Page 1

André Almeida e Sousa Andreia Luís Carlos Mota Daniel Oliveira Filipe Franco Francisco Cogumbreiro Gabriel Garcia Luís França Nina Medeiros Paulo Damião Raposo de França Sofia de Medeiros Tomás Vieira Urbano

ARQUIPÉLAGO

EXPOSIÇÃO COLETIVA ARTES PLÁSTICAS Academia das Artes dos Açores 19 janeiro | 16 março 2012


arquipélago 2012 Ao orientar a sua atenção para a realidade artística insular com a presente Exposição, a Academia das Artes dos Açores inaugura uma nova fase da sua vida, incrementando a divulgação e promoção dos Artistas/Criadores dos Açores junto de todos os açorianos, não só ao nível da mostragem de novos talentos, bem como de discursos estéticos e artísticos alternativos. Ciente da complexidade do actual momento sociocultural nos Açores, a nossa programação para 2012 — em paralelo com a divulgação do nosso Manifesto ou a previsível extensão das nossas actividades a outras ilhas ao nível pedagógico e expositivo —, vai contribuir para a promoção e defesa dos interesses da nossa cultura em geral e em particular de toda a nossa comunidade criativa regional. A presente Mostra reflecte um universo artístico ilustrativo da evolução e dinâmica das artes plásticas nos Açores, devido, em grande medida, ao surgimento, nas últimas duas décadas, de iniciativas particulares ao nível individual e colectivo que, através da sua acção, determinaram uma mudança histórica na divulgação e promoção da Arte feita nos Açores ou por Artistas Açorianos, processo no qual a Academia se orgulha de ter tido uma presença preponderante. Conscientes da realidade cultural actual, é nosso propósito dar continuidade a este espírito através deste ou outros projectos, nas próximas temporadas, desta vez com critérios mais aprofundados para, junto da comunidade, contribuirmos para uma “visão” plural e actualizada do nosso panorama artístico regional, contribuindo assim para o reforço de uma matriz e integridade cultural açoriana. A comunidade artística açoriana é bem mais vasta que o grupo de artistas aqui representado; mas, conhecedores deste facto, com “Arquipélago” pretendemos agregar um conjunto de artistas plásticos de diferentes linguagens/disciplinas e gerações, pondo-os em confronto, e deste modo potenciar uma pluralidade estética necessária ao nosso contexto criativo insular e proporcionar ao público uma possível leitura global do panorama artístico regional. Sem pretender analisar tecnicamente a participação dos Artistas presentes, com base no universo dos trabalhos expostos, podemos dividir as participações em três grupos geracionais, o que, de algum modo, nos ajuda a “ler” e a entender as suas filiações/opções estéticas. Constituem o primeiro grupo os artistas Álvaro Raposo França (1940) e Tomás Vieira (1938); o segundo grupo é formado por Urbano (1959), Francisco Cogumbreiro (1959), Luís França (1953), Filipe Franco (1961), Carlos Mota (1963) e Nina Medeiros (1963). Por fim, um terceiro grupo mais jovem a ser formado por André Almeida e Sousa (1974), Paulo Damião (1975), Sofia de Medeiros (1975), Daniel Oliveira (1975), Gabriel Garcia (1977) e Andreia Luís (1982). De entre as várias participações, destaca-se a presença de expressões como o vídeo, através de Andreia Luís; a consolidação da escultura de forma plural nos Açores, através de Álvaro Raposo França, Daniel Oliveira e Sofia Medeiros; e a presença de disciplinas como desenho e gravura, respectivamente apresentadas por Francisco Cogumbreiro (depois de ausência prolongada) e Nina Medeiros. De outro modo, deve-se referenciar a presença inaugural de Gabriel Garcia no contexto cultural Açoriano. Agradecemos a todos os Artistas a boa vontade e a prontidão com que disponibilizaram a cedência das suas obras e restantes entidades que tornaram possível esta Exposição. O presidente da Academia das Artes dos Açores, Filipe Franco


