Issuu on Google+

ABS News

U B ER A B A • B R A SI L • A B R I L • 2 0 1 3

NA MAIS ESPERADA ESTAÇÃO DO ANO, UM DIA ÚNICO COM A MELHOR GENÉTICA ZEBU LEITE ZEBU | CORTE ZEBU | CORTE EUROPEU

4

APROVEITE A EXPOZEBU E FAÇA UMA VISITA À CENTRAL ABS.

Sábado | 15h Central ABS Pecplan de maio

Durante a 79ª ExpoZebu . BR 050 km 196 | Uberaba MG

Cliente do Mês: Tijuca Alimentos, produtor cearense é exemplo de sucesso.

Genética Australiana: ABS Pecplan apresenta novos touros Brangus


Editorial As Águas de Março A nossa equipe de gerentes fez um belo trabalho na última edição do ABS News quando perguntada sobre as expectativas para 2013. A visão deste time foi de um mercado se ajustando e, em termos de custo de produção, melhores preços para o leite e a carne. Portanto, melhoria da lucratividade do setor.

ABS News Expediente ABS News é um informativo Institucional da ABS Pecplan ABS Pecplan Importação e Exportação Ltda. Rod. BR 050 - Km 196 - Delta MG / CEP 38108-000 (34) 3319-5400 - www.abspecplan.com.br Jornalista Responsável Adriana Dorazi dos Santos MTB 31570 assessoria@absnet.com.br Coordenação Livia França - Gerente de Comunicação Projeto Gráfico e Diagramação www.nativapropaganda.com.br

Nos últimos dias as previsões se confirmaram e temos observado preços de leite sendo pagos em até R$1,25, dependendo do volume. Neste domingo assistimos a uma escalada nos preços do bezerro desmamado com valores ultrapassando a casa dos mil reais. Definitivamente uma boa notícia, que vem acompanhada de preços em queda para a soja e milho e um impacto forte no custo de produção. As águas de março não somente estão fechando o verão como diz o poeta, mas também trazem uma luz para 2013. Da porteira para dentro o produtor continua a fazer o seu dever de seguir buscando melhorar a eficiência de todos seus processos. O que é fundamental para que as épocas de dificuldades possam ser atravessadas de uma melhor forma e, na época das vacas gordas que vemos pela frente, possamos capitalizar toda eficiência conquistada. Nada melhor e mais pontual portanto que falarmos em um índice de eficiência. Mais que isso: o primeiro índice de eficiência econômica para o gado zebuíno no mundo que inclui avaliação de eficiência alimentar. Único, útil, fácil entendimento, expresso em reais e com a confiança da Genética Matinha. Estamos ao seu lado, sempre. Uma boa leitura.

Márcio Nery Diretor Geral ABS Pecplan


ÍNDICE

04 06 07 10

Diretora de Recursos Humanos da Genus PLC se reúne com colaboradores da ABS Pecplan Visitas Internacionais

Confira a agenda 2013 dos cursos ABS Pecplan Cursos 2013

ABS Pecplan apresenta novos touros Brangus com genética Australiana Corte Europeu

Rancho da Matinha coloca novilhas prenhes para avaliação no Growsafe Artigo

12 15 17 18 25

Tijuca Alimentos: produtor cearense é exemplo de sucesso com rebanho Girolando Cliente do Mês

O mapa da Inseminação Artificial no Brasil Série Especial de Artigos

Lion Império Itaúna prova que a teoria está certa na seleção Girolando Homenagem

Frísio Inglês: como essa genética pode contribuir com o seu rebanho Artigo

Mural Olhar Rural Fotos


VISITAS INTERNACIONAIS

Diretora de Recursos Humanos da Genus PLC se reúne com colaboradores da ABS Pecplan

Durante o mês de março a Central da ABS Pecplan, em Uberaba/MG, recebeu diversas visitas importantes, vindas de subsidiárias da Genus ABS em todo mundo. Entre elas o destaque é Catherine Glickman, Diretora de Recursos Humanos da Genus PLC, na Inglaterra.

Catherine fez questão de vir ao Brasil, pela primeira vez, para conhecer o trabalho realizado por toda equipe da ABS Pecplan. Ela reuniu-se com os funcionários, contou um pouco de sua carreira profissional de muito sucesso e antecipou o planejamento do grupo para trazer novos benefícios aos colaboradores. Antes de fazer parte da Genus, Catherine trabalhou por mais de 25 anos na área de Recursos Humanos, sendo 20 anos apenas na Tesco, um forte grupo britânico de hipermercados. Contribuiu com a Tesco em um período de expansão internacional, quando saiu do 3º para o 2º lugar no mundo. Nessa época ela coordenou mais de 500 mil colaboradores da rede. Mesmo sem conhecer as particularidades do ramo agropecuário, Catherine afirma que aceitou o desafio de trabalhar na Genus porque admira a forma como o grupo é conduzido. Diz que se sente satisfeita ao contribuir com a nutrição das pessoas, um pontochave para o bem estar humano e a preservação da


natureza. “Dediquei meu primeiro ano na Genus a aprender mais sobre a empresa como um todo. Desenvolvemos junto com os líderes globais quais seriam nossos valores fortes, uma visão clara e estratégias para os próximos anos”, explica. “Estou viajando para os países onde a Genus está presente para conhecer também as diferenças e necessidades locais. Desta forma poderemos fortalecer os negócios ao manter o foco em atender as expectativas dos clientes e cuidar bem dos nossos colaboradores”, declara. Fabíola Meza, Diretora de RH América Latina – Genus, acompanhou Catherine e ressalta a importância da visita. “É um sinal claro do relevante papel desempenhado pelo Brasil e América Latina nos negócios globais da Genus. Além disso, ela teve a oportunidade de conhecer pessoalmente a equipe, constatar sua qualidade e profissionalismo, bem como ouvir deles suas opiniões a respeito dos desafios presentes e futuros dos negócios no Brasil”, confirma. Para Catherine, a ABS Pecplan superou as melhores expectativas. “Eu tinha ouvido muitas coisas boas sobre a empresa e posso dizer seguramente que fiquei profundamente impressionada com o foco e empenho profissional de todos. A oportunidade que tive de estar presente em uma reunião dos gerentes me deu a chance de conhecer os líderes da empresa, a profundidade e amplitude de conhecimento, a experiência deles. O foco e determinação para atingir as metas foram também muito evidentes”, comenta. A diretora ainda dedicou um tempo para conhecer o ABS Monitor, inovação desenvolvida no Brasil e que está sendo implantada simultaneamente em

