servem, especialmente, Para a investigação... Enquanto observam a Terra Há um invento anti-guerra No caso de uma invasão. Os Marcianos não são Beligerantes, porém Estão bastante munidos Em hipótese de alguém Queira o planeta invadir, Para melhor concluir: Toda Ciência eles têm. Os Marcianos são louros, De cabelos alongados, De estatura mediana E de olhos azulados, Dotados de cortezia, Irradiam simpatia Por seus modos educados.


O Idioma de Marte É da Terra diferente, Porém imita o aramaico E dos Vedas, certamente; Conversam com polidez Sabem falar o francês E o inglês corretamente. Quatro bilhões mais ou menos É a sua população Devido outras Galáxias Que fazem toda extensão; O Governo, na verdade, Rege com Fraternidade Numa só Região. O “Amai-vos uns aos Outros” É o único Mandamento Que tem por Lema Sagrado No seu maior fundamento; Não impera a superstição Nem tão pouco a ambição, Reinando contentamento.


Existe só Harmonia Que é base principal Do seu progresso que é imenso Como mola principal, Vivem em constante labor Os marcianos com amor Numa alegria total. Crianças de doze anos Já estão em Faculdade, Com vinte são Cientistas Que comprovam, na verdade, Ser bastante competentes, No geral-inteligentes De grande capacidade. Quando a América começou Sua civilização Marte já era dotado De Radio, Televisão, A Medicina imperava E o Marciano voava De Saturno até Plutão.


Os habitantes de Júpiter, De Sírios e de Plutão, De Venus e de Capela Vivem em cabal união, Gozam de hospitalidade E entre si, na verdade, Vivem de irmão para irmão. Enquanto os homens da Terra Vivem com ódio brigando Os Marcianos lamentam E há tempo vem estudando Para findarem com a guerra Em contato com a Terra Aos terráqueos ajudando. O idioma da Terra Hoje em Marte é conhecido Pois o Marciano teve Um Plano muito instruido Levando belgas, chineses, Brasileiros e franceses Embora no bom sentido.


De cada País da Terra Os Marcianos levaram Centenas de patriotas E logo aí implantaram Escolas pros Marcianos, Por esses modernos Planos Seus idiomas trocaram. Os Marcianos já sabem O Castelhano e o Inglês, O Alemão bem correto, Árabe, também português, Toda língua Oriental De uma maneira cabal Também latim e francês. Várias pessoas que foram Aqui desaparecidas Estão instruindo em Marte Como pessoas queridas, Centenas de orientais E também ocidentais Hoje já estão instruídas.


Os homens foram á lua E em Marte pisarão Antes do Ano 2000, Porém não habitarão Com seu corpo somático Porém num processo prático De real adaptação. Por exemplo os que viajaram Pelos seus rapitadores Receberam um oxigênio De eletros-condutores Para nós desconhecidos Pelos processos trazidos Dos tais Discos Voadores. É mui difícil o terráquio Controlar a Natureza De marte pela Ciência Na sua extensa grandeza, O seu corpo mal densado Por ser materializado Precisa de sutiliza.


De Marte a Topografia É bastante acidental Pelas suas Cordilheiras Sem o carbono ideal Que gera o oxigênio, Sendo clima heterogênio Dos terráqueos afinal. Perguntará o leitor: Que tal a alimentação Dos marcianos?... Respondo Sem a menor ficção... − O verdadeiro alimento Consiste como sustento Suco de vegetação. A água é fluidificada Com sabor de vitamina Por isso que Marciano Todo o seu vigor domina, De uma, maneira mais clara, Lá uma doença é rara Que atende a Medicina.


Os Marcianos concluem Que na Terra reinará A Grande Metamorfose, Cujo clima mudará Lá para o Ano 3000 E neste tempo o Brasil Pátria Divina será. Vários Planetas estão Pela Terra trabalhando Nos seus DISCOS VOADORES Com os homens cooperando, Até os Venusianos Juntos com os marcianos Estão a Terra estudando. Haverá uma Grande Guerra Na década de noventa Mas esta será a última Outra ninguém mais inventa, Mudará a geo-física Como também a política Noutro prisma se orienta.


A matéria radiante Em Dois mil e cem principia E os homens se aprimoram Na real telepatia, Pelos calores solares Também azôto dos mares Terá a Terra energia. A Ciência Metafísica Será melhor estudada E em Plataforma de Amor A Terra será chamada Como “Nova Palestina”. Por uma ordem Divina Toda alma é iluminada.

FIM


A vida do planeta marte e os discos voadores  
Advertisement