Page 1

H IIU L Ü I ü Centro de Valorização da Criança

nesta edição

7U&fia4404 eU @?l/. (?, um naatna cU t/uut& frmttaçãa

FAMÍLIA: PROJETO DE DEUS Depois de anos a espera pela adoção, adolescentes do CVC tiveram o direito da convivên­ cia fam iliar adquirido...

%INFORMATIVO

15 ANOS: SONHO REALIZADO Toda adolescente sonha por esse momento, e o CVC, não deixando passar em branco, promoveu os 15 das acolhi­ das. Parabéns meninas!

passeio em comunhão Durante o perído de férias escolas as adolescentes tiverem momentos ótimos com amigos e vonluntários em cada passeio...

c e n t r o d e v a l o r i z a ç ã o d a c r ia n ç a UM RASTRO DE TRANSFORMAÇÃO... Ao longe desses 25 anos de história, vale a pena olhar para atrás e ver o quanto valeu a pena cada esforço em prol desse empreen­ dimento social. Em cada projeto implantado, tanto na área do esporte, saúde ou educação, o sorriso de agradecimento de cada criança representava (e representa) um fôlego a mais nessa caminhada em prol de nossas crianças e adolescentes. Vê-las conquistando aquilo que, por direito, lhe pertencem é nossa maior satisfação. Com o apoio de parceiros e mantenedores, o CVC exerce a assistência social em regime de acolhimento á crianças e adolescentes devolvendo a cada um, aquilo lhes foram privado: A Cidadania.

oficinas e cursos As adolescentes tiveram a oportunidade de participar de Oficinas de oficartesanato, Curso de Cabeleleiro entre outros...


apresentação o que somos Fundado em 1989, o CVC tem como principal atividade assistencial o acolhimento institucional de crianças do sexo feminino na faixa etária de 07 a 12 anos incompletos, excepcionalmente até 17 anos, em situação de vulnerabilidade social e pessoal, na maioria vítimas de abuso sexual. As infantes são encaminhadas pelos Juizados da Infân­ cia e Juventude das comarcas de Belém e Icoaraci e, permanecem sob os cuidados da instituição até que a Justiça decida o melhor encaminhamento. O CVC é entidade pioneira no Estado do Pará no atendimento assistencial em regime de acolhimento (art. 90, IV, ECA). Durante o período de acolhimento as crianças recebem toda assistência necessária (segurança, moradia, alimentação, esporte, lazer, aula de reforço, atendimento médico, odontológico, psicológico e social). Os atendimentos individuais e dinâmicas coleti­ vas primam pela minimização dos traumas ocorridos e elevação da autoestima, além de estimular a criatividade de cada acolhi­ da. Ademais, o CVC oferece, também, cursos profissionalizantes às adolescentes carentes do bairro e do próprio Abrigo, a fim de que tenham uma melhor perspectiva de futuro e se distanciem da criminalidade.

2013: ANO DE CONQUISTAS FAMÍLIA: PROJETO DE DEUS Umas das grandes conquistas em 2013 foi a adoção das adolescentes Emily e Erika, onde, acolhidas desde 2007, as mesmas usufruíram de todos os direitos dentro da instituição, participando de oficinais e cursos, indo à escola e consultas médicas. Hoje elas estão morando nos Estados Unidos onde foram adotadas por um família que as amam grandemente.

“Vê-las realizando esse sonho é inspirador

para a continuidade esse trabalho” diz o atual coordenador Nahum

^

D epois de 6 anos, Bruna e Daine reencontram os laços afetivos p o r m eio da convivência familiar.

__________

As adolescente Emily e Erika foram adotadas e hoje residem nos Estados Unldos'

Freitas.

Outra vitória conquistada foi o encaminhamento das adolescentes Bruna e Daiane, no qual ambas, acolhidas desde 2007, se encontram em convivên cia familiar.

Por meio de projetos e programas implantados na entidade, um dos objetivos principais do CVC é: Promover a reintegração à Família. Diante desse norte, a entidade compartilha com imensa alegria a conquista da adoção das ex-acolhidas: Raynara, Erika e Emily, Bruna e Daiane. Presenciar sonhos como esse é de fundamental importância para a entidade, pois assim como ECA(Estatuto da Criança e do Adolescente), o CVC acredita que toda criança ou adolescente tem direito a ser criado e educado no seio da sua família. A adolescente raynara fo i acolhida em 2007 na entidade. Todavia, graças ao p rogram a de apadrinham ento a adolescente fo i adotada. Para ela, isso representa um novo recom eço .