outras subsidiárias da Genus ABS. “Vocês devem ficar muito orgulhosos da contribuição que esse sistema está fazendo para o negócio global da Genus”, enfoca.

Executivos da ABS Itália

Acompanhada pelo Dr. Fernando Vilela, Catherine visitou toda central de touros, desde os piquetes até os laboratórios, departamento de logística e estoque. “Os touros são magníficos! Toda a equipe demonstrou o orgulho e carinho que eles têm por estes valiosos animais e pela fazenda, que é muito bem cuidada e administrada. Esta é uma central da qual a Genus pode se orgulhar muito”, enfatiza. Mariana Custódio Afonso, Analista de Recursos Humanos da ABS Pecplan, ressalta que Catherine já começou a implantação de significativas melhorias na avaliação de desempenho e plano de carreira dos colaboradores. “Considero que a visita da Catherine à ABS Pecplan foi muito válida. Podemos perceber como é importante para os objetivos dela e da Genus conhecer a realidade do Brasil e nos apoiar em iniciativas de RH globais e também locais”, afirma. “Gostaria de agradecer a todos pela cordialidade e boas vindas, pelo tempo que passaram comigo dividindo suas experiências e pensamentos. Pretendo vir todos os anos e já estou ansiosa pelo meu retorno no futuro. Espero que os próximos meses, que são os últimos do ano fiscal, sejam muito bons para a ABS Pecplan. Desejo o melhor para toda a equipe”, finaliza Catherine.

Em março também estiveram na Central ABS Pecplan dois executivos da ABS Itália, o Diretor Pierpaolo Dordoni (na foto ao lado do touro) e o Gerente de Vendas Simone Ridenti. Eles fizeram reuniões com a equipe, incluindo o Diretor Geral Márcio Nery. Na visita à fazenda foram acompanhados por Alexandre Lima, Gerente Nacional de Negócios da ABS Pecplan, que destaca a importância da proximidade entre as subsidiárias da Genus ABS. “Cada visita internacional fortalece o intercâmbio de experiências entre as unidades em todo o mundo. Em particular no Brasil, estamos sempre prontos a compartilhar nossas experiências positivas. Temos modelos comerciais que combinam as práticas no campo com agentes de vendas desafiando a diversidade de culturas e distintas demandas de norte à sul do país, cuja rotina comercial está apoiada em um eficiente sistema de fluxo de dados “on line” com geração de relatórios gerenciais e informações completas para assegurar a melhor decisão comercial e estratégias para o cumprimento as metas. Nossos sinceros agradecimentos aos colegas Pierpaolo e Simone, pela oportunidade da visita e troca de experiências e visão européia de como crescer os negócios ABS na Itália”, comenta.


CURSOS 2013

Confira a agenda 2013 dos cursos ABS Pecplan

15 a 18 – inseminação 22 – Leitura de provas zootécnicas 22 a 25 – inseminação

13 a 16 - inseminação 20 a 23 – inseminação 27 a 29 – IATF

3 a 6 - inseminação 17 a 20 – inseminação 24 a 26 – Capacitação Rural

1º - Leitura de provas zootécnicas 8 a 11 - inseminação 15 a 18 - inseminação 29 a 1º de agosto – inseminação

5 a 8 - inseminação 26 a 29 – inseminação

2 a 4 – IATF 9 a 12 - inseminação 23 a 26 - inseminação

7 a 10 - inseminação 14 a 17 - inseminação

4 a 7 – inseminação 18 a 20 – Capacitação Rural 25 a 28 - inseminação

2 a 5 – inseminação 9 a 12 – inseminação 16 – Leitura de provas zootécnicas

Datas sujeitas à alteração. Confira no site da ABS Pecplan mais informações sobre os cursos: http://www.abspecplan.com.br/?pages=cursos www.abspecplan.com.br


CORTE EUROPEU

ABS Pecplan apresenta novos touros Brangus com genética Australiana

Já estão disponíveis no Brasil as doses de sêmen de três novos touros Brangus, com genética australiana. Confira as informações técnicas de cada touro:

TELPARA HILLS GLADSTONE 920F2 CSONKA OF BRINKS 30R4 PATTON OF BRINKS 30T22 MS BRINKS ALI 30P26 TRANSFORMER OF BRINKS 784E6 MS 38 CENTER RANCH 920/M1 ZM MS ECLIPSE 920H AUSTRALIAN BRANGUS EBVS

Código do Semen: 29BN0022 Nº Reg. Australiano: TEL10R920F2 Nascido: 04/04/2010 Chifre: Mocho Brahman%: 37.5%

Birth 200D Wt (kg) Wt (kg) EBV Acc Rank

-0.2 54%

400D 600D Wt (kg) Wt (kg)

Milk (kg)

13 28 31 48% 47% 44% Top 15% Top 10% Top 10%

-1 34%

O esplêndido pedigree de Gladstone e puro performance, exibe o touro de classe mundial que ele é. Desde bezerro, esse jovem touro tem se destacado, ele desmamou com impressionantes 391kg com 7 meses de idade. Chama a atenção por seu apelo visual, equilíbrio, profundidade, solidez e elegância. Gladstone se parece muito com seu pai, Patton of Brinks, e muito da sua força genética vem de sua mãe, MS 38 Centre Ranch 920/M1, que é famosa na Austrália por produzir duas irmãs ¾ para Gladstone 920 F2 as quais foram geradas por Csonka of Brinks 30R4 e cada uma delas bateu recordes australianos em 2009. Telpara Hills Miss Csonka 920 D4 foi vendida por $16,000 e Telpara Hills Miss Czonka 920 D2 foi vendida por $20,000.