ANDRÉ ALMEIDA SOUSA pintura Formação 2001 Bolseiro da Fundação Victor e Graça Carmona e Costa, Lisboa. 2001 Curso Avançado de Artes Plásticas, Ar.Co , Centro de Arte e Comunicação Visual, Lisboa. 1998 Curso Completo, Rietveld Academie, Amsterdão. Exposições individuais 2010 Pintura, Galeria Alecrim 50, Lisboa. 2009 Desenho e Pintura, Museu Nogueira da Silva, Braga.2008 Pintura, Galeria Alecrim 50, Lisboa. 2007 Desenho, Galeria Alecrim 50, Lisboa. 2006 Desenho ,Galeria João Esteves Oliveira, Lisboa. Desenho, Biblioteca Pública e Acervo Regional de Ponta Delgada (com o apoio da Direcção Regional da Cultura) São Miguel, Açores. 2003 Desenho, Ar.Co (com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian), Lisboa. 2002 Desenho, Galeria Franco. Steggink, São Miguel, Açores. 2001 Desenho e Pintura, Galeria Paula Fampa, Braga. Exposições Colectivas 2010 Arte Lisboa, Feira de Arte Contemporânea, Galeria Alecrim 50, Centro de Congressos de Lisboa, Pavilhão do Rio. Summer @ my place, Alecrim50, Lisboa. 2009 Arte Lisboa, Feira de Arte Contemporânea, Galeria Alecrim 50, FIL, Lisboa. Summer comes in a Postcard, Alecrim50, Lisboa. Summer comes in a Postcard II, Alecrim50, Lisboa. 2008 Quel Air Clair... - Obras na Colecção do Ar.Co., Palácio Galveias, Lisboa. 2007 Project on the road: remembering Kerouac, Espaço Av. da Liberdade, Lisboa. 2004 Evocações da Paisagem - uma Antologia de 10 anos de Pintura nos Açores, São Miguel, Açores. 2003 Participação no Leilão a favor do Ar.Co. 2001 Participação no 46º Salão Europeu de Jovens Criadores de Montrouge. 2000 Exposição colectiva no Atelier da Rua Damasceno Monteiro, Lisboa. Exposição de Verão no Ar.Co na Quinta de São Miguel. 1999 Exposição conjunta com Joana Salvador na Biblioteca Calouste Gulbenkian, Ponte Sôr. Exposição de Verão no Ar.Co na Quinta de São Miguel. 1998 Exposição de Verão no Ar.Co na Quinta de São Miguel.

Sem Título óleo sobre, tela 110x140cm 2009


ANDReia luís vídeo Natural de São Miguel, Açores, concluiu a licenciatura em Cinema, Vídeo, Comunicação e Multimédia pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias de Lisboa, em 2007. A primeira experiência profissional é em 2008 como repórter e editora de imagem no Chaîne de Langue Portugaise, Paris. Ainda nesse mesmo ano ruma a Cabo Verde para frequentar um estágio em jornalismo no canal de televisão TIVER. Em 2009 regressa a São Miguel como assistente de realização na produtora IRIS Audiovisual. Entre 2010/2011 trabalha como editora na RTP – Açores em diversos documentários, entre eles História dos Açores. Paralelamente desenvolve uma actividade independente e em colaboração com outros free-lancers, que se inicia com diversas coberturas foto-videográficas de eventos (reportagem, exposições de fotografia, making-off de ensaios artísticos), até à realização (e produção) do seu primeiro filme documental intitulado Arquitectura Contemporânea nos Açores - Três Casas Em São Miguel, que explora o processo de construção de um sonho entre o arquitecto e o cliente.

