__MAIN_TEXT__

Page 1

Informativo

Serasa Experian lança campanha publicitária de Certificado Digital em quatro estados A Serasa Experian lança campanha publicitária voltada para impulsionar a venda e renovação do certificado digital nas cidades do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza e Recife. Desenvolvida pela agência Fábrica, a ação inclui peças voltadas para ônibus (busdoor) e bancas de jornal e terá duração até o final de janeiro de 2015. A campanha utiliza o conceito “Confiança Traz Segurança”, lançado em agosto, que usa um simpático cachorro

disfarçado de diferentes personagens para mostrar que na internet as pessoas podem não ser quem aparentam. O objetivo é ressaltar a importância de ter a identidade garantida no meio digital e impulsionar a aquisição de certificado digital por novos clientes e renovação pelos antigos. “A Certificação Digital ganhou uma relevância muito grande no dia a dia das pessoas e empresas e sua adoção vem crescendo, pois é um recurso que preza pela

mobilidade, agilidade e até pela sustentabilidade, já que evita a impressão em papel”, afirma Mariana Pinheiro, presidente da unidade de negócio de Certificação Digital da Serasa Experian.

Volume de cartão de crédito feitos com material reciclado ultrapassa 21 milhões “O crescimento na produção dos cartões PET reciclados durante os últimos anos mostra o quanto sua produção em larga escala é viável e bem aceita pelos públicos envolvidos em sua utilização”, comenta Alvaro de Oliveira, presidente da IntelCav. “Para a produção de 21 milhões desses cartões foram consumidas mais de 130 toneladas do insumo. O cartão de PET Reciclado Pós-

Consumo foi Vencedor do Prêmio Eco 2009, na categoria Produto de sustentabilidade e foi também exposto em iniciativas do Instituto Ethos.

Thales moderniza o espaço aéreo tcheco A Thales foi escolhida para implantar o sistema TopSky-ATC para modernizar a gestão do tráfego aéreo (ATM) da República Tcheca. O contrato abrange o centro de controle de Praga, como também três aeroportos regionais, e foi conferido à Thales pelo fornecedor de serviços de navegação aérea tcheca ANS CR após uma licitação pública internacional. A Thales e a ANS CR desenvolveram uma parceria de mais de 20 anos. Na

implantação da solução de ATM mais avançada do mundo, o TOPSKY-ATC da Thales, a ANS CR vai modernizar a infraestrutura do tráfego aéreo do país e comprovar sua base tecnológica para cumprir com os desafios do futuro já que os volumes de tráfego aéreo continuam crescendo nos céus europeus. “Estamos extremamente orgulhosos por continuar com a nossa longa parceria com a ANS CR. Este significante contrato confirma

a liderança da Thales na Gestão de Tráfego Aéreo na Europa e é testemunho da nossa estratégia baseada na inovação e conduzida pelo SESAR”, afirmou Guy Delevacque, CEO da Thales Air Systems.

Presidente: Célio Ribeiro • Jornalista: Nathália Fernandes • Edição/Revisão: Nathália Fernandes • Tiragem: 2.000 exemplares

EXPEDIENTE Periodicidade: bimestral • Projeto Gráfico e Diagramação: Brunoteles.com • Contato: ascom@abrid.org.br - (61) 3234-6282

Publicação Bimestral - ano 5 - número 46 - Nov/Dez 2014

Abrid apoia Ditec para realização de Seminário A Ditec – Diretoria Técnico Científico – da Polícia Federal com apoio da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital – ABRID, realizou o Seminário de Gerenciamento de Identidade, Biometria e Passaporte (Passport, Biometrics and Identity Management Seminar). O evento foi realizado nos dias 4 e 5 de dezembro, dividindose em duas sessões: registro civil, gerenciamento de identidade e biometria; e emissão de passaporte, fronteira e segurança. O objetivo do Seminário foi reunir autoridades de diferentes países e discutir respectivas abordagens quanto o registro civil e a universalidade dos tipos de biometria, como a impressão digital, íris, voz e face. A perita criminal federal do Instituto Nacional de Criminalística, Narumi Lima, iniciou as palestras tratando sobre o “contexto da identificação civil no Brasil, sua produção e as fragilidades”. Já os desafios dessa tecnologia também foram tratados pela Perita Criminal, Sara Lais Rahal. Rodrigo Távora, do Ministério da12ºJustiça, o projeto como “uma CertForumsalientou aconteceu em maio, em RIC Brasília ideia de identidade segura, unificada, bem como de baixo custo”.