15 ANOS

f c

! * DM/ana.

sonho realizado Dentre tantas programações realizadas pelo CVC, a instituição destaca a comemo­ ração dos 15 anos de acolhidas. Para as adolescentes, foi mais que uma linda festa, foi um sonho realizado! Todas estavam encantadas com a decoração, carinho e esforço de todos envolvidos no evento. Os aniversários contaram com a presença de amigos, equipe técnica e demais convida­ dos.

c

o Ho Frika - Para a adolescente a sua festa

Lw»n=S=s= rprnrdacões pessoais portodaavida^

----------

,16 anos de BnOT -

?I a Marfa e* a Ma ^ - ° leSOe"te. a y

esPec/a/, e


a t iv id a d e s p a s s e io s , f é r i a s , c o n f r a t e r n iz a ç õ e s ... No mês de junho o CVC promoveu diversas programações no período da quadra junina com a participação de amigos, onde tivemos brincadeiras, comidas típicas, quadrilha, entre outras.

Foi uma grande oportunidade de inserir nossas crianças e adolescentes no contexto cultural e aumentar os laços com nossos parceiros. Foi uma grande festa!

Durante o período de férias escolares o CVC, em parce­ ria com amigos e voluntários, ofereceu as acolhidas diversos passeios no qual proporcionaram momentos inesquecíveis para nossas crianças!

Toda essa manifestação nada mais é do que direitos que estas possuem cujo o ECA cita no seu Art. 71: "A criança e o adolescente têm direito a informação, cultura, lazer, esportes, diversões, espetáculos e produtos e serviços que respeitem sua condição pecu­ liar de pessoa em desenvolvimento".

.i


o f ic in a s d e a r t e s a n a t o e c u r s o s p r o f is s o n a l iz a n t e p a p e l m a r c h ê , s a n d á l ia s , t o a l h a s , g a s t r o n o m ia , s a l ã o d e b e l e z a

O CVC durante o ano de 2013 realizou diversas atividades onde as acolhidas participaram de ofici­ nas de trabalhos manuais (Papel Marche, Sandálias, Toalhas, entre outras), acompanhamento e reforço escolar, esporte, atividades artístico-culturais, edu­ cação para a saúde, meio-ambiente, cidadania e assim por diante.

Dentre estas, se destacam o Projeto Salão Vitrine da Beleza. Tendo como maior Agente Incentivador a empresária Geni de Paula, o objetivo do projeto é qualifi­ car as adolescentes para a inserção no mercado de trabalho ou, futuramente, abrirem o próprio negócio. O Projeto contemplou, inicialmente, 20 (vinte) adoles­ centes com idades entre 14 e 17 anos, do sexo feminino, que encontram-se em situação de vulnerabilidade social ou pessoal, acolhidas no Abrigo Raio de Luz-CVC e jovens/adolescentes pertencentes à famílias de baixa renda do bairro da Pratinha.

Outro atividade foi a implantação do Projeto Gastronomia onde, monitorado pela voluntária Maria das Graças, no qual não poupou esforços para instruir as adolescentes, o projeto visou desenvolver as habili­ dades e competências destas, preparando-as para a vida e para o mercado de trabalho, a instituição promoveu o aprendizado sobre a gastronomia diver­ sa, através de várias receitas aplicadas.

O CVC atua por meio de atividades do Programa Sócio Educativo em Meio Aberto, o qual se trata da constituição de um espaço de convivência, formação para a participação e cidadania, desenvolvimento do protagonismo e da autonomia de adolescentes, na faixa etária de 14 a 18 anos incompletos, a partir dos interesses, demandas e potencialidades dessa faixa etária.


r e f o r m a n o e s p a ç o fís ic o u m a m b i e n t e d ig n o ...

Por meio da colaboração e ajuda de amigos e man­ tenedores, o CVC realizou diversas reformas no espaço físico tanto na parte externa como interna do abrigo que, mesmo atuando com o objetivo de acolhimento institucional provisório, este visa promover um am bi­ ente mais acolhedor e familiar possível, proporcionan­ do um espaço de respeito e dignidade ao adolescente.

"Essa reforma marca o compromisso tanto por parte da atual gestão da entidade como dos princípios vinculados ao ECA, no intuito de maximizar a qualifi­ cação e reestruturação dos serviços, o que inclui a melhoria na estrutura física e a capacitação continua do corpo técnico", destaca Rosilene Lima (Psicóloga).