Corpo não verbal vídeo 16:9 2011


carlos mota pintura Ponta Delgada, Azores, 1963. 1994 foi para Bruxelas, onde se formou em Arquitectura de Interiores no CAD - Centre des Arts Décoratifs. De 1994 a 1998 foi aluno de pintura de Toma Roata e de Desenho de Jacques Richard, École des Arts D’lxelles, Bruxelas. Reside e trabalha em Ponta Delgada e Lisboa. EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS-SELECÇÃO 2011 “MOMENTOS”, Academia das Artes dos Açores, Ponta Delgada; 2011 “Ao Adormecer no Metro”, Galeria de Arte, Ordem dos Médicos, Lisboa; 2010 “Ao Adormecer no Metro”, Walter Grossman Art Gallery, UMASS, Boston; 2010 “Ao Adormecer no Metro”, Academia das Artes dos Açores, Ponta Delgada; 2002 “Saiu à Rua”. Design de Mobiliário, Galeria Franco Steggink, Lagoa; 2001 “Territórios”. Paços do Concelho da Câmara Municipal de Lagoa; 2000 “Territórios”, Academia das Artes dos Açores; “Territórios”, CCAC Edmundo Bettencourt, EXPOSIÇÕES COLECTIVAS-SELECÇÃO 2012 MIAB, Madeira International Art Bienal, Madeira; 2012 Biennale Mediterraneo - Volglia di Pace, Vedere, Itália 2012 Art Est 3.Island and Men, Madeira; 2012 “Arquipélago”, Academia das Artes dos Açores, Ponta Delgada; 2011 “MOMENTOS”, Galeria São Mamede,Lisboa; 2011 “Arte pela Paz”, Centre Civic Barceloneta, Barcelona; 2011 “Femina 2011”, Museu da Electricidade do Funchal, Madeira; 2010 “Utopia Azul”, Palácio D. Manuel, Èvora; 2010 “Ao Adormecer no Metro”, MIAB, Madeira International Art Bienal, Madeira; 2004 “Evocações da Paisagem – Uma antologia de 10 anos de Pintura nos Açores”, Teatro Micaelense, Ponta Delgada; 2003 “Arte 13”, Academia das Artes dos Açores, Ponta Delgada; “XX3x20”, 20 pinturas, 20 melodias, 20 poemas. Biblioteca Pública de Ponta Delgada/Museu Carlos Machado, Ponta Delgada; 2002 “ARTEXAQ”, Exposição de ex-alunos da ESAQ, Academia das Artes dos Açores, Ponta Delgada; 17 Anos com Galeria Arco 8, Ponta Delgada; 2001 Exposição de Arte Contemporânea, Galeria Arco 8, Ponta Delgada; 2000 “A Window on the Azores”, New Bedford Whaling Museum, New Bedford/EUA; Exposição por Timor - Hospital D.E.S. Ponta Delgada; Feira de Arte Contemporânea (F.I.L.), Galeria Arco 8, Lisboa; 1999 Galeria Adrienne Hirsch, Bruxelas; “A Window on the Azores”, Bermuda National Gallery; Hamilton/Bermuda; “Territórios” Cultural Centrum Berchem, Antuérpia, Bélgica; 1995/96/97 - Participação nas Exposições “Trott’Art”, Bruxelas. sem título técnica mista sobre tela 130 x 130 cm 2011


daniel oliveira escultura Nasceu nos Estados Unidos da América em 1975. Licenciado em Artes Plásticas – Escultura (Faculdade de Belas Artes de Lisboa, 2000); Pós-Graduação em Gestão Cultural nas Cidades (I.N.D.E.G./I.S.C.T.E., 2003). Expondo desde a década de 90, tem participado em diversas exposições, dando a conhecer obras em diversos materiais e linguagens passando pelo ferro, vidro ou madeira. Com trabalhos reconhecidos em diversos prémios e concursos internacionais. As esculturas de Daniel Oliveira destacam-se pelo predomínio de formas geométricas como pressuposto estruturante, criando um forte dialogo entre a sua obra e o espaço, fugindo à monumentalidade e aproximando-se da instalação. Como se pode verificar no projecto da exposição “Opus Magnum”, na galeria franco steggink, Lagoa em 2002, caracterizando-se pela “linguagem abstracta e geométrica, contendo múltiplas referências a objectos primordiais do nosso imaginário, a determinadas formas e fórmulas puras que concebemos. Uma espécie de orgânico quase impossível, mas que é esculturalmente realizável.” (Eduardo Duarte, 2002). Bem como na exposição “Esculturas” em 2009 na Academia das Artes dos Açores. “Emblemas” na galeria Abraço em Lisboa 2003, é apresentada uma série de esculturas mais intimistas, “onde entramos num mundo com objectos que são retirados não só do quotidiano, como também nos aparecem roubados à infância e ao mundo dos sonhos, construindo assim uma espécie de museu pessoal que poderia ser, no limite, o museu da humanidade”. (Marta Guerreiro, 2003). A arte, como a religião e a filosofia, procura respostas, mas muitas vezes, o que acaba por encontrar são caminhos, fusões, espelhos. Uma tentativa de resposta ao que é a escultura, foi levada a cabo na exposição “Passagens” (Palácio dos Arcebispos, Loures, 2004). Evidenciando a relação simbólica da forma com o espaço e o contexto social. 2011 é marcado pela prevalência do ferro e pela metamorfose da matéria, onde a subjectividade da criação é levada ao limite entre a pura abstracção e a representação formal, como podemos observar na exposição “Escultura” na Academia das Artes dos Açores.

sem título ferro 37 x 128 x 80 cm 2011


filipe franco pintura 1961, Ponta Delgada, Açores. Vive e trabalha em Lagoa, Açores. Curso de Pintura no ARCO, Lisboa.