Autoridades estrangeiras também participaram do evento. Representantes da ICBWG (Implementation and Capacity Building Working Group) palestraram sobre o registro civil no Pacífico; Biometria, Automação e Produtividade e suas particularidades. Como diferencial, a Gemalto e a Infineon apresentaram soluções e painéis de tecnologia semicondutora para as próximas gerações de ePassaporte e sua segurança. Dentre os palestrantes , encontraram-se profissionais do Ministério das Relações Exteriores-MRE, Secretaria de Direitos Humanos-SDH, Departamento de Policia

Narumi Lima, Perita Criminal Federal do Instituto Nacional de Criminalística

Parabéns às

por mais um ano

de sucesso!

ASSOCIADAS, EU FAÇO PARTE 3M do Brasil A.E.T. Europe B.V. Akiyama Corporação Alterosa Card Solutions Bayer MaterialScience Biológica Sistemas Boa Vista Serviços

Federal com os setores DITEC-Diretoria Técnico Cientifica, CGPI-Coordenação Geral de Policia de Imigração, DPAS-Divisão de Passaportes, DCIM-Divisão de Controle Migratório, além de convidados da OEA-Organização dos Estados Americanos etc. Temas como relações exteriores e comércio da Austrália, Brasil, Canadá, Nova Zelândia e Reino Unido, planejamento e logística no processo de emissão do passaporte, segurança quanto aos documentos de viagem, inovações na emissão do passaporte brasileiro, projeto piloto do passaporte de emergência e controle de fronteira do Brasil, foram discutidos.

Foto: Infólio/Wenderson Araújo

Os cartões de pagamento feitos com garrafas PET Reciclados Pós-Consumo já ultrapassaram a marca de vinte e um milhões de unidades em circulação no Brasil, anuncia a IntelCav. A tecnologia foi desenvolvida pela empresa e é usada como projeto na área de sustentabilidade por grandes bancos e instituições varejistas.

Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital

Certisign CR Consultoria Datacard Group Dermalog Giesecke & Devrient América do Sul Gemalto HID Global Iafis

Indra do Brasil Infineon IntelCav Mako Montreal NEC Brasil NXP Semiconductors OVD Kinegram Corporation

Oberthur Technologies Print Laser SABIC Safran Morpho Serasa Experian Sicpa Smartrac Soluti

Thales Group Thomas Greg & Sons do Brasil Valid Certificadora Vision-Box


Certificado Digital também é solução para a autenticação em lojas virtuais

Fonte: CGemalto

A Gemalto (Euronext NL0000400653 GTO), líder mundial em segurança digital, anunciou que seu Hub de Serviço Confiável Allynis está possibilitando a disponibilização comercial da Valyou, o primeiro serviço de pagamentos móveis por NFC da Noruega, pela Telenor, DNB e SpareBank 1. A Telenor é a maior operadora móvel da Noruega, com três milhões de assinantes no país e cerca de 180 milhões no mundo todo. O DNB e o SpareBank 1 são, respectivamente, o primeiro e o segundo maiores prestadores de serviços financeiros do país. Outros quatro bancos já estão pensando em entrar para a comunidade Valyou, permitindo que um número ainda maior de usuários efetue pagamentos seguros em restaurantes de fastfood, lojas de conveniências e postos de gasolina com um simples toque no smartphone em um terminal habilitado para NFC.

