Page 1

Edição nº 54 • Agosto 2019 • 1


Expediente

Informativo da Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba Rua São Sebastião, 19 - Sumaré Caraguatatuba/SP Telefone (12) 3897-8822 www.acecaragua.com.br Diretoria • Presidente: Sávio Luiz dos Santos • 1º Vice-Presidente: Ari Carlos Barbosa • 2º Vice - Presidente: Leandro Borella Barbosa • 1º Secretário: Lucas Domingos Gallina • 2º Secretário: Dimas Otaviano Noronha • 1º Tesoureiro: Eduardo Morio Yoshimoto • 2º Tesoureiro: Alexandre Marçal Stringari • Diretor de SCPC: Hallan Deivis Valente • Diretor de Patrimônio: Antonio Alves Barbosa Conselho Deliberativo • Francis Dermot Shortall • Mário Paulo Garcia • Paulo Henrique Ramiro • Roseli Aparecida Quinetti • Sidney do Nascimento • Yuri Costa Bellato JORNALISTA RESPONSÁVEL: Clóvis Rotth - MTB 71.022 clovisrotth@gmail.com DIAGRAMAÇÃO E ARTE richard.caragua@gmail.com

IMPRESSÃO Gráfica Marmar (11) 99961-4414 CONSELHO EDITORIAL

• Palavra do Presidente

Finalmente entramos na reta final do ano. Parece exagero, mas posso garantir que daqui para dezembro o tempo vai voar. Isso porque todos nós do comércio já começaremos a nos preparar para as festividades e acontecimentos. Se você é comerciante e ainda não pensou nisso, sugiro que pare e comece a planejar suas ações. Treinar equipes, rever estoques, se comunicar com o mercado, planejar uma estratégia atrativa para conquistar clientes, organizar mercadorias, vitrines, entre tantas outras necessidades para quem quer obter sucesso nesse mercado tão competitivo. Além disso, há o dia a dia normal de todas as empresas, que requer muita dedicação e atenção. Engana-se quem pensa que ser comerciante é apenas abrir uma porta, colocar mercadoria e esperar o cliente. Ser comerciante é acima de tudo estar antenado com tudo que se passa, é estar um passo à frente, criar, desenvolver, treinar, estudar, se reunir com fornecedores, com concorrentes. Sim, com concorrentes. Lembre-se que a concorrência leal nos faz ativos, nos tira da zona de conforto e nos mostra a importância de não deixarmos a peteca cair. E para todas essas inciativas, nós da Associação Comercial de Caraguatatuba estamos à disposição para ajudar. Conte conosco, faça da nossa entidade seu verdadeiro ponto de apoio. Nossa missão é a de fomentar o comércio, mas também a de estar junto com cada um de vocês para que diante desse fomento o resultado seja cada vez mais positivo. Então, voltando ao início desse texto, vamos atentar para o fator tempo para que seja nosso aliado e não vamos nos permitir perder as oportunidades tão raras que batem à nossa porta. Não se trata de sorte, mas de merecimento e colheita de um plantio consistente, cuidados e ações concretas em busca da satisfação do cliente, que é o que gerará os recursos dos quais precisamos.

Debora Mezher Di Cuollo acecaragua@acecaragua.com.br Idésio Hideru Kashiura gerencia@acecaragua.com.br

2 • Informativo da Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba

Boa leitura e bons negócios!


Edição nº 54 • Agosto 2019 • 3


TECNOLOGIA A SERVIÇO DA PRATICIDADE E COMODIDADE COM SEGURANÇA O Documento Único, que vai unificar todos os documentos do cidadão brasileiro em um só, começará a ser emitido no segundo semestre deste ano, porém sem data definida ainda. A novidade deve substituir os documentos dos brasileiros e unificá-los sob uma numeração de nove dígitos, diferente do CPF. A princípio, o passaporte não será incluso. A partir da emissão do documento, nós poderemos portar o documento único de identificação no nosso celular, uma vez que o mesmo será disponibilizado para dispositivos móveis através de um aplicativo e terá validade em todo o território nacional. Assim como o CPF, o documento único tem como principal característica a segurança, jáz que a identificação é feita por dados biométricos, o que garante que não será possivel se passar por outra pessoa e evitará fraudes.