PROJECTOS RECENTES INDIVIDUAIS 2007 White Wall, Galeria EA+, P. Delgada, Açores. The bright side of the moon, Museu C. Machado, P. Delgada, Açores. 2011 Branco, Academia das Artes dos Açores, P. Delgada, Açores. 2011 Coisas do Céu, Centro Cultural Caloura, Lagoa, Açores COLECTIVAS 2006 Mare Magnum, Museu C. Machado, P. Delgada, Açores. 2008 The Affordable Art Fair/Atelier EA+, Nova York, E.U.A. ESPECIAIS 2008 Dia da Região Autónoma dos Açores - Cenário, Velas, Açores. PÚBLICOS 2008 Mar Branco, Pintura Mural, Portas do Mar, P. Delgada, Açores. COLECÇÕES Está representado em diversas colecções Nacionais e Estrangeiras.

Calmaria técnica mista s/tela 140 X 210cm 2010


francisco cogumbreiro desenho 1959, Ponta Delgada, S.Miguel.

Formação 1982-1984 Academia das Artes 1984-1988 ARCO - Centro de Arte Comunicação Visual 1987 I Simpósio de Escultura em Basalto Ribeira Grande Açores Sob orientação do Escultor Japonês, Nizuma 1990 Curso de Arqueologia Industrial Molinologia na Casa da Cultura Ponta Delgada 2010 Workshop de Cinema Documental, Associação Corredor Exposições Colectivas 2012 Arquipélago, Academia das Artes dos Açores, Ponta Delgada. Projectos: 1996 Colaboração no filme “Party”de Manoel de Oliveira com réplica de uma barracuda do Museu Carlos Machado.

sem título grafite sobre papel 42 x 29,7 cm 2011


gabriel garcia pintura Gabriel Garcia, nasceu na ilha do Pico (Açores) em 1977. Viveu na ilha de S.Miguel onde frequentou, entre 1994 e 1995, o atelier de expressão plástica - desenho e pintura - da Academia das Artes de Ponta Delgada, orientado pelo pintor Filipe Franco. Licenciou-se em Pintura pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Vive e trabalha em Lisboa. Com o Centro Português de Serigrafia tem desenvolvido trabalho em gravura. Recentemente terminou o Workshop de Gravura Águatinta de Sabão e Águatinta Invertida, sob a orientação de Catherine Brooks. Para lá da sua formação académica tem vários cursos de formação, em fotografia (A.R.C.O.-Lisboa) e o curso de ilustração científica (UAL). No seu jovem percurso artístico tem várias exposições Nacionais e Internacionais, destacando-se a participação na Trienal de Praga (2000); “Memoriar” Perve Galeria; “Tangências” Exposição de Finalistas de Belas Artes de Lisboa no Museu de Angra do Heroísmo (2003); Exposição colectiva (Comunicarte) na festa do Avante; “ Did I tell you about the time” (2006); “Gravura Contemporânea”, de alunos e ex-alunos da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, no Museu Nacional de História Natural; Colectiva Articum, Galeria If, Lisboa; Projecto Fabrica/Interpress, colectivo IndigoNoir; Projecto “ Membranas”, colectivo IndigoNoir&Mécanosphére (2007); “Mobility”, Satellite exhibition for the Prague Triennale (2008); Prague National Gallery, National Museum of Bulgarian Art, Finnish Academy of Fine Arts Galleries, Turlej Institution & Gallery (Poland), Perve Gallery (Portugal) The Academy of Fine Arts Gallery, Helsinki, Finland (2008);“A Teoria do Buraco Negro” Galeria São Bento, Lisboa; Feira de Arte Lisboa 09; Comemorações do Surrealismo, Galeria Perve, Lisboa; “Subsolo” colectivo de arte Urbana, espaço Underground Lisboa (2009); “Anita no País dos Mentirosos” Galeria São Bento, Lisboa; “1990/2010 Sala do Veado - Cabinet d’ Amateur”, Sala do Veado, Lisboa (2010); Arte Madrid 2010; 16ª Bienal de Cerveira de 2011; “Por Aí” Galeria António Prates (2011); Arte de Lisboa 2011. Destacamos os prémios: Menção Honrosa, Fine Papers - Papies 2010, com gravura “O Passeio das Almas”, editada pelo Centro Português de Serigrafia; Prémio “Raymon Menager”, pintura, Paris; Prémio de aquisição 16ª Bienal de Cerveira de 2011. Está referenciado em catálogos e revistas da especialidade como: Catálogo da Exposição Lusofonias, Perve galeria;“Pintura Contemporânea Portuguesa, 100 Pintores”; Mobility, Re-reading the Future; Catálogo da exposição daTrienale de Praga, publicado pela National Gallery Prague; Catálogo da Exposição Gravura Contemporânea, de alunos e ex-alunos da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, no Museu Nacional de História Natural. Livro “As melhores apostas de Arte Portuguesa”, by Paulo Lopo; Revista “Directarts”, Artigo (Exposição) Edição 07 – Verão (2010); Catálogo da exposição “Os Livros dos Outros” Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor a convite da Fundação das Casas de Fronteira e Alorna; Revista Umbigo nº 37 Edição de Junho 2011 – por Miguel Matos; Catálogo da 16ª Bienal de Cerveira de 2011; Catálogo Arte de Lisboa 2011.