Pág. 07


TELPARA HILLS BUNDABERG 541F3

Código do Semen: 29BN0025 Nº Reg. Australiano: TEL10R541F3 Nascido: 04/04/2010 Chifre: Mocho Brahman%: 37.5% AUSTRALIAN BRANGUS EBVS

EBV Acc Rank

Birth Wt (kg)

200D Wt (kg)

400D Wt (kg)

600D Wt (kg)

Milk (kg)

0.6 59%

16 56% Top 5%

34 55% Top 5%

39 53% Top 5%

-1 41%

LEAD GUN OF BRINKS 222K14 CSONKA OF BRINKS 30R4 MISS BRINKS UPPERCUT 30L18 KO OF BRINKS 392F10 MISS BRINKS KO 541L41 MISS BRINKS MILKY WAY 541E4

Apesar de existir muitos excelentes filhos do Csonka, Budaberg deve ser um dos melhores. Ele tem tudo o que precisa para ser um dos próximos touros mais poderosos da raça Brangus. Estando ao lado desse impressionante touro, você percebe que está na presença de um indivíduo marcante. Ele parece perceber sua própria qualidade. Seu Pedigree está ligado a touros como KO of Brinks, Ali of Brinks, Foreman, Tyson e Transformer of Brinks; nomes que acrescentaram muito aos seus respectivos rebanhos. A mãe do Bundaberg 541 F3, Ms Brinks KO 541 L41, tem sido uma ótima produtora de embrião nos Estados Unidos tanto para Telpara Hills quanto para Camp Cooley. 541L41 é irmã completa do grande touro Al, New Era of Brinks. Sua mãe, Miss Brinks Milky Way 541 E4, foi recentemente afirmada por Vern Suhn ser “a melhor fêmea em produção da sua era”. Sua filha mais notável na Austrália é a Telpara Hills Miss Czonka 541D9, a qual é a irmã completa de Bundaberg 541F3. Muitos visitantes afirmaram que ela é uma das mais incríveis fêmeas Brangus que já inspecionaram, criadores pagaram U$22,000 no Houston Livestock Show 2011 por um flush (1 coleta de embriões com o sêmen escolhido pelo comprador) dessa novilha.

Pág. 08


TELPARA HILLS YEPPOON 920F4

Código do Semen: 29BN0024 Nº Reg. Australiano: TEL10R020F4 Nascido: 14/04/2010 Chifre: Mocho Brahman%: 37.5% AUSTRALIAN BRANGUS EBVS

EBV Acc Rank

Birth Wt (kg)

200D Wt (kg)

400D Wt (kg)

600D Wt (kg)

Milk (kg)

0.6 59%

16 56% Top 5%

34 55% Top 5%

39 53% Top 5%

-1 41%

SUNDANCE OF BRINKS 392G9 BLANDA OF BRINKS 535R54 MISS BRINKS TROOPER 535F61 TRANSFORMER OF BRINKS 784E6 MS 38 CENTER RANCH 920/M1 ZM MS ECLIPSE 920H

TELPARA HILLS YEPPOON 920F4 é um touro atraente, extremamente comprido, com excelente movimento e temperamento. Yeppoon 920F4 é filho do atraente Blanda of Brinks 535R54, que ainda será lembrado como um ótimo gerador de vacas Brangus. Seu pedigree fala por si mesmo. Yeppoon também remete a dois velhos touros de alto desempenho, Tyson of Brinks e Trooper of Brinks. Em poucas palavras, Yeppoon combina as grandes características maternais de Blanda e a genética de carcaça e crescimento do Transformer.

Pág. 09


ARTIGO

Rancho da Matinha coloca novilhas prenhes para avaliação no Growsafe por Guy Prall – Gerente de Desenvolvimento de Novos Negócios – Genus ABS No final do último mês de fevereiro o Rancho da Matinha iniciou o teste de mais um lote de animais para consumo alimentar individual nas instalações da própria fazenda, em Uberaba/MG

IR$ Índice Real Matinha


O principal foco do programa de melhoramento genético da Matinha, desde o início da década de noventa, tem sido as características que aumentam os resultados econômicos da pecuária de corte. As medições de consumo alimentar estão permitindo identificar animais economicamente ainda mais eficientes. As DEP’s para “Consumo Diário” estão

Dr. Michael D. MacNeil GENETICISTA

Para balancear economicamente, de forma correta, as DEP’s calculadas pela ANCP, com a nova característica de “consumo”, a Matinha recorreu ao Dr. Mike MacNeil, “pai” da maioria dos índices econômicos utilizados nos EUA, que desenvolveu um índice específico para a pecuária de corte brasileira. Na ponderação de Índice Real Matinha (IR$M), 46% são características maternais (incluindo Probabilidade de Prenhez Precoce e Stayability), 29% ganho em peso e 23% consumo alimentar.

Criador do IR$M e dos índices econômicos das principais raças da América do Norte, Austrália e Nova Zelândia.

Tendências genética do rebanho Matinha comparadas com a média do Programa ANCP Probabilidade de Prenhez Precoce (3P)

3P, %

Um dos importantes diferenciais do equipamento é a possibilidade de manter os animais em grupos de 70 cabeças enquanto realiza automaticamente as medições individuais de consumo diário com alta precisão. O Rancho da Matinha tem avaliado 420 animais anualmente.

sendo calculados na Colorado State Universty pelo Dr. Mark Enns.