A plataforma hub da Gemalto para a Valyou é um serviço comercial turnkey hospedado nos centros de processamento de dados seguros e certificados da Gemalto, o que garante uma segurança de nível bancário para pagamentos por NFC. Significativamente, oferece uma única conexão a bancos, operadoras móveis e de transporte e todos os prestadores de serviços digitais para implementar seus serviços móveis de modo seguro e contínuo. A solução da Gemalto também oferece à Valyou o mais amplo alcance de usuários e a tecnologia mais preparada para o futuro em plataformas móveis. "Estamos ansiosos para promover a utilização do NFC na Noruega e prestar diversos serviços inovadores a todos os consumidores, começando com pagamentos e chegando a ID, controle de acesso, emissão de ingressos,

fidelidade e ofertas especiais", declarou Tor Jacobsen, CEO da Valyou. "Pensando nisso, escolhemos a plataforma de serviço confiável da Gemalto, que permite a integração de partes interessadas adicionais com o passar do tempo e aumentará a adoção e a perdurabilidade por parte dos consumidores". "A Gemalto está determinada a apoiar a Valyou em sua função de aceleradora de NFC, enquanto tenta expandir o ecossistema móvel sem contato em toda a região nórdica", afirmou Philippe Cambriel, Presidente da Gemalto para a Europa, Mediterrâneo e CIS. "Os consumidores estão muito interessados em adotar serviços NFC, como foi mostrado pelo feedback positivo gerado por um projeto-piloto anterior realizado pela Telenor e pelo DNB, no qual 97% dos participantes disseram que queriam usar esse tipo de serviço quando fosse lançado".

Fonte: Certisign

Noruega escolhe serviço da Gemalto para a disponibilização comercial de pagamentos móveis

Maurício Balassiano é Diretor de Tecnologia da Certisign

O Certificado Digital também pode ser utilizado para autenticar usuários em lojas virtuais. Sim, isto é possível graças ao desenvolvimento de um sistema que, quando instalado no e-commerce, lê o Certificado Digital ICP-Brasil sem exigir qualquer mudança significativa na estrutura do site. Não tem segredo, e é uma ótima opção para o empreendedor que optou em fazer negócios na web. Por quê? O Certificado Digital identifica inquestionavelmente o titular e, portanto, neste caso, a autoria da compra. Isso significa o afastamento de um “fantasma” que assombra as lojas virtuais de todo o país e que, por vezes, é o fator determinante para estas encerrem suas atividades: o chargeback. Em português: não reconhecimento da compra ou estorno. O chargeback se dá quando é efetivada uma venda na loja virtual, por meio de cartão de débito ou crédito, e o titular não reconhece a compra, solicitando o estorno. No entanto, veja bem: o produto já foi entregue. O prejuízo fica para o dono do ecommerce, pois a administradora do cartão não garante a validade das transações e nem ressarci o empreendedor. Desta forma, utilizar o Certificado como meio de login afasta consumidores mal intencionados, que se valem do não reconhecimento para tirar proveito, e também fraudadores. No futuro, com o avanço da adoção do Certificado, associado a campanhas de incentivo de uso deste método de autenticação (promoções, por exemplo), o e-commerce estará protegido contra esse golpe. Hoje, já é notável o crescimento da necessidade de utilizar o Certificado, tanto para cumprir exigências, quanto para dar celeridade à rotina. Mas voltemos. Uma vez autenticado com o Certificado há provas legais de que a compra foi feita pelo titular. As transações realizadas por meio do