i’m so tired acrílico e óleo sobre tela 211 x 170 cm 2011


luís frança pintura 1953, Ponta Delgada Licenciado em Artes Plásticas pela ESBAL em 1979 1983/92 Foi professor de desenho e pintura na escola AR.CO em Lisboa. Continua a exercer funções no ensino oficial. Desenvolve trabalho de ateliê Tem participado em exposições individuais e coletivas Individuais (selecionadas) 1973 Galeria Teia, Ponta Delgada. 1976 Museu Carlos Machado, Ponta Delgada. 1978 Galeria Arco 8, Ponta Delgada. 1991 Galeria Arco 8, Ponta Delgada. 1988 Galeria Altamira, Lisboa. 1991 Galeria Altamira, Lisboa. 1997 Galeria Altamira, Lisboa. 1995 Museu Santos Rocha, Figueira da Foz. 2001 «Fábulas Contemporâneas e um retrato», Galeria Fonseca Macedo, Ponta Delgada. 2003 «O Corpo e a Alma», Galeria Fonseca Macedo, Ponta Delgada. 2007 «Boca de Sombra», Galeria Fonseca Macedo, Ponta Delgada. Coletivas, (selecionadas) 1988 Forum de Arte contemporânea, Lisboa 1996 Forum Atlântico de Arte Contemporânea, Porto 2000 A Window on the Azores – Galeria Nacional das Bermudas e Museu de Arte Moderna de New Bedford, USA. 2002 Feira de Arte Contemporânea, lisboa, galeria Fonseca Macedo. 2004 Feira de Arte de Cáceres, Forosur, Galeria Fonseca Macedo. Espanha. 2009 Interpretação da obra de Padre António Vieira, Lisboa, Aveiro, Ponta Delgada. Coleções (selecionadas) Centro Cultural da Caloura, S. Miguel. Museu Carlos Machado, Ponta Delgada. Museu de Angra do Heroísmo, Angra do Heroísmo. EDA- Eletricidade dos Açores SA. EDP – Eletricidade de Portugal. Montepio Geral, Lisboa Caixa Vigo, Espanha. Universidade dos Açores, Ponta Delgada. Encontra-se representado em numerosas coleções privadas e outras institucionais aqui não referidas e de não menos importância.

O Barco e Crianças a Voar óleo sobre tela 160 x 100 cm 1996


nina medeiros gravura Em 1988 conclui a licenciatura em Artes Plásticas/Pintura, no Montserrat College of Art, Massachusetts, USA. Vive e trabalha em Ponta Delgada, Ilha de S. Miguel, Açores. É docente do agrupamento de Artes Visuais na Escola Secundária Antero de Quental, desde 1991. Está representada nas coleções do Museu Carlos Machado, Ponta Delgada, Instituto Cultural de Macau, Centro Cultural do Castelo (Caloura), Palácio do Jardim José do Canto, Ponta Delgada, Presidência do Governo Regional dos Açores (Palácio da Conceição), Ponta Delgada, Museu de Angra do Heroísmo, Câmara Municipal de Ponta Delgada, Universidade dos Açores, Câmara Municipal de Ponta Delgada, EDA – Eletricidade dos Açores, S.A., Ponta Delgada entre outras. Venceu o concurso Nacional de Ideias para a conceção de uma medalha comemorativa do Primeiro Centenário da Visita Régia promovido pela Presidência do Governo Regional dos Açores. Exposições individuais (seleção) 2010 | Moving | Academia das Artes, Ponta Delgada 2007 | Rua dos Gatos pretos | Academia das Artes, Ponta Delgada 2006 | Quatro Cores | Casa dos Açores, Lisboa 2005 | Conscientia | Teatro Micaelense, Ponta Delgada 2003 |14 Pinturas | Museu de Angra do Heroísmo 2002 | Sem Restrição | Galeria Mirante – Cisterna do Jardim António Borges, Ponta Delgada 2000 | Annea Hortvs | Academia das Artes dos Açores, Ponta Delgada Exposições coletivas (seleção) 2008 | O Padre António Vieira nos Açores- Ano Vieirino | Lisboa, Funchal e Ponta Delgada 2008 | Atelier de Gravura | Academia das Artes dos Açores, Ponta Delgada 2006 | Mare Magnum | Museu Carlos Machado, Ponta Delgada 2004 | Evocações da Paisagem | Teatro Micaelense, Ponta Delgada 2004 | As Cores da Macaronésia | Galeria Arco 8, Ponta Delgada e Canárias

