Page 1

:: Edição 02 - Ano I - 1ª quinzena de Fevereiro de 2010 - Distribuição gratuita ::

Qualificação garantirá emprego em 2010 FALTA DE QUALIFICAÇÃO IMPEDE CANDIDATOS DE PREENCHEREM VAGAS. EM CAJAMAR CURSOS SÃO OFERECIDOS GRATUITAMENTE. PÁG. 8 SEGURANÇA

Boletim Eletrônico Para perda de documentos e alguns casos de furto, até mesmo o de veículos, é possível fazer a ocorrência sem sair de casa, pela internet. A opção prática evita as indesejáveis filas e esperas no plantão policial. Leia mais sobre o Boletim Eletrônico na pág. 9.

CLASSIFICADOS Estreia a partir desta edição a página de classificados; muitas oportunidades de negócio para você. Pág. 15 DELEGADO TITULAR DE CAJAMAR, CELIO DE FREITAS, FALA SOBRE O SERVIÇO DISPONÍVEL NA CIDADE

Netinho fará show no aniversário da cidade GASTRONOMIA

BOA IDEIA

Virado à Paulista

Cidade faz 51 anos

O clássico dos restaurantes às segundas-feiras é sugerido pela Lu, do Restaurante do Luiz. Pág. 11

E que tal comemorar esta data especial com um drink nativo aqui da terra? Veja qual é na página 14.

CHAPINHA E SECADOR TODO DIA NÃO PODE! PÁGINA 10.

CONHEÇA A TRAJETÓRIA DA CHURRASCARIA VOVÓ MERCEDES. PÁG. 16

Cajamarildo foi despedido, veja pág. 14

Na semana do superferiadão, cantor de axé se apresenta no dia 20, no baile da Ressaca de Carnaval


02

1ª Quinzena de Fevereiro/2010

CAJAMAR, 51 ANOS Consulta SPC

Um jornal para nossa gente Agradecemos a todos que participaram da nossa primeira edição. Esse jornal foi uma forma prática que encontramos para nos comunicar com os nossos associados e com o consumidor. Além da comunicação, das informações e matérias interessantes que buscamos expor em nosso periódico, também temos como foco valorizar as pessoas da cidade. É um jornal nosso, feito por nós e falando da nossa gente. Passamos no último ano por uma crise mundial. Logo no começo deste ano fomos surpreendidos por um fato histórico e lastimavelmente trágico, que foi o desastre do Haiti. Não bastasse isso, nossa região também sofre com as fortes chuvas; são esses e outros motivos que afetam diretamente o nosso comércio, indústrias e nosso dia-a-dia. Sempre superamos nossos desafios. É com essa força solidária, que faz parte da nossa raiz, que convido as mulheres empreendedoras de Cajamar, para que juntas possamos montar um núcleo para desenvolver ações e trocar experiências. A Associação Comercial e Empresarial de Cajamar está de portas abertas para o comércio e para a sociedade. Temos muito o que fazer, contamos com a sua colaboração.

Abigail Meylan PRESIDENTE DA ACE CAJAMAR

O SCPC / Serviço de proteção ao Crédito é o mais completo banco de informações comerciais sobre empresas e consumidores do Brasil. O SCPC possui um conjunto de Soluções para dar suporte ao varejo, ao atacado, ás indústrias, aos bancos e financeiras durante todo o ciclo de crédito: pré venda, concessão, otimização do desempenho e cobrança. São Ferramentas utilizadas para dar mais segurança às transações comerciais e proteger empresas contra riscos de créditos, fraudes, calotes e maus pagadores.

Cartório online Quem quiser tirar uma cópia da certidão de nascimento, ou de casamento, não precisa mais ir até um cartório, pegar senha e esperar um tempão na fila. O cartório eletrônico, já está no ar! www.cartorio24horas.com.br Nele você resolve essas (e outras) burocracias, 24 horas por dia, online. Cópias de certidões de óbitos, imóveis, e protestos também podem ser solicitados pela internet. Para pagar é preciso imprimir um boleto bancário. Depois, o documento chega por Sedex.


1ª Quinzena de Fevereiro/2010

03

Tradição da festa surgiu na Europa

Vem aí um superferiadão. Cantor Netinho fará show na cidade Da Redação

O carnaval chegou ao Brasil em meados do século XVII, sob influência das festas carnavalescas que aconteciam na Europa. Certos personagens têm origem europeia, mas mesmo assim foram incorporados ao carnaval brasileiro como, por exemplo, rei momo, pierrô, colombina. A partir desse período, os primeiros blocos carnavalescos, cordões e os famosos cortejos de automóveis (corsos) foram criados. As pessoas decoravam seus carros, se fantasiavam e em grupos desfilavam pelas ruas das cidades, dando origem assim aos carros alegóricos. O carnaval tornou-se mais popular no decorrer do século XX, e teve um crescimento considerá-

vel que ocorreu devido às marchinhas carnavalescas (músicas que faziam o carnaval ficar mais animado). A primeira escola de samba foi criada no dia 12 de agosto de 1928, no Rio de Janeiro, e se chamava “Deixa Falar”, anos depois seu nome foi modificado para Estácio de Sá. Com isso, nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo, foram surgindo novas escolas de samba. A região nordeste permaneceu com as tradições originais do carnaval de rua, como Recife e Olinda. Já na Bahia, o carnaval fugiu da tradição, conta com trios elétricos, embalados por músicas dançantes, em especial o axé. Fonte: www.brasilescola.com

Coincidências acontecem. E quando se trata de coincidências no feriado, elas são muito bemvindas para aqueles que querem ‘emendar tudo’. É o que irá acontecer em Cajamar na semana do carnaval: quem levar em conta a tradição de ‘esticar’ datas, pode ter que trabalhar somente na quarta-feira de cinzas à tarde. O feriado de carnaval cairá na terça 15, no entanto, para alguns, poderá já ter começado na segunda, 14. Na quinta-feira,

18, é o aniversário da cidade, que terá a sexta-feira como ponto facultativo. Sendo assim, quem gosta (e pode) emendar feriados, irá ficar em casa quase dez dias seguidos: cinco dias da semana, mais dois fins de semana. Para esta semana na cidade estão programados bailes de carnaval nos dias 13, 14, 15 e 16. Além das matinês, o cantor de axé, Netinho, aquele do “Oooohhh Mila, mil e uma noites de amor com você...”, cantará no dia 20, sábado, no Centro de Eventos, em comemoração ao aniversário da cidade.