4 • Informativo da Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba

O Documento será gerado e autenticado por meio de um processo de verificação de chaves de segurança em um servidor protegido. No aplicativo haverá ainda a opção de geração de um QR Code prevendo garantir que as informações se mantenham em sigilo e absoluta segurança, impossibilitando que sejam copiadas. Para tanto, toda vez que o usuário acessar o aplicativo, um novo código será gerado. A emissão do documento estará disponível para cidadãos cujas biometrias já tenham sido cadastradas junto ao Tribunal Superior Eleitoral, as quais deverão baixar o aplicativo do DNI em seus aparelhos celulares, preenchendo um cadastro para validar seus dados junto a um ponto de atendimento, que hoje são somente os da Justiça Eleitoral. O Documento Nacional de Identificação poderá ser baixado uma única vez

e somente em um aparelho móvel, evitando assim que diante da perca do dispositivo ninguém mais possa ter acesso. Pelo novo decreto, o documento único poderá unificar os seguintes documentos: • Número de Identificação do Trabalhador (NIT); •Número de cadastro do PIS/Pasep; • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS); • Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e permissão para dirigir; • Número de matrícula em instituições federais de ensino superior; • Número dos certificados de Alistamento Militar; • Inscrição em conselhos de fiscalização de profissão regulamentada; • Inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal; • Outros números de inscrição em base de dados públicas federais.


Edição nº 54 • Agosto 2019 • 5


CONTATO PESSOAL COM O CLIENTE TRANSFORMA TRABALHO EM SUCESSO

U

m negócio que a princípio era para ser uma loja de automóveis, devido à experiência dos sócios no ramo, se transformou em uma das lojas do setor de elétrica, mais conhecidas de Caraguatatuba, sob o comando de Hallan Davis Valente, 43, advogado, corretor de imóveis, mas que se considera muito mais comerciante do que qualquer outra coisa. Buscando o que seria o melhor negócio, Hallan se viu de frente com a oportunidade de assumir a Casa do Eletricista. Mas o interesse não se deu por mero acaso, pois na verdade, esse ramo de atuação era muito familiar ao empresário, que cresceu acompanhando seu pai, sr. Wilson, que durante anos foi proprietário de uma casa de material de construção. Isso sem dúvida foi crucial para que topasse o novo desafio, o qual se transformou em sucesso e está em franca atividade até os dias atuais. “Entre outras coisas, assumimos a missão de darmos continuidade a um negócio que já existia há mais de quarenta anos, funcionando no mesmo endereço e com o mesmo nome”, comenta. O comerciante acrescenta ainda que tratava-se também de um desafio de manter a consistência do comércio iniciado por uma tradicional família da cidade, a do Sr. Kassem Kamar. “Manter a mesma rotina da empresa foi o que nos ajudou a buscar o sucesso desejado. Uma loja que abre todos os dias, inclusive aos domingos é sem dúvida a demonstração de que só com trabalho sério se pode obter êxito nos negócios”, garante o empresário. Diante disso o que se teve como objetivo foi o crescimento e expansão da empresa, que desde o início dessa nova gestão, foi a de trazer novidades não somente voltadas ao ramo da elétrica e hidráulica, mas também nas tendências de mercado em produtos que são indispensáveis. Com relação ao mercado, Hallan é categórico ao afirmar que tem suas dificuldades como tantos outros segmentos, que sofre com a imprevisibilidade e principal-

6 • Informativo da Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba


NA MINHA EMPRESA É DIFERENTE, TEMOS AINDA O COSTUME DE CHAMAR OS NOSSOS CLIENTES PELO NOME, ISSO TRAZ A FAMILIARIDADE E DEMONSTRA A BOA VONTADE E ORIENTAÇÃO NO ATENDIMENTO mente a sazonalidade. Em sua opinião, o seu ramo é um dos primeiros a serem atingidos quando se trata de crise, pois o corte nos gastos se inicia nas coisas consideradas de menor importância e gastos supérfluos. Além disso, há também a dificuldade com a baixa temporada, o frio, mal tempo, que para ele gera uma perda muito grande na receita do comércio do litoral. O comerciante diz que “o turismo ainda é a nossa maior fonte de renda no município, e graças à administração do governo municipal em parceria com a Associação Comercial e demais órgãos e entidades envolvidas, tem conseguido desenvolver festivais fora da temporada, atraindo turistas fora de época, consequentemente gerando mais renda direta e indireta ao comércio local” Em uma via de mão dupla, que passa tanto por pontos positivos quanto negativos, Hallan Davis considera ser desafiador se manter nesse mercado. Segundo ele, o comerciante tem de trabalhar com o que chama de “faro”,