Gene Pool I agua tinta (gravura) 19 x 20 cm 2011


paulo damião pintura Nasceu em Pilar-Bretanha, em S. Miguel (Açores), Portugal, em 1975; Ensino Secundário no Liceu Antero de Quental, Ponta Delgada, em Artes; Licenciatura em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, em 2004. Exposições Individuais 2011 “Encontrei-te amanhã” – Fundação Henrique Leote e Galeria Paulo Nunes – Arte Contemporânea, Convento de S. Paulo, Redondo; 2010 “A Revelação” – Galeria Arte Periférica, Centro Cultural de Belém, Lisboa; 2008 “Os Confidentes” – Galeria Arte Periférica, Centro Cultural de Belém, Lisboa; 2007 “Eu Amo (Reabilitação)” – Galeria Arte Periférica, Centro Cultural de Belém, Lisboa; 2007 “No Abismo Secreto do Peito” – Galeria Fonseca e Macedo, Ponta Delgada, Açores; 2006 “Um lugar ao Lado do Coração” – Galeria Arte Periférica, Centro Cult. Belém, Lisboa; 2005 “Amor Branco-de-Chumbo” – Galeria Arte Periférica, Centro Cultural de Belém, Lisboa. Exposições Colectivas 2011 Colectiva do 17º Aniversário MAC, Movimento Arte Contemporânea, Lisboa; 2011 ViennaFair 11 – Feira Int. de Viena, Stand Galeria Paulo Nunes Arte Contemporânea; 2011 ArtMadrid 11 – Feira Int. de Madrid, Stand Galeria Paulo Nunes Arte Contemporânea; 2010 Colectiva 2010, Celeiro do Patriarcal da C.Mun.de Vila Franca de Xira, Galeria Paulo Nunes Arte Contemporânea, Vila Franca de Xira; 2010 Colectiva de Homenagem ao Pintor Nadir Afonso, Galeria do Casino do Estoril, Estoril; 2009 Arte Lisboa 09 – Feira Internacional de Lisboa, Stand Galeria Arte Periférica; 2008 Arte Lisboa 08– Feira Internacional de Lisboa, Stand Galeria Arte Periférica; 2007 Arte Lisboa 07 – Feira Internacional de Lisboa, Stand Galeria Arte Periférica; 2007 Gravura Contemporânea, Faculdade de Belas Artes de Lisboa; 2006 Arte Lisboa 06 – Feira Internacional de Lisboa, Stand Galeria Arte Periférica; 2006 “Passagens” – Casa do Gaiato, santo Antão do Tojal, Loures; 2005 Arte Lisboa 05 – Feira Internacional de Lisboa, Stand Galeria Arte Periférica; 2005 PanFair 05 – Feira Internacional de Arte, Holanda, Stand Galeria Husstege; 2005 XVII Salão de Primavera, Galeria de Arte Casino Estoril, Estoril; 2005 ARCO 05 – Feira Internacional de Madrid, Stand Galeria Arte Periférica; 2004 Arte Lisboa 04 – Feira Internacional de Lisboa, Stand Galeria Arte Periférica; 2004 Colectiva “Novos Artistas”, Galeria Arte Periférica, Centro Cultural de Belém, Lisboa; 2004 V Congresso das Academias do Mediterrâneo, Comenda Di Pré, Génova, Itália; 2004 XVI Salão de Primavera, Galeria de Arte Casino Estoril, Estoril; 2004 Galeria Gravura Cooperativa de Gravadores, Lisboa. Prémios 2005 Menção Honrosa do XVII Salão de Primavera, Galeria de Arte Casino Estoril, Estoril;