20 ANOS DE CARREIRA Grandes comemorações estão sendo esperadas para o Carnaval 2010, entre elas os 60 anos do Trio Elétrico, os 25 anos do Axé Music e os 20 anos de carreira de Netinho. O cantor, que por muitos anos liderou a banda e o Bloco Beijo, sendo considerado um dos melhores puxadores de bloco do Carnaval da Bahia, já deu início às festividades dessa grande marca. É dele aquele famoso bordão que hoje já faz parte do mundo axé “Tira o pé do chão...” A celebração pelos 20 anos de carreira vai continuar por todo o ano. O cantor já se prepara para gravar o segundo DVD da sua história, que será o registro oficial pelos 20 anos de carreira.

NETINHO SE APRESENTARÁ NO SHOW DE ANIVERSÁRIO DA CIDADE, NO BAILE DA RESSACA DE CARNAVAL, DIA 20, SÁBADO


04

1ª Quinzena de Fevereiro/2010

Qual presente você daria à cidade no seu aniversário? Cajamar fará aniversário no próximo dia 18. A cidade foi emancipada em 1959 e tinha como principal atividade econômica o minério. Pergunta: Se você tivesse um grande poder de presentear a cidade com qualquer coisa, o que você quisesse, qual seria o seu presente para a cidade?

’’

Eu daria uma condição melhor para toda a estrutura da educação, desde o ensino básico até o profissionalizante. A valorização da educação é a semente para colher bons frutos no comércio, na indústria e em todos os níveis da nossa sociedade.

Eu daria para a cidade um grande centro de compras, um shopping, que além das lojas tivesse uma opção de lazer para os cajamarenses. Sinto falta também aqui na cidade da instalação de uma grande rede de hipermercados.

’’

’’ ROBERTO, VENDEDOR

’’

KÁTIA GIURNI, GERENTE COMERCIAL DA ACE

’’

’’

Sinto falta em Cajamar de um belo parque. Um lugar com muito verde, onde as pessoas pudessem passar momentos para relaxar, confraternizar e conhecer novas pessoas. Seria um pólo de lazer completo pra realização de muitas atividades esportivas!

LUCIDALVA CARNEIRO, PROPRIETÁRIA DA JORDAUTO

Agradecemos os comentários do Xavier, em sua coluna “Tô Ligado em Você”, no Jornal Cajamar News. na página 2, edição número 927 de 22/jan, referente à nossa primeira edição que circulou no final de janeiro. Sabemos da perseverança tanto do Cajamar News, quanto os jornais Folha de Cajamar e Evidência, para fazer circular um jornal aqui na cidade. Apesar de estarmos na mesma cidade, somos parceiros e seus admiradores. Hélio Lunardi, Xavier, Ricardo, Luci e Joelma nossos cumprimentos! Fica aqui também a nossa lembrança ao saudoso João Marcos (in memorian).


1ª Quinzena de Fevereiro/2010

A escassez Quando deixei a Dana, empresa onde trabalhei por 26 anos, para dedicar-me a projetos de internet, rádio, palestras e edição de livros, mergulhei no mundo dos empreendedores. Escrevi na época um texto chamado “Sobre Canários e Sabiás”, onde eu comparava a segurança do canário (o executivo) preso na gaiola, com a liberdade do sabiá (o empreendedor) que podia voar para onde quisesse. Passados doze meses, creio que dá para fazer uma avaliação do vôo do sabiá. Bem, tudo começa com uma embriaguez de liberdade. Não é mais preciso estar no lugar tal na hora tal todo dia. Não é mais preciso enfrentar um trânsito infernal para ir trabalhar. Não é preciso mais fazer papel de bobo da corte na comédia corporativa. Não é preciso mais mandar aquele relatório que os gringos acabam de pedir e que tem que ser entregue em duas horas. Não é preciso usar terno e gravata. A agenda é sua e você faz o que quiser com ela. Não encontro outro termo: embriaguez. Você fica embriagado com a liberdade e as primeiras semanas são caóticas. É outra dinâmica, outro mundo. Então você começa a tomar contato com outras culturas, diferentes daquela onde você atuou durante anos. E descobre que em muitos aspectos você está anos-luz à frente de empresas que você sempre admirou. Descobre que os problemas se repetem não importa em que ramo de

05

Luciano Pires é consultor, palestrante e escritor.

Vem aí as novas cédulas do Real O BANCO CENTRAL LANÇOU NESTE INÍCIO DE FEVEREIRO A NOVA FAMÍLIA DO REAL. O OBJETIVO É DIFICULTAR AS FALSIFICAÇÕES DA MOEDA.

onde a gentileza e atividades o apreço são culvocê atue. tivados praticaEntão “Então você mente desaparevem a percomeça a tomar ceram, principalcepção da contato com outras mente nos níveis perda do soculturas, diferentes inter mediários brenome daquela onde você das empresas. corporativo. atuou durante anos. Como sabiá você Você não é mais o “LuciE descobre que em passa a ser recebido pelo sub do ano da muitos aspectos sub do sub. Gente Dana”. Agovocê está anos-luz até esforçada, ra você é um à frente de mas com capaciLuciano empresas que você dade zero como qualquer, um interlocutor numa sempre admirou”. mané que vai discussão estratéexperimentar as cadeiras das salas de es- gica. O máximo que essa genpera. Descobrirá que já não te consegue é discutir ações tem tantos amigos como pa- táticas, desde que sejam famirecia. Eu já tinha me prepara- liares. E-mails não são respondido para isso, pois havia conversado com muitos ex-execu- dos, telefonemas não são retivos que mudaram para sa- tornados, horários de reuniões biá. Mas nunca me preparei não são respeitados, promespara a morte do que chamo sas não são cumpridas, prazos de “etiqueta corporativa”. Dei não são obedecidos. Tá certo, de cara com a falta de educa- como diriam os gringos: “shit ção que tomou conta do mer- happens”. Mas quando o norcado. Os contatos pessoais mal é que ninguém mais tenha

educação ao menos para retornar dizendo “não interessa”, a coisa está mal. Olhar as grandes corporações de fora, como fornecedor, tem sido um exercício fascinante. Discurso para um lado, ação para outro. Processos criados para melhorar as coisas e que apenas complicam e encarecem. Jovens com MBA e falando três idiomas, mas incapazes de diferenciar o importante do urgente. Medo generalizado destruindo qualquer iniciativa de inovação. Eu quero é preservar o meu... Confesso que esse cenário este sabiá novato não esperava. Mas o voo está apenas começando. Meu maior desafio dos últimos 12 meses tem sido lidar com a escassez de educação, polidez, gentileza, apreço, atenção e respeito. Coisas que ninguém aprende na escola. Leia outros artigos no site: www.lucianopires.com.br