documento eletrônico, como muitos já sabem, possuem validade jurídica. Em resumo: não há como o titular não reconhecer a compra. É uma segurança para o lojista. Para se ter ideia do público que facilmente aderiria a essa opção de cadastro e autenticação, entre 2013 e 2014, foram emitidos aproximadamente 5 milhões de Certificados, de acordo com informações do ITI – Instituto Nacional de Tecnologia da Informação. São pessoas que já desfrutam dos benefícios das transações eletrônicas seguras e que certamente migrariam do modo tradicional de autenticação (usuário e senha) para essa opção muito mais prática e segura. Veja os benefícios: • Possibilita a loja virtual oferecer um serviço diferenciado a milhões de titulares de Certificados ICPBrasil. Afinal, o comerciante está deixando de perder dinheiro eliminando o chargeback. Logo, ele pode se concentrar em ofertar promoções diferenciadas para esse público, que não dará calote, pois a autenticação é segura e inequívoca. • Diminui a taxa de desistência de compra na loja virtual. A Certificação Digital é sinônimo de segurança. Um empreendedor que concede essa possibilidade ao cliente, certamente, adiciona valor a sua marca, pois associa a loja virtual a uma tecnologia de ponta e consolidada no mercado nacional. • Diminui o número de cliques para efetivação da compra. Por meio da autenticação com o Certificado Digital, “de cara” o empreendedor tem acesso aos dados fidedignos do cliente. O consumidor precisará apenas completar as informações referentes ao endereço de entrega. É mais comodidade para quem compra e mais uma forma da loja na web se diferenciar das demais. • Diminui as fraudes na loja virtual. Como já escrevi acima, você tem a certeza do reconhecimento da compra da parcela de usuários que utilizam a Certificação Digital ICP-Brasil para se autenticar. Por isso, vale a pena investir no sistema e divulgar. Afinal, quanto mais clientes utilizarem o Certificado Digital ICP-Brasil como forma de autenticação, menos chargeback a loja terá. • A implementação é feita por meio de códigos simples. O Desenvolvedor rapidamente consegue adicionar o serviço na página. Com estes argumentos ficam claros os benefícios de utilizar a tecnologia da Certificação Digital em mais esta aplicação. Afinal, não gera custos e diminui o chargeback. É fácil de implementar e milhões de pessoas que adorariam usá-lo também para esse processo. Em resumo: o uso da tecnologia a cada dia se mostra ainda mais benéfica para pessoas físicas e empresas.

EDITORIAL Chegamos ao final de mais um ano de trabalho que proporcionou ampla visão de soluções tecnológicas com as associadas, órgãos e entidades. Nosso maior objetivo é sempre o de prestar melhor serviço no Brasil e ressaltar a importância e a capacidade do nosso país no mercado tecnológico. Prova disso é que organizamos e realizamos grandes encontros em meio a Copa do Mundo e eleições, na qual foi discutido biometria, certificação digital nas esferas públicas e privadas, que se consolidam devido aos benefícios gerados e a esperançosa implantação do Registro de Identidade Civil – RIC. Também estivemos envolvidos, apoiando ou participando, de workshops, seminários e fóruns, no que se refere às questões ambientais, sustentabilidade e desenvolvimento econômico, dentre outros. Encontros estes que fazem parte de nossos valores e que possibilitam o intercâmbio de conhecimento. Para 2015, a perspectiva é continuar esse trabalho de consolidação de associação para com as empresas e órgãos de apoio e celebrar grandes parcerias. Aproveitamos para desejar a todos um feliz Natal e um ano novo repleto de saúde e muito sucesso.

NEC do Japão fornece sistema para cabo submarino entre Angola e Japão DATA

EVENTO

LOCAL

O grupo japonês NEC Corporation vai fornecer o sistema para a construção de um cabo submarino entre Angola e o Brasil, nos termos de um contrato assinado em Luanda com a empresa Angola Cables. O projeto, denominado Sistema de Cabo do Atlântico Sul ou SACS na sigla em inglês, tem um custo estimado em 160 milhões de dólares e vai ligar a estação terrestre de Sangano, localizada próximo da capital de Angola e um centro de dados em

Fortaleza, Brasil, a uma distância de cerca de seis mil quilómetros. A fim de dar resposta às crescentes solicitações em termos de acesso à Internet, serviços móveis e empresarial que irão atravessar o Atlântico Sul, o cabo submarino em fibra óptica terá uma capacidade inicial de 40 terabits por segundo. A construção do cabo deverá iniciar-se ainda este ano, devendo entrar em funcionamento no quarto trimestre de 2016.

O presidente da comissão executiva da Angola Cables, António Nunes, disse à agência noticiosa Angop que, com este projeto, Angola vai poder atrair os grandes operadores internacionais de telecomunicações.

Inf46  

Chegamos ao final de mais um ano de trabalho que proporcionou ampla visão de soluções tecnológicas com as associadas, órgãos e entidades. No...

Inf46  

Chegamos ao final de mais um ano de trabalho que proporcionou ampla visão de soluções tecnológicas com as associadas, órgãos e entidades. No...

Profile for abrid
Advertisement