Visite o site da ABS Pecplan para saber como utiliza o IR$M para aumentar a eficiência econômica da pecuária. Quanto maior IR$M maior será a produtividade por hectare e lucratividade por progênie.

Safra de nascimento

Probabilidade de Permanência no Rebanho, Stayability (STAY)

STAY, %

Este grupo, composto de 140 novilhotas Nelore precoces, já prenhes, é o quinto grupo de animais a ser avaliado usando o equipamento Growsafe importado do Canadá pela ABS Pecplan em parceria técnica com o Rancho da Matinha.

Safra de nascimento


CLIENTE DO MÊS

Tijuca Alimentos: produtor cearense é exemplo de sucesso com rebanho Girolando

Alguns poetas brasileiros já fizeram questão de ressaltar as qualidades do brasileiro nordestino. Homens e mulheres fortes, que nos fazem acreditar que é possível vencer qualquer adversidade, desde que se tenha trabalho, coragem e fé.

Um desses grandes personagens é o engenheiro agrônomo Everardo Vasconcelos.s. Nascido em família de comerciantes, sempre teve vontade de trabalhar no campo. Estudou, trabalhou e se dedicou para realizar o sonho de

Pág. 12


tecnologia pra permitir um avanço desse”, ressalta.

Sr. Everardo Vasconcelos, o 5º da dir. para esq.

comprar a primeira propriedade. Aos 69 anos, conseguiu muito mais do que imaginava. Atualmente é um dos mais importantes produtores de alimentos do Ceará. Ele comanda 500 funcionários ao lado dos três filhos formados em Administração de Empresas: Marden Alencar Vasconcelos é responsável pelas compras, Nicolas Alencar Vasconcelos gerencia toda produção e Patrícia Alencar Vasconcelos cuida da gestão do departamento de vendas. O Grupo Tijuca produz ovos e frangos (60% dos negócios), leite, cana-de-açúcar, caju e cocos. “Eu sou um homem de sorte. Lembro de quando ficava sonhando em ganhar na loteria pra ter a minha terra. Ficava pensando: será que um dia vou ter uma vaca que produza mais de 30 litros por dia?”, conta. Hoje são quase 45 anos de trabalho. Com 800 cabeças de gado Girolando, de diversos graus de sangue, Everardo produz mais de 6.000 kg de leite por dia, com picos de mais de 50kg/dia por vaca.

“Quando eu pensei o que iria fazer da vida não tive dúvidas. Pela necessidade da nossa região, me sinto orgulhoso de oferecer alimentos de qualidade para as pessoas. É um ramo essencial e no qual não tem concorrência pro Brasil”, destaca. A fazenda é parceira da ABS Pecplan desde que iniciou a utilização da inseminação artificial em 1975. “Já me sentia satisfeito com a evolução do meu rebanho desde a época da Pecplan Bradesco. Mas foi a partir do trabalho do Péricles, por volta de 1995, que minha criação levou um choque de qualidade. Estive com ele na ABS Global nos Estados Unidos e fiquei orgulhoso de ver que eu uso na minha propriedade, aqui em Beberibe, o mesmo sêmen ‘top de linha’ usado lá. Só mesmo a

Cliente GMS, o rebanho Tijuca também é pioneiro na implantação do ABS Monitor, o programa de gerenciamento de rebanhos leiteiros desenvolvido pela ABS Pecplan e que também vem sendo utilizado em outros países onde a Genus ABS está presente. “Em pouco tempo já senti melhorias em outras áreas do manejo que também acabam contribuindo com a produção de leite. O trabalho fica mais racional e focado. Quando passar essa fase difícil que estamos enfrentando em todo nordeste, acredito que muitos produtores vão vir aqui conhecer essa novidade e vão querer usar também”, afirma. Luz no alto para brilhar Além dos sonhos e do trabalho duro, outro fator foi fundamental para que Everardo chegasse ao sucesso profissional: uma intensa preocupação com as pessoas que trabalham na Tijuca. Ele fundou uma escola dentro da fazenda onde os jovens saem formados até o ensino médio. São mais de 600 estudantes, entre os quais, os melhores que vão para a universidade também têm estágios remunerados como incentivo. “O que me deixa satisfeito mesmo é quando chega uma visita e repara que as pessoas estão sempre sorrindo aqui. Não gosto de ficar falando muito isso, porque eu faço mesmo de coração. Apenas gosto de mostrar o que conseguimos juntos porque uma lâmpada para iluminar precisa

Pág. 13


estar no alto”, atesta com toda sabedoria do homem do campo. Essa qualidade da mão de obra na propriedade é apontada por Péricles Montezuma, representante da ABS Pecplan em Fortaleza, como causa direta da alta produtividade do rebanho Girolando. “Eles são muito receptivos ao atendimento técnico que prestamos. Estão utilizando o GMS e o ABS Monitor com total atenção à atualização dos dados e utilizando os relatórios gerados semanalmente, o que permite agilidade nas tomadas de decisão no que diz respeito à reprodução”, comenta. “Fazemos uma consultoria mais focada na evolução genética do rebanho e na otimização dos índices reprodutivos. Também estamos fazendo estudos sobre um novo sistema de produção dentro do confinamento das vacas em produção, através do qual pretendemos melhorar o conforto e bem-estar do rebanho”, completa.