COM TAMANHOS DIFERENCIADOS, AS NOVAS CÉDULAS TÊM DESIGN MAIS LIMPO E SÃO ALINHADAS COM O PADRÃO MUNDIAL DO MOMENTO

As notas de menor valor - de R$ 2, R$ 5, R$ 10 e R$ 20 - serão trocadas gradualmente até 2012, enquanto as de R$ 50 e R$ 100 vão começar a circular até junho deste ano. Com tamanhos diferenciados e detalhes em alto relevo, as novas notas vão atender às necessidades dos deficientes visuais, que têm dificuldade em reconhecer o valor das cédulas atuais. As cores predominantes e os animais estampados no verso das notas antigas irão continuar. A frente das cédu-

las ficou com um visual mais limpo, alinhando-se ao padrão mundial no momento. O símbolo da República foi mantido. Vale lembrar que hoje a mudança de nota no país ocorre por questões de segurança e estética e não como foi no passado, quando a inflação desvalorizava o dinheiro, a troca pela nova moeda vinha sempre acompanhado do corte de três zeros ou mais; hoje, com o Real estabilizado e valorizado, isto agora é assunto e notas para saudosistas e colecionadores.


06

1ª Quinzena de Fevereiro/2010

Dilma já empata Presidente da Natura será vice de com Serra Marina Silva em candidatura à presidência tecnicamente EM CENÁRIO COM CIRO NA DISPUTA SEGUNDO MARINA, LEAL É UM EMPRESÁRIO QUE DISCUTIA E SE PREOCUPAVA COM A SUSTENTABILIDADE “QUANDO O TEMA AINDA NÃO ERA MODA”. A senadora Marina Silva (PV-AC) confirmou, quinta-feira (28), o empresário Guilherme Leal, presidente da Natura, como provável candidato a vice-presidente de sua chapa para as eleições presidenciais no Brasil, que se realizam em outubro. “Há o desejo de ambas as partes, do PV e de grande parte do empresariado brasileiro”, disse Marina em uma entrevista coletiva. Leal disse que a confirmação da chapa passará por um processo de amadurecimento, como a composição de outras candidaturas, que assim como a de Marina, ainda não anunciaram formalmente os vices. “Quando me filiei foi um gesto político. Tinha o significado de que estou a serviço do movimento que a Marina está promovendo. Os desejos, as disponibilidades políticas estão colocadas, preci-

PRESIDENCIAL, DIFERENÇA ENTRE PETISTA E TUCANO, DE 5,4 PONTOS PERCENTUAIS, ESTÁ DENTRO DA MARGEM DE ERRO

AS MULHERES ESTARÃO EM ALTA NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES

MARINA: “HÁ O DESEJO DE AMBAS AS PARTES,

DO PV E DE GRANDE PARTE DO EMPRESARIADO BRASILEIRO sam ser amadurecidas”, afirmou o empresário. Segundo Marina, Leal é um empresário que discutia e se preocupava com a sustentabilidade “quando o tema ainda não era moda”. Em relação às críticas so-

bre a pouca experiência como gestora, Marina lembrou os mais de cinco anos à frente do Ministério do Meio Ambiente e disse que o debate não pode ser reduzido a esse aspecto. “Governar um país vai

além da gestão. Se bastasse um técnico, com certeza o Lula nunca teria sido presidente, porque ele não tinha experiência de gestão”, lembrou. Fonte: www.portugaldigital.com.br

A nova rodada da Pesquisa CNT/Sensus, revela o crescimento das intenções de voto de Dilma Rousseff, na eleição presidencial, em todos os cenários apresentados aos eleitores. Pela primeira vez ela aparece na liderança na pesquisa espontânea. A pesquisa foi realizada entre os dias 25 e 29 de janeiro, junto a 2 mil eleitores de 136 municípios, em 24 estados . A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Eleições 2010 – 1º turno Os percentuais entre parênteses indicam os resultados da pesquisa de novembro de 2009. Cenário 1 • Serra: 33,2% (31,8%) • Dilma: 27,8% (21,7%) • Ciro: 11,9% (17,5%) • Marina: 6,8% (5,9%) • Sem candidato: 20,4% (23,2%) Cenário 2 • Serra: 40,7% (40,5%) • Dilma: 28,5% (23,5%) • Marina: 9,5% (8,1%) • Sem candidato: 21,4% (28,0%)


1ª Quinzena de Fevereiro/2010

07

A hora certa de comprar o material escolar dos seus filhos NESSE PERÍODO, OS PREÇOS DOS MATERIAIS ESCOLARES SOBEM CONSIDERAVELMENTE SE COMPARADOS A OUTRAS ÉPOCAS DO ANO. COM ISSO, O GASTO QUE SE TEM COM OS MATERIAIS ESCOLARES SUPERA OS DEMAIS. PARA AJUDAR OS PAIS A ECONOMIZAR E COMPRAR O MATERIAL MAIS ADEQUADO, PREPARAMOS ALGUMAS DICAS. Da Redação Antes de começar a comprar, verifique o que pode ser reaproveitado do semestre anterior. Muitas vezes, produtos como lápis, estojo, tesoura ou cola podem ser reutilizados pelos seus filhos. Feito isso, tente definir quais são os materiais básicos e realmente essenciais para serem comprados desde o início do ano. Ainda antes de ir às compras, faça uma pesquisa de preços em alguns estabelecimentos locais e também pela internet. Atente-se também para a diferença de preços entre marcas, pois nem sempre a marca mais cara é a melhor. Em contrapartida, uma marca muito barata pode sair cara no final das contas, se o produto não tiver qualidade. Outra dica financeiramente interessante é tentar não levar os filhos para comprar. Ou pelo menos administrar bem os pedidos deles. Eles geralmente optam pelos produtos da “moda”, com fotos de personalidades do momento ou personagens dos desenhos. E esses produtos certamente serão os mais caros. Finalmente, é chegado o momento do pagamento. Não tenha vergonha de pedir desconto. Se o valor for alto, peça um abatimento. Se tiver condições de pagar à vista (dinheiro ou cheque), o estabelecimento poderá te conceder um desconto considerável.