lançando mão da bagagem e experiência adquiridas ao longo dos anos de atuação. Traçando uma analogia com um jogo de xadrez, o empresário afirma também que ao cometer o menor erro, pode custar anos de trabalho. Por isso, não há mágica ou sorte ou acaso, o resultado vem do trabalho e da ausência de medo. Em meio a essa necessidade de trabalho árduo e constante, Hallan faz questão de registrar que estar em um ambiente paradisíaco como é o caso de Caraguatatuba, a tarefa do dia a dia pode ter suas dificuldades amenizadas. “Ao me dirigir diariamente para o meu local de trabalho, obrigatoriamente passo pela orla marítima, e isso não tem preço, é o que nos motiva a continuar nessa luta diária”, lembra. O segredo de se manter em evidência nesse mercado passa diretamente pela pessoalidade. O empreendedor garante que o comércio está cada vez mais perdendo a essência que funcionava tão bem no passado. “Estamos vivendo em um tempo que somos apenas números em questão de consumo. Cada vez mais os vendedores são trocados por máquinas. Na minha empresa é diferente, temos ainda o costume de chamar os nossos clientes pelo nome, isso traz a familiaridade e demonstra a boa vontade e orientação no atendimento, fazendo com que os nossos clientes se tornem ainda mais nossos amigos”. Na condição de membro da atual diretoria da ACE Caraguá, o diretor garante que a entidade é uma grande aliada do comerciante, pois é uma organização que valoriza o coletivo. “Através da Associação Comercial e de acordos feitos entre seus associados, muitos produtos e serviços são disponibilizados para uma comunidade de empreendedores de forma muito mais acessível, e com benefícios compartilhados entre essa comunidade”, comenta. Hallan Davis acrescenta ainda que a associação em especial, juntamente com a Prefeitura Municipal e SEBRAE tem constantemente disponibilizado cursos aos associados e até mesmo aos não associados, com o intuito de desenvolver e modernizar o empreendedorismo e seus colaboradores. “Estamos fazendo a nossa parte, e esperamos que o Brasil como um todo passe por essa crise e que possamos colher frutos melhores no nosso amanhã” finaliza o diretor.

Edição nº 54 • Agosto 2019 • 7


DIA DO COMERCIANTE

ACE COMEMORA COM SUA TRADICIONAL FEIJOADA No último dia 14 de julho, a Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba realizou a quarta edição da tradicional feijoada em comemoração ao Dia do Comerciante, cuja data oficial é no dia 16. Na ocasião, mais de 150 feijoadas foram servidas aos convidados que se fizeram presentes no Espaço Social José D’Almeida Barbosa, no Pontal de Santa Marina, sede da ACE Caraguá. O evento foi prestigiado por diversos comerciantes da

8 • Informativo da Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba

cidade, que almoçaram com seus familiares em um clima de confraternização e harmonia, embalado pelo som do músico Tikinho. Para prestigiar a feijoada também estiveram no local representantes do poder público, o Prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, acompanhado da primeira dama, Samara Aguilar. O vice-prefeito, Campos Junior e família, além dos Secretários Marcel Luiz Giorgeti Santos e Rodrigo Tavano. Em entrevistas concedidas ao Programa Interface Empresarial, da TV ACE CARAGUA, os representantes da Associação, o Gerente Budu Kashiura e o Presidente Savio Luiz, além do Prefeito e do Secretário de Comunicação, falaram da importância do Comerciante para a cidade bem como o sucesso do evento. Confira abaixo a cobertura completa com fotos de Vinícius Prado.


Edição nº 54 • Agosto 2019 • 9


10 • Informativo da Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba


Edição nº 54 • Agosto 2019 • 11


12 • Informativo da Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba

Profile for Ace Caraguá

Revista InterfACE - Edição nº 54 (2019)  

Revista InterfACE - Edição nº 54 (2019) Publicação produzida pela Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba. Presidente: Sávio Lui...

Revista InterfACE - Edição nº 54 (2019)  

Revista InterfACE - Edição nº 54 (2019) Publicação produzida pela Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba. Presidente: Sávio Lui...

Advertisement