“Com nosso clima quente e algumas vezes úmido, o índice de temperatura e umidade se mostram na maioria dos meses com valores de stress moderado a severo, prejudicando bastante os índices produtivos e reprodutivos. Então, só podemos tomar estas decisões de mudança de manejo e estruturação se mensurarmos estes valores como um todo, o que é bem mais fácil e correto através do conhecimento e avaliação das planilhas do ABS Monitor”, frisa Péricles. Satisfeito com as conquistas e com os amigos que tem na ABS, Everardo é categórico ao reconhecer a importância da genética na evolução do rebanho. “Manejo e genética sempre! Eu certamente não estaria onde estou na minha vida profissional sem a ajuda da ABS, tenho muito a agradecer”, finaliza. Conheça mais sobre a Tijuca no site: www.tijucaalimentos.com.br

Pág. 00


SÉRIE ESPECIAL DE ARTIGOS

DOSES TOTAIS LEITE

O mapa da Inseminação Artificial no Brasil por Márcio Nery – Diretor Geral da ABS Pecplan CAPÍTULO 2 O desempenho do leite nos últimos 24 anos O Brasil, com suas 16 milhões de cabeças de vacas de leite, representa um dos maiores rebanhos mundiais sendo o 5º. maior produtor mundial, atrás de EUA, Índia, China e Rússia.

De 1997 a 2007 o crescimento anual composto das vendas de sêmen de leite foi de 4,4% , mais que o dobro do total leite e corte que foi de 2%. Nesta segunda década analisada, entretanto, os 5,8% são muito mais modestos que o crescimento vigoroso do corte a 16%.

TOTAL DE DOSES VENDIDAS DE LEITE POR ESTADO

Mas, quando a questão é produtividade, nossos números ainda são muito tímidos e colocam o Brasil e seus menos de 1500 litros/vaca/ano nas últimas posições. Estes números são extremamente impactantes e contribuem para baixa rentabilidade da atividade em nosso país. Temos, entretanto, bons exemplos. Encontramos regiões onde se observa desempenhos de produtividade elevados tanto quando se mede por animal, chegando a mais de 10 mil kg/vaca/ano, ou quando se mede por área com números que ultrapassam os 40 mil kg/ha/ano. Nestes bons exemplos e nas áreas onde isso ocorre temos na Inseminação Artificial e no melhoramento genético uma importante e muitas vezes decisiva ferramenta.

Os estados mais importantes na venda de sêmen são exatamente aqueles onde a produção de leite se destaca no cenário nacional.

Pág. 15


% USO DA I.A.

DOSES TOTAIS POR REGIÃO 204.117 64% 7% 2,6 274.846 60% 6% 4,9 610.423 105% 10% 4,1 1.758.104 42% 21% 6,5

1.997.287 32% 29% 7,4 da IA doses leite Crecimento 07 X 11 % IA leite

Quando analisamos a intensidade de uso da IA, podemos fazer uma associação muito grande do desempenho em produtividade com este índice e, ao mesmo tempo, termos uma visão clara de quanto o uso da Inseminação Artificial pode ajudar a melhorar a produção e a produtividade do leite no Brasil.

LTS/VACA 2011

A região SUL é hoje o grande mercado para IA no leite, seguido do SUDESTE. Nestes estados se concentram 77% das vendas de sêmen no Brasil.

A capacidade da raça HOLANDESA de, em apenas uma geração, triplicar a produtividade média encontrada pelo Brasil, faz desta raça a porta de entrada e maior vendedora de sêmen de leite. Na disputa pela segunda colocação temos a JERSEY cada vez mais demandada pelas questões dos sólidos no leite e uma raça muita adaptada ao pastoreio. O GIR LEITEIRO com seu programa de teste de progênie de mais de 25 anos conseguiu alavancar de forma impressionante a demanda por esta raça. E com um taxa de crescimento superior a 25% nos últimos anos vem o GIROLANDO, que mesmo sem contar com um teste de progênie forte e efetivo, tem credibilidade e demanda e muitos dizem que seguramente será a segunda raça em volume de vendas já em 2014. Todos os números mostrados neste artigo demonstram claramente a necessidade de se aumentar o uso da IA nos rebanhos de leite no Brasil, mas iremos deixar para debater os motivos e barreiras a este crescimento em outra edição. No próximo ABS News iremos mostrar os números do corte.

Pág. 16


HOMENAGEM

Lion Império Itaúna prova que a teoria está certa na seleção Girolando

O touro Lion Império Itaúna, que morreu no último mês de janeiro, deixará para sempre uma marca na seleção da raça Girolando. Touro do criatório de Valério Machado Guimarães, consagrou-se como o primeiro do ranking em 2012 e o terceiro em 2013. “Não poderíamos deixar de homenagear esse grande touro que permitiu à Girolando Itaúna possuir, por dois anos consecutivos, os três primeiros touros da raça, o que é realmente excepcional”, destaca o Gerente de Produto Leite da ABS Pecplan, Klaus Hanser de Freitas. Além disso, Lion também foi muito importante por, pelo menos, mais dois motivos.

Disponibilizou tanto sêmen convencional, quanto sexado de qualidade e foi o primeiro Puro Sintético 5/8 a ser melhorador. “Ele é um marco na raça porque o pai dele era negativo, mas ele é tão positivo que compensou e deu origem a filhas incríveis”, comenta Valério. “Temos relatos de criadores que utilizaram o Lion em vacas negativas com resultados positivos, o que prova que a teoria está certa na seleção Girolando”, comenta o proprietário. A história da raça Girolando na Itaúna começou ainda na década de 1940. Atualmente, graças ao teste de progênie, o touro Girolando é uma realidade. A evolução é surpreendente, tanto na produção quanto nas pistas. “Lion é atualmente pai de touros que transmitem muita estrutura corporal e muito leite. Ainda vamos ver muitas conquistas dessa genética que fez história na ABS Pecplan”, completa Klaus. A Girolando Itaúna fica na cidade de mesmo nome, na Fazenda do Engenho e na Fazenda São Bento em Várzea da Palma – MG.