to, os juros Mesmo que você não tenha aplicados por (...) PRODUTOS DA essas modalicondições de “MODA”, COM FOTOS dades de crédipagar à vista, negocie o pato são exorbiDE PERSONALIDADES tantes, e certagamento à visDO MOMENTO OU ta e, no final, mente colocaPERSONAGENS DOS rão a perder ofereça o pagatodo seu esformento a prazo. DESENHOS. E ESSES ço para econoMuitas vezes PRODUTOS mizar na comfunciona. CERTAMENTE SERÃO pra do material Fique, poescolar do seu rém, muito OS MAIS CAROS. atento às comfilho. No mais, depras no cartão de crédito ou utilização do pois de tudo conferido e comcheque especial. No caso de prado é hora de arrumar os não ser possível honrar seus baixinhos e despachá-los para compromissos de pagamen- mais um ano letivo. PAPELARIAS TÊM MOVIMENTO ACIMA DA MÉDIA NESSE PERÍODO

COMPRA COM OS FILHOS Nina Barreto, de Jordanésia, e seus dois filhos, Marcelo, 11 anos, cursará a 6ª série do Ensino Fundamental na Escola Maria Gonçalves e, Larissa, que começará e estudar na escola Antônio Pinto. Ela faz a compra básica para os primeiros dias de aula de seus filhos “O material completo eles ganham da prefeitura, mas mesmo assim eles querem produtos de personagens, que é bem mais caro”, informa a mãe.

MARA, PAPELARIA SHALOM, POLVILHO

MASATOCHI YAHIRO, PAPELARIA NOVA REAL

“Apesar de alguns pais reclamarem do excesso de itens na lista, a maioria deles acaba aceitando a pressão dos filhos e compra todo o material. Em 2009, mesmo com a chamada ‘crise mundial’, o material escolar essencial não sofreu reajuste. Nossa loja antecipadamente fez uma programação para garantir condições especiais para os nossos clientes”.

“Quem traz lista completa são mais as escolas particulares. As escolas públicas, com exceção das estaduais, recebem material da prefeitura, então esses alunos compram material apenas para os primeiros dias de aula. De 2009 para cá, houve até itens que diminuiram o preço, como foi o caso do papel sulfite. O ano passado vendíamos a R$ 2,90, hoje custa até R$ 2,50”.


08

1ª Quinzena de Fevereiro/2010

No início do ano aumenta a procura por um novo emprego. Sobram vagas, falta qualificação SEGUNDO A DIRETORIA MUNICIPAL DO TRABALHO - CRIADA EM MARÇO DE 2009 -, ATÉ O FINAL DO ANO PASSADO FORAM DISPONIBILIZADAS PELA DIRETORIA MAIS DE 7 MIL NOVAS VAGAS DE EMPREGOS, MAS PREENCHIDAS EM CAJAMAR SOMENTE 2 MIL. DEVIDO À FALTA DA QUALIFICAÇÃO EXIGIDA PELO EMPREGADOR, AS OUTRAS FORAM OCUPADAS POR MORADORES DE OUTRAS CIDADES. Ar thur dos Santos, 18 anos, morador do Polvilho, busca a conquista do seu novo emprego. Disputando a vaga para Auxiliar Operacional, ele está em processo de seleção, já fez os testes de português e matemática, aguardará agora a convocação da empresa. “Comecei a procurar emprego este ano, vi a vaga pela internet. Vou ter que fazer uns cursos por aí pra melhorar as minhas chances”, afirma.

Por: Aguinaldo Silva

Dados oficiais do Governo Federal, por meio do CAGED, divulgaram que no ano da crise, 2009, o país gerou 1,4 milhão de novas vagas com carteira assinada. A expectativa para 2010 é ainda melhor: a previsão é que o país gere mais de dois milhões de novos postos de trabalho. Cajamar também deverá acompanhar este ritmo e gerar mais vagas; para isso, alertam os profissionais da área: o candidato precisa investir em si próprio, buscando aperfeiçoamento técnico e até mesmo procedimentos no que diz respeito ao marketing pessoal. Conforme informa o diretor Municipal do Trabalho, José Roberto Negrão, a expectativa da Diretoria é oferecer em 2010 mais de quatro mil novos postos de trabalho, porém ressalta a exigência de uma capacitação básica da empre-

CURSOS DE QUALIFICAÇÃO GRATUITOS: CANDIDATOS FAZEM TESTE NA DIRETORIA DO TRABALHO. A PREVISÃO É QUE O ÓRGÃO OFEREÇA EM 2010 MAIS DE 4 MIL VAGAS

sa contratante. Para quem busca o primeiro emprego, as chances estão melhores. José Roberto afirma que as empresas estão mais receptivas hoje em dia , desde

que o candidato tenha uma qualificação mínima. Em muitos casos, a empresa até abre mão da chamada ‘experiência’ e dá a oportunidade do aprendizado e da experiência.

“Em 2009, mais 1.100 candidados fizeram com a gente o curso de qualificação oferecido pela Diretoria, resultado: a maioria está empregada hoje”, conclui José Roberto.