Sem título óleo sobre tela 70 x 50 cm 2010


raposo de frança escultura Nasceu em Ponta Delgada (Ilha de S.Miguel) em 1940 Terminou o Curso Complementar de Escultura da Escola Superior de Belas Artes do Porto,em 1965,onde participou nas Exposições Magnas de 1961,1962,1963,1964,e 1965, bem como na IV Exposição Extra-Escolar dos alunos da E.S.B.A.P.. Nos dois últimos anos do Curso trabalhou no Atelier do Mestre Barata Feyo. EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS (recentes) 2003 Centro de Cultura da Câmara Municipal de Ponta Delgada Galeria Arco 8-Ponta Delgada 2008 Centro de Cultura da Câmara Municipal de Ponta Delgada 2009 Centro Cultural da Caloura EXPOSIÇÕES COLECTIVAS De entre as inúmeras participações em exposições colectivas salientam-se: 1987 Marca Madeira -com a Galeria Arco8 1988 1ª Mostra deEscultura de Ar Livre -Amadora 1989 Meio Sáculo de Arte nos Açores-Horta -Faial-Açores 1991 4ªBienal das Caldas da Rainha 1994 E.S.B.A.P.- F.B.A.P.-Porto 1995 2ºEncontro de Medalhística da Amadora 1996 FIDEM-Exposition International de Medailes dÁrt Contemporaines-Neuchatel-Suisse 12 Artistas Açorianos em Macau- com a Galeria Arco8 1997 1ªExposição de Medalha Contemporânea do Seixal Marca Madeira-com a galeria Arco 8 eo Museu Carlos Machado 1998 FIDEM-26º Congresso de Medalhística- Haia- Holanda 1999 A Window ON The Azores-Bermuda National Gallery A Window On The Azores-Massachusetts Gallery 2003 IIIªBienal Internacional de Medalha Contemporânea do Seixal 2007 Traços da Diáspora Portuguesa-Gare Marítima de Alcântara(organizada pelo Museu da Presidência da República) Espaços de Arte,4ª Bienal Internacional de Artes Pásticas-Sesimbra 2011 Convento dos Franciscanos-Lagoa,com Teresa Tomé e Tomaz Borba Vieira

Sabat bronze e chapa de latão 190 x 190 x 40 cm 1995


sofia de medeiros escultura Ponta Delgada, 1975 Vive e trabalha em Ponta Delgada 2003 Mestrado em História da Arte pela Universidade Lusíada de Lisboa Bolseira do programa Sócrates/Erasmus em Norwich School of Art & Design, Inglaterra (na área de Fundição) 1998 Licenciatura em Escultura pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS 2011 Brincos de Princesa - Nem Principio Nem Fim, Galeria dos Arcos, Angra do Heroísmo 2010 Brincos de Princesa - Nem Principio Nem Fim, Museu Carlos Machado, P.Delgada 2009 A ÁRVORE Camaleão, Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada Naperon, Galeria Fonseca Macedo, P. Delgada 2005 Enfim sós, sala do Capítulo, Museu de Angra do Heroísmo Lugares de repouso e solidão, Academia das Artes dos Açores, P. Delgada EXPOSIÇÕES COLECTIVAS 2010 Colectiva 2010, Fonseca Macedo – Arte Contemporânea 2009 Mail Art, Casa do Sal, Angra do Heroísmo 2006 aTRItos, Galeria Fonseca Macedo, P. Delgada 2004Colaboração no trabalho escultórico A Espera no espectáculo O Túnel, da Companhia de Dança Contemporânea Ballet Teatro Paz, P. Delgada 2003 III Prémio de Escultura City Desk, Centro Cultural de Cascais 2002 Prémio de Pintura e Escultura D. Fernando II, Sintra 2001 Prémio de Pintura e Escultura D. Fernando II, Sintra BIENAIS | FEIRAS DE ARTE 2011 Arte Lisboa 2011, Fonseca Macedo - Arte Contemporânea 2010 Arte Lisboa 2010, Fonseca Macedo - Arte Contemporânea 2009 Arte Lisboa 09, Galeria Fonseca Macedo 2007 Arte Lisboa 07, Galeria Fonseca Macedo 2006 Arte Lisboa 06, Galeria Fonseca Macedo PRÉMIOS E SIMPÓSIOS 1998 II Simpósio Internacional de Escultura em Ferro de Abrantes, com a peça Um é pouco, dois é muito, três é demais 1997 1º Prémio de Escultura Jov-Arte 97 (aquisição), Loures, com a peça Oásis 1996 1º Prémio, Coca Cola, Contour Bottle – An Olympic Salute to Folk Art, Porto A Casinha da Menina do bem ou do fetiche ferro e tecidos com técnica mista 138 x 26 x 36 cm 2010


tomás vieira pintura 1938 Nasceu em Ponta Delgada, Açores. Estudou Pintura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa e na Academia de Belas Artes de Florença, Pedagogia e Educação, na Faculdade de Letras de Lisboa e na Universidade de Boston. Foi docente no Ensino Secundário e Superior, na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa e C.I.F.O.P., Açores. 2005 Inaugurou o Centro Cultural da Caloura, com o seu acervo particular (séc xx). Exposições Individuais (Selecção – a partir de 1991) Realizou inúmeras exposições individuais em diversas galerias e Museus: Casa di Dante, Florença; Galeria Quadrante, Lisboa; Galeria de Arte Moderna, Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa; Galeria Lagar de Azeite, Câmara Municipal de Oeiras;Museu Carlos Machado, Ponta Delgada; Galeria Arco 8, Ponta Delgada; Galeria Fonseca Macedo, Ponta Delgada; Museu de Angra do Heroísmo; Associação Cultural Pontilha, Ribeira Grande; Museu da Horta. 2000 Desenho, “Estudos de Figura, 1959/1969”, Galeria Arco 8, Ponta Delgada. 2001 Pintura, “PassOs AndadOs”, Câmara Municipal de Lagoa, S. Miguel. 2002 Fotografia, “Aproximar, Afastar, Guardar, Libertar”, Ass. Cult. Pontilha, Ribeira Grande. 2003 Pintura, “Bicéfalos”, Galeria Fonseca Macedo, Ponta Delgada. 2006 Pintura, “Sem-fim”, Galeria Fonseca Macedo, Ponta Delgada. Exposições Colectivas (Selecção – a partir de 1990) Participou em Portugal e no estrangeiro em inúmeras exposições colectivas. 2000 “A Window on the Azores”, New Bedford Art Museum, USA. FAC – Lisboa, Galeria Arco 8. 2001 “Arte contemporânea”, Galeria Arco 8, Ponta Delgada. 2002 “100 Anos, 100 Artistas”, Centenário da SNBA, Lisboa. 2003 “XX 3x20 pinturas, 20 melodias, 20 poemas”, Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada. Arte Lisboa, 2003, Feira de Arte Contemporânea, Galeria Fonseca Macedo. 2004 “Evocações da Paisagem”, Teatro Micaelense – C.C.C., Ponta Delgada. Arte Lisboa, 2004, Feira de Arte Contemporânea, Galeria Fonseca Macedo. Prémios “III Salão de Artes Plásticas de Luanda”, 1969 “VIII Salão da Primavera da Costa do Sol”, 1963

O último Cargueiro acrílico sobre tela 98 x 98 cm 2009


urbano pintura João Urbano Melo Resendes nasceu na ilha de São Miguel, Açores, 1959 Estudou gravura na Slade School of Fine Art, Londres, com Bartolomeu Cid dos Santos e Bruce McLean, 1995/7 Decorou a Capela do Hospital do Divino Espírito Santo, Ponta Delgada, 1998/9 Inaugurou a Galeria Fonseca Macedo, Ponta Delgada, com a sua exposição individual “Os Primeiros Frutos”, Julho de 2000 Participou, no país e no estrangeiro, em mais de 70 exposições colectivas com pintura, desenho e gravura Está representado em diversas colecções públicas e privadas nacionais e estrangeiras Tem vários livros editados sobre a sua obra Vive e trabalha em Lisboa e nos Açores EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS RECENTES 2011 Neste Meio de Mar – Exposição Antológica (1996-2011), Museu Carlos Machado, Ponta Delgada O Terceiro Dia, Fonseca Macedo - Arte Contemporânea, Ponta Delgada 2010 O Fundo das Naus, Galeria 111, Lisboa 2009 AN António Nobre, Galeria 111, Porto 2008 As Últimas Flores, Galeria Fonseca Macedo, Ponta Delgada 2006 As Últimas Aves, Galeria 111, Lisboa As Últimas Aves, Galeria 111 Porto 2005 O Tempo Suspenso, Galeria Fonseca Macedo, Ponta Delgada 2004 O Tempo Suspenso, Galeria 111, Porto O Tempo Suspenso, Galeria 111, Lisboa 2003 O Livro da Humanidade – Galeria 111, Lisboa O Livro da Humanidade, Biblioteca Pública e Arquivo Regional de P. Delgada (Galeria Fonseca Macedo) 2002 Palio, Galeria 111, Porto Palio, Galeria 111, Lisboa 2000 Os Primeiros Frutos, Galeria Fonseca Macedo, Ponta Delgada Os Primeiros Frutos, Galeria 111, Porto No Princípio, Galeria 111, Lisboa

dez flores azuis técnica mista e colagem sobre tela 216 x 160 cm 2007


Arquipelago  

Exposiçao colectiva de Artistas plasticos Açorianos

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you