Filha de Lion

Mãe de Lion


ARTIGO

Frísio Inglês: como essa genética pode contribuir com o seu rebanho

Para atender a demanda dos produtores de leite por touros provados cada vez mais eficientes a ABS Pecplan disponibiliza o Frísio Inglês, excelente opção para o Brasil Tropical: - muita força-leiteira - fertilidade - pelagem negra consistente - ótimos índices de sólidos e longevidade

O gado Frísio Inglês oferece a oportunidade única de usar genética “preta & branca” praticamente com zero de consanguinidade com o holandês Holstein EUA. Os frísios foram importados da Holanda para o Reino Unido por volta de 1800 e desde então permaneceram distintos e separados das linhagens Holstein. O Frísio Inglês carrega, no Reino Unido e em outros países, a reputação de boa fertilidade, altos componentes, longevidade e produção. Quando usado em outras raças leiteiras, resulta em alta heterose sobre fertilidade, saúde, longevidade e características de produção devido à total falta de parentesco. Frísios Inglês Os Frísios Inglês representam o setor de crescimento mais rápido de sêmen de leite no Reino Unido para a Genus ABS. A raça oferece touros longevos que conseguem sobreviver e prosperar em qualquer sistema, mas são especialmente valiosos no sistema extensivo de pastoreio. Eles oferecem leite de excelente qualidade (componentes e contagem de células) e bezerros de ótima conformação para o mercado de carne.

Touro: Blackisle Benloyal

Raça

305 Produção Diária

Gordura (%)

Proteína (%)

SCC (%)

Intervalo entre Parto(Dias)

Frísio Inglês

6926

4.10

3.31

183

402

Holandês

9091

3.93

3.16

198

423

Jersey

5909

5.39

3.82

193

402

Ayrshire

7040

4.11

3.31

183

415


O melhoramento da fertilidade das filhas é uma alta prioridade para muitos produtores na escolha de qual touro usar. O Frísio Inglês é a melhor raça para melhoramento da fertilidade das filhas, produzindo vacas com facilidade de prenhez. Ranking de raça para índice de Fertilidade de Filha na base da União Europeia em comparação com os Holandeses +9.0 Friesian +8.5 Jersey +6.1 Shorthorn +4.0 Montbeliarde +3.3 Ayrshire +3.0 Brown Swiss 0.0 Holstein -0.5 Guernsey (1 ponto de Índice de Fertilidade equivale a 0,5 dias reduzidos do Intervalo de Parto)

Frísios Inglês: Líderes de raça

- A primeira razão para cruzamento de raças é a fertilidade, então por que não utilizar a raça mais fértil do mundo?

Frísios de Maior Tipo

- O Frísio Inglês, enquanto oferece linhagens completamente únicas, na realidade oferece um cruzamento “invisível” com Holandeses, a progênie será toda branca e preta Genus

Estudo 1

Estudo 2

Estudo 3

Estudo 4

Frísios de Maior Longevidade

- O cruzamento Holandês/Frísio Inglês é mais consistente em tamanho do que algumas alternativas de cruzamento - Caso sua decisão de cruzamento seja feita para maximizar retornos da pastagem, o Frísio Inglês é feito sob medida para atender a essas necessidades.

Genus

Estudo 1

Estudo 2

Estudo 3

Estudo 4

Frísios de Maior Fertilidade

Principais touros Frísios para Índice de Fertilidade Deangate Quentin +10.8 (equivalente a +20.1 na base de Holandês = 10 dias reduzidos no Intevalo de Parto) Deangate Tarquin +7.5 Langley Evolution +6.8 Langley Brandysnap 3 +6.1 Winnoch Umpire +4.7

Por que considerar Frísios Inglês?

Genus

Estudo 1

Estudo 2

Estudo 3

Estudo 4

Frísios de Maior Produtividade de Leite

- Comparado a alguns resultados publicados de cruzamento de raças, o Frísio Inglês é apoiado por dados de alta confiabilidade baseado em centenas de milhares de vacas. Frísios Inglês: Heteroses Uma pesquisa recente tem sido realizada pela Federação Irlandesa dos Criadores de Gado, a qual tem algumas informações muito positivas em relação ao cruzamento Holandês x Frísio Inglês. Eles analisaram mais de 100.000 vacas espalhadas em aproximadamente 3.000 fazendas, sendo que 25.000 dessas vacas, pelo menos, 25% são Frísios Inglês.

O Frísio Inglês melhorando a fertilidade do rebanho Existem dois mercados potenciais para o Frísio Inglês, usando como uma opção de raça pura no estoque atual, ou como uma alternativa de cruzamento de raças. Como raça pura, a ABS tem o mais amplo programa de teste para o Frísio Inglês no mundo e proporcionou uma combinação de touros de alto ranking, o que você precisar, tipo, características de manejo ou produção. Eles são apoiados por família de vacas de classe mundial com forte variedade de touros.

Genus

Estudo 1

Estudo 2

Estudo 3

Estudo 4

Frísios de maior PLI

Genus

Estudo 1

Estudo 2

Estudo 3

Estudo 4

A vaca Holandesa pura leva 10 dias a mais para atingir a prenhez do que sua colega Frísia, cruzando então as raças, com o benefício comprovado da heterose, significa um melhoramento de aproximadamente 7 dias contra o Holandês puro. Isso traz um valor estimado de £27 por vaca (£4 por dia em aberto).

Pág. 19


Nome

A diferença entre as bases de Holandês e Frísio Inglês na Irlanda é calculada em 735 kg, bastante próxima da base do Reino Unido de 681 kg. O cruzamento das duas raças, no entanto, daria uma queda de 340 kg para a progênie. Essa pesquisa mostra que o valor da Heterose valerá aproximadamente 200 kg de leite a mais.