Profissionais do setor de RH também percebem a falta da mão-de-obra especializada O Grupo GRH, agência de emprego que está em Cajamar há mais de 15 anos e com uma filial em Santa Catarina, também reconhece as deficiências dos candidatos na hora de fazer uma colocação profissional. Claudio Rufino, 36, diretor da empresa, afirma que na cidade surgem boas oportunidades de emprego, isso devido a sua localização privilegiada, que sedia muitas indústrias. “Em 2009, mesmo com a crise, houve bastante vagas e a tendência pra esse ano é termos uma oferta ainda muito maior, por conta da confiança no cenário nacional, pelo aquecimento da economia e por ser um ano político”, Rufino diz que em 2009 recrutou profissionais de outras cidades como Osasco, Jundiaí, São Paulo... Aqui não encontrava... “Hoje para o candidato ter reais chances de ocupar uma vaga é fundamental ter concluído o Ensino Médio e ter noções de informática. Isso já dá ótimas chances”. Segundo ele, o próximo

“HOJE PARA O CANDIDATO TER REAIS CHANCES DE OCUPAR UMA VAGA É FUNDAMENTAL TER CONCLUÍDO O ENSINO MÉDIO E TER NOÇÕES DE INFORMÁTICA”. CLAUDIO RUFINO passo para as autoridades é o investimento forte em centros e laboratórios educacionais e profissionais nos próximos anos “A cidade ainda carece disso, temos já aqui a Faculdade Anchieta, porém vai gerar resultados concretos daqui uns 3 ou 4 anos, quando começarem a formar os profissionais, finaliza.

Outro exemplo é o caso de Tiago de Oliveira, Assistente de Recrutamento e Seleção Servtrans, empresa sediada em Carapicuiba, que atua no ramo de transporte e logística. Ele conta que a empresa pretende abrir até o final do ano 100 novas vagas na cidade. “Hoje estamos aqui (na Diretoria do Trabalho) aplicando

um teste básico para 20 candidatos, dos quais serão selecionados 15 para trabalhar em Cajamar a partir de fevereiro, na Logística da Penske”, continua Tiago. “O nosso maior problema na seleção é quanto à capacitação; os perfis dos candidatos ainda não estão alinhados ou não dispõem das exigências mínimas pedidas”, conclui.

ENCAMINHAMENTO AUTOMÁTICO COM GRANDE PROBABILIDADE DE EFETIVAÇÃO. Devido a essa escassez de mão-de-obra especializada, ou pelo menos com um pouco de conhecimento, o Poder Público, por meio da Prefeitura e empresas privadas, oferecem gratuitamente cursos de capacitação a quem esteja interessado em aprender e investir em sua carreira. Está programado para começar ainda este mês de fevereiro os cursos de capacitação na Diretoria do Trabalho, Polvilho. Ao todo serão oferecidas mais de duas mil vagas. Entre os cursos estão: Metrologia, Desenho Técnico, Telemarketing, Informática, Gestor de Estoque. Serão oferecidos ainda os cursos de Matemática, Inglês e Gramática, pois grande parte dos candidatos tem dificuldade ao realizar estes testes no processo de seleção, e isso acaba desclas-

sificando-os. A carga horária varia de 80 a 200 horas, nos períodos manhã, tarde, noite e aos sábados. A Microlins, além de cursos tradicionais, também oferece cursos de capacitação totalmente gratuitos. Porém estes cursos são voltados somente aos jovens que buscam o primeiro emprego. Eles aprendem noções de como se comunicar bem, elaborar um currículo, fazer marketing pessoal, como se portar e vestir durante uma entrevista, entre outras. O curso emite certificado e o agendamento é feito via telefone. Tanto a Microlins quanto a Diretoria do Trabalho, já durante o curso, fazem o encaminhamento automático às empresas, o que garante uma ótima chance para a conquista do novo emprego.

SERVIÇO: Diretoria Municipal do Trabalho Av. Ten. Marques, 55, Polvilho - Tel.: 4448-5770 / 4448-5345 www.cajamar.sp.gov.br Microlins Formação Profissional Av. Ten. Marques, 1725, Polvilho - Tel.: 4408-5576 www.microlins.com.br Grupo GRH Rua Juritis, 68, Polvilho - Tel.: 4448-1555 / 2330 / 1791 www.grupogrh.com.br


1ª Quinzena de Fevereiro/2010

09

Boletim Eletrônico: rapidez e praticidade na hora de registrar ocorrências policiais CASOS COMO PERDA OU FURTO DE DOCUMENTOS (E ATÉ MESMO DE VEÍCULOS) PODEM SER FEITOS SEM SAIR DE CASA, VIA INTERNET. Da Redação Por meio da Delegacia Eletrônica, serviço oferecido pela Polícia Civil do Estado de São Paulo, ocorrências como furto ou perda de documentos; furto ou perda de celular; furto ou perda de placa de veículo; furto de veículo; desaparecimento de pessoa e encontro de pessoa desaparecida podem ser feitas via internet, sem precisar necessariamente do comparecimento à Delegacia. Conhecido como Boletim Eletrônico, o serviço visa agilidade e comodidade à vítima. Célio de Freitas, delegado títular de Cajamar, diz que o cidadão cajamarense ainda está descobrindo o serviço. “Ele existe desde 2002, e de lá para cá evoluiu o número de ocorrências via internet, mas ainda assim, é relativamente pequeno, tanto por conta de conhecimento como por questão de acessibilidade à rede”, informa o delegado. Segundo ele, para os ca-

MAIS DÚVIDAS SOBRE O BOLETIM ELETRÔNICO Posso registrar um roubo pela Delegacia Eletrônica? Não. No caso de roubo (crime realizado mediante ameaça ou violência - cometido por uma ou mais pessoas, armadas ou não) você deve procurar a delegacia mais próxima.

DR. CÉLIO: “SERVIÇO ESTÁ DISPONÍVEL EM CAJAMAR DESDE 2002”

sos em que o Boletim Eletrônico é aceito, ele tem o mesmo valor que a ocorrência registrada na própria delegacia. Porém, em casos de roubo (crime realizado mediante ameaça ou violência), situações envolvendo objetos e/ou dinheiro, a comunicação tem que ser feita fisicamente. Já para acidentes de trânsito, o registro continua sendo feito pela Polícia Militar.