"Nós estamos redimensionando a parte pedagógi­ ca, como prevê a legislação. Um espaço físico adequa­ do e digno irá trazer bons resultados ao usuário" Nahum Freitas (Diretor da Instituição).


p a r c e r ia s "FAÇA O QUE PUDER, COM O QUE TIVER, ONDE ESTIVER." theodore ro o se ve lt

Dentre diversas programações que houveram no CVC não deixe­ mos de lembrar da participação de nossos parceiros, amigos e voluntários nos quais, tiveram papel fundamental no ato de propiciar atividades culturais, esportivas e de lazer as nossas crianças e adoles­ centes. É consabido que objetivo do CVC é promover o cuidado e proteção de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, sendo assim, procuramos ser condutores da solidariedade para que pessoas de boa vontade exercitem seu papel social e o amor ao próximo. Desta forma, cada colaboração nos ajuda a concretizar este projeto que já transfor­ mou a vida milhares de crianças!

Ressalta-se que, atualmente a entidade encontra-se sem qualquer tipo de apoio na esfera governamental. Porém o trabalho tem sido desenvolvido graças a ações solidárias. Logo, contamos com a ajuda de cada amigo, parceiro, mantenedor e voluntário para a continuidade deste empreendedorismo social, no qual proporciona esperanças e realiza sonhos àquelas que um dia tiveram estes subtraídos.

Agradecemos a cada parceiro por seu compromisso em favor das crianças e adolescentes atendidos pelo Centro de Valorização da Criança, mostrando, deste modo, ser pessoas preocupadas com o social e, em particu­ lar com o futuro daquelas crianças sem arrimo familiar amparadas pelo CVC. Vocês estão de Parabéns!

n e c e s s id a d e s Diante do desafio de cada dia em dar continuidade neste empreendedorismo social, o CVC não poderia deixar de expor suas necessidades nesta caminhada:

O Veículo com 7(sete) lugares - Levar as crianças aos tratamentos médicos, escolares e familiares; O Convênio com a esfera Governamental; O Recursos para despesas com pessoal, energia elétrica, telefone, e outros; O Padrinho Solidário - A pessoa assume uma obrigação moral de ajudar a criança em suas necessidades no intuito de mantê-la no espaço de acolhimento.


p a l a v r a do d ir e t o r Agradeço a Deus por ter colocado ao nosso lado, pessoas como VOCÊ, que realmente estão comprometidas em não somente oferecer um copo de água, a pequeninos seres que pouco ou nada possuem. Mas VOCÊ foi uma daquelas pessoas que fizeram acontecer, que acreditaram e incentivaram a levar este trabalho avante; que sempre nos desafiaram a dar mais um passo à frente, apesar das muitas dificuldades que enfrentamos durante esse ano. Que bom que VOCÊ é uma pessoa que está interessa pelo bem estar de nossas crianças e adolescentes, e porque não dizer por todos nós do CVC. Rogo à Deus que continue ricamente abençoado por Deus, para continuar a ter coragem, vontade e sensibilidade em estar abençoando a muitos. E, ao final de mais um ano de vitória, continuo pedindo a Deus que nosso relacionamentos sejam uma fonte de enriquecimento mútuo, um constante exercício de dar e receber neste ano de 2014, que irá nascer e florescer. Na perspectiva que, juntos, possamos renovar, revigorar e habilitar novas vidas, que anseiam por cada um de nós. Assim, MUITO OBRIGADO, por você existir, pelo seu companheirismo, ajuda e apoio. Que a esperança, o encanto, ternura e a alegria deste novo ano estejam sempre presentes em seu coração. Feliz 2014!!! Creio, que verdadeiramente, este ano será de constantes vitórias, porque GRANDES COISAS FEZ O SENHOR E POR NÓS E MAIORES ELE FARÁ.

E nd ereço: Rod. A rth u r Bernardes, Pass. Santa M aria n° 28; Pratinha II, Belém-PA;CEP: 6 6 8 2 5 -1 1 0 CNPJ: 8 3 .3 4 0 .9 3 5 /0 0 0 1 -4 4 E -m a il: cvc@cvc.org.br T e le fo n e : (9 1 )3 2 4 8 -1 3 2 8 /8 2 2 1 -0 3 0 2 P ara c o la b o ra r: BANCO DO BRASIL-BB Agência 0765-x. Conta C orrente n° 10.000-5

s a ib a m a is :

WWW.CVC.ORG.BR

Informativo CVC - ano 2013  

Revista eletrônica anual sobre os principais acontecimentos no Centro de Valorização da Criança - CVC no ano de 2013. A entidade é pioneira...