Os melhores Frísios Inglês do mundo estão na Genus ABS Touros tops nos rankings para produção, tipo e características físicas

Deangate Quentin

Deangate Tarquin

Winnoch Umpire

Blackisle Benloyal

Morcourt Hilton

Langley Evolution

Catlane Standard

Lakemead Pinnacle

PLI:

PLI

Leite

Gordura

Gordura%

Proteína

Proteína%

Deangate Tarquin

190

296

17.9

+0.06

14.7

+0.06

Morcourt Hilton

188

453

28.2

+0.12

18.3

+0.04

Deangate Quentin

135

51

5.1

+0.03

6.0

+0.05

Winnoch Umpire

130

475

23.8

+0.05

8.6

-0.10

Langley Evolution

127

-14

14.3

+0.19

3.1

+0.04

Blackisle Benloyal

118

165

16.2

+0.11

1.5

-0.06

Catlane Standard

104

264

10.5

-0.02

7.9

-0.02

Langley Brandysnap 3rd

59

280

5.8

-0.09

3.7

-0.08

Prova de Produção de Dezembro (2012) na base Frísia Name

Tempo de Vida

FI

SCC

Tipo

Deangate Tarquin

+0.3

+7.5

-6

+0.68

Morcourt Hilton

+0.2

-0.1

-7

+0.25

Deangate Quentin

+0.3

+10.8

1

+1.77

Winnoch Umpire

+0.1

+4.7

-19

+1.14

Langley Evolution

+0.1

+6.8

-18

+1.60

Blackisle Benloyal

+0.5

+1.6

4

+3.00

Catlane Standard

+0.3

+1.0

-8

+0.91

Langley Brandysnap 3

+0.2

+6.1

-4

+0.09

Provas de Tipo e Aptidão de Dezembro (2012) na base Frísia +0.1 ponto de Tempo de Vida vale 1 mês de vida a mais +1.0 ponto de Índice de Fertilidade vale metade de um dia a menos no intervalo entre partos -1 ponto de SCC vale 1% de melhoramento em contagem de células

Importância relativa das características para Índice de Tempo de Vida Rentável

- Índice de Tempo de Vida Rentável £1 de PLI é calculado para valer um extra £4.1 na margem por vaca por lactação Touro: Deangate Quentin

Pág. 00


Frísios Inglês: Morcourt HILTON

Deangate QUENTIN

“Top Frísio disponível para produção de Gordura & Proteína”

“O melhor touro do mundo para melhoramento de fertilidade de filhas”

+ 10.8 Índice de Fertilidade + 0.3 Tempo de Vida + 1.8 Mérito em Tipo + 2.1 Pernas & Pés + 1.7 Locomoção + 1.4 Temperamento + 3.0 Facilidade de Parto

+ £188 PLI + 453kg Leite + 46kg Gordura & Proteína - 7 SCC + 0.2 Tempo de Vida + 1.8 Facilidade de Parto Morcourt Hilton Pai: Tittenser Hylke Mãe: Morcourt Tina 81º BFE92(4) por Huddlesford Desert Orchid Avó materna: Morcourt Tina 61º por Blokland Falco

Morcourt Tina 81º, mãe de Hilton (com 11 anos)

Deangate Quentin Pai: Tittenser Hylke Mãe: Deangate Queenie 14º BFE93 por Huddlesford Desert Orchid Avó materna: Deangate Queenie 7º BFE91 por Sharcombe Beta

Deangate Queenie 14º BFE93, mãe de Quentin

Deangate Queenie 7 BFE91, avó materna de Quentin

Deangate Queenie 9º BFE94, irmã maternal de Queenie 7 e mãe de Tarquin, produzindo leite em sua 15ª lactação

Deangate Queenie 28 BFV88, da mesma linhagem familiar que Tarquin e Quentin

“Top Frísios Inglês em produção disponíveis”

Goonhilly Hilton Bounty (segunda lactação)

Goonhilly Hilton Petra (primeira lactação)

Jondylen Quentin Kaye 1ª | 2/06 | 7,245kg | 293 dias | 3.78% gordura | 3.43% proteína 2ª | 3/05 | 9,526kg | 305 dias | 3.41% gordura | 3.41% proteína

Morcourt Blackberry 83 (primeira lactação)

No.215 (segunda lactação)

Proprietário John Morgan comenta: “Nós temos 6 filhas do Quentin e elas são de longe o melhor grupo de vacas que tivemos em muitos anos, estou usando ele fortemente em todo meu rebanho”

Pág. 21


Deangate QUENTIN “O melhor touro do mundo para melhoramento de fertilidade de filhas”

Damarero Stephanotis (segunda lactação)

Deangate TARQUIN “Nº 1 para PLI e excelente fertilidade das filhas” £ 190 PLI + 7.5 Índice de Fertilidade + 0.3 Tempo de Vida - 6 SCC + 0.06% Gordura + 0.06% proteína Mãe 126 toneladas

Deangate Trixie 73º (primeira lactação)

Esquerda: Dechmont Prolific 87 BFV87 Filha em segunda lactação Deangate Betty 52º (terceira lactação)

Deangate Wendy 32º (segunda lactação)

Langley EVOLUTION “Excelentes úberes e fertilidade das filhas em melhoramento”

Deangate Tarquin Pai: Tittenser Hylke Mãe: Deangate Queenie 9ª BFE94(8) por Gornal Commander Avó maternal: Deangate Queenie 4º BFV88, por Huddlesford Doraman “Alto PLI e excelente fertilidade das filhas”

+ 6.8 Índice de Fertilidade + 1.6 Mérito em Tipo + 2.0 Suporte de Úbere + 1.3 Pernas & Pés - 18 SCC + 2.2 Facilidade de Parto Langley Evolution Pai: Tittenser Hylke Mãe: Langley Pegasus Ethel BFE91, por Gornal Pegasus Avó Materna: CBS Ethel (100 toneladas), por Grove Helmsman

Deangate Pearl 59º (segunda lactação)

Dechmont Prolific 87º (terceira lactação)

Deangate Helen 27ª (segunda lactação)

Deangate Melba 105ª (segunda lactação)