Vale lembrar que após o registro da ocorrência, a comunicação à Receita Federal, bancos, instituições comerciais e/ ou de proteção ao crédito fica a critério exclusivo da vítima.

SERVIÇO: Delegacia Eletrônica: www.ssp.sp.gov.br/bo Delegacia de Jordanésia Rua Manoel Antonio Gomes, 383 4447-4779 / 5565 / 5358

Posso registrar ocorrência envolvendo dinheiro ou objetos? Não. Ocorrências que envolvem objetos (máquinas fotográficas, equipamentos de som etc.) ou furto de valores devem ser comunicadas pessoalmente na delegacia mais próxima do local do fato ou da residência da vítima. O valor do Boletim Eletrônico de Ocorrência é o mesmo do Boletim de Ocorrência registrado em uma delegacia? Sim, pois se trata de um documento oficial, emitido pela

Polícia Civil e assinado por uma autoridade policial. Qual o tempo de espera para receber a resposta à solicitação de Boletim Eletrônico de Ocorrência? Nos casos de furto de veículo ou desaparecimento de pessoa, em até uma hora um policial entrará em contato para entrevistar o requerente e fornecer mais orientações. Para as demais ocorrências, o prazo é variável; contudo, a resposta é enviada no mesmo dia do pedido ao email fornecido no formulário. Para furto de veículo, que informações eu devo possuir? Tenha em mãos os documentos do veículo, informações do local onde estacionou (nome da rua e altura do número). Aguarde o contato telefônico no número informado na solicitação. É importante fornecer todos os números de telefones, pois sua solici-

tação de boletim sobre furto de veículo só será autorizada após a entrevista telefônica, feita por um policial. Posso registrar acidentes de trânsito pela internet? Não. O registro de ocorrência de acidente de trânsito sem vítima é feito pela Polícia Militar do Estado de São Paulo. No caso de acidente de trânsito com vítima, o fato deve ser comunicado à Delegacia de Polícia responsável onde ocorreu o evento. É possível cancelar um Boletim de Ocorrência já emitido? Não. O Boletim registrado não pode ser cancelado. Entretanto, se ocorrer a recuperação de documentos perdidos antes da avaliação do pedido de Boletim Eletrônico, contate a Delegacia Eletrônica para verificar a possibilidade de indeferimento do registro.


10

1ª Quinzena de Fevereiro/2010

Secadores e chapinhas em excesso podem queimar os cabelos O USO EXCESSIVO DESSES APARELHOS - MAIS DE UMA VEZ POR SEMANA - PODE DANIFICAR SERIAMENTE A ESTRUTURA CAPILAR. Da Redação Toda mulher sempre deseja que seu visual esteja impecável e quando se trata de cabelo nem se fala. Muitas vezes fazem verdadeiras loucuras para atingir isso, e a tecnologia tem se tornado mais prática para garantir o visual perfeito. A população feminina aderiu ao costume do secador e da chapinha para finalizar o look. Mas a rotina diária pode ser um erro fatal para as madeixas. Devido à alta temperatura dos aparelhos (até 200ºC) o uso frequente do secador seguido da prancha modeladora danifica profundamente o cabelo. E se você for daquelas que não conseguem abrir mão do cabelo liso é melhor usar produtos antitérmicos antes de usar o aparelho, é o que recomenda Fábio Caparelli, conhecido como “Médico do Cabelo”, consultor da Loja Cinderela, em

FÁBIO CAPARELLI APRESENTA UM DOS PRODUTOS EM SUA LOJA

O PRODUTO FORMA UMA PELÍCULA PROTETORA EM VOLTA DO CABELO, EVITANDO O DANO

Jordanésia, há seis anos. “A mulher cajamarense ainda está aprendendo que é extremamente necessário o uso de um protetor térmico, o defrizante”.

Segundo ele, isso minimiza os danos. Os produtos finalizadores têm função termo protetora, que forma uma película em volta do cabelo. Essa proteção faz com que o calor

não retire a umidade natural do fio e deixe-o com uma estrutura saudável. Outra coisa quente nesta história, é o preço; os produtos, dependendo a marca, po-

dem variar de R$ 11,00 a R$ 126,00, mas são altamente recomendáveis a quem faz uso destes recursos. “Passar chapinha e secador toda semana estraga o cabelo. É necessário antes passar o protetor térmico. Agora se a mulher for chapar o cabelo toda semana, é melhor que

faça uma progressiva em um dos bons cabeleireiros de nossa cidade. Assim ela conseguirá um visual desejado, sem prejudicar o cabelo”, recomenda. SERVIÇO: Cinderela Cosméticos Rua Prefeito Antônio Garrido, 23 Jordanésia - Tel.: 4447-1028


1ª Quinzena de Fevereiro/2010

11

Virado à paulista INGREDIENTES ½ kg de feijão 250 gr de linguiça calabresa seca 250 gr de bacon 1 maço de couve 3 dentes de alho 1 cebola média ½ kg de farinha de milho

SEGUNDA-FEIRA É O TRADICIONAL DIA DO VIRADO À PAULISTA. NESTA EDIÇÃO QUEM PASSA A RECEITA É A LU, DO RESTAURANTE DO LUIZ. O RESTAURANTE CHEGA A CONSUMIR MAIS DE 700 OVOS NESTE DIA.

MODO DE PREPARO Cozinhe o feijão e reserve. Corte a lingüiça seca e o bacon em cubos pequenos e frite, junte a cebola e o alho até que fique dourado. Em seguida misture o feijão com caldo suficiente para cozinhar a farinha de milho. Misturando a farinha, até que dê o ponto ideal (a seu gosto).

Da Redação

Obs.: Sempre mexendo para não empolentar. E no final, acrescente a couve picada bem fina. INGREDIENTES PARA BANANA 10 bananas 2 ovos 2 copos de leite 200 gr de farinha de trigo 200 gr de farinha de rosca Sal a gosto

MODO DE PREPARO Junte no liquidificador os ovos, leite, farinha de trigo e sal a gosto e bata até ficar cremoso. Pegue a banana sem casca e banhe no creme, em seguida

passe na farinha de rosca e frite até ficar dourado.

1 kg de toucinho 10 ovos médios Arroz para 10 pessoas.

