Issuu on Google+

ENCONTRO Conhecimento e Cooperação - aprender, intervir e partilhar -

Junho de 2011 por Liliana Azevedo e Ana Filipa Oliveira


Objectivo geral ◦ Apoiar crianças e jovens em situação de vulnerabilidade/ exclusão, tornando-os protagonistas da sua própria inserção, dando-lhes voz nas actividades que visam a co-responsabilização da sociedade; e reforçar as organizações que com eles trabalham

Objectivos específicos ◦ Melhorar as condições de inserção das crianças e jovens ◦

Contribuir para a criação de uma consciência de co-responsabilização de toda a sociedade relativamente à protecção das crianças e jovens e à defesa dos seus direitos

Desenvolver as capacidades humanas e institucionais das organizações da sociedade civil no apoio às crianças e jovens em situação de vulnerabilidade/ exclusão

Favorecer a criação/ reforço de redes informais de intercâmbio e divulgação de boas práticas

Data de execução | Novembro 2009 – Maio 2011

Valor do projecto | 191.139 €

Financiamento | CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Co-Financiamento | FCG – Fundação Calouste Gulbenkian

Organização gestora do projecto | ACEP – Associação para a Cooperação Entre os Povos (Portugal)

Organizações parceiras: AMIC - Associação dos Amigos da Criança (Guiné-Bissau) FNF - Fundação Novo Futuro (S. Tomé e Príncipe) OKUTIUKA ( Angola)


Necessidades transversais aos 3 países ◦ Grande número de crianças em situação de vulnerabilidade e exclusão ◦ Dificuldades no acesso a informação, formação e intercâmbios por parte das ONG locais que lhes permitam desenvolver iniciativas inovadoras ◦ Défice de recursos das ONG locais, incluindo infra-estruturas físicas para a implementação de actividades com as crianças e jovens ◦ Défice de materiais pedagógicos para sensibilização sobre direitos das crianças

Contextos de Intervenção ◦ Angola: situações de ruptura familiar e social decorrentes dos impactos do conflito armado: crianças órfãs, isoladas, abandonadas, mutiladas, etc. ◦ Guiné-Bissau: país afectado por diversas situações de instabilidade, difícil situação socioeconómica: crianças vendedoras de rua, meninos de criação, vítimas de tráfico para os países vizinhos com fins de exploração económica , etc. ◦ S. Tomé e Príncipe: sistemas tradicionais de apoio enfraquecidos e surgimento de fenómenos de exclusão e de risco para crianças e jovens: abandono escolar, mendicidade, etc.


Elaboração de instrumentos pedagógicos de informação, formação e sensibilização, com a participação das crianças e jovens Realização de programa de sensibilização para os direitos das crianças e jovens

Apoio à saúde, educação e formação, nomeadamente pela arte e pela ciência

Reforço das organizações e das condições de trabalho com crianças e jovens


Recurso a expressões artísticas Materiais pedagógicos de qualidade realizados localmente (apropriação)

Identificação e análise de modelos de intervenção presentes nos três países Participação activa das crianças e jovens nas acções do projecto


Impactos

Passos futuros

◦ Aumento da auto-estima das crianças e jovens participantes no projecto ◦ Reforço de parcerias e redes de colaboração ◦ Reforçado debate sobre direitos das crianças e dos jovens ao nível da sociedade nos países de intervenção

◦ Consolidar a sensibilização de diversos públicos para os direitos das crianças com base nos instrumentos produzidos no quadro no projecto ◦ Replicar os ateliês criativos de ilustração e o estudo sobre modelos de intervenção em Cabo-Verde, Moçambique e Timor-Leste


Criação do blogue ◦ Objectivo inicial: acompanhar ateliês de ilustração criativa nos três países africanos ◦ Objectivo actual: acompanhar todas as actividades do projecto

Impacto ◦ Maior visibilidade do projecto junto dos internautas ◦ Fidelização: seguidores do projecto ◦ Interacção com redes sociais

www.vozes-de-nos.blogspot.com Vozes de Nós: Crianças Protagonistas dos seus Direitos


ABORDAGENS INOVADORAS NA PROMOÇÃO DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS E JOVENS EM CONTEXTOS AFRICANOS