Nº 2 (Filha em segunda lactação)

Pág. 22


Blackisle BENLOYAL “Touro top para Tipo na raça Frísia”

Langley Brandysnap 3 “Muito Leite e ótima fertilidade das filhas” +280kg Leite + 6.1 Índice de Fertilidade -4 SCC + 222 EBI da Irlanda + 3.0 Mérito em Tipo + 2.8 Mamário + 2.1 Pernas & Pés £ 118 PLI + 165kg Leite + 0.5 Tempo de vida

Bradash Cora 10ª, filha em segunda lactação

Langley Brandysnap 3rd Pai: Lovat Brandysnap Mãe: Langley Pegasus Ethel BFE91, by Gornal Pegasus Avó materna: CBS Ethel (100 toneladas), por Grave Helmsman

Blackisle Benloyal RC Pai: Marshside Rocket 3º Mãe: Blackisle Bertha 5º BFE90(2), por Gornal Pegasus Avó materna: Hunday Bertha 25º BFV86, por Grove Breadwinner “Touro top para Tipo disponível no Reino Unido”

Bradash Gladlass 94 (primeira lactação)

No.777 (primeira lactação)

Bradash Torch 197, filha em primeira lactação

Catlane STANDARD “Ótimos úberes e excelente fertilidade de filhas” + 264kg Leite + 1.1 Mamário - 7 SCC + 2.6 Facilidade de Parto Cruzamento aberto, EX93 mãe Cotehill Standard Pauline 2ª, filha em segunda lactação

Catlane Standard Pai: Milburn Bureaucrat Mãe: Catlane Beta Snowball 3º BFE93(5) por Sharcombe Beta Avó materna: Catlane Masterkey Snowball, por Noremead Masterkey

Roydmoor Honeysuckle 29 (primeira lactação)

Kirkby Katy Red 18 (primeira lactação)

Cotehill Standard Anjeana, filha em segunda lactação

Pág. 23


Próxima Geração

Winnoch UMPIRE “Muito leite, baixa contagem de células e excelente fertilidade de filhas” £ 130 PLI + 475kg Leite + 4.7 Índice de Fertilidade - 19 SCC + 1.4 Pernas & Pés Mãe produziu 100 toneladas

Trumpet Topclass (Lakemead Rancher x Trumpet Janice 48 BFV86)

Carrickshock Piet 2 (Piet Adema 186 x Carrickshock Daisy 636 VG88)

Rearsby Black Gem (Deangate Centurion x Rearsby Black Label BFE91)

Winnoch Counsellor (Morcourt Hilton x Winnoch Penguin 223)

Winnoch Penguin 90º BFE93 (esquerda), a mãe do Umpire fotografada após produzir 85 toneladas, com suas duas meia irmãs maternas Winnoch Penguin 92 BFE90 e Winnoch Penguin 106 BFE91

Winnoch Umpire Pai: Dripps Rio Mãe: Winnoch Penguin 90º BFE93(6), por Huddlesford Doraman Avó materna: Winnoch Penguin 64º BFV85, por Petteril Brandy

Winnoch Umpire

Exportação A demanda por Frísios Inglês não somente está crescendo no Reino Unido, mas estamos vendo também o crescimento das exportações já que outros países notaram os benefícios que o Frísio Inglês acrescenta aos seus sistemas. Países que estão vendendo Frísios Inglês atualmente

No.77 (primeira lactação)

Yeaveley Fairy 43rd (segunda lactação)

Winnoch Espie 82nd (primeira lactação)

Yeaveley Magpie 29th (segunda lactação)

Austrália, Brasil, Canadá, Chile, Dinamarca, Alemanha, Irlanda, Lituânia, Nova Zelândia, Paquistão, Polônia, Portugal, África do Sul, Emirados Árabes, Uruguai e Estados Unidos. Se você tiver alguma dúvida ou consultas sobre os Frísios Inglês, e como eles podem ajudar a resolver questões em seu sistema, por favor, contate klaus.freitas@genusplc.com

Pág. 24


MURAL OLHAR RURAL

Na tranquilidade do pré-parto da Cadalu Jersey | Janus Katsman

Ovelhas Santas Inês após o trato da tarde na Fazenda Lubella | Luciana Galvão

Colheita da soja ao entardecer, na Cadalu Jersey | Janus Katsman

Hora do trabalho | Luciana Galvão


MURAL OLHAR RURAL

Melhor aproveitamento da pastagem | LeonĂŞs Alves de Souza

Amanhecer no curral | Renan Monteiro Soranso

ABS Pecplan na ABCZ | MĂĄrcio Nery

Animais durante o manejo no curral | Renan Monteiro Soranso


MURAL OLHAR RURAL

Ouro Branco no Sert達o | Hilton Alexandre V. Carneiro

Por do Sol no Sert達o Central do Cear叩 | Hilton Alexandre V. Carneiro

Futura Pimenteira | | Hilton Alexandre V. Carneiro

Irm達os | Clodoaldo Marques


MURAL OLHAR RURAL

Neste primeiro mês do concurso Olhar Rural recebemos belas fotos que ilustram este mural no ABS News e já estão também em álbuns no site e fan page da ABS Pecplan no facebook. Continuaremos selecionando e publicando fotos até o mês de outubro, quando faremos a escolha das melhores para ilustrar o calendário ABS Pecplan 2014. Não deixe de participar! Parabéns a todos os fotógrafos por captarem com sensibilidade cenas simples que ilustram o dia a dia no campo, mas que enchem nossos olhos.

Jatobá nativo ao pôr do sol na Fazenda Lubella | Luciana Galvão

Melhor trabalho do mundo | Clodoaldo Marques

CONCURSO de fotos

OLHAR RURAL

Confira o regulamento no site: www.abspecplan.com.br/olharrural


ABS NEWS - Abril 2013