ACOMPANHAMENTOS 10 bistecas 1 kg de lingüiça fresca ½ kg de costelinha

Obs.: Todos os ingredientes temperados a gosto e fritos.

Instalado em Jordanésia há mais de 10 anos, o Restaurante do Luiz é um ponto de sucesso na rua Prefeito Antônio Garrido, na hora que bate aquela fominha do meio-dia. Recentemente o estabelecimento passou por uma grande reforma, onde melhorou o conforto para os clientes. A receita de sucesso do restaurante, além da dedicação e do trabalho em família, é o preço e qualidade. “Ser vimos todos os dias refeições frescas. Recentemente também con-

tratamos um chefe de cozinha”, informa a gerente Luciana Teixeira. Ela conta que as sobras dos clientes são doadas para criadouros de animais como porcos, galinhas e até para cães abandonados. E já que o assunto é doação, ela lembra também que por dia, seu pai, seu Luiz, doa cerca de dez refeições a pedintes e/ou necessitados. É a velha máxima: “O Senhor é meu Pastor e nada me faltará...” SERVIÇO: Restaurante do Luiz Rua Pref. Antônio Garrido, 70B Tel.: 4447-3560


12

1ª Quinzena de Fevereiro/2010

Celso Russomanno, 53, é Deputado Federal. Jornalista e Bacharel em Direito.

A escolha da escola para o seu filho requer informação VOCÊ ESTÁ PREOCUPADO COM O APRENDIZADO E A FORMAÇÃO DE SEU FILHO? A ESCOLA EM QUE ESTÁ MATRICULADO CORRESPONDE ÀS SUAS EXPECTATIVAS? TEM A INTENÇÃO DE TRANSFERIR SEU FILHO PARA OUTRA ESCOLA? ENTÃO, VAMOS ÀS DICAS PARA A MELHOR ESCOLHA. As escolas são consideradas fornecedoras de serviços, e, portanto, estão enquadradas no Código de Defesa do Consumidor – CDC. Existem itens importantes, que devem ser avaliados neste momento de decisão: •consulte a opinião dos pais de outros alunos para verificar se estão satisfeitos com a escola. É muito importante você saber o número de alunos por sala de aula, a biblioteca e os laboratórios existentes, etc.; •verifique as condições de higiene e limpeza da escola. Uma visita ao local é fundamental para esse tipo de observação. É prática abusiva a cobrança de material de higiene pessoal, como sabonete, papel higiênico, toalhas de papel, etc. •se a escola exigir que o material ou uniforme escolar

pais ou responseja comprado É PRÁTICA ABUSIVA A sáveis possam no próprio estaCOBRANÇA DE pesquisar prebelecimento, ou MATERIAL DE HIGIENE de determinada ços, marcas, PESSOAL, COMO escolher o local marca, saiba que SABONETE, PAPEL em que irão adtambém é uma HIGIÊNICO, TOALHAS quirir os produprática abusiva. A obrigação da tos, ou uma DE PAPEL, ETC. escola é fornecer costureira para lista de material escolar aos ticular para confeccionar o unialunos, ou o modelo e tecido forme; do uniforme, a fim de que os •analise a grade curricular

da instituição, o método de ensino, formas de avaliação, bem como a qualificação dos professores; •questione sobre as atividades extracurriculares dentro do período de aula, como passeios em museus, parques, etc. Se houver custo adicional, é proibida a participação obrigatória da criança. •veja também se existem outras atividades extracurriculares dentro da própria escola, como ginástica, natação, futebol, etc., fora do período de aula, incentivando a freqüência à escola, o convívio entre os alunos, e uma maior integração dos pais em relação à vida escolar de seus filhos; •ao optar pela escola, leia atentamente o contrato antes de assiná-lo. Ele deverá conter cláusulas claras e precisas.

ATENÇÃO À MENSALIDADE O valor total das mensalidades terá vigência por um ano, devendo ser dividido em parcelas iguais de 12 vezes (anual), ou de seis vezes (semestral), já inclusa a matrícula. • a planilha de custo, explicando a necessidade de aumento do valor da mensalidade, tem de estar em local de fácil acesso ao público. O novo valor a ser cobrado deverá ser divulgado pela escola 45 dias antes da matrícula, para permitir aos pais contestarem e proporem uma negociação; • cheque se a escola oferece desconto para pagamento feito antes da data do vencimento, e também para o caso de haver irmãos. Importante: a escola não pode aplicar sanções ao aluno inadimplente, como suspensão de provas escolares, afastamento do aluno da escola, ou mesmo retenção de documentos para transferência, etc. O aluno que estiver em débito também não poderá ser humilhado na escola, nem ameaçado, durante o período letivo. Se algumas dessas situações acontecer, e você não conseguir entrar em acordo com a escola, procure um Órgão de Defesa do Consumidor, como Procon e o Inadec. No futuro, uma boa escola poderá fazer a diferença para o seu filho !


14

1ª Quinzena de Fevereiro/2010

Cajamar: 51 anos. Um drink pra comemorar! 51 + BOA IDEIA + ARAÇÁ + CACHAÇA CAJAMARENSE + MARKETING Por: A. S.

No próximo dia 18 de fevereiro, a cidade de Cajamar irá completar 51 anos. Vai ter um show do cantor Netinho - aquele da Cohab baiana. Mas por que Netinho? O cara nasceu em 66 e já tem quase a idade de Cajamar e ainda estão chamando ele de Netinho?! Garçon!!! Uma dose, por favor! Nos 51 anos da cidade, veja que curioso, a coincidência: a prefeitura está preparando pra este início de ano um concurso de incentivo interno entre seus colaboradores que irá premiar com a quantia total de R$ 10 mil (dez prêmios de R$ 1.000,00) para quem apresentar boas ideias ‘aplicáveis’ no que diz respeito à eficiência administrativa, econômica, produtiva, atendimento público, entre outras. Pergunta um curioso: pra ter essa boa ideia pro concurso vai precisar da ajuda da “outra boa ideia?” ou é apenas pra ter a boa ideia a seco mesmo? Já que o assunto é boa ideia, a cidade que faz 51 anos e ficou conhecida no passado pelo “Buraco de Cajamar” e pelos seus touros marrentos e caubóis encrenqueiros, deveria lançar um outro produto que promovesse a cidade. Do tupi-guarani, a origem do nome da cidade vem do fruto araçá, que era abundante no município. A 51 entra aqui... quer dizer, o marketing surge

aqui: se a cachaça brasileira vem da cana-de-açúcar fermentada, o vinho vem da uva fermentada, o saquê do arroz fermentado, o champanhe da maçã fermentada, a cerveja do levedo fermentado... Alguém já imaginou o néctar que poderia gerar o fruto do araçá fermentado? Chega a dar água na boca. E assim teríamos a legítima e típica cachaça cajamarense. As pedreiras na cidade dariam lugar à extensas áreas de cultivo do araçá. A saudosa estrada de ferro Perus-Pirapora voltaria para transportar a fruta e a bebida para o mundo. E que nome teria o fer-

mentado da nossa terra? Cajamé? Cajaça? Ou Cajibrina? Ela estaria presente em todas as festas e eventos, seria servida até na Festa do Padroeiro São Sebastião, exceto, claro, para o padre e para os atletas da corrida. Poderia se fazer um ponto turístico de peregrinação para os seus devotos apreciadores. Já que peão e cachaça são quase sinônimos, poderia se construir ao lado do Boiódromo um tonel gigante da bebida. Nas (agora lotadas) cerimônias oficiais do município, após cantar o hino oficial da cidade, serviria-se o drink oficial da cidade até fim do evento.

Este néctar teria ainda uma função conciliadora. Com uma animada rodinha de samba, uma porçãozinha de salame com provolone regada a fartas doses da iguaria cajamarense, resolveríamos conflitos diplomáticos, inadimplências, pendências políticas, brigas de vizinhos e crises amorosas. E mais: o araçá é riquíssimo em vitamina C - que é um ótimo imunizante -, com isso, o pessoal da terceira idade não precisaria mais tomar aquela incômoda e sem graça vacina contra a gripe, apenas algumas doses do poderoso néctar e pronto! Eles se sentiriam mais relaxados, imunizados e até dispostos a montar no touro marrento. Mas, enfim... A bebida é ainda papo de boteco, o que fica de real nisso tudo são os 51 anos da cidade, que já passou de meio século. E o desejo de todo cidadão é que nos próximos 51 anos surjam (e aconteçam) realmente boas ideias - de todas as esferas da sociedade cajamarense - que desenvolvam a cidade, que propicie educação e cultura aos seus moradores; e que a cidade seja reconhecida pelo seu potencial e não somente por uma cratera do passado ou uma festa sazonal. Quanto ao drink, no aniversário tá liberado uma dose, mesmo que não seja, ainda, o néctar do araçá cajamarense. Parabéns, Cajamar!

ACHE NO QUADRO ABAIXO 20 PALAVRAS QUE FORAM PUBLICADAS NA EDIÇÃO NÚMERO 2 DO BOLETIM: NETINHO CARNAVAL ANIVERSÁRIO ESCASSEZ EMPREGO QUALIFICAÇÃO CAJAMARILDO SECADOR CHAPINHA GASTRONOMIA ARAÇA CAJAMÉ CAJAÇA CAJIBRINA CLASSIFICADOS VOVÓ ASSOCIAÇÃO DELEGADO PRESENTE COMÉRCIO

Cajamarildo

em“Demitido!”


1ª Quinzena de Fevereiro/2010

15

VENDA CHÁCARAS MITSUBISHI

FIAT PEUGEOT LOCAÇÃO TOYOTA

FORD VOLKSWAGEM

VENDA TERRENOS

CHEVROLET

VENDA CASAS

VENDA GALPÕES

VENDA APARTAMENTOS HONDA

KIA


Um empreendimento que teve a vovó como inspiração O RESTAURANTE VOVÓ MERCEDES AGORA EM NOVAS INSTALAÇÕES, MANTÉM SUAS RAÍZES COM DECORAÇÃO TEMÁTICA. Da Redação A trajetória do restaurante Vovó Mercedes tem em Cajamar apenas seis anos de história, porém, neste período já conquistou uma clientela cativa. O empreendimento surgiu em 2004, quando a moradora de Jordanésia há mais de 70 anos, Aparecida Otero, trouxe a irmã Elicéia, de São Paulo, para morar aqui. “Resolvemos montar um negócio juntas. Surgiu a oportunidade comprar uma velha churrascaria, antigo Bar do Mané”, diz Elicéia. Ela conta que no começo os funcionários contratados eram os próprios parentes desempregados. Hoje aumentou o número de funcionários, mas ainda emprega colaboradores do antigo dono. “Dos parentes ficou o Sérgio Ricardo, meu braço direito aqui”. Em 2009, o restaurante mudou, saiu do número 246 e foi para o 220, na mesma

avenida, Jordano Mendes embaixo da galeria de lojas no Posto do Manoel. Nas novas instalações, ganhou uma nova decoração e melhorou o conforto para os seus clientes. O churrasco é self-service e custa R$ 13,00, por pessoa.

O FUTURO Elicéia conta que nos últimos seis anos a cidade expandiu bastante; o resultado disso foi um aumento que acredita ser em torno de 70% “Vieram para cá muitas empresas. Além dos moradores da região,

meus clientes são comerciantes, bancários e trabalhadores nas indústrias locais”. A partir de março o restaurante terá rodízio de pizza, música ambiente e ficará aberto até às 22 horas; hoje fecha às 16 horas.

O POR QUÊ VOVÓ Elicéia conta que o nome Vovó Mercedes foi em homenagem à sua mãe, hoje já falecida. “Foi ela quem me fez desde criancinha gostar da arte culinária. Me ensinou a segurar a colher de pau e mexer a primeira polenta”, conta a filha. Esta referência se encontra na logomarca do restaurante, na figura que simboliza a ‘vovó’, ela faz polenta com uma colher de pau. “A Aparecida é hoje a nossa 2ª Vovó Mercedes”, conclui.

ed 02 BOLETIM DA ACE  

Boletim eletrônico. Para perda de documentos e alguns casos de furto, até mesmo o de veículos, é possível fazer a ocorrência sem sair